Tag archive

Associação Burgo Divertido

“Jazz ao Largo” está de regresso a Barcelos entre 11 e 15 de setembro

Agosto 20, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No final do verão, Barcelos volta a ser ponto de passagem obrigatório para os amantes de jazz.



O Festival “Jazz ao Largo” vai cumprir a sua quarta edição, de 11 a 15 de setembro, com uma programação de qualidade que irá realizar-se no Largo Dr. Martins Lima, na Frente Ribeirinha da Azenha e a bordo dos autocarros Barcelos Bus.

Este evento, que assinala o regresso do jazz ao espaço público da cidade, é organizado pelo Município de Barcelos em parceria com a Associação Burgo Divertido.

Como é hábito, o envolvimento com os artistas da cidade é um ponto obrigatório, pelo que, este ano, a Banda de Oliveira abre o Festival, no dia 11, às 22h00, no Largo Dr. Martins Lima.

Por Barcelos vão passar alguns nomes sonantes, como Bruno Pernadas Quarteto, Jeffery Davis Trio e Mário Laginha Trio, nos dias 12,13 e 14, às 22h00, no Largo Dr. Martins Lima. O palco da Frente Ribeirinha da Azenha, dedicado ao universo das improvisações, receberá os magníficos The Selva e o histórico Carlos Bica num concerto especial a solo, nos dias 14 e 15.

Em parceria com a BarcelosBus, o Festival promove um concerto, no dia 15, às 18h00, do saxofonista alemão Julius Gabriel a bordo de um dos autocarros da cidade, um acontecimento único e que marcará, também, esta edição.

A componente educacional do Festival sai também reforçada, com o workshop de improvisação liderado pelos músicos dos The Selva (Ricardo Jacinto, Gonçalo Almeida e Nuno Mourão), no dia 14, às 17h40, na Frente Ribeirinha da Azenha. A novidade deste ano será o workshop de Jazz para crianças com a dupla Tatabitato, no dia 14, às 11h00, no Theatro Gil Vicente.

Todas as atividades do Festival têm entrada gratuita.

Fonte e imagem: CMB.

Barcelos Cidade Medieval arranca esta quinta-feira

Junho 13, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O centro histórico de Barcelos veste-se a rigor e recua à Idade Média de 13 a 16 de junho

É já hoje que começa o Barcelos Cidade Medieval, com a abertura oficial do evento às 18h00, no Largo do Município.



Durante os próximos dias, fazer o percurso pelo centro histórico da cidade será como viajar no tempo até à Idade Média com artesãos de várias artes e ofícios, mercadores e taberneiros onde não faltará a animação com arautos, o torneio medieval (justas), este ano na sexta-feira e no sábado, os torneios de tiro com arco, diversões e jogos, cortejos, demonstrações de falcoaria, cavalaria e cuspidores de fogo.

Ao longo do evento, o Largo Dr. José Novais será palco de três torneios medievais a cavalo/justas (14, 15 e 16 de junho) e haverá lugar para demonstração de falcoaria (14, 15), no acampamento militar, situado na Torre Medieval, bem como a queimada galega (14 e 15), no Largo do Município. Além disso, do programa constam momentos de animação inéditos no evento.

Como momentos altos, destacam-se o desfile das escolas, na sexta-feira (dia 14), às 15h00, e o grande cortejo medieval, no domingo, às 17h00, com o envolvimento de todos os atores do evento e mundo associativo.

Este ano são mais de 120 mercadores de várias áreas (artesãos, gastronomia, místicos, entre outros) que irão promover a melhor recriação do ambiente que se vivia no Burgo em tempos medievais.

Todos os barcelenses e os inúmeros visitantes que nesta altura do ano se deslocam à cidade terão a oportunidade de embarcar numa autêntica viagem no tempo e reviver a história.

Uma iniciativa conjunta da Câmara Municipal de Barcelos com a Associação Burgo Divertido que tem como objetivo o envolvimento do comércio barcelense e uma verdadeira viagem no tempo, onde poderá ver e percorrer os espaços onde outrora estavam localizadas a judiaria, a gafaria e as ruas dos mercadores.

Fonte: CMB.

Imagens: CMB/BCM/ABD.

Maria João está entre grandes nomes do Jazz ao Largo, em Barcelos

Setembro 12, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A cantora de jazz, Maria João, está entre grandes nomes que, entre hoje e 16 de setembro, vão atuar em espaços de entrada livre, em Barcelos, no âmbito do Festival Jazz ao Largo.



Esta é a terceira edição de um evento cada vez mais consolidado e que, este ano, conta com uma programação de qualidade, que traz grandes nomes do jazz nacional e europeu, como: Maria João / Ogre – Electric Trio, Jade, Jake McMurchie, Julian Sartorius e Lokomotiv, de Carlos Barretto.

O Festival Jazz ao Largo vai decorrer entre o Largo Dr. Martins Lima e a frente ribeirinha, junto à Casa da Azenha, em Barcelos, com entrada livre, mantendo a fórmula da última edição, com os concertos no exterior do Teatro Gil Vicente (Largo Dr. Martins Lima) e as sessões de free jazz na frente ribeirinha da Azenha.

Maria João é um dos nomes mais conhecidos do jazz português e apresenta “Ogre”, a mais recente aventura, um híbrido musical que mistura o jazz e a eletrónica, com uma banda com instrumentação invulgar e uma abordagem artística singular, que leva ao público numa travessia pelo mundo dos sons, saltando fronteiras entre o digital e o analógico.

O Festival abriu hoje, pelas 21h30, no Largo Dr. Martins Lima, com o espetáculo inédito NIB, um projeto de músicos de Barcelos, formado por Ricardino Lomba (eletrónicas), José Moutinho (guitarra), Helena Silva (violino) e Filipe Coelho (esculturas sónicas), que protagonizou um espetáculo único, criando música improvisada em tempo real sobre o filme “Sherlock Jr.”, de Buster Keaton.

A programação prossegue no exterior do Teatro Gil Vicente, com os Lokomotiv (dia 13), Jade (dia 14) e Maria João / Ogre – Electric Trio (dia 15), que começam às 22h00.

A Frente Ribeirinha da Azenha volta a ser palco de sessões de free jazz, durante a tarde, com início às 17h00, por onde irão passar Jake McMurchie (dia 15) e Julian Sartorius (dia 16), que encerra o evento.

À semelhança dos anos anteriores, o Jazz ao Largo oferece ainda um workshop de improvisação, liderado por Jake McMurchie, que conta no seu curriculum com nomes como Portishead, Massive Attack e a National Youth Jazz Orchestra, dos quais foi músico de sessão. O workshop está marcado para dia 15, às 15h00, sendo que os interessados se podem inscrever através do e-mail jazzaolargo@gmail.com.

Organizado pelo Município de Barcelos, o Festival Jazz ao Largo é uma ideia da Associação Burgo Divertido.

Fonte e imagem: CMB.

Jazz ao Largo volta a Barcelos entre 12 e 16 de setembro

Agosto 16, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Festival “Jazz ao Largo” vai cumprir a sua terceira edição, de 12 a 16 de setembro, com uma programação de qualidade que irá desenrolar-se entre o Largo Dr. Martins Lima e a Frente Ribeirinha da Azenha, em Barcelos.



De entrada livre, o evento mantém a fórmula da última edição, com os concertos no exterior do Teatro Gil Vicente (Largo Dr. Martins Lima) e as sessões de free jazz na Frente Ribeirinha da Azenha.

Este ano, o “Jazz ao Largo” apresenta um cartaz de luxo com alguns dos melhores da atualidade do jazz nacional e europeu, contando com as atuações de Maria João / Ogre – Electric Trio, Jade, Jake McMurchie, Julian Sartorius e Lokomotiv, de Carlos Barretto.

Esta edição traz como novidade a apresentação do filme “Sherlock Jr.”, de Buster Keaton, que será musicado ao vivo pelo NIB – Núcleo de Improvisação Barcelense.

O NIB é um projeto de músicos de Barcelos, formado por Ricardino Lomba (eletrónicas), José Moutinho (guitarra), Helena Silva (violino) e Filipe Coelho (esculturas sónicas), que vai protagonizar um espetáculo único, criando música improvisada em tempo real sobre o referido filme. Este espetáculo inédito vai abrir a terceira edição do “Jazz ao Largo”, no dia 12, pelas 21h30, no Largo Dr. Martins Lima.

A programação prossegue com os concertos, no exterior do Teatro Gil Vicente, de Lokomotiv (dia 13), Jade (dia 14) e Maria João / Ogre Electric Trio (dia 15), que começam pelas 22h00.

A Frente Ribeirinha da Azenha volta a ser palco de sessões de free jazz, durante a tarde, com início às 17h00, por onde irão passar Jake McMurchie (dia 15) e Julian Sartorius (dia 16), que encerra o evento.

À semelhança dos anos anteriores, o “Jazz ao Largo” oferece, ainda, um workshop de improvisação, liderado por Jake McMurchie, que conta no seu curriculum com nomes como Portishead, Massive Attack e a National Youth Jazz Orchestra, dos quais foi músico de sessão. O workshop está marcado para dia 15, pelas 15h00, sendo que os interessados se podem inscrever através do e-mail jazzaolargo@gmail.com.

Organizado pelo Município de Barcelos, o Festival “Jazz ao Largo” é uma ideia da Associação Burgo Divertido.



Agora fique a conhecer melhor os artistas que marcarão presença nesta 3ª edição deste Festival.

NIB plays Buster Keaton

O Núcleo de Improvisação Barcelense junta-se, nessa noite, à ZOOM Cineclube, para apresentar um projeto inédito no festival “Jazz ao Largo”. O NIB propõe-se criar música improvisada em tempo real, para o filme “Sherlock Jr.”, de Buster Keaton. Ricardino Lomba (sintetizadores), José Moutinho (guitarra), Filipe Coelho (esculturas sónicas) e Helena Silva (violino) serão os intervenientes sonoros deste momento singular.

Lokomotiv

Com 20 anos de existência, os Lokomotiv são um dos mais históricos grupos de jazz portugueses. Carlos Barretto (contrabaixo), José Salgueiro (bateria) e Mário Delgado (guitarra) irão apresentar o seu mais recente disco, “Gnosis“. Entre melodias melancólicas e distorções dissonantes, os Lokomotiv prometem apresentar-se como uma máquina possante, elástica e bem oleada.

Jade

O projeto do inglês Nick Malcolm apresenta-se em Portugal pela primeira vez, para um concerto de estreia de Jade. A banda de Bristol conta, nos seus integrantes, com nomes como Will Harris (Contrabaixo), Ric Yarborough (Bateria e Samples) e Jake McMurchie (Saxofones). Jade junta a improvisação contemporânea, diluída numa eletrónica experimental. Com o seu tema de apresentação,”1916″, conquistaram os amantes de jazz pelo mundo fora.

Jake McMurchie Solo

O Saxofonista Jake McMurchie chega ao “Jazz ao Largo” para apresentar uma performance única no seu percurso – um concerto a solo. Jake é conhecido pelas suas participações com as bandas de Bristol, Portishead e Get the Blessing, tendo sido, ao longo da sua vida, músico de sessão de variados nomes internacionais. Com os Get the Blessing, ganhou o prémio de álbum do ano pela BBC Jazz Awards. Para além do concerto, Jake McMurchie estará em Barcelos para um workshop sobre improvisação, com entrada livre.

Maria João / Ogre Electric Trio

Os OGRE cruzam o jazz com a música eletrónica. Este projeto da cantora Maria João inclui, ainda, a participação de João Farinha (fender rhodes e sintetizadores) e André Nascimento (eletrónica e teclados). Uma banda com instrumentação invulgar e uma abordagem artística singular, que leva o público numa travessia pelo mundo dos sons, saltando fronteiras entre o digital e o analógico.

Julian Sartorius

Nascido na Suíça, Julian Sartorius iniciou as suas lições de bateria com apenas 5 anos de idade, tendo o ritmo como elemento distintivo do seu percurso. Revelando um infindável mundo de possibilidades sonoras a partir da sua bateria preparada, o músico estende as fronteiras do hip-hop, da música contemporânea e de uma forma única de eletrónica abstrata. Foi colaborador de Mathew Herbert, Shahzad Ismaily, Fred Frith e muitos outros, e tem corrido mundo em tours a solo ou como músico convidado.

Fonte e fotos: CMB.

Fim de semana animado pela “Barcelos Cidade Medieval”

Junho 15, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Desde dia 14 e até ao final do próximo dia 17 de junho, a “Barcelos Cidade Medieval” assenta arraiais no centro histórico, com mais animação e dedicada às profissões medievais.



O Presidente da Câmara, Miguel Costa Gomes, inaugurou o evento, numa visita que percorreu todos os espaços da Feira.

Durante os próximos dias, fazer o percurso pelo centro histórico da cidade será como viajar no tempo até à Idade Média, com artesãos de várias artes e ofícios, mercadores e taberneiros, onde não faltará animação com arautos, o torneio medieval (justas), este ano já esta sexta-feira e no sábado, os torneios de tiro com arco, diversões e jogos, cortejos, demonstrações de falcoaria, cavalaria e cuspidores de fogo.

Este ano, outra das novidades é a animação que se prolonga pela noite dentro. Na sexta-feira e no sábado, junto à Casa da Azenha, a festa “Depois do Galo Cantar”, organizada pelo Concilium Bar, pretende atrair quem quiser divertir-se da meia-noite às 4h00 da manhã. A entrada é gratuita.

A aplicação mobile desenvolvida no ano passado continua disponível para que os visitantes possam aceder com mais facilidade às atividades, ao programa e às fotografias do evento.

Neste regresso ao passado, não vão ser esquecidos alguns elementos fundamentais da identidade da cidade ao longo dos séculos, nomeadamente, a lenda do Galo e o feito dos Alcaides de Faria, uma iniciativa que tem vindo a crescer anualmente e que atrai milhares de visitantes ao centro de Barcelos.

As recriações históricas trarão à cidade muita cor e animação, podendo ser percorridos os espaços onde outrora estavam localizadas a judiaria, a gafaria e as ruas dos mercadores, desde o Largo da Porta Nova, passando pelo Largo Dr. José Novais, Praça de Pontevedra e Largo do Apoio, terminando no Largo do Município e no Paço dos Condes (castelo).

A “Barcelos Cidade Medieval” é uma iniciativa conjunta da Câmara Municipal de Barcelos e da Associação Burgo Divertido.

Ação de sensibilização ambiental

Este ano, o Pelouro do Ambiente está a fazer uma ação de sensibilização junto de todos os mercadores que participam na V Edição da “Barcelos Cidade Medieval”, apelando a que, no final do dia, os lugares fiquem limpos, fazendo a correta deposição dos resíduos nos respetivos ecopontos e contentores.

Para esta ação, foram disponibilizados pela Câmara Municipal sacos de lixo com diferentes cores, de forma a fazer a correta separação do lixo. O grande objetivo é alertar para a importância da redução da produção de resíduos e incentivar os participantes a adotar comportamentos amigos do ambiente.

Fonte e foto: CMB.

“Barcelos Cidade Medieval” está de volta e com muitas novidades

Junho 13, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A “Barcelos Cidade Medieval” volta ao Centro Histórico esta semana, entre os dias 14 e 17 de junho, trazendo novidades e mais animação, numa edição cujo tema central são as profissões medievais.



A primeira grande novidade da quinta edição da “Barcelos Cidade Medieval” é o alargamento da feira a mais um dos espaços pertencentes ao centro histórico, a Praça de Pontevedra.

O Torneio Medieval, que se realizou pela primeira vez em 2017, volta a realizar-se, mas desta vez em duas noites, na sexta-feira e no sábado, 15 e 16 de junho, junto à Torre de Menagem, no Largo da Porta Nova.

A animação deste ano prolonga-se também pela noite dentro. Na sexta-feira e no sábado, junto à Casa da Azenha, a festa “Depois do Galo Cantar”, organizada pelo Concilium Bar, pretende atrair quem quiser divertir-se da meia-noite às 4h da manhã. A entrada é gratuita.

Também a aplicação mobile, desenvolvida no ano passado, vai continuar disponível, para que os visitantes possam aceder com mais facilidade às atividades, ao programa e às fotografias do evento.

Este ano, a Cidade Medieval vai contar, igualmente, com a colaboração de mais grupos de teatro, mais grupos de música e mais associações locais, dobrando, assim, o número das edições anteriores.

Durante os quatro dias do evento, os grupos vão animar as ruas da cidade com representações alusivas à época, este ano centradas no tema profissões medievais.

A quinta edição de um dos eventos que se está a tornar num dos cartões de visita de Barcelos, “promete ser a mais animada e completa até ao momento, proporcionando aos visitantes e participantes uma experiência ainda mais única e memorável”, refere o Município em nota.



Alterações ao trânsito

Entretanto, a Câmara Municipal de Barcelos informa que nos próximos dias 14, 15, 16 e 17 de junho, por causa da realização da recriação histórica “Barcelos Cidade Medieval”, irá haver alterações de trânsito. A saber:

13 de junho

Estacionamento proibido a partir das 00h00: no Largo do Município, Rua Doutor Miguel Fonseca, Rua Esplanada do Turismo, Largo Dom António Barroso, Rua Cónego Joaquim Gaiolas, Rua Infante D. Henrique, Largo Doutor Martins Lima, Rua Barjona de Freitas, Rua Visconde de Leiria e Largo Dr. José Novais.

14 a 17 de junho

No Horário da Feira Medieval:

14 de junho – 18h00 – 24h00

15 de junho – 12h00 – 24h00

16 de junho – 11h00 – 24h00

17 de junho – 11h00 – 22h00

Trânsito proibido nas Ruas Duques de Bragança, Largo do Município, Rua Dr. Miguel Fonseca, Rua Esplanada do Turismo, Largo Dom António Barroso, Rua Cónego Joaquim Gaiolas, Rua Infante D. Henrique, Largo Doutor Martins Lima, Rua Visconde de Leiria, Rua Duques de Barcelos e no Largo Dr. José Novais.

A Câmara Municipal de Barcelos apela a todos para que durante estes dias circulem com precaução, estejam atentos aos percursos alternativos e pede a compreensão a todos pelos incómodos causados.

Fonte e fotos: CMB.

Barcelos Cidade Medieval 2018 já tem data e procura voluntários e mercadores

Abril 11, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

De 14 a 17 de junho, o centro histórico de Barcelos sofre uma metamorfose e recua no tempo até à época medieval, transportando os visitantes para vivências a fazerem lembrar esses tempos idos.



A animação e o artesanato alusivos à época, assim como a boa alimentação, são já imagens de marca deste evento cultural, organizado pelo quinto ano consecutivo, em união de esforços entre a associação Burgo Divertido e a Câmara Municipal de Barcelos, que, para além do já referido, pretendem, igualmente, promover o associativismo da região.

Assim, a organização procura voluntários e mercadores que pretendam integrar o evento, podendo esses inscrever-se em (basta clicar para aceder automaticamente) www.barceloscidademedieval.com. Pode, também, saber mais sobre a Barcelos Cidade Medieval 2018 em www.facebook.com/BarcelosMedieval/ .

Imagem: BCM.

Jazz ao Largo está de volta e inicia com atuação de Miguel Ângelo Quarteto

Março 15, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

O Teatro Gil Vicente recebe o ciclo de concertos “Jazz ao Largo”, organizado pela Câmara Municipal de Barcelos, criado e idealizado pela Associação Burgo Divertido.



Este ciclo terá três concertos durante março, maio e julho. O primeiro, claro está, acontecerá já na próxima sexta-feira, dia 16 de março, pelas 21h30 e levará a palco o Miguel Ângelo Quarteto.

Este quarteto é composto por Miguel Ângelo (contrabaixo e composição), João Guimarães (saxofone culto), Joaquim Rodrigues (piano/rhodes) e Mário Costa (bateria). Interpreta músicas originais do contrabaixista, deixando transpor nessas execuções as suas sensibilidades individuais.

A entrada é livre mas sujeita a reserva através do e-mail tgv@cm-barcelos.pt ou do telefone 253 809 694.

Fonte e imagem: AB.

“Jazz ao Largo“ está de volta

Setembro 11, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora




No final do verão, Barcelos volta a ser ponto de passagem obrigatório para os amantes de Jazz. Depois do sucesso da primeira edição em 2016, o “Jazz ao Largo” tem regresso marcado para os dias 13 a 17 de setembro.

O evento, que assinala o regresso do Jazz ao espaço público da cidade, é organizado pelo Município de Barcelos em parceria com a Associação Burgo Divertido, destacando-se “como um dos eventos que marca a atual política de oferta cultural do Município”, conforme este refere em nota enviada a este jornal.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, o “Jazz ao Largo” corresponde às ambições da autarquia em ter um concelho que se orgulhe da sua dinâmica e oferta cultural variada. “É a segunda vez que promovemos o ‘Jazz ao Largo’ e, novamente, mantendo a entrada livre para todas as atividades. Em 2016, o evento terminou com um balanço extremamente positivo, contabilizando uma assistência de cerca de 800 pessoas. Com o cartaz de elevada qualidade que apresentamos, estão reunidas as condições para que esta edição seja um sucesso. O importante é que o evento seja um fator de atração de diferentes públicos à cidade”, salienta Miguel Costa Gomes.

O Festival “Jazz ao Largo”, cuja direção artística está a cargo do músico Pedro Oliveira, apresenta este ano um grande cartaz, que conta com grupos nacionais de renome, reunindo as tendências atuais do jazz nacional.

Este ano, para além dos habituais concertos no exterior do Teatro Gil Vicente, o evento conta com sessões de free jazz na Frente Ribeirinha da Azenha, com os duos Susana Santos Silva + Jorge Queijo e Gabriel Ferrandini + Pedro Sousa. Outra novidade em destaque é a parceria com a ZOOM, que resulta na apresentação do filme “Bird – Fim do Sonho”, de Clint Eastwood, que retrata a vida do ícone do jazz, Charlie Parker.

O concerto de abertura, no dia 14, está a cargo do grupo TIM TIM POR TIM TUM, um projeto acústico singular que junta em palco o talento de quatro bateristas.

No dia seguinte, é a vez da banda barcelense LA LA LA RESSONANCE apresentar um concerto original inspirado no afamado contrabaixista e compositor icónico norte-americano, Charles Mingus.

Os CORETO PORTA JAZZ, um grupo formado por 12 elementos da nova geração de músicos sediados no Porto, cujas atividades individuais são reconhecidas na cena jazzística nacional, encerram o ciclo de concertos, no dia 16.

O festival promove, para além dos concertos, um workshop de improvisação liderado pelos músicos Susana Santos Silva e Jorge Queijo.

Fonte e imagem: CMB.

“Barcelos Cidade Medieval” está de volta ao centro histórico de Barcelos

Maio 23, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A IV edição de “Barcelos Cidade Medieval” está de volta ao centro histórico de Barcelos, de 1 a 4 de junho. Foi apresentado ontem, em conferência de imprensa, o programa daquele que irá fazer parte certamente de um dos maiores eventos do ano.

barcelos-cidade-medieval-logo

Barcelos “regressa ao passado” e este ano está repleta de novidades: criação de uma aplicação móvel – Barcelos Cidade Medieval – disponível para Android e IOS; edição especial do programa Arqueologia à Noite; integração do Dia Mundial da Criança no evento, com a participação de diversas escolas do concelho; e cerca de 1000 alunos em desfile pelas ruas da cidade vestidos a rigor. Este ano as expectativas estão mais elevadas e pretende-se bater todos os recordes a nível de visitantes.




Para o Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, “as nossas ações e parcerias que fazemos com as associações têm a ver com o objetivo de promover o Município de Barcelos, a nossa economia e, neste caso específico, a nossa zona histórica que é de uma beleza ímpar”. Miguel Costa Gomes sublinha que “Barcelos é uma cidade histórica com um casco antigo privilegiado. Várias são as cidades com iniciativas do género, mas nenhuma com um centro histórico tão rico e de beleza equiparável. Barcelos é uma cidade Medieval!”

Luís Miranda, presidente da Associação Burgo Divertido, apresentou o programa, destacando a criação de uma aplicação móvel – Barcelos Cidade Medieval – disponível para Android e IOS.

Desde 2014 que o “Barcelos Cidade Medieval” tem crescido, quer no número de visitantes, quer no número de mercadores. Este ano, o evento contará com cerca de 100 artesãos, espalhados pelo recinto da feira, para além de figurantes e voluntários. Participam cerca de sete grupos de teatro locais e várias associações barcelenses, para além de grupos profissionais contratados.

O espaço aumenta, bem como a disposição. A praça da alimentação sai do antigo Largo dos Bombeiros e passa para o estacionamento ao fundo do Restaurante Turismo. O antigo Largo dos Bombeiros será palco da recriação histórica, bem como acampamento.




As novidades deste ano são a criação de uma aplicação móvel – Barcelos Cidade Medieval – disponível para Android e IOS, que visa dar todas as informações acerca do evento: conhecer um pouco da nossa história, aceder à programação completa bem como percorrer a galeria, de forma a estar o mais próximo possível dos visitantes; a edição especial do programa Arqueologia à Noite, uma iniciativa que pretende promover as potencialidades turísticas do concelho, na vertente cultural, paisagística e o turismo religioso que predominam no património construído e natural do concelho de Barcelos e que desta vez privilegia o centro histórico; e a integração do Dia Mundial da Criança no evento: visitas guiadas, oficinas, jogos tradicionais, hora do conto.

Poster-BarcelosCidadeMedieval2017

Fonte e imagem: Município de Barcelos.

Ir Para Cima