Tag archive

Argentina

Portugal, com o barcelense Hugo Pinheiro, termina Mundial de Futebol Adaptado no 12º lugar

Setembro 22, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

“Fizemos o nosso melhor. Obrigado a todos pelo apoio!”



É com estas palavras que o barcelense Hugo Pinheiro, de Bastuço São João, nos mostrou o seu estado de espírito, deixando o seu testemunho a este jornal, através do seu (nosso) amigo, Miguel Bastos.

A Seleção Portuguesa de Futebol Adaptado, que contou, como referido, com a prestação do barcelense Hugo Pinheiro, não conseguiu, infelizmente, alcançar os seus objetivos, que passavam por terminar o Mundial de San Luís, na Argentina, pelo menos no 9º lugar.

Ao longo da prova, Portugal apenas conseguiu um triunfo sobre o Canadá por 1-0. Desde muito cedo, o barcelense Hugo Pinheiro e os seus colegas sentiram inúmeras dificuldades.

Hugo Pinheiro (em pé, com o nº 3)

O sorteio da fase de grupos não foi o melhor, com a presença de três das melhores equipas do mundo, Rússia, Irão e a seleção da casa, a Argentina. Como resultado disso, Portugal averbou 3 derrotas em 3 jogos, mas obrigando essas seleções a “puxarem pelo estatuto” para vencerem.

Após a fase de grupos, Portugal jogou para o 9º ao 12º, mas a única vitória que conseguiu na prova, sobre o Canadá, foi insuficiente para alcançar o objetivo traçado.

Todo este trajeto de Portugal não desanimou o barcelense Hugo Pinheiro que, apesar de tudo, considera que foi uma experiência que enriqueceu tudo e todos. Eis o que o Hugo nos contou, nas suas próprias palavras:

“Lutámos com as armas que tivemos. Nunca virámos a cara a nenhum jogo. Neste tipo de provas, a diferença existe entre seleções, nomeadamente, a nível de treinos e apoios. Não conseguimos o nosso objetivo, que era o 9º lugar. Uma fase de grupos muito complicada em que estavam três das cinco melhores equipas do mundo. Perdemos os 3 jogos, mas com a Argentina foi um pouco injusto, em que o árbitro não expulsa um jogador quando estava com o cartão na mão e quando viu que tinha amarelo, não o expulsou.

Contra a Rússia e contra o Irão só com um milagre sairíamos vencedores. Mas lutámos sempre. Seguiu-se o Canadá, em que foi um jogo muito bem disputado, até ao final, em que conseguimos vencer, com o golo apontado ao minuto 59.

Contra a Austrália e, aí sim, correu-nos mal, sem conseguirmos fazer o nosso jogo e eles, num lance em que já estávamos avisados, fizeram o golo.

Por fim, no último jogo, começámos a vencer mas logo de seguida sofremos o empate. Criámos muitas oportunidades só com a baliza pela frente mas não marcámos. Fomos para prolongamento, em que jogámos melhor futebol, mais oportunidades de golo mas eles, num lançamento, marcaram.

Ficar em 12º lugar, entre 16 seleções do Mundo, não envergonha ninguém. Lutámos, suámos por dignificar o nosso país. Quero agradecer a todos que, ao longe, estiveram presentes e nos incentivaram. Estão todos, sem exceção, no nosso coração. Foi muito bom não se esquecerem de nós. Ao Barcelos na Hora, o muito obrigado pela oportunidade de ter falado da nossa seleção em particular. Senti que em Barcelos mostraram interesse neste mundial por eu estar presente.”



Por fim, o quadro de resultados da seleção portuguesa neste Mundial:

Argentina 3 – Portugal 1; Rússia 3 – Portugal 0; Irão 3 – Portugal 0; Canadá 0 – Portugal 1; Austrália 2 – Portugal 0; e Irlanda do Norte 2 – Portugal 1 (após prolongamento).

Fotos: HP.

Barcelense Hugo Pinheiro estreia-se no Campeonato do Mundo de Futebol Adaptado

Setembro 13, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O barcelense, de Bastuço São João, Hugo Pinheiro estreou-se no passado dia 10 de setembro, no Estádio La Pedrera, em San Luís – Argentina, precisamente contra a equipa da casa.



Lutámos até ao fim por um resultado positivo

Mais uma vez, através do seu amigo Miguel Bastos, o jogador da seleção nacional de futebol adaptado fez-nos chegar o “antes e o depois” do primeiro jogo das cores nacionais, numa espécie de diário para que o leitor conheça melhor os meandros destas competições.

Hugo Pinheiro:

Levantámos às 9h00, pequeno-almoço às 9h30, com descanso de 1 hora. A seguir, fizemos ginásio para ativar as pernas. Almoço, partida às 14h15 para o jogo. Chegada só às 15h30 ao campo. O jogo adiado para as 17h30.

Um bom começo de jogo nosso, com a primeira oportunidade a ser nossa. A partir daí, uma desconcentração nossa e golo da Argentina, que é, somente, a quinta melhor seleção do Mundo em futebol adaptado.

Passados dez minutos, uma perda de bola nossa e golo deles.

Aos cinco minutos da segunda parte, livre a nosso favor e golo de Luís Ferreira.

Com apenas um golo de diferença, o jogo foi repartido, com Portugal a arriscar o empate.

Esse risco penalizou a nossa equipa nos minutos finais, onde subimos já em desespero e eles em contra-ataque marcaram.

Resultado injusto! O empate era um prémio para as duas equipas. Mesmo assim, estamos muito contentes com a nossa prestação.

Segue-se, agora, a Rússia, que é a sétima melhor equipa do Mundo. Portugal, para quem não sabe, é o décimo primeiro classificado.

Tudo vamos fazer para dignificar o nosso país.

Um muito obrigado a todas as mensagens de apoio que têm chegado aqui à Argentina. Sentimos isso com muita gratidão!

Como nos contou o Hugo Pinheiro, o resultado final foi um Argentina 3 – Portugal 1. No outro jogo do grupo, a Rússia, adversário seguinte dos portugueses, goleou o Irão por 6-2.

Hugo Pinheiro (em baixo, segundo a contar da esquerda, um pouco “escondido”

Dois dias depois, ou seja, ontem, Portugal defrontou a poderosa Rússia, vinda de um resultado moralizador e com melhor ranking que os portugueses.



Novamente na primeira pessoa, Hugo Pinheiro conta-nos como foi esse jogo:

Entrámos mal, a perder aos 3 minutos de jogo, num remate fora da área. Depois, recuámos no terreno. Tinha que ser! Eles trocam muito bem a bola!

Aos 18 minutos de jogo, tivemos uma oportunidade de golo que não concretizámos. Até que aos 25 minutos, eles fazem o segundo golo.

Na segunda parte, entrámos bem. A defender cá atrás e a tentar sair para o contra-ataque. Por volta do quarto de hora, eles marcam o 3º golo. A partir daí, tivemos mais bola e tivemos uma ou duas grandes oportunidades de golo. Nota para a estreia na seleção de Ivo Correia.

Jogámos contra a melhor equipa do Mundo e, mesmo perdendo, deixámos uma boa imagem.

Sendo assim, e como se pode constatar das palavras do jogador barcelense, o resultado final foi um Rússia 3 – Portugal 0. No outro jogo da 2ª jornada, a equipa da casa, a Argentina, foi goleada. Irão 8 – Argentina 3 foi o resultado final.

Hugo Pinheiro (em baixo, terceiro a contar da direita)

O grupo é liderado pela Rússia, com 6 pontos, fruto de 2 vitórias. Segue-se o Irão e a Argentina, com 3. Apesar do bom futebol e da “luta” que tem dado em campo, a seleção portuguesa ainda não conseguiu pontuar.

Fotos: DR.

Barcelense Hugo Pinheiro e Portugal preparam primeiro jogo do Mundial de Futebol Adaptado

Setembro 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A competição, que decorre em San Luís, na Argentina, contará com a participação da Seleção Nacional de Futebol Adaptado, que integra o barcelense Hugo Pinheiro. Os jogos iniciam já amanhã e a cerimónia de encerramento está agendada para o próximo dia 23 de setembro.



Este jogador, de Bastuço São João, já teve a sua vida um pouco retratada por uma notícia deste jornal, datada de 5 de setembro último.

Com a ajuda do amigo Miguel Bastos, Hugo Pinheiro fez-nos chegar o relato, na primeira pessoa, do que foi o primeiro dia destes grandes jogadores que, orgulhosamente, nos representam em tão grande competição, no “País das Pampas”.

Eis o que Hugo tem para nos contar:

A hora de despertar, neste primeiro dia de estadia em terras argentinas, foi por volta das 9h00. Seguimos logo diretos para o pequeno-almoço, no hotel, por volta das 9h30. Foi um pequeno-almoço animado onde reinou a boa disposição no seio da equipa.

Em seguida, foi tempo de descontrair um pouco e começar a ativar as pernas, onde aproveitámos para conhecer o vasto espaço verde em torno do hotel, realizando uma caminhada. O passeio matinal acabou por volta do meio-dia (hora local) e, logo de seguida, a equipa regressou aos quartos para repousar até à hora do almoço.

O almoço foi por volta das 13h30 e não podíamos deixar de dar uma nota bastante positiva acerca da gastronomia argentina. Almoço terminado, a equipa recolhe, uma vez mais, aos seus aposentos. É tempo de descansar e preparar a sessão de treinos da tarde.

A sessão da tarde começou por volta das 16h00. Notou-se muita vontade e empenho por parte da Seleção Nacional e foi, claramente, positiva. O treino acabou por volta das 17h30. Tempo de regressar ao hotel… Jantar às 21h00 e recolher obrigatório aos quartos às 22h30. É tempo de descansar e refletir sobre o primeiro dia e restante competição.

Assim foi o primeiro dia da Seleção Nacional de Paralisia Cerebral em solo argentino”.

Fotos: DR.

Barcelense Hugo Pinheiro representa Portugal no Mundial de Futebol Adaptado

Setembro 5, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora




Com vinte e dois anos de idade, Hugo Pinheiro, natural de Bastuço São João, volta a estar entre os escolhidos para representar a Seleção de Portugal no Mundial de Futebol Adaptado, prova que se realiza na Argentina até ao próximo dia 28 de setembro.

Uma disputa de bola normal, num jogo de futebol de iniciados com as cores do Bastuço São João, na altura em que tinha catorze anos de idade, originou um traumatismo cranioencefálico, que lhe motivou a paralisação do lado esquerdo do corpo.

Apesar da lesão, nunca deixou de fazer o que gostava, jogar futebol, mas faltava quem o acompanhasse.

Sempre rodeado de grandes amigos, nomeadamente os responsáveis do Café São João, em Bastuço, Fábio Borges e João Moreira, onde Hugo Pinheiro soube da existência, em Famalicão, de uma equipa de futebol para pessoas com deficiência.

Hugo Pinheiro ladeado por Fábio Borges (esquerda) e João Moreira (direita)

De imediato, voltou a jogar e as suas capacidades foram reconhecidas tendo, de forma rápida, chegado à Seleção Nacional de Futebol adaptado.

Recorde-se que esta seleção incorpora pessoas com paralisia cerebral ou lesões cerebrais, tais como traumatismos cranioencefálicos e vítimas de AVC.

Atualmente, Hugo Pinheiro mostra que a sua deficiência não o impede de fazer uma vida normal, estando a efetuar um contrato de emprego de inserção na Casa da Juventude de Barcelos, depois de anteriormente ter efetuado um estágio profissional no mesmo local.



Segue-se, então, a presença, com a Seleção de Portugal, no Mundial da Argentina, em San Luís. Num Mundial, onde o sorteio não foi nada “agradável” para Portugal, que vai medir forças, na fase de grupos, com três grandes seleções: a Argentina, a Rússia e o Irão. As restantes seleções presentes na competição serão a Austrália, Canadá, Japão, Irlanda do Norte, Ucrânia, Venezuela, Brasil, Inglaterra, Irlanda, Holanda, Espanha e EUA.

O grupo português partiu esta terça-feira para a Argentina, onde tem prevista a chegada, a San Luís, para quarta-feira, pelas 22h00.

O Barcelos na Hora irá acompanhar de perto a presença do barcelense Hugo Pinheiro, bem como a prestação de toda a Seleção.

Por: Miguel Bastos.

Fotos: DR.

Ir Para Cima