Leão a dois tempos

Setembro 28, 2017 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
José Costa

Depois de um passo atrás na Taça da Liga, não vimos o Sporting a dar os dois passos em frente, que J.J. preconizara.



Assim, para o campeonato não foi além de um empate a 1, frente a um Moreirense que não facilitou. Ao contrário, o Sporting não se esforçou e cedeu dois pontos, pela primeira vez neste ano, para o campeonato. Deixando, deste modo, o Porto adiantar-se e, por outro lado, que o Benfica se aproximasse.

Sporting 0 – Barcelona 1: Depois de uma primeira parte em que o Sporting conseguiu conter o forte caudal ofensivo do Barcelona, logo no início da segunda parte sofreu um golo, num lance infeliz de Coates, que introduziu a bola na própria baliza. A equipa intranquilizou-se e sofreu um bom bocado.

O Sporting não deitou a toalha ao chão e deu luta, conseguindo, a espaços, superiorizar-se ao Barcelona, tendo estado muito próximo de marcar, por insistência da dupla do costume, Gelson e Bruno Fernandes.

O Sporting vendeu cara a derrota frente a uma das melhores equipas do mundo, tendo feito o bastante para inverter o resultado, podendo dizer-se que, por tudo o que fez merecia no mínimo o empate. Nos últimos minutos encostou o Barcelona à sua baliza. Não sendo adepto da crítica às arbitragens não posso deixar de referir a atitude do árbitro em “amarelar” os jogadores do Sporting por tudo e por nada, não tendo usado o mesmo critério relativamente aos jogadores do Barcelona. Este comportamento condiciona uma equipa, apesar do Sporting não se ter deixado afetar pela postura do árbitro.

Por outro lado, faltou uma pontinha de sorte ao Sporting, a mesma que hoje beneficiou o Barcelona. Ficou uma boa imagem do Sporting, apesar de não ter dado pontos e foi dignificado o futebol português.

Já no próximo fim-de-semana, vai o Sporting ter a oportunidade de assumir a liderança do campeonato. Para isso terá de jogar como jogou frente ao Barcelona, mas sem falhas, para sair vencedor frente ao F. C. Porto, que tem estado muito forte no campeonato, como na Liga dos Campeões.

Uma referência ao voleibol, onde o Sporting venceu o Benfica por 3-1 e conquistou o Torneio das Vindimas, no primeiro derby de voleibol entre os rivais lisboetas, mais de duas décadas depois. No Centro Multiusos de Lamego, os Leões, com uma equipa recém-criada, no regresso à modalidade depois de 22 anos de inatividade, venceram pelos parciais de 25-23, 23-25, 25-18 e 25-20. Parabéns ao Sporting, que seja o primeiro de muitos troféus neste retomar desta modalidade.

Por fim, uma referência ao nosso Gil Vicente que, frente a uma equipa claramente inferior, acabou por ser afastado da Taça de Portugal:

Moura A. C. 1 – G.V.F.C. 0. No próximo sábado, em casa frente ao Guimarães B, em jogo para o campeonato da II Liga, esperamos um bom desempenho e o regresso às vitórias e à conquista de pontos.

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima