Tag archive

Ciclismo

ACR Roriz termina em 8º na Vuelta Ciclista Junior “Ribera del Duero”, em Espanha

Agosto 22, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A equipa de Juniores da ACR RORIZ SEISSA/KTM-BIKESEVEN/MATIAS&ARAÚJO/FRULACT esteve em especial destaque na Vuelta Ciclista Junior “Ribera del Duero”, que se realizou entre os dias 17 e 20 de agosto na Região de Burgos, em Espanha, ao conquistar um lugar no TOP 10 coletivo, nomeadamente o 8º lugar.



A prestigiada prova por etapas, realizada na vizinha Espanha, contou com a presença de 26 equipas, entre as quais algumas formações que participam no Calendário Internacional de Juniores, formando um pelotão de 140 atletas, com 14 nacionalidades diferentes.

Nesta que é considerada como uma das melhores competições por etapas para a categoria Júnior, os atletas da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT, Pedro Lopes, Francisco Moreira, José Vieira, João Salgado, Carlos Vale e Nélson Pereira tinham pela frente três etapas em linha e um Contrarrelógio por Equipas.

A primeira etapa ligava Pesquera Duero a Aranda Duero, com uma distância de 90 km, e revelou-se decisiva para as contas da equipa rorizense. O vento forte que se fez sentir, num terreno plano com um misto de ondulado, a que se juntou um ritmo intenso na dianteira do pelotão, causou vários cortes, fracionando os atletas em vários grupos. Pedro Lopes foi o único a escapar, ficando no grupo da frente, que era constituído por cerca de 50 atletas. Deste grupo saíram 5 atletas que viriam a discutir a vitória entre si, deixando os restantes membros dele a cerca de 02m30seg e o restante pelotão já a mais de 6 minutos. O vencedor da etapa seria o holandês Timo de Jong, da equipa belga ACROG/BALEN BC. Pedro Lopes foi 29º na etapa.

No segundo dia, os atletas tiveram pela frente um duplo setor: de manhã uma tirada de 73,4 km, entre Aranda de Duero e Langa de Duero (Sória), à tarde, um Contrarrelógio Coletivo de 11 km, entre Pedrosa de Duero e La Horra. A equipa de Roriz esteve em grande destaque na etapa matinal, ao colocar dois atletas na fuga do dia, Pedro Lopes e Nelson Pereira, chegando a ter cerca de um minuto de vantagem sobre o pelotão, que era comandado pelos belgas da ACROG/BALEN BC e os espanhóis da MMR ACADEMY/F.S.SANCHEZ. Todo esforço dos dois atletas não surtiu efeito, sendo Pedro Lopes o último a ser alcançado, a cerca de 8 km do final. Com a aceleração do pelotão, com vista a anular a fuga, houve alguns fracionamentos, chegando um grupo de 50 unidades na frente, tendo Timo de Jong levado, novamente, a melhor no sprint sobre os restantes adversários. Pedro Lopes e José Vieira chegaram no grupo principal. Nélson Pereira e Francisco Moreira chegaram a 1m30s e os restantes elementos da equipa, a 2m40s.

No segundo setor, a ACR RORIZ SEISSA/KTM-BIKESEVEN/MATIAS&ARAÚJO/FRULACT apresentou-se a um bom nível, fazendo o 7º melhor tempo, com 15m15s, num traçado bastante plano que não favorecia as características dos ciclistas barcelenses. Os três atletas a fechar o tempo final foram Pedro Lopes, João Salgado e Francisco Moreira. A formação vencedora foi a CARTAGENA/ESETEC, com o tempo de 14m25s.

A terceira e última etapa, com 119,5 km, com início e final em Aranda de Duero, considerada como a etapa rainha, viria a revelar o melhor resultado rorizense por terras de “nuestros hermanos”. A etapa revelou-se bastante exigente e atacada, em especial pelo mexicano Fernando Islas (2º à geral), da equipa CARTAGENA/ESETEC, que é o atual Campeão Americano de Estrada. O atleta chegou a ter mais de um minuto sobre um grupo restrito de cerca de trinta unidades, onde se encontrava o líder da prova Timo de Jong (ACROG/BALEN BC) e os atletas da ACR RORIZ, Pedro Lopes e Nélson Pereira. Com a equipa belga ACROG/BALEN BC a assumir a perseguição, a fuga foi anulada e, com um excelente trabalho de Nélson Pereira, foi possível a Pedro Lopes discutir a vitória ao sprint, terminando num honroso 5º lugar, tal como a equipa, coletivamente, na etapa.

Quanto à classificação geral individual, Pedro Lopes foi 14º, Nélson Pereira 36º, Francisco Moreira 39º, João Salgado 65º e Carlos Vale 77º. José Vieira, vítima de uma queda na última etapa, não conseguiu terminar. Por equipas, a ACR RORIZ terminou num positivo 8º lugar, tendo em conta a qualidade do pelotão presente.

Fonte: ACRR.

Fotos: DR.

Os barcelenses na Volta, por Hélder Braga (II)

Agosto 17, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Viseu acolheu, na passada terça-feira, a etapa final da 72ª edição da Volta a Portugal em Bicicleta, onde se realizou um contrarrelógio individual, com 20 km de extensão, que pouco ou nada veio acrescentar à classificação final dos três barcelenses em prova.



De facto, todas as atenções estiveram na etapa anterior, dita “rainha”, que ligava as cidades de Lousã à Guarda, numa extensão de 184 km, e que destronou o, até então “Rei da Montanha”, João Matias (LA METALUSA BLACKJACK). Na verdade, o João Matias teve uma estreia de sonho nos 90 anos da Volta a Portugal, ao vestir a Camisola Azul, símbolo do líder dos trepadores, durante 6 dias seguidos. Foi na terceira etapa que o João assumiu a liderança desta classificação, num dia que ficou marcado pela queda do seu “Chefe de Fila”, Edgar Pinto, já nos quilómetros finais em Bragança. Com este desfecho, a camisola da Montanha passou a ser um dos objetivos para a LA METALUSA BLACKJACK, dando” liberdade” ao João para continuar a conquistar os pontos necessários, na verdade com bastante mestria, para, dia após dia, alegrar os barcelenses ao apresentar-se no pódio final.

O final deste “sonho” acabaria por chegar na 9ª etapa durante a subida à Torre, onde a fortíssima formação da W52-FC PORTO, através do Amaro Antunes, Ricardo Mestre e do Camisola Amarela, Raúl Alarcón, dizimou praticamente todo pelotão, sentenciando, assim, as aspirações do João. Ao vencer as 4 contagens de montanha que faltavam, o Amaro Antunes conquistou, dessa forma, a respetiva camisola Azul.

Fica o brilhantismo e a maturidade com que o João se apresentou ao longo dos 11 dias de competição, dignificando a sua equipa, os seus amigos, seguidores e todos os barcelenses.

Também em destaque, mas com menos “liberdade” nas suas equipas, estiveram o Domingos Gonçalves (RP-BOAVISTA) e o Hélder Ferreira (LOULETANO-HOSPITAL DE LOULÉ).

O Ciclismo, apesar de ser um desporto individual, pois todos os ciclistas são classificados individualmente, tem pouco de individual. Na realidade, nestas competições, o coletivo tem um papel primordial na execução de tarefas e de estratégias com vista ao resultado final de um ou outro atleta. É neste contexto que falo do Domingos (31º classificado) e do Hélder (59º classificado), pois ao analisarmos as suas classificações finais, podemos ser induzidos em erro quanto ao verdadeiro “valor” de cada atleta. De facto, ambos estiveram presentes, com bastante veemência, no “trabalho de equipa”, sacrificando-se em prol dos seus líderes.

Na minha opinião, tivemos o Hélder Ferreira ao seu melhor nível, como já nos habitou no passado, principalmente na etapa da Senhora da Graça, etapa esta onde ficava bem à organização ter-lhe atribuído o ”prémio da combatividade”, depois de ter estado na fuga do dia, colaborado e ser o último atleta a ser alcançado pelo fortíssimo “TGV” da equipa W52-FC PORTO, já nos 3 km finais do Monte Farinha. No final, todo trabalho e sacrifício do Hélder foi recompensado com a conquista da Camisola Verde (classificação dos Pontos) pelo líder da sua equipa, o espanhol Vicente de Mateos.

Quanto ao Domingos Gonçalves, teve uma entrada quase perfeita nesta volta, ao ser segundo classificado, a escassos dois segundos do gaulês Damian Gaudin (ARMÉE DE TERRE), no prólogo inaugural de Lisboa. A partir desse momento, esteve muito ativo no pelotão e na estratégia da equipa, aparecendo em alguns momentos cruciais da Volta junto dos principais atletas do pelotão nacional. Na minha opinião, um dos atletas em melhor forma ao longo do ano, com vários resultados de destaque obtidos, entre os quais o título de Campeão Nacional de Contrarrelógio Individual, o que nos fazia sonhar para a etapa final de Viseu…

Em jeito de síntese, é com muito gosto e orgulho que vejo estes três jovens barcelenses, que deram as suas primeiras pedaladas na Escola de Ciclismo da ACR RORIZ, a dar espetáculo e a abrilhantar esta Volta a Portugal, “Volta do Povo” ou “Grandíssima”, como lhe prefiram chamar, que é apenas e só, um dos maiores eventos desportivos do país, mas que tem perdido competitividade nos últimos anos, ao não conseguir atrair as principais formações dos escalões superiores do ciclismo internacional.

Por: Hélder Braga.

Fotos: DR.

42º Circuito de Santa Marta de Portuzelo: ACR Roriz com vitórias individuais e coletivas

Agosto 17, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora




Dia 15 de agosto, feriado, foi o dia escolhido pela Associação de Ciclismo do Minho e pelo Grupo Desportivo do Centro Paroquial de Santa Marta de Portuzelo para organizarem o já tradicional Circuito de Santa Marta de Portuzelo, na sua 42ª edição.

Este 42º Circuito integrava atividades de destreza para as categorias de pupilos/benjamins e provas em linha para iniciados, infantis, juvenis, cadetes e juniores. Era, igualmente, pontuável para a Taça do Minho de Ciclismo de Estrada – Arrecadações da Quintã.

Assim, e como o título da notícia informa, a equipa ACR RORIZ SEISSA/KTM-BIKESEVEN/MATIAS&ARAÚJO/FRULACT marcou presença, conseguindo conquistar alguns lugares de realce, em todos os escalões que competiu.

Em juniores, o melhor posicionado da equipa de Roriz foi Pedro Lopes, com o 5º lugar. José Vieira (16º), João Salgado (22º), Carlos Vale (34º), Luís Barbosa (36º) e João Sousa (37º) foram os restantes elementos da equipa a competirem. Coletivamente, conseguiram um bom 5º lugar.

Pedro Lopes (à direita)

Já em juniores femininos, Débora Figueiredo conquistou um grande 2º lugar, apenas atrás de Jéssica Ribeiro, da ACD MILHARADO/ESCOLA DE CICLISMO MANUEL MARTINS.

Entrando no escalão de cadetes, começam os títulos da equipa rorizense. Pedro Silva foi o grande vencedor deste escalão, conseguindo levar de vencida, ao sprint, os demais adversários. João Lobo (4º), Manuel Barbosa (10º), Bruno Silva (11º), Lucas Braga (12º), Flávio Fernandes (17º), César Eiras (43º) e Pedro Gonçalves (46º) foram os outros elementos rorizenses a competir no escalão.

Pedro Silva (ao centro)

Por equipas, a ACR RORIZ SEISSA/KTM-BIKESEVEN/MATIAS&ARAÚJO/FRULACT conseguiu um excelente 1º lugar, num pódio que teve a outra representante barcelense, CENTRO CICLISTA DE BARCELOS, no 2º lugar de um pódio fechado pela MAIA.

No que às Escolas concerne, em Juvenis, Diogo Saleiro foi o melhor classificado, em 4º lugar. Sérgio Saleiro (8º), Luís Lobo (11º), João Serre (12º), Diogo Carreiras (18º) e Guilherme Rodrigues (33º) foram os restantes elementos a competir.

 

 

Neste escalão mas em femininos, Nicole Gonçalves conseguiu um grande 2º lugar, atrás de Beatriz Pereira (CRC/GARBO/MÓDULO 60) e à frente de Marisa Ferreira (BAIRRADA).

Adelaide Palmeira (à direita) em representação de Nicole Gonçalves

 

Nos Infantis, mais uma conquista para a ACR RORIZ. João Martins foi o autor da proeza, conquistando o escalão. Gabriel Baptista (11º), Henrique Lopes (12º), Dinis Saleiro (14º), Diogo Miranda (15º), Paulo Fernandes (19º), Guilherme Boas (21º) e Rodrigo Rodrigues (34º) foram os restantes competidores rorizenses.

Com apenas dois atletas a competirem nos Iniciados, Leandro Martins conquistou um bom 5º lugar e Gonçalo Rodrigues ficou em 8º.

Já nos Pupilos/Benjamins, o já habitué dos pódios, Dinis Carreiras, conquistou um grande 2º lugar. Afonso Pereira, em 13º, foi o outro representante presente.

Nos femininos, conquistados por Sofia Loução (ESCOLA DE CICLISMO ARCA DE NOÉ/GAIA), Adelaide Palmeira conseguiu um bom 5º lugar.

No somatório final, coletivamente, a grande vencedora foi a ACR RORIZ SEISSA/ KTM-BIKESEVEN/ MATIAS&ARAÚJO/ FRULACT, suplantando a SILVA&VINHA/ADRAP/SENTIR PENAFIEL (2ª) e a TENSAI/SAMBIENTAL/SANTA MARTA (3ª).

Fotos: ACM/Jorge Almeida.

Centro Ciclista de Barcelos consegue bons resultados em Santa Marta de Portuzelo

Agosto 16, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora




Realizou-se no feriado de 15 de agosto o 42º Circuito de Santa Marta de Portuzelo, numa iniciativa conjunta da Associação de Ciclismo do Minho e do Grupo Desportivo do Centro Paroquial de Santa Marta de Portuzelo. A tradicional prova destina-se aos escalões de pupilos/benjamins, iniciados, infantis, juvenis, cadetes e juniores e contou com a prestação dos jovens ciclistas do CENTRO CICLISTA DE BARCELOS/AFF/ORBEA/ONDA (CCB).

Igualmente pontuável para Taça do Minho de Ciclismo de Estrada – Arrecadações da Quintã, o 42º Circuito de Santa Marta de Portuzelo (Viana do Castelo) integrou atividades de destreza para as categorias de pupilos/benjamins e provas em linha para iniciados, infantis, juvenis, cadetes e juniores.

Assim, e começando pelos Juniores, Fábio Costa foi o melhor classificado da equipa barcelense, conseguindo um bom 4º lugar, chegando integrado no pelotão, que cortou a meta a 14 segundos do vencedor, Diogo Vieira, da TENSAI/SAMBIENTAL/SANTA MARTA. Os restantes elementos do CCB a competirem neste escalão foram: João Lopes (8º), Hugo Alves (17º), Juliano Silva (21º) e João Afonso (27º).

Fábio Costa (à esquerda)

Por equipas, a equipa de Barcelos conquistou um grande 3º lugar, atrás da TENSAI/SAMBIENTAL/SANTA MARTA e da ESCOLA DE CICLISMO CARLOS CARVALHO.

Passando para os Cadetes, João Silva foi o melhor representante da equipa, conquistando o 6º lugar. João Martins (8º), Rui Alves (9º), David Duarte (23º) e João Munhoz (40º) completaram o elenco do CCB.Por equipas, conquistaram um grande 2º lugar, logo atrás da, também barcelense, ACR RORIZ.

Entrando no que concerne às Escolas, em Juvenis, Diogo Silva conquistou o 5º lugar e Gonçalo Costa o 14º. Em Infantis, Hugo Leite conseguiu o 33º posto.

Diogo Silva (à direita)

O destaque vai, como tem sido recorrente, para Francisco Cardoso, o pequeno ás da bicicleta, que conquistou o 1º lugar do pódio, no escalão de Pupilos/Benjamins. Tiago Nkomesha (19º) e André Oliveira (20º) foram os restantes elementos da equipa a competirem neste escalão. Por equipas, o CENTRO CICLISTA DE BARCELOS/AFF/ORBEA/ONDA conseguiu um bom 8º lugar.

Fonte: CCB.

Fotos: ACM/Jorge Almeida.

Equipas barcelenses trazem bons resultados de Rendufe – Amares

Agosto 15, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora




Realizou-se no último sábado o 16º Prémio de Ciclismo de Rendufe, numa iniciativa da Associação de Ciclismo do Minho e da Secção de Ciclismo do Rendufe Futebol Clube e pontuável para a Taça do Minho de Ciclismo de Estrada – Arrecadações da Quintã. A prova era destinada aos escalões de pupilos/benjamins, iniciados, infantis, juvenis, cadetes e juniores, que contou com a participação da ACR RORIZ SEISSA/KTM-BIKESEVEN/MATIAS&ARAÚJO/FRULACT (ACRR) e do CENTRO CICLISTA DE BARCELOS/AFF/ORBEA/ONDA (CCB).

No escalão de Juniores, João Salgado (ACRR) conseguiu conquistar o 2º lugar da classificação, terminando com o mesmo tempo do vencedor, João Rocha, da ESCOLA DE CICLISMO CARLOS CARVALHO. Ainda neste escalão, Fábio Costa (CCB) conseguiu um lugar no top 10, o 7º, tal como o seu colega de equipa João Lopes (CCB), que foi 8º. Os restantes atletas das equipas barcelenses que competiram neste escalão foram Pedro Lopes (ACRR – 11º), José Vieira (ACRR – 12º), João Afonso (CCB – 19º), Hugo Alves (CCB – 20º), Carlos Vale (ACRR – 23º), Luís Barbosa (ACRR – 26º) e José Dias (CCB – 27º). João Sousa (ACRR), João Araújo (ACRR), Rui Gonçalves (ACRR) e Juliano Silva (CCB), infelizmente, não terminaram a prova.

Por equipas, a grande vencedora foi a ACR RORIZ SEISSA/KTM-BIKESEVEN/MATIAS&ARAÚJO/FRULACT. O CENTRO CICLISTA DE BARCELOS/AFF/ORBEA/ONDA conseguiu um bom 4º lugar na classificação geral por equipas.

Em Cadetes, a vitória sorriu a João Carvalho, da ACR Roriz, com o top 10 a ser composto por 7 ciclistas destas duas equipas barcelenses. Assim, João Silva (CCB) foi 3º, David Duarte (CCB) 4º, Pedro Silva (ACRR) 6º, Manuel Barbosa (ACRR) 8º, João Martins (CCB) 9º e Lucas Braga (ACRR) foi 10º. Os restantes representantes barcelenses neste escalão foram Sandro Macedo (ACRR – 11º), João Lobo (ACRR – 12º), Flávio Fernandes (ACRR – 13º), Rui Alves (CCB – 18º), Bruno Silva (ACRR – 21º), Luís Leite (CCB – 23º), João Munhoz (CCB – 26º) e César Eiras (ACRR – 32º).

Já na classificação final por equipas, se na individual venceu uma de Barcelos, mais concretamente, de Roriz, na geral coletiva, a grande vencedora foi a outra representante barcelense, o CENTRO CICLISTA DE BARCELOS/AFF/ORBEA/ONDA. A ACR RORIZ SEISSA/KTM-BIKESEVEN/MATIAS&ARAÚJO/FRULACT conquistou um ótimo 2º lugar. O pódio ficou completo com a TENSAI/SAMBIENTAL/SANTA MARTA.

No escalão de Juvenis, a vitória veio, novamente, para Barcelos/Roriz. Diogo Saleiro (ACRR) foi o grande vencedor, com Gonçalo Costa (CCB) a conseguir um grande 3º lugar. Diogo Silva (CCB) foi 6º, Luís Lobo (ACRR) 12º, Sérgio Saleiro (ACRR) 16º, Diogo Carreiras (ACRR) 20º e João Serre (ACRR) foi 27º.

Neste escalão mas no feminino, Nicole Gonçalves (ACRR) conseguiu um grande 2º lugar, ficando entre Beatriz Pereira (CRC/GARBO/MÓDULO 60), a 1ª, e Beatriz Roxo (ESCOLA DE CICLISMO ARCA DE NOÉ/GAIA) que terminou no 3º posto.

Em Infantis, a vitória foi para Pedro Brandão, da ESCOLA DE CICLISMO ARCA DE NOÉ/GAIA. João Martins (ACRR) e Gabriel Baptista (ACRR) conseguiram ficar nos 10 primeiros, em 6º e 9º, respetivamente. Henrique Lopes (ACRR – 13º), Dinis Saleiro (ACRR – 14º), Diogo Miranda (ACRR – 16º), Paulo Fernandes (ACRR – 22º), Rodrigo Rodrigues (ACRR – 24º) e Hugo Leite (CCB – 25º) foram os restantes jovens atletas que viajaram de terras de Barcelos para competirem neste escalão.

Nos Iniciados apenas competiram dois ciclistas oriundos do concelho barcelense Leandro Martins e Gustavo Fernandes, ambos da ACR RORIZ. Leandro conseguiu um grande 3º lugar e Gustavo ficou no 7º. O escalão foi ganho por Joaquim Moreira, da SILVA&VINHA/ADRAP/SENTIR PENAFIEL.

Entrando no escalão dos mais pequenos das Escolas, os Pupilos/Benjamins, este foi ganho por Vasco Silva, igualmente da SILVA&VINHA/ADRAP/SENTIR PENAFIEL. No entanto, o pódio ficou completo com pequenos ases das bicicletas que “pedalaram” para Rendufe saindo de Barcelos e Roriz. Assim, Francisco Cardoso (CCB) foi um grande 2º classificado e Dinis Carreiras (ACRR) ficou um ótimo 3º posto. André Oliveira (CCB – 12º), Afonso Pereira (ACRR – 14º) e Tiago Nkomesha (CCB – 15º) completaram o pelotão masculino de miúdos barcelenses que competiram neste escalão.

No mesmo escalão mas em femininos, a rorizense Adelaide Palmeira conseguiu um grande 2º lugar, ficando entre duas representantes da ESCOLA DE CICLISMO ARCA DE NOÉ/GAIA, Liliana Vilarinho (1ª) e Sofia Loução (3ª).

No cômputo geral dos escalões de Escolas (Pupilos/Benjamins, Iniciados, Infantis e Juvenis), a equipa grande vencedora foi a ACR RORIZ SEISSA/KTM-BIKESEVEN/MATIAS&ARAÚJO/FRULACT. Mesmo não tendo conseguido competir em todos os escalões, o CENTRO CICLISTA DE BARCELOS/AFF/ORBEA/ONDA conseguiu um muito bom 5º lugar da classificação coletiva final.

Fotos: ACM/Jorge Almeida.

“32º Prémio Cidade de Barcelos” marcado pelo sucesso e com equipas barcelenses em destaque

Agosto 14, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora




Realizou-se ontem, dia 13 de agosto, o 32º Prémio Cidade de Barcelos, destinado aos escalões de escolas, cadetes e juniores, sendo pontuável para a Taça do Minho de Ciclismo de Estrada – Arrecadações da Quintã.

A prova foi organizada em conjunto pelo Centro Ciclista de Barcelos e pela Associação de Ciclismo do Minho, com o apoio da Câmara Municipal de Barcelos, AFF Eletrodomésticos, Onda, Orbea, Federação Portuguesa de Ciclismo, Arrecadações da Quintã, Cision, Raiz Carisma – Soluções de Publicidade, POPP Design, Controlsafe e Ciclismo a fundo (revista oficial).

Começando pelos mais “crescidos”, os juniores, a vitória sorriu a João Dinis (RÁDIO POPULAR/ BOAVISTA – FORMAÇÃO) que, por uma nesga venceu Diogo Vieira (TENSAI/ SAMBIENTAL/ SANTA MARTA). Ambos os ciclistas adiantaram-se ao pelotão e, quando Diogo Vieira já festejava a vitória, João Dinis, num assomo de força e “sangue-frio”, conseguiu desfeitear o seu opositor, levando-o de vencida. João Salgado (ACR RORIZ SEISSA/ KTM-BIKESEVEN/ MATIAS&ARAÚJO/ FRULACT), que entrou na reta da meta em forte “luta” pela vitória com estes dois corredores, acabou por ficar em 3º lugar, a 2 segundos deles.

O pelotão chegou logo de seguida, a 6 segundos do vencedor. Nele, vinham os restantes atletas das equipas barcelenses que disputaram esta prova, a ACR RORIZ SEISSA/ KTM-BIKESEVEN/ MATIAS&ARAÚJO/ FRULACT (ACRR) e o CENTRO CICLISTA DE BARCELOS/ AFF/ ORBEA/ ONDA (CCB). Pedro Lopes (6º – ACRR), Fábio Costa (8º – CCB), Hugo Alves (12º – CCB), João Afonso (13º – CCB), João Lopes (14º – CCB), Juliano Silva (24º – CCB), José Vieira (25º – ACRR) e Carlos Vale (26º – ACRR) foram os atletas que concluíram a prova. Infelizmente, José Dias (CCB) não terminou.

Por equipas, a vitória recaiu para a TENSAI/ SAMBIENTAL/ SANTA MARTA, com o CENTRO CICLISTA DE BARCELOS/ AFF/ ORBEA/ ONDA a conseguir um grande 3º lugar e a ACR RORIZ SEISSA/ KTM-BIKESEVEN/ MATIAS&ARAÚJO/ FRULACT um bom 5º lugar.

Em cadetes femininos, sem atletas barcelenses em prova, a vitória foi para Joana Pereira, da 5 QUINAS/ MUNICÍPIO DE ALBUFEIRA.

Num breve apontamento, de referir que Maria Barros (1ª – Elite), da CC SPOL, e Patrícia Viana (2ª – Sub23 Femininos), da TENSAI/ SAMBIENTAL/ SANTA MARTA, também participaram nesta prova.

Passando para os cadetes, o domínio barcelense foi quase “avassalador”. Senão, vejamos, no top 10 final apenas 2 atletas não representam equipas barcelenses: Enzo Andrade (3º – UNION CYCLISTE CHOLET) e Marco Marques (10º – TENSAI/ SAMBIENTAL/ SANTA MARTA). De resto, todos os restantes lugares foram ocupados por atletas da ACRR e do CCB. A prova foi disputada ao sprint por um grupo que se poderá considerar como tendo sido o pelotão.

Assim, a vitória sorriu a Pedro Silva (ACR RORIZ SEISSA/ KTM-BIKESEVEN/ MATIAS&ARAÚJO/ FRULACT), sendo que o 2º classificado foi João Martins (CENTRO CICLISTA DE BARCELOS/ AFF/ ORBEA/ ONDA).

Os restantes representantes barcelenses foram: Lucas Braga (4º – ACRR), Rui Alves (5º – CCB), Manuel Barbosa (6º – ACRR), João Lobo (7º – ACRR), Luís Leite (8º – CCB), Flávio Fernandes (9º – ACRR), João Carvalho (12º – ACRR), João Silva (18º – CCB), Bruno Silva (19º – ACRR), David Duarte (22º – CCB), Vítor Costa (26º – ACRR), João Munhoz (32º – CCB), Sandro Macedo (36º – ACRR) e César Eiras (42º – ACRR).

Por equipas, o “brilharete” barcelense foi, claro, de grande destaque. Assim, a ACR RORIZ SEISSA/ KTM-BIKESEVEN/ MATIAS&ARAÚJO/ FRULACT conquistou um excelente 1º lugar e o CENTRO CICLISTA DE BARCELOS/ AFF/ ORBEA/ ONDA um, não menos espetacular, 2º lugar.


Em juniores femininas, sem representantes barcelenses, a vitória foi para Jéssica Ribeiro, da ACD MILHARADO/ ESCOLA DE CICLISMO MANUEL MARTINS.

Na vertente de Escolas, iniciando pelos juvenis, o vencedor foi Luís Lobo, da equipa de Roriz. Os restantes barcelenses a lograrem competir neste escalão, conseguiram alcançar bons resultados. Assim, Diogo Saleiro (10º – ACRR), Diogo Silva (11º – CCB), Nicole Gonçalves (16ª – ACRR), João Serre (19º – ACRR), Gonçalo Costa (22º – CCB), Diogo Carreiras (23º – ACRR), Sérgio Saleiro (33º – ACRR) e Guilherme Rodrigues (36º – ACRR) foram quem representou as terras de Barcelos neste escalão.

Em infantis, a vitória foi para Pedro Brandão, da ESCOLA DE CICLISMO ARCA DE NOÉ/ GAIA. Os representantes barcelenses foram: João Martins (10º – ACRR), Gabriel Baptista (11º – ACRR), Henrique Lopes (14º – ACRR), Dinis Saleiro (16º – ACRR), Diogo Miranda (17º – ACRR), Paulo Fernandes (21º – ACRR), Rodrigo Rodrigues (25º – ACRR) e Hugo Leite (27º – CCB).

Nos iniciados, venceu Joaquim Moreira, da SILVA&VINHA/ ADRAP/ SENTIR PENAFIEL. Apenas com representantes de Roriz, os seus atletas presentes foram: Leandro Martins (4º – ACRR), Gonçalo Rodrigues (5º – ACRR) e Gustavo Fernandes (7º – ACRR).

Finalmente, em pupilos/benjamins, a vitória tornou a ser para um atleta da terra do Galo. Dinis Carreiras, da ACR RORIZ SEISSA/ KTM-BIKESEVEN/ MATIAS&ARAÚJO/ FRULACT, foi o grande vencedor. Mas houve mais atletas barcelenses em grande destaque. Assim, Francisco Cardoso, do CENTRO CICLISTA DE BARCELOS/ AFF/ ORBEA/ ONDA conseguiu um grande 3º lugar. Os restantes “pequenos ases” de Barcelos foram: Afonso Pereira (11º – ACRR), Tiago Nkomesha (12º – CCB), Adelaide Palmeira (13ª – ACRR) e André Oliveira (15º – CCB).

Por fim, no que concerne a Escolas, a equipa vencedora foi a SILVA&VINHA/ ADRAP/ SENTIR PENAFIEL. A ACR RORIZ SEISSA/ KTM-BIKESEVEN/ MATIAS&ARAÚJO/ FRULACT conseguiu um grande 2º lugar e o CENTRO CICLISTA DE BARCELOS/ AFF/ ORBEA/ ONDA obteve um louvável 8º lugar, sabendo-se que não competiu em todos os escalões.

Fotos: ACM/ Jorge Almeida.

32º Prémio Cidade de Barcelos vai para a estrada no próximo domingo

Agosto 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora




No próximo dia 13 de agosto, domingo, realiza-se o 32º Prémio Cidade de Barcelos, destinado aos escalões de escolas, cadetes e juniores, sendo pontuável para a Taça do Minho de Ciclismo de Estrada – Arrecadações da Quintã.

Esta é uma prova organizada em conjunto pelo Centro Ciclista de Barcelos e pela Associação de Ciclismo do Minho, sendo que as várias provas deste Prémio, com arranque marcado para as 9h00, desenrolar-se-ão nas imediações da Avenida da Liberdade. A organização prevê que a cerimónia protocolar e a entrega de prémios se realize por volta das 12h30.

A prova de destreza será realizada no Largo da Feira enquanto as provas em linha serão disputadas num circuito de 2,5 quilómetros (Avenida da Liberdade, Avenida Combatentes Grande Guerra, Largo dos Capuchinhos, Avenida Alcaides de Faria, estação da CP, Rua Bom Sucesso, Avenida Dr. Sidónio Pais, Avenida da Liberdade).

O 32º Prémio Cidade de Barcelos organizado, como referido, pela Associação de Ciclismo do Minho e pelo Centro Ciclista de Barcelos conta com o apoio da Câmara Municipal de Barcelos, AFF Eletrodomésticos, Onda, Orbea, Federação Portuguesa de Ciclismo, Arrecadações da Quintã, Cision, Raiz Carisma – Soluções de Publicidade, POPP Design, Controlsafe e Ciclismo a fundo (revista oficial).

Fonte e imagem: ACM.

Centro Ciclista de Barcelos participa na Volta a Portugal de Cadetes

Agosto 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Entre os dias 4 e 6 de agosto, realizou-se a 10ª edição da Volta a Portugal de Cadetes, onde a equipa barcelense CENTRO CICLISTA DE BARCELOS/ AFF/ ORBEA/ ONDA marcou presença, “transportando” o nome de Barcelos por estradas do centro e norte de Portugal.

O Centro Ciclista de Barcelos (CCB) apresentou-se na prova com os atletas João Munhoz, João Silva, Rui Alves, Luís Leite, David Duarte e Alexandre Ribeiro, sob a orientação do treinador Alberto Costa.

Na etapa inaugural, com pouco mais que 78km, iniciada e finalizada na Figueira da Foz, os atletas barcelenses tiveram uma prestação modesta, com Rui Alves a ser o melhor posicionado da equipa, em 42º lugar. Seguiram-se-lhe Luís Leite (45º), João Silva (48º), João Munhoz (83º), David Duarte (91º) e Alexandre Ribeiro (120º). Coletivamente, a equipa conseguiu o 15º lugar.



Já na segunda etapa, com sensivelmente 70km, disputados entre Ferreiros e Curia, os jovens ciclistas do CCB melhoraram e tiveram uma prestação melhor, comparativamente com a da etapa anterior. Assim, e novamente, foi Rui Alves o melhor posicionado, em 22º, com João Silva (37º), Luís Leite (70º), David Duarte (75º) e João Munhoz (94º) a concluírem a etapa. Infelizmente, Alexandre Ribeiro teve que abandonar a prova. Por equipas, o CCB alcançou, de novo, o 15º lugar.

Gondomar recebeu a Volta a Portugal de Cadetes, numa etapa com 63,4 quilómetros, onde os atletas barcelenses melhoraram o seu rendimento e classificação. Foi, por tal, uma prova “em crescendo”. Assim, Rui Alves foi, mais uma vez, o melhor da sua equipa, terminando dentro do top 10, neste caso em 9º lugar. Pelo meio, ainda conseguiu um 4º lugar no Prémio de Montanha da “Rotunda Bicafé”. João Silva também esteve em evidência, ficando dentro dos vinte primeiros, em 18º. David Duarte (63º), Luís Leite (81º) e João Munhoz (89º) completaram o elenco do CCB. Nesta etapa, a equipa de Barcelos já conseguiu um bom 8º lugar coletivo.

Nas “contas finais”, Rui Alves terminou no top 20, em 19º, e, com os seus companheiros João Silva (27º), Luís Leite (66º), David Duarte (72º) e João Munhoz (79º), contribuiu para que o Centro Ciclista de Barcelos terminasse esta prova no 13º lugar coletivo. De destacar o 10º lugar de Rui Alves na classificação final do Prémio da Montanha (Camisola Azul).

Fotos: UVP-FPC.

ACR Roriz vence coletivamente a Volta a Portugal de Cadetes, Pedro Silva é 3º e João Carvalho conquista a Montanha

Agosto 8, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se, entre os dias 4 e 6 de agosto, a 10ª edição da Volta a Portugal de Cadetes, onde a equipa de Roriz (SEISSA/ KTM-BIKESEVEN/ MATIAS&ARAÚJO/ FRULACT) esteve em evidência, ao vencer a classificação coletiva. Individualmente, destaca para Pedro Silva, campeão Nacional da categoria, que terminou na 3ª posição da classificação geral individual e João Carvalho, que venceu a classificação da Montanha, conquistando, assim, a Camisola Azul.

A 10ª edição da Volta a Portugal de Cadetes iniciou-se no dia 3, quinta-feira, com uma apresentação formal das equipas, seguida de uma palestra sobre vários assuntos importantes para a formação destes jovens atletas. A ACR Roriz apresentou-se nesta prova com os atletas Pedro Silva, João Carvalho, Manuel Barbosa, João Lobo, Flávio Fernandes, Lucas Braga, João Almeida e Bruno Silva, sob as ordens do treinador Aurélio Lopes.

Os 78,2 quilómetros da etapa inaugural, com início e final na Figueira da Foz, foram disputados sob tempo quente e percorridos a alta velocidade, terminando com uma discussão ao sprint. Juan Ayuso Pesquera foi o mais veloz, relegando o compatriota Miguel Mera (ALUMINIOS CORTIZO-ANOVA) para o segundo lugar e o atleta da ACR Roriz /SEISSA/ KTM-BIKESEVEN/ FRULACT, Pedro Silva, para o terceiro posto, todos, tal como o restante pelotão, com 1h59m10s de corrida.

Os 70,8 quilómetros da segunda etapa, disputados no concelho de Anadia, entre Ferreiros e Curia, terminaram da mesma forma que a etapa anterior, com uma disputa ao sprint. O protagonista foi o mesmo, Juan Ayuso Pesquera venceu e o melhor posicionado da ACR Roriz foi o Pedro Silva na 9ª posição, todos com o tempo do pelotão principal, formado por 44 corredores.

Os últimos 63,4 quilómetros disputaram-se no concelho de Gondomar, integrando a programação de Gondomar Cidade Europeia do Desporto 2017. Sabia-se que esta etapa seria decisiva, porque mais de trinta corredores, onde se encontravam Pedro Silva, Manuel Barbosa e João Lobo, partiram com o tempo do primeiro e porque o final era na exigente subida do centro da cidade para o Monte Crasto.

As expectativas não saíram goradas, sendo uma tirada decisiva e empolgante, com o pelotão a chegar a “conta-gotas”. O melhor na etapa foi João Carvalho (ACR RORIZ/ KTM-BIKESEVEN/ MATIAS& ARAÚJO/ FRULACT), que não entrou nas contas da geral, devido ao atraso do primeiro dia, em que sofreu uma queda violenta. O corredor da ACR Roriz cortou a meta com 8 segundos de vantagem sobre João Macedo (MATO CHEIRINHOS/ VILA GALÉ/ ETOPI). O terceiro foi Daniel Dias (MAIA), a 10 segundos e logo de seguida, na quarta posição, ficou Pedro Silva, a 13 segundos.

Com estes resultados, João Macedo terminou a Volta a Portugal de Cadetes Liberty Seguros dono da camisola amarela, com 2 segundos de vantagem sobre o segundo classificado, Daniel Dias. O terceiro foi Pedro Silva (ACR RORIZ SEISSA/ KTM-BIKESEVEN/ MATIAS& ARAÚJO/ FRULACT), a 5 segundos, Manuel Barbosa foi 15º, João Carvalho 17º, Flávio Fernandes 28º, Lucas Braga 44º, João Lobo 46º e Bruno Silva 68º. João Almeida, o outro atleta da equipa rorizense em prova, devido a uma queda violenta, não concluiu.

 

O espanhol Juan Ayuso Pesquera (GINESTAR), que venceu as duas primeiras etapas da competição, segurou uma das classificações que comandava, a de cadetes de primeiro ano. O vencedor da classificação por pontos foi Daniel Dias e o melhor trepador foi João Carvalho.

A ACR RORIZ SEISSA/KTM-BIKESEVEN/ MATIAS& ARAÚJO/ FRULACT foi a grande vencedora da classificação por equipas.

 

Fonte e fotos: ACRR/UVP FPC.

Centro Ciclista de Barcelos no top-10 coletivo do 29º Grande Prémio do Minho

Agosto 2, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Entre os dias 28 e 30 de julho, o CENTRO CICLISTA DE BARCELOS/AFF/ORBEA/ONDA marcou presença no 29º Grande Prémio do Minho, também conhecido por Volta ao Minho, regressado este ano com um figurino destinado ao escalão de juniores.

A prova foi composta por três etapas, todas com o mesmo formato: início e término na mesma localidade. A primeira em Cabeceiras de Basto, a segunda em Vieira do Minho e a terceira em Melgaço.

A equipa barcelense conquistou um bom 10º lugar na classificação final coletiva, numa prova que contou, não só, com algumas das melhores formações portuguesas, como também, com algumas equipas espanholas.

Individualmente, destacou-se Fábio Costa, que terminou a prova na 16ª posição mas que teve boas prestações, durante as etapas, como um 4º lugar num prémio de montanha da primeira etapa; um 9º lugar na geral da segunda etapa; e dois 3º lugares em duas metas volantes da última etapa.

Mas um equipa não tem apenas um elemento. Os restantes atletas da equipa, que competiram neste Grande Prémio, foram: Juliano Silva (33º), João Afonso (48º), André Terroso (50º), Hugo Alves (56º) e José Dias (65º).



Fotos: ACM/Rui Jorge.

1 2 3 7
Ir Para Cima