O Sporting devia ser um caso de estudo

Outubro 5, 2017 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
José Costa

Caros leitores,

Começo pelo jogo grande da última jornada, frente ao FC Porto.



Empate a zeros num jogo em que Rui Patrício foi a figura em destaque no Sporting, com três defesas fenomenais que salvaram a equipa de uma derrota por números expressivos. Acompanhado de uma excelente exibição de William Carvalho mas, desta feita, Bruno Fernandes, talvez por cansaço, e Gelson não estiveram ao nível de outros jogos! Por isso e pela luta dada pelo FC Porto…restou-nos o empate. Na minha opinião, Podence devia ter entrado antes, poderia ter agitado o jogo.

Jorge Jesus aceita o resultado de um jogo que considera ter momentos distintos de domínio. E revela uma ideia sobre os adeptos do Sporting.

Resumo do jogo, segundo J.J.:

«Na primeira parte, o FC Porto melhor. Na segunda parte, o Sporting melhor. Na primeira parte, alguma dificuldade do Sporting em entrar na velocidade do FC Porto, acho que se notou que o jogo com o Barcelona deixou alguma fadiga. Mais tarde, as equipas ficaram niveladas em termos físicos e o jogo passou a ser outro. Foi um excelente jogo, sem golos é verdade, mas ficou mostrado que até hoje o Sporting e o FC Porto são as melhores equipas.»

Com o empate frente ao FC Porto, a formação leonina igualou o pior registo da época passada, também verificado em outubro, com quatro jogos sem saber o que é vencer!

Se o guarda-redes evitou tudo o que poderia “ferir” a sua equipa no marcador, o ataque revelou-se desinspirado: desde a época 2014/15 que o Sporting não fazia tão poucos remates num jogo! Cinco, no caso.

Ainda em relação ao Sporting, uma referência à Liga Sport Zone de Futsal, com uma vitória importante, por 4 – 1, frente a um Braga que, apesar da diferença no resultado, não foi um adversário fácil.

Por fim, de destacar, finalmente, a vitória expressiva do nosso Gil Vicente, que derrotou o Guimarães B por 3 – 0! Classificado no quinto lugar, o Gil Vicente Futebol Clube posiciona-se para alcançar um bom resultado na Segunda Liga e, quem sabe, a promoção à Primeira Liga!

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima