Tag archive

Armandina Saleiro

Festival do Rio 2018 apresentado ontem

Julho 14, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Com Barcelos e o Rio Cávado como pano de fundo, realizou-se, ontem à noite, a cerimónia de apresentação do Festival do Rio 2018, que decorre a 28 de julho, e não só.



No mesmo palco onde ser realizará o referido Festival de Folclore, com as bandeiras dos países dos grupos convidados, tendo em frente os guias, Paulo Lopes (Presidente do Grupo Folclórico de Barcelinhos) explicou, sucintamente, alguns pormenores do programa para 15 dias de muito folclore nacional e internacional. Na mesa, a fazer-lhe companhia, estiveram Armandina Saleiro (Vereadora da Câmara Municipal de Barcelos), José Rui Peixoto (Presidente da Junta de Freguesia de Barcelinhos), Rodrigo Amaral e Maria José Amaral (Presidentes Honorários do Grupo Folclórico de Barcelinhos).

Assim, no dia 24 de julho será feita uma primeira apresentação, com dois grupos, no Jardim das Barrocas. Aliás, neste mesmo Jardim, a 25, 27 e 29 de julho, atuarão dois grupos por dia. Na quinta-feira que precede o Festiva, realiza-se o “Porto de Honra”, que é um “ato simbólico”, quando “começa verdadeiramente o Festival”, salientou Paulo Lopes.

Na sexta-feira, à imagem de em edições anteriores, os grupos deslocam-se a Alheira, seguindo-se, no sábado, a grande gala, o Festival propriamente dito, no palco montado nas margens do rio, “empoleirado” por cima dele.

De seguida, na segunda-feira, os grupos começam a ir embora e chegam outros para atuarem na Feira de Artesanato. Logo no dia 3 de agosto, na abertura, atuam o grupo de Taiti, o da Rússia e o do Chile; no dia 6, o da Sérvia e o da República Checa; no dia 7, atuam os grupos da Argentina e da Guiné-Bissau; por fim, no dia 9, atuam os grupos da Polónia e da Colômbia.

Em suma, serão cerca de 600 pessoas, de 17 grupos, que, num espaço de 15 dias, passarão por Barcelos.

Imagem: retirada de vídeo da RB.

 

Município de Barcelos adere à Rede Regional de Ludotecas

Julho 6, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Município de Barcelos subscreveu, com a Direção Regional de Cultura do Norte e a Associação Cidade Curiosa, um protocolo de colaboração para a execução do projeto “Rede Regional de Ludotecas”, de forma a divulgar e recuperar o jogo de tabuleiro como ferramenta lúdico-pedagógica de socialização e integração.



A sessão de assinatura do protocolo, que decorreu no dia 3 de julho, em Vila Real, contou com a presença da Vice-Presidente da Câmara Municipal, Armandina Saleiro. No âmbito deste protocolo, o Município de Barcelos compromete-se a criar uma ludoteca, a ser instalada na Biblioteca Municipal e no Museu de Olaria, para a qual receberá da Direção Regional de Cultura do Norte o montante de 6.172,38€ para a compra de jogos de tabuleiro.

A Associação Cidade Curiosa tem como papel desenvolver um conjunto de ações de formação, de modo a dotar os técnicos municipais das ferramentas necessárias ao funcionamento da ludoteca que fará parte da Rede Regional de Ludotecas.

O Governo, através do Orçamento Participativo de Portugal, decidiu atribuir três milhões de euros para projetos apresentados por cidadãos, tendo saído vencedores 38 projetos de âmbito nacional e regional, nas áreas da cultura, agricultura, ciência e educação e formação de adultos, em Portugal Continental, e nas áreas da justiça e administração interna, nas regiões autónomas da Madeira e dos Açores. Entre os projetos vencedores encontra-se o projeto 502 Rede Regional de Ludotecas que será implementado nos concelhos de Barcelos, Braga, Esposende, Póvoa de Lanhoso, Viana do Castelo e Vila Verde.

Os objetivos específicos do projeto são a “introdução do jogo de tabuleiro no seio familiar como ferramenta potenciadora de criação/restabelecimento de laços; apoio a lares de idosos em atividades potenciadoras do exercício mental; apoio a escolas na criação de atividades alternativas geradoras de melhoramentos ao nível do raciocínio, concentração, persistência, ao mesmo tempo que se promove o alargamento de grupos”.

Fonte e fotos: CMB.

Barcelos presente na primeira reunião magna da Rede Mundial das Cidades Criativas

Junho 27, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Vice-Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro, participou na primeira reunião magna da Rede Mundial das Cidades Criativas, que se realizou em Cracóvia e Katowice, na Polónia, entre os dias 12 e 15 de junho.



Este foi um evento que juntou mais de 350 delegados e 40 responsáveis políticos de 180 cidades da rede, nos domínios criativos que a sustentam: Artesanato e Arte Popular, Gastronomia, Design, Filmes, Media Artes, Música e Literatura.

Neste encontro anual foram debatidas estratégias de desenvolvimento nos domínios criativos referidos e na forma como estes devem prosseguir no sentido de dar cumprimento dos 17 objetivos da Agenda 2030 das Nações Unidas, que estão focados na constituição de um novo modelo global para acabar com a pobreza, promover a prosperidade e o bem-estar da humanidade, proteger o meio ambiente e combater as alterações climáticas, tendo na inovação e criatividade argumentos fortes e válidos de desenvolvimento urbano e como exemplos de boas práticas a nível global.

Barcelos tem no seu programa para os primeiros quatro anos, a criação de espaços na cidade que potenciem o desenvolvimento e regeneração urbana tendo por base as artes e ofícios tradicionais. Possui um programa de educação pelas artes que visa disseminar e fortalecer o saber fazer criativo que está associado ao território, sendo a Torre Medieval um dos pontos mais importantes da promoção e internacionalização desta criatividade. Possui, ainda, um programa de internacionalização do artesanato, que se encontra já em curso; a organização de um meeting anual no domínio dos buyers das artes e ofícios e a cooperação com cidades dos países de língua oficial portuguesa para o desenvolvimento das artes e ofícios, como argumento de desenvolvimento socioeconómico. Ações que se enquadram e são muito valorizadas pela rede das Cidades Criativas no domínio do Artesanato e Arte Popular.

O encontro anual potenciou a interação entre diversas cidades do mundo nos mais variados panoramas criativos, tendo-se revelado fundamental para o estreitamento de laços, reforço e estabelecimento de parcerias dentro das redes temáticas.

No caso de Barcelos, foram particularmente proveitosos os contactos estabelecidos com cidades como Limoges (França), Porto Novo (Benim), João Pessoa (Brasil), Fabriano (Itália), Bagui (Filipinas), Carrara (Itália), Kutahya (Turquia) e Skeki (Azerbaijão), que possibilitaram o conhecimento de novas dimensões das artes e ofícios no mundo, que permitirão conduzir ao estabelecimento de novas parcerias criativas e de partilha de práticas e experiências, bem como ao estabelecimento de ações conjuntas de promoção das artes e ofícios como argumentos centrais para a sustentabilidade e desenvolvimento das cidades.

A participação de Barcelos neste Encontro Anual da Rede de Cidades Criativas da UNESCO, que integrou neste ano um Mayors Forum, “foi, sem dúvida, um marco para internacionalização do Município. Foi um momento relevante para o encontro de decisores políticos, que possibilitou o conhecimento e partilha de novas políticas e outras dinâmicas municipais, de âmbito criativo, a nível global”, refere o Município em nota.

“Não menos importante, este encontro foi um momento que contribuiu para estreitar laços com as cidades portuguesas que integram esta rede, com vista ao desenvolvimento de ações futuras e conjuntas, que contribuam positivamente para o estabelecimento de um horizonte comum e proeficiente para as cidades que integram esta rede”, concluiu.

Fonte e fotos: CMB.

 

António Júlio Trigueiros apresenta III volume de “Apontamentos para a História de Barcelos”

Junho 12, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 8 de junho, o Auditório da Misericórdia de Barcelos recebeu a apresentação do III volume do livro “Apontamentos para a História de Barcelos”, de António Almeida Ferraz, conceituado médico barcelense e ilustre provedor da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos entre 1877 e 1878.



A apresentação esteve a cargo do Pe. António Júlio Trigueiros, que frisou que “A grande mais-valia deste volume está na transcrição de manuscritos medievais que pertenciam ao arquivo do Solar dos Pinheiros e da Casa dos Azevedos, onde aparecem algumas cartas inéditas de S. Nuno de Santa Maria, no qual se apresentam algumas novidades”.

O evento contou, para além do referido Padre, com a presença do Provedor Firmino Silva, da Presidente da Assembleia Geral da SCMB, Manuela Dantas, e da Vereadora da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro, perante uma vasta plateia, na qual se encontravam também os descendentes do autor.

Ao longo de mais de trezentas páginas são apresentados temas desde Barcelos, Freguesias, Famílias/casa, património religioso, administração pública, vida militar, Rio Cávado, caminho-de-ferro, curtas biografias de barcelenses e outros.

Estes manuscritos foram redigidos por António Almeida Ferraz ao longo de cerca de 22 anos, entre 1894 e 1916. Este é considerado o maior trabalho que alguma vez se escreveu sobre Barcelos. Ao longo da sua pesquisa, o autor foi tratando centenas de temas, sem uma ordem aparente, que compõe a história de Barcelos, o seu património, as suas tradições e nomes das gentes de Barcelos.

À semelhança das edições anteriores, a fixação do texto foi da responsabilidade do Pe. António Júlio Trigueiros e as fotografias de José Eduardo Reis, numa coedição da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos e da Câmara Municipal de Barcelos.

O evento encerrou oficialmente o programa comemorativo dos 518 anos da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos.

Este III volume encontra-se à venda nos Serviços Centrais da Santa Casa e, em breve, nas livrarias barcelenses, pelo valor de 30€.

Fonte e fotos: SCMB.

“Festa das Colectividades 2018” termina em êxito, com crescimento de visitas e associações

Junho 6, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Entre 01 e 03 de junho, a Avenida da Liberdade e o Parque Municipal de Barcelos foram o centro das Associações e Coletividades que estiveram presentes na “Festa das Colectividades” deste ano, organizada pelo Círculo Católico de Operários de Barcelos (CCOB), em parceria com a Câmara Municipal de Barcelos e a ARCA – Associação Recreativa e Cultural de Arcozelo.



Foram vários eventos musicais, de dança e de jogos tradicionais. Por exemplo, no Parque da Cidade realizou-se, dia 03, o “Torneio de Malha Cidade de Barcelos”, com participantes de Barcelos, Braga, Vila Verde, Ponte de Lima, Ponte da Barca, Viana do Castelo, Famalicão, Trofa, Esposende e Póvoa de Varzim. Houve, igualmente, insufláveis para os mais pequenos.

No dia 02, sábado, realizou-se a visita das entidades pelo certame, guiada pelo Presidente do CCOB, Joaquim Brito, com a presença da Vereadora da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro, do Vice-Presidente da CPCCRD – Confederação Portuguesa das Colectividades, Cultura, Recreio e Desporto, António Bessa Carvalho, do Presidente da RECOVERY IPSS, Miguel Durães, do Presidente da ARCA, Amadeu Costa, do Coordenador Regional da CPCCRD, Gonçalo Santos, e da Coordenadora Regional do Alto Minho da CPCCRD e Presidente da Associação de Judo do Distrito de Viana do Castelo, Vanda Pêgo.

A Festa contou com a presença do Circulo Católico de Operários de Barcelos (Organizador), ARCA (Organizador do espetáculo “ O Piano” e dos jogos tradicionais), Moto Galos, Centro Paroquial de Arcozelo, Liga Portuguesa Contra o Cancro, AMAR 21, APEEBA (Associação de Pais da Escola Básica de Arcozelo), FIBRO, Remelhe Saudável, Viver Macieira, RECOVERY IPSS, ACR Roriz, Instituto Renascer e Associação Intercultural Para Todos.

No primeiro dia, o palco na Avenida da Liberdade recebeu a Tuna Mista do IPCA, uma performance da Academia João Capela e a Ronda Típica do Bairro da Misericórdia. No sábado, para além dos jogos tradicionais, os Galos Gaiteiros e o Rancho Folclórico de Macieira da Lixa estiveram na Avenida, com o grupo Trovas e Cantigas a atuar no Autocarro da Malafaia. À noite, a ARCA proporcionou aos presentes um grande espetáculo de dança intitulado “O Piano”.

Por fim, no domingo, realizou-se o referido Torneio de Malha e no palco da Avenida da Liberdade entoaram as atuações dos Amigos da Concertina de Barcelinhos, a Banda do Galo, Vozes do Cávado e Amigos da Farra de Cristelo.

Joaquim Brito, Presidente do CCOB, referiu ao Barcelos na Hora que este “é o terceiro ano que a ‘Festa das Colectividades’ se realiza na Avenida da Liberdade e nota-se que, de ano para ano, tem crescido imenso. O público e as entidades presentes parabenizaram o CCOB e a ARCA pela organização do evento. Este ano tivemos mais associações aderentes do que no ano transato, ultrapassámos as 9 mil visitas durante os três dias, o espetáculo o Piano, realizado pela ARCA, foi de uma qualidade assinalável, com 250 crianças em palco e imenso público. Ficámos honrados por proporcionarmos um fim de semana harmonioso aos Barcelenses e visitantes que vieram até ao nosso certame, essencialmente as crianças, que estavam felicíssimas a desfrutar da animação infantil”, salientou.

Por fim, fez questão de deixar “um agradecimento especial a todos os que trabalharam para a realização deste evento, que tem um logística difícil, mas que correu ‘às mil-maravilhas’. E também à Câmara Municipal de Barcelos, na pessoa da Dr.ª. Armandina Saleiro”, concluiu.

Fotos: João Sousa.

Abertura do Concurso de Ideias de Negócio Intermunicipal conta com a presença da Vice-Presidente da Câmara

Junho 6, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Barcelos acolheu o Concurso de Ideias de Negócio Intermunicipal, evento que é parte do projeto “UP Cávado Escolas”, no qual foram apresentados projetos empreendedores de alunos do ensino secundário e profissional dos municípios do Cávado.



A Vice-Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro, participou na sessão de abertura, que contou, ainda, com o Primeiro Secretário da CIM Cávado, Luís Macedo.

O evento, que se realizou no auditório dos Paços de Concelho de Barcelos, contou com cerca de 70 alunos, tendo figurado entre os premiados uma escola do concelho.

Os estudantes da Escola Secundária de Barcelinhos, do Município de Barcelos, conquistaram o 2.º lugar com o projeto “The Gear Future”.

O vencedor desta 1.ª edição do Concurso de Ideias de Negócio Intermunicipal foi o projeto “Easy Feed Animal”, da Escola Profissional Amar Terra Verde, do Município de Vila Verde. O pódio ficou completo com o projeto “Safe Student”, da Escola Secundária Henrique Medina, do Município de Esposende.

Os vencedores estão apurados para a Final Transfronteiriça, que decorrerá no próximo dia 15 de junho, no Museu da Geira, pelas 14h30.

O Projeto “UP Cávado Escolas”

A CIM Cávado está a desenvolver, no corrente ano letivo 2017/18, o projeto “UP Cávado: Empreendedorismo nas Escolas”, que tem como objetivo principal promover uma cultura empreendedora, o espírito de iniciativa, de cooperação e criatividade junto das comunidades educativas, permitindo aos jovens em idade escolar o desenvolvimento de projetos empreendedores.

O projeto está a ser desenvolvido em 28 escolas dos seis municípios do Cávado, envolvendo 1364 alunos e 63 professores, de um universo de 64 turmas, 27 do 3º ciclo do ensino básico e 37 do ensino secundário e profissional.

O projeto “UP Cávado: Empreendedorismo nas Escolas” é promovido pela Comunidade Intermunicipal do Cávado em parceria os Municípios Associados e cofinanciado pelo POCTEP – Programa de Cooperação Transfronteiriça Espanha-Portugal, com o apoio do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, no âmbito da Comunidade Territorial de Cooperação entre as regiões do Cávado, Alto-Minho e Ourense.

Fonte e foto: CMB.

Barcelos lembra os direitos da criança com inauguração de painel de azulejos em Viatodos

Junho 2, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Município de Barcelos assinalou o Dia Mundial da Criança, sexta-feira, 1 de junho, com um vasto conjunto de iniciativas, tendo como ponto alto a inauguração de um painel de azulejos feito por alunos do primeiro ciclo de escolas do concelho, no Centro Escolar de Viatodos.



“Olhares sobre os nossos direitos” é o tema do painel de azulejos, um trabalho coordenado pela Biblioteca Municipal de Barcelos e Museu de Olaria, no qual os alunos fizeram a sua própria interpretação da Convenção Sobre os Direitos das Crianças.

Este painel de azulejos, o quarto a ser colocado em estabelecimentos do ensino do concelho, foi inaugurado pela Vice-Presidente da Câmara Municipal de Barcelos e Vereadora da Educação, Armandina Saleiro, que elogiou o trabalho desenvolvido e realçou a importância da contínua e intransigente defesa dos Direitos da Criança. “O Dia da Criança é todos os dias”, enfatizou.

A inauguração contou, ainda, com a presença da Presidente da Amnistia Internacional de Portugal, Filipa Santos, da representante da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Barcelos, Ana Maria Sobreiro, do Diretor do Agrupamento de Escolas Vale d’Este, Luís Dias Ramos, da Coordenadora da Rede de Bibliotecas Escolares, Fernanda Freitas, e do presidente da União de Freguesias de Viatodos, Grimancelos, Minhotães e Monte de Fralães, David Sousa.

Ao longo do dia, realizaram-se várias atividades dirigidas ao público infantil, como workshops de modelagem de barro e pintura de azulejos, oficinas de leitura, pinturas faciais, aula de zumba, teatro infantil, provas de orientação, cinema e jogos.

Fonte e foto: CMB.

Grupos Folclóricos e Freguesias com apoios aprovados pela Câmara de Barcelos

Maio 23, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal aprovou, em reunião ordinária realizada no dia 18 de maio, as minutas dos acordos de colaboração entre o Município e 18 ranchos e grupos folclóricos não federados do concelho de Barcelos, que incluem uma comparticipação financeira municipal no valor global de 27.000,00€, podendo a este valor ser acrescentado 250,00€ (caso organize um festival de folclore até quatro grupos), ou 500,00€ (caso organize um festival de folclore com cinco ou mais grupos), ou 2.000,00€ (caso participe em festival de folclore no estrangeiro) a cada um dos grupos.



Quanto aos grupos folclóricos federados, foram aprovados três acordos de colaboração: Grupo Folclórico de Barcelinhos, com uma comparticipação global de 24.500,00€, podendo a esse valor ser acrescentado o de 2.000,00€ em caso de participação em festival no estrangeiro; Grupo Folclórico de Tregosa, com uma comparticipação global de 7.000,00€, podendo a esse valor ser acrescentado o de 2.000,00€ em caso de participação em festival no estrangeiro; Grupo Folclórico de Santa Maria de Moure, com uma comparticipação global de 3.500,00€, podendo a esse valor ser acrescentado o de 2.000,00€ em caso de participação em festival no estrangeiro.

Ainda na mesma reunião, o executivo municipal aprovou um conjunto de apoios financeiros a 11 freguesias do concelho, que ascende a mais de 131 mil euros, e que se destinam a comparticipar obras de pavimentação de ruas e caminhos, construção de águas pluviais, obras em sedes de Junta e cemitérios, e outras necessidades das freguesias.

Quanto a outros apoios financeiros, destacam-se a atribuição de um subsídio no valor de 10.000,00€ à Associação AVC como comparticipação na aquisição de um veículo automóvel; um subsídio no valor de 1.500,00 à Mais Juventude – Associação de Alvelos, como comparticipação nas despesas das suas atividades; um subsídio no valor de 1.000,00€ à Associação de Apoio aos Deficientes Visuais do Distrito de Braga, como comparticipação nas despesas das suas atividades.

O executivo ratificou o documento de parceria no âmbito do Programa Europeu para os Cidadãos “Project Gender Equality Makes a Better Europe”, assinado no passado dia 12 de maio, na cidade de Santa Comba, em Espanha, pelo Vereador José Beleza; ratificou, também, o documento de parceria no âmbito do Programa Europa para os Cidadãos: “Town Twinning Project Arising Citizenship: a Tighter-Knit Europe”, assinado pela Vereadora Armandina Saleiro na cidade de Siderno, Itália, no encontro que ali se realizou entre os dias 6 e 14 de maio.

Foi aprovada a disponibilização de transporte a dez artesãos do concelho de Barcelos para participarem na Feira Cultural de Coimbra, que se realiza entre 1 e 10 de junho de 2018.

Ao nível dos apoios sociais, foram aprovados 21 processos para comparticipação no arrendamento habitacional e o apoio de transporte de mulheres entre os 45 e os 69 anos ao IPO do Porto, no âmbito do programa de rastreio de cancro da mama que a Liga Portuguesa Contra o Cancro e o ACES Cávado têm vindo a desenvolver.

Na área social escolar, realçam-se os apoios financeiros a 35 alunos dos jardins de infância e escolas do 1.º ciclo, para as refeições e material escolar.

Registe-se, ainda, a contratação, por tempo determinado, de 31 novos trabalhadores para os serviços do Município.

Fonte: CMB.

Foto: DR.

Vice-Presidente participa em bênção de peregrinos na Igreja de Santo António

Abril 20, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Vice-Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro, assistiu, no dia 16 de abril, à bênção de peregrinos na Igreja de Santo António. Esta cerimónia é realizada todos os dias, às 19h00, naquele templo, o que é algo único no Caminho Português de Santiago.



Neste dia, a bênção contou com 14 peregrinos, maioritariamente alemães, mas também de outros países, como o Irão e Itália. Os peregrinos foram recebidos pela Vice-Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, que sublinhou a “grande aposta” que o Município tem feito na valorização do Caminho Português de Santiago, que atravessa todo o concelho num percurso de 29 quilómetros.

“Temos potenciado as diversas vertentes do Caminho de Santiago, mas nunca esquecendo as suas raízes, que têm muito que ver com a religião, com a parte espiritual e com a busca da paz interior. Daí também surge esta cooperação do Município com a Igreja de Santo António”, refere Armandina Saleiro.

A Vice-Presidente da Câmara Municipal considera importante a colaboração do Município com as associações locais para a valorização do Caminho Português de Santiago e realça a importância histórica do percurso de peregrinos no concelho: “Barcelos sempre foi um ponto de passagem dos peregrinos. A Rainha Santa Isabel fez este percurso, o rei D. Manuel também, portanto há uma forte marca identitária associada a este território”.

Frei Luís Gonçalves nota que os peregrinos buscam ali, na Igreja de Santo António, “silêncio e paz interior” e que a bênção “tem para eles um enorme significado, pois veem que há aqui alguém que os compreende, que os ajuda”.

Através da bênção diária de peregrinos, a Igreja de Santo António presta um importante contributo, reconhecido pelo Município, para a valorização do Caminho Português de Santiago na sua vertente mais religiosa, espiritual e histórica.

A Igreja de Santo António oferece pagelas, financiadas pelo Município, com a bênção do peregrino traduzida em 13 línguas, sendo que as traduções são feitas pelos próprios peregrinos para as suas línguas nativas.

Fonte e foto: CMB.

Município de Barcelos é um dos fundadores da Associação Portuguesa de Cidades e Vilas Cerâmicas

Abril 19, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Barcelos é um dos 14 municípios fundadores da Associação Portuguesa de Cidades e Vilas Cerâmicas (AptCC), constituída na passada terça-feira, 17 de abril, no Palácio Nacional de Mafra, com a presença da Vice-Presidente da Câmara Municipal, Armandina Saleiro.



A AptCC tem como objetivos, entre outros, a defesa, a valorização e a divulgação do património cultural e histórico cerâmico, o intercâmbio de experiências entre associados e a nível internacional, bem como a consciencialização de empresários e das comunidades locais para a importância histórica e patrimonial da cerâmica, seja na vertente artesanal como industrial, e ainda evidenciar o seu potencial para a sustentabilidade económica e social das cidades e vilas associadas.

A escritura da constituição da associação foi assinada pelos 14 municípios envolvidos, numa cerimónia que contou com a presença de representantes do Agrupamento Europeu das Cidades Cerâmicas.

Além de Barcelos, fazem parte deste grupo de arranque da AptCC os municípios de Alcobaça, Aveiro, Batalha, Caldas da Rainha, Ílhavo, Mafra, Montemor-o-Novo, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Tondela, Viana do Alentejo, Viana do Castelo e Vila Nova de Poiares.

No mesmo dia, realizou-se, também em Mafra, no edifício dos Paços do Concelho, a primeira assembleia geral da associação, em que foram designados os órgãos sociais. Barcelos integra a direção da AptCC, presidida por Mafra, ocupando a Vice-Presidente da Câmara Municipal, Armandina Saleiro, o cargo de tesoureira.

“Barcelos assume-se como um grande centro da olaria e figurado no contexto nacional, tendo sido, no ano passado, reconhecida pela UNESCO como Cidade Criativa na área do Artesanato e Artes Populares. Portanto, para nós, é muito importante estarmos na fundação desta associação”, afirma Armandina Saleiro.

Nesta primeira reunião da AptCC foi apontado como objetivo a integração no Agrupamento Europeu de Cidades Cerâmicas e ficou também decidida a data da próxima assembleia geral, que irá realizar-se a 29 de maio, em Reguengos de Monsaraz.

Entretanto, foi inaugurada uma exposição itinerante. Após a cerimónia de constituição da AptCC, foi inaugurada no Palácio Nacional de Mafra a exposição “Cerâmica Portuguesa”, que conta com duas peças de cada um dos 14 municípios fundadores da associação.

A cerâmica de Barcelos está representada com o Galo e a Galinha de Rosa Ramalho e a Talha das Irmãs Soutelo. A exposição estará em itinerância pelos 14 municípios que constituem a AptCC.



O processo de criação da AptCC foi lançado no início de janeiro de 2015, numa reunião em Mafra com os municípios interessados, a que se seguiu uma segunda reunião nas Caldas da Rainha, tendo sido concluído a 15 de março do 2016, em Aveiro, o processo de elaboração e discussão dos estatutos da associação.

Este processo de elaboração estatutária passou pela aprovação desses documentos fundadores por todos os executivos camarários e assembleias municipais, posteriormente submetidos ao visto do Tribunal de Contas, nos termos da legislação vigente, processo concluído no início de 2018.

Esta iniciativa, que agora se conclui, foi estimulada pela visita do coordenador europeu, e simultaneamente italiano, das cidades cerâmicas, acompanhado pelo coordenador espanhol, em dezembro de 2014, que executavam uma missão do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial das Cidades Cerâmicas, com vista ao estabelecimento, na maioria dos países europeus, das respetivas associações de cidades cerâmicas.

Fonte e fotos: CMB.

1 2 3 5

Pin It on Pinterest

Ir Para Cima