Tag archive

Águas de Barcelos - page 5

Água, música e poesia criam harmonia em Barcelos

Outubro 3, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

A Águas de Barcelos e o Conservatório de Música de Barcelos celebraram os dias da Água e da Música com educação ambiental, prémios e atuações dos alunos do conservatório.



Foi na passada sexta-feira, dia 29 de setembro, que a Águas de Barcelos associou-se ao Conservatório de Música de Barcelos para, em conjunto, assinalarem o Dia Nacional da Água e o Dia Mundial da Música, que se comemoraram no dia 1 de outubro. A ocasião foi assinalada durante a tarde numa iniciativa que aliou a água, a música e a poesia, nas instalações do conservatório.

A vitalidade da água e os ciclos natural e urbano da água foram os assuntos-chave abordados pela Água de Barcelos, numa palestra que incluiu experiências divertidas sobre o “Ciclo Natural da Água” e “Filtração da Água”. De acordo com a organização, “o objetivo era sensibilizar o público para a importância do ciclo da água como sistema natural de purificação da água e renovação das reservas de água doce e a importância do tratamento da água e do controlo da sua qualidade para assegurar que a mesma é saudável e segura”.

Esta atividade foi dirigida aos alunos do 2.º e 3.º ciclos do Conservatório de Música de Barcelos, que prepararam momentos musicais e declamação de poesia para a ocasião com um elevado nível de qualidade. As apresentações contaram com o apoio dos professores da instituição, que tiveram um papel ativo na organização do evento. Durante o mesmo, foram entregues os prémios do Concurso de Poesia “A Música na Água”.

A Águas de Barcelos referiu que aderiu “a esta iniciativa para consciencializar os alunos sobre a importância da água e explicar como este recurso é usado pelo ser humano, convicta que irão adotar comportamentos mais ecológicos na sua vida futura. O objetivo pedagógico desta ação é consciencializar os alunos sobre a importância do ciclo natural da água na renovação dos nossos reservatórios naturais de água doce, e que o ciclo urbano da água, ao tratar a água para consumo humano e os esgotos resultantes das atividades domésticas e industriais, é muito importante como resposta ao problema da poluição, contribuindo significativamente para promover a saúde da população e proteger os nossos recursos hídricos”.

Fonte e fotos: AdB.

Atletas da “Givec Maratona BTT 5 Cumes” apoiados com oferta de água pela Águas de Barcelos

Setembro 27, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

A Águas de Barcelos marcou presença na “Givec Maratona BTT 5 Cumes” com o objetivo de apoiar a prática desportiva, numa prova que se realizou no último domingo, dia 24 de setembro.



A empresa colocou um bebedouro junto à zona da meta, o que representou uma mais-valia para o evento, quer pela disponibilização de água de qualidade, quer pelo reduzido impacto ambiental. A prova, já na sua 13ª edição, foi organizada pelos Amigos da Montanha, com o apoio da Câmara Municipal de Barcelos, e recebeu cerca de 2.500 inscrições, contando com Rui Sousa como embaixador, um nome de destaque no ciclismo nacional.

Fonte e foto: AdB.

Águas de Barcelos e Conservatório de Música de Barcelos promovem Dia Nacional da Água

Setembro 26, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

Na próxima sexta-feira, 29 de setembro, a convite do Conservatório de Música de Barcelos, a Águas de Barcelos associa-se às comemorações do Dia Nacional da Água, num evento que alia a música, a água e a poesia. As atividades realizam-se a partir das 16h00, nas instalações do conservatório.



Serão cerca de centena e meia de alunos, do 2.º e 3.º ciclos daquela instituição de ensino, que irão ter a possibilidade de experienciar e saber mais sobre a vitalidade da água e sobre os seus ciclos natural e urbano. Serão experiências divertidas com água sobre o “Ciclo Natural da Água”, “Filtração da Água” e “Poluição Invisível”, que visam sensibilizar para a importância do ciclo da água como sistema natural de purificação da água e renovação das reservas de água doce e a importância do tratamento da água e do controlo da sua qualidade para assegurar que a mesma é saudável e segura.

Em nota enviada a este jornal, a Águas de Barcelos “considera a educação ambiental fundamental, pois os alunos, ao serem consciencializados sobre a importância deste recurso, e como a água é usado pelo ser humano, irão certamente adotar comportamentos mais ecológicos na sua vida futura. O objetivo pedagógico desta ação é consciencializar os alunos sobre a importância do ciclo natural da água na renovação dos nossos reservatórios naturais de água doce, e que o ciclo urbano da água, ao tratar a água para consumo humano e os esgotos resultantes das atividades domésticas e industriais, é muito importante como resposta ao problema da poluição, contribuindo significativamente para promover a saúde da população e proteger os nossos recursos hídricos.”

Fonte e imagem: AdB.

Águas de Barcelos sensibiliza para o consumo de água da rede pública

Setembro 25, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Nos próximos dias 29 e 30 de setembro, a Águas de Barcelos vai estar presente no AQUAPORTO, um evento dedicado aos recursos hídricos, juntamente com as outras empresas da Somague Ambiente: Hidurbe, Águas do Marco e Águas de Paços de Ferreira.



O evento realiza-se no Parque da Cidade do Porto e é promovida pelas Águas do Porto. De acordo com a empresa, o evento contará “com atividades lúdicas e divertidas”, sendo que “as visitas ao stand serão uma experiência enriquecedora”.

Com esta participação, a Somague Ambiente pretende contribuir para a sensibilização da importância da qualidade da água na promoção da saúde do homem e do ambiente.

Paralelamente, a Águas de Barcelos participará na PORTO WATER INNOVATION WEEK, sob a temática “Que desafios enfrentamos no setor da água?”, a decorrer na Alfândega do Porto, entre os dias 27 e 29 de setembro. Trata-se de um evento com a chancela da Comissão Europeia e que vai reunir mais de 600 profissionais do setor vindos de todo o mundo.

Fonte: AdB.

Águas de Barcelos leva “Água Segura” a todas as Escolas do Concelho

Agosto 23, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora




Com o objetivo de educar os mais pequenos sobre a vitalidade da água e sobre os ciclos natural e urbano desta, a ação letiva “Água Segura”, promovida pela Águas de Barcelos, chegará a todas as escolas de ensino básico do concelho, a partir do ano letivo 2017/2018. O projeto já leva, todos os anos, a educação ambiental aos alunos barcelenses do 1º ciclo.

No ano letivo de 2016/2017, o projeto educativo abrangeu 950 alunos, tendo estado em 61 escolas de 8 agrupamentos escolares. De acordo com a empresa, “o empenhamento e a satisfação manifestada pelos professores e alunos no ano letivo que agora terminou foi um estímulo importante para a continuidade do projeto educativo, que no próximo ano letivo contará também com o Agrupamento de Escolas Gonçalo Nunes, cobrindo assim 100% das escolas públicas do concelho”.

A mesma empresa “considera a educação ambiental fundamental, pois as crianças, ao crescerem consciencializadas sobre a importância deste recurso, e como a água é usada pelo ser humano, irão certamente adotar comportamentos mais ecológicos na sua vida futura”.

Além das ações letivas, de modo a consolidar alguns dos conhecimentos adquiridos, os alunos participam num concurso interescolar de desenho sobre os “Ciclos natural e urbano da Água”, onde os desenhos mais precisos, criativos e originais são premiados. Todos os alunos que recebem certificados de participação e garrafas de água reutilizáveis.

A Águas de Barcelos salienta que “o objetivo pedagógico desta ação é educar as crianças sobre a importância do ciclo natural da água na renovação dos nossos reservatórios naturais de água doce, e que o ciclo urbano da água, ao tratar a água para consumo humano e os esgotos resultantes das atividades domésticas e industriais, é muito importante como resposta ao problema da poluição, contribuindo significativamente para promover a saúde da população e proteger os nossos recursos hídricos”.

Fonto e foto: AdB.

Jogos do Rio 2017 terminam com muita animação e enchente no areal

Julho 27, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

Terminou, no último sábado, a edição de 2017 dos Jogos do Rio, uma organização dos Amigos da Montanha com o apoio da Câmara Municipal de Barcelos e da Junta de Freguesia de Barcelinhos, que pelo décimo nono ano consecutivo dinamizou o Areal de Barcelinhos, nos sábados de julho, chamando a este local milhares de pessoas.




E a jornada final dos Jogos do Rio não só voltou a colorir o areal de Barcelinhos, na tarde do último sábado, como teve, também, uma verdadeira enchente. A animação marcada para o encerramento prometia uma grande festa e foi isso que aconteceu, com o calor a marcar presença e a tornar essa tarde numa das mais animadas de sempre dos Jogos do Rio.

Ao baloiçar das atividades sempre presentes nesta edição do “McDonald’s Barcelos XIX Jogos do Rio”, como por exemplo o muito concorrido slide e as piscinas, os insufláveis, as canoas e os workshops Água Segura (Águas de Barcelos) e Pinturas Faciais (McDonald’s Barcelos) e a saída de Campo para observação de fauna e flora do rio Cávado, juntaram-se as modalidades de crossfit, dinamizada pelo Crossfit de Barcelos, o karaté, pelo Clube de Karaté de Barcelos, e uma exibição de dança pelo Nico Dance Studio. E com muitas crianças e jovens a levarem ao rubro a animação no areal, a dança continuou com o Maximo Gymnasius e a disciplina de aerodance, conduzida pelo professor Nené, e, para finalizar num ambiente surpreendente, a novidade deste ano foi a festa da espuma que se viveu ao ritmo do zumba numa aula energizante com a instrutora Luciana Silva, a levar muita gente para o espaço e a conferir muito divertimento e convívio no final de tarde. E todos quiseram aproveitar até ao último momento, com os mais pequenos a deliciarem-se nesta animação.

Antes da aula de zumba, houve o sempre esperado momento da entrega de prémios às equipas em competição nos torneios feminino, masculino e de infantis. Para achar os vencedores, enquanto na zona de lazer se vivia esta grande animação com o programa a preencher por completo todos os momentos da tarde, nos campos jogaram-se as últimas partidas de futebol e voleibol, no torneio de seniores masculinos, onde se disputou ainda a prova de orientação.

No torneio de infantis, decorreram os últimos jogos de futebol, corrida de sacos e a competição de triatlo. Em femininos viveram-se os momentos finais do torneio com os jogos de futebol e voleibol e a corrida de sacos.

Em infantis, a classificação geral conferiu o título de vencedor ao FC Roriz. Em futebol e triatlo triunfou o Gil Vicente FC. Na corrida de sacos a vitória foi para o ADC Remelhe e na canoagem e atletismo para o ACD Alcaides de Faria.

Em femininos, a equipa vencedora da classificação geral foi o FC “Os Académicos”, que também triunfou na modalidade de corrida de sacos, atletismo e na canoagem dividiu o primeiro lugar com os “Laranjinhas”, equipa que arrecadou a vitória no futebol. O Barcelinhos Team ganhou no voleibol.



Em seniores masculinos, o grande vencedor da edição de 2017 foi o Fórum Jovem que ganhou, ainda, a modalidade de Canoagem. Em atletismo, triunfou a Juventude da Pousa, em orientação o Fairplay Cardoneiva e em voleibol e futebol, o E.Leclerc Júnior.

Na contagem de prémios, espaço ainda para o Fairplay e o Menino do Rio, que premeiam as equipas e o atleta em destaque nos torneios, e que estão entre os mais aguardados, até porque o fairplay é definido pelos Amigos da Montanha como o grande centro desta iniciativa. Em infantis, a ADC Remelhe levou para casa o título de fairplay e Rodrigo Machado, do AD Carreira, foi o “menino do rio”. No setor feminino, o troféu de fairplay foi entregue à equipa Alpha e Daniela Campos, do FC “Os Académicos”, foi a “menina do rio”. No torneio seniores masculinos, João Fernandes, do E.Leclerc Júnior, foi eleito o “menino do rio” e o prémio fairplay foi entregue a RTG Textiles.

As tardes dos dias 1, 8 e 17 e 22 de julho foram preenchidas com muito desporto, animação, música, dança e muitos outros divertimentos que todos podem encontrar nos Jogos do Rio e que têm participação gratuita. E é neste espírito de animação, lazer, desporto, ambiente e fairplay que os Amigos da Montanha já começam a pensar os Jogos do Rio 2018 que comemorarão o vigésimo aniversário.






Fonte e fotos: AM.

Sábados de julho são no areal de Barcelinhos

Julho 12, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

A segunda jornada do “McDonald’s Barcelos Jogos do Rio” voltou a colorir, e a chamar muita gente, ao areal de Barcelinhos, em Barcelos, para esta iniciativa dos Amigos da Montanha.

Na zona de torneios, as bancadas estiveram cheias para assistir ao desempenho dos atletas, nas provas de voleibol e atletismo feminino, canoagem e futebol masculino. No programa de animação, a tarde foi, uma vez mais, bem preenchida.

O atelier de olaria, com o artesão barcelense, voltou a conquistar os mais novos e no final da tarde a montra de trabalhos, saídos das mãos dos pequenos artistas que responderam de forma entusiasta ao convite para colocar as “mãos no barro”, era digna de registo.

O areal assume-se, cada vez mais, como um espaço de confluência do lazer, do desporto, da cultura e das artes, onde a proposta dos Amigos da Montanha continua a ser a oferta de um evento diferenciador, com atividades variadas, versando diferentes temáticas.

O projeto Água Segura, e as experiências do mundo da água, continuaram com as Águas de Barcelos e no atelier do McDonald’s Barcelos as pinturas faciais fizeram as delícias de todos. Também o paintball foi uma modalidade presente, com os mais pequenos, e não só, a serem convidados a experimentar o “PaintKids”.

E o ritmo continuou “ao rubro” na aula de Spin Bike e TRX, com os instrutores Litos e Nené, enquanto as crianças enchiam as piscinas e insufláveis, passeavam no water roll e repetiam, com entusiasmo, a aventura no slide, assim como os momentos divertidos no baloiço. E no baloiçar de atividades, no rio continuaram as canoas e, em estreia, o Paddle foi a grande atração nas águas do Cávado.

Para quem ainda não teve oportunidade de usufruir de todas estas atividades, de participação gratuita, ainda poderá ir ao areal de Barcelinhos, nas tardes de 15 e 22 de julho, onde continuarão todos estes divertimentos. Para uma tarde completa de lazer com bons momentos junto ao Cávado existe ainda um bar e esplanada.

No programa de animação do próximo sábado, a Academia João Capela vai realizar um workshop de Bachata. Para além de ensinar os primeiros passos desta dança, num momento que privilegiará a interação e o divertimento, a Escola de Dança fará ainda uma exibição com os seus bailarinos.




Fonte e fotos: AM.

Câmara apresenta as decisões referentes ao Contrato de Concessão das Águas e Saneamento de Barcelos

Junho 28, 2017 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se na passada segunda-feira, dia 26 de junho, pelas 21h00, no Auditório da Câmara Municipal de Barcelos, uma sessão alargada que teve como única finalidade apresentar os acordos alcançados com os acionistas das Águas de Barcelos. Na referida reunião, à porta fechada, estiveram presentes o Presidente da Câmara Municipal, Miguel Costa Gomes, Vereadores, Presidentes de Junta e líderes dos grupos municipais representados na Assembleia Municipal. A reunião contou, ainda, com a presença do Professor João Duque e do Dr. Luís Cordeiro, responsáveis pelos estudos financeiros e económicos, respetivamente, e pelo Professor Pedro Mota e Costa, economista e consultor.

Do memorando do Contrato de Concessão da Água e Saneamento, enviado aos órgãos de comunicação social, retira-se algumas informações sobre, não só, este acordo, mas, igualmente, sobre o desenrolar dos acontecimentos.

Assim, após o Tribunal Constitucional ter decidido não conhecer o recurso do Município de Barcelos, este viu confirmada a sentença do Tribunal Arbitral, tendo que pagar à Águas de Barcelos (AdB) uma indemnização no valor de pouco mais de 172 milhões de euros, com o valor global atualizado até final no contrato, incluindo juros de mora, estimado em 217 milhões de euros.

Entretanto, foi levada a cabo uma negociação entre as partes, por forma a encontrar-se uma solução de consenso, com vista à resolução do diferendo, visto ser financeiramente impossível ao Município barcelense cumprir a sentença do Tribunal Arbitral.




Dessa forma, foram colocadas “em cima da mesa” três opções para a resolução deste diferendo: 1 – Resgate da concessão, com a assunção da posição no SWAP da taxa de juro; 2 – Aquisição, por parte do Município, da posição do capital acionista maioritário correspondente a 75% do capital social da AdB; e 3 – Aquisição, pelo Município, da posição de capital acionista minoritário, correspondente a 49% do capital social da AdB.

No referido memorando é explicado todo o processo de análise de ganhos, perdas e riscos, por vezes, com muita terminologia técnica, no sentido de tentar explicar os “prós e contras” de cada uma das opções.

Na reunião, e no memorando, o Município de Barcelos informou que a opção escolhida será a terceira, tendo como base para essa decisão, justificações plasmadas no documento, algumas das quais, que aqui referiremos.

Na ótica do Município, essa opção elimina a “ameaça” deste ter que pagar os 217 milhões de euros à AdB, sendo esse valor reduzido para 44,5 milhões (36 milhões para o pagamento da compensação financeira mais 8,5 milhões para investimento em redes de água e saneamento), pago faseadamente, em cinco prestações anuais até 2021, sendo a primeira tranche a maior, no valor de 36 milhões de euros. O Município também participará na gestão da concessionária, com representante no Conselho de Administração, e a possibilidade de participação nos lucros da empresa como forma de reaver parte do investimento agora a realizar.

Por outro lado, defende o Município, a aquisição do capital social pode efetuar-se a custo zero pois os valores a pagar à ABB e à Somague Ambiente têm como contrapartida créditos de igual montante, que passarão a constituir créditos do Município sobre a concessionária, a serem recebidos ao longo do contrato.

Outro aspeto tido em conta, segundo informou o Município, na escolha da terceira opção foi que, com esta, haverá uma eliminação da taxa de ligação aos ramais; haverá a adoção de um tarifário com escalonamento efetivo dos consumos por quatro escalões (atualmente são dois) e a introdução de tarifários sociais e para famílias numerosas.




Do ponto de visa financeiro, o Município sustenta que esta terceira opção acarretará gastos inferiores aos das restantes, pois o cumprimento da decisão do Tribunal acarretaria o valor já mencionado; a primeira opção levaria a gastos de 93,4 milhões de euros e a segunda a de 56,6 milhões.

Por fim, a Águas de Barcelos compromete-se a desistir da ação executiva instaurada contra o Município de Barcelos, terminando o litígio existente em Tribunal.

No entanto, os acordos alcançados terão que ser, agora, submetidos a aprovação dos órgãos camarários e, sendo aprovados, terão que ser remetidos para análise da Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos, cujo parecer condicionará a decisão a tomar pelo Tribunal de Contas.

Câmara responde a PSD através de comunicado

Março 28, 2017 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Na sequência de um infomail do PSD, datado de 15 de março, e assinado pelo presidente da Comissão Política de Secção do PSD Barcelos, José Novais, no qual este aponta várias críticas ao trabalho realizado pelo executivo do Partido Socialista, a Câmara Municipal de Barcelos reagiu em comunicado, que se transcreve na íntegra, abaixo:

cmb-logo-municipio

«Câmara Municipal de Barcelos

Comunicado

O Sr. Presidente da Comissão Política Concelhia do PSD de Barcelos emitiu mais um comunicado, no dia 27 de março de 2017, na linha das comunicações que tem vindo a fazer para títulos na imprensa. E sobre o mesmo pouco ou nada haveria a dizer, não fosse a gravidade das mentiras e deturpações que ali se dizem sobre a postura do Presidente da Câmara e do Partido Socialista quanto ao problema da concessão das redes públicas de água e saneamento no concelho de Barcelos.

Assim, impõe-se esclarecer o seguinte:

1. Não foi o atual Presidente da Câmara nem o PS que aprovaram o contrato de concessão das redes públicas de água e saneamento no concelho do Barcelos.

2. Os barcelenses sabem quem foi o autor e responsável pelo contrato e quem tudo fez para que o mesmo fosse aprovado tal como está: o PSD!

3. Se o PSD entende que os termos do contrato são maus, que o assuma de uma vez por todas e peça desculpa aos barcelenses pela sua própria irresponsabilidade. Não pode é fazer de conta que nada tem a ver com a realidade do contrato em vigor e atirar para cima de outros a sua própria culpa. Sejamos claros: o contrato é só um e foi feito e aprovado pelo PSD em 2004!

4. O PS sempre se opôs a este contrato ruinoso e não permitirá que a demagogia e a manipulação política à volta deste assunto enganem os barcelenses;

5. O Presidente da Câmara Municipal não interfere na gestão da empresa concessionária e não se pronuncia sobre os seus atos. E nem podia ser de outra maneira, pois a empresa tem personalidade jurídica própria, tem órgãos e estatutos próprios, pelo que só a ela compete a gestão das redes de água e saneamento. Assim, qualquer notificação ou informação da empresa concessionária à população responsabiliza apenas a empresa e não a Câmara Municipal;

6. A Câmara Municipal não pode continuar a praticar a redução dos custos de ligação dos ramais, depois da Inspeção Geral da Aministração Local (IGAL) ter considerado tais reduções ilegais. Como é do conhecimento público, na sequência da ação inspetiva daquele organismo, em 2011, o assunto transitou para investigação no Departamento de Investigação e Ação Penal;

7. Desde que tomou posse no primeiro mandato, em novembro de 2009, o Presidente da Câmara Municipal já conheceu quatro conselhos de administração da empresa Águas de Barcelos, SA. Com todos manifestou inteira disponibilidade para negociar os problemas detetados na concessão, tendo como único objetivo a defesa dos interesses dos barcelenses. Foi neste espírito de abertura negocial que foi possível obter um acordo de princípio para o resgate da concessão (em novembro de 2015) e para outras soluções que estão, atualmente, em análise.

Concluindo,

O Presidente da Câmara Municipal e o PS sempre puderam falar claro aos barcelenses sobre o contrato de concessão.

Infelizmente, o PSD e o seu Presidente da Comissão Política – Eng.º José Novais – não podem dizer o mesmo.

Como se vê pelo comunicado do dia 27 de março, insistem em deturpar a verdade dos factos e em tentar aligeirar a sua responsabilidade pelo contrato de concessão das redes de água e saneamento.

Por último, a Câmara Municipal vem denunciar mais esta tentativa do PSD de perturbar as negociações que tem vindo a desenvolver com a empresa Águas de Barcelos, SA, no sentido de ultrapassar os problemas da concessão e garantir aos barcelenses que continua fortemente empenhada numa solução final justa e equilibrada para os munícipes e para a empresa.

Barcelos, 28 de Março de 2017

Gabinete da Presidência da Câmara Municipal de Barcelos»

Fonte e imagens: Município de Barcelos.




Tribunal Constitucional confirma condenação da CM de Barcelos no caso da água

Janeiro 31, 2017 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Em notícia avançada pelo Porto Canal, o Tribunal Constitucional (TC) confirmou a condenação da Câmara de Barcelos a pagar 172 milhões de euros à empresa concessionária da água e do saneamento do concelho.

Numa decisão sumária datada de 25 de janeiro, o TC decidiu “não conhecer do objeto do recurso” da Câmara, confirmando a condenação do Município.

Segundo o referido canal, a Lusa terá contactado uma fonte camarária que, por escrito, respondeu que a Câmara irá apelar da decisão do TC, pois entende que o acórdão contém “contradições intrínsecas insanáveis e que carecem de ser aclaradas”.

A mesma nota refere que o processo ainda não terminou, pois a decisão não é final e não transitou em julgado. Por outro lado, a ação executiva continua suspensa e a negociação entre a CM de Barcelos e os acionistas da Águas de Barcelos mantém-se.

1 3 4 5
Ir Para Cima