Tag archive

André Silva

COVID – 19: PAN reage às comunicações ao País do Primeiro-Ministro e do Presidente da República

Abril 3, 2020 em Atualidade, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O porta-voz e deputado do PAN (Pessoas-Animais-Natureza), André Silva, reagiu às medidas anunciadas pelo Governo, em resultado da Reunião de Conselho de Ministros, bem como, à comunicação do Presidente da República ao país, no contexto de renovação do estado de emergência para fazer face ao surto da COVID-19.



Resumidamente, sobre a restrição da circulação no período da Páscoa, principalmente, para fora dos concelhos de residência e o encerramento de aeroportos, o PAN considera que a “medida é sensata e prudente e vai ao encontro do que o PAN defende, no sentido de nesta fase crítica restringir ao máximo os contactos para reduzir ao máximo a possibilidade de contágio. Os dados dizem-nos que o isolamento social está a contribuir para a redução da taxa de infetados. Mas a medida de restrição de movimentos aéreos deveria ser estendida para além da Páscoa, a países como o Brasil, cujo presidente, Jair Bolsonaro, se recusa a seguir as mais básicas orientações da OMS”.

Relativamente à medida de reforço de competências e meios da ACT, esta “vai ao encontro das reivindicações do PAN, ao permitir combater despedimentos ilegais e imposição de gozo de férias a milhares de trabalhadores do nosso país. Num contexto excecional como este, não estamos perante um período normal de férias, pelo contrário, as pessoas veem limitado o seu direito a passear e a fruir da sua pausa laboral como habitualmente, sem as férias poderem cumprir a sua função, quer pelas medidas de contenção aplicadas, quer pelo facto de que o próprio vírus não descansa, nem tira férias”.

Quanto aos indultos para os reclusos, o PAN considera que “ficou por esclarecer se estes abrangem as situações das mulheres que estão a cumprir penas acompanhadas dos seus filhos menores que, contrariamente ao habitual, também não podem ir para as creches, ficando confinados num ambiente de maior risco. Por uma questão humanitária, o PAN considera que devem ser acauteladas estas situações, sem pôr em causa a separação da criança e da mãe, seja através do confinamento domiciliário ou noutro espaço penitenciário mais adequado às necessidades da criança”.

O Partido vê “como positiva a mobilização das forças armadas para o que for necessário para ajudar o país, e, nesse sentido, nesta época do ano não podemos esquecer a prevenção dos incêndios e a limpeza dos terrenos, que temos que acautelar, desde já, sob pena do país ficar, em breve, a braços com outro grave problema.  Por isso, o PAN vai solicitar uma audição, por videoconferência, com caráter de urgência, ao Senhor Ministro da Administração Interna, para que possa explicar ao Parlamento e ao País como está a ser preparada a época de incêndios, para mais no atual contexto”.

Assinala, ainda, que “fora das decisões desta reunião de conselho de ministro ficaram: a fixação de preços para equipamentos de proteção individual e desinfetantes; a limitação de cobrança de juros pela banca no âmbito das moratórias de crédito à habitação; e ainda fica de fora a proteção social aos sócios gerentes das MPM empresas”.

Fonte e foto: PAN.

COVID-19: PAN pede explicações ao Ministério do Ambiente sobre mudanças no transporte de resíduos hospitalares perigosos

Abril 3, 2020 em Atualidade, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza quer ouvir as explicações do Ministro do Ambiente e Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, que “entendeu dispensar o transporte de resíduos, como sejam resíduos hospitalares, de guias de acompanhamento, alegando o atual estado de emergência face ao surto da COVID-19”. Para o PAN, esta decisão é, não só, “muito preocupante” em face ao nível de perigosidade dos resíduos hospitalares, como poderá resultar num aumento de operações de gestão de resíduos à margem da lei.



Em causa está a publicação no Portal Governo de uma nota, emitida a 31 de março de 2020, relativa à gestão de resíduos no período de Estado de Emergência, com o objetivo de alegadamente proteger a saúde pública e a segurança dos trabalhadores do setor.

Acontece que o referido documento prevê a dispensa “de emissão de guias de transporte de resíduos oriundos de produtores não inscritos e de setores prioritários (p. ex. hospitais de campanha)”. Ou seja, no entender do PAN, tal dispensa “conduz a uma falta de transparência sobre a origem e destino de resíduos perigosos”, alerta o porta-voz e deputado do PAN, André Silva. É o caso dos resíduos provenientes dos hospitais de campanha, conforme reconhecido pelas orientações de 17 de março de 2020, da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e da Entidade Reguladora do Setor das Águas e Resíduos (ERSAR), que tornam claro que resíduos potencialmente contaminados pelo vírus SARS-CoV-2 (COVID-19) são equiparados a resíduos hospitalares de risco biológico (grupo III), ou seja, a resíduos perigosos.

Para o porta-voz do PAN, “não se compreende de que forma poderá esta dispensa de emissão de guias de transporte, que aliás devem obedecer às regras de transporte de resíduos perigosos no caso dos hospitalares, contribuir para a proteção da saúde pública e da segurança dos trabalhadores do setor”. Na verdade, acrescenta, “a falta de fiscalização quanto à origem e destino deste tipo de resíduos perigosos poderá, essa sim, colocar em perigo a saúde pública, ao poder resultar desta medida uma menorização dos cuidados a observar no manuseamento, transporte e no destino a dar a estes resíduos perigosos”.

Por outro lado, questiona André Silva, “da medida do Ministro João Pedro Matos Fernandes poderá igualmente resultar que, no transporte de qualquer tipo de resíduos, se poderá vir a alegar, com má fé, que estão ao abrigo dessa dispensa de guia de transporte, de forma a evitar a respetiva fiscalização. Ou seja, no limite, ficam assim dispensados de fiscalização, nesta fase, todos os resíduos. Ora, o PAN não só está muito preocupado com esta decisão como a considera inaceitável”.

O PAN exige, por conseguinte, ao Ministério do Ambiente que explique, não só, de que forma a dispensa de guia de transporte de resíduos perigosos contribuirá para a proteção da saúde pública e da segurança dos trabalhadores do setor, mas também, de que forma será controlada a origem e destino destes resíduos perigosos e como poderão os agentes fiscalizadores garantir que esta dispensa de guia de transporte não é utilizada para o transporte de outro tipo de resíduos sob falsas alegações.

Fonte: PAN.

Foto: DR.

PAN em arruada por Barcelos

Setembro 30, 2019 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado domingo, dia 29 de setembro, o PAN Barcelos recebeu o porta-voz nacional e deputado, André Silva, na maior ação de rua da campanha.



A comitiva do PAN, juntamente com o cabeça de lista pelo círculo eleitoral de Braga, Rafael Pinto, esteve várias horas no centro da cidade, nomeadamente, na zona histórica e Campo da Feira, para falar com a população.

“Falámos com centenas de pessoas e foi bom perceber que temos o apoio da população de Barcelos” afirma Rafael Pinto.

Estava marcada uma curta sessão de perguntas e respostas em Barcelos para o resto da tarde, mas na chegada a Barcelos, a comitiva – que vinha do concelho de Esposende – decidiu mudar os planos e fazer uma arruada por estar tanta população no centro da cidade, com especial visita à feira de Antiguidades, a decorrer no Campo da Feira.

Jorge Esteves, do PAN Barcelos, referiu que “o contacto com a população foi muito positivo, com muitas questões pertinentes e demonstrações de afeto ao Deputado da Assembleia da República, André Silva, pelos Barcelenses. No final, André Silva saiu de Barcelos muito satisfeito, destacando Barcelos como um dos melhores momentos da campanha para estas legislativas”.

“Esta visita de André Silva à nossa cidade deveu-se pelo bom resultado eleitoral nas Europeias no nosso Concelho e para catapultar a criação da Concelhia de Barcelos do PAN que já está em curso, para trabalhar problemas locais do nosso Concelho”.

“O Distrito de Braga é um Círculo Eleitoral de extrema relevância para o PAN, uma vez que tem como objetivo a eleição de Rafael Pinto, que é o candidato mais novo do país, com apenas 23 anos, sendo um mote do PAN a renovação política de deputados que estão há décadas no Parlamento”, concluiu.

Fotos: Jorge Esteves e Tiago Teixeira.

Óscar Mendes (M35), dos Águias de Alvelos, vence II Corrida dos Reis na Póvoa de Varzim

Janeiro 8, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Dia 05 de janeiro, sábado, foi para as ruas da cidade da Póvoa de Varzim a II Corrida dos Reis, que contou com a presença de várias centenas de atletas, entre eles alguns da Secção de Atletismo e Trail Running da ARC Águias de Alvelos.



O destaque vai para Óscar Mendes (dorsal 42 na foto de destaque), que conquistou a prova no escalão de M35, com o tempo de 25m53s, tendo ficado em 11º da geral.

Já André Silva (dorsal 24 na mesma foto) foi o melhor classificado da equipa de Alvelos, tendo ficado no 10º lugar na geral, com 25m45s, e em 8º em Seniores Masculinos.

Bruno Ribeiro conseguiu o 5º lugar em M35 (29º na geral); Nelson Costa foi 12º em M35, 75º geral; e Laura Silva foi 6ª em Seniores Femininos, 79ª na geral.

Foto: Matias Novo/DR.

Águias de Alvelos e André Silva são campeões regionais

Dezembro 26, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Vizela recebeu, no passado fim de semana, o Campeonato Regional de Corta-Mato Curto da Associação de Atletismo de Braga (AAB), que contou com a participação de várias equipas, não só desta Associação, como das de Lisboa e Porto.



Coletivamente, a equipa de atletismo da ARC Águias de Alvelos sagrou-se campeã regional, tendo suplantado as do SC Braga e EA Rosa Oliveira, que completaram o pódio.

Individualmente, André Silva, atleta da equipa de Alvelos, sagrou-se, igualmente, campeão regional, tendo sido apenas ultrapassado por Paulo Rosário, do Sporting CP, que, não sendo de equipa da AAB, não entrou para as contas deste campeonato regional.

Tendo em conta este aspeto relativo ao atleta da equipa lisboeta, os atletas seniores dos Águias de Alvelos, tiveram as seguintes classificações: Óscar Mendes foi 3º, Henrique Costa 4º, Bruno Ribeiro 12º e Henrique Pires 17º.

Foto: ARCAA/DR.

Daniel Pinheiro, do Águias de Alvelos, é 2º na Meia Maratona de Esposende

Maio 28, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 27 de maio, domingo, realizou-se a I Meia Maratona de Esposende, prova organizada pela RunPorto.com e apoiada pela Câmara Municipal de Esposende e pela Associação de Atletismo de Braga, contando com cerca de 600 atletas participantes.



Daniel Pinheiro [ndr: à direita na foto de destaque], da Secção de Atletismo e Trail Running da ARC Águias de Alvelos, conseguiu um bom 2º lugar, ficando apenas atrás de José Moreira, do Sporting. O atleta da equipa de Alvelos concluiu os 21km da prova em 1h07m32s, tendo ficado em 1º na categoria de M20.

Da mesma equipa, André Silva foi 31º (11º em M20), Adriano Sá foi 32º (6º em M45) e Joaquim Rodrigues foi 74º (8º em M50).

Foto: DR.

 

Recital de canto de André Silva no Salão Nobre da Câmara Municipal

Junho 27, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

Realiza-se, no próximo sábado, dia 1 de julho, pelas 21h00, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Barcelos, o Recital de Canto de André Silva.

Aluno da Academia Sons da Arte, André Silva será acompanhado ao piano por Nuno Areia.

O Recital é de entrada livre.

Fonte e imagem: ASA.

Doroteia Peixoto e brasileiro Paulo Paula vencem “BMcar Meia Maratona de Barcelos”

Abril 4, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se no passado domingo, dia 02 de abril, a quarta edição da BMcar Meia Maratona de Barcelos, uma organização dos Amigos da Montanha com o apoio da Câmara Municipal de Barcelos, e com três distâncias: Meia Maratona, Mini Maratona e Caminhada.

DSC_5512

A prova trouxe um novo percurso na distância de 21km que e, também, novos recordes. No setor masculino, o brasileiro Paulo Paula e o atleta do Benfica Rui Pinto terminaram a prova de mãos dadas e tiraram dois segundos ao recorde da prova, ao percorrerem os 21km em 1h04m50s. O brasileiro, que já marcou presença em dois Jogos Olímpicos, ultrapassou a linha de meta uns milésimos de segundos antes e subiu ao primeiro lugar do pódio. Tiago Costa, também do Benfica, ocupou o terceiro lugar com o tempo de 1.05.08.

IMG_3878_podio_meia_maratona_masculino

Já Doroteia Peixoto repetiu a vitória de 2016. A atleta dos Amigos da Montanha liderou a corrida de início ao fim e conseguiu novo recorde pessoal de 1h13m19s, tirando um minuto ao seu tempo. Doroteia continua a sua preparação para a Maratona de Dusseldorf, no dia 30, procurando o mínimo para o Mundial de Londres e, apesar da dureza da prova, mostrou-se muito satisfeita pelo novo percurso da Meia Maratona, pelo apoio nas ruas de Barcelos e pela vitória conseguida “em casa”. Luísa Oliveira, Paredes Aventura, terminou em segundo lugar (1.19.56) e Justine Woojeik (Salgueiros) completou o pódio.

IMG_3869_podo_meia_maratona_feminino

Na Mini Maratona, André Silva (Á. Alvelos) foi o vencedor com o tempo de 37m17s, seguido de Ismael Queirós (38m52s) e Pedro Martins, do Maia A.C. (39m36s).

IMG_3862_podio_mini_maratona_masculino

No setor feminino, Laura Silva (Maia AC) foi a primeira a cortar a meta, com o tempo de 44m17, seguida de Mara Costa (Á. Alvelos) que completou a prova com o tempo de 44.41 e da trofense Cátia Costa (Maia A.C), com 45.29.

IMG_3853_podio_mini_maratona_feminino

A madrinha da prova, Dulce Félix, também fez questão de correr em Barcelos, mesmo numa fase de recuperação de uma lesão e, por isso, realizou alguns quilómetros em ritmo de treino. A atleta olímpica reforçou o orgulho de ser embaixadora da prova, numa organização que admira e onde “já se sente parte da casa”.

DSC_5764

O dorsal n.º 1 foi entregue ao representante do Município, Hélder Tomé, que também correu nas estradas de Barcelos, mostrando a todos a importância da prova e da prática desportiva para o concelho. O assessor do presidente da Câmara de Barcelos deu os parabéns aos Amigos da Montanha por, uma vez mais, organizarem uma prova de referência, que contou com cerca de 1 900 inscritos nos três percursos do evento.

IMG_3785

Américo Alves, presidente da direção dos Amigos da Montanha, mostrou-se satisfeito com a forma como decorreu a quarta edição do evento, que se integra num trabalho mais global do fomento do desporto e da modalidade, não só na vertente competitiva, mas, acima de tudo, na promoção da prática desportiva regular e na formação de jovens.

DSC_5543

“Acima de tudo, os Amigos da Montanha apostam na qualidade e é sempre um orgulho trazer muitas pessoas a Barcelos para praticarem desporto, entre as quais se contam grandes nomes das modalidades que desenvolvemos e a BMcar Meia Maratona de Barcelos é disso um exemplo. A Associação promove cerca de uma centena de atividades anualmente e, para isso, é imprescindível o trabalho dos voluntários que respondem à chamada para colaborarem nas várias iniciativas, bem como os apoios conseguidos junto de todos os patrocinadores e, em especial, no caso da Meia Maratona, à BMcar e à Câmara Municipal de Barcelos”, referiu.

DSC_5621

 

Fonte e imagens: Amigos da Montanha.

Ir Para Cima