Tag archive

Banco Santander

Santander lança “Santander X Tomorrow Challenge” para encontrar soluções inovadoras para enfrentar o pós-COVID-19

Maio 20, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Banco Santander, através do Santander Universidades, acaba de lançar o desafio global “Santander X Tomorrow Challenge” para que os empreendedores de 14 países, incluindo Portugal, possam encontrar soluções inovadoras que ajudem a mitigar as consequências socioeconómicas da pandemia COVID-19.



“O coronavírus está a mudar o mundo, mas nós podemos moldar essa mudança. É a hora dos empreendedores, porque estes, quando veem um desafio, conseguem imaginar novas soluções. Lançámos o ‘Santander X Tomorrow Challenge’, porque acreditamos neles e na sua capacidade de encontrar uma resposta para os problemas de hoje e aqueles que enfrentaremos num futuro próximo”, afirmou Ana Botín, presidente do Banco Santander.

O desafio está estruturado em quatro categorias, que respondem a quatro desafios principais: criação de emprego; adaptação das competências pessoais; reinvenção e reabertura de negócios e indústrias; e novas oportunidades de negócio.

Os empreendedores podem inscrever-se até 2 de julho em www.santanderx.com/tomorrowchallenge e as inscrições serão avaliadas por um júri composto por 12 representantes do ecossistema empreendedor e diretores do Banco Santander, que selecionará os 20 melhores projetos, cinco por categoria.

Os 20 selecionados, que serão conhecidos a 16 de julho, receberão uma contribuição total de um milhão de euros em fundos e benefícios; 20.000 euros em dinheiro para cada vencedor e o apoio transversal do banco e das entidades participantes que fornecerão mais de 100 horas de mentoria por vários especialistas; um roadshow com pelo menos cinco investidores por projeto para facilitar o acesso ao financiamento; consultoria tecnológica e de inovação do MIT e o acesso a serviços e licenças de software.

Fonte: SANTANDER.

Foto: DR.

Santander informa que investiu 7,2 milhões de euros no apoio à Sociedade em 2019

Maio 13, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em nota enviada às redações, o Santander em Portugal informou que investiu um total de 7,2 milhões de euros no apoio à Sociedade ao longo de 2019, “um sinal do elevado compromisso com a Comunidade”, refere. Com o fecho do ano, o valor total investido desde 2013, aproxima-se dos 50 milhões de euros.



“Os números de 2019 reforçam o compromisso do Santander com a implementação de um modelo de Banca Responsável transversal e, tendo em conta esta estratégia, desde o início da crise associada à pandemia COVID-19, triplicámos o valor do nosso orçamento de responsabilidade social, na parte dos donativos a instituições que apoiam quem mais precisa”, continua.

Neste momento, o Santander Portugal já disponibilizou 3,2 milhões de euros para ajudar no combate ao COVID-19, valor que inclui o apoio às Universidades e Politécnicos portugueses.

O Relatório de Banca Responsável, agora apresentado, foi verificado externamente pela PwC, e segue a metodologia GRI Standards – Global Reporting Initiative.

“O Santander atua em áreas onde a sua atividade pode ter um maior impacto e contribuir para o desenvolvimento das pessoas e das empresas. Em 2019, apoiou 336 associações, em causas ligadas à educação, proteção de menores, saúde, incapacidade, inclusão social e cuidado a idosos, com um impacto direto em 28.649 pessoas, um crescimento de 20% face ao ano anterior”, salienta.

No Ensino Superior, o Santander desenvolveu em Portugal importantes iniciativas, através dos 50 acordos de colaboração que têm com as Instituições de Ensino Superior, tendo apoiado 3.733 estudantes através de bolsas, estágios e programas de empreendedorismo. O Prémio de Voluntariado Universitário e a European Innovation Academy foram alguns dos eventos em destaque. De forma inovadora, foram lançadas as Bolsas Mais Perto para acesso dos estudantes a residências universitárias com preços acessíveis.

Pedro Castro e Almeida, Presidente Executivo do Santander em Portugal afirma no documento: “queremos continuar a cumprir a nossa missão de contribuir para o desenvolvimento das pessoas e das empresas e, ao fazermo-lo, não só crescemos como negócio, mas também ajudamos a sociedade a encarar os seus principais desafios globais. O desenvolvimento económico e social anda lado a lado. O valor que criamos deve traduzir-se em benefício de todos”.

Em 2019, o Grupo Santander foi reconhecido como o Banco mais sustentável do mundo no Dow Jones Sustainability Index e lidera o índice de igualdade de género Bloomberg 2020, composto por 325 empresas de todo o mundo. Esse índice inclui parâmetros de igualdade salarial e paridade de género, integração e talento e liderança feminina. “Estas distinções refletem o compromisso do Banco de contribuir para vários Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, nomeadamente os 10 em que as atividades comerciais e investimento na comunidade do Santander têm maiores implicações: Erradicação da pobreza; Educação de qualidade; Igualdade de género; Financiamento de energias renováveis e acessíveis; Trabalho digno e crescimento económico; Redução das desigualdades; Financiamento de cidades e comunidades sustentáveis; Produção e consumo sustentáveis; Ação climática e Parcerias para a implementação dos Objetivos. Em linha com o nosso compromisso com o meio ambiente e a luta contra as alterações climáticas, em 2019, verificou-se a diminuição mais acentuada das emissões globais (Âmbitos 1, 2 e 3) do Banco, em cerca de 63% face a 2018, resultante maioritariamente da aquisição de certificados de energia verde para cerca de 99,2% dos consumos energéticos realizados no ano passado”, refere o Banco.

“No âmbito da nossa estratégia climática, temos previsto alargar a oferta de produtos com critérios Ambientais, Sociais e de Governance para particulares e empresas. É de salientar que analisamos os riscos ambientais e sociais de todas as nossas operações de financiamento de projetos. No Santander é dada grande importância aos riscos ambientais e sociais que poderiam ser derivados da atividade dos nossos clientes em setores sensíveis. Além disso, seguimos as melhores práticas internacionais em matéria de bem-estar social e ambiental, em particular os Princípios do Equador”, conclui.

Durante a última conferência das Nações Unidas sobre as alterações climáticas, conhecida como Cop25, o Grupo Santander anunciou outro dos seus objetivos de Banca Responsável, comprometendo-se a ser uma empresa neutra em carbono em 2020, compensado todas as suas emissões de carbono.

O Relatório de Banca Responsável 2019 está disponível no site do Banco: https://www.santander.pt/institucional/banca-responsavel/relatorios-sustentabilidade.

Foto: DR.

Santander lança Prémio para apoiar projetos de universitários contra a COVID-19

Maio 5, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Economia, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Estão abertas até 8 de junho as candidaturas para o Prémio Santander UNI.COVID-19, cujo objetivo é distinguir e apoiar projetos e ideias, promovidos por jovens universitários e restante comunidade académica, que contribuam para responder à situação de emergência relacionada com a COVID-19.



Os vencedores terão direito a um donativo financeiro que pode chegar ao valor global de 30 mil euros para realizarem os seus projetos ou para chegarem ao maior número possível de beneficiários. Este apoio será distribuído por três fases, podendo, em cada uma, serem selecionados vários projetos, dependendo dos montantes que sejam decididos atribuir a cada um deles. Os projetos a apoiar serão anunciados sucessivamente nos dias 15 de maio, 29 de maio e 18 de junho. As candidaturas submetidas e não selecionadas numa das datas referidas continuarão válidas até ao último dia indicado.

São elegíveis para este Prémio, iniciativas já existentes ou novas ideias a desenvolver, desde que relacionadas com a resposta ao contexto de emergência em que vivemos. Podem candidatar-se pessoas singulares que representem projetos com uma ligação à comunidade académica; grupos de estudantes universitários; entidades coletivas com uma ligação à comunidade académica, por exemplo Associações Académicas; mas também entidades com ou sem fins lucrativos, como start-ups com ligações a uma instituição de ensino superior, nomeadamente numa relação de parceria.

As candidaturas deverão ser efetuadas através do preenchimento dos elementos solicitados na plataforma de Bolsas Santander e cada candidato poderá apresentar mais do que uma candidatura, sendo que apenas uma delas poderá ser apoiada entre os projetos com que concorra. Mais informações sobre Bolsas Santander em: http://www.bolsas-santander.com/pt.

Fonte: SANTANDER.

Foto: DR.

COVID-19: Campanha solidária “Nunca Desistir” ultrapassa os 500.000€

Abril 30, 2020 em Atualidade, Concelho, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O valor angariado pela campanha solidária nacional “Nunca Desistir”, que juntou dezenas de entidades, instituições, empresas e figuras públicas, ultrapassou os 500.000€.



A campanha, que termina hoje, foi constituída para angariar fundos para alimentar as famílias que precisam de apoio neste contexto de emergência nacional. A poucas horas de fechar, o valor é de 500.513,73€. Estes fundos serão entregues à Cruz Vermelha Portuguesa e à Rede de Emergência Alimentar e convertidos em alimentos para ajudar essas famílias.

Criada pela Independent Ideas e suportada pela LAPS Foundation, representada em Portugal por Joana Lemos, a iniciativa conta com o Santander enquanto parceiro financeiro. O Banco doou também 50.000€ (25.000€ à Cruz Vermelha Portuguesa e 25.000€ à Rede de Emergência Alimentar).

A iniciativa arrancou no dia 12 de abril, contando com a participação de várias figuras públicas. Com o mote “Nunca Desistir”, a imagem da campanha dá protagonismo à máscara de proteção, que já se tornou um símbolo de todo o esforço e dedicação para combater a pandemia.

Imagem: DR.

Santander e IE Foundation oferecem 5 mil bolsas a professores para curso de aprendizagem online

Abril 22, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Tendo em conta o papel central que os professores têm no processo educativo, e para que possam tirar maior partido das ferramentas digitais face à atual realidade do COVID-19, o Santander Universidades e a IE Foundation oferecem em conjunto 5 mil bolsas de estudo online para participar no Santander IE Best Practices in Digital Education for Teachers, um programa totalmente inovador. As bolsas destinam-se a professores do ensino superior e secundário.



“O objetivo é adquirir competências, ferramentas para a aplicação de métodos de ensino digitais, assim como apoiar na melhoria contínua da qualidade das aulas online”, refere o Banco em nota. O curso é desenvolvido pela Universidade IE – Instituto de Empresa, que pretende ajudar os professores a enfrentar a transição para um ambiente educacional de inovação tecnológica.

Podem candidatar-se ao programa os professores do ensino superior e secundário de todo o mundo, embora seja dada prioridade a nacionais ou residentes em Portugal, Alemanha, Argentina, Brasil, Chile, China, Colômbia, Estados Unidos, Espanha, México, Peru, Polónia, Porto Rico, Reino Unido e Uruguai. O curso será ministrado em espanhol, inglês e português.

As candidaturas estão abertas até ao dia 28 de abril e o programa tem a duração de 6 semanas. Entre os conteúdos das aulas, conta-se a introdução à prática online; a criação ou adaptação dos cursos a um formato online; a videoconferência e o fórum de discussão; exercícios, exames e feedback; como partilhar as melhores práticas; mas também as tendências, o futuro e outras ferramentas. Depois da conclusão do programa, os formandos recebem um certificado de conclusão do curso.

Para mais informações: www.bolsas-santander.com.

Imagem: DR.

COVID-19: A partir de 27 de abril, nos balcões Santander só com máscara

Abril 20, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em nota enviada às redações, o Santander Portugal informa que a partir de 27 de abril entra em vigor a medida de uso obrigatório de máscara para todos os clientes que se desloquem a qualquer um dos seus balcões, seguindo as recomendações das entidades internacionais e nacionais no âmbito da Saúde Pública e no atual momento de pandemia COVID-19.



“Nos termos das determinações da Direção Geral de Saúde quanto ao Princípio da Precaução em Saúde Pública, considera-se o uso de máscaras por todas as pessoas que permaneçam em espaços interiores fechados com múltiplas pessoas, como medida de proteção adicional ao distanciamento social, à higiene das mãos e à etiqueta respiratória”, salienta o Banco.

Em benefício de clientes e de colaboradores, o banco tem vindo a reforçar as medidas de limpeza e de higiene profilática no interior dos balcões.

Entretanto, irão manter-se as medidas de acesso condicionado aos balcões, que, se absolutamente necessário, deve continuar a processar-se com a maior tranquilidade possível, devendo ser privilegiados, para a generalidade das operações, os meios digitais ao dispor de todos (Netbanco, App), evitando-se, assim, contactos e aglomerações de público desnecessários.

Foto: DR.

Santander refere ser o Banco com mais empresas apoiadas na Linha COVID-19

Abril 20, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Santander em Portugal refere, em nota enviada às redações, que é líder no número de operações colocadas (415) no total da linha Capitalizar 2018 – COVID 19, com uma quota de mercado de 36% das empresas apoiadas.



Em termos de montante, o Santander disponibiliza €120 milhões, com uma quota de mercado de 31%.

Do total das operações, cerca de €96 milhões enquadram-se na sub-linha Fundo de Maneio, enquanto os restantes €24 milhões dizem respeito à sub-linha Tesouraria.

“Para apoiar a economia e minimizar os impactos negativos provocados pelo COVID-19, com especial foco na tesouraria e liquidez dos seus clientes, o Santander tem vindo a promover ativamente a utilização das Linhas de Crédito com garantia mútua, disponibilizadas pelo Estado – as Linhas de Apoio à Economia COVID-19, que têm atualmente uma dotação global de €6,2 mil milhões”, refere o Banco.

Para satisfação de necessidades adicionais de tesouraria de curto prazo, o Santander mantém ainda inalterados todos os limites de crédito contratualizados, estando disponíveis €4 mil milhões de crédito adicional sem alteração das condições de spread ou outras comissões associadas.

Foto: DR.

Santander associa-se à campanha solidária nacional “Nunca Desistir”

Abril 13, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Santander é o parceiro financeiro da campanha solidária “Nunca Desistir”, criada pela Independent Ideas e suportada pela LAPS Foundation, representada em Portugal por Joana Lemos, que pretende mobilizar os portugueses a angariar fundos para alimentar as famílias que precisam de apoio neste contexto de emergência nacional.



O Banco irá doar ainda 50.000€ (25.000€ à Cruz Vermelha Portuguesa e 25.000€ à Rede de Emergência Alimentar).

O Santander disponibiliza os serviços bancários para apoiar a receção dos donativos, tendo os portugueses quatro formas de o fazer: por MB Way, transferência bancária, referência multibanco, ou através de chamada de valor acrescentado *.

Os fundos angariados serão distribuídos pela Cruz Vermelha Portuguesa e pela Rede de Emergência Alimentar e convertidos em alimentos, para ajudar as famílias fragilizadas pela crise do Covid-19.

A campanha arrancou no dia 12 de abril, contando com a participação de várias figuras públicas. Com o mote “Nunca Desistir”, a imagem da campanha dá protagonismo à máscara de proteção, que já se tornou um símbolo de todo o esforço e dedicação para combater a pandemia.

O Santander criou uma página com todas as informações sobre a campanha – Santander Nunca Desistir, estando também a promovê-la nas suas redes sociais: Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn e com as hashtags #nuncadesistir #santander #nevergiveup.

O Santander tem vindo a apoiar e a desenvolver vários projetos de ajuda à comunidade no âmbito da sua política de Banca Responsável, focando-se neste contexto atual em ações destinadas a combater o coronavírus.

Em Portugal, o Banco já autorizou mais de 600 mil euros para aquisição de material hospital, com o objetivo de responder às necessidades dos hospitais, para aquisição de ventiladores, sistemas de análises e equipamentos de proteção individual.

Em conjunto com as Instituições de Ensino Superior em Portugal, serão canalizados mais de 1,5 milhões de euros para iniciativas de apoio aos estudantes e famílias portuguesas, que incluem 1.000 bolsas de apoio social, fundos para alunos que já se encontram em situação de emergência económica e aquisição de computadores e equipamento informático.

*Campanha de Solidariedade ‘Nunca Desistir’ | Como contribuir?

Linha telefónica de valor acrescentado

761 10 07 07 (1€ + IVA)

Transferência MBWay

937 07 07 07

Transferência Bancária

IBAN PT 50 0018 0003 5210 6606 0204 0 (Banco Santander)

Referência Multibanco

Entidade 21895

Referência: 937070707.

Imagem: DR.

COVID-19: Santander lança “Superamos juntos” (online) em Portugal

Abril 8, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Espaço com informação e conteúdos para ajudar pessoas e empresas a superar a crise

O Santander lançou em Portugal o “Superamos juntos”, um espaço aberto e acessível a qualquer pessoa ou empresa, seja ou não cliente do Banco, que contém informação e conteúdos com o objetivo de ajudar a superar a situação gerada pelo Coronavírus (COVID-19).



Este novo espaço, ao qual se pode aceder em www.superamosjuntos.com, inclui uma secção com informação oficial do Governo e programas de ajudas, dirigidos tanto a pessoas (ajudas nas prestações, informação sanitária oficial, lazer/desporto em casa), como a empresas e profissionais independentes.

Na secção “Como pode ajudar”, acede-se a um diretório com diversas iniciativas de voluntariado para superar a situação derivada do Coronavírus, com várias plataformas oficiais onde pode colaborar e realizar doações.

No separador “Vida em casa”, há ideias para aprender algo novo todos os dias, entretenimento ou conteúdos para a família (cozinha, leitura, visitas virtuais a museus) e teletrabalho (recomendações, ferramentas colaborativas). “Saúde e bem-estar” inclui ligações a testes online de diagnóstico oficiais, além de recomendações para fazer exercício em casa e ligações a apps de meditação e relaxamento, ou de serviços de saúde profissionais.

“Superamos juntos” proporciona também um mapa com os centros sanitários, as farmácias, os supermercados e as sucursais ou caixas automáticas de qualquer banco mais próximo à nossa volta.

Esta iniciativa insere-se no programa global de ajudas do Banco Santander, designado Santander Todos. Juntos. Agora. Em Portugal, o Banco já autorizou mais de 600 mil euros para aquisição de material hospital e em conjunto com as Instituições de Ensino Superior em Portugal, serão canalizados mais de 1,5 milhões de euros para iniciativas de apoio aos estudantes e famílias portuguesas, de forma a responder às necessidades económicas, sociais e de saúde pública decorrentes do COVID-19. O Santander disponibiliza ainda linhas de liquidez para empresas, moratórias de crédito com o propósito de aliviar o impacto económico do Coronavírus, pronto pagamento aos fornecedores, entre outras medidas.

Esta iniciativa estende-se a todas as geografias do Grupo, adaptando-se às necessidades locais.

COVID-19: Santander junta-se a Universidades e Politécnicos para apoio a estudantes e famílias

Abril 7, 2020 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Mais de 1,5M€ para combater efeitos da pandemia

O Santander e as Instituições de Ensino Superior em Portugal irão canalizar mais de 1,5 milhões de euros para iniciativas de apoio aos estudantes e famílias portuguesas, de forma a responder às necessidades económicas, sociais e de saúde pública decorrentes da COVID-19.



No âmbito dos programas de mecenato entre o Banco e as Universidades, as várias instituições estão a utilizar fundos do Banco para apoio aos estudantes que começarem a sentir os efeitos económico e sociais da pandemia. No imediato serão disponibilizados fundos para alunos que já se encontram em situação de emergência económica. A partir de setembro serão atribuídas 1.000 Bolsas de Apoio Social.

As medidas incluem também a aquisição de computadores e equipamento informático para garantir que todos os alunos possam ter acesso ao ensino à distância nas melhores condições possíveis. Esta medida vai também estender-se aos funcionários das Instituições potenciando o seu teletrabalho.

Na área da Saúde, as verbas do Santander permitirão às Universidades e Politécnicos intensificar um papel muito importante no combate à COVID-19 ao qual estão a ser chamados, adaptando os seus laboratórios para a produção de testes e utilizando impressoras 3D para a produção de equipamento de proteção para o pessoal de saúde que tanto escasseiam no mercado. Algumas destas instituições arrancaram já com iniciativas relevantes, também elegíveis, como a disponibilização das suas infraestruturas para hospitais de campanha, acolhimento de doentes, alojamento para funcionários de saúde em residências universitária, entre outros.

Cada Universidade ou Instituto Politécnico selecionará, ainda, medidas locais que pretende realizar, tendo em conta as necessidades mais proeminentes das cidades em que estão inseridas.

Adicionalmente, o Banco vai criar um fundo para atribuição imediata a fim de acelerar projetos de impacto social ligados à COVID-19, que estejam a ser desenvolvidos por voluntários universitários.

O Santander em Portugal colabora atualmente com 50 instituições do Ensino Superior, investindo anualmente mais de €7 milhões na área de Responsabilidade Social e Corporativa.

Foto: DR.

Ir Para Cima