Tag archive

Águas de Barcelos

Água de Barcelos com qualidade exemplar para consumo humano

Novembro 20, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Águas de Barcelos distinguida novamente pela ERSAR

Devido à excelente qualidade da água da rede pública no concelho de Barcelos, a Águas de Barcelos (AdB) foi distinguida, novamente, com o selo de “qualidade exemplar da água para consumo humano”.



A cerimónia de entrega dos selos irá decorrer no dia 10 de dezembro, durante a 14ª Expo Conferência da Água, em Lisboa. Dos 24 concelhos dos distritos de Braga e Viana do Castelo, só 5 entidades alcançaram este selo: Barcelos, Esposende, Paredes de Coura, Braga e Viana do Castelo.

Com esta iniciativa da ERSAR, evidencia-se a existência de um rigoroso sistema de avaliação dos serviços prestados aos consumidores, que passam a conhecer as entidades que prestam o melhor serviço em diferentes áreas. Pretende, também, sensibilizar-se as entidades gestoras para as questões da qualidade na conceção, execução, gestão e exploração dos sistemas. Indicadores como água segura, perdas reais de água, ocorrência de falhas no abastecimento, reciclagem de resíduos de recolha seletiva, resposta a reclamações e cobertura de gastos foram alguns dos parâmetros avaliados.

A água fornecida pela Águas de Barcelos é alvo de uma análise rigorosa e frequente, garantindo as melhores condições para consumo. Em 2013, 2014, 2017 e 2018 foi também atribuído à AdB o “Selo de qualidade exemplar da água para consumo humano”. Estes selos de qualidade foram atribuídos, pela primeira vez, em 2013. As entidades distinguidas com o “Selo de qualidade exemplar da água para consumo humano”, como é o caso da AdB nos cinco anos de atribuição deste prémio, evidenciam-se por assegurar uma qualidade exemplar da água para consumo humano.

Esta iniciativa da ERSAR é realizada em parceria com o Jornal “Água & Ambiente”. Fazem também parte do Júri outras entidades representativas do setor, designadamente, a Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Águas (APDA), a Associação Portuguesa de Engenharia Sanitária e Ambiental (APESB), a Associação Portuguesa dos Recursos Hídricos (APRH), a ESGRA – Associação para a Gestão de Resíduos, a APEMETA – Associação Portuguesa de Empresas de Tecnologias Ambientais e a DECO – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor.

Imagens: DR.

A importância da água na promoção da Saúde debatida na UF de Alvito (S.Pedro e S.Martinho) e Couto

Novembro 6, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Águas de Barcelos promoveu mais uma sessão de esclarecimento sobre “A importância da Água da Rede Pública na Promoção da Saúde”. O momento decorreu na semana passada, na Sede da UF de Alvito (S. Pedro e S. Martinho) e Couto, em Barcelos, e contou com a intervenção de um profissional do Departamento de Saúde Pública da Administração Regional de Saúde do Norte, I.P.

A par da sessão, foram analisadas captações de águas particulares na referida união de freguesias. Os resultados mostram que 80% das 10 captações de água particulares analisadas nos parâmetros E.Coli e Coliformes Totais, acusaram a presença de bactérias Coliformes, que não devem existir numa água destinada ao uso doméstico (consumo humano), constituindo assim um risco para a saúde pública. 



Durante a sessão foi ainda realizado um breve inquérito. O objetivo da Águas de Barcelos foi conhecer a opinião dos habitantes da referida freguesia relativamente à água para consumo humano.

A Águas de Barcelos tem vindo a promover sessões de esclarecimento acerca da “A importância da Água da Rede Pública na Promoção da Saúde” junto das freguesias de Barcelos. Atualmente, a iniciativa já esteve presente em 36 freguesias do município, que corresponde a cerca de 40% do total de freguesias.

Esta iniciativa integra um conjunto de sessões de sensibilização levadas a cabo pela Águas de Barcelos em coordenação com as juntas de freguesias do concelho. Estas sessões visam sensibilizar a população sobre a importância da água da rede pública na promoção da saúde, em detrimento do uso dos poços não controlados, uma vez que o sistema público é a via adequada de abastecimento à população na medida em que a água é tratada e controlada em cerca de 70 parâmetros de qualidade distintos, através da verificação de indicadores microbiológicos, características organoléticas, composição físico-química e substâncias indesejáveis como por exemplo nitratos, metais pesados e pesticidas.

Fonte e fotos: AdB.

Águas de Barcelos associa-se à “Onda Rosa”

Outubro 22, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

De forma a consciencializar colaboradores e clientes para a problemática do Cancro da Mama, a Águas de Barcelos associa-se, pelo quarto ano consecutivo, à “Onda Rosa”, promovida pela Liga Portuguesa Contra o Cancro.



Para tal, revestiu a fachada da sua loja com um laço cor de rosa gigante e, até ao final do mês, vai entregar flyers explicativos desta doença e as formas de preveni-la. Ainda com o objetivo de sensibilizar e consciencializar, a Águas de Barcelos juntou todos os colaboradores para uma foto de grupo.

Durante o mês de outubro, a cor rosa alastra-se por todo o mundo

O movimento conhecido como “Outubro Rosa” nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controlo do cancro da mama. A data é celebrada anualmente, com o objetivo de promover a consciencialização sobre a doença e partilhar informações sobre o cancro de mama. Um pouco por todo o mundo, durante este mês, a cor rosa alastra-se com o objetivo de permitir sensibilizar a população para a temática da prevenção e diagnóstico precoce do cancro da mama.

O mês de outubro é assinalado por duas efemérides: a 15 de outubro assinala-se o Dia Mundial da Saúde da Mama e a 30 de outubro o Dia Nacional de Luta Contra o Cancro da Mama. É no período compreendido entre estas datas que a Liga Portuguesa Contra o Cancro desenvolve o movimento “Onda Rosa”, procurando incentivar à prevenção e diagnóstico precoce do cancro da mama.

A campanha da Liga Portuguesa Contra o Cancro acontece pelo 5º ano consecutivo.

Foto: AdB.

Uma centena de crianças já desenharam sobre as águas nos Jogos do Rio 2019

Julho 2, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

Águas de Barcelos promove ações educativas e de lazer sobre o Ciclo Natural e Urbano da Água

Pelo 21º ano consecutivo, os Jogos do Rio animam o areal de Barcelinhos, em Barcelos. Os jogos do Rio já arrancaram no passado sábado, dia 29 de junho, e estendem-se pelos restantes sábados deste mês: 6, 13 e 20 de julho.



A iniciativa dos Amigos da Montanha conta com o apoio da Águas de Barcelos que coloca ao dispor de todos várias baterias de água fresca, garrafas de água reutilizáveis, workshop de desenho sobre o Ciclo Natural e Urbano da Água, jogos didáticos sobre “Água Segura”, pinturas faciais e muitas surpresas.

Neste primeiro dia já fizeram o seu desenho sobre a água cerca de uma centena de crianças.

Muitas animações nos Jogos do Rio 2019

As tardes de sábado durante o mês de julho são obrigatoriamente no Areal de Barcelinhos. Há muito desporto com os torneios seniores, femininos e infantis e, claro, animação para todos os gostos, para os mais pequenos e os mais crescidos. Desde a música, à canoagem, desde os insufláveis, ao slide e às aulas das várias modalidades fitness, as opções são diversas para uma bela tarde de verão, tudo como participação gratuita.

Fonte e fotos: AdB.

Cerimónia final de entrega de prémios do “Falar de Água com Amor”

Maio 10, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 16 de maio, pelas 21h30, no Auditório da Biblioteca Municipal de Barcelos realiza-se a cerimónia de entrega dos prémios relativos ao concurso de poesia “Falar de Água”, organizado pela Águas de Barcelos.



Com o objetivo “de fomentar junto dos mais jovens o gosto pela escrita e pela leitura”, a Águas de Barcelos desafiou, pelo segundo ano consecutivo, os alunos do 3º e 4º ano, do Ensino Básico, a assinalarem o Dia de São Valentim com um poema “recheado de sentido”. O Concurso de Poesia sob o tema «Falar de Água com Amor» abrangeu todas as escolas públicas do 1º ciclo do ensino básico do concelho, com um total de 973 participantes.

Após seleção dos três melhores poemas de cada escola pelos respetivos professores, o júri do concurso, constituído por Bernardete Costa, Victor Pinho e José Serra, selecionou os três melhores poemas, sendo já conhecidos os vencedores: O poema “Água e Barcelos”, da autoria de Afonso Tomás P. Dias, da EB1 de Galegos (Santa Maria), é o vencedor; o segundo lugar foi atribuído a Patrícia Vieira Rodrigues, da EB1 de Pontes; e o terceiro lugar foi atribuído a Filipa Ribeiro Nibra, da EB1 de Aldreu.

O aluno vencedor irá receber um tablet de oferta, o segundo classificado receberá um MP4 e o terceiro, um MP3. À escola vencedora (do aluno vencedor) será oferecido um vídeo projetor, ou outro equipamento equiparado, que corresponda às necessidades do estabelecimento de ensino.

Serão, ainda, entregues a todos os alunos participantes no concurso um certificado de participação e uma garrafa reutilizável.

Os melhores poemas de cada escola estarão em exposição no balcão de atendimento da Águas de Barcelos entre os dias 30 de abril e 30 de junho de 2019.

Imagem: DR.

Águas de Barcelos entrega prémios a alunos do Agrupamento Alcaides de Faria

Maio 3, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

No decorrer do ano letivo 2018/2019, a Águas de Barcelos levou a cabo mais uma edição do projeto “Água Segura”. Mais de mil alunos participaram em aulas teóricas e práticas sobre o tema da Água e no concurso interescolar de desenho sobre os “Ciclos natural e urbano da Água”.



A implementação e consolidação do projeto tem sido gradual. Arrancou, em 2013, em Barcelos, tendo atingido, no passado ano letivo 2017/2018, a sua maturidade ao envolver, pela primeira, vez todas as escolas públicas de ensino básico do concelho. A ação letiva envolve mais de 60 escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico dos 9 agrupamentos escolares do concelho. Terminada a ação educativa no Agrupamento de Escolas Alcaides Faria, foi altura de premiar todos os alunos que se esforçaram e empenharam.

No seguimento do concurso interescolar de desenho sobre “Os ciclos natural e urbano da Água” no Agrupamento de Alcaides Faria, decorreu, no passado dia 30 de abril, a exposição dos trabalhos e a sessão de entrega dos certificados de participação e prémios do concurso.

A entrega decorreu no âmbito do dia aberto da Escola Secundária Alcaides Faria e abrangeu um total de 93 alunos do 4º ano de sete Escolas Básicas.

Todos os alunos participantes no Projeto Educativo e no Concurso de Desenho receberam um certificado de participação e a garrafa de água reutilizável “Água Segura”.

Dos excelentes desenhos realizados pelos alunos, destacaram-se com o “Prémio Seleção”, que incluiu a oferta de bilhetes familiares de visita ao SEALIFE no Porto, os trabalhos realizados por Helena Lourenço Lopes (1ª classificada), da Escola Básica da Ucha; Francisca Félix P. Rebelo (2ª classificada), da Escola Básica de Galegos (S. Martinho); e Luísa Oliveira Santos (3ª classificada), da Escola Básica de Manhente.

Fotos: DR.

Águas de Barcelos fala de “Água Segura” a mais de mil alunos do 1º Ciclo

Abril 15, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

No decorrer do ano letivo 2018/2019, a Águas de Barcelos levou a cabo mais uma edição do projeto “Água Segura”. Mais de mil alunos participaram em aulas teóricas e práticas sobre o tema da Água e no concurso interescolar de desenho sobre os “Ciclos natural e urbano da Água”.



A implementação e consolidação do projeto tem sido gradual. Arrancou, em 2013, em Barcelos, tendo atingido, no passado ano letivo 2017/2018, a sua maturidade, ao envolver pela primeira vez todas as escolas públicas de ensino básico do concelho. A ação letiva envolve mais de 60 escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico dos 9 agrupamentos escolares do concelho.

Terminada a ação educativa no Agrupamento de Escolas Vale do Tamel, foi altura de premiar todos os alunos que se esforçaram e empenharam.

Entrega de prémios e certificados de participação aos alunos do Agrupamento de Escolas de Vale do Tamel

No seguimento do concurso interescolar de desenho sobre “Os ciclos natural e urbano da Água” no Agrupamento de Escolas Vale do Tamel, decorreu, no passado dia 5 de abril, a exposição dos trabalhos e a sessão de entrega dos certificados de participação e prémios do concurso.

A entrega decorreu no âmbito do dia aberto da Escola Básica e Secundária Vale do Tamel e abrangeu um total de 186 alunos do 4.º ano de 10 Escolas Básicas. Todos os alunos participantes no Projeto Educativo e no Concurso de Desenho receberam um certificado de participação e a garrafa de água reutilizável “Água Segura”.

Dos excelentes desenhos realizados pelos alunos, que refletem o grande empenhamento dos professores e alunos, destacaram-se com o “Prémio Seleção”, que incluiu a oferta de bilhetes familiares de visita ao SEALIFE no Porto, os trabalhos realizados por Margarida Pereira Cunha, da Escola Básica de Alheira, Ana Dinis Faria da Costa e da Bárbara Costa Cunha, da Escola Básica e Secundária de Vale do Tamel, e Lara Luís Fernandes dos Santos, da Escola Básica de Silva.

Fotos: DR.

Águas de Barcelos assinala Dia Mundial da Imprensa com mostra da imprensa local

Abril 11, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Até 18 de abril, na loja da Águas de Barcelos

Este é o segundo ano consecutivo que a Águas de Barcelos (AdB) assinala o Dia Mundial da Imprensa, que se comemora a 13 de abril. Nesse sentido, de 8 a 18 de abril, 9h00 à 17h00, de segunda a sexta-feira, a AdB disponibiliza na sua loja, para os seus clientes em espera, todos os jornais diários nacionais e locais. O objetivo é incentivar para a leitura diária dos jornais, em papel, algo que tem vindo a cair de moda ao longo dos últimos anos.



De igual forma, a AdB convidou ainda os meios locais de Barcelos a expor os diferentes grafismos que já tiveram – as primeiras capas aquando dessa alteração gráfica, desde a primeira edição. Assim, na mostra participam os jornais “Barcelos Popular” e “Jornal de Barcelos”.

Hilário Seara, diretor-geral da AdB explica: “Esta iniciativa, que vai já no segundo ano consecutivo, é uma forma de valorizar a Imprensa local, contar a sua história e simultaneamente manter o incentivo à leitura de jornais”.

Fonte e fotos: AdB.

Já se conhecem os vencedores do concurso de poesia da Águas de Barcelos

Abril 9, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

Após a análise de mais de nove centenas de poemas de alunos do 3º e 4º ano, do Ensino Básico do concelho, o Júri do concurso de poesia «Falar de Água com Amor», promovido pela Águas de Barcelos, já selecionou os trabalhos vencedores.



O poema «Água e Barcelos», da autoria de Afonso Tomás P. Dias, da EB1 de Galegos – Santa Maria é o grande vencedor. O segundo lugar foi atribuído a Patrícia Vieira Rodrigues, da EB1 de Ponte, e o terceiro lugar foi atribuído a Filipa Ribeiro Nibra, da EB1 de Aldreu. A entrega de prémios será brevemente agendada e os melhores poemas por escola serão expostos em data e local a informar em breve.

A forte adesão ao projeto trouxe a concurso poemas de alunos de todos os agrupamentos escolares do concelho e contou com o envolvimento de 42 escolas. A decisão do júri não foi fácil, pois, em avaliação, estiveram trabalhos de grande qualidade literária e reveladores do grande empenho das escolas e alunos na participação deste projeto.

Eis o poema vencedor:

“Água e Barcelos”

Há um bem preciso

Sobre o qual vamos falar

É fonte para a nossa vida

Que precisamos aprender a preservar

.

Está nos rios e nos mares

Cristalina e sem igual

Pode ser doce ou salgada

Mas sempre especial

.

Água é o seu nome

Do ambiente a brotar

Magnífico dom da Natureza

Que devemos respeitar

.

Em Barcelos ou Portugal

E no Mundo inteiro é preciso alertar

A água é presente, passado e futuro

Por isso a ordem é poupar

.

A todos sem exceção

Lançamos o alerta

É preciso respeitar a água

E gastar na dose certa

.

Na nossa escola

Temos um desejo profundo

Que juntos cuidemos do ambiente

Porque as crianças são o Mundo

.

Afonso Tomás P. Dias

EB1 Galegos – Santa Maria

O Concurso de Poesia sob o tema «Falar de Água com Amor» tinha como objetivo “fomentar, junto dos mais jovens o gosto pela escrita e pela leitura, desafiando os alunos dos agrupamentos escolares do concelho a assinalaram o Dia de São Valentim com um poema recheado de sentido”. O júri composto Bernardete Costa, Vítor Pinho e José António Serra, analisou os trabalhos com base na originalidade, criatividade, coerência e pertinência ao tema. Com ideias e vocabulários compatíveis à sua categoria, os poemas deveriam conter as palavras “Águas” e “Barcelos”.

Imagem: DR.

Mais de 900 alunos do 1º Ciclo falam de “Água com Amor”

Março 19, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

Vencedores são conhecidos em breve

Depois do desafio lançado pela Águas de Barcelos, mais de nove centenas de alunos do 3º e 4º ano, do 1º Ciclo do Ensino Básico, assinalaram o Dia de São Valentim com um poema recheado de sentido. A concurso estão poemas de alunos das escolas públicas do concelho, que se encontram agora em análise por um júri composto por Bernardete Costa, Victor Pinho e José António Serra.



O entusiasmo das escolas refletiu-se numa forte adesão e satisfação, com a participação de todos os agrupamentos escolares do concelho de Barcelos, num total de 973 alunos (789 no ano letivo anterior).  Os critérios prendem-se com a originalidade, a criatividade, a coerência e a pertinência ao tema. Com ideias e vocabulários compatíveis à sua categoria, os poemas devem conter as palavras “Águas” e “Barcelos”.

Após a análise, os melhores poemas serão expostos em data a definir. Serão, ainda, atribuídos o primeiro, o segundo e terceiro prémios, sendo que o aluno vencedor receberá um tablet de oferta; o segundo classificado receberá um MP4; e o terceiro, um MP3. À escola vencedora (do aluno vencedor) será oferecido um vídeo projetor. Todos os participantes receberão diplomas de participação.

O Concurso de Poesia, sob o tema “Falar de Água com Amor”, tem como objetivo fomentar, junto dos mais jovens, o gosto pela escrita e pela leitura.

Sobre o júri, Bernardete Costa nasceu em Esposende, em 1949, tendo sido registada em Barcelos, onde residiu grande parte da sua vida. Em 1975, iniciou a carreira como docente no então ensino primário. Em 1984, muda-se para Vila Nova de Famalicão, onde se estreia na escrita jornalística e literária. O seu gosto pela escrita levou-a a publicar algumas obras literárias. Assim, em 2000, editou o primeiro livro de poemas “A Guardadora de Ausências”, com prefácio de Urbano Tavares Rodrigues. A boa receção da obra por parte da crítica, entusiasmou-a a continuar a escrever, especialmente poesia. Em 2001, publicou o segundo livro, “Lugares do Tempo” (prémio literário da Câmara Municipal de Barcelos); em 2002, “Insubmissão dos Afetos”; e, em 2004, “Cerejas aos Molhos”, poesia dedicada à infância, todos com a chancela da extinta Campo das Letras. Igualmente dedicado à infância, publicou; em 2009, o livro de contos “O Doce Canto da Sereia e Outras Histórias”. Publicou, depois, pela mão da “Atelier de letras”, o livro de Poemas para a juventude “Transpiração”, com a apresentação do jovem escritor, Valter Hugo Mãe. De novo para a infância, pela editora “Atelier de Letras”, em 2012, “A casa sol e o telhado poema”. Em 2013, agora pela mão da jovem editora Blossom Birds, apresenta novamente poesia em “Cânticos de Sedução”. Mais recente; em 2015, apresenta, de novo pela Atelier de Letras, o livro de poesia infanto/juvenil “A luz dos Animais e das Coisas”. Além destas obras, tem artigos dispersos em antologias várias e publica textos inéditos no seu blog: http://bernardetecosta.blogs.sapo.pt. Bernardete Costa retornou às origens e vive, atualmente, na avenida virada ao rio Cávado, em Esposende.



Licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Victor Pinho possui o curso de especialização em Ciências Documentais pela mesma Universidade e é Chefe do Gabinete de Bibliotecas do Município de Barcelos. Técnico Superior do Câmara Municipal de Barcelos, dirige a Biblioteca Municipal há 33 anos, tendo proferido diversas conferências sobre Leitura Pública e História Local.  É ainda membro da Comissão de Toponímia e responsável pelo programa cultural da Feira do Livro.

Autor de diversos trabalhos de História Local, a maior parte dos quais publicados na “Barcelos Revista” e nos semanários “A Voz do Minho” e “Jornal de Barcelos”, onde tem vindo a publicar “Os Presidentes do Município de Barcelos”, desde o liberalismo até à atualidade. É ainda o Coordenador Científico dos Fascículos que este mesmo jornal está a publicar sob o tema “Concelho de Barcelos – Freguesias”. É autor do livro “Dicionário de Barcelenses”, publicado em 2017, e que foi Prémio Literário do Município de Barcelos, 2009, na modalidade de investigação. É coautor do livro “D. José Domenech: defensor do trabalho e prestante cidadão”, publicado em 1999, em que divulga a vida e obra deste industrial espanhol de serração de madeiras e que contribuiu para a fixação, em Barcelos, de muitos cidadãos espanhóis. No prelo, está o livro “Teatro Gil Vicente: um século de histórias”, que retrata a história cultural e social de Barcelos, antes e depois da fundação daquela casa de espetáculos. É membro do Rotary Clube de Barcelos, do qual foi presidente em 1998/1999 e presidente da Assembleia Geral da Tertúlia Barcelense, da qual foi presidente em 2000/2001. Foi Presidente do Definitório (Conselho Fiscal) da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos, de 2009 a 2014; da provedoria do Eng.º Mário Azevedo e do Dr. António Pedras; Presidente da Direção do IPIR – Instituto Português de Imprensa Regional, de 2002 a 2008; e Vice-Provedor da Real Irmandade do Senhor Bom Jesus da Cruz de Barcelos, de dezembro de 2003 a março de 2007, da provedoria do Dr. Vale Ferreira.

José António Serra é docente do Ensino Básico, geógrafo e urbanista, pela Universidade do Minho. Possui obras editadas, sobre o empreendedorismo da mulher, a defesa da igualdade de género. A par disso, tem incursões no mundo da poesia. De resto, um gosto que procura incutir nos seus discentes, quer na escrita criativa, quer na participação em concursos de poesia.

Em termos de jornalismo, colaborou em alguns órgãos de imprensa com o heterónimo Vítor Serra e outros. Possui inúmeros trabalhos de investigação publicados, dedicados quer a figuras locais: Garcia de Guilhade, Teotónio da Fonseca, António Ferraz, José Novais, Felgueiras Gayo, Gaspar Goes do Rego, Queirós Veloso, Pedro de Barcelos, Martins Lima, Miranda de Andrade, João Cardoso de Albuquerque, Gomes Pereira, Júlio Vieira Ramos, Jaime de Séguier, Augusto Soucasaux, Artur Roriz, Abade do Louro, Cardoso e Silva, Lapa Carneiro, Alfredo Carvalhais, João Macedo Correia, Cândido da Cunha, Gonçalves Torres, Jerónimo, Fernando Lopes entre outros; ao urbanismo; ao património paisagístico e natural; ao património arqueológico, arquitetónico, monumental e artístico; à literatura, entre outras.

Do mesmo modo, é autor de diversos artigos de opinião como cidadão do mundo. Foi vencedor do prémio literário atribuído pelo Município de Barcelos, na modalidade da investigação, ao trabalho “A Feira de Barcelos do Século XIII Até Ao Presente: evolução da fisionomia dos espaços”, em 2011.

Presentemente, trabalha no projeto “Águas, Fontes, Fontanários e Outras Tipologias”.

Imagem: DR.

1 2 3 5
Ir Para Cima