Tag archive

Carlos Sá Nature Events

Gerês Extreme Marathon: Mário Elson e Lucinda Sousa vencem “prova rainha”

Dezembro 5, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Foi no último fim de semana de 1 e 2 de dezembro que as ruas da Vila do Gerês receberam os atletas que se aventuraram a participar na 5ª edição da Gerês Extreme Marathon – “a maratona mais bela e mais dura do mundo”.



A organização coube à barcelense Carlos Sá Nature Events e Município de Terras de Bouro, contando ainda com o apoio da proteção civil, Milaneza, Ecomobile, 4Moove, Chocolates Avianense e Águas do Fastio.

Percorrendo as estradas de montanha do único Parque Nacional de Portugal, o Parque Nacional Peneda-Gerês, os 1400 atletas de 11 nacionalidades que se aventuraram na Gerês Extreme Marathon usufruíram de paisagens e cenários de montanha incríveis, rodeados de vegetação luxuriante e verdejante. A harmonia com as florestas nativas portuguesas e com o silêncio tão característico da montanha do Parque Nacional Peneda-Gerês foram apenas quebrados pela dureza e desnível positivo da prova.

O primeiro atleta a cortar a meta na distância de 42Km foi o português Mário Elson, do NAST, que pela primeira vez e com o tempo de 2h49m05s, venceu a “prova rainha” do evento, não dando hipótese aos seus mais diretos concorrentes. Partilharam o pódio, os atletas José Ferreira, individual, com 02h58m01s, em 2º lugar, e no 3º lugar, Luís Gil (DECATHLON MAIA), com o tempo de 03h02m40s.

Nas concorrentes femininas, Lucinda Sousa (individual) conquistou o lugar mais alto no pódio, com 03h31m38s. Seguiram-se Alexandra Fernandes (ORALKLASS), com 03h54m41s e Paula Rios (VIANA RUNNING), com 03h56m24s.

Para além da prova rainha de 42 km, a Gerês Extreme Marathon contou, também, com mais três provas em diferentes distâncias. Com a distância de 42Km, mas em estafetas, os atletas puderam participar em equipas de três elementos e partilhar a dura prova, passando o testemunho entre os diferentes elementos da equipa. As distâncias de 21Km e 660m de desnível positivo, e de 13 Km e 530m de desnível positivo, fecharam o leque das opções de participação. Todas as provas tiveram partida e chegada no centro da Vila do Gerês.

No sábado, dia 1 de dezembro decorreu a 2ª edição da Extreme Mile. Num desafio curto, mas bastante exigente e audaz, os intrépidos participantes tiveram de correr uma milha com uma inclinação média de 35% e 525m de desnível positivo. Com partida na Albufeira da Caniçada e com chegada no miradouro das Voltas de São Bento, os atletas percorreram a árdua distância tendo como pano de fundo a bela paisagem da Albufeira da Caniçada, ladeada pelas suas belas montanhas. O grande vencedor da Extreme Mile foi Alex Tondela, do MONTANHA CLUBE TRAILRUNNING/EFAPEL, que só precisou de 21m11s para percorrer a totalidade do percurso e colocar-se no primeiro lugar do pódio. Já no lado feminino foi Renata Gonçalves, também do MONTANHA CLUBE TRAILRUNNING/EFAPEL, com o tempo de 26m22s, quem se sagrou vencedora.

Procurando divulgar os usos e saberes culturais das Gentes e Habitantes do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), a Carlos Sá Nature Events associou-se à ATACE – Associação Turística da Aldeia Comunitária da Ermida, que levou a cabo um vasto programa de atividades culturais, que deram aos visitantes a possibilidade de conhecer e experienciar algumas das práticas comunitárias ancestrais que são características das aldeias desta região. A Chegada da Rês, o Chamado do Povo, provas de sabores e convívio à fogueira foram algumas das atividades das quais os visitantes da aldeia da Ermida puderam desfrutar nesta tarde proporcionando bons momentos de diversão e contacto com mais um dos tesouros do PNPG: a sua cultura.

Houve ainda lugar para que a Carlos Sá Nature Events continue a preservar os espaços que utiliza e procura divulgar, ao contribuir para a reflorestação das montanhas do nosso país, com uma ação de plantação de árvores autóctones pelos participantes nesta tarde cultural.

Em mais um ano consecutivo, a Gerês Extreme Marathon mostrou ser uma ótima oportunidade para dar a conhecer uma das mais belas regiões de Portugal, as suas gentes, os seus costumes e a sua gastronomia, não só aos milhares de atletas nacionais que participaram e suas famílias, bem como aos atletas internacionais, cuja participação vai aumentando ano após ano, revelando-se assim um importante porta-estandarte na promoção de Portugal, do Minho e em particular do Parque Nacional Peneda-Gerês.

Nas restantes provas competitivas os resultados foram os seguintes:

21Km (masculino)

– Henrique Costa (individual) – 01h20m08s

– Nuno Fernandes (CLUBE ATLETISMO FAFE) – 01h22m33s

– Diogo Fernandes (SIM SUMMIT) – 01h22m01s

21Km (feminino)

– Diana Sousa (CENTRO CICLISTA DE GONDOMAR) – 01h35m25s

– Paula Lage (SIM SUMMIT) – 01h40m35s

– Sofia Pimenta (LION RUNNERS – G. D. LEÕES DA GUARDA) – 01h48m31s

13 km (masculino)

– Ruben Veloso (ACADEMIA DESPORTIVA ARCOS DE VALDEVEZ): 50m24s

– Alex Tondela (MONTANHA CLUBE TRAILRUNNING/EFAPEL) – 52m36s

– José Miranda (individual) – 54m32s

13 km (feminino)

– Hortense Tenda (SPORTING CLUBE DE ESPINHO / ANTÓNIO LEITÃO) – 01h01m00s

– Cristiana Ferreira (RUNNING ESPINHO) – 01h03m05s

– Adriana Gomes (MINHO AVENTURA) – 01h05m30s

42Km Estafetas

– SPORTING CLUBE DE ESPINHO / ANTÓNIO LEITÃO 4– 02h55m27s

– SPORTING CLUBE DE ESPINHO / ANTÓNIO LEITÃO – 02h55m49s

– AMIGOS DAS RIBEIRAS– 02h57m06s.

Fotos: CSNE/GEM.

Gerês Extreme Marathon® está de volta no próximo fim de semana

Novembro 26, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

É já nos próximos dias 1 e 2 de dezembro de 2018 que a Carlos Sá Nature Events realiza a 5ª edição deste evento de sucesso, com o apoio da Câmara Municipal de Terras de Bouro.



Esta prova realiza-se nas estradas de montanha do único Parque Nacional de Portugal – o Parque Nacional Peneda-Gerês – e os seus participantes poderão usufruir de cenários incríveis onde não faltarão a dureza e o desnível característicos das provas organizadas por Carlos Sá, bem como o convívio entre os participantes, a felicidade pelo desafio superado e a já habitual “sopa do pote”, que confortará os Extreme Runners.

No sábado, dia 1 de dezembro, decorre a 2ª edição da Extreme Mile, que terá uma inclinação média de 35% e 525 m D+ em apenas 1 milha.

Será também durante a tarde desse dia que os participantes, mediante inscrição, poderão conhecer algumas das tradições das aldeias da região. Na aldeia comunitária da Ermida, a ATACE – Associação Turística da Aldeia Comunitária da Ermida – leva a cabo um vasto programa de atividades, com início às 15h00, que dará aos visitantes a possibilidade de conhecer as práticas comunitárias ancestrais que são características desta aldeia.

Uma dessas práticas é a “Chegada da rês”, quando o gado caprino regressa à aldeia, depois de ter estado no alto da serra a pastar, guardado, à vez, por um pastor da aldeia. Esta prática é designada de “guardar a vezeira da rês”.

Para além da “Chegada da Rês”, os participantes poderão vivenciar a “Apanha e o Enfarne da Azeitona no Lagar de Azeite Comunitário” e assistir a um “Chamado do Povo”, momento no qual os habitantes se juntam para debater os problemas da aldeia e, juntos, encontrar as soluções necessárias.

Os sabores característicos da gastronomia da região não poderiam faltar, com provas de chá, mel, marmelada e doces durante a tarde e a bôla de carne, bôla de sardinha, broa de milho e a tradicional “sopa do pote” ao jantar.

Para minimizar o impacto ambiental causado com estes eventos, haverá também uma plantação de árvores nesta mesma aldeia.

No domingo, dia 2 de dezembro, decorrem as várias provas competitivas, com distâncias aproximadas de 42 km, 42 km em estafetas, 21 km e 13 km, todas com partida e chegada no centro da Vila do Gerês.

Com cerca de 1500 participantes esperados, de 11 nacionalidades, esta é, sem dúvida, uma ótima oportunidade para dar a conhecer uma das mais belas regiões de Portugal, as suas gentes, os seus costumes e a sua gastronomia, num evento que gradualmente se vai impondo no panorama do atletismo nacional e internacional.

Os recordes da maratona a superar pertencem, no setor masculino, ao búlgaro Mihail Lalev, com a marca 02h48m13s e, no setor feminino, à atleta nacional Fátima Melo, com a marca de 03h20m44s. Mário Elson já anunciou ser este o seu principal objetivo da época: não só, vencer esta fantástica prova, como pulverizar o seu recorde.

Correr no Gerês tem sempre, em qualquer altura do ano, um encanto especial, mas a paleta de cores que pintam o Parque Nacional no fim do outono cria cenários tão deslumbrantes e arrebatadores, que tornarão esta prova tão bela, quanto dura.

Fotos: DR.

Carlos Sá Nature Events expande-se com “Foz Côa Douro Trail Adventure”

Outubro 24, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Atletas de três continentes correm em três patrimónios da humanidade em Portugal

Foi de 13 a 20 de outubro que se desenrolou a 1ª edição do Foz Côa Douro Trail Adventure, juntando, nesta edição de 8 dias, atletas de 8 nacionalidades, estando representados países como Marrocos, Singapura, Holanda, Noruega, Alemanha, França, Reino Unido e Portugal, distribuídos por 3 continentes. Um evento organizado pela Carlos Sá Nature Events e pelo Município de Vila Nova de Foz Côa, com o apoio de outros municípios da região duriense.



Ao longo da semana, os atletas percorreram grande parte da região do Alto Douro Vinhateiro, correndo em cada dia uma determinada distância, mais longa ou mais curta, conforme tivessem optado pela versão Advanced ou Starter, respetivamente.

Vários foram os Municípios que acolheram este evento: Baião, Resende, Lamego, S. João da Pesqueira, Pinhel, Meda, Castelo Rodrigo, Torre de Moncorvo, dando um especial destaque a Vila Nova de Foz Côa e ao Centro de Alto Rendimento de Remo e Canoagem do Pocinho, que foram a base logística para a grande parte do evento.

O evento foi pensado para que os participantes pudessem desfrutar das paisagens de uma das mais belas e emblemáticas regiões de Portugal – o Alto Douro Vinhateiro (duplamente reconhecida pela UNESCO como património da Humanidade, quer pelos vinhedos, quer pelas gravuras rupestres existentes no município de Vila Nova de Foz Côa). Mas foi também objetivo da organização “dar a conhecer um pouco da história, da cultura e da gastronomia da região, complementando todos os dias de corrida com um momento cultural e de degustação dos sabores típicos”.

Esta prova iniciou com uma etapa de corrida não competitiva, no sábado, dia 13 de outubro, na Zona Histórica do Porto. Nesta etapa, os participantes, guiados pelo seu anfitrião barcelense Carlos Sá, puderam apreciar as ruas pitorescas e monumentos de interesse da cidade, que foi reconhecida pela UNESCO em 1996 como Património Cultural da Humanidade, e vivenciar a energia e o reboliço citadino que tão bem a caracterizam na atualidade.

Ao longo da restante semana, os participantes puderam desafiar-se pelos trilhos do Vale do Douro, intercalando etapas mais longas e técnicas com outras mais curtas e menos duras, numa viagem que também os levou pela história remota de Portugal, os transportou pelas paisagens e sabores da região e os fez experienciar o calor e o bem receber das gentes portuguesas.

O evento finalizou no dia 20 de outubro com uma etapa que se iniciou no carismático Museu do Côa e terminou no centro de Vila Nova de Foz Côa.

E os resultados para esta aventura foram:

FCDTA 5 Dias Advanced – Homens

1º – Stefan Kernstock – 14h34m13

FCDTA 5 Dias Advanced – Mulheres

1ª- Svenia Kernstock – 15h02m15

FCDTA 8 Dias Advanced – Homens

1º – Olivier Vautrin – 15h58m36

2º – Mohamad Ahansal – 17h06m50

3º – João Paulo Rocha e João Paulo Meixedo – 19h24m52

FCDTA 8 Dias Advanced – Mulheres

1ª – Wilma Vissers – 22h37m47

2ª – Linda Brink – 24h13m53

3ª – Judit Menz – 25h36m51

FCDTA 8 Dias Starter – Homens

1º – Tan Meng – 19h09m32

FCDTA 8 Dias Starter – Mulheres

1ª – Fernanda Esteves – 18h41m50

2ª – Tiffany Ng – 19h17m47

3ª – Arja Broek – 24h20m35

Foz Côa Solidário – Homens

1º – Bruno Santos – 01h59m17

2º – Fabio Zuada – 02h07m32

3º – Francisco Rebelo – 02h22m16

Foz Côa Solidário – Mulheres

1ª – Ana Mota – 03h16m56

2ª – Célia Gonçalves – 03h20m23

3ª – Luísa Outeiro – 04h03m34

A organização encontra-se já a trabalhar para fazer crescer a família do Foz Côa Douro Trail Adventure. As datas para esta aventura em 2019 já estão definidas – de 5 a 11 de outubro de 2019 – e as inscrições já se encontram abertas.

Mais informações e inscrições em (basta clicar para aceder automaticamente):

https://www.carlossanatureevents.com/en/fcdta2019

Fotos: DR.

Sistelo Extreme Marathon® leva mais de mil participantes a Arcos de Valdevez e Sistelo

Outubro 11, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A primeira edição da Sistelo Extreme Marathon® levou ao concelho de Arcos de Valdevez mais de mil participantes, oriundos de 12 países.



O dia 7 de outubro ficará, assim, marcado na história, como o arranque de mais este grande projeto da Carlos Sá Nature Events®, em parceria com o Município de Arcos de Valdevez e Junta de Freguesia de Sistelo, assim como com os parceiros EcoMobile, Chocolates Avianense, Água do Fastio e 4Moove.

A Sistelo Extreme Marathon® é uma prova única, que combina percursos em ecovia, estradas de montanha, e, numa pequeníssima percentagem, percurso em trilho.

Ao longo do percurso, os participantes puderam maravilhar-se e apreciar a paisagem verde e luxuriante da região, de frescura abundante e banhada pelo encanto do Rio Vez, terminando na magnífica aldeia de Sistelo, também conhecida pelo, “Pequeno Tibete Português”.

Sistelo, recentemente classificada como uma das “7 Maravilhas de Portugal”, tendo vencido na categoria de Aldeia Rural, foi também reconhecida pelo Governo Português como monumento nacional, o que a torna na primeira do país a deter este reconhecimento.

Praticamente todos os percursos decorreram dentro do Município de Arcos de Valdevez, um dos cinco que integra a área do único Parque Nacional do país, o “Parque Nacional Peneda-Gerês”, classificado como Reserva Mundial da Biosfera pela UNESCO em 2009.

A Organização está já a preparar a segunda edição e agradece a todos os participantes por fazerem deste dia 7 “Uma Maravilha de Festa”.

Aqui ficam os vencedores nas diferentes distâncias:

13Km

Rúben Veloso – CAAV Trail – 58m27s, foi o vencedor, compondo o pódio, Adriano Morais – individual – 01h02m12s, e Ricardo Sá – AKUAFIT – 01h02m48s.

A vencedora foi Cristiana Ferreira – individual – 01h14m08s; em 2ª, Emanuela Perez – individual – 01h20m56s; e Carla Sereno – individual – 01h24m17s, em 3ª.

21Km

Paulo Pinto – individual – 01h27m47s venceu; Carlos Carlos – individual – 01h31m19s e José Afonso – HSantaMariaRT – 01h33m53s, completaram o pódio.

Diana Sousa – Centro Ciclista de Gondomar – 01h36m42s, Renata Gonçalves – Montanha Clube Trail / Efapel – 01h43m39s ocupou o lugar imediato e Paula Rios – Viana Running – 01h50m03s obteve o lugar mais baixo do pódio.

30Km

Nuno Fernandes – Clube Atletismo Fafe – 02h27m27s foi o 1º; em 2º, Nuno Carneiro – Clube Zupper – 02h32m47s; e Amândio Antunes – individual – 02h48m34s, em 3º.

Mariana Machado – Santa Apolónia – 03h04m52s foi a vencedora da distância maior e bem destacada sobre Carla Pereira – Olímpico Vianense Trail – 03h24m13s (2ª) e a 3ª classificada foi Liliana Ribeiro – individual – 03h26m41s.

42Km

Fábio Filipe – individual – 03h19m56s, seguido de Nuno Graça – SIMECQ – 03h44m44s e de Paulo Gomes – Benfica em Forma – 03h52m25s.

Inês Peixoto – Benfica em Forma – 04h22m00s venceu; Maria Lopes – individual – 04h34m16s e Carla Mendes – Tartarugas Solidárias – 04h37m58s completaram o pódio.

Fonte: CSNE.

Fotos: DR/CSNE/João Pinto/Jorge Silva.

Carlos Sá Nature Events leva cerca de mil atletas a Sistelo

Outubro 3, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A primeira edição da Sistelo Extreme Marathon® é já no próximo dia 7 de outubro e leva ao concelho de Arcos de Valdevez mil participantes, para se desafiarem e deslumbrarem com “Uma Maravilha de Prova”.



A Sistelo Extreme Marathon® é uma prova única, que combina percursos em ecovia, estradas de montanha, e numa pequeníssima percentagem, percurso em trilho.

Ao longo do percurso os participantes poderão maravilhar-se e apreciar a paisagem verde e luxuriante da região, de frescura abundante e banhada pelo encanto do Rio Vez, terminando na magnífica aldeia de Sistelo, também conhecida pelo “Pequeno Tibete Português”.

Sistelo, recentemente classificada como uma das “7 Maravilhas de Portugal”, tendo vencido na categoria de Aldeia Rural, foi também reconhecida pelo Governo Português como monumento nacional, o que a torna na primeira do país a deter este reconhecimento.

Praticamente todos os percursos decorrem dentro do Município de Arcos de Valdevez, um dos cinco que integra a área do único Parque Nacional do país, o “Parque Nacional Peneda-Gerês”, classificado como Reserva Mundial da Biosfera pela UNESCO em 2009.

Os mil participantes, oriundos de 12 diferentes nacionalidades, serão distribuídos pelas seguintes categorias: Eco-Marathon 42km, Eco-Race 30km, Eco-Race 21km, Eco Mini-Race 13km e Caminhada 6km.

A organização, a cargo da Carlos Sá Nature Events e do município de Arcos de Valdevez, considera já um enorme sucesso esta primeira edição.

Imagens: DR / José Pereira / Thiago Lemos.

 

Barcelenses em destaque no Grande Trail Serra D’Arga 2018

Setembro 27, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

2500 atletas na maior Festa do Trail Running Nacional

Nos últimos oito anos, todos os finais de setembro, a “Grande Festa” de Trail Running ruma ao Alto Minho e tem a Serra d’Arga como palco principal. Comprovando que este evento é muito mais do que uma prova desportiva, é a celebração da família do trail, um encontro de amigos em comunhão com a Natureza, é momento de superação pessoal e transposição de limites.



A Serra d’Arga tem um território com 4500 hectares e faz parte do maciço montanhoso da Peneda-Gerês. Também conhecida por Montanha Sagrada, devido aos seus trilhos seculares, esconde em si vários quilómetros de calçadas romanas que ligam as populações, de aldeia em aldeia, tornando-a num local único e mágico. Aqui, há um microclima próprio. Não temos em Portugal outra serra com tamanha altitude encostada ao Atlântico. Apenas dez quilómetros separam o mar dos 825m de altitude máxima desta serra na zona Norte de Portugal, onde os ventos fortes arrastam a massa de ar húmido do Atlântico que dá vida a este local.

A edição de 2018 realizou-se de 21 a 23 de setembro e trouxe, uma vez mais, novidades para os seus participantes. A inclusão da vizinha Galiza no projeto Grande Trail Serra d’Arga (GTSA) é uma delas. O rio Minho e o Monte de Santa Tecla foram palco da prova Sunset 13km na sexta-feira e a do GTSA Aventura 80km ao romper do dia de sábado. Com partida às 6h00 no centro de Caminha, os atletas dos 80 quilómetros seguiram para a travessia do rio Minho em kayak, subiram ao Monte de Santa Tecla, regressando para a mata do Camarido com nova travessia a pares em kayak. Subiram ao Monte de Santo Antão, depois ao Monte da Sra. das Neves e entraram em Dem. Aqui, o percurso passou a ser coincidente com o do GTSA 53km, correndo os participantes dos 80 quilómetros em conjunto com os da versão de 53 quilómetros. Um grande desafio que uniu a volta completa à Serra d’Arga, com Caminha e La Guarda, Galiza. Esta nova aventura de 80 quilómetros foi ganha pelos barcelenses João Rodrigues (10h14m13s) e Mariana Ballester (14h30m51s).

O GTSA KM Vertical aconteceu também no sábado, dia 22, às 10h30, em Estorãos, permitindo assim que os seus participantes vissem a partida do GTSA 53km em Dem e se deslocassem, depois, para a partida. Com a partida do GTSA 53km às 9h00 e do KM Vertical às 10h30, houve uma grande massa humana e uma grande festa no alto da Senhora do Minho.

Os vencedores da prova rainha do evento, os 53 quilómetros, foram Hélio Fumo, da equipa Runners do Demo/Compressport, com 05h22m44s e Sofia Roquete do AMCF-Arrábida Trail Team com 06h51m35s.

No domingo, dia 24 de setembro, decorreram, em simultâneo, três provas competitivas: o Trail Longo, com 33km e 21km, e o Trail Curto com 14km. Teve ainda lugar uma caminhada de 7km. Todas as provas foram circulares, com partida e chegada em S. Lourenço da Montaria, no Município de Viana do Castelo.

Esta edição contou com nove provas de vários níveis de dificuldade e para todas as idades e perfis: Sunset Trail 13km, GTSA Aventura 80km, GTSA Ultra Trail 53Km, KM Vertical, Trail Longo 33Km, Trail longo 21Km, Trail Curto 14Km, Caminhada 7Km e Trail Jovem.

Nesta edição estiveram presentes cerca de 2500 atletas, oriundos de vinte e quatro países diferentes, com destaque para Espanha, França, Cabo Verde e Portugal. Apesar de forte contingente de atletas internacionais, a 8ª edição do Grande Trail Serra d’Arga foi dominada por atletas portugueses na prova rainha, tanto na vertente masculina como feminina.

O Grande Trail da Serra D´Arga é organizado pela Carlos Sá Nature Events® com o apoio e colaboração das Câmaras Municipais de Caminha, Viana do Castelo, Ponte de Lima e La Guarda; Juntas de Freguesias de Dem, São Lourenço da Montaria, Estorãos, Arga S. João, Arga de Cima e Arga de Baixo. Foram, ainda, parceiros desta edição a Impetus, Berg Outdoor, 4moove, Ecomobile rent-a-car, Milaneza, Chocolates Avianense e Águas do Fastio.

A Grande Festa do Trail Nacional já tem data marcada para o próximo ano. A rumaria à Serra d’Arga será de 20 a 22 de setembro de 2019.

Fonte: GTSA.

Fotos: DR / Susana Luzir e Miguel Ferreira.

João Rodrigues (1º) e Carlos Peixoto (2º), dos Amigos da Montanha, no pódio do Trail Serra D’Arga

Setembro 25, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Atletas do Águias de Alvelos também em destaque

Os Amigos da Montanha (AM), estiveram presentes, no passado fim-de-semana, no Grande Trail Serra d’Arga, com a participação de dez atletas: Carlos Pedrinhas, Márcia Bandeira, Carlos Soares, Isabel Martins, Diana Ribeiro, Domingos Barros e José Carlos Araújo participaram na prova dos 53km; no Trail Kids, Rodrigo Araújo esteve em destaque ao vencer a prova dos mais jovens.



Na prova mais longa, de 80km com 4000m de desnível, os dois atletas da equipa de trail dos AM em competição dominaram, conseguindo conquistar os dois lugares mais altos do pódio da geral. João Rodrigues venceu, ao correr a prova em 10h14m. Já Carlos Peixoto foi o 2º classificado com o tempo de 11h17m.

A prova de 80km, que começou em Caminha às 6h00, levou os atletas a atravessar o rio Minho de kayak, para subir, em solo espanhol, o Monte de Santa Tecla. Depois de corridos 15km, os atletas regressaram, novamente de kayak, para território português, em Caminha, e daí correram até à Serra D’Arga. O percurso passou pelos locais mais altos, como a Igreja da Sra. do Minho, com 800 metros de altitude. João Rodrigues alcançou a frente da corrida aos 31km, conseguindo aumentar, desde esse ponto, a vantagem até ao final. Carlos Peixoto chegou ao 2º lugar aos 55km, sempre com a pressão do atleta espanhol que ficou no 3° lugar do pódio, consolidando a sua 2ª posição nos últimos 8km.

Atletas do Águias de Alvelos também em destaque

Como se pode constatar na foto de destaque, uma outra equipa barcelense esteve em destaque neste Grande Trail Serra D’Arga, organizado pela Carlos Sá Nature Events, do conhecido ultramaratonista barcelense que dá nome à empresa.

Assim, Ricardo Miranda conseguiu conquistar o 4º lugar da geral individual.

Já em GTSA Vertical, Bruno Ferreira foi 2º, cumprindo em 32m16s os 4km de distância, com 800m de desnível positivo.

Foto: DR (alterada).

Trail Serra d’Arga, da Carlos Sá Nature Events, realiza-se de 21 a 23 de setembro

Agosto 16, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Foi a bordo do Ferryboat Santa Rita de Cássia, em Caminha, que no passado dia 13 de agosto, se realizou a apresentação oficial da 8ª edição do Grande Trail Serra d’Arga (GTSA). Com o Rio Minho como pano de fundo, foi este o local escolhido pelos anfitriões, o Presidente da Câmara Municipal de Caminha, Miguel Alves, e o ultramaratonista Carlos Sá, para receber os vários órgãos de comunicação social, entidades parceiras e atletas presentes.



Através da projeção de um pequeno vídeo resumo das edições passadas do Grande Trail Serra d’Arga, Carlos Sá salientou a magnitude deste evento, um dos mais emblemáticos do calendário de provas do trail nacional. São já cerca de 1600 as inscrições registadas e a organização espera ultrapassar as 2000, como tem acontecido em anos anteriores. Mas não é só a nível nacional que o GTSA ganha cada vez mais força. A nível internacional também, já que se encontram inscritos, até ao momento, atletas de 19 nacionalidades.

Muito mais do que um evento desportivo, o Grande Trail da Serra d’Arga é, cada vez mais, a grande celebração da família do trail, que ano após ano aqui se reencontra para celebrar a grande festa de Trail Running tendo a Serra d’Arga como palco principal.

O Presidente da Câmara Municipal de Caminha, Miguel Alves, também reforçou a importância deste megaevento para a região e para os 4 municípios envolvidos. Se por um lado, o elevado número de participantes é um importante incremento na economia local, nomeadamente na restauração e hotelaria, por outro lado, a realização deste tipo de eventos tem um papel primordial a nível ecológico. Através da limpeza dos trilhos e da consciencialização das populações para o cuidado com as florestas enquanto bem comum, estes eventos também contribuem para a prevenção dos incêndios que tanto têm assolado e devastado o nosso país.

Muito foi e continuará a ser feito com o projeto Grande Trail Serra d’Arga, dando a conhecer ao público nacional e estrangeiro todo o potencial deste património natural, cultural e paisagístico.

A edição de 2018 traz, uma vez mais, novidades para os seus participantes. A inclusão da vizinha Galiza no projeto GTSA é uma delas. O Rio Minho e o Monte de Santa Tecla serão palco para o Sunset 13km, na sexta feira, e para o GTSA Aventura 80km, no romper do dia de sábado.

O GTSA Aventura 80km é, também, outra das grandes novidades. Com partida no centro de Caminha, seguir-se-á a travessia do Rio Minho em kayak, subida ao Monte Santa Tecla, regresso à mata do Camarido com nova travessia em kayak, subida ao Monte de Santo Antão, nova subida ao Monte da Sra. das Neves e entrada em Dem. Aqui, o percurso passa a ser coincidente com o do GTSA 53km, correndo os participantes dos 80 km em conjunto com os da versão de 53km. Um grande desafio que une a volta completa à Serra D’Arga, com Caminha e La Guardia, na Galiza.

O GTSA Vertical acontece no sábado, dia 22 de setembro, pelas 10h30, em Estorãos. Permite, assim, aos seus participantes verem a partida do GTSA 53km, em Dem, ver a passagem dos atletas em Arga S. João e deslocarem-se, depois, para Estorãos. Com a partida do GTSA 53km, pelas 9h00 da manhã, e do GTSA Vertical, pelas 10h30, haverá uma grande massa humana e uma grande festa no alto da Sra. do Minho.

No domingo, será a habitual invasão à Montaria, para os 33km, 21km, 14km e caminhada.

A organização espera, nesse dia, mais de 1500 pessoas, a quem pede a máxima compreensão para permitir o normal funcionamento do trânsito e estacionamento.

Após a apresentação do evento e uma sessão de perguntas e respostas direcionada aos órgãos de comunicação social, Carlos Sá e Miguel Alves conduziram os atletas presentes num Free Running pelos trilhos de Caminha.

Os dados estão lançados e a Festa está quase a começar. As inscrições estão abertas até

ao dia 14 de setembro. Para as realizar, pode aceder (basta clicar e acede automaticamente) a https://www.carlossanatureevents.com/pt/gtsa e efetuar a inscrição.

Fotos: Luís Valadares.

Jérôme Rodrigues e Fernanda Verde vencem “Serra Amarela SkyMarathon”, organizada pela Carlos Sá Nature Events

Junho 14, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em pleno junho eis que o feriado nacional de dia 10 começa com uma manhã de inverno, com os cerca de mil participantes na primeira edição da “Serra Amarela SkyMarathon” a partir da aldeia de Entre Ambos-os-Rios, à conquista dessa Serra, em pleno coração do Parque Nacional Peneda-Gerês.



“Como não Amar[ela]?” era a pergunta que se impunha ao longo das semanas que antecediam o evento, nas redes sociais da prova.

A resposta, essa, chegou nesse domingo. Atletas, vindos de todos os cantos do país e de vários outros países, chegavam rendidos à meta, constatando que todos os adjetivos com que o barcelense Carlos Sá, diretor de prova, anunciava este evento não eram em vão.

“No final, estava extasiado e demorei algum tempo a descer à terra. Foi perfeito. Não me ocorre outra palavra. Tudo nesta prova foi perfeito. O percurso 99% em trilho (e que trilho), boa subida, boa descida, marcações impecáveis, 4 abastecimentos super completos, simpatia de toda a gente, ambiente incrível, técnico, duro, com partes para andar depressa, rios para atravessar…até o clima ajudou!” escreveu Filipe Torres no seu blog “Quarenta e Dois”, num relato minucioso sobre os seus 35 quilómetros.

No que à competição diz respeito, os atletas da EDV-Viana Trail conquistaram o pódio em equipa, da prova rainha de 48 quilómetros, que integrou a Taça de Portugal SKY, da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal.

O evento contou com quatro provas desportivas: 15, 23, 33 e 48 quilómetros. E uma caminhada solidária de 7km, que reverteu, na íntegra, para os “soldados da paz” de Ponte da Barca.

Jérôme Rodrigues (EDV-Viana Trail) vence SkyMarathon e Bruno Ribeiro (Águias de Alvelos) fecha pódio no 3º lugar

Na prova rainha do evento, a SkyMarathon de 48km, foi Jérôme Rodrigues quem levou a melhor. Em 5h12m16s, o atleta da EDV-Viana Trail conquistou o 1º lugar, com vantagem de apenas 1 segundo sobre o segundo classificado, o seu colega de equipa Ricardo Silva. Bruno Ribeiro, da equipa barcelense Águias de Alvelos, fechou a tríade do pódio masculino desta distância, com um tempo de 5h46m36s.

Fernanda Verde (EDV-Viana Trail) vence, com Susana Simões e Ângela Costa no pódio

Nas mulheres, Fernanda Verde, também da EDV-Viana Trail, conquistou o lugar mais alto do pódio, com 7h03m40s, cerca de 11 minutos menos que a sua colega de equipa, Susana Simões, que conquistou o 2º lugar dos femininos, em 7h14m26s. A atleta da Guimarunning, Ângela Costa, chegou em 3ºlugar, com 7h32m52s.

Nuno Reis  e Liliana Gomes conquistam a SkyRace

Também pelas 7h00, partiram os atletas da prova SkyRace, de 33 quilómetros. Aqui , foi Nuno Fernandes, do Clube Atletismo Fafe, quem arrebatou o 1º lugar, em 3h46m19s. David Gouveia e Francisco Carvalho, ambos da equipa CMMouronho – Escaravelhos, terminaram a prova em simultâneo, com um tempo de 3h48m08s, ocupando os restantes lugares do pódio. Liliana Gomes foi a primeira das mulheres a cortar a linha de chegada. A atleta da Dr. Merino/4moove terminou a prova em 5h21m19s, com uma vantagem de quase 20 minutos em relação à 2ª classificada, a atleta do Olímpico Vianense Trail, Ana Sereno, que terminou o percurso em 5h41m. Fechou a tríade do pódio, a atleta individual Sofia Guerra, com 5h43m.

SkyRace de 23km equipa Dr.Merino/4moove em pleno no pódio e Rita Loureiro a vencer no feminino

Pelas 9h00, partiram as restantes provas. Na prova SkyRace de 23 quilómetros, os três lugares do pódio masculino foram arrecadados por atletas da equipa Dr. Merino/4moove. Paulo Conde foi o 1º, com um tempo de 2h13m54s, com uma vantagem de quase cinco minutos em relação ao 2º classificado, o seu colega de equipa António Rodrigues. Sérgio Duarte foi o 3º membro da equipa a atravessar a meta, com um tempo de 2h19m07s. A atleta individual, Rita Loureiro, foi a primeira mulher a cortar a meta, conquistando, assim, o mais alto lugar no pódio feminino, com um tempo de 2h47m20s, com uma vantagem de 1m43s em relação à 2ª classificada, a atleta individual Elisabete Alves, que terminou a prova em 2h49m03s. Paula Lage, também da Dr. Merino/4moove, fechou o pódio das mulheres.



Abílio Ribeiro e Paula Costa vencem a Mini SkyRace

Na prova mais rápida, a Mini SkyRace, de 15 quilómetros, o pódio começou a ser composto à 1h23m16s de corrida, quando o primeiro atleta cortou a meta. Abílio Ribeiro sagrou-se vencedor desta distância, seguido por José Miranda, que concluiu o percurso em 1h23m37s, e por Bruno Santos, da Associação Desportiva de Amarante, que terminou a prova em 1h23m45s. Paula Costa, da CAAV/TRAIL, foi a primeira mulher a cortar a linha de chegada, em 1h47m11s, seguida de Vera Barbosa, da equipa Nova Linha Trail Runners, que terminou a prova em 1h51m37s. Marta Veloso, da Trogloditas Runners, fechou a tríade do pódio feminino.

No final, Augusto Marinho, presidente do concelho de Ponte da Barca, enalteceu os principais fatores para o sucesso deste primeiro evento em parceria com a Carlos Sá Nature Events: o território, a beleza impar desta serra com trilhos muito adequados para a prática desta modalidade crescente, aliada à experiência e credibilidade do ultramaratonista Carlos Sá na organização de eventos de natureza, que são hoje um fator de dinamização económica muito importante. O facto de os participantes irem acompanhados pelas famílias e alojarem-se na região (esgotando todas as unidades locais), significa um retorno imediato, para além da visibilidade que dá à região.

De realçar que todos os atletas premiados nos pódios de escalões tiveram como prémio um vaso decorativo com um Carvalho, cujo objetivo é o de incentivar à reflorestação das florestas portuguesas, diminuindo, dessa forma, a pegada ecológica na sua deslocação para este evento.

Fonte: CSNE.

Fotos: Luís Ferreira e Ruben Fueyo.

Carlos Sá Nature Events leva a cabo, já dia 10 de junho, a “Serra Amarela SkyMarathon”

Junho 6, 2018 em Atualidade, Concelho, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

É já no próximo dia 10 de junho que a Carlos Sá Nature Events, empresa do ultramaratonista barcelense Carlos Sá, em parceria com o Município de Ponte da Barca e a Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal, leva a cabo a 1ª edição do seu novo projeto, a “Serra Amarela SkyMarathon



A aposta conjunta destas entidades na Serra Amarela, enquanto palco deste evento de SkyRunning, surge do reconhecimento das potencialidades fantásticas desta região, com toda a sua beleza e relevo agreste, para a prática da modalidade, em franco crescimento em Portugal.

É uma serra com uma beleza ímpar, trilhos técnicos e desafiadores, aldeias e gentes que sabem receber bem, ótima para a prática de desportos na natureza e que vai, com certeza, surpreender todos aqueles que aceitarem o desafio de participar, tornando esta prova num evento único.

A 1ª edição do evento “Serra Amarela SkyMarathon” compreenderá várias provas competitivas e será acessível a qualquer atleta. Irão competir nas distâncias de 48Km, 33 Km, 23 Km e 15 Km, sendo que a distância de 48 Km fará parte da Taça de Portugal SKY, da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal.

Haverá, também, uma caminhada de 7 Km, cujo valor reverterá a favor dos Bombeiros Voluntários de Ponte da Barca (a inscrição da caminhada pode ser feita no próprio dia, antes da partida). As várias provas terão partida e chegada na aldeia de Entre Ambos-os-Rios, no município de Ponte da Barca.

A Freguesia de Entre Ambos-os-Rios, no Município de Ponte da Barca, será a base logística do evento, facilitando o acesso ao local por parte dos atletas e seus acompanhantes, já que está somente a 10 minutos do centro das Vilas de Ponte da Barca e Arcos de Valdevez e a apenas 1h do centro do Porto.

Os participantes percorrerão trilhos inóspitos, aldeias preservadas, castelos, rios, vegetação luxuriante e verdejante, com vistas incríveis sobre os espelhos de água da Albufeira de Vilarinho das Furnas e da Albufeira de Tamente, neste maciço montanhoso do único Parque Nacional de Portugal – o Parque Nacional Peneda-Gerês.

No final das suas provas, todos os participantes terão direito a banhos quentes no Pavilhão Gimnodesportivo da Escola Básica de Entre Ambos-os-Rios e reforço alimentar na meta.

Para mais informações sempre pode consultar a página do evento, bastando clicar no link que se segue para aceder automaticamente:

https://www.carlossanatureevents.com/pt/serraamarela

Fonte e fotos: CSNE/DR.

Pin It on Pinterest

Ir Para Cima