PAN pede explicações ao Ministro do Ambiente sobre as obrigações do ICNF quanto às queimadas

Maio 18, 2020 Atualidade, Concelho, Mundo, Política

O Grupo Parlamentar do PAN – Pessoas-Animais-Natureza pretende que o Ministério do Ambiente e da Ação Climática, liderado por Matos Fernandes, explique ao Parlamento as razões das dificuldades que o Observatório Técnico Independente tem sentido na obtenção de respostas por parte do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), a que legalmente este organismo está obrigado.



De acordo com o próprio Observatório, que terá solicitado em agosto de 2019 ao ICNF o acesso às bases de dados referentes à implementação dos Programas de “Apoio à Realização de Queimas – Prevenção de Fogos Florestais 2019” e de “Fogo Controlado”, bem como aos dados sobre a “RFGC Primária e Secundária planeadas e executadas”, a mesma só foi veio a ser obtida em janeiro de 2020 – quatro meses depois da data do pedido –, após insistência e sem que os dados solicitados pudessem ter integrado a Nota Informativa que o Observatório emitiu a 24 de setembro.

Para o PAN, esta conduta do ICNF, “para além de ilegal, coloca em causa o regular funcionamento das instituições democráticas. Recorde-se que uma das funções do Observatório Técnico Independente é informar a Assembleia da República sobre as questões relativas a florestas e fogos florestais e que, a obstaculização dessa informação ao Observatório, constitui, na prática, uma obstaculização à ação fiscalizadora da Assembleia da República sobre o Governo. Coloca também em causa o princípio da transparência na atuação desse organismo do Estado”, refere o Partido em nota.

Foto: DR.

Tags:

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima