Tag archive

Biblioteca Municipal de Barcelos

Livros sobre exilados políticos apresentados na Biblioteca Municipal

Novembro 22, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realiza-se no próximo sábado, 24 de novembro, às 16h00, na Biblioteca Municipal de Barcelos, a apresentação dos livros “Exílios1” e “Exílios2”, que relatam testemunhos de exilados políticos portugueses na Europa entre 1961 e 1974.



Os livros contam memórias e recordações de um passado de perseguição e exílio e pretendem dar a conhecer as vivências dos exilados e desertores portugueses. Falam das dificuldades, dos momentos dolorosos e dos momentos felizes, da festa, da revolta, do medo, e da saudade de uma pátria triste e violenta.

Vão ser apresentados por Fernando Cardoso, José Dias e José Luís Torres e procuram contribuir para a libertação da memória e para relançar a discussão pública sobre estes assuntos.

A publicação do livro “Exílios1”, de memórias de antigos camaradas e amigos, veio catalisar as vontades de quem pensava que as suas histórias não tinham valor e não eram contributos para a história do tempo presente, mas apenas coisas pessoais das quais raramente se falava.

Assim, surgiu o livro “Exílios2”, com 29 testemunhos de mulheres e homens, de exílios diversos, de vidas interrompidas, de vidas reencontradas e de percursos acidentados. São testemunhos fortes e transparentes para que não se esqueça que, em Portugal, a guerra colonial, a perseguição e o exílio existiram.

Fonte e foto: CMB.

Exposição “E o Galo Cantou…” na Biblioteca Municipal de Barcelos

Novembro 21, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Inaugura no próximo dia 23 de novembro, pelas 14h30, a exposição “E o Galo Cantou…”, a cargo do Centro de Atividades Ocupacionais da APAC – Associação de Pais e Amigos de Crianças.



Os trabalhos ficarão expostos até ao final do ano, mais propriamente, até 31 de dezembro.

Imagem: DR.

Biblioteca Municipal de Barcelos recebe duas apresentações de livros

Novembro 15, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realiza-se, nos dias 16 e 17 de novembro, na Biblioteca Municipal de Barcelos, o lançamento de dois livros.



O primeiro, intitulado “Enterro da Loba”, do barcelense António Gaspar Cunha, será apresentado por José Moreira da Silva, no dia 16, às 21h30. Trata-se de um livro de ficção, editado pela Editorial Novembro, sobre as praxes académicas, com a história de uma aluna universitária.

António Gaspar Cunha começou por escrever poesia, dando expansão ao saber e, sobretudo, ao viver acumulados durante os seus 50 anos de vida. Escrever é, para si, não só uma emancipação, mas também uma expressão do seu pensamento acerca do mundo atual, fazendo-o através de uma “tormentosa serenidade”, expressa quer na sua escrita poética, quer na narrativa.

“Yang Sheng” é o título do livro de Wenqian Chen, que será apresentado no dia 17 de novembro, às 15h00, e que fala dos fundamentos da Medicina Tradicional Chinesa e como podemos aplicá-los no nosso dia a dia.

Wenqian Chen, fundadora e diretora do Centro de Terapias Chinesas em Lisboa, partilha a sua experiência quotidiana com doentes portugueses para nos oferecer conselhos práticos e fáceis de seguir e revela os segredos de uma ciência milenar, a medicina tradicional chinesa, que cada vez conquista mais adeptos entre os ocidentais.

Fonte e foto: CMB.

António Gaspar Cunha apresenta “Enterro da Loba” na Biblioteca Municipal

Novembro 14, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 16 de novembro, pelas 21h30, a Biblioteca Municipal de Barcelos será palco da apresentação da obra “Enterro da Loba”, da autoria de António Gaspar Cunha.



A obra, tal como o autor, será apresentada por José Moreira da Silva. Este é um livro de ficção editado pela Editorial Novembro, que retrata a história de uma aluna universitária – Ana – convicta de que certo tipo de praxe são desvios ausentes da humanidade. Ela não é contra as praxes, é contra a falta de humanidade e a violação dos direitos humanos que se perpetuam nesses rituais.

O “Enterro da Loba” é o segundo romance deste autor barcelense, nado em 1964, depois de ter publicado: “O menino de África e outros contos” (contos), 2017; “A Fronteira do Amor”, (romance), 2016; “Tormentosa Serenidade” (poesia), 2015; “Amo a Ideia de Ti” (poesia – com o pseudónimo de João Raphaël), 2014; e “O Triunfo dos Cucos & Outros Contos” (contos), 2014.

António Gaspar Cunha nasceu em Barcelos, tendo-se licenciado na Escola de Engenharia da Universidade do Minho em 1991. Desde então é docente do Departamento de Engenharia de Polímeros dessa mesma Universidade, onde fez o Doutoramento em 2000 e as provas de agregação em 2014.

No âmbito do seu trabalho científico/técnico foi editor de 4 livros, autor e/ou coautor de cerca de 17 capítulos de livro, de cerca de 40 artigos científicos com revisão pelos pares e de mais de 100 artigos publicados em conferências internacionais.

Imagem: DR.

Marcelino Abreu expõe “Momentos” na Biblioteca Municipal de Barcelos

Outubro 27, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

O advogado barcelense Marcelino Abreu, natural de Galegos Santa Maria, volta a expor na Biblioteca Municipal de Barcelos, passado quase um ano de ali ter feito uma exposição a que deu o título de “Vidas”.



A presente exposição, intitulada de “Momentos”, inaugura hoje, dia 27 de outubro, pelas 17h00, e manter-se-á aberta ao público até dia 30 de novembro.

Após ter estudado no seminário em Braga e concluído, depois, o ensino secundário em Barcelos, na área de humanidades, Marcelino Abreu ingressou, em 1992, no Curso de Direito, que concluiu em 1997. Em 2009, já depois de diversas pós-graduações concluídas, obtém o grau de mestre em direito. Profissionalmente exerce a advocacia, tendo dois livros já editados, sobre temas jurídicos.

O gosto pela pintura descobriu-o em 1997, no Brasil e, desde aí, sempre pintou, contando atualmente com mais de duzentas obras.

Sem ter ou querer um estilo definido, gosta, como costuma de dizer, de pintar de tudo um pouco e o que lhe apetece no momento, com e sobre os mais diversos materiais (ora a óleo, ora a acrílico, ora a pastel, ora sobre tela, ora sobre cartão, ora sobre, simples seixos da praia).

Contudo, não se considera (“de modo algum!”) pintor, sendo a pintura, para si, um mero hobby, ao lado de outros. Por este motivo, nunca quis vender qualquer quadro que tenha pintado.

Apesar do repto de alguns amigos para que expusesse os seus trabalhos, também nunca se preocupou muito em concretizar isso. Por esse motivo, só, recentemente, aceitou expor os seus trabalhos, participando, inicialmente, de algumas exposições coletivas e em duas exposições individuais.

Em sinal de gratidão pelo carinho e boa crítica expressos pelos visitantes (aquando e posteriormente) da anterior exposição na Biblioteca Municipal de Barcelos, decidiu voltar a expor na sua terra natal mais alguns quadros do seu espólio.

Fonte e imagens: AB.

8º Encontro de Bibliotecas promove inclusão e flexibilidade curricular

Outubro 8, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Município de Barcelos promove a oitava edição do Encontro de Bibliotecas de Barcelos com “o objetivo de promover a leitura e o livro”, nos dias 19 e 20 de outubro, na Biblioteca Municipal. Esta iniciativa conta com a colaboração com a Rede de Bibliotecas Escolares de Barcelos e o Centro de Formação da Associação de Escolas dos Concelhos de Barcelos e Esposende.



“Bibliotecas em Linh@: Leitura, Inclusão, Flexibilidade Curricular” é o grande mote deste encontro que irá juntar vários nomes ligados ao ensino e às bibliotecas e onde serão discutidos o papel das Bibliotecas e as estratégias para incentivar os mais jovens à leitura.

O programa do 8º Encontro de Bibliotecas de Barcelos tem início às 14h00, do dia 19, com a habitual sessão de abertura presidida pelo presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, com António Boaventura, do Centro Formação da Associação de Escolas dos Concelhos de Barcelos e Esposende, e com Isabel Mendinhos, do Ministério da Educação.

Depois será apresentado publicamente o projeto “Barcelos a Ler”, que “visa a promoção e valorização da literacia como meio fundamental para potenciar o sucesso escolar”. Este é um projeto destinado aos alunos do 1º ciclo em que o principal foco será criar espaços inovadores para a leitura e escrita para desenvolver as competências de compreensão dos alunos.

O encontro proporciona a todas as pessoas ligadas à promoção do livro e da leitura uma reflexão sobre estes temas e reúne um painel de conferencistas convidados, nomeadamente escritores, professores e investigadores, representantes das várias dimensões constitutivas da comunidade educativa escolar (bibliotecários, professores, educadores, técnicos de biblioteca e animadores culturais, etc.), procurando uma reflexão dialógica em torno de questões emergentes ligadas à importância da literacia e a devida promoção, a organização e gestão de bibliotecas e, num âmbito mais alargado, da formação dos alunos.

O segundo dia é dedicado aos workshops com temas como “A leitura na era digital”, “Como motivar crianças e jovens para a leitura” ou “Especificidades do conto tradicional português” entre outros, com especialistas e docentes.

Barcelos possui uma das maiores redes de bibliotecas escolares do país. São 29 estruturas na promoção dos livros e da leitura, animadas por um programa de atividades culturais desenvolvido em permanência pelo Município de Barcelos.

Fonte e imagem: CMB.

Escritor barcelense António Magalhães apresenta livro na Biblioteca Municipal

Setembro 14, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Biblioteca Municipal de Barcelos recebe hoje, pelas 21h30, a apresentação do livro de narrativas “Então foi assim”, do barcelense António Magalhães.

História e ficção, lenda e realidade, cruzam-se neste pequeno livro, baseado em acontecimentos ou personagens das terras da freguesia de Negreiros, “tradições e costumes que percorreram gerações”.



O livro e o autor vão ser apresentados pelo professor Mário Patrão, da Escola Secundária Alcaides de Faria, e conta com a participação de Armindo Cerqueira e do pianista António Godinho.

António Martins Magalhães nasceu na freguesia de Negreiros, concelho de Barcelos, em 23 de junho de 1935. Frequentou os seminários franciscanos, onde estudou Humanidades, Filosofia e Teologia. Iniciou a atividade docente em 1976.

Frequentou, de 1978 a 1980, o curso de Línguas e Literaturas Modernas na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. De 1980 a 1982, profissionalizou-se nas disciplinas de Português, Latim e Grego na Escola Secundária Oliveira Martins, no Porto. Interrompido o curso de Letras, frequentou e concluiu o curso de Humanidades na Faculdade de Filosofia de Braga, em 1987. Foi professor de Português na Escola Secundária Alcaides de Faria até julho de 2000, onde orientou o estágio pedagógico ligado à Universidade do Minho, durante cinco anos.

Em 1972, ganhou o “Prémio Capitão Simões Vaz”, de reportagem, instituído pelo “Notícias”, de Lourenço Marques.

Tem colaboração dispersa por diversas publicações, nomeadamente nas revistas “Amanhecer”, “Avenida do Minho” e jornal “A Voz do Minho”. “O Galo da Lenda”, um dos contos vencedores do concurso literário promovido, no ano de 1994, pela Câmara Municipal de Barcelos, integra a coletânea “Pedras no Rio do Tempo”.

Imagem: CMB.

Cidades Criativas da UNESCO apresentam projetos culturais em rede

Setembro 11, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Biblioteca Municipal de Barcelos é o local escolhido para o Município barcelense receber, no dia 13 de setembro, uma de cinco “talks” sobre a Rede de Cidades Criativas da UNESCO, que irão decorrer ao longo da próxima semana nos municípios portugueses que integram aquela rede, cuja participação é gratuita, mas sujeita a inscrição através de formulário online.



Este ciclo de “talks” tem como objetivo refletir estrategicamente sobre a presença portuguesa na UCCN (UNESCO Creative Cities Network) e sobre o impacto dessa presença nas cidades portuguesas e nos profissionais do setor cultural e criativo português.

Os municípios portugueses membros da UCCN (Amarante, Barcelos, Braga, Idanha-a-Nova e Óbidos) foram desafiados para se juntarem à equipa do projeto de investigação para a dinamização do ciclo 2CN-CLab Talks “Cultura, Redes e Política: Portugal na Rede de Cidades Criativas da UNESCO” e através de um ciclo de cinco Talks sobre a UCCN, a decorrer de forma descentralizada durante uma semana nas cinco cidades, sob o formato de mesas-redondas, pretende promover o debate sobre as caraterísticas do trabalho em rede e a importância estratégica de integrar a UCCN.

O Município de Barcelos é uma entidade pública que tem vindo a desenvolver um trabalho intenso de preservação, valorização e promoção das artes e ofícios tradicionais. A sua integração na Rede de Cidades Criativas da UNESCO permite o reconhecimento internacional da tradição artesanal e da arte popular de Barcelos como um valor patrimonial, histórico e social, a criação de mais postos de trabalho, nomeadamente no turismo criativo e de experiências, o reforço da notoriedade e reputação da criatividade dos barcelenses nas suas diversas artes, a promoção da criação de estruturas de apoio à atividade artística e a valorização das oficinas criativas tradicionais e apoio a novas gerações de artesãos, e este ciclo de conversas informais trará certamente benefícios pela partilha de saberes criativos e know-how.

O 2CN-CLab é realizado no âmbito do projeto “Redes de Cooperação Cultural Transnacionais: Portugal europeu, lusófono e ibero-americano”, que está a ser desenvolvido com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (SFRH/BPD/101985/2014) no Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho (Portugal), na Faculdade de Ciências da Comunicação da Universidade de Santiago de Compostela (Espanha) e na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (Brasil).

Programa:

15H00

Frederico Dinis – Artista

Graça Ramos – Comissão de Acompanhamento dos processos de Certificação da Olaria e do Figurado

Manuel Gama – 2CN-CLab

Nuno Rodrigues – Barcelos Creative City

Representante do Centro Cultural de Amarante

Teresa Costa – Adere-CERTIFICA

Fonte e imagem: CMB.

Barcelense Laurinda Brito expõe na Biblioteca Municipal de Barcelos

Julho 17, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Está patente ao público na Biblioteca Municipal de Barcelos a exposição da artista plástica barcelense Laurinda Brito, que decorrerá até dia 17 de agosto.



Maria Laurinda Correia de Brito nasceu em Barcelos, a 4 de abril de 1950, mas reside em Esposende. O gosto pela pintura e pelo desenho surgiu ainda frequentava a escola primária, sendo bastante elogiada e incentivada pela sua professora primaria e, posteriormente, pelos seus professores de desenho do ciclo preparatório e secundário.

No início da década de noventa, decide libertar a sua antiga vocação, tendo começado a frequentar alguns cursos relacionados com as artes decorativas, a decoração de interiores e a pintura a óleo sobre tela. Contudo, este não foi um percurso contínuo, dado que tinha de conciliar os cursos de pintura com a sua atividade docente e as funções de mãe. Por brincadeira, costumava dizer que “ia tirar o pó aos pinceis”.

Atualmente, é orientadora das aulas de iniciação à pintura do Instituto Autodidacta de Estudos Superiores do Minho (IAESM).

Em 1989, participou numa exposição de Artes Decorativas, organizada pela Casa do Professor de Braga, que teve lugar na Casa dos Crivos. Participou, igualmente, em diversas exposições promovidas pelo Centro de Apoio Pedagógico de Barcelos. Em outubro de 2000, expôs no Museu Municipal de Esposende, a convite da Câmara Municipal. Posteriormente, teve oportunidade de expor os seus trabalhos, a convite de Mário Borges, cujo ateliê frequentou, em Braga.

Imagem: AB.

Município de Barcelos adere à Rede Regional de Ludotecas

Julho 6, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Município de Barcelos subscreveu, com a Direção Regional de Cultura do Norte e a Associação Cidade Curiosa, um protocolo de colaboração para a execução do projeto “Rede Regional de Ludotecas”, de forma a divulgar e recuperar o jogo de tabuleiro como ferramenta lúdico-pedagógica de socialização e integração.



A sessão de assinatura do protocolo, que decorreu no dia 3 de julho, em Vila Real, contou com a presença da Vice-Presidente da Câmara Municipal, Armandina Saleiro. No âmbito deste protocolo, o Município de Barcelos compromete-se a criar uma ludoteca, a ser instalada na Biblioteca Municipal e no Museu de Olaria, para a qual receberá da Direção Regional de Cultura do Norte o montante de 6.172,38€ para a compra de jogos de tabuleiro.

A Associação Cidade Curiosa tem como papel desenvolver um conjunto de ações de formação, de modo a dotar os técnicos municipais das ferramentas necessárias ao funcionamento da ludoteca que fará parte da Rede Regional de Ludotecas.

O Governo, através do Orçamento Participativo de Portugal, decidiu atribuir três milhões de euros para projetos apresentados por cidadãos, tendo saído vencedores 38 projetos de âmbito nacional e regional, nas áreas da cultura, agricultura, ciência e educação e formação de adultos, em Portugal Continental, e nas áreas da justiça e administração interna, nas regiões autónomas da Madeira e dos Açores. Entre os projetos vencedores encontra-se o projeto 502 Rede Regional de Ludotecas que será implementado nos concelhos de Barcelos, Braga, Esposende, Póvoa de Lanhoso, Viana do Castelo e Vila Verde.

Os objetivos específicos do projeto são a “introdução do jogo de tabuleiro no seio familiar como ferramenta potenciadora de criação/restabelecimento de laços; apoio a lares de idosos em atividades potenciadoras do exercício mental; apoio a escolas na criação de atividades alternativas geradoras de melhoramentos ao nível do raciocínio, concentração, persistência, ao mesmo tempo que se promove o alargamento de grupos”.

Fonte e fotos: CMB.

1 2 3 6

Pin It on Pinterest

Ir Para Cima