Maior teste!

Setembro 3, 2017 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
Hugo Pombal Lopes

Como havia dito na semana passada, o Benfica teria contra o Rio Ave o seu maior teste desde o começo da nova época.



Infelizmente, a profecia e a iminente escorregadela do Benfica confirmaram-se!

O Benfica não jogou melhor que o adversário e, quanto muito, teve sorte no empate.

A equipa de Vila do Conde foi atrevida e não teve medo de discutir o jogo, não chegou ao golo por mero acaso ou por um contra-ataque feliz! Chegou ao golo porque procurou mais e melhor do que o Benfica.

À hora desta publicação, o mercado de transferências já fechou e o Benfica reforçou tudo menos (na minha opinião) o essencial, nomeadamente, o eixo da defesa.

Temos 4 pontas de lança que deviam ter direito a serem todos titulares ao mesmo tempo e temos 4 centrais (temos?) que, neste momento, nenhum me parece dar garantias.

O Luisão vai servindo mas a agilidade e resistência são cada vez menores; o Jardel não está em condições físicas há um ano e notou-se, novamente, na última partida; e temos Lisandro, que para mim, tinha tudo para ser um novo Garay mas tarda em afirmar-se.

Ou a estrutura do Benfica confia no Rúben Dias e no Kalaica para serem o próximo Lindelöf ou, então, parece-me que vamos andar aflitos até (pelo menos) Janeiro.

Portugal jogou esta quinta-feira com as Ilhas Faroé e o volume do resultado era mais que previsível. Contudo, acho pertinente, mais uma vez, destacar Cristiano Ronaldo.

Não sou fã das características que o definem enquanto jogador, mas a nível profissional, não há ninguém que o possa pôr em causa! Está sempre motivado e o jogo pela Seleção veio, mais uma vez, provar isso mesmo.

Parabéns, por isso, ao português Ronaldo e que ganhemos à Hungria para na última jornada “ir à boca” aos suíços.

Um bom domingo para todos!

Cumprimentos!

Por: Hugo Pombal Lopes*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima