Óquei de Barcelos vence Paço de Arcos por 3-2

Novembro 30, 2017 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo

Ontem, no Pavilhão Municipal de Barcelos, defrontaram-se Óquei Clube de Barcelos (OCB), 5º classificado, e CD Paços de Arcos, 8º classificado, em jogo a contar para a 6ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª divisão.



O cinco inicial escolhido por Paulo Pereira, treinador do OCB, foi constituído por Ricardo Silva, Juan López, Zé Pedro, João Almeida e Hugo Costa. Os restantes jogadores disponíveis no banco foram André Almeida, Joca Guimarães, Pedro Silva, Afonso Lima e Marinho.

Já Luís Duarte, treinador dos forasteiros, escolheu Diogo Almeida, Gonçalo Nunes, Nélson Ribeiro, André Centeno e Diogo Silva para o primeiro cinco a entrar na quadra de Barcelos. No banco tinha disponíveis Matraco, Rodrigo Afonso, Bruno Frade, Daniel Homem e Tiago Losna.

O jogo foi arbitrado por Ricardo Leão e Miguel Guilherme (AP Lisboa) e chegou ao intervalo já com os da casa a vencer por 2-0, com golos de Joca Guimarães, aos 21’, e de Zé Pedro, aos 24’. Este último golo foi obtido através da marcação de um livre direto a punir o Paço de Arcos pela 10ª falta de equipa. Curiosamente, sendo a primeira equipa a atingir esse número de faltas, ainda na 1ª parte e sofrendo golo como “penalização”, os jogadores que viajaram do Sul não mais fizeram falta até ao final do jogo.

Aos 5 minutos da 2ª parte, Zé Pedro bisou, colocando o OCB com uma vantagem confortável de 3 golos contra 0. No entanto, esse “conforto” não se fez sentir, pelo menos até ao final do jogo.

Primeiro, porque quem chegou, depois, às 10 faltas de equipa foi o OCB e, aos 7 minutos da 2ª parte, na conversão do livre direto a punir os da casa, Gonçalo Nunes reduziu a desvantagem para 3-1.

Aos 15 minutos, Tiago Losna marca e deixa os visitantes a um golo do OCB e do empate. Dois minutos depois, os da casa fazem a 15ª falta mas, na conversão do correspondente livre direto, Gonçalo Nunes não fez golo. Um minuto depois, Tiago Losna é admoestado com um cartão azul, que “levou” Zé Pedro para a conversão do respetivo livre direto. No entanto, também ele não o concretizou.

Assim sendo, o resultado final manteve-se inalterado, com o OCB a levar de vencida o Paço de Arcos, por 3-2, num jogo que terminou com 17-10 em faltas para as equipas.

Com esta vitória, o OCB soma, agora, 12 pontos, mantendo-se em 5º lugar, com os mesmos pontos do Juventude de Viana e atrás de FC Porto, Sporting, Benfica e Oliveirense, respetivamente.

Na próxima jornada, a 7ª, que se disputa já no próximo sábado, dia 2 de dezembro, o OCB tem uma deslocação dificílima ao pavilhão do SL Benfica, em jogo marcado para as 17h00.

Foto: OCB.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima