Tag archive

Ação de Sensibilização

Abril com várias atividades em prol da prevenção dos maus tratos na infância

Abril 16, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Barcelos, em parceria com várias entidades e instituições barcelenses, leva a cabo um extenso rol de atividades de sensibilização, no âmbito do “Abril 2018 – Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância”.



Assim, já a 19 de abril, entre as 10h00 e as 16h00, o “Autocarro da Prevenção” estará no Largo do Senhor da Cruz, com atividades de sensibilização e animação, destinadas às crianças e à comunidade.

No dia seguinte, entre as 9h00 e as 17h30, “O Autocarro da Prevenção vai às Escolas”, numa ação de sensibilização nos Agrupamentos de Escolas, destinada a crianças, jovens e agentes educativos.

A 21 de abril, entre as 10h00 e as 13h00, há uma mostra das várias instituições que integram a CPCJ de Barcelos e intervêm na área da promoção e proteção das crianças, com o tema “Unidos pela Prevenção”.

Durante o mês de abril, haverá várias outras atividades, desde distribuição de pulseiras e laços azuis alusivos ao “Mês de Abril”, passando por ações de sensibilização e a realização de um laço azul e sua colocação nos edifícios.

As instituições parceiras da CPCJ de Barcelos nesta iniciativa são a Comissão Nacional da Proteção das Crianças e Jovens em Risco, Município de Barcelos, Rede Social de Barcelos, Barcelos Cidade Educativa, RECOVERY IPSS, APAC, Casa dos Sonhos, Centro Abel Varzim, Casa de Acolhimento Paula Azevedo, IEFP, Cruz Vermelha Portuguesa, Open B, ACIB, Centro Paroquial de Arcozelo e Casa do Menino de Deus.

Imagem: CPCJ-B.

Município de Barcelos esclarece limpeza das matas e florestas em ações realizadas nas Freguesias

Fevereiro 22, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal de Barcelos vai realizar um conjunto de sessões de esclarecimento nas freguesias do concelho sobre a gestão de faixas de combustível, no âmbito das ações de sensibilização da população para a necessidade de proceder à limpeza de vegetação e florestas junto às edificações, dentro dos prazos estipulados por lei.



As sessões incidem, principalmente, sobre deveres impostos por lei quanto à limpeza dos espaços e proteção das populações. Com efeito, na sequência da alteração do n.º 2 do artigo 15 do Decreto-lei n.º 124/2006, os proprietários, arrendatários ou outros usufrutuários de espaços rurais confinantes com edifícios isolados, são obrigados a proceder à limpeza da vegetação e das árvores existentes nesses espaços até uma distância de 50 metros a partir dessas habitações, até ao dia 15 de março.

Quando se tratar de aglomerados de edificações, essa distância é, no mínimo, de 100 metros contados da parte exterior das edificações, devendo ser limpa até 30 de abril.

As árvores podem manter-se desde que cumpram as seguintes regras: pinheiros bravos e eucaliptos com distância mínima entre as copas de 10 metros; restantes árvores com distância mínima entre as copas de quatro metros; todas as árvores a partir dos 8 metros de altura com distância mínima de quatro metros entre o solo e os primeiros ramos.

Caso os proprietários, arrendatários ou usufrutuários não limpem os terrenos até àquelas datas, será levantada contraordenação e aplicadas coimas que variam entre os 280,00€ e os 10.000,00€ (para pessoas singulares) e entre os 1.600,00€ e os 120.000,00€ (para pessoas coletivas).

As autoridades fiscalizarão o cumprimento destas obrigações por parte dos proprietários ou outros usufrutuários dos terrenos e, não se verificando a limpeza das áreas, a Câmara Municipal intervirá até 31 de maio, imputando os custos e a responsabilidade aos proprietários ou outros usufrutuários dessas áreas.

Quando à gestão das faixas de proteção das vias, esta ficará a cargo das respetivas entidades gestoras: Câmara Municipal, Infraestuturas de Portugal, concessionárias rodoviárias e ferroviárias, etc.

Ao nível da rede terciária (essencialmente caraterizada pelos caminhos dos montes) o Município intervém de outra forma, nos termos definidos na lei. Neste caso, a Câmara Municipal de Barcelos mantém uma intervenção permanente ao nível da gestão de combustíveis, desde há cerca de 10 anos, numa área média anual de 30 hectares.

Esta intervenção, integrada na estratégia da prevenção estrutural do Plano Municipal da Defesa da Floresta Contra Incêndios (em vigor entre 2016 e 2020) e inclui um protocolo com a Associação Florestal do Cávado (AFC) e com o Instituto de Conservação da Natureza e da Floresta (ICNF), no âmbito do serviço municipal (15 hectares) e público (15 hectares), que disponibiliza uma equipa de cinco sapadores florestais e cujo custo para a Câmara Municipal é de 30 mil euros anuais.

Todos os anos, o Gabinete Técnico Florestal (GTF) da Câmara Municipal desloca-se às áreas florestais com os técnicos do ICNF para elaborar a proposta do plano de atividades da equipa de sapadores florestais.

Também anualmente, a Câmara Municipal faz a melhoria dos caminhos florestais – numa extensão média anual de cerca de 30 quilómetros – e dos pontos de água, num investimento municipal que ronda os 50 mil euros;

Em média, a Câmara Municipal notifica, por ano, cerca de 200 proprietários florestais, com base na informação do GTF para a realização de trabalhos de limpeza.

Em 2018, a Câmara Municipal vai assumir o financiamento de mais uma equipa de sapadores florestais, passando a contar com 10 elementos. Caso esta candidatura seja aprovada pelo ICNF, a participação financeira de cada uma das entidades passará para os 40 a 50 mil euros e a área intervencionada para os cerca de 60 hectares.

Está também prevista a aquisição de uma máquina bulldozer.



Locais e datas das ações de sensibilização

A Câmara Municipal tem vindo a sensibilizar as juntas de freguesia e a população do concelho através de informação diversificada e da colaboração com outras entidades, como aconteceu recentemente com a Cooperativa Agrícola de Barcelos, no âmbito do colóquio intitulado “Cuidar da Floresta em Barcelos”, realizado no Auditório da Câmara Municipal.

As ações de sensibilização vão continuar, através de sessões nas freguesias, às 20h30, com o seguinte calendário:

26 DE FEVEREIRO – FRAGOSO (sede Junta)

Palme – Aldreu – Fragoso – União Freguesias de Durrães e Tregosa – União Freguesias de Quintiães e Aguiar – Balugães;

27 DE FEVEREIRO – CARAPEÇOS (sede Junta)

Carapeços – Panque – Cossourado – Aborim – União Freguesias de Tamel Santa Leocádia e Vilar do Monte – União Freguesias de Campo e Tamel S. Pedro de Fins – Silva;

28 DE FEVEREIRO – ALVITO S. PEDRO (sede Junta)

União de Freguesias de Alheira e Igreja Nova – Roriz – União Freguesias de Alvito (S. Pedro e S. Martinho) e Couto – Oliveira – Lijó;

1 DE MARÇO – MARTIM (sede Junta)

União de Freguesias de Sequeade e Bastuço (S. João e Santo Estevão) – Moure – Airó – Martim – União de Freguesias de Areias de Vilar e Encourados – Pousa – Adães – Várzea;

2 DE MARÇO – CREIXOMIL (sede Junta)

União de Freguesias de Vila Cova e Feitos – Perelhal – União de Freguesias de Creixomil e Mariz – União Freguesias de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescaínha (S. Pedro e S. Martinho) – Abade Neiva – Arcozelo;

5 DE MARÇO – PEREIRA (sede Junta)

Alvelos – Pereira – Carvalhal – Remelhe – Carvalhas – União de Freguesias de Chorente, Góios, Courel, Pedra Furada e Gueral – Macieira de Rates – União de Freguesias de Gamil e Midões – Rio Covo Santa Eugénia – Barcelinhos;

6 DE MARÇO – GALEGOS S. MARTINHO (sede Junta)

Tamel S. Veríssimo – Manhente – Galegos S. Martinho – Galegos Santa Maria – Lama – Areias S. Vicente – Ucha;

7 DE MARÇO – CRISTELO (sede Junta)

Fornelos – Gilmonde – Vila Seca – Cristelo – União de Freguesias de Milhazes, Vilar de Figos e Faria – Barqueiros – Paradela;

8 DE MARÇO – VIATODOS (Salão dos Bombeiros Voluntários)

União de Freguesias de Negreiros e Chavão – União de Freguesias de Viatodos, Grimancelos, Minhotães e Monte de Fralães – União de Freguesias de Carreira e Fonte Coberta – União de Freguesias de Silveiros e Rio Covo Santa Eulália – Cambeses.

Fonte: CMB.

Foto: DR.

OPEN B em ação de sensibilização sobre Violência no Namoro

Fevereiro 14, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

O Projeto OPEN B – CLDS3G, em parceria com o Projeto Chega – SOPRO, assinalou o dia de hoje – 14 de fevereiro, no Pólo de Formação da ACIB – Associação Comercial e Industrial de Barcelos, em Arcozelo, o Dia de S. Valentim, através da realização de uma de sensibilização sobre a temática da Violência no Namoro.



A ação, desenvolvida pela Dra. Mónica Sousa, Psicóloga e Técnica do Projeto Chega, envolveu duas turmas de jovens dos Cursos de Aprendizagem – Técnico/a Técnico/a Comercial B2 e B3, debruçando-se sobre temática da violência no namoro, nos relacionamentos íntimos dos jovens.

Neste primeiro momento, os jovens puderam debater em pequeno grupo, crenças e questões associadas aos estereótipos de género associados ao namoro, que foram posteriormente abordadas ao longo da sessão.

Esta intervenção contará, ainda, com um segundo momento, a decorrer ainda durante o mês de fevereiro, de modo a consciencializar os jovens das atitudes e comportamentos agressivos que podem perpetuar o ciclo da violência, assim como sensibilizar para a importância da adoção de comportamentos saudáveis nos relacionamentos afetivos.

Fonte e fotos: OB.

Ação de sensibilização “Barcelos cuida do Rio”

Dezembro 26, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

Amanhã, dia 27 de dezembro, entre as 9h00 e as 12h00, decorre uma ação de sensibilização promovida pelo Município de Barcelos através do Pelouro do Ambiente e Desporto, dirigida a todas as crianças inscritas nos diversos programas de férias escolares, tendo como objetivo a divulgação da importância de se cuidar do Rio Cávado e os benefícios daí retirados.



A ação consiste numa breve sessão de sensibilização, a ter lugar no Auditório da Biblioteca Municipal, pelas 9h00, abordando temas como o ecossistema fluvial e toda a biodiversidade que o rodeia, incluindo a problemática das espécies invasoras nomeadamente o Jacinto de Água.

De seguida, será proporcionado a todos os participantes um passeio de barco no Rio Cávado, com a colaboração dos Bombeiros Voluntários de Barcelos e de Barcelinhos, de modo a permitir vivenciar as realidades abordadas previamente.

De acordo com o Município, “esta ação integra-se no projeto de limpeza do Rio Cávado e das margens ribeirinhas, promovido pelo Município, com o intuito de revitalizar e diagnosticar os principais focos de poluição, nomeadamente remoção de espécies invasoras e resíduos”.

Fonte e imagem: AB.

Ir Para Cima