Soma e segue

Dezembro 20, 2019 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
Hugo Pinto

Esta semana, o habitual comentário aborda o atual momento do nosso Benfica, mais do que um ou outro jogo em particular.



Continuo a ser da opinião de que, não estando a jogar terrivelmente mal, também ainda não estamos no ponto em que acho que este Benfica poderia estar. Continuo a apreciar o trabalho de Lage, a gostar da sua postura e da forma como encara o futebol. De momento, não me parece que haja alguém mais adequado para o cargo. No entanto, não sei até que ponto ele teria/poderia repensar a forma como se vem jogando. O atual esquema tático funcionava muito bem com o João Félix em campo. Agora, sem ninguém que faça o mesmo lugar, originalmente, faz-me lembrar, um bocadinho, aquele sucedâneo de chocolate que se comia antigamente: parece quase a mesma coisa…mas não tem nada a ver. Daí, por mim, ou assumia o jogo com dois avançados “9”, ou procurava estudar outro esquema tático. Porque, na verdade, nas grandes provas “de fogo” que tivemos esta época (jogo contra o Porto e os da Champions) não fizemos uma figura por aí além. Diz o mister que RDT há de aparecer. Assim espero. Ao que parece, voltou a haver Pizzi…Cervi vai cumprindo. E, felizmente, vai estando lá o gigante brasileiro Vinícius, que parecendo que não, já leva 10 golos (atendendo a que não era primeira opção à data do início da corrente época), o que não é nada mal.

Dito isto, que pelo menos continuemos a vencer. Os adversários também não estão exatamente na melhor das formas, há que tirar partido. Chegados ao Natal, quase “campeões de inverno”. Porém, é em maio que se fazem as contas.

Viva o Benfica.

E pluribus unum

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Não é só Racismo

Print 🖨 PDF 📄 eBook 📱 Bem-haja, caros leitores do BnH! Aquilo

Ainda estamos a 1…

Print 🖨 PDF 📄 eBook 📱 Esta semana dizemos que ainda estamos
Ir Para Cima