Tag archive

Barcelos

Jornada de muitas emoções

Novembro 17, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora
Luís Gonçalves

Olá, amigos leitores!

Esta foi uma jornada de muitas emoções!



Comeco pelo líder destacado, o Leões, que nesta jornada não foi além de um empate a zero em Remelhe (6º lugar), num terreno tradicionalmente difícil. Recordo que, no decorrer da semana transata, Miguel Campos deixou de ser treinador do Leões. O treinador que levou esta equipa a conquistar o título de Campeão em 2015-2016 e que, na época passada, conquistou um honroso segundo lugar! Acredito que volte em breve para mais conquistas.

O campeão Pereira voltou ao segundo lugar. Está a um ponto do Leões, fruto da vitória conquistada pela margem mínima (1-0), frente ao Fragoso (13º lugar).

Macieira (3º lugar), equipa que soma só vitórias em casa, voltou a vencer, também pela margem mínima (2-1), a equipa do Palme (8º lugar), que não perdia há 5 jogos.

O Carvalhal (também no 3º lugar) somou a segunda derrota “fora de portas”. Nesta jornada, foi ao Feitos (11º lugar) perder por 1-0. Feitos que, depois da derrota pesada em Carapeços, não mais voltou a perder e, passo a passo, tem subido na classificação.

Leocadenses (5º lugar), que na jornada passada marcou 3 golos, esta semana não quis ficar atrás e também os marcou, só que também sofreu 3! Empatou a 3 em Salvador do Campo (15º lugar). Campo que, a par do Feitos, tem somado pontos, nas últimas 3 jornadas, para fugir aos lugares de descida.

Carapeços (6º lugar), sendo o ataque mais concretizador, com 19 golos marcados, nesta jornada foi a Pedra Furada (18º lugar) dar “chapa 5”. Lembro que o Pedra Furada ainda não pontuou!

O Baluganense (9º lugar) somou o terceiro empate consecutivo. Desta feita, em casa com o Oliveira (13º lugar). A equipa de Balugães marcou 5 golos nos dois últimos jogos mas o Oliveira fez melhor: 7 golos marcados em tantos outros jogos! Bem hajam estas duas equipas por darem ao público aquilo que tanto se quer…os golos!

O novo primodivisionário Perelhal (10º lugar), que depois das duas vitórias consecutivas nas últimas jornadas, esta semana empatou a um, em casa, frente ao Negreiros (11º lugar).

Silva (15º lugar) marcou mais golos nesta jornada do que tinha até então! Nesta jornada também deu “chapa 5”! Foi em casa, frente ao Cossourado (17º lugar). Cossourado que ainda não venceu esta época, para o campeonato! Soma três pontos, fruto de três empates.

Tudo em aberto na Primeira Divisão, sendo que na próxima jornada destaco o Leões-Campo, Leocadenses-Pereira, Oliveira-Macieira e o Carvalhal-Perelhal.

Na Segunda Divisão, o Sequeade vai de “vento em popa”, imparável e o que se pode dizer de 7 jogos, 7 vitórias?! Quem será a equipa a tirar pontos ao Sequeade? Nesta jornada, venceu o Creixomil (13º lugar), por 2-1.

O São Martinho (2º lugar) venceu o Ceramistas (8º lugar), por 2-1. Por coincidência do calendário, estas duas formações estavam em festa nas suas freguesias!

Lijó (3º lugar), com menos um jogo, voltou a vencer “fora de portas”. Foi a Lama (11º lugar) vencer, por2-4. A par do Cambeses, com 6 golos sofridos, são a segunda melhor defesa, a seguir ao Sequeade, com apenas 3.

O Fonte Coberta folgou esta semana e encontra-se no 4º lugar.

Aborim (5º lugar) empatou em Vilar do Monte, a um, frente ao São Mamede (6º lugar). Estas duas equipas estão na luta pelos lugares de subida.

O Chorente ocupa o 6º lugar também e foi vencer ao Milhazes, por 0-1.

Nas duas últimas posições estão o Paradela (16º lugar), que teve a sua primeira vitória, ao vencer Os Estrelas (13º lugar) por uns significativos 4-0! E o Cristelo, que nesta jornada empatou a 2, “fora de portas”, frente ao Cambeses (11º lugar).

Na próxima jornada destaco o grande jogo Lijó-Sequeade mas, também, o Chorente-São Martinho, Estrelas-Fonte Coberta e Aborim-Paradela.

Uma semana feliz, vos deseja o amigo Luís!

Por: Luís Gonçalves*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Conferência e exposição assinalam um século de energia elétrica em Barcelos

Novembro 14, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Comemoram-se, no presente ano, cem anos de energia elétrica em Barcelos. Na noite de 13 de novembro de 1917 – portanto, fez ontem 100 anos –, uma terça-feira, foi inaugurada a luz elétrica em Barcelos. Cerca de um ano mais tarde, em 27 de abril de 1918, a então vila de Barcelos ficou completamente iluminada. Nos finais de julho de 1916, chegou à Furada – Penida – o cabo elétrico para conduzir a energia para a iluminação pública e particular de Barcelos. A luz elétrica de instalação subterrânea foi inaugurada em 1 de maio de 1938.



A Câmara Municipal de Barcelos vai comemorar cem anos de energia elétrica em Barcelos com uma conferência a realizar no dia 9 de dezembro, pelas 17h00, no auditório da Biblioteca Municipal. Será orador o Prof. Doutor João Figueira, doutorado em “Estruturas Sociais da Economia e História Económica”, pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, mestre em História Económica e Social Contemporânea, e licenciado em História da Arte, pela Faculdade de Letras da mesma universidade.

Seguir-se-á a inauguração de uma exposição iconográfica e documental sobre o mesmo tema que, depois de exibida na Biblioteca Municipal, percorrerá os estabelecimentos de ensino concelhio.

A luz elétrica veio substituir os 177 lampiões de petróleo existentes (que custavam 30 reis por noite), que iluminavam Barcelos só nas noites em que não houvesse luar, sendo João Francisco da Silva, da freguesia de Alvelos, o último lampianista.

O fornecimento da luz elétrica em Barcelos foi adjudicado, em sessão de câmara de 13 de janeiro de 1916, presidida pelo Dr. José Matos Graça, à firma F. Xavier Esteves & Borges, da cidade do Porto. A energia elétrica era produzida na estação hidroelétrica situada no rio Cávado, no lugar da Penida, freguesia de Areias de Vilar, do concelho de Barcelos e pertencente à Sociedade de Eletricidade do Norte de Portugal, de que Francisco Xavier Esteves e Francisco António Borges eram diretores.

Na altura era presidente da Comissão Executiva Municipal o Dr. José Júlio Vieira Ramos, um monárquico, advogado e notário, antigo líder local do Partido Progressista, que governou em pleno período republicano.

Foi deste modo que o semanário “O Barcelense”, na edição de 17.11.1917, registou este notável acontecimento:

Na terça-feira à noite procedeu-se à experiência da luz eléctrica na zona que abrange a rua D. António Barroso, Campo da República, Campo de S. José, Rua Nova de S. José, Barjona de Freitas, Calçada, Faria Barbosa, rua da Palha, rua da Barreta, rua Miguel Bombarda, rua Duque de Barcelos e Largo José Novais.

As ruas e largos coalharam-se, rapidamente, de gente de todas as classes, parecendo que nos encontrávamos não em Barcelos mas numa cidade de luxo e muito movimentada.

É indescritível o contentamento e entusiasmo que se notava em toda a gente, sendo todos pródigos em elogiar a esplendorosa luz, que melhor não se poderia exigir.

Felicitamos a ex.mª Câmara e os concessionários pelo esplêndido êxito conseguido com este importantíssimo melhoramento, que a todos os barcelenses aproveita e que a todos deve satisfazer e agradar.

A diferença desta bela e poderosa luz da da antiga iluminação a petróleo é tanta como a que existe entre o escuro dum borrão de tinta e a alvura impressionante dos arminhos.

Barcelos progride e nós experimentamos um frémito de entusiasmo que chega a ponto de nos enchermos de orgulho, vaidosos por vermos que esta linda vila se vai engrandecendo, modernizando-se a par das povoações mais importantes do país.

(…)

Não devemos deixar sem reparo o quanto são elogiáveis os serviços dos empregados às ordens dos concessionários que têm provado evidentemente os seus grandes méritos e aptidões para a missão que tão briosamente desempenharam.

Brademos pois: Viva Barcelos! Viva quem trabalha pelo engrandecimento desta terra!”.

A Delegação de Barcelos da “Sociedade da Eletricidade” situava-se no Campo da República, sendo seu diretor o Tenente António Acácio Nunes. Da Secção Técnica, faziam parte o eletricista Gonçalves, o chefe das redes António Ferro e outros auxiliares.

Ainda segundo o referido semanário, na edição de 09.03.1929, numa informação assinada pelo seu responsável, José de Mancelos Sampaio, o processo de remodelação da “Sociedade” prosseguia:

Na passada 2ª feira, 25 do corrente, ficou instalado na cabine nº 8 (Torres) um novo transformador Poege de 50 Kw; e assim todas as três cabines da cidade alta já têm a mesma potência num total de 150 Kw.

Para a cidade baixa (Barcelinhos) passa o transformador de 30 Kw, que estava nas Torres; a potência de transformação em toda a cidade sobe portanto a 180 Kw, o que é importante para a população de Barcelos.

Na rede pública continuarão, persistentemente, as modificações estando por agora em conclusão a melhoria da rede de Barcelinhos.

Na central da Penide e nas aldeias deve em breve – Março ou Abril – iniciar-se outra etapa de trabalhos.

À Sociedade de Eletricidade do Norte de Portugal (SENP) sucedeu-lhe a Companhia Hidro-Elétrica do Norte de Portugal (CHENOP) que praticamente no mesmo local da Furada-Penida, construiria, em 1951, uma barragem. Sob a orientação dos técnicos Francisco Alves Correia Paiva e Bártolo de Oliveira Correia Paiva, seu filho, procedeu-se à eletrificação do concelho de Barcelos.

Um dos presidentes da Câmara Municipal que mais contribuiu para que o nosso concelho fosse dotado de energia elétrica foi o Dr. Luís Novais Machado (1917-1978), que governou os destinos municipais de 20.05.1953 a 06.01.1960, tendo mandado eletrificar 64 freguesias e que ficou conhecido, por isso, como o “presidente das luzes”.

Fonte e foto: CMB.

 

Workshop “Prendinhas de Natal” no MODATEX Barcelos

Novembro 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 18 de novembro, sábado, realiza-se, no MODATEX Barcelos, um Workshop de Prendinhas de Natal.



A pouco mais de um mês do Natal, é altura de começar a pensar nos presentes e a tendência para oferecer algo com um toque pessoal está cada vez mais na moda e é também uma forma de economizar e de não exceder o orçamento definido para as compras. Para ensinar e inspirar todos os que querem criar prendas personalizadas na época festiva, o polo de Barcelos do MODATEX vai promover, o Workshop “Prendinhas de Natal”.

Esta aula prática tem a duração de quatro horas (das 9h00 às 13h00) e tem, de acordo com a organização, o objetivo de “incentivar a reutilização de materiais têxteis, incentivando também a criatividade dos participantes”. Este Workshop não é gratuito e as inscrições podem ser feitas através do site do MODATEX. Aliás, se aceder ao link que se segue (basta clicar), poderá saber todas as informações sobre este workshop:

http://www.modatex.pt/portal/produto/workshop-prendinhas-de-natal/

No final, os participantes podem ficar com os presentes que criaram durante a formação.

O MODATEX – Centro de Formação Profissional da Indústria Têxtil, Vestuário, Confecção e Lanifícios surgiu com base num protocolo celebrado entre o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP,I.P.), a Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP), a Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confeção (ANIVEC/APIV) e a Associação Nacional dos Industriais de Lanifícios (ANIL).

Sedeado no Porto e com delegações em Lisboa e Covilhã, polos em Barcelos, Vila das Aves e extensões em Lousada, Marco de Canaveses e Pinhel, tem como objetivo contribuir para a melhor coordenação estratégica e operacional da formação no setor, responder de forma eficaz às necessidades de qualificação, aperfeiçoamento e reconversão das pessoas e das organizações e apoiar tecnicamente a Indústria Têxtil e de Vestuário.

Fonte e imagem: MODATEX.

Hospital de Barcelos distinguido com prémio de excelência dos hospitais “TOP 5 2017”

Novembro 7, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Hoje, 7 de novembro, o Hospital Santa Maria Maior, E.P.E. de Barcelos, foi distinguido com o prémio de excelência dos hospitais “TOP 5 2017”, relativo a melhor hospital do Grupo B.



Este é um prémio de consistência global relacionado com os indicadores de qualidade e eficiência atingidos nos últimos 3 anos. A título de curiosidade, nas quatro edições do prémio esta é a terceira vez que o Hospital barcelense é agraciado com esta distinção.

Em comunicado, a Administração do Hospital refere que “apesar das limitações e contingências estruturais em que os profissionais desenvolvem a sua atividade, a eles se devem os resultados alcançados e o respetivo reconhecimento com a obtenção deste prémio. Neste enquadramento, esta distinção constitui também um importante incentivo para prosseguirmos a missão e os objetivos do hospital, de modo a satisfazer as necessidades de cuidados de saúde da população num registo de melhoria contínua da qualidade e eficiência”.

Fonte e fotos: HSMMB.

Dia histórico: Barcelos considerada hoje cidade criativa da UNESCO

Outubro 31, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Em decisão de hoje, dia 31 de outubro, Barcelos acaba de entrar para a Rede de Cidades Criativas da UNESCO, a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência a Cultura, na categoria do Artesanato e Arte Popular.



Barcelos integra, com 64 novas cidades de 44 países, a rede internacional em sete domínios criativos: Artesanato e Arte Popular, Design, Cinema, Gastronomia, Literatura, Música e Artes e Media.

Torna-se, com o selo de Cidade Criativa da UNESCO, uma referência mundial em artes e ofícios tradicionais, um título inédito entre cidades portuguesas, sendo também a única representante da Península Ibérica e a segunda da Europa (a par de Fabriano, no centro de Itália).

A pretensão de Barcelos aderir à Rede de Cidades Criativas reconhecidas pela UNESCO, foi formalizada no passado mês de junho, numa iniciativa da Câmara Municipal que, de acordo com a mesma, “vem dar continuidade à aposta que tem vindo a ser feita na valorização do património material e imaterial do concelho. A candidatura foi sustentada no facto de a comunidade criativa local possuir um reconhecimento nacional importante, já que Barcelos é uma referência no artesanato, e desejar promover em redes internacionais as boas práticas e o ‘know-how’ adquirido ao longo dos séculos”.

Esta distinção é, para Miguel Costa Gomes, presidente da Câmara Municipal de Barcelos, “um motivo de orgulho” já que “esta chancela vem reconhecer e dignificar a comunidade criativa barcelense, os nossos produtos artesanais e o saber-fazer e a mestria dos nossos artesãos. É também um galardão que vem legitimar um concelho que se ergueu e se tem reinventado através da criatividade e o investimento que o Município de Barcelos tem vindo a fazer nesta área”. Com esta distinção, sublinha Miguel Costa Gomes, “sai reforçada a marca Barcelos, que sempre defendemos e acarinhamos como um património que nos foi legado e que temos de preservar para as gerações vindouras”. Defender “a marca Barcelos é defender a nossa cultura, uma tarefa que continuaremos a desenvolver com todo o nosso empenho e paixão”.

A terminar, Miguel Costa Gomes não esquece “aqueles que foram preservando as nossas tradições e que são, obviamente, os grandes homenageados”, dedicando o prémio a todos os barcelenses.

Criada em 2004, a Rede de Cidades Criativas visa estabelecer uma ligação e cooperação entre cidades que identificam a criatividade, a arte e a cultura enquanto fatores estratégicos para o desenvolvimento económico. Na prática, as cidades comprometem-se a colocar as indústrias criativas e culturais no centro da sua ação governativa.

A integração de Barcelos na Rede de Cidades Criativas da UNESCO vai permitir, entre outros, o reconhecimento internacional da tradição artesanal e da arte popular de Barcelos como um valor patrimonial, histórico e social, a criação de mais postos de trabalho, nomeadamente no turismo criativo e de experiências, o reforço da notoriedade e reputação da criatividade dos barcelenses nas suas diversas artes, a promoção da criação de estruturas de apoio à atividade artística e a valorização das oficinas criativas tradicionais e apoio a novas gerações de artesãos.

Barcelos figura, assim, entre a lista restrita de 36 cidades mundiais com distinção no domínio do Artesanato e Arte Popular. Vai juntar-se a Aswan (Egipto), Fabriano (Itália), Santa Fé (EUA), Icheon City (Coreia do Sul), Hangzhou (China), Paducah (EUA), Suzhou (China), Pekalongang (Indonésia), Nassau (Bahamas), Jingdezhen (China), Jacmel (Haiti), San Cristobal de Las Casas (México), Duràn (Equador), Lubumbashi (Zâmbia), Al Ahsa (Arábia Saudita), Isfahan (Irão), Bamiyan (Afeganistão), Jaipur (Índia) e Sasayama (Japão), Baguio City (Filipinas), Cairo (Egipto), Carrara (Itália), Chiang Mai (Tailândia), Chordeleg (Equador), Gabrovo (Bulgária), João Pessoa (Brasil), Kütahya (Turquia), Limoges (França), Madaba (Jordânia), Ouagadougou (Burkina Faso), Porto-Novo (Benin), Sheki (Azerbeijão), Sokodé (Togo), Tétouan (Marrocos) e Tunis (Tunísia).

A Rede de Cidades Criativas é agora formada por 180 membros de 72 países de todo o mundo. Em Portugal, existiam já dois municípios, desde 2015, com o título de Cidade Criativa – Óbidos, na área da Literatura, e Idanha-a-Nova, na área da Música. Barcelos conquista agora um lugar na Rede de Cidades Criativas da UNESCO, a par de Amarante, na área da Música, e Braga, na área de Artes e Media.

Fonte e imagem: CMB.

Foto: DR.

IPCA torna o seu Campus mais verde, saudável e seguro

Outubro 30, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo ano prevê-se a abertura das novas instalações da Escola Superior de Tecnologia e da Biblioteca do IPCA no Campus do IPCA.



O IPCA “é uma instituição com preocupações no campo da responsabilidade intergeracional, vocacionada para a proteção do ambiente e a promoção de estilos de vida saudáveis. A política do IPCA assenta num Campus ‘amigo’ de todos, sem esquecer os que têm necessidades especiais, designadamente com a inexistência de barreiras arquitetónicas”, refere a instituição barcelense em nota enviada a este jornal

Os acessos, quer por via pedonal, quer pela via automóvel, que se encontram quase prontos, tornam o Campus ainda mais amplo e mais aberto à comunidade. Os espaços verdes, seguros e monitorizados, estão a crescer e a mobilidade sustentável começa a ganhar dimensão com a ciclovia e a futura promoção do uso de bicicletas através do projeto U-BIKE. A construção de um Pavilhão multiusos vai proporcionar a prática frequente de desporto no Campus, assim como o desenvolvimento de atividades laborais e lúdicas.

Desta construção, é de destacar a promoção da eficiência energética por sistema fotovoltaico, e consequente melhoria de eficiência energética dos edifícios ao nível da climatização e iluminação, que constituem um Campus seguro e responsável.

Nesse contexto, de acordo com o IPCA, o seu Campus “assenta em três linhas direcionais: CAMPUS VERDE, que ambiciona deixar uma pegada ecológica, através da criação de instalações eco-friendly, em que o consumo de energias fósseis e esgotáveis seja reduzido ao mínimo e em que sejam preservadas as características naturais do ecossistema envolvente; CAMPUS SAUDÁVEL, que aspira a ambientes de trabalho saudáveis, com condições propícias ao exercício das diversas atividades laborais, docentes e não docentes, nas melhores condições possíveis à promoção da saúde humana; CAMPUS SEGURO, nos termos do qual se pretende prover o Campus de condições de segurança e monitorização que permitirão a utilização dos espaços com à vontade, a qualquer hora do dia ou da noite”.

Para além da reconstrução do Campus destaque para as novas instalações da Escola Superior de Design, no centro da cidade de Barcelos, e da construção da Escola-Hotel (Escola Superior de Hotelaria e Turismo) que vai ficar situada no concelho de Guimarães, num edifício histórico.

Fonte e imagem: IPCA.

Boccia: barcelense Luís Caravana conquista ouro e prata nos Jogos Europeus da Juventude em Itália

Outubro 15, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O atleta barcelense Luís Caravana, de 14 anos, conquistou, este fim de semana, uma medalha de ouro e outra de prata na modalidade de Boccia, nos Jogos Europeus da Juventude, que se realizaram em Génova, Itália.



A medalha de ouro foi conquistada na categoria de pares, tendo o atleta do Sporting de Braga feito equipa com Tiago Tavares, do FC Porto. A dupla derrotou a sua congénere italiana, a jogar “em casa”, por uns esclarecedores 7-0.

Já a medalha de prata foi conquistada na competição individual, tendo o jovem barcelense sido batido pelo seu companheiro de pares, Tiago Tavares, de 21 anos, por 4-6, numa final totalmente portuguesa.

Assim, na sua primeira internacionalização, Luís Caravana – relembre-se que apenas tem 14 anos – conseguiu alcançar já estes grandes resultados, fazendo dele uma das mais jovens promessas do Boccia em Portugal.

Foto: SC Braga – Boccia Warriors.

Caminhada Solidária “Rota do Padroeiro Santiago de Vila Seca” em favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro

Outubro 6, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 22 de outubro de 2017, domingo, a Associação ACB – Albergue Cidade de Barcelos e a Liga Portuguesa Contra o Cancro – delegação de Barcelos, organizam uma Caminhada Solidária entre a cidade de Barcelos e Vila Seca.



O valor de inscrição (3 euros), em forma de donativo, reverte, na sua totalidade, para a Delegação de Barcelos da Liga Portuguesa Contra o Cancro. No valor está incluída a oferta de uma t-shirt e de água.

Pode efetuar a inscrição através de geral@alberguedebarcelos.com ou através do link (basta clicar):

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSf8zXVg5M_R6z0RZpJEl7moBxCu5BQP3FhF_UmlJU3aSs8NaA/viewform

Fonte e imagem: AB.

Barcelense Paula Costa marca presença no “Wanderlust 108” em Lisboa

Outubro 2, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Chama-se “Wanderlust 108”, realiza-se no Campus da Fundação EDP, no próximo dia 8 de outubro, e contará com a presença da barcelense Paula Costa, professora certificada de Aerial Yoga e fundadora do estúdio Flow Yoga Studio by Paula Costa (caso pretenda, pode consultar a página da professora Paula Costa, clicando em https://m.facebook.com/paulacostaaeroyoga/?__nodl&ref=www.facebook.com&_rdr).



Este evento será composto por uma corrida ou caminhada de 5km, 75 minutos de Yoga e 30 minutos de meditação. É patrocinado pela Adidas, vai passar por 60 cidades do mundo e Lisboa será a cidade onde se realizará em Portugal.

Paula Costa

Pela magnitude e projeção deste evento, é prestigiante para Barcelos ter uma sua cidadã a participar, sendo uma das instrutoras presentes que ajudarão os participantes com os seus ensinamentos. Com ela, estarão Filipa Veiga, Jean-Pierre de Oliveira, Isa Guitana e Grace Kelly (Yoga), Rute Caldeira (meditação), Barbara Guevara (EMCEE), Arli Liberman (Live Music), DJ Mary B (DJ), Leela Pluma (Hoop Dance), Ana Bravo (nutrição) e Chef Nuno Queiroz Ribeiro (Alimentação Saudável).

Esse dia começará com o check-in, logo pelas 8h00, com os participantes a seguirem para a prova de cinco quilómetros, que acontecerá entre as 9h15 e as 10h40. Entre as 10h45 e as 11h30, irão encontrar tapetes de yoga, instrutores e com uma DJ. Antes do almoço, haverá tempo para fazer 30 minutos de revitalização mental, entre as 12h15 e as 12h45. (para saber mais, aceda à página do evento, em www.wanderlust108.pt)

Entre as 13h00 e as 15h00, será altura de descanso. Mas durante esse horário haverá várias atividades a decorrer, como acroyoga, yoga aéreo, hoola hoop e meditação.

Paula Costa na página oficial do evento

Para terminar, os participantes podem passear pelo Kula Market, onde irão encontrar um mercado de alimentação saudável, artesanato e passar pela zona de restauração ou pela loja Wanderlust X Adidas.

Veja mais no vídeo de promoção do evento, em https://youtu.be/wA2Fz5a-ryc.

Este grande evento será aberto a todas as idades e perspectiva-se que, entre professores, oradores e músicos nacionais e internacionais, contará com mais de 2000 pessoas.

Caso pretenda participar, já pode adquirir os bilhetes para o festival através da Eventbrite, Ticket Line, lojas Worten, lojas Fnac, El Corte Inglés e na A.B.E.P.

Fotos: PC.

30º Festival de Teatro de Barcelos leva 14 peças ao palco do Teatro Gil Vicente

Setembro 30, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Entre 7 de outubro a 26 de novembro, 14 espetáculos teatrais passarão pelo palco do Teatro Gil Vicente. Numa organização de A CAPOEIRA – Companhia de Teatro de Barcelos, com o apoio do Município de Barcelos e do Teatro Gil Vicente, o Festival contará com um grupo Italiano de Pádua, um grupo Espanhol de Madrid, 8 grupos do concelho de Barcelos e 4 grupos de Braga, Alcobaça, Idanha-a-Nova e Coimbra.



De acordo com a organização, “a programação do 30º Festival de Teatro de Barcelos foi pensada de forma a trazer a Barcelos diferentes linguagens artísticas e culturais”.

Assim, a 7 de outubro, pelas 21h30, teremos “3 Yoricks”, pelo Loucomotiva – Grupo de Teatro de Taveiro. No dia seguinte, pelas 16h00, “As Guerras de Alecrim e Manjerona”, pela Nova Comédia Bracarense. A 14 de outubro, pelas 21h30, “Opus”, pela AJIDANHA – Associação de Juventude de Idanha-a-Nova. No dia seguinte, pelas 16h00, “Lagartito Poeta e Maria Lagarto”, pelos Amigos do Pato. Depois, no dia 20 de outubro, pelas 21h30, “A Casa de Bernarda Alba”, pela Associação D’Improviso – Artes de Espetáculo. Dia 21, pelas 21h30, “A Ver as Estrelas”, pelos Gambuzinos com 1 Pé de Fora. No dia seguinte, pelas 16h00, “A Revolta dos Micróbios”, pela Oficina de Teatro AVAI. Outubro termina com “A Rainha da Beleza de Leenane”, dia 28, pelas 21h30, representada pelo Taller Teatro de Pinto, de Madrid (Espanha), numa peça falada em espanhol.

Na programação de novembro, no dia 4, pelas 21h30, “As Férias do Algarve”, pelos Pioneiros da Ucha. No dia seguinte, pelas 16h00, “A Influência de Tanato”, pela Só Podia Teatrices e Companhia. A 12 de novembro, pelas 16h00, “República das Mulheres”, pelo TPC – Teatro Popular de Carapeços. Sábado, 18 de novembro, pelas 21h30, vai a palco “Pequenos Crimes Conjugais”, pelo Teatro Fuori Rotta, de Pádua (Itália), numa peça falada em italiano. No dia seguinte, pelas 16h00, “O Genro do Doutor”, pelo Teatro Experimental de Feitos. Para terminar o Festival, no dia 26 de novembro, sobe a palco a companha organizadora – A CAPOEIRA –, com a sua peça “Menina Júlia”.

Todas as peças teatrais são de entrada gratuita e os bilhetes poderão ser reservados na bilheteira do Teatro Gil Vicente; ou através do e-mail tgv@cm-barcelos.pt; ou pelo telefone 253 809 694.

Fonte e imagem: AC-CTB.

1 2 3 9
Ir Para Cima