Município de Barcelos recebe bandeira de Município Familiarmente Responsável

Novembro 29, 2019 Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política

O Município de Barcelos é uma “Autarquia Familiarmente Responsável”, uma distinção atribuída pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis (OAFR), tendo recebido a respetiva bandeira, numa cerimónia que decorreu no dia 27 de novembro, no Auditório da Fundação FEFAL, em Coimbra, e em que o Município esteve representado pela Vice-Presidente, Armandina Saleiro.



A entrega da bandeira é o ato simbólico que premeia as autarquias que desenvolvem uma política eficaz de apoio e ajuda às famílias, reconhecendo as boas-práticas em matéria de política familiar e distinguindo os municípios que investem na construção de uma política integrada de apoio à família.

A cerimónia contou com a participação do embaixador António Monteiro, do secretário de Estado da Descentralização e da Administração Local, Jorge Botelho, de Maria do Rosário Carneiro, do Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis e, ainda, de Rafael Lucas Pires, da Associação Portuguesa de Famílias Numerosas.

A Vice-Presidente da Câmara Municipal de Barcelos destacou várias medidas concretas que se enquadram no âmbito dos valores que este prémio representa, considerando-o um galardão que “atesta que as políticas autárquicas, no campo da responsabilidade familiar têm, de facto, apoiado os munícipes, as famílias e as pessoas mais carenciadas do concelho”.

“Ciente de que a família é um marco de coesão social insubstituível para o bem-estar da comunidade e da promoção da integração social no território, o Município de Barcelos promove medidas facilitadoras da vida familiar, nomeadamente na habitação, através da redução do IMI para as famílias numerosas, assim como no arrendamento habitacional e habitação social em que é concedida, pelo Município, uma majoração de 30%, às famílias com três ou mais filhos e de 20% às famílias monoparentais”, refere em nota.

“Ainda neste alinhamento, ao nível cultural há uma grande preocupação em conceber programas adequados à participação das famílias. Destacam-se algumas das iniciativas na área cultural, bem como nas áreas de educação e formação, como sejam: o apoio ao transporte escolar, o apoio nas refeições escolares, a oferta de manuais escolares, bolsas de estudo para os estudantes do ensino superior, o projeto de intervenção psicossocial e psicoeducativa. Na área da saúde, através dos projetos Barcelos a Sorrir, Promoção da Saúde Ocular e Auditiva e Promoção de Imagem e o Transporte Solidário”, conclui.

Fonte e foto: CMB.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Momento tão Penoso

Bem-haja, caros leitores do BnH! Continuamos à procura de um rumo. De
Ir Para Cima