Tag archive

Armandina Saleiro

Joaquim Sousa com novo projeto de implementação da Orientação em Barcelos

Fevereiro 11, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Encontrar o campeoníssimo de Orientação, Joaquim Sousa, pelas ruas de Barcelos não será alvo de destaque, não fosse ele barcelense de Galegos Santa Maria. Mas encontrá-lo equipado a rigor, pelo menos da cintura para cima, à entrada de uma escola, já é de ficar desconfiado de que algo se passa. E passa mesmo.



Ao portão da Escola Secundária Alcaides de Faria, na passada quarta-feira, encontrámos este atleta, que nos convidou a participar na sua ação com professores de Educação Física do Agrupamento em questão.

No entanto, ainda antes, Joaquim Sousa acedeu a falar-nos sobre este seu novo projeto de implementação da modalidade de Orientação no concelho, escolas e instituições de Barcelos.

O projeto aborda a Orientação Pedestre (Orientação Pura, em Floresta, Cidades, Escolas, Jardins, Parques, entre outros), a Adaptada (com “Percurso do Figurado”, destinado a pessoas com deficiência intelectual, assim como a idosos e crianças), e a de Precisão (com o Trail “O”, destinado a pessoas com mobilidade reduzida e para pessoas com conhecimento da modalidade).

A Pedestre é divulgada em escolas, associações, clube, juntas de freguesia, instituições, centros de dia, centros sociais, universidades seniores, entre outros. A Adaptada em instituições, escolas, centros de dia, lares de 3ª idade, creches, ATL, centros sociais, juntas de freguesias, entre outros. Já a de Precisão será em instituições, escolas, centros de dia, lares de 3ª idade, universidade sénior, mas igualmente a pessoas com mobilidade reduzida, entre outras.

A ideia deste projeto partiu da Vereadora Armandina Saleiro, datada já de 2016, que convidou Joaquim Sousa a tentar implementar o projeto. Projeto que conta com o “apoio total da Câmara Municipal de Barcelos”, conforme referiu o atleta.

O objetivo principal “é a implementação do desporto de orientação em todo o município de Barcelos. Só que como há várias vertentes da modalidade, está-se a implementar todas, com principal incidência na Orientação Pedestre nas escolas e a Adaptada nas instituições, uma vez que esta versão é para pessoas com deficiência intelectual”, continuou.

Outro objetivo “passa por criar campeonatos locais das duas vertentes da modalidade e mais uma alternativa de lazer para as pessoas com deficiência intelectual”, concluiu.

Fotos: DR.

Município de Barcelos leva residências artísticas às escolas

Dezembro 8, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Escolas básicas do concelho vão ter aulas de música, dança e teatro através de residências artísticas

As escolas do ensino básico do concelho de Barcelos vão ser abrangidas por residências artísticas de sete organismos de música, teatro e bailado, em 2019, num projeto desenhado pelo Ministério da Cultura e pelo Ministério da Educação, de que Barcelos faz parte.



As residências artísticas deverão realizar-se no 2º e 3º períodos escolares e abrangem quatrocentos alunos de 19 escolas pertencentes aos agrupamentos de escolas dos municípios de Viana do Castelo, Barcelos, Vila do Conde, Freixo de Estada à Cinta, Moimenta da Beira, Viseu, Penela, Pedrógão Grande, Castanheira de Pera, Idanha-a-Nova, Torres Vedras, Loures, Sintra, Lisboa, Cascais, Almada, Sines, Moura e Loulé.

Na cerimónia de lançamento do projeto “Residências Artísticas nas Escolas”, o Secretário de Estado da Educação, João Costa, assinalou que “uma educação sem arte é incompleta. A fruição estética e a educação artística são condições essenciais para um desenvolvimento integral”. João Costa acrescentou ainda que “a arte faz-nos sentir bem. A educação deve gerar bem-estar e, por isso, a arte faz-nos falta”.

Por sua vez, a Secretária de Estado da Cultura, Ângela Ferreira, afirmou que “é no cruzamento destes dois mundos que se promove a criatividade e o pensamento livre e, mais do que tudo, que se permite às crianças e aos jovens olharem para si mesmos e descobrirem a imprevisível aventura da vida”.

Para a Vereadora da Educação da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro, “Barcelos, Cidade Criativa da UNESCO e Cidade Educadora, combina na perfeição estas duas áreas essenciais no desenvolvimento harmonioso das nossas crianças e jovens”.

Este projeto tem como objetivo a aproximação das escolas às artes, contribuindo para o desenvolvimento do perfil dos alunos ao nível da escolaridade obrigatória, através da promoção da sensibilidade estética e artística, enquadrada por uma vivência de cidadania que se quer inclusiva.

Trata-se da segunda edição das residências artísticas nas escolas, de que fazem parte, em 2019, a Orquestra Sinfónica Portuguesa, o Coro do Teatro Nacional de São Carlos, a Companhia Nacional de Bailado, o Teatro Nacional D. Maria II, o Teatro Nacional de São João, a Casa da Música e a Orquestra Clássica do Sul.

No ano letivo 2017 / 2018, músicos da Orquestra Sinfónica Portuguesa deram aulas durante uma semana a alunos dos municípios de Barcelos, Loulé, Sines, Viseu e Freixo de Espada à Cinta. O projeto-piloto realizou-se em 2017, no Agrupamento de Escola de Caxinas, Vila do Conde.

Fonte e foto: CMB.

Secundária de Barcelinhos apresenta projeto vencedor do Orçamento Participativo Escolar

Novembro 17, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Escola Secundária de Barcelinhos vai apresentar, no dia 19 de novembro, a partir das 10h00, o projeto vencedor do Orçamento Participativo Escolar – Concelhio “Barcelos Sobre Rodas”, e também o projeto vencedor do Programa Nacional de Ciclismo para Todos “O Ciclismo Vai à Escola”. Este último é um projeto protocolado entre a Direção Geral da Educação – Coordenação Nacional do Desporto Escolar e a Federação Portuguesa de Ciclismo.



Na sessão irão marcar presença a Vereadora da Educação, Armandina Saleiro, o Vereador do Desporto, Francisco Rocha, o Presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira, e também representantes da DGE-CNDE / DGESTE.

A manhã vai ficar marcada com uma atividade prática interna de BTT, entre as 9h00 e as 13h00 e a apresentação dos projetos decorre entre as 10h00 e as 11h00.

O Orçamento Participativo Escolar de Barcelos estava dividido em duas temáticas: o Orçamento Participativo destinado aos projetos de âmbito escolar, onde foram apurados 17 projetos vencedores, e ainda o Orçamento Participativo Escolar – Concelhio que apurou o projeto “Barcelos sobre rodas” como o vencedor.

Fonte e imagem: CMB.

Município de Barcelos presente na cerimónia de celebração do Consórcio de Parceiros

Outubro 31, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Vereadora da Ação Social, Armandina Saleiro, esteve hoje presente na sessão solene de oficialização da V edição do Projeto Sorrir, que visou a Celebração do Consórcio de Parceiros, que tem como parceiros-chave o Município de Barcelos e o Centro de Respostas Integradas de Braga, enquanto Entidade que monitoriza o desenvolvimento do projeto.



De acordo com o Município, “trata-se de um momento significativo para continuar a intervir no âmbito do tratamento de dependências e pretende valorizar esta dimensão que é o consórcio de parceiros”.

O Projeto Sorrir teve, no passado dia 1 de outubro, o início oficial da sua V Edição, cujo término está previsto para 31/12/2019. Esta nova edição resulta de uma nova candidatura do GASC ao Eixo de Tratamento do Programa de Respostas Integradas de Barcelos, no âmbito do Plano Operacional de Respostas Integradas, aprovada a 17 de setembro pelo Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e Dependências (SICAD).

Na sua intervenção, Armandina Saleiro referiu que “é uma honra para o Município de Barcelos estar associado a este projeto desde a sua nascença e tendo finalidades tão objetivas que levam à sua concretização” salientando a “importância de ter alargado este projeto para a área dos jovens”.

O Projeto Sorrir é um projeto importante na Missão do GASC – Grupo de Ação Social Cristã, centrada no apoio ao próximo, pois representa um serviço que responde a uma necessidade concreta, objetiva e real do Concelho de Barcelos, que é o tratamento no âmbito dos comportamentos aditivos e dependências pela representatividade que este fenómeno tem no território de Barcelos.

A V Edição do Projeto Sorrir vem dar continuidade à intervenção especializada no âmbito do tratamento de dependências de substâncias psicoativas ilícitas e/ou álcool, que se foi desenvolvendo, no território, ao longo das várias edições, desde 2009, mas, desta vez, vê alargado o seu âmbito de atuação também aos comportamentos aditivos sem substância, designadamente ao Jogo Patológico. Ao todo, ao longo das várias edições do Projeto Sorrir, passaram pelo serviço mais de 600 utentes.

Para além de parceiros como a Associação de Pais e Amigos das Crianças, a Casa de Saúde S. José e a Casa de Saúde S. João de Deus, que acompanham o Projeto Sorrir desde a sua primeira edição, em 2009, o projeto integra entidades muito ecléticas no que respeita ao seu âmbito de atuação e, por isso, também muito enriquecedoras no seu contributo, sendo estas: Delegação de Barcelos da Cruz Vermelha Portuguesa, a Associação para o Desenvolvimento,  a Associação RECOVERY IPSS, o Grupo de Alcoólicos Anónimos de Barcelos, a  ATAHACA – através do Projeto Open-b, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Barcelos, o Centro de Emprego e Formação Profissional de Barcelos e a  Direção Geral de Reinserção Social e Serviços Prisionais.

Fonte e foto: CMB.

Rio Covo Santa Eugénia inaugura ampliação do cemitério

Outubro 16, 2018 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Vice-Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro, inaugurou as obras de alargamento do cemitério da freguesia de Rio Covo Santa Eugénia, num investimento de cerca de 150 mil euros, que dotou aquele espaço com mais 107 sepulturas.



Na cerimónia da inauguração da ampliação do cemitério, Armandina Saleiro congratulou a Junta de Freguesia pela realização da obra, referindo-se à necessidade da boa “gestão e rigor na aplicação de dinheiros públicos”.

Este cemitério “é uma obra que espelha bem a realidade dos tempos em que vivemos”, marcados por constrangimentos económico-financeiros que obrigam a “investimentos responsáveis de quem administra o dinheiro de todos”. A Vice-Presidente terminou, afirmando que “a Câmara estará sempre disponível para apoiar projetos como este, que foi possível concretizar na freguesia de Rio Covo Santa Eugénia”.

Fonte e foto: CMB.

 

SOPRO inaugura nova sede em Barcelinhos

Outubro 3, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Decorreu, no passado sábado, 29 de setembro, em Barcelinhos, a cerimónia de Bênção e Inauguração da Casa da SOPRO, a nova sede da SOPRO – Solidariedade e Promoção, uma ONGD Lassalista que celebra, este ano, 22 anos de atividade.



A Bênção da Casa da SOPRO constituiu um momento alto ao qual presidiu o Arcebispo Primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, participando também o Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, o Presidente da ONG SOPRO, Miguel Novais, a Diretora do Colégio La Salle, Carla Figueiredo, e o Presidente da Associação de Antigos Alunos de La Salle, José Carlos Ferreira.

Integrada no programa, teve lugar a Conferência “Transformar o Mundo em Mudança”, onde quem assistiu pode ouvir comunicações de D. Jorge Ortiga, que alertou para a importância de estarmos atentos aos outros num mundo que, desde sempre, esteve em mudança; do Ir. Miguel Angel, Presidente da ONG espanhola PROYDE (Promoção e Desenvolvimento), que interpelou para a realidade do empobrecimento como sendo consequência do enriquecimento, já que a pobreza não existe, e de Armandina Saleiro, vice-presidente da Câmara Municipal de Barcelos, que apresentou um testemunho das iniciativas levadas a cabo por uma paróquia da costa do sul de Itália no apoio aos refugiados.

Estiveram presentes mais de uma centena de pessoas, entre as quais se destacavam as Empresas Colaboradoras da SOPRO, Autarcas, Instituições de Barcelos, como a ACIB, APACI, Círculo Católico Operário de Barcelos, Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Barcelos e, também, um grande número de pessoas que participaram a título individual.

Fotos: SOPRO/CMB.

Olaria Regional em exposição no Museu de Olaria

Outubro 2, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 29 de setembro, no Museu de Olaria de Barcelos, foi inaugurada a exposição “Convergências, divergência e paralelismos: Olaria Regional da Sub-região do Cávado,” que para além dos designers e artesãos que desenvolveram propostas de cerâmica utilitária, contou com a presença da Vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro, da Diretora do Museu de Olaria, Cláudia Milhazes e da Diretora da Escola Superior de Design, do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), Paula Tavares.



O resultado patente enquadra-se numa investigação realizada no âmbito do Mestrado em Design e Desenvolvimento do Produto da Escola de Design (IPCA), onde a proximidade possibilitada com o Museu de Olaria foi essencial.  As peças apresentadas baseiam-se na olaria tradicional da região e projetam o seu enquadramento na sociedade e hábitos contemporâneos, incorporando o saber-fazer e as técnicas tradicionais dos artesãos locais.

Durante este processo, consolidou-se uma rede passível de implementar estas abordagens, sendo de relevar a disponibilidade e motivação dos artesãos, o potencial positivo da colaboração institucional, bem como o valor efetivo a nível comercial e cultural da conformação destas peças numa marca ou linha de produtos que, através do design, posicione de forma distinta a olaria de Barcelos em Portugal e no Mundo.

Fonte e fotos: IPCA.

 

Presidente da Câmara inaugura recuperação e ampliação da Escola do Bárrio, em Roriz, e da EB1 de Gueral

Setembro 22, 2018 em Atualidade, Concelho, Educação, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Cerimónia de abertura do ano letivo 2018/2019

O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, acompanhado pela Vereadora da Educação, Armandina Saleiro, inaugurou ontem a recuperação e ampliação da Escola do Bárrio, em Roriz, e da EB1 de Gueral, na cerimónia de abertura do ano letivo 2018/2019.



Miguel Costa Gomes referiu que estas intervenções se inserem “num plano de recuperação de várias escolas do concelho” que o Município tem vindo a desenvolver, salientando que “desde que estamos no executivo temos feito uma aposta clara na educação”. O Presidente da Câmara frisou, ainda, que o objetivo destas requalificações é “criar condições para o bem-estar das crianças, que são o futuro do país”, concluindo que este executivo tem tido como prioridade a “aposta em políticas educativas que promovam a igualdade de oportunidades, a inclusão social e uma escola pública de excelência, consubstanciado em alguns projetos e ações municipais”.

Em nota, o Município refere que “ao longo do ano letivo 2017/2018, a Câmara Municipal de Barcelos fez uma série de melhoramentos nas escolas do concelho, nomeadamente de beneficiação, conservação e melhoramento, assim como manutenção de equipamentos e infraestruturas. Alem disso, há obras lançadas no ano letivo transato que ainda estão em curso como é o caso da recuperação e ampliação do edifício da EB1 de Paulinhos, em Macieira de Rates. O Centro Escolar da Várzea já obteve visto do Tribunal do Contas, pelo que as obras deverão começar em breve. No total, o Município de Barcelos investiu cerca de 4 milhões de euros, nesta área”.

O Município de Barcelos candidatou-se à medida 10.1 do quadro comunitário Portugal 2020, relacionada com o combate ao insucesso e abandono escolar. No âmbito da referida candidatura, foi elaborado o Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar do Cávado, que contempla um conjunto de projetos a serem dinamizados, em pleno, pelo Município durante o presente ano letivo, como o projeto Apoio Psicoeducativo e Psicossocial ao 1º ciclo do Ensino Básico, que consiste na disponibilização de uma equipa especializada de psicólogos e terapeutas da fala com intervenção direta no contexto escolar e familiar; o programa “Barcelos a Ler”, constituído por um conjunto de ações de promoção da literacia junto da população do pré-escolar e do 1º ciclo, promovido pela Rede das Bibliotecas Escolares e que tem como objetivo o incentivo à leitura e à escrita, de forma a promover o sucesso escolar; o projeto “A diferença está no desporto” que visa dotar os Agrupamentos de Escola e Escola Não Agrupada de Barcelos de repostas complementares que permitam uma abordagem integrada e diferenciada a partir do desporto, com impacto direto na motivação dos alunos, na fomentação de sucesso, na promoção de algumas competências transversais com impacto na realização escolar, no estabelecimento de objetivos e, por sua vez, com impacto direto no sucesso académico.

Outros apoios na área da educação

Na mesma nota, o Município barcelense refere que “as bolsas do ensino superior, os apoios à educação (através de refeição, transporte, material escolar, pequenos-almoços, acompanhamento psicológico, atividades extracurriculares, rede de bibliotecas, entre outros), bem como os subsídios de apoio às famílias (arrendamento habitacional, habitação social, transporte para pessoas com deficiências, serviços de saúde ocular e auditiva, promoção de imagem, medicina dentária, etc.) são para manter no âmbito da política que o Município de Barcelos tem vindo a desenvolver, na procura de condições equitativas para as famílias mais carenciadas”.

Fonte e fotos: CMB.

[Ndr: imagem de destaque meramente ilustrativa (DR)]

Festival do Rio leva espetáculos ao centro da cidade

Julho 26, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O melhor do folclore do mundo está presente na 38ª edição do Festival do Rio, organizado pelo Grupo Folclórico de Barcelinhos, evento que, este ano, apresenta como novidade espetáculos no centro da cidade.



Os grupos do Taiti e da República Checa já atuaram, no dia 24, no palco instalado no Jardim das Barrocas. Ontem foi a vez dos conjuntos do Brasil e Colômbia. No dia 27, amanhã, apresentam-se os representantes da República da Buriácia (da região da Sibéria, Rússia) e do Japão. Por fim, no dia 29, sobem ao palco os grupos da Alemanha e das Canárias.

Os espetáculos são de entrada livre e começam pelas 21h30.

Os concertos no Jardim das Barrocas configuram uma oportunidade para a população do concelho assistir às performances dos grupos internacionais, aproveitando o potencial humano e cultural que se encontra em Barcelos e, simultaneamente, dinamizar o centro da cidade.

O objetivo passa, igualmente, por divulgar e promover o Festival do Rio, sobretudo nos dias que antecedem a gala, ponto alto do evento, a realizar-se no dia 28, às 21h30, no palco montado em cima do Rio Cávado, junto à Ponte Medieval.

Na Gala do Festival do Rio irão estar representados dez países: Portugal, Argentina, Alemanha, Colômbia, Brasil, Rússia (Buriácia), Taiti, Japão, República Checa e Canárias (Espanha).

Contudo, no festival, que já se desenrola desde o passado dia 20 e só termina no próximo dia 9 de agosto, vão participar grupos de outras nacionalidades. A partir de domingo, começam a partir alguns grupos e a chegar outros, que irão atuar na 36ª Mostra Nacional de Artesanato e Cerâmica de Barcelos.

No dia de abertura da Mostra de Artesanato, 3 de agosto, vão atuar grupos do Taiti, Chile e Rússia; no dia 6, da Sérvia e da República Checa; no dia 7, da Guiné-Bissau e Argentina; por fim, no dia 9, da Polónia e Colômbia.

A Vice-Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro, salienta que, “para o Município de Barcelos, é uma honra ser parceiro desta iniciativa, que projeta Barcelos além-fronteiras” e que “a prova disso são os 600 elementos de grupos folclóricos de outros países que cá estarão a partilhar da nossa cultura e levarão um bocadinho de Barcelos no seu coração”.

Fotos: CMB.

Festival do Rio 2018 apresentado ontem

Julho 14, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Com Barcelos e o Rio Cávado como pano de fundo, realizou-se, ontem à noite, a cerimónia de apresentação do Festival do Rio 2018, que decorre a 28 de julho, e não só.



No mesmo palco onde ser realizará o referido Festival de Folclore, com as bandeiras dos países dos grupos convidados, tendo em frente os guias, Paulo Lopes (Presidente do Grupo Folclórico de Barcelinhos) explicou, sucintamente, alguns pormenores do programa para 15 dias de muito folclore nacional e internacional. Na mesa, a fazer-lhe companhia, estiveram Armandina Saleiro (Vereadora da Câmara Municipal de Barcelos), José Rui Peixoto (Presidente da Junta de Freguesia de Barcelinhos), Rodrigo Amaral e Maria José Amaral (Presidentes Honorários do Grupo Folclórico de Barcelinhos).

Assim, no dia 24 de julho será feita uma primeira apresentação, com dois grupos, no Jardim das Barrocas. Aliás, neste mesmo Jardim, a 25, 27 e 29 de julho, atuarão dois grupos por dia. Na quinta-feira que precede o Festiva, realiza-se o “Porto de Honra”, que é um “ato simbólico”, quando “começa verdadeiramente o Festival”, salientou Paulo Lopes.

Na sexta-feira, à imagem de em edições anteriores, os grupos deslocam-se a Alheira, seguindo-se, no sábado, a grande gala, o Festival propriamente dito, no palco montado nas margens do rio, “empoleirado” por cima dele.

De seguida, na segunda-feira, os grupos começam a ir embora e chegam outros para atuarem na Feira de Artesanato. Logo no dia 3 de agosto, na abertura, atuam o grupo de Taiti, o da Rússia e o do Chile; no dia 6, o da Sérvia e o da República Checa; no dia 7, atuam os grupos da Argentina e da Guiné-Bissau; por fim, no dia 9, atuam os grupos da Polónia e da Colômbia.

Em suma, serão cerca de 600 pessoas, de 17 grupos, que, num espaço de 15 dias, passarão por Barcelos.

Imagem: retirada de vídeo da RB.

 

1 2 3 6
Ir Para Cima