Rotary Club de Barcelos angaria donativos que permitem vacinar 3000 crianças contra a Pólio

Novembro 7, 2017 Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo

Na passada terça-feira, dia 31 de outubro, o Rotary Club de Barcelos promoveu um jantar frugal, no Restaurante Bagoeira, inserido na iniciativa The World’s Greatest Meal, cujos fundos revertem para a erradicação da Pólio.



O Presidente do Rotary Club de Barcelos, Marcelino Mota, referiu que o Clube “conseguiu angariar um donativo suficiente para permitir a vacinação de 3000 crianças”. Com o apoio da Bill & Melinda Gates Foundation, cada euro recolhido pela The Rotary Foundation será triplicado, com o objetivo de muito brevemente se conseguir erradicar esta doença. Atualmente, existem apenas três países onde a doença ainda é considerada endémica: Afeganistão, Nigéria e Paquistão.

A pólio também é conhecida como poliomielite ou paralisia infantil. Sendo altamente contagiosa e provocando deformações por vezes fatais, em que afeta particularmente crianças com menos de cinco anos de idade, é um perigo para a Humanidade. O vírus ataca o sistema nervoso e pode ter como consequência a paralisia. Continua nos dias de hoje a não existir cura, mas a doença pode ser prevenida pela vacina, que o Rotary e os seus parceiros têm utilizado para procurar imunizar mais de 2,5 mil milhões de crianças no mundo inteiro.

Se esta doença não for erradicada, estima-se que dentro de 10 anos poderá ter como consequência o aparecimento de 200.000 novos casos, anualmente, em todo o mundo. Apesar de ser endémica atualmente em apenas três países, nenhuma criança poderá ser considerada salva se esta doença não for eliminada.

O arranque do programa Pólio Plus no ano de 1985 foi considerada a primeira iniciativa para erradicar a paralisia infantil por meio da imunização massiva, e levou a que o número de casos da doença tenha caído de forma muito significativa. O Rotary International contribuiu com cerca de 1,7 mil milhões de dólares e infindáveis horas de trabalho voluntário para conseguir obter a imunização de mais de 2,5 mil milhões de crianças num total de 122 países.

O evento contou também com a participação da AMAR 21, uma associação sedeada na cidade de Barcelos, fundada no ano de 2012, por pais, familiares, amigos e técnicos de crianças com Trissomia 21 que motivados pelo sentimento de insatisfação, tanto pelas respostas escolares oferecidas a estas crianças, bem como a integração e as oportunidades que a sociedade lhes oferece, procuram criar uma mudança.

A AMAR 21 apresentou o seu projeto Capacita 21, projeto de profissionalização na área da pastelaria. O Clube rotário barcelense tem apoiado esta iniciativa através da aquisição de doces produzidos pelos jovens da associação.

Fonte e foto: RCB.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima