Pedro Lopes, da ACR Roriz, é 6º na Volta a Portugal Júnior

Julho 19, 2017 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo

Pedro Lopes, da equipa barcelense ACR RORIZ SEISSA/KTM-BIKESEVEN/MATIAS&ARAÚJO/FRULACT foi o 6º classificado na 12ª edição da Volta a Portugal Júnior Liberty Seguros, que se disputou entre os dias 13 e 16 de julho.




A prova iniciou-se com um prólogo por equipas, na cidade do Bombarral, com uma extensão de 5km, onde a formação rorizense, constituída pelos atletas Carlos Vale, Francisco Moreira, Hélder Gonçalves, João Salgado, José Vieira, Pedro Lopes e Renato Costa não foi além da 7ª posição, com o tempo de 07m42s, mais 14s do que a formação da Bairrada, que foi a vencedora.

No segundo dia, os atletas tinham uma etapa relativamente plana, com uma distância de 115,5km, com início nas Caldas da Rainha e final em Rio Maior, prevendo-se muita velocidade e uma chegada em pelotão compacto. A equipa de Roriz tentou, por diversas vezes, a sua sorte mas todos os ataques foram, prontamente, anulados pelas principais formações. Um ataque nos últimos 3km, de Pedro Andrade (Moreira Congelados) resultou efeito, cortando a meta na 1ª posição, com o tempo de 02h53m51s, menos 2 segundos que o grande grupo perseguidor, onde Hélder Gonçalves foi o atleta melhor posicionado da equipa barcelense, no sprint final, ao cortar a meta na 5ª posição.

Já no terceiro dia, os atletas tiveram pela frente um duplo setor. Da parte da manhã, uma etapa em linha, com 50Km de distância, com início em Vila Franca de Xira e final em Póvoa de Santa Iria. A curta distância, e a grande velocidade imposta pelo pelotão, cerca de 42km/h, não permitiu que a principal fuga, onde se encontrava Renato Costa, vingasse, chegando o pelotão compacto até ao último quilómetro, onde duas quedas fracionaram o grupo. Pedro Lopes, graças a uma boa colocação, conseguiu escapar a esses incidentes e cortou a meta na 5ª posição, com o mesmo tempo do vencedor, o atleta João Dinis (Boavista). Já os restantes atletas da equipa não tiveram a mesma sorte, levando a que perdessem algum tempo para os primeiros classificados.

Da parte da tarde, o contrarrelógio individual iniciava-se na localidade de Torre (Carregado) e terminava, 11km depois, em Alenquer. Pedro Lopes e Francisco Moreira foram os atletas de Roriz melhores posicionados, terminando com o tempo 17m23s, o que lhes valeu o 19º e 20º posto, respetivamente, com mais 47s do que o vencedor, Carlos Salgueiro (Milharado).

Pedro Lopes era, à partida para a terceira e última etapa, o 11º classificado, a 41s do camisola amarela, Victor Giraldo (Bairrada). Com início em Torres Vedras e final no Alto da serra de Montejunto, os atletas tinham pela frente duas metas volantes e três contagens de Montanha, sendo a última considerada de 1ª categoria e coincidente com a meta, numa extensão total de 109km. João Salgado esteve em evidência na principal fuga do dia, que era constituída por cerca de 15 atletas, sendo apenas alcançado pelo pelotão no início da subida final, muito graças ao trabalho da formação do Alcobaça e do Sporting/Tavira. Com os 9 km de subida pela frente, Pedro Lopes foi o melhor posicionado na formação de Roriz, terminando na 5ª posição, com o tempo de 03h00m46s, a escassos 49s do colombiano Victor Giraldo (Bairrada), que venceu e segurou, assim, a conquista desta volta a Portugal. Nesta subida, destaque, ainda, para Hélder Gonçalves, que finalizou na 15ª posição, a 01m31s, e para José Vieira, na 29ª posição, a 02m57s do líder.

Na classificação geral final, para além do 6º lugar de Pedro Lopes, destaca-se o 17º de Hélder Gonçalves, o que lhe valeu o 7º Lugar na classificação da juventude (Camisola Branca). Ainda na geral individual, Francisco Moreira foi 23º, José Vieira 30º, João Salgado 44º, Renato Costa 45º, e Carlos Vale 80º.




Na classificação geral colectiva, a equipa ACR RORIZ SEISSA/KTM-BIKESEVEN/MATIAS&ARAÚJO/ FRULACT foi a 5ª classificada entre as 21 presentes.

Fonte: ACRR.

Fotos: ACRR/UVP-FPC.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima