Tag archive

Escola Superior de Gestão do IPCA

Escola Superior de Gestão do IPCA organiza “I Jornadas de Contabilidade e Fiscalidade”

Novembro 11, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Departamento de Contabilidade e Fiscalidade da Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (ESG-IPCA) vai realizar, no dia 21 de novembro, pelas 14h00, no Campus do IPCA, as “I Jornadas de Contabilidade e Fiscalidade”, com o tema “Os desafios do profissional da contabilidade e fiscalidade numa sociedade em mudança”.



De acordo com a organização, “estas Jornadas têm como objetivo fundamental apresentar à comunidade académica, a investigadores e a profissionais interessados, temas atuais que marcam a contabilidade empresarial e de gestão, a auditoria, a contabilidade pública e a fiscalidade”.

Conta com especialistas destas áreas do saber que proporcionarão uma reflexão técnica sobre estas temáticas. Porque a perspetiva humana é indissociável da técnica, as jornadas contam com uma intervenção no âmbito do desenvolvimento pessoal e do potencial humano para alcançar a excelência.

Segue-se o Programa:

O evento é de entrada livre, estando sujeito a inscrição através do link (basta clicar):

http://bit.ly/2AqQ74U

Fonte e imagens: IPCA.

IPCA torna o seu Campus mais verde, saudável e seguro

Outubro 30, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo ano prevê-se a abertura das novas instalações da Escola Superior de Tecnologia e da Biblioteca do IPCA no Campus do IPCA.



O IPCA “é uma instituição com preocupações no campo da responsabilidade intergeracional, vocacionada para a proteção do ambiente e a promoção de estilos de vida saudáveis. A política do IPCA assenta num Campus ‘amigo’ de todos, sem esquecer os que têm necessidades especiais, designadamente com a inexistência de barreiras arquitetónicas”, refere a instituição barcelense em nota enviada a este jornal

Os acessos, quer por via pedonal, quer pela via automóvel, que se encontram quase prontos, tornam o Campus ainda mais amplo e mais aberto à comunidade. Os espaços verdes, seguros e monitorizados, estão a crescer e a mobilidade sustentável começa a ganhar dimensão com a ciclovia e a futura promoção do uso de bicicletas através do projeto U-BIKE. A construção de um Pavilhão multiusos vai proporcionar a prática frequente de desporto no Campus, assim como o desenvolvimento de atividades laborais e lúdicas.

Desta construção, é de destacar a promoção da eficiência energética por sistema fotovoltaico, e consequente melhoria de eficiência energética dos edifícios ao nível da climatização e iluminação, que constituem um Campus seguro e responsável.

Nesse contexto, de acordo com o IPCA, o seu Campus “assenta em três linhas direcionais: CAMPUS VERDE, que ambiciona deixar uma pegada ecológica, através da criação de instalações eco-friendly, em que o consumo de energias fósseis e esgotáveis seja reduzido ao mínimo e em que sejam preservadas as características naturais do ecossistema envolvente; CAMPUS SAUDÁVEL, que aspira a ambientes de trabalho saudáveis, com condições propícias ao exercício das diversas atividades laborais, docentes e não docentes, nas melhores condições possíveis à promoção da saúde humana; CAMPUS SEGURO, nos termos do qual se pretende prover o Campus de condições de segurança e monitorização que permitirão a utilização dos espaços com à vontade, a qualquer hora do dia ou da noite”.

Para além da reconstrução do Campus destaque para as novas instalações da Escola Superior de Design, no centro da cidade de Barcelos, e da construção da Escola-Hotel (Escola Superior de Hotelaria e Turismo) que vai ficar situada no concelho de Guimarães, num edifício histórico.

Fonte e imagem: IPCA.

Escola Superior de Gestão do IPCA promove debate com os candidatos a Bastonário da Ordem dos Contabilistas Certificados

Outubro 18, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 28 de outubro, pelas 10h30, a Escola Superior de Gestão (ESG) do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) promove um debate sobre “O Futuro da Profissão de Contabilista Certificado e o Papel da Academia”. O debate decorre no Auditório Eng.º António Tavares, no Campus do IPCA, e é moderado por Elisabete Miranda, do Jornal de Negócios.



Esta iniciativa é da responsabilidade do Departamento de Contabilidade e Fiscalidade, da Escola Superior de Gestão, e conta com a intervenção de quatro ilustres oradores convidados, candidatos a Bastonário da Ordem dos Contabilistas Certificados: Filomena Martins, José Araújo, Lopes Pereira e Paula Franco.

A entrada é gratuita, porém a inscrição é obrigatória, através do link:

http://web.ipca.pt/conferences/index.php?PublicID=b7190965335d67107765609e14389b79

(basta clicar para aceder)

Fonte e imagens: IPCA.

Calendário Agrícola Solidário angaria fundos em favor da IPSS barcelense RECOVERY

Outubro 6, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Numa iniciativa que se pode considerar como sendo “ousada”, um grupo de agricultores barcelenses, de nome “Grupo Agrícola de Barcelos”, decidiu seguir o célebre exemplo de um grupo de bombeiros de Setúbal e criar um calendário para 2018, onde surgem figuras masculinas em “poses de trabalho”, com o tronco desnudado, e alguns dizeres que servem de incentivo e promoção da agricultura de Barcelos.


O nome que deram ao projeto foi “Ao Serviço da Terra – Calendário Agrícola Solidário 2018”, e tem como objetivo, para além do solidário, o de chamar a atenção para um setor com muito peso na economia do concelho de Barcelos.

Ora, este calendário será apresentado e lançado, no próximo dia 13 de outubro, pelas 21h00, no Auditório 1 da Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), estando, igualmente, em exposição na Expo Barcelos, que decorrerá, nesse mesmo fim de semana, no Estádio Cidade de Barcelos.

Mas mais do que as imagens “saudáveis” que surgem no calendário, este é um projeto com fins solidários, pois a totalidade da receita gerada pela venda dos calendários reverterá para a RECOVERY IPSS, presidida por Miguel Durães, que é uma Instituição Particular de Solidariedade Social sem fins lucrativos.

Em declarações a este jornal, o responsável pela IPSS começou por agradecer aos elementos do grupo que organizou esta iniciativa. “Em primeiro lugar, gostava, em nome de toda a família da RECOVERY IPSS, agradecer ao Grupo Agrícola de Barcelos pela iniciativa plena de energia positiva e solidária”, referiu Miguel Durães.

Miguel Durães

Sobre o destino das receitas resultantes deste projeto, Durães salientou que “irão reverter a 100% para a nossa atividade social, nomeadamente para as duas novas respostas da RECOVERY IPSS, as Unidades de Cuidados Continuados Integrados de Saúde Mental na Infância e Adolescência”.

Miguel Durães deixa, inclusivamente, um “apelo à participação de todos os barcelenses nesta iniciativa, que põe duas áreas da sociedade em destaque pela positiva e que, normalmente, estão em segundo plano: a Agricultura e a Saúde Mental”.

O Presidente da REVOVERY IPSS terminou as suas declarações com um novo agradecimento, “uma vez mais, aproveito a oportunidade para agradecer esta grande iniciativa de responsabilidade social, da sociedade civil, em torno dos que estão em situação de desvantagem social”, concluindo com um “Bem Hajam!”

Por fim, uma informação muito importante, principalmente para quem quer adquirir um destes mil calendários por forma a ajudar a RECOVERY IPSS. Assim, pode adquirir na cerimónia de lançamento (de participação livre e aberta); no local onde estarão expostos, na Expo Barcelos, durante esse mesmo fim de semana; nas instalações da IPSS em questão, sita na Rua Dr. Sebastião Matos, nº58/68, em Vila Frescaínha São Martinho (perto do Centro Escolar António Fogaça); e, nas semanas seguintes, estarão à venda em algumas lojas do comércio local.

Novos Diretores das Escolas de Tecnologia e de Gestão do IPCA tomam posse

Julho 22, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

A Presidente do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), Maria José Fernandes, deu posse, esta sexta-feira, aos novos diretores da Escola Superior de Gestão (ESG), Verónica Ribeiro, e da Escola Superior de Tecnologia (EST), Vítor Carvalho. Em ambas as cerimónias, Maria José Fernandes falou na necessidade de dar continuidade ao trabalho desenvolvido e reforçar a notoriedade da marca IPCA na investigação.

O primeiro a tomar posse foi Vítor Carvalho, que era até agora presidente do Conselho Técnico-Científico da EST, além de outras funções que já desempenhava na instituição. Doutorado em Eletrónica Industrial – Ramo de Informática Industrial; Mestre em Eletrónica Industrial; e Licenciado em Engenharia Eletrónica Industrial, sempre pela Universidade do Minho, é, também, Investigador no Digital Games Research Center, no IPCA, e no Centro Algoritmi R&D, na Universidade do Minho.

Vítor Carvalho: novo Diretor da Escola Superior de Tecnologia do IPCA

Precisamente sobre a EST em concreto, Maria José Fernandes – que também tomou posse na passada segunda-feira – começou por agradecer ao anterior diretor, Nuno Rodrigues, pelo trabalho que desempenhou nos últimos anos e apontou como principais objetivos para o futuro “a afirmação da marca IPCA na investigação”, naturalmente mantendo as necessárias relações com outras instituições.

“A Escola Superior de Tecnologia do IPCA tem que ser muito competitiva, envolvendo os alunos, funcionários, professores e toda a comunidade externa”, disse. Salientou, contudo, a importância da “multidisciplinaridade com as outras escolas do IPCA”, que considerou “cada vez mais decisiva”.

Já o novo diretor da EST, Vítor Carvalho, depois de agradecer o “voto de confiança” enumerou três eixos de atuação que pretende adotar como orientadores da sua ação: ensino, investigação e ligação à sociedade.




No que se refere ao ensino, o novo diretor manifestou o desejo de “aumentar a oferta formativa de cursos de pós-graduação, mestrados e, quem sabe, de doutoramentos em parceria”. Por outro lado, “colocar em funcionamento a licenciatura aprovada de Engenharia e Gestão Industrial, oferecer novos cursos e programas de formação avançada, nomeadamente na Escola de Verão a criar em Esposende, e melhorar os níveis de sucesso escolar, especialmente ao nível dos mestrados.

Relativamente ao eixo da investigação, Vítor Carvalho referiu que irá procurar estimular o aumento da produtividade científica média por docente, criar um Centro de Investigação ou um polo de um Centro de Investigação reconhecido pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) e aumentar o número de candidaturas e de projetos financiados. Por fim, “nacionalizar” ou “internacionalização o Simpósio de Investigação Aplicada que a EST realiza anualmente.

No que se refere ao eixo de ligação à sociedade, Vítor Carvalho manifestou a intenção de “continuar a desenvolver e a fazer crescer atividades como o iDrone Experience e o IPCA Games Jam, entre outras, bem como aumentar as prestações de serviços à comunidade”.

O novo diretor da EST fez, ainda, questão de enaltecer as qualidades de éticas e de liderança da nova presidente do IPCA, Maria José Fernandes, que foram decisivas para que tenha aceite o cargo.

Curso de Gestão de Empresas é um desafio para a ESG

Na tomada de posse de Verónica Ribeiro, a presidente do IPCA apontou o novo curso de licenciatura em Gestão de Empresas, que arranca já este ano, como “um dos grandes desafios” da Escola Superior de Gestão, sobretudo pela necessidade de “diferenciação”.

“Esta é a maior escola do IPCA, já tem muito trabalho feito nalgumas áreas em que se tornou numa referência a nível nacional, mas precisamos de trabalhar noutras que ainda não atingiram a necessária notoriedade”, salientou Maria José Fernandes.

Precisamente ao “herdar uma escola forte e produtiva”, a nova diretora, “com as suas qualidades, que revelou nomeadamente na direção do departamento de Contabilidade, será a pessoa certa”, disse a presidente do IPCA dirigindo-se a Verónica Ribeiro.



Maria José Fernandes fez, ainda, questão de agradecer à anterior diretora da ESG, Soraia Gonçalves, pelo trabalho desempenhado e que “ajudou a fazer crescer a escola mais antiga do IPCA”.

Contabilizando já 17 anos ao serviço da ESG, a nova diretora apelou ao envolvimento de todos na dinamização da escola, “tanto na sua vertente de formação e ensino/aprendizagem, como na vertente da organização e gestão da escola, mas também na promoção da sua ligação com o meio envolvente, apostando cada vez mais na internacionalização através da mobilidade tanto dos estudantes, como dos professores e funcionários”.

Verónica Ribeiro fez questão de recordar os anteriores quatro diretores da ESG, a que agora sucede: João Carvalho (que foi depois presidente do IPCA), Maria José Fernandes (atual presidente do IPCA), Agostinho Silva (vice-presidente) e a diretora cessante Soraia Gonçalves.

“Aproveito ainda a oportunidade para, publicamente, desejar à Professora Maria José o maior sucesso na governação do IPCA, ao seu maior nível, tendo por certo que dará continuidade ao caminho traçado pelo Professor João Carvalho”, disse.

Verónica Ribeiro: nova Diretora da Escola Superior de Gestão do IPCA

Verónica Ribeiro é Doutorada em Ciências Empresariais – Ramo de Contabilidade, pela Universidade de Santiago de Compostela; Mestre em Contabilidade e Administração, pela Universidade do Minho; e Licenciada em Gestão de Empresas, também pela Universidade. É membro do Centro de Investigação em Contabilidade e Fiscalidade do IPCA.

Fonte e fotos: IPCA.

Presidente do IPCA toma posse no dia 17 de julho

Julho 12, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

A nova Presidente do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), Maria José Fernandes, toma posse na próxima segunda-feira, dia 17 de julho. O Ato Solene terá lugar no Auditório Engº António Tavares, Campus do IPCA, a partir das 15h30.

Maria José Fernandes foi eleita pelo Conselho Geral do IPCA no passado dia 12 de junho e será a segunda presidente eleita da instituição, sucedendo a João Carvalho.

Com uma longa ligação ao IPCA, Maria José Fernandes é doutorada em Ciências Empresariais, com agregação em Gestão. Professora coordenadora principal, foi presidente do Conselho Técnico-Científico da Escola Superior de Gestão, da qual foi também directora, entre junho de 2000 e outubro de 2003.

 

Entre diversos cargos desempenhados, é ainda diretora do Centro de Investigação em Contabilidade e Fiscalidade do IPCA e participou em diversas comissões de avaliação externa da Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES).




O mandato que assumirá a partir do próximo dia 17 de julho irá prolongar-se até 2021.

Fonte e foto: IPCA.

IPCA abre candidaturas a Cursos Técnicos Superiores Profissionais

Julho 3, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) tem abertas, até 15 de agosto, as candidaturas a Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP). Estes cursos irão funcionar no Campus de Barcelos e nos polos de Braga e Guimarães.

Os CTeSP são uma formação superior (nível 5) com dois anos de duração e seis meses de estágio garantido numa empresa, visando uma formação técnica muito prática e a rápida inserção no mercado de trabalho. Dão, ainda, a possibilidade de ingressar numa licenciatura através de concursos especiais.

Podem concorrer aos CTeSP, sem necessidade de realização de prova, os titulares de um curso de ensino secundário profissional de nível 4, os titulares do 12º ano completo (ou habilitação legalmente equivalente), os titulares de um diploma de especialização tecnológica (CET) e os titulares de um grau de ensino superior que pretendam a sua requalificação profissional.

Podem, ainda, inscrever-se num CTeSP os candidatos que tenham sido aprovados nas provas M23 (Maiores de 23 anos).

Para o ano letivo 2017/2018, o IPCA tem abertas candidaturas para 20 cursos técnicos superiores profissionais, distribuídos pelas suas escolas superiores de Design, Gestão, Tecnologia e da recém-criada Hotelaria e Turismo.

A Escola Superior de Design dispõe de vagas para os CTeSP de Design do Calçado, Design de Moda, Design para Media Digitais e Ilustração e Arte Gráfica.

Na Escola Superior de Gestão irão funcionar os cursos técnicos de Apoio à Gestão, Comércio Eletrónico, Exportação e Logística, Contabilidade e Fiscalidade e Gestão Agrícola. Este último será ministrado no Polo de Guimarães, em parceria com o Instituto Politécnico de Bragança.

A Escola Superior de Hotelaria e Turismo tem vagas abertas para os CTeSP de Organização e Gestão de Eventos e de Turismo, Natureza e Aventura.

Na Escola Superior de Tecnologia irão funcionar os seguintes cursos: Gestão Industrial da Produção; Desenho Técnico e Maquinação; Desenvolvimento Web e Multimédia; Eletrónica, Automação e Comando; Energia, Telecomunicações e Domótica; Sistemas Eletrónicos e de Computadores; Aplicações Móveis; Mecânica Automóvel; Redes e Segurança Informática.




Tal como todos os outros estudantes do ensino superior, os alunos dos CTeSP têm direito a candidatar-se a Bolsa de Estudo e a todos os restantes apoios sociais existentes no IPCA.

As candidaturas aos CTeSP decorrem, exclusivamente, online, através da plataforma de candidaturas do IPCA disponível em www.ipca.pt (basta clicar no link).

Fonte e imagens: IPCA.

Maria José Fernandes eleita Presidente do IPCA

Junho 12, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

Esta segunda-feira, realizou-se a reunião do Conselho Geral do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), onde a professora Maria José Fernandes foi eleita Presidente do IPCA.

Eleita com 19 votos a favor e uma abstenção, Maria José Fernandes foi a única candidata à presidência do IPCA, ficando agora a faltar, apenas, a homologação do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e a publicação em Diário da República para que possa tomar posse.




Maria José Fernandes é, atualmente, professora coordenadora principal e presidente do Conselho Técnico-Científico da Escola Superior de Gestão do IPCA, da qual foi diretora entre junho de 2000 e outubro de 2003. Doutorada em Ciências Empresariais e com agregação em Gestão, é ainda diretora do Centro de Investigação em Contabilidade e Fiscalidade (CICF) do IPCA. Entre outras atividades, participou em diversas comissões de avaliação externa criadas pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES).

Do programa de ação que apresentou para o mandato que irá prolongar-se até 2021, destaque para a intenção de “continuar o caminho” iniciado há mais de 10 anos, consolidando e afirmando o IPCA. Esse programa de ação assenta em seis eixos fundamentais, interligados entre si e alinhados com a missão institucional: 1) as pessoas; 2) o modelo de governação; 3) a formação e educação; 4) a investigação, desenvolvimento e inovação; 5) a interação com a sociedade; e 6) o Campus responsável.

Até 2021, Maria José Fernandes pretende ver concretizada a existência de uma identidade entre objetivos individuais e organizacionais, uma estrutura interna coesa que responda às necessidades do IPCA, o Campus concluído (responsável, verde e saudável), centros de investigação autónomos ou em parceria, com uma forte ligação entre o ensino e a investigação, e um perfil dos diplomados fortemente articulado com as competências exigidas pelo tecido empresarial.

 

Fonte e foto: IPCA.

Seminário Internacional Macau-Portugal debate sobre Turismo no IPCA

Maio 23, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) promove, de 24 a 26 de maio, o Seminário Internacional “Macau-Portugal – Um Mundo de Oportunidades para o Turismo”. A sessão de abertura realiza-se no dia 25 de maio, pelas 21h15, no Auditório Dr. António Martins, na Escola Superior de Gestão do IPCA (Campus do IPCA, Barcelos).

Seminário-Macau_banner_Final-10-10

O encontro visa o debate sobre a ligação de Macau à China e a Portugal, que torna aquele território uma alavanca para o desenvolvimento do turismo e dos negócios correlacionados.

Haverá, ainda, oportunidade para conhecer a realidade de Macau através de estudos realizados por estudantes do IPCA, que estiveram em mobilidade internacional naquela Região Administrativa Especial.

ipca(horizontal)

Este seminário internacional conta a presença dos oradores Rodolfo Faustino – Coordenador do Centro de Promoção do Turismo de Macau em Portugal; Aurélia Almeida – Coordenadora da Licenciatura em Relações Comerciais China Países Lusófonos do Instituto Politécnico de Macau; Ding Wenzheng – Primeiro Secretário da Educação da Embaixada da China; e O Tinlin – Chefe da Delegação Económica e Comercial de Macau em Portugal.

es-gestão-ipca

No primeiro dia do programa, pelas 11h00, haverá uma reunião de professores de Turismo com Aurélia Almeida, por forma a identificarem temas de interesse comum para projetos de investigação. À tarde, pelas 15h00, realizar-se-á uma reunião plenária com estudantes de mobilidade internacional em Macau, com o Orientador da ESG/IPCA, Abílio Vilaça e com Aurélia Almeida.

No dia seguinte, 25 de maio, pelas 21h00, realiza-se um concerto de Boas Vindas, pelas Lethes Big Band. Pelas 21h15, será realizada a abertura do Seminário, com a presença do Presidente do IPCA, do Presidente da Câmara Municipal de Barcelos e do Embaixador da China em Portugal, com a mensagem de boas vindas a ser proferida por Alexandra Malheiro, Coordenadora do Departamento de Marketing e Turismo da Escola Superior de Gestão do IPCA.

instituto-politécnico-macau-logo

Seguir-se-ão as palestras “A Economia da Felicidade no centro das Relações entre Macau e Portugal”, por Abílio Vilaça, e “O Turismo – Um setor estratégico de desenvolvimento das relações económicas e culturais entre Macau e Portugal”, por Aurélia Almeida. O encerramento será feito pela atuação do Grupo Cultural e Etnográfico de Aldreu – Barcelos.

No último dia, 26 de maio, pelas 10h00, realizam-se as palestras “O Turismo de Macau”, por Rodolfo Faustino, “O Desenvolvimento do Trade Turístico entre Macau e Portugal”, por Abílio Vilaça, e apresentação de trabalhos, realizados em Macau pelos finalistas da licenciatura em Gestão de Atividades Turísticas, de Anabela Machado, Miguel Machado, Sandra Araújo e Sara Duarte.

Por fim, pelas 12h00, haverá um debate, que terá como moderadores, Aurélia Almeida e Abílio Vilaça.




Fonte: IPCA.

Direito Internacional Constitucional em debate no IPCA

Abril 26, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), em Barcelos, recebe, de hoje a 28 de abril, cerca de 120 professores e investigadores de 55 instituições de ensino superior, nacionais e estrangeiras, no âmbito na segunda edição do “CONDIT 2017 – Congresso de Direito Internacional Constitucional”, organizado pela Escola Superior de Gestão.

Logo_01

A sessão de abertura terá lugar, a partir das 10h00, no Auditório Dr. António Martins (Escola Superior de Gestão do IPCA), contando com intervenções do presidente interino do IPCA, Agostinho Silva, da diretora da Escola Superior de Gestão, Soraia Gonçalves, e do presidente da Associação Académica do IPCA, André Soares.

Ao longo de três dias serão apresentadas comunicações em torno de temas sobre os direitos humanos, direitos fundamentais, direitos, liberdades e garantias, direitos económicos, sociais e culturais e também relações de direito privado e da família.

ipca(horizontal)

A grande maioria dos participantes é proveniente Brasil, representando todas as grandes universidades daquele país. No total, estarão representadas 37 universidades do Brasil, oito universidades estrangeiras de Itália, Espanha, Chile, Reino Unido e França, e 10 universidades portuguesas.




O programa completo do CONDIT 2017 segue em anexo. Mais informações disponíveis em http://web.ipca.pt/condit/ (basta clicar).

Fonte: IPCA.

Ir Para Cima