Tag archive

Conservatório de Música de Barcelos

“triciclo” junta Angélica Salvi e Conservatório de Música de Barcelos

Março 4, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No âmbito do serviço educativo do “triciclo”, Angélica Salvi vai trabalhar com alunos do Conservatório de Música de Barcelos. A apresentação deste espetáculo original está marcada para o próximo sábado, pelas 22h00, no Teatro Gil Vicente, em Barcelos. A entrada é livre.



O “triciclo” propôs mais um desafio à talentosa música para desenvolver um trabalho original com o Conservatório de Música de Barcelos, promovendo um momento de partilha e aprendizagem para todos os envolvidos. O espetáculo vai ter como ponte central o mais recente disco da harpista, “Phantone” (2019), que conquistou a crítica especializada.

A harpista espanhola Angélica Salvi está radicada no Porto desde 2011, dedica-se à improvisação, à música contemporânea e eletroacústica, explorando várias técnicas de preparação e amplificação do instrumento na busca de novos timbres e sonoridades. É harpista do Vertixe Sonora Ensemble, professora de harpa do Conservatório de Música do Porto e dirigente do Female Effects, projeto que trabalha peças acústicas ou eletrónicas de autoria feminina. Angélica Salvi tem desenvolvido um percurso multidisciplinar onde trabalha com a Sonoscopia, o Balleteatro ou Teatro do Frio. Convive em colaborações com improvisadores como Evan Parker, Butch Morris e Han Bennink ou com ensembles de música contemporânea como os holandeses Brokkenfabriek e RPM Electro Travelling Band ou o Portuense Remix Ensemble.

O Conservatório de Música de Barcelos é um estabelecimento de ensino particular cooperativo. A sua comunidade educativa engloba mais de 500 alunos com idades compreendidas entre os 4 anos e os 25 anos.

O concerto é de entrada livre. As reservas podem ser feitas no Teatro Gil Vicente e a lotação é limitada à capacidade da sala.

Fotos: DR.

Barcelense Diogo Carlos vence primeiro prémio no Leicester MusicFest, em guitarra

Fevereiro 19, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Escola Católica dos Mártires Ingleses, em Leicester, recebeu, no passado fim de semana, mais uma edição do Leicester MusicFest, um festival de música destinado a músicos amadores de todas as idades.



Estes músicos puderam participar nas competições de piano, órgão, guitarra e canto, assim como num novo concurso de composição.

Para além destes concursos, os participantes desfrutaram de concertos, recitais, workshops e master classes.

O Leicester MusicFest é organizado por um conjunto de músicos e professores locais, todos voluntários.

Um dos participantes foi o barcelense Diogo Carlos [Ndr: o 4º a contar da direita], ex-aluno do Conservatório de Música de Barcelos que “não fez por menos” e conquistou, no dia 14 de fevereiro, o ouro (1º lugar) na competição de G5 – Recital de Guitarra Avançada, deixando para trás Mihael Majetic e Haydn Bateman.

Nas redes sociais, o jovem músico barcelense já se mostrou “feliz por ter ganho o 1º prémio”, deixando os “parabéns para os outros participantes”, numa “tarde bem passada”.

Foto: DR.

Concerto das Velas do Conservatório de Música de Barcelos

Dezembro 16, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

O Conservatório de Música de Barcelos (CMB) proporcionou, na noite de sábado, 14 de dezembro, o Concerto das Velas.



Do início ao fim, a plateia, que encheu por completo a Igreja Matriz em Barcelos, pôde assistir a momentos de verdadeiro deleite e encanto, ao mesmo tempo que se ouvia mais de uma dúzia de melodias capazes de prender a atenção de um público atento e ávido de música.

O Concerto das Velas contou com a atuação de cerca de 100 jovens que, divididos em vários cenários e momentos, deram voz e encenação a algumas das mais conhecidas melodias natalícias.

Um dos momentos mais aguardados foi a altura em que foi tocado e cantado o tema “Adeste Fideles”. A orquestra tocou, os coros cantaram e o público foi chamado a participar, naquele que é já considerado o “ponto alto” do espetáculo.

“Este Concerto das Velas é um dos mais emblemáticos que o CMB apresenta, não só pelo número de alunos envolvidos, mas por toda a magia que envolve nos seus dois momentos: um inicial relativo ao Advento, mais introspetivo e de recolhimento e, um segundo, mais festivo que simboliza o Nascimento de Jesus”, aclarou Cristina Dornelas, Diretora Pedagógica do CMB.

Ao longo de cerca de uma hora, os alunos do CMB, pertencentes às três classes representadas (o Coro de Câmara Luiz Costa, o Coro Galtom e a Orquestra de Sopros), protagonizaram momentos capazes de arrancar os mais entusiasmados aplausos. O espaço foi também cuidadosamente ornamentado com círios vermelhos.

Fotos: CMB.

Conservatório de Música de Barcelos homenageia St.ª Cecília e entrega diplomas

Dezembro 4, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Concerto de Homenagem a Santa Cecília e entrega de diplomas de Mérito e Excelência

Foi perante um público ávido de música, que se iniciou uma “Viagem Musical” repleta de emoções e sensações. O já habitual e icónico concerto de Santa Cecília pelos professores do Conservatório de Música de Barcelos (CMB), do passado dia 30 de novembro de 2019, no Pátio Luís Costa do CMB, superou todas as expectativas e mereceu, no final, um forte aplauso em pé pelo público e alunos presentes.



Numa sucessão de contrastes foram exploradas as principais características dos registos e timbres, bem como técnicas dos instrumentos.

Santa Cecília, padroeira dos músicos, foi desta forma evocada numa magnífica homenagem com grande prestígio e mérito por 17 professores do Conservatório de Música de Barcelos.

O evento serviu ainda o propósito de entregar os diplomas de Mérito e Excelência aos alunos que durante o ano letivo de 2018/2019, se destacaram pelos excelentes resultados obtidos, no total foram atribuídos 37 diplomas. De salientar que o número de alunos premiados corresponde a 51% do número total de alunos em regime integrado (33% no Quadro de Mérito e 18% no Quadro de Excelência) o que demonstra o sucesso dos alunos nos resultados escolares.

No final, o Diretor do Conservatório de Música de Barcelos, Miguel Miranda de Andrade, agradeceu ao vasto público presente e, numa nota muito especial, também aos professores e colaboradores do CMB, que “de forma empenhada e militante realizam anualmente este fantástico concerto”. E terminou dizendo que “divulgamos muitas vezes que o CMB tem um ensino de excelência, aqui está a prova de como se obtém, através destes magníficos professores e alunos.”

Fonte e fotos: CMB.

Aluno do Conservatório de Música de Barcelos conquista Bolsa “Julian Bream Trust”

Setembro 10, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Bolsa no valor de 9.000 libras

Diogo Carlos, do Conservatório de Música de Barcelos, foi o único aluno selecionado pela Universidade Royal Academy of Music para um Recital restrito da lenda da Guitarra Clássica, Sir Julian Bream. Esteve, também, presente o mítico guitarrista John Williams.



O jovem barcelense é o primeiro português a alcançar tal mérito, fazendo agora parte da restrita lista de apenas seis guitarristas “apadrinhados” por Julian Bream, com 86 anos de idade, que é o expoente máximo da guitarra clássica e o continuador dos ensinamentos de Andrés Segovia.

Julian Bream foi, também, condecorado pela Rainha de Inglaterra pelo contributo à Cultura, foram muitos os compositores que lhe dedicaram obras, tendo gravado dezenas de discos e obtido o prémio Gramophone Award.

Já Diogo Carlos nasceu em 1999, em Barcelos. Iniciou os seus estudos musicais no Conservatório de Música de Barcelos em 2009.

Apresenta-se regularmente em público, nomeadamente em Festivais Culturais como os Percursos da Música, Música no Salão, Festival Internacional de Música de Almada, Sente a História, entre outros.

Em 2016, durante o seu percurso musical no Conservatório de Música de Barcelos, foi admitido com Bolsa de Mérito na Guildhall School of Music and Drama. Contudo, optou por continuar os seus estudos musicais no Conservatório de Música de Barcelos sendo que, após um novo ano letivo de intenso trabalho foi admitido, com bolsa de mérito, na Royal Academy of Music, Universidade de Londres.

Obteve diversos prémios em Concursos Nacionais e Internacionais de Guitarra dos quais se destacam: 2º Prémio no III Festival Internacional de Guitarra de Guimarães; 2º Prémio no Concurso de Guitarra Luso-Espanhol (2016); 1º Prémio no Concurso Internacional de Música “Cidade de Almada” (2018); 1º Prémio na 3ª Edição do Concurso Ilda Moura e 1º Prémio no Concurso Internacional “V.N. Cerveira” (2018).

No presente mês de agosto, Diogo Carlos foi selecionado para um Recital dirigido à lenda da Guitarra Clássica Julian Bream e ao mítico guitarrista John Williams. Como resultado da excelência da sua performance, foi-lhe atribuída a Bolsa “Julian Bream Trust”, fazendo deste jovem o primeiro guitarrista português a receber tão importante distinção.

Diogo Carlos integra a reduzida lista de seis guitarristas “apadrinhados” por Julian Bream, figura ímpar da cultura musical e, também por isso, condecorado pela Rainha de Inglaterra.

Os alunos do professor de Guitarra do Conservatório de Música de Barcelos, Francisco Gomes, são regularmente premiados em concursos nacionais e internacionais e admitidos em universidades conceituadas, tais como, Guildhall School of Music and Drama, Real Conservatório Superior de Música de Madrid, Royal Academy of Music e Trinity College of Music.

“A sua dedicação ao Ensino Artístico Especializado da Música reflete a política educacional do Conservatório de Música de Barcelos na procura da excelência e que faz desta instituição uma referência no panorama português”, refere o Conservatório barcelense.

Fotos: DR.

Sala Guilhermina Suggia enche de novo com Concerto Final do Ano Letivo do Conservatório de Música de Barcelos

Junho 18, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 16 de junho, o Conservatório de Música de Barcelos (CMB) realizou o seu já tradicional Concerto Final de Ano na Casa da Música, no Porto.



Pelo terceiro ano consecutivo, nesta emblemática sala, o concerto afirmou-se como ponto alto do riquíssimo e diversificado plano anual de atividades da instituição. Com a participação de cerca de 400 alunos, a Sala Guilhermina Suggia, completamente esgotada, foi imbuída do espírito festivo, numa verdadeira gala final de ano, da e para toda a Comunidade Educativa do CMB.

O programa apresentado, próximo do grande público, foi constituído por duas partes distintas e que se completaram. Na primeira parte, atuou o Coro de Iniciação e 2º Ciclo, com“Dó, Ré, Mi” & “My Favourite Things” (Sound of Music), de Oscar Hammerstein, Richard Rodgers e Irwin Kostal; a Orquestra Juvenil de Cordas e Coro 3º Ciclo, com “Barco Negro” (David Mourão-Ferreira) e “Os Putos” (Carlos do Carmo); a Orquestra Juvenil de Coros e Coro 3º Ciclo, com “Queen in Concert” (arr. Jay Bocook); a Orquestra de Sopros e Coro Galtom, com “Moment for Morricone” (Johan de Meij).

Na segunda parte, atuou o Coro dos Pequenos Cantores, com “Totus Tuus” (Rihards Dubra); o Coro Galtom, com “Only Sleep” (Eriks Esenvalds); a Orquestra de Cordas, com “Meditation” (Jules Massenet), com Inês Carvalho como solista, e “Palladio” (Karl Jenkins); a Orquestra Sinfónica e Grande Coro, com “O Don Fatale” (Don Carlo), de G. Verdi (Solista – Cláudia Pereira), “Sonatina” 1º and. Allegretto, de F. Moreno Torroba (Solista – João Carvalho), e “Danzón n.2 “, de A. Marquez.

“Este projeto, idealizado desde o início ano letivo, materializou-se essencialmente no trabalho desenvolvido nas aulas de Classes de Conjunto e num ensaio intensivo no dia que antecedeu a apresentação, bem como de toda a dedicação da comunidade educativa, desde a direção, professores, alunos, pais e funcionários”, refere o CMB em nota.

Sob a liderança da Direção Pedagógica do CMB, este projeto teve como professores responsáveis as Professoras Ágata Ricca e Alexandra Quinta e Costa (Coro Iniciação), Joana Ribeiro (Coro 2º ciclo), Isabel Silva (Coro 3º ciclo) e Maria João Gonçalves (Coro Galtom) e os Professores Jorge Teixeira (Orquestras de Cordas) e Carlos Martinho (Orquestras de Sopros e Orquestra Sinfónica). Contou com a participação dos alunos em regime integrado, articulado com as escolas protocoladas com o CMB – Agrupamento de Escolas de Barcelos, Agrupamento de Escolas Gonçalo Nunes, Agrupamento de Escolas Rosa Ramalho, Agrupamento de Escolas Vale de Tamel, Agrupamento Vertical de Vila Cova, Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio e Colégio da Trofa – e regime supletivo.

“A direção do CMB congratula-se com mais este feito educativo e agradece aos pais, alunos, professores e a todas as entidades que connosco colaboram, pelo empenho e dedicação”, conclui.

Fotos: DR.

Conservatório de Música de Barcelos arrebata Teatro Gil Vicente com ópera “D. Giovanni”

Junho 11, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

O Conservatório de Música de Barcelos (CMB) apresentou, nos dias 05, 06 e 07 de junho, no Teatro Gil Vicente, uma nova produção da ópera “D. Giovanni”, de W.A. Mozart.



Após o êxito das apresentações das óperas “Cosi fan Tutte”, de W.A. Mozart (2016) e “Carmen”, de Bizet (2018), o Estúdio de Ópera do CMB foi desafiado a apresentar esta obra prima do genial compositor austríaco com uma encenação enriquecida por um cenário, figurinos e adereços que, por vezes, nos transportou para um teatro profissional, permitindo ao elenco constituído por alunos fazer esquecer a sua jovialidade e a exigência dos seus papéis.

Com uma encenação preocupada em ser o mais próxima possível da época (Séc. XVIII), a ópera começa numa noite em Sevilha, no alpendre do palácio do Comendador (Miguel Barreira), Don Giovanni (João Miranda) tenta “conquistar” Donna Anna (Tânia Macedo), mata o pai desta, que é o comendador, e foge sem ser reconhecido. Don Ottavio (Rúben Fernandes), noivo de Donna Anna, jura protegê-la e vingá-la. Após esta cena mais dramática, começam a surgir um seguimento de cenas que muitas gargalhas arrancou do público que lotou as três récitas.

Sempre pronto para novas aventuras, Don Giovanni tenta livrar-se de Donna Elvira (Catarina Miranda e Cláudia Pereira), que acabara de a abandonar, recorrendo ao seu criado Leporello (Bruno Oliveira), que lhe oferece o catálogo das conquistas do seu senhor e mostra-lhe o conteúdo de um baú que o acompanha desde o início ópera, recheado de souvenirs das suas conquistas. Ao passar por uma boda camponesa, Don Giovanni tenta seduzir a noiva Zerlina (Beatriz Gomes, Diana Martins e Joana Teixeira), salva atempadamente por Donna Elvira. Entretanto, Donna Anna, apavorada, reconhece pela ousadia de Don Giovanni que é ele o assassino de seu pai. O final do primeiro ato atinge o seu auge quando Don Giovanni improvisa uma festa para receber Zerlina, tenta arrastá-la para fora, esta grita por socorro e o libertino, desmascarado, consegue fugir.

O segundo ato começa com Don Giovanni a tentar livrar-se novamente de Donna Elvira, ao trocar de roupas com o seu criado, para poder seduzir a empregada desta com a famosa serenata “Deh vieni alla finestra”. Leporello, sem saber como se livrar de Donna Elvira, é apanhado pelas outras personagens e, ao ser ameaçado de morte, revela a sua identidade. Voltando-se para cenas mais dramáticas, Don Giovanni, juntamente com o seu criado, vê-se junto ao mausoléu do Comendador, cuja a estátua se movimenta de forma assustadora. Don Giovanni convida-a para jantar e esta responde afirmativamente. Já no seu palácio, Don Giovanni ceia alegremente, sendo interrompido por Donna Elvira que lhe pede que mude de vida. Entretanto, chega a estátua do Comendador que o convida também a arrepender-se. Este recusa-se, terminando assim a ópera com a entrada de um coro de chamas que o leva para o inferno.

Apesar de uma grande parte da ópera ser bastante cómica, centrada essencialmente na personagem do Leporello que muito divertiu o público, o simbolismo do libreto e da personagem que dá nome à ópera, da vida libertina, foi apresentado a um nível que ultrapassou as expetativas de todos, atendendo a que se tratou de um projeto escolar de nível não superior, registando-se, mais uma vez, a capacidade do Conservatório de Música de Barcelos em proporcionar à cidade de Barcelos este género musical que, infelizmente, é muito raro nas nossas cidades portuguesas.

Fotos: CMB.

2º Encontro Nacional de Iniciação ao Contrabaixo no Conservatório de Música de Barcelos

Maio 14, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A segunda edição do Encontro Nacional de Iniciação ao Contrabaixo decorreu, no passado 11 de maio, nas instalações do Conservatório de Música de Barcelos (CMB). Esta edição contou com uma adesão de 68 pequenos contrabaixistas, com menos de 11 anos, de 14 instituições de ensino especializado da música, acompanhados pelos 17 professores de contrabaixo de todo o país.



Este é “um evento criado para colmatar a escassez de atividades direcionadas para alunos de contrabaixo, nomeadamente ao nível da iniciação”, este ano organizado pela professora de contrabaixo do CMB, Joana Lopes, e que permitiu envolver os alunos, os professores e as famílias. “Um momento de partilha para todos os que estiveram envolvidos que, através deste contacto com outras escolas, outros universos e contextos diferentes, permitiu um crescimento pessoal e artístico”, refere o CMB em nota.

Um dia muito divertido e motivador que culminou num concerto de uma Orquestra Infantil de Contrabaixos, sem precedentes no país, com crianças de Barcelos, Aveiro, Braga, Coimbra, Famalicão, Matosinhos, Porto, Sintra, Vialonga, Vila Verde, Vilar do Paraíso e Viana do Castelo.

Fotos: CMB.

“Pequenos Galinhos” 2019 com 70 candidatos de todo o país

Abril 29, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A décima edição do Concurso Nacional de Piano “Pequenos Galinhos” decorreu no passado dia 27 de abril de 2019, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Barcelos, organizada pelo Conservatório de Música de Barcelos (CMB).



Esta edição contou com uma enorme afluência de candidatos de 25 instituições de ensino especializado da música e 36 professores. O número de Candidatos ultrapassou mesmo o previsto no regulamento. Os 70 candidatos selecionados, com idades até aos onze anos e provenientes de todo o continente e ilhas, tiveram uma prestação fantástica.

Este concurso tem uma identidade forte e caraterísticas diferenciadoras da maior parte dos concursos de piano nacionais. Efetivamente, os quatro níveis (de A a D) não correspondem, forçosamente, a níveis etários, mas ao grau de dificuldade do programa apresentado. Também, todos os candidatos são premiados (dos primeiros aos quartos prémios) o que impede o sentimento de exclusão que tantas vezes os jovens pianistas sentem quando se apresentam a concurso. Assim, o esforço de candidatos, pais e professores é sempre recompensado. Para além dos prémios em cada nível, existe igualmente o prémio “Pequeno Galinho”, que é atribuído à peça mais votada pelos elementos do júri, considerados todos os níveis. Talvez sejam todos estes os elementos de sucesso deste concurso. Os premiados desta edição são provenientes de diferentes escolas do país, nomeadamente Porto, Ermesinde, Famalicão, Viseu e Ponta Delgada.

Na edição 2019, o prestigiado júri foi constituído pelos pianistas Álvaro Teixeira Lopes, Elisabete Costa e Luísa Tender.

“O Conservatório de Música de Barcelos congratula-se com a organização do evento e a forte adesão nacional a esta iniciativa, esperando que as próximas edições mantenham a mesma qualidade, dignificante para a instituição e região, uma vez que, considerando a data em que decorre, divulga sempre as Festas das Cruzes”, refere o CMB em nota.

Resultados por Nível:

Nível A

José Andrade – Conservatório de Música do Porto

Prémio Público

Afonso Gandra – Externato Santa Joana

Nível B

Vicente Oliveira – Conservatório Regional de Música Azeredo Perdigão de Viseu

Prémio Público

Teresa Pires – Conservatório Regional de Música de Ponta Delgada

Nível C

Diana Freitas –  Escola de Música – Banda de Vila Nova de Famalicão

Prémio Público

Matilde Gomes – Externato Santa Joana

Nível D

Wagner Castro – ArtEduca, Conservatório de Música de Vila Nova de Famalicão

Prémio Público

Gonçalo McDade – Conservatório de Música do Porto

Prémio “Pequeno Galinho” 2019

Wagner Castro – ArtEduca, Conservatório de Música de Vila Nova de Famalicão

Fotos: DR/CMB.

Barcelos promove programação diversificada para a época de Páscoa

Março 19, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal de Barcelos promove uma programação diversificada para a época de Páscoa. O arranque é marcado com um ciclo de concertos que promove o património musical do concelho intitulado “Páscoa em Concerto 2019”, que tem início no dia 24 de março com o Coro de Câmara da Universidade do Minho, pelas 17h30, no Templo Senhor Bom Jesus da Cruz.



Segue-se o concerto do Coro de Câmara de Barcelos, na Igreja do Terço, no dia 31 de março, pelas 17h00, e, no dia seguinte, domingo, pelas 15h00, o Auditório da Câmara Municipal recebe o Cinema da Semana Bíblica, organizado pela Paróquia de Barcelos.

No primeiro fim de semana de abril, a Banda Musical de Oliveira atua, no dia 5, pelas 21h30, no Templo do Senhor da Cruz, no sábado é a vez do Conservatório de Música atuar pelas 21h30, na Igreja Matriz, e, no domingo, dia 7, a Igreja da Misericórdia recebe o concerto do Coral Magistrói.

O ciclo “Páscoa em Concerto” leva ainda à Igreja Matriz um concerto de Órgão, no dia 13 de abril, às 21h30 e termina com um Missa Brevis em Sol Maior, no Mosteiro Vilar de Frades, em Areias de Vilar, no dia 17 de abril, às 21h30.

Para além deste ciclo, a programação conta ainda com a peça de teatro JUDAS, promovida pelo Theatro de Kherson, no Teatro Gil Vicente, com entrada gratuita, no dia 5 de abril, pelas 21h30. Para reserva de bilhetes contacte 253 809 694 ou através do e-mail: tgv@cm-barcelos.pt.

Ainda no âmbito teatral acontece, a 13 de abril, a representação da “Paixão de Cristo”, pela Associação Amigos do Pato, às 21h30, no Centro Histórico. Esta representação pretende rememorar os últimos momentos de vida de Cristo, com início no Campo 5 de Outubro. Esta representação irá percorrer a Avenida da Liberdade, a Rua da Palha, a Praça Pontevedra, a Rua Direita e termina no Largo da Porta Nova.

A gastronomia é indissociável desta época festiva da Páscoa e, por isso, de 18 a 20 de abril, no Posto de Turismo de Barcelos, realiza-se a Mostra do Folar da Páscoa. Esta mostra pretende dar a conhecer o melhor da doçaria barcelense desta época, como o folar da Páscoa, o pão de ló, doces de romaria, entre outras iguarias produzidas pelas pastelarias do concelho.

Ainda na promoção dos produtos gastronómicos locais, no dia 18 de abril, das 11h00 às 16h00, realiza-se uma prova de vinho na Torre Medieval e no Posto de Turismo de Barcelos.

O programa de atividades abrange ainda o artesanato, atividade que é uma marca identitária do concelho. A Feira de Artesanato ao Vivo realiza-se na quinta-feira, dia 18 de abril, no Largo da Porta Nova, entre as 10h00 e as 16h30, e contará com a presença dos artesãos locais.

Fonte e imagem: CMB.

Ir Para Cima