Tag archive

Corpo Nacional de Escutas

Águas de Barcelos patrocina concurso internacional que envolve Eco Campo Escutista de Barcelos

Outubro 23, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Águas de Barcelos é o patrocinador oficial do concurso internacional de Arquitetura para a construção dos abrigos e observatórios de aves (In-Shelter SB-LAB + Students Award 2017), a instalar no futuro Eco Campo Escutista de Barcelos. Segue-se o link (basta clicar) para a página do anúncio deste patrocínio: http://sb-lab.greenlines-institute.org/en/topics/aguas-de-barcelos-is-the-main-sponsor-of-the-sb-lab-students-2017-award.



A iniciativa é promovida pelo Green Lines – Instituto para o Desenvolvimento Sustentável, que está a coordenar, através de protocolo com o Corpo Nacional de Escutas (CNE), a conceção do futuro Eco Campo.

Os vencedores serão conhecidos durante o Congresso Internacional “SB‐LAB 2017 – International Conference on Advances on Sustainable Cities and Buildings Development”, que decorrerá na Universidade Lusíada do Porto, de 15 a 17 de novembro.

Desafio: reduzir o impacto ambiental dos materiais a utilizar

O concurso, aberto a estudantes de Arquitetura de todo o mundo, convida os participantes a apresentarem soluções que reduzam o impacto ambiental dos materiais a utilizar numa perspetiva de ciclo de vida; reduzam os parâmetros de avaliação ambiental como a massa, energia e carbono incorporados; idealizem soluções construtivas que possibilitem desconstruir os abrigos maximizando a reutilização de componentes e materiais, tendo em conta a durabilidade e a minimização dos custos operacionais dos abrigos, garantindo as condições de conforto no verão e no inverno, com o menor impacto ambiental possível e aproximando as soluções ao conceito de Net Zero Energy Buildings, integrando‐as na rede energética com base em fontes renováveis a desenvolver para o Eco Campo.

Criar um eco campo autossuficiente é o principal objetivo

O Eco Campo, localizado na freguesia de Aldreu, pretende ser, à semelhança de outros campos escutistas, a base para um conjunto variado de atividades, desde as mais tradicionais até atividades complementares como o pedestrianismo e a observação da fauna e flora. O que distingue este projeto-piloto é a sua componente ambiental e de inclusão social e cultural, propondo‐se que seja um espaço autossuficiente, através da utilização de fontes renováveis de energia, tratamento natural de águas residuais, utilizando materiais e sistemas de construção de baixo impacto ambiental e, inclusive, providenciando a acessibilidade a utilizadores de mobilidade condicionada ou portadores de outro tipo de deficiência, muitas vezes excluídos deste tipo de equipamentos. Para além das zonas de acampamento, zonas de lazer e de serviços, prevê‐se a instalação de um conjunto de abrigos de montanha que serão, também, utilizados para atividades de observação da fauna, nomeadamente bird‐watching. Estes abrigos servirão de complemento às zonas de acampamento, proporcionando um maior conforto aos grupos visitantes na estação do inverno. Os abrigos serão as peças onde a Arquitetura terá maior visibilidade na paisagem natural, devendo por isso ser alvo de um cuidado acrescido.

Fonte: AdB.

Imagens: GL.

“5º Festival da Francesinha” dos Escuteiros de Gilmonde é já amanhã

Agosto 8, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora




É já amanhã, véspera de feriado, que o Agrupamento de Escuteiros 724 – Gilmonde organiza a 5ª edição do seu já conhecido Festival da Francesinha. A partir das 19h30, os comensais vão poder apreciar este apetitoso e famoso prato da gastronomia portuguesa, sendo o seu molho um dos ingredientes mais ansiados pelos aficionados.

O Festival decorrerá na Rua dos Escuteiros, em frente à sede deste agrupamento barcelense do Corpo Nacional de Escutas, que marcaram presença, muito recentemente, no ACANAC 2017, em Idanha-a-Nova.

Como costuma ser muito “concorrido” – por exemplo, na última edição serviram cerca de 350 francesinhas –, a organização pede que se faça uma reserva, por forma a garantir que não ficará a olhar, de “água na boca”, para quem está a deliciar-se com o petisco. Obviamente que o Agrupamento já tem em conta os clientes de ocasião e de “última hora” mas não consegue assegurar que todos possam ver os seus pedidos concretizados. As reservas podem ser efetuadas através dos números 968 255 837 / 936 996 882, através da página do perfil do agrupamento ou pessoalmente. De ressalvar que há pratos alternativos para aqueles que, querendo juntar-se à festa, não gostem de francesinha.

Este evento serve, segundo o referido Agrupamento, para, não só, angariar fundos que servirão para o concretizar de atividades planeadas como, principalmente, para unir uma comunidade e convidados à mesa, em grande confraternização e animação, estreitando laços que, hoje em dia, estão cada vez mais distanciados.

Para além das francesinhas, haverá música, insufláveis para as crianças, bebidas espirituosas e muito mais. O Agrupamento 724 deixa um agradecimento a todas as empresas, instituições e particulares, que felizmente são muitas e dos mais variados locais, que apoiam os Escuteiros na organização desta iniciativa, que já marca o panorama cultural e gastronómico gilmondense.

Imagem: AGP724-G (Filipe Correia).

Escuteiros de Barcelos a caminho do Acampamento Nacional, em Idanha-a-Nova

Julho 28, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

É já no próximo dia 31 de julho que arranca o 23º Acampamento Nacional do Corpo Nacional de Escutas (ACANAC) e o Núcleo de Escuteiros de Barcelos levará um contingente de cerca de 350 elementos para nele participarem, até dia 6 de agosto.

O evento, a maior atividade escutista a nível nacional, que se realiza de cinco em cinco anos, terá lugar em Idanha-a-Nova, no Centro Nacional de Atividades Escutistas, pela terceira edição consecutiva.

Dos vários agrupamentos do Núcleo de Barcelos partirão, então, mais de três centenas de elementos, para se juntarem aos 22 mil inscritos, que farão deste o maior acampamento nacional de sempre. Na edição anterior, que detém o recorde, estiveram 17 mil. Para se ter uma ideia, durante a semana do acampamento, a população local aumenta um terço.

Os escuteiros barcelenses partem na manhã do dia 31 de julho, em conjunto, num grupo de seis autocarros, sendo que todo o material necessário para a atividade (madeira para as construções, tendas, fogões, etc.) arrancam já no próximo sábado. Em Vila Frescaínha, hoje, pelas 21h30, estará um camião pronto a recolher o material dos escuteiros barcelenses e, de imediato, transportá-lo para Idanha-a-Nova.

Para o sucesso da participação barcelense no acampamento, foi decisivo o apoio da autarquia, parceira do Núcleo em várias atividades.




O Acampamento Nacional tem já quase 100 anos de história, dividida em 22 edições. A primeira aconteceu em 1926, em Aljubarrota, Leiria, tendo nove dias de duração.

O CNE – Corpo Nacional de Escutas – é a maior associação juvenil portuguesa, estando enquadrada na World Organization of the Scouts Moviment (WOSM), a associação que rege o escutismo mundial. Em Portugal, existem mais de 60 mil escuteiros e cerca de 13 mil dirigentes, adultos voluntários que trabalham em prol das crianças e jovens para o sucesso das suas atividades.

Fonte: NEB.

Imagens: DR.

Núcleo barcelense dos Escuteiros organiza 7ºRASTO em Galegos Santa Maria

Maio 30, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Núcleo de Barcelos do Corpo Nacional de Escutas (CNE) realizou, nos últimos dias 27 e 28 de maio, em Galegos Santa Maria, mais uma edição do RASTO, onde cerca de 350 Lobitos foram heróis e partiram à descoberta dos valores escutistas com o Vicky, o Viking.

“Vicky, o Viking”, o pequeno herói das séries animadas, foi o tema proposto para realizar a maior atividade do núcleo de Barcelos para Lobitos, que decorreu no fim de semana passado, envolvendo 21 agrupamentos de diferentes localidades do concelho de Barcelos.

Numa atividade repleta de emoções, o primeiro dia começou com a montagem de campo, seguindo-se a abertura oficial do RASTO VII, onde se pode destacar o hastear das bandeiras e a renovação das promessas.

cne-barcelos-7rasto-3

Durante a tarde, os pequenotes aprenderam um pouco mais da história dos vikings, bem como, os principais valores do Escutismo, com diversas actividades e jogos. “Penso que atividades estão a decorrer dentro do previsto e esperemos que os Lobitos gostem dos jogos e das surpresas ao longo do RASTO”, explicou a Chefe da equipa de animação da 1ª Secção do Núcleo de Barcelos, Fátima Araújo.

cne-barcelos-7rasto-5

O primeiro dia terminou com o tradicional fogo conselho, cujo tema foi “Deixar o mundo um pouco melhor de que o encontrastes”, onde os Lobitos puderam fazer pequenas peças de teatro, jogos, etc.

O domingo de manhã começou com ginástica matinal, ao som das músicas do momento, onde reinou a boa disposição, sendo servido, posteriormente, o pequeno-almoço.

A sétima edição do RASTO culminou com uma missa no Centro Paroquial de Galegos Santa Maria e uma cerimónia de encerramento, com a entrega de lembranças e agradecimentos a todas entidades e individualidades que ajudaram na concretização desta atividade.

cne-barcelos-7rasto-2

A organização contabilizou, no total, 500 pessoas na realização e participação da atividade entre Lobitos, Dirigentes e staff.




“O núcleo de Barcelos do CNE é um dos maiores a nível nacional, tendo, no seu efectivo, mais de 2000 associados, e em concreto, 650 Lobitos”, revelou a chefe Fátima Araújo. Em fim de semana de aniversário do CNE foram cantadas as 94 velas ao maior movimento juvenil português.

cne-barcelos-7rasto-4

 

Fonte e imagens: Núcleo de Barcelos do CNE.

Ir Para Cima