JSD Barcelos debate inovação e empreendedorismo

Maio 5, 2017 Atualidade, Concelho, Educação, Entrevistas, Mundo, Política

A JSD Barcelos organizou, no último sábado, dia 29 de abril, pelas 17h00, no Bar do Hotel Bagoeira, um debate sobre o tema “Inovação e Empreendedorismo”, inserido na iniciativa “Fala-me disso…”.

A juventude partidária, presidida por Ricardo Silva, juntou António Murta, gestor e empreendedor, co-fundador da Pathena; Miguel Novais, empreendedor e co-fundador da JuntarAJunta; e António Costa da Silva, deputado à Assembleia da República, coordenador do Grupo Parlamentar do PSD na comissão de Economia e Inovação, num debate moderado pelo deputado barcelense à Assembleia da República, Joel Sá.

jsd-inovar-empreendedorismo3

António Murta abordou assuntos desde a nanotecnologia, à Bosch, em Braga, que exporta 700 milhões por ano. Sobre a dívida soberana de Portugal, respondendo a uma questão levantada pelo público, referiu que “Não acredito que a dívida que temos é um problema que será resolvido pelo estado. É algo que só poderá ser resolvido pela energia e iniciativa dos portugueses”.

Já António Costa da Silva, que também é candidato à CM Évora, referiu opiniões mais intrínsecas, nomeadamente, sobre o que é, na sua ótica, ser PSD, JSD e social-democrata. Sobre o seu partido, salientou que o perfil social-democrata se encaixa no perfil de um empreendedor. Mencionou que o tecido empresarial de antigamente estava muito ligado à agricultura e latifúndio, dando o exemplo do Alentejo, onde quem quisesse ir mais além, e outras oportunidades, tinha que sair de lá.

jsd-inovar-empreendedorismo2

Por fim, Miguel Novais ressalvou que aceitou o convite por ser barcelense e por ter sido recebido na Assembleia da República pelo deputado Joel Sá, tendo sido convidado porque criou, com um sócio, uma empresa que promove a relação entre as Juntas de Freguesia e os cidadãos.




No final, o Barcelos na Hora dirigiu algumas perguntas ao Presidente da JSD Barcelos, Ricardo Silva, que acedeu responder:

Sem esquecer que Braga é a capital de distrito e uma das maiores cidades portuguesas, acha que Barcelos teria algo a aprender com a capacidade de captação de investimento dessa cidade, por forma a este concelho poder ter exemplos como os da nanotecnologia ou da Bosch, dados por António Murta?

barroso
Ricardo Silva

RS – Para Barcelos conseguir captar este tipo de investimento, como o Engenheiro Murta disse na conferência, seria necessário o Município preocupar-se com o investimento privado e conseguir captar esse investimento.

Como jovem, a quem o futuro pertence, preocupa-o o problema da dívida soberana e concorda com a afirmação de António Murta, quando este afirma que este problema “só poderá ser resolvido pela energia e iniciativa dos portugueses”?

RS – Sem dúvida que a dívida tem de preocupar-nos pois somos a geração que irá sofrer sempre com isso. Mas não posso estar 100% de acordo quanto a só depender de nós, portugueses e da nossa força, para se resolver esse problema.

Decidiram convidar um jovem empreendedor barcelense que apostou nas novas tecnologias. Considera essa uma boa opção para os jovens que queiram criar os seus próprios negócios?

RS – Considero que a minha geração é, sem dúvida, a melhor preparada para o mundo do trabalho, para o futuro. Será esta geração, os novos empreendedores, os próximos empresários deste país, que vão levar o que é nacional, o que é bom, além-fronteiras.

A iniciativa “Fala-me disso…” é para continuar?

Sim, a iniciativa vai continuar. Já no próximo dia 17 de maio, ao jantar, com o ex-ministro Miguel Poiares Maduro.

Fotos: Facebook da JSD Barcelos.



Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima