Município de Barcelos cria Banco de Livros Escolares

Agosto 26, 2017 Atualidade, Concelho, Educação




A Câmara Municipal de Barcelos, em parceria com os Agrupamentos de Escolas do concelho, vai implementar um Banco de Livros Escolares que, no ano letivo 2017/2018, vai permitir o empréstimo de manuais escolares aos alunos do 2.º ciclo do Ensino Básico. Esta medida vai, assim, permitir o empréstimo de manuais escolares a alunos do 5º e 6º ano.

Segundo o Município, esta medida implica um investimento municipal a rondar os 100 mil euros, que vão ser destinados à aquisição de cerca de 4000 manuais escolares de disciplinas nucleares como Português, Matemática, História, Inglês e Ciências da Natureza.

Ao todo, serão beneficiados mais de 1000 alunos que vão agora frequentar o 5.º e o 6.º ano no concelho. Esta medida, em complemento com a do Ministério da Educação, vai permitir a cobertura total de livros gratuitos até ao 6.º ano. De recordar que a Câmara Municipal de Barcelos já oferecia gratuitamente os manuais escolares aos alunos do 1.º ciclo.

O Banco de Livros trata-se de uma iniciativa de disponibilização gratuita de manuais escolares e funcionará a título de empréstimo. Cada Agrupamento de Escolas ficará responsável pela constituição e gestão do seu Banco de Livros Escolares, com normas e procedimentos definidos por regulamento próprio, coordenando assim os empréstimos de manuais, sem custos para as famílias.

Os encarregados de educação que pretendam ter acesso aos manuais escolares deverão oficializar o pedido junto do seu Agrupamento, sendo que, quem beneficia dos livros durante um ano letivo deve garantir uma prudente utilização dos manuais para que voltem a ser emprestados no ano letivo seguinte.

“O Município de Barcelos assumiu o compromisso do desenvolvimento de uma Cidade Educadora, pelo que faz todo o sentido que se criem iniciativas que apoiem e valorizem o percurso escolar dos nossos jovens. Este é um investimento da autarquia na Educação e nas Famílias de Barcelos. Numa altura em que se aproxima o arranque de um novo ano letivo, esta é uma medida que terá um grande impacto no orçamento das famílias mais carenciadas”, explica Armandina Saleiro, Vice-Presidente da autarquia.

O Município salienta que a “promoção da reutilização dos manuais escolares, a diminuição dos custos de aquisição de livros por parte das famílias e incentivar boas práticas de proteção e educação ambiental junto das gerações mais novas são os principais objetivos do Banco de Livros Escolares”.

Fonte e imagem: CMB.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima