Ponto Chiclete

Janeiro 18, 2019 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
Hugo Pinto

Vermos nosso querido glorioso jogar é já uma experiência muito mais agradável que o era num passado ainda muito recente. Ainda não estando perfeito, é um futebol muito mais ofensivo, com mais gente na área, não sendo por acaso que se marcam mais golos. E da mesma forma que se marcam mais golos, também se sofrem menos. Tantas vezes eu referi que quem está a atacar, não tem de estar a defender. É de La Palice.



Estar melhor não é, porém, estar bom. Aliás, como aprendi bem cedo, o bom é inimigo do ótimo. E não há maior pecado do que contentarmo-nos com o “já está bom”, hipotecando assim o excelente. O nosso Benfica, pois, ainda não está bem em ponto rebuçado. Está mais em ponto Chiclete. O sabor está lá, a consistência ainda não. Com certeza pelo facto do o novo treinador ainda não ter tido tempo de implementar por inteiro o seu modelo de jogo. Mas, a seu tempo, veremos se isto vai continuar a ser bom, ou passar a ser excelente. Seja como for, já ganhamos pelo facto de jogarmos um futebol arrojado, sem cobardias, nem medinhos patéticos.

Hoje teremos mais uma prova de fogo, frente a um sempre difícil Vitória de Guimarães. Não se espera que saia já tudo perfeito. No entanto, é com alguma expectativa que aguardo por este jogo para ver se há algum tipo de evolução, ou se começamos já a perceber um modelo definitivo de jogo ou um “onze típico”.

Acima de tudo, espero por 90 minutos bem passados, de preferência com uma vitória com alguns golos.

E viva o Benfica. Et pluribus unum.

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Parabéns ao meu FCP

Olá, caríssimos leitores do BnH! Antes de mais, quero desejar-vos uma Santa

Rejuvenescidos

Bem-haja, caros leitores do BnH! Jogou-se a 29ª jornada do Campeonato Nacional.
Ir Para Cima