Tag archive

Barcelos

Caixa Geral de Depósitos encerra balcão de Arcozelo

Junho 11, 2018 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A “onda” de encerramentos encetada pela administração da Caixa Geral de Depósitos (CGD), liderada por Paulo Macedo, parece não querer parar, nem abrandar, chegando, desta vez, a Barcelos e a Arcozelo mais concretamente.



Sabe-se, agora, que uma das 75 agências que são para encerrar este ano é a de Arcozelo, situada na Praceta do Correio-Mor, que encerra – consta-se – já no final deste mês de junho. Essa decisão, da qual os moradores da zona vão ficando a saber, está a indignar e a revoltar não só os habitantes da freguesia, como os habituais utilizadores dessa agência, que não moram nela.

Pedro Sousa, cliente, morador em Arcozelo e diretor deste jornal, salienta que “esta decisão é imensamente prejudicial para nós, moradores aqui da zona da agência, mas também, para quem a utiliza para tratar dos seus assuntos bancários. É verdade que com o encerramento da agência de Santo António, como era conhecida, junto ao Pavilhão Municipal, a afluência de clientes na de Arcozelo aumentou consideravelmente, havendo dias de filas enormes e muito tempo de espera. Mas isso só confirma que a agência não estava sem clientes, não estava ‘moribunda’. Pelo contrário, estava a precisar de ver serem-lhe alocados mais recursos humanos para menorizar esses efeitos. E o que é que a administração da CGD decide, lá de Lisboa? Encerrar uma agência que tem muita afluência e movimento”, conclui.

Mas os problemas não se ficam por aqui. Pedro Sousa relembra que “com este encerramento, a não ser que haja abertura de outra agência, quem quiser tratar de algum assunto numa agência da CGD terá que se deslocar ao centro da cidade, à agência junto à Praça de Pontevedra, ou a Barcelinhos. Agências essas que ficarão ainda mais ‘atoladas’ de clientes”. A agência de Arcozelo é utilizada por cidadãos de várias freguesias. “Só em Arcozelo moram mais de 13 mil habitantes que veem o único balcão do banco público fechar”, refere Pedro Sousa. “Julgo que a decisão não é a melhor. Para quê ter-se um banco público se ele não serve os seus clientes e os seus ‘proprietários’, que são os portugueses?”, pergunta este arcozelense.

O Barcelos na Hora sabe que há abaixo-assinados a circular pela zona da agência, nomeadamente, em estabelecimentos comerciais, que as pessoas podem assinar, numa tentativa de demover a administração da CGD, algo que poderá ser, obviamente, muito difícil.

Pedro Sousa deixa, igualmente, o “apelo à Câmara Municipal de Barcelos, à Junta de Freguesia de Arcozelo, às Assembleias – Municipal e de Freguesia –, às forças políticas e movimentos civis que tomem ações fortes no sentido de se demover a administração da CGD, sentada na capital, desta decisão que provoca dano, não só aos arcozelenses, como aos barcelenses em geral. Já enviei um e-mail ao Presidente da Câmara e outro ao Presidente da Junta a solicitar mais reação e desencadeamento de ações políticas e de protesto, tendo-me, até, disponibilizado para participar nelas, se necessário. Entretanto, peço a todas as pessoas que assinem os abaixo-assinados a circular na zona da agência e que, tal como eu, façam chegar a vossa voz a todas as entidades, políticas e não só, para que estas compreendam que esta decisão não é boa, nem para Arcozelo, nem para Barcelos”, concluiu.

Entretanto, o Barcelos na Hora sabe que a Junta de Freguesia de Arcozelo não foi informada oficialmente deste encerramento. Mal soube, de forma oficiosa, contactou o Presidente da Câmara, Miguel Costa Gomes, para o colocar ao corrente do assunto e enviou um ofício ao Presidente da CGD protestando contra esse encerramento. Como já referido, a Junta está a realizar abaixo-assinados e o Presidente da Câmara reunirá, ao que tudo indica ainda esta semana, com o Sub-Diretor da Região Norte, onde estará, igualmente, o Presidente da Junta, José Monteiro da Silva. Nessa reunião tratar-se-á, obviamente, deste assunto, deste encerramento anunciado.

Foto: Google Maps (alterada).

[Notícia atualizada às 18h22, do dia 11-06-2018]

Três alunas de Barcelos apuradas para a final do Concurso Nacional de Leitura

Junho 2, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Três alunas de estabelecimentos de ensino do concelho de Barcelos vão estar presentes na final do Concurso Nacional de Leitura, que se realiza no próximo dia 10 de junho, em Lisboa, data que celebra a língua portuguesa.



Lara Ferreira Miranda, da EBS Vale d’Este, de Viatodos, Inês Cunha Sá Vilas Boas, da EBS de Vila Cova, e Ana Sofia Ribeiro Borges, da Escola Secundária de Barcelos apuraram-se para essa final, que será transmitida pela RTP.

Para a alcançarem, estas alunas tiveram que ultrapassar a fase concelhia e a intermunicipal, realizadas, respetivamente, no Município de Barcelos, no dia 20 de abril, e no Município de Amares, no passado dia 21 de maio.

O Concurso Nacional de Leitura conta com a participação de estabelecimentos de ensino de todo o país e tem como objetivo celebrar a leitura e o verdadeiro prazer de ler, reforçando o seu caráter universal.

Fonte e foto: CMB.

Barcelos recebe contrarrelógio por equipas do Grande Prémio de Ciclismo Jornal de Notícias

Maio 23, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Barcelos recebe o 28º Grande Prémio de Ciclismo Jornal de Notícias, no dia 30 de maio, e conta com a realização de um contrarrelógio por equipas, que parte do Estádio Municipal Cidade de Barcelos e termina na Avenida da Liberdade.



O Grande Prémio JN, que conta com a participação 150 atletas nacionais e internacionais, constitui a segunda prova mais importante do calendário da Federação Portuguesa de Ciclismo.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, “é com grande entusiasmo que Barcelos recebe esta prova, pelo segundo ano consecutivo, num concelho onde a atividade desportiva possui um grande dinamismo, fruto de um forte investimento da Câmara Municipal e das inúmeras associações”.

Esta prova, que vai percorrer mais de 800 quilómetros, entre 28 de maio e 3 de junho, passa pelos concelhos de Barcelos, Viseu, Monção, Viana do Castelo, Valongo, Esposende, Ovar, Paredes, Porto e Gaia.

Fonte: CMB.

Foto: DR.

Barcelos tem nova equipa de sapadores florestais

Abril 26, 2018 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Barcelos vai ter uma nova equipa de sapadores florestais, após ter sido aprovada a candidatura, apresentada pela Associação Florestal do Cávado, ao concurso lançado pelo despacho n.º 730-B/2018.



A candidatura para o concelho de Barcelos ficou nos 15 primeiros lugares, de entre as 91 que foram apresentadas a concurso, tendo o júri decidido, ainda, aumentar a área de intervenção proposta.

Considerando que há muito é sentida a necessidade de uma segunda equipa de sapadores florestais para Barcelos e porque o concelho foi declarado como tendo zonas de intervenção prioritárias, a Câmara Municipal comprometeu-se, no âmbito da candidatura, a apoiar “financeiramente, e por outros meios que venham a ser protocolados, a Associação Florestal do Cávado, garantindo a operacionalidade da equipa de sapadores florestais a ser criada”.

Nesse sentido, o Município vai assumir o financiamento da nova equipa de sapadores florestais, num valor compreendido entre os 40 mil e os 50 mil euros, estando prevista, ainda, a aquisição de uma máquina bulldozer.

Com esta nova equipa, o concelho de Barcelos passa a contar com 10 sapadores florestais e uma área intervencionada de cerca de 60 hectares.

O presidente da Câmara Municipal, Miguel Costa Gomes, sublinha que tudo está a ser feito “para que Barcelos não seja afetado pelos incêndios este verão”.

A abertura do concurso para a criação de 100 equipas de sapadores florestais em todo o território continental, a somar às 292 já existentes, surgiu na sequência do estabelecido na Estratégia Nacional para as Florestas com o objetivo de reduzir o risco de incêndio.

O concurso foi estabelecido em dois lotes: o primeiro visando a criação de equipas sob a forma de brigada; o segundo, no âmbito do qual foi apresentada a candidatura para o concelho de Barcelos, para a constituição de equipas com enfoque em áreas de elevado valor cultural e em zonas de intervenção prioritária.

Fonte: CMB.

Foto: DR.

Barcelense Luísa Pereira expõe no Posto de Turismo

Abril 26, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

A Torre Medieval tem patente, entre 27 de abril e 27 de maio, a exposição “Luísa Pereira, um Talento Natural”, artista barcelense.



A mostra é composta por peças feitas com pasta de papel, caracterizadas pela leveza e movimento, trazendo para o presente imagens e situações típicas de um passado não muito longínquo, recriando com realismo e expressão notáveis quadros de vida do quotidiano.

Para além das figuras inspiradas nas tradições e histórias do passado, Luísa Pereira, beneficiando também da sua aprendizagem e conhecimentos adquiridos no âmbito da pintura, apresenta nesta exposição um modelo próprio de galos de Barcelos pintados com paisagens, personagens públicas, etc. Um galo por medida recriando contextos individualizados.

Numa terra em que a criatividade e a imaginação ditam a identidade, Luísa Pereira aposta numa produção artesanal elaborada a partir de materiais recicláveis, fundamentalmente papel, tecidos e materiais que a natureza proporciona. Afirma que a reciclagem é uma forma de proteger o ambiente e de contribuir para o embelezamento da arte. Apesar de ter como ideia base o figurado de Barcelos, apresenta uma nova abordagem plástica num estilo mais contemporâneo, ainda que inspirado nas tradições culturais. A sua obra tem o aspeto do figurado de Barcelos, mas obedece a outro processo produtivo e os materiais são distintos do barro.

Luísa Pereira é mais um exemplo da criatividade das gentes locais que esteve na base da distinção de Cidade Criativa da UNESCO e é, também, uma mostra inquestionável da vitalidade e renovação do quadro artístico local.

Luísa Gomes Pereira nasceu a 18 de junho de 1976, em Bordéus – França. Regressou a Portugal e a Barcelos, com sete anos de idade, onde estuda até ao 9.º ano de escolaridade.

Após deixar os estudos, trabalhou numa empresa têxtil até aos 28 anos, altura em que fica desempregada. Nessa situação, e numa época em que o marido, Narciso Lourenço, precisava de uma pessoa que o ajudasse na área em que trabalha (pintura de telas a óleo e/ou acrílico), assume algumas tarefas nesta área, nomeadamente, a elaboração dos desenhos, a preparação das telas, das massas, dos vernizes, etc.

No sentido de procurar interligar os conhecimentos adquiridos na área têxtil com a paixão que desde sempre sentiu pelos trabalhos manuais e pela arte, faz as primeiras incursões criativas no artesanato contemporâneo, criando uma identidade própria e singular.

Fonte e imagem: CMB.

Norte em ação com mais de 250 eventos desportivos

Abril 11, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

São mais de 250 eventos desportivos que estão de regresso ao Norte de Portugal. Dos mais de 250 eventos, muitos dos quais em Barcelos (a exemplo da “BMcar Meia Maratona de Barcelos”, em imagem de destaque), podem destacar-se o Rally de Portugal, que volta a atrair ao norte milhares de entusiastas da prova e do desporto.



Desde caminhadas por trilhos naturais, a provas de ciclismo com encantadoras paisagens de fundo, ou corridas de automóveis a toda a velocidade, a nova agenda da Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), compila iniciativas de 72 municípios para atrair novos públicos, contribuindo para a quebra da sazonalidade no território.

“Os eventos são importantes impulsionadores do crescimento do turismo e da economia do destino. Só no último ano, registamos um retorno próximo dos 500 milhões de euros, um valor muito significativo para a economia nacional. Esta agenda compila 250 dias de ação que, sem dúvida, vão mobilizar multidões e traduzir uma elevada repercussão mediática, o que acaba por alavancar, ainda mais, a marca Porto e Norte”, sublinha Melchior Moreira, presidente da TPNP.

Entre os mais de 250 eventos promovidos pelas várias autarquias da região, são mais de 70 relacionados com a corrida ou caminhada pelos vários trilhos naturais ou zonas urbanas; cerca de 50 dedicados ao ciclismo ou a trilhos em BTT; e mais de uma dezena para os entusiastas de corridas de automóveis. Ao todo, mais de 250 dias de pura adrenalina.

Esta nova agenda pode ser consultada no site da TPNP (para aceder automaticamente basta clicar no link http://www.portoenorte.pt/pt/agendas/ ), na plataforma interativa presente no autocarro TOPAS, e nas lojas interativas de turismo da região, assim como nas diversas feiras e ações promocionais onde a Entidade marca presença ao longo do ano.

Fonte: TPNP.

Foto: AM.

Turismo: Norte com “casa cheia” para celebrar a Páscoa

Março 30, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

As taxas de ocupação, nesta altura do ano voltam, a ser muito boas para o turismo do norte, com 18 concelhos a ultrapassar os 90%. Bragança, Arcos de Valdevez, Baião, Melgaço, Ponte de Lima, Viana do Castelo e Vimioso são concelhos que a norte lideram esta lista e que se aproximam de uma ocupação de 100%.



Da recolha de dados, feita pelas unidades hoteleiras da Região, é de realçar, este ano, o aumento da estada média para quatro noites e uma grande predominância de espanhóis (média das capitais de distrito acima dos 50%).

O Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) lançou a Agenda da Páscoa & Semana Santa, num convite à descoberta da vasta oferta turística da Região, neste que é um dos períodos de maior celebração religiosa. Entre eventos de cariz religioso, gastronómico e cultural, são 166 ao todo, distribuídos por 71 municípios, compilados na publicação. Obviamente, o concelho de Barcelos também surge na referida agenda.

“Esta seleção de eventos de celebração da Páscoa e da Semana Santa segue a orientação definida na nossa estratégia de levar os visitantes à descoberta de todo o território e através de vários produtos turísticos. Neste caso, a agenda disponibilizada agora, continua a dar a conhecer os mais variados eventos alusivos a esta época religiosa, com a sugestão de diversos programas culturais e gastronómicos, procurando equilibrar a procura dos visitantes pelos quatro subdestinos. É interessante percecionar que estamos a conseguir alcançar estes objetivos: temos dados que nos mostram um grande equilíbrio na lotação hoteleira, com mais dias de permanência e nalguns casos a ocupação é praticamente devida ao mercado espanhol”, adianta o presidente da TPNP, Melchior Moreira.



Sobre a Agenda da Páscoa & Semana Santa

De entre os de cariz religioso, destacam-se as procissões do Senhor Morto, do Senhor dos Passos e do Enterro do Senhor, das Endoenças, em Barcelos, as cerimónias religiosas emblemáticas do Lava-pés, da tradição do Pão Quente, da Bênção dos Ramos, da visita às igrejas e as representações cénicas da Via Sacra. A Queima do Judas é também um costume pagão enraizado em vários concelhos. Os cânticos e as orações das cerimónias da Semana Santa culminam no Domingo de Páscoa com a Visita Pascal, tradição assinalada nesta agenda com o enfoque merecido.

São de destacar, igualmente, as Semanas Santas de Braga, de 14 de março a 09 de abril, que, para além dos atos religiosos, abrange um extenso programa cultural. A gastronomia também marca a sua presença durante esta época e consta desta publicação. Os programas concelhios assinalam, igualmente, toda a intensa atividade cultural que ocorre nestes 40 dias, como exposições em diversos museus ou a abertura das portas dos mosteiros aos concertos de Páscoa.

A referida agenda encontra-se disponível para consulta e download no site da TPNP (basta clicar no link e entra automaticamente: http://www.portoenorte.pt/pt/agendas/ ), nas diversas lojas interativas de turismo dos municípios, no aeroporto Francisco Sá Carneiro e no Porto Welcome Center.

Fonte e imagem: TPNP.

 

 

Cerca de 1200 atletas de BTT participam no Trilho dos Moinhos

Março 7, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No último domingo, Barcelos pintou-se, de novo, com as cores dos cerca de 1200 atletas de BTT que participaram no “Trilho dos Moinhos”, organizado pelos Amigos da Montanha.



Os betetistas partiram da Av. da Liberdade para fazer aquilo que tanto gostam, andar de bicicleta por trilhos, sempre num ambiente de lazer e convívio que carateriza este passeio.

Até São Pedro ajudou à festa, dando uma bela manhã sem chuva e com o percurso perfeitamente ciclável, mesmo com as condições atmosféricas registadas nos dias anteriores.

“Fiquei surpreendido porque lama nem vê-la. O percurso estava em ótimo estado mesmo depois da última semana. Foi muito bem escolhido e as marcações, como sempre, acima da média”, refere Flipe Brito, um dos participantes, que classifica mais este Trilho dos Moinhos “como sempre fantástico e surpreendente!”

Como sempre, os Amigos da Montanha procuraram trilhos diferentes, renovando o percurso em cada ano, para que se mantenha a atratividade, mas permanecendo a beleza dos trilhos e das paisagens ou a espetacularidade dos singletracks.

Fazendo jus ao nome, o “Ledechem Trilho dos Moinhos”, organizado por esta associação barcelinense com o apoio da Câmara Municipal de Barcelos, apresentou um percurso à descoberta do maior número e dos mais bonitos moinhos ainda existentes no concelho e que outrora foram meio de subsistência das gentes locais, continuando recheados de história de um povo.

É sempre a pensar em dar aos participantes “uma atividade diferente e ao seu gosto que o equipa de BTT trabalha na preparação desta atividade durante meses e no dia do evento se reúnem mais de uma centena de voluntários para apoio, nos 45km de prova ou na zona da meta, e aos quais agradecemos toda a colaboração”, refere Davide Ferreira, diretor da prova e presidente adjunto da associação.

O percurso de 2018 andou pela zona norte do concelho, visitando freguesias de Barcelos e vizinhas, do concelho de Esposende. Teve partida e meta no magnífico cenário do centro histórico e passou por Vila Boa, Abade de Neiva, Vila Frescaínha S. Martinho, Mariz, Creixomil, Vilar do Monte, Vila Cova, Curvos, Perelhal, Gemeses e Vila Frescaínha S. Pedro.

Outra novidade foi também introduzida na vertente ambiental. Os abastecimentos não foram feitos com o uso a garrafas de plástico, mas convidando os atletas a encherem os seus bidons, tentando, de forma crescente, reduzir o uso de plástico nas provas dos Amigos da Montanha. Recorde-se que, anteriormente, a Associação já tinha substituído as tradicionais fitas de marcação de plástico por fitas de tecido reutilizáveis.

Embora não se caracterize como uma prova de competição, o cronómetro estava lá e quem andava na linha da frente, lutava para ser o mais rápido. E este domingo foi Humberto Castro o primeiro a chegar à linha da meta. O atleta da Bikeworld/Mozinho Racing Team levou 1h40m27s a percorrer os 45 km, menos 1m35s que o colega de equipa, José Rodrigues. Sérgio Ribeiro (Ribeiro’s Bike Shop) fechou o pódio masculino.

Em femininos, Vânia Vilaça (Mouquim AfaCycles Eugénios Bargauto Cosmocar), com 2h21m36s, foi a mais rápida, 16 segundos à frente de Maria Silva (Proempenados). Manuela Pontes fechou o pódio da geral (2h25m47s).

No pódio de paraciclismo, Júlio Costa (BTT Braguinhas) repetiu a vitória de 2017, com o tempo de 2h33m42s, e o segundo lugar foi ocupado por Rui Paulo Machado (New Cycle Team).

A completar a atividade, durante a manhã, e depois de alguns exercícios de aquecimento com o Professor Nené, realizou-se um percurso pedestre, que deu a conhecer alguns espaços de Barcelos. Entre os participantes, contavam-se, na maioria, pessoas que acompanharam os betetistas na sua vinda ao concelho de Barcelos.



Fonte e fotos: AM.

Barcelense Domingos Gonçalves conquista 22ª Clássica da Primavera

Março 4, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Ao final de 3h37m18s, o barcelense Domingos Gonçalves, da Rádio Popular-Boavista, conquistou a 22ª Clássica da Primavera, chegando à frente do pelotão, na Póvoa de Varzim, numa corrida marcada pela muita chuva, vento e mau tempo.



Já conhecido pelas suas capacidades de corredor de clássicas, Domingos Gonçalves conseguiu surpreender os velocistas, que esperavam conseguir a vitória ao sprint. No entanto, o plano saiu-lhes “furado”, com o ciclista barcelense a deixar em 2º lugar Samuel Caldeira, da W52-FC Porto, e Rafael Silva, da Efapel.

A corrida teve animação através de nove corredores que, em grupo, andou adiantado quase toda a prova. Desses, sete ainda entraram na última volta (foram sete) ao circuito poveiro na frente da corrida, com cerca de um minuto de vantagem sobre o pelotão.

As equipas que tinham interesse numa chegada ao sprint criaram o habitual “comboio” e aumentaram o ritmo da corrida e conseguiram recolar o pelotão aos da frente. Quando se esperava que os sprinters brilhassem, eis que Domingos Gonçalves surpreendeu tudo e todos e terminou em primeiro lugar, de braços bem erguidos.

Eis os dez primeiros da tabela classificativa:

Póvoa de Varzim – Póvoa de Varzim, 145,2 km

1.º Domingos Gonçalves (Rádio Popular-Boavista), 3h37m18s
2.º Samuel Caldeira (W52-FC Porto), a 2s
3.º Rafael Silva (Efapel), mt
4.º Daniel Freitas (W52-FC Porto), mt
5.º Alejandro Marque (Sporting-Tavira), mt
6.º Daniel Mestre (Efapel), mt
7.º Óscar Hernández (Aviludo-Louletano-Uli), mt
8.º Edgar Pinto (Vito-Feirense-BlackJack), mt
9.º Aleksandr Grigorev (Sporting-Tavira), mt
10.º Ángel Sánchez (W52-FC Porto), mt .

Foto: UVP-FPC.

Procissões do Silêncio e do Senhor dos Passos realizam-se no próximo fim de semana

Fevereiro 21, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

No dia 24 de fevereiro, sábado, com início pelas 21h30, realiza-se o primeiro momento do fim de semana religioso de Barcelos.



No templo do Senhor da Cruz realiza-se a oração inicial da Procissão do Silêncio. De seguida, a procissão leva o andor de Nossa Senhora das Dores, que será acolhida na igreja do Terço. A procissão segue pelas ruas Cândido dos Reis e D. Diogo Pinheiro, para a igreja Matriz.

No dia seguinte, 25 de fevereiro, realiza-se a Procissão do Senhor dos Passos. Esta reconstitui a Caminhada de Cristo até ao Calvário, numa tentativa de evocar a narrativa bíblica da paixão e do encontro de Jesus com Sua Mãe, na Via-Sacra.

Sai da Igreja Matriz um andor com o Senhor dos Passos, que percorre as artérias principais do centro da cidade, assim como outrora Jesus percorreu as de Jerusalém. O encerramento da Procissão faz-se em frente do templo do Senhor da Cruz, onde o Arcebispo D. Jorge Ortiga, que a ela preside, se dirigirá aos fiéis e fará o Envio, abençoando os fiéis.

Fonte e imagem: AB.

1 2 3 12

Pin It on Pinterest

Ir Para Cima