Tag archive

Concerto

Banda Musical de Oliveira e três coros atuam na Mostra de Artesanato

Agosto 13, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Amanhã, dia 14 de agosto, pelas 22h00, o palco principal da 37ª Mostra Nacional de Artesanato e Cerâmica de Barcelos recebe um concerto de uma banda musical acompanhada por três coros.



Quem se deslocar ao Parque da Cidade e visitar a Mostra, poderá assistir à atuação da Banda Musical de Oliveira, acompanhada pelo Coro de Pais da Banda Musical de Oliveira, pelo Coral de Manhente e pelo Coral de S. Bento.

Imagem: DR.

Sala Guilhermina Suggia enche de novo com Concerto Final do Ano Letivo do Conservatório de Música de Barcelos

Junho 18, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 16 de junho, o Conservatório de Música de Barcelos (CMB) realizou o seu já tradicional Concerto Final de Ano na Casa da Música, no Porto.



Pelo terceiro ano consecutivo, nesta emblemática sala, o concerto afirmou-se como ponto alto do riquíssimo e diversificado plano anual de atividades da instituição. Com a participação de cerca de 400 alunos, a Sala Guilhermina Suggia, completamente esgotada, foi imbuída do espírito festivo, numa verdadeira gala final de ano, da e para toda a Comunidade Educativa do CMB.

O programa apresentado, próximo do grande público, foi constituído por duas partes distintas e que se completaram. Na primeira parte, atuou o Coro de Iniciação e 2º Ciclo, com“Dó, Ré, Mi” & “My Favourite Things” (Sound of Music), de Oscar Hammerstein, Richard Rodgers e Irwin Kostal; a Orquestra Juvenil de Cordas e Coro 3º Ciclo, com “Barco Negro” (David Mourão-Ferreira) e “Os Putos” (Carlos do Carmo); a Orquestra Juvenil de Coros e Coro 3º Ciclo, com “Queen in Concert” (arr. Jay Bocook); a Orquestra de Sopros e Coro Galtom, com “Moment for Morricone” (Johan de Meij).

Na segunda parte, atuou o Coro dos Pequenos Cantores, com “Totus Tuus” (Rihards Dubra); o Coro Galtom, com “Only Sleep” (Eriks Esenvalds); a Orquestra de Cordas, com “Meditation” (Jules Massenet), com Inês Carvalho como solista, e “Palladio” (Karl Jenkins); a Orquestra Sinfónica e Grande Coro, com “O Don Fatale” (Don Carlo), de G. Verdi (Solista – Cláudia Pereira), “Sonatina” 1º and. Allegretto, de F. Moreno Torroba (Solista – João Carvalho), e “Danzón n.2 “, de A. Marquez.

“Este projeto, idealizado desde o início ano letivo, materializou-se essencialmente no trabalho desenvolvido nas aulas de Classes de Conjunto e num ensaio intensivo no dia que antecedeu a apresentação, bem como de toda a dedicação da comunidade educativa, desde a direção, professores, alunos, pais e funcionários”, refere o CMB em nota.

Sob a liderança da Direção Pedagógica do CMB, este projeto teve como professores responsáveis as Professoras Ágata Ricca e Alexandra Quinta e Costa (Coro Iniciação), Joana Ribeiro (Coro 2º ciclo), Isabel Silva (Coro 3º ciclo) e Maria João Gonçalves (Coro Galtom) e os Professores Jorge Teixeira (Orquestras de Cordas) e Carlos Martinho (Orquestras de Sopros e Orquestra Sinfónica). Contou com a participação dos alunos em regime integrado, articulado com as escolas protocoladas com o CMB – Agrupamento de Escolas de Barcelos, Agrupamento de Escolas Gonçalo Nunes, Agrupamento de Escolas Rosa Ramalho, Agrupamento de Escolas Vale de Tamel, Agrupamento Vertical de Vila Cova, Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio e Colégio da Trofa – e regime supletivo.

“A direção do CMB congratula-se com mais este feito educativo e agradece aos pais, alunos, professores e a todas as entidades que connosco colaboram, pelo empenho e dedicação”, conclui.

Fotos: DR.

Misericórdia de Barcelos homenageou Nossa Senhora

Maio 18, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

As comemorações dos 519 anos da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos (SCMB) prosseguem, este fim-de-semana, com um concerto sacro de temática mariana e uma caminhada solidária.



Esta sexta-feira, o ensemble vocal Moços do Coro protagonizou, na Igreja da Misericórdia, o concerto “Reflexos do Olhar de Maria”, como forma de honrar Nossa Senhora da Misericórdia.

No serão musical, a assistência pôde acompanhar Maria, tal como Ela assistiu o Seu Filho, com obras de épocas distintas e diferentes compositores – de Giovanni Pierluigi Palestrina, passando por Anton Bruckner, até Paulo Banaco –, selecionadas a preceito, para representar cada momento.

“No mês de Maria, dificilmente teríamos melhor opção do que esta atuação inédita em Barcelos do ensemble Moços do Coro”, considerou o provedor da Misericórdia de Barcelos. Nuno Reis acrescentou, logo depois, que “é importante que a Santa Casa assuma, cada vez mais, uma vertente de promoção da cultura e não é todos os dias que se traz ao nosso concelho um concerto de música sacra com a qualidade daquele a que tivemos oportunidade de assistir”.

O programa comemorativo dos 519 anos da SCMB não se limita ao mês de maio. Depois de terem iniciado em abril, as iniciativas prosseguirão ao longo de todo o ano. O provedor da instituição, Nuno Reis, sublinha que se trata de um “programa vasto, diversificado e relacionado com as várias vertentes de atuação da Misericórdia de Barcelos, da Infância à Terceira Idade, passando pela Saúde, pelo Culto, pela Cultura, pela Ação Social e pela Formação”.

“Caminhar pelas Obras de Misericórdia”

Entretanto, este domingo, mais de 350 pessoas participam na Caminhada Solidária alusiva às sete obras corporais de Misericórdia e que assinala, também, o Dia da Família (Valência de Infância). Para isso, ao longo de um percurso de cerca de sete quilómetros – entre a Igreja da Misericórdia e o Jardim Velho –, constam igualmente sete paragens, cada uma delas com representação de uma obra corporal.

A inscrição é gratuita, mas os participantes são convidados a entregar um bem alimentar, para ajudar a “dar de comer a quem tem fome”. O evento tem início às 9h30 e conta com o apoio dos Amigos da Montanha.

Fonte e fotos: SCMB.

Concerto do Ensemble Moços do Coro na Igreja da Misericórdia

Maio 13, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 17 de maio, pelas 21h30, realiza-se um concerto vocal com o Ensemble Moços do Coro, no âmbito das comemorações dos 519 anos da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos.



Com entrada gratuita, o concerto realiza-se na Igreja da Misericórdia.

Imagem: DR.

Concerto de Natal, em Vilar de Frades, junta músicos portugueses

Dezembro 19, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Convento de São Salvador de Vilar de Frades, em Areias de Vilar, recebe, na próxima sexta-feira, dia 21 de dezembro, pelas 21h00, o Coro e a Orquestra XXI, constituídos por cerca de 40 elementos (entre coro e orquestra), que se encontram a trabalhar e estudar fora de Portugal e que aproveitam a altura do Natal para regressar e atuar em conjunto.



Num concerto com entrada livre e cujo mote é o Natal, os músicos, juntos pela primeira vez em digressão, interpretam obras escritas para a quadra festiva como a Oratória de Natal de J. S. Bach, as duas primeiras cantatas, Responsórios para o Natal de Duarte Lobo e do Concerto Grosso para a noite de Natal de A. Corelli.

Desenvolvidos em parceria com a Direção Regional de Cultura do Norte, estes concertos irão passar pelo Convento de São Salvador de Vilar de Frades, pela Igreja de São Domingos (Sé de Vila Real, dia 22 de dezembro, 21h00 horas) e pela Igreja dos Clérigos (Porto, dia 23 de dezembro, 17h00).

 

Banda brasileira Boogarins chega a Barcelos no sábado

Outubro 17, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Barcelenses Tresor&Bosxh também sobem ao palco do CCOB

Os Boogarins vão voltar a Barcelos, no próximo sábado, dia 20, para um concerto no Círculo Católico dos Operários de Barcelos (CCOB). Para além da banda brasileira também os barcelenses Tresor&Bosxh sobem a palco da segunda noite do ciclo de espetáculos “triciclo”. O evento começa às 22h00 e a entrada tem o custo de 5€.

Para além do concerto, os Boogarins apresentam-se em formato de showcase no Largo Dr. Martins Lima, em frente ao Teatro Gil Vicente, às 17h00, no sábado. O espetáculo especial terá um cariz informal, minimalista e será filmado na íntegra.



Dino Almeida e Benke Ferraz começaram a fazer música juntos quando eram ainda adolescentes a viver na cidade de Goiânia, no Brasil. Faziam pop psicadélico absorvendo toda a rica cultura musical do país que viu nascer Os Mutantes e do mundo que explodiu com Pink Floyd, Beatles ou Tame Impala. Os Boogarins lançaram o primeiro disco “As plantas que curam” (2013) a partir de uma gravação caseira e o mundo rendeu-se. Depois disso, já cruzaram o mundo desde Austin a londres, de Lisboa a Nova Iorque, de Santiago à cidade do México. Em 2014, estrearam-se em Barcelos no festival Milhões de Festa e, em 2018, voltam a fazer a rota de Pedro Álvares Cabral para mostrar o mais recente disco de estúdio “Lá vem a morte” (2017).

Já os Tresor&Bosxh vão experimentar o seu segundo EP “Grocery” pela primeira vez ao vivo em Barcelos. Este espetáculo conta com um toque especial da bateria de Pedro Oliveira (Dear Telephone e Peixe:Avião), que participou no mais recente trabalho da dupla.

Os bilhetes podem ser adquiridos em www.bol.pt, Fnac, Worten, CTT e restantes pontos aderentes. Há ainda a possibilidade de compra à entrada do espetáculo, no CCOB.

Este concerto termina o primeiro mês de programação do “triciclo” que segue com concertos até dezembro. Norberto Lobo, Lavoisier e Harmonies são alguns dos nomes que compõem o cartaz.

Imagens: DR.

Conservatório de Música de Barcelos enche novamente Casa da Música do Porto

Julho 11, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 9 de julho, o Conservatório de Música de Barcelos (CMB) realizou o seu já tradicional Concerto Final de Ano na Casa da Música, no Porto. Pelo quinto ano consecutivo, segundo na Casa da Música, este concerto contou com a participação de mais de 300 alunos, que transformaram a Sala Guilhermina Suggia, completamente esgotada, numa verdadeira Festa da Comunidade Educativa do CMB.



O programa apresentado, que teve como intenção “torná-lo o mais próximo possível do grande público”, segundo o CMB, foi constituído por duas partes distintas e que, de certa forma, se completaram.

A primeira parte começou com a Abertura da ópera “O Barbeiro de Sevilha”, de G. Rossini (arr. J. Manoukian), pela Orquestra de Cordas Juvenil, a que se juntou, de seguida, o Coro Juvenil e o Coro Vozes D’Ouro para apresentarem a obra “Salmo 23”, do compositor canadiano S. Irving Glick.

O programa continuou com a Orquestra de Sopros Juvenil, que interpretou a obra “The Lion King”, de H. Zimmer (arr. J. Higgins), que deu vez à sua “homónima mais crescida”, a Orquestra de Sopros, que juntamente com o Grande Coro (cerca de 200 alunos) apresentaram trechos da ópera “Carmen”, de G. Bizet, começando com “Avec la Garde Montante”, seguindo-se das árias “Habanera” e “Toreador”, que tiveram como solistas os alunos Cláudia Pereira e João Miranda, respetivamente, momento que fez recordar a tão bem conseguida produção que o CMB realizou com esta ópera no passado mês de junho.

A primeira parte, caracterizada por um programa cheio de variedade, frescura e fantasia, culminou com a ritmada obra “Heijamano”, de B. Appermont, e “We All Stand Together”, de P. McCartney. Nesta última, juntou-se ao Grande Coro, o Coro da Iniciação e a Orquestra Sinfónica do CMB, o que permitiu às pessoas que estavam no público ir para intervalo “leves”, “felizes”, “cheios de reminiscências”, como alguns tiveram a oportunidade de partilhar.

A segunda parte, com um programa, de certo modo, mais contemplativo, foi toda constituída por grandes obras primas, presentes nos inúmeros registos discográficos dedicados aos grandes hits da Música Clássica, o que permitiu manter a matriz de um concerto popular. Começou pelo segundo andamento do “Concerto de Aranjuez”, de J. Rodrigo para Guitarra Clássica, que teve como solista o aluno Diogo Carlos acompanhado ao piano pela Prof. Eugénia Moura, seguindo-se a Orquestra de Cordas, que interpretou o “Adágio”, de T. Albinoni, e o “Verão” (das quatro estações), de A. Vivaldi. Esta última teve como solistas os alunos João Carvalho e Joana Ribeiro e contou com a colaboração do cravista Diogo Zão.

Seguiu-se a Orquestra Sinfónica para voltar a trazer fantasia, esta com tons “natalícios”, com a Suite do Bailado “O Quebra Nozes”, de P. I. Tchaikowsky, e a sua famosa “Valsa das Flores”, que contou com a colaboração da harpista Eleonor Picas antes de se juntar, novamente, o Grande Coro para terminar o Concerto com o apoteótico “Halleluja”, de G. F. Haendel.

“Este ambicioso projeto, idealizado desde o início ano letivo, materializou-se essencialmente com a realização de dois estágios intensivos, na interrupção letiva do Carnaval e ao longo de toda a última semana, que o tornou possível com um querer muito expressivo, uma dedicação de toda a comunidade, desde a direção, professores, alunos, pais e funcionários”, refere o CMB em nota.

Sob a liderança da Direção Pedagógica do CMB, este projeto teve como professores responsáveis Adalgisa Pontes (Coro Iniciação), Joana Ribeiro (Coro 2.º ciclo), Isabel Silva (Coro 3.º ciclo) e Maria João Gonçalves (Coro Galtom), Carlos Martinho (Orquestras de Sopros e Orquestra Sinfónica), Jorge Teixeira (Orquestras de Cordas) e contou com a participação dos alunos em regime integrado, articulado com as escolas protocoladas com  o CMB –Agrupamento de Escolas de Barcelos, Agrupamento de Escolas Gonçalo Nunes, Agrupamento de Escolas Rosa Ramalho, Agrupamento de Escolas Vale de Tamel, Agrupamento Vertical de Vila Cova, Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio e Colégio da Trofa  – e regime supletivo.



Na mesma nota, a direção do CMB “congratula-se com mais este feito educativo e agradece aos pais, alunos, professores e a todas entidades que connosco colaboram, pelo empenho e dedicação”.

Fotos: CMB.

Concerto de Final de Ano Letivo da Academia de Música de Viatodos realiza-se hoje

Julho 7, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Hoje, pelas 18h00, o Salão dos Bombeiros Voluntários de Viatodos recebe o Concerto de Final de Ano Letivo da Academia de Música de Viatodos.



Esta Academia, fundada a 23 de outubro de 2010 por iniciativa da Artesmusivi – Associação de Artes de Viatodos, é uma escola particular de ensino especializado de música, tendo já realizado inúmeros concertos com performances dos seus alunos.

Imagem: AMV.

Concerto abrilhanta comemorações dos 518 anos da Misericórdia de Barcelos

Junho 3, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Santa Casa da Misericórdia de Barcelos, com o apoio da Câmara Municipal de Barcelos, levou a efeito um Concerto, dirigido pelo maestro Alfredo Macedo, pela Orquestra da Escola de Música da Banda Musical de Oliveira e pelo Coro de Pais da Banda Musical de Oliveira.



A iniciativa, realizada no âmbito do programa comemorativo dos 518 anos da instituição, decorreu, dia 31 de maio, na Igreja da Misericórdia.

De realçar que os presentes foram brindados com Bravour 1900 (Randy Beck), Ammerland  (Jacob De Haan), Peer Gynt (E. Grieg), Prince of Egypt (Stephen Schwartz, arr. Jay Bocook), Les Misérables (arranged by Johnnie Vinson) e I Will Follow Him – (Arr: Ron Sebregts). À Orquestra juntou-se o Coro de Pais, que apresentou Verdes São os Campos (Arr: Filipe Cunha), Coro das Maçadeiras (Arr: Alfredo Macedo) e Saudação a Barcelos (Desconhecido).

Integrado, ainda, no programa dos 518 anos, na parte da manhã, teve lugar uma missa que assinalou o Dia Nacional das Misericórdias.

Próxima atividade

No dia 8 de junho, pelas 21h30, encerra o programa comemorativo com o lançamento do terceiro volume do livro “Apontamentos para a História de Barcelos”, de António Miguel da Costa Almeida Ferraz. A apresentação está a cargo do Pe. Prof. Doutor António Júlio Trigueiros.

Fonte e foto: SCMB.

Banda barcelense L-Blues apresenta novo álbum no Teatro Gil Vicente

Abril 2, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

A 6 de abril, sexta-feira, pelas 21h30, o palco do Teatro Gil Vicente recebe a banda barcelense L-Blues, para um concerto de apresentação do seu novo álbum “Vol.2”.



Este novo álbum é composto por seis músicas de Rock N’ Roll, Blues e Folk. “És Pó”, “Fúria”, “Outono”, “Ódio de amor”, “Cães negros” e “Perto do longe” são os títulos dessas seis músicas, de um disco que tem distribuição digital mundial nas lojas digitais como Spotify, Amazon, Itunes, HMV digital, Google Play ou Soundcloud, mas também está disponível em formato físico nas lojas FNAC.

A banda L-Blues tem origem em 2010, quando se cria o projeto “Guitarras de Manhente”, por intermédio de Bruno Lopes, músico que tem no seu historial vários projetos artísticos, entre os quais, os High Flying Bird (2003/2013), de música Folk e Blues e que editou seis discos, ou a banda The Pisces (1998/2001), na área da música rock.

Tal como referido, o folk, country, Blues e rock constituem as sonoridades desta banda. O seu nome faz uma homenagem à mitologia do pacto com o diabo, de Robert Johnson, e da encruzilhada (crossroads) dos Blues. A banda é constituída por Bruno Lopes (Voz, Guitarras, Slide, Harmónicas), Diogo Silva (Baixo), Jorge Braga (Bateria), Céu Neiva (Teclas, Violino e Guitarra Elétrica) e Ana Neto (Voz).

A entrada é gratuita mas não dispensa a reserva de lugar. Para mais informações e/ou reservas, pode utilizar o e-mail  tgv@cm-barcelos.pt  ou o telf. 253809694.

Fonte e imagem: AB.

Ir Para Cima