Nós, os portistas, já merecíamos!

Fevereiro 14, 2020 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
Vítor Sá Pereira

Olá, leitores do BnH!

Confesso já que vou escrever esta crónica com um sorriso de orelha a orelha. Nós, os portistas, já merecíamos…



O jogo contra o líder era mais do que uma final, era o tudo ou nada.  Estava em causa, não só, a distância pontual, mas também, o orgulho, a identidade, o ADN, a crença e a honra.

Foi um jogo onde os nossos maiores valores se ergueram e onde a fé das portistas se estendeu à equipa. O Porto foi, claramente, a equipa que mais correu, trabalhou, procurou, quis e isso é indesmentível.  Percebeu-se, logo no início, o sentido do jogo e, naturalmente, marcámos primeiro com um grande golo de Sérgio Oliveira! Numa rara aparição das Águias junto da baliza do Porto, o Benfica empata, num lance em que Marchesín quer fazer um bonito, em vez de ser eficaz, deixando a bola à mercê do Vinícius.  O Porto não se deixou abater, foi novamente para cima e, num lance em que Ferro quis ser guarda-redes, voltámos a marcar, de GP, e antes do intervalo, Rúben Dias fez um grande golo, ao primeiro poste, mas na própria baliza.

Resultado justo ao intervalo, apesar da muita choradeira que fazia ouvir.

O segundo golo do Benfica, numa má abordagem de Pepe, ainda nos fez tremer, mas não nos fez cair. Mantivemos o querer, defendemos bem, jogámos bem, criámos oportunidades claras de golo e Tecatito Corona mostrou, ainda, que se jogasse no rival, valeria 100 milhões!

Terminámos o jogo com algum sofrimento e contra 12, porque Bruno Lage quis entrar no campo para cabecear no último canto do jogo.

Vitória justa, resultado escasso, mas o importante era vencer!

Gostei do 11 inicial escolhido por SC. Luís Díaz tem que jogar.

O Benfica tem demonstrado grandes dificuldades sempre que joga com equipas do nível “Champions League“!

O próximo jogo, em Guimarães, é de imensa dificuldade e a ver vamos se o Porto mantém a chama, a regularidade e a consistência exibicional e os bons resultados.  Só a vitória interessa em Guimarães porque não me acredito que o Braga ganhe pontos na Luz. Já sabemos como funciona…LOL…A vitória na Taça e a passagem à final eram previsíveis e o Jamor espera por nós. Era lindo “rebentar” com o Benfica mais uma vez!

Não percebi a agressividade no comunicado do Benfica e o pedido de árbitros estrangeiros!

Eles acreditam mesmo que perderam com o Porto por causa do árbitro! Eles que agradeçam por terem terminado o jogo com 11 e de o Taarabt ter sido substituído em vez de expulso! 

Já que eles pediram árbitros estrangeiros, seria possível, igualmente, pedirmos juízes estrangeiros para determinados casos???!…Certamente, não pediam escusa por serem benfiquistas!

Se o campeonato já era difícil, agora ficou impossível, desde que LFV veio falar do jogo. Sempre que esse senhor vem falar, vem aí m####!

O ambiente em torno do futebol está tóxico e perigoso!

De qualquer forma, fiquei muito feliz com esta vitória!  Ganhar ao Benfica é um sentimento “orgásmico”!

Abraço a todos e desculpem mais uma vez…a minha sinceridade.  Só vale a pena se for assim!

Força, Porto!!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima