Peregrinação de Nª Sr.ª da Aparecida, em Balugães, realiza-se a 15 de agosto

Agosto 13, 2018 Atualidade, Concelho, Cultura

A tradicional peregrinação a Nossa Senhora da Aparecida, em Balugães, realiza-se a 15 de agosto, feriado nacional.



Esta peregrinação serve para celebrar a primeira aparição mariana em Portugal, em agosto de 1702, quando um pequeno pastor, de seu nome João Alves, avistou a Senhora, quando se encontrava a guardar o seu rebanho, no Monte de Castro de Balugães, que pediu que Lhe construísse – mais propriamente seu pai, que era pedreiro – ali nesse mesmo local um ermida. No dia seguinte, encontrando-se o pastorinho a chorar de fome, a Senhora aparece-lhe de novo, reiterando o pedido. Por forma a mostrar ao pai pedreiro que a criança falava a sério quando lhe transmitiu o pedido da Senhora, esta prometeu transformar as ressequidas migalhas de pão guardadas no seu – pastorinho – alforge em pedaços de pão, assim como iria encher o vazio forno de sua casa com pão até não caber mais. E foi o que aconteceu.

Agora existe um belo local de culto e fé católica, com a requalificada Capela das Aparições, digna de visita.

A peregrinação leva ao Santuário milhares de fiéis, que pretendem honrar e manter viva a memória dessa primeira aparição mariana em Portugal.

Entre 6 de agosto e hoje – dia 13 –, rezaram-se novenas preparatórias, sendo que pelas 19h00 de hoje recita-se o Terço e meia hora depois celebra-se a eucaristia. O atendimento das confissões vai das 19h00 às 20h00.

Amanhã, pelas 18h00, celebra-se eucaristia, seguida de procissão eucarística. Pelas 22h00, reza-se um terço meditado, seguindo-se a procissão de velas, com a eucaristia da vigília da Assunção de Nossa Senhora a realizar-se pelas 23h00.

Finalmente, no dia 15, pelas 2h00, dá-se a Hora de Maria. Uma hora depois, a exposição do Santíssimo Sacramento, sendo que de duas em duas horas, até ao início da peregrinação – pelas 9h45 – celebra-se uma eucaristia. Pelas 11h00, celebra-se uma eucaristia solene, presidida pelo Arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga. Por fim, pelas 18h00, recita-se o Terço e expõe-se o Santíssimo Sacramento.

Fotos: DR.

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima