Tag archive

Espanha

Barcelense Joaquim Sousa sagra-se Campeão Ibérico de Orientação

Janeiro 29, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se este fim de semana, de 27 e 28 de janeiro, em Burgohondo, Espanha, o Campeonato Ibérico Masculino de Orientação Pedestre 2018.



Este Campeonato Ibérico é constituído por três etapas de Orientação: no sábado de manhã, uma prova de distância média (prova para durar entre 30 a 35 minutos e realizada na floresta) e à tarde uma prova de sprint (prova para dura de 13 a 15 minutos e normalmente realizada em zona urbana), ficando para domingo a prova de distância longa (prova para durar de 55 a 60 minutos e realizada, de novo, na floresta), sendo o resultado final apurado no conjunto das três etapas.

Sprint

“Este Ibérico teve nas três etapas, três terrenos completamente distintos, sendo o da distância média constituído por terreno montanhoso de floresta e com muita pedra, o que além de dificultar a progressão dos atletas, também constituiu um problema na localização exata dos pontos de controlo. O sprint teve dois tipos de terreno diferentes: começou com um pouco de floresta, com o restante percurso em zona urbana. A distância longa foi num terreno mais aberto, com muitas zonas de cultivo, muitos muros e, também, muita pedra, tornando a prova mais rápida mas muito dura fisicamente”, salientou Joaquim Sousa.

Distância Longa

Joaquim Sousa, atleta de Galegos Santa Maria a representar o Clube de Orientação do Centro, venceu as três etapas e conquistou o “IV Trofeo Maximus” (para este troféu contavam as três etapa e todos os atletas presentes, mas para o Campeonato Ibérico apenas os atletas de Portugal e Espanha poderiam vencer o titulo Ibérico) e, também, o Titulo de Campeão Ibérico, em H45.

“Pessoalmente, quero agradecer à SERFISIO Barcelos pelo apoio prestado na minha preparação e recuperação, apoio que tem sido fundamental em todas as conquistas”, terminou o Campeão Ibérico.

Distância Média

Fonte e fotos: JS.

Oquei de Barcelos empata com Noia, em Espanha, para a Taça CERS

Dezembro 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo disputado no Pavilhão Olímpico do Ateneu (Pavello Olimpic de l’Ateneu) em Sant Sadurni d’ Anoia (Espanha), a contar para a primeira mão dos 1/8 de final da Taça CERS, o Óquei Clube de Barcelos (OCB) empatou a 1 golo com o Noia Freixenet, de Espanha.



Com arbitragem dos italianos Massimiliano Carmazzi e Claudio Ferraro, o Noia, treinado por Pere Varias, alinhou com Xus Fernández, Aleix Esteller, Jordi Del Amor, Sergi Llorca e Nil Roca. No banco começaram Martí Casas, Arnau Xaus, Humberto Mendes, Sergi Aragonés e Marti Zapater.

Já Paulo Pereira, treinador do OCB, optou por Ricardo Silva, Juan López, Zé Pedro, João Almeida e Hugo Costa para o cinco inicial. Deixando no banco, de início, Joca Guimarães, Afonso Lima, Rúben Sousa, Marinho, Pedro Silva e André Almeida.

Ao intervalo os barcelenses saíram com vantagem no marcador, por 0-1, com um golo do jovem Afonso Lima. Na segunda parte, o jogo continuou muito equilibrado, com as situações a sucederem em ambas as balizas, sendo que o guarda-redes Ricardo Silva foi uma das figuras do jogo, com inúmeras intervenções que foram mantendo a sua baliza “inviolada”, nomeadamente um livre-direto que defendeu, a penalizar o OCB pela sua 10ª falta. No entanto, foi incapaz de parar o remate de Nil Roca, que estabeleceu o empate a 1, resultado que durou até ao final da partida. Após o mesmo, houve momentos de muita tensão entre os jogadores de ambas as equipas, que terminou com os jogadores a acalmarem-se e os barcelenses a agradecerem ao público presente, principalmente aos adeptos que se deslocaram de Barcelos para apoiar a equipa.

O jogo da segunda mão desta eliminatória realiza-se no Pavilhão Municipal de Barcelos, já em 2018, mais concretamente a 13 de janeiro, num jogo onde, tendo em conta esta partida realizada em Espanha, o OCB tem boas hipóteses de seguir em frente.

Uma palavra para os adeptos barcelenses, da claque KAOS BARCELENSE, que foram várias vezes referidos pela transmissão direta da CENOIA TV, o canal do clube catalão no YouTube.

Karatecas d’Os Académicos trazem bons resultados de Vigo (Espanha)

Dezembro 3, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Secção de Karaté do FC Os Académicos fez-se representar no XIX Trofeo de Karate-Do Kobudo Cidade de Vigo, na Galiza – Espanha, que se realizou ontem.



Com o seu treinador, José Alves, António Cardoso conquistou o 1º lugar em Kumite Sénior; Bruna Gonçalves foi 2ª classificada em Kata (Open Feminino); Catarina Borges foi 5ª classificada no mesmo Open Feminino, em Kata; e Tatiana Alves foi 1ª em Kata Juvenil.

Fonte e foto: SKFCA.

Teatro de Airiños (Espanha) leva a palco “Romeo e Xulieta” em Balugães

Novembro 29, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 2 de dezembro, pelas 21h30, o auditório da Junta de Freguesia de Balugães (Barcelos) recebe o Teatro de Airiños (Espanha), com a peça “Romeo e Xulieta”, uma adaptação de Esther F. Carrodeguas a partir do clássico de William Shakespeare, no âmbito do ciclo de teatro “Palco de Terra”.



Este é um ciclo de teatro organizado pelo Teatro de Balugas e pela Junta de Freguesia de Balugães e que está dividido em quatro partes, em que cada uma tem lugar numa estação do ano. A comédia do Teatro de Airiños (Galiza) sobe ao palco para a edição de inverno deste ano. A iniciativa resulta do intercâmbio entre o grupo de teatro de Balugães e as companhias convidadas, visando a promoção e a dinamização dos projetos teatrais na aldeia.

A entrada é livre e limitada à lotação da sala. Saiba mais em (basta clicar): https://goo.gl/MrpY91.

Fonte e imagem: TB.

Óquei de Barcelos “passeia” na Taça CERS e elimina suíços do Uttigen

Novembro 26, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo disputado ontem, no Rollhockey Halle Grueneblatz, em Uttigen (Suíça), o Óquei Clube de Barcelos (OCB) voltou a golear os suíços locais, desta feita por 6-10, a contar para a ronda de 32.



Os árbitros destacados foram os alemães Lars Niestroy e Frank Schäfer.

A 4 de novembro último, em Barcelos, o OCB tinha goleado o Uttigen por uns esclarecedores 12-3. Desta feita, e com a eliminatória controlado, o resultado foi um pouco mais equilibrado, chegando o OCB, na mesma, à dezena de golos.

O destaque vai para Marinho, que apontou um hat-trick. No entanto, Zé Pedro e Hugo Costa bisaram e Joca Guimarães, Juan López e João Almeida também deixaram a sua marca na ficha do jogo.

Assim, e com esta conjugação de resultados, o OCB apura-se facilmente para a ronda de 16, onde defrontará um adversário bem mais difícil, no caso, o Noia, de Espanha. O primeiro jogo realiza-se a 9 de dezembro, no Pavello Olimpic de l’Ateneu, em Sant Sadurní d’Anoia, na Catalunha. Passados uns dias, a 13 de dezembro, o jogo disputa-se em Barcelos, no Pavilhão Municipal.

Imagem: DR.

Augusto Costa, dos Amigos da Montanha, vence em Valência

Novembro 21, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O atleta dos Amigos da Montanha (AM), Augusto Costa, participou, no último sábado, na Maratona de Valência. Numa maratona muito rápida, o atleta dos AM conseguiu a vitória no escalão de M45.



Augusto Costa trouxe para Portugal a melhor marca no seu escalão, com o tempo de 2h25’25’’, naquela que é uma das melhores maratonas da Europa.

Fonte e fotos: AM.

Barcelense Joaquim Sousa “conquista” Barcelona

Novembro 6, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No fim de semana passado, entre 4 e 5 de novembro, o barcelense Joaquim Sousa deslocou-se a Barcelona para competir na “Barcelona City Race”, a 7ª e penúltima etapa do circuito “City Race Eurotour”, provas de Orientação.



O atleta de Galegos Santa Maria, a competir pelo Clube de Orientação do Centro, venceu esta etapa e subiu ao 3º lugar do circuito europeu, no escalão de VET1, ficando assim o título ao seu alcance, caso consiga pontuar na próxima etapa, já no próximo fim de semana, 11 e 12 de novembro, em Bilbau, na região basca de Espanha.

A Barcelona City Race foi uma de duas etapas deste fim de semana do “Troféu Internacional Ciutat de Barcelona”, evento onde Joaquim Sousa fez o pleno, ao ter vencido, também, a etapa de sábado.

Fonte e fotos: JS.

Herói ou anti-herói?

Novembro 5, 2017 em Atualidade, Concelho, Mundo, Opinião, Política port barcelosnahorabarcelosnahora
Raquel dos Santos Fernandes

Som una nació. Este era o mote de uma avolumada manifestação organizada em Barcelona, a 10 de julho de 2010, contra a decisão do Tribunal Constitucional em arquivar um recurso de inconstitucionalidade na sequência da aprovação, em junho de 2006, do novo Estatuto de Autonomia da Catalunha.



O movimento catalão para a conquista da independência e a conversão para um Estado republicano, que agora motiva uma enorme mobilização política de caráter maioritariamente identitário, não é novo, e seria importante que essa conjuntura fosse explorada de modo a explicar a forma como este tipo de iniciativas nacionalistas emergiram na sociedade civil. O próprio contexto institucional e político em Espanha sofreu várias alterações nos últimos anos e o contexto de crise económica reforçou o debate sobre a necessidade de introduzir políticas de recentralização para a eficiência económica. A possibilidade de independência ganhou visibilidade no debate político, não apenas ao nível parlamentar e partidário, mas também por uma crescente mobilização social que, em parte, também fora motivada pela perceção de um tratamento injusto pelo Estado em termos políticos e fiscais, como se a independência pudesse trazer um potencial estado de bem-estar que a crise económica lhes limitara.

Quando Puigdemont declarou a independência unilateral afirmando que “o povo determinou que a Catalunha se deve tornar um Estado dependente” criou um novo paradigma que se poderá tornar numa espécie de quadro radioativo para a Catalunha, para a Espanha e para a própria Europa. Primeiro, pelo desejo de independência de uma região com a sua própria língua e identidade; Segundo, pela incapacidade de resposta do governo central às exigências de uma sociedade em mudança e, ainda, pelos precedentes que poderá criar em outros Estados. A forma como os cidadãos se envolveram neste processo fez com que os líderes políticos e os meios de comunicação se voltassem para um panorama nunca antes explorado e, nessa linha, os próprios meios de comunicação poderão desempenhar um papel determinante na formação da opinião pública.

Se nos países autoritários, privados de liberdade, a sua função consiste em legitimar o poder estabelecido, sob o controlo de um governo que impede a emergência na esfera pública da sociedade civil, nos países democráticos, o processo é exatamente o oposto. E, nesse sentido, será interessante analisar, no futuro, as perceções que a opinião pública retirará daí: se a defesa do novo herói catalão ou a crítica ao seu antagónico.

Por: Raquel dos Santos Fernandes*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Corta Mato de Barcelos volta a ser prova de seleção para o Campeonato da Europa

Outubro 31, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realiza-se no próximo dia 12 de novembro o “Campos & Lopes Corta Mato de Barcelos”, uma prova que será, pelo terceiro ano consecutivo, de seleção para o Campeonato da Europa de Corta Mato. A prova vai ser de seleção no escalão Sub-23 masculinos e femininos e, por isso, esperam-se em Barcelos os melhores atletas nacionais. Os atletas selecionados para o Campeonato da Europa de Corta Mato competirão com as cores de Portugal no dia 26 de novembro em Espanha (Alcobendas).



A terceira edição da prova, organizada pelos Amigos da Montanha, com o apoio da Câmara Municipal de Barcelos e da Associação de Atletismo de Braga, decorre nos terrenos contíguos ao Estádio Cidade de Barcelos.

O percurso, completamente vedado, será composto por volta pequena de 1000 metros e volta grande de 2000 metros. Haverá, também, uma volta de 500 metros para os infantis masculinos e femininos.

O Corta Mato é constituído por várias corridas dedicadas aos escalões de formação e seniores femininos e masculinos, que competem em diferentes distâncias. Decorrerá, igualmente, uma prova aberta na distância de 8 000 metros.

As inscrições podem ser realizadas no site da Associação de Atletismo de Braga.

Fonte e imagem: AM.

Peça de Teatro “A Rainha da Beleza de Leenane” amanhã no Teatro Gil Vicente

Outubro 27, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Amanhã, dia 28 de outubro, pelas 21h30, no Teatro Gil Vicente, vai a cena a peça de teatro “A Rainha da Beleza de Leenane”, no âmbito do Festival de Teatro de Barcelos, organizado pelo A Capoeira. O grupo responsável é a Taller de Teatro de Pinto, de Madrid (Espanha).

A Taller Teatro de Pinto (Madrid – Espanha) é um grupo que nasceu nos anos oitenta e já conta com mais de quarenta produções. Seguem com o objetivo de fazer realidade o sonho da arte nas suas vidas e nas dos que os rodeiam. Tem o “sonho de inventar e compartilhar mundos e outras realidades possíveis, o sonho de difundir o Teatro com a convicção plena de que esta é a arte da união e da expressão dos sentimentos comuns”.

A peça La Reina de la Belleza de Leenane (A Rainha da Beleza de Leenane) tem como autor o irlandês Martin McDonagh, e faz-nos um retrato da Irlanda rural dos anos 80 através da história de Maureen, uma camponesa rude que vive em casa de sua mãe, Mag, uma idosa de carácter complicado e manipulador. Quando Pato Dooley reaparece na vida de Maureen, vinte anos depois da última palavra, com atrativas propostas de mudança para ela, a tenção aumenta entre mãe e filha. Uma não quer ficar sozinha nas montanhas de Connemara, a outra deseja voar daquela prisão a todo o custo. A complicar a situação estão Ray Dooley, irmão de Pato. Um jovem inquieto, muito crítico com Mag e Maureen.

Os atores são Tina Rojas (Mag Folan), Belén Díaz (Maureen Folan), Manu Madrid (Ray Dooley) e José Luís Olmedo (Pato Dooley). O desenho de cenografia está a cargo de Ricardo Rando Blázquez, que também é responsável, a par de José Luís Arenas, pela realização de cenografia. O desenho de vestuário e caracterização cabe a Laura Eliseva Gómez Irigoyen. A Fotografia a Dani Gallego, o movimento e luta cénica a Iago García Pérez, o desenho gráfico cabe à Taller Teatro de Pinto, a iluminação a Carlos Gómez, Zaida Domínguez, Manuel Suárez e Jesús Larraondo, o som a José Luís Arenas, a produção é da Taller Teatro de Pinto e a Direção Artística é da competência de  José Luís Molinero Montalvo.

A entrada é gratuita mas limitada à lotação da sala. As reservas podem ser efetuadas na bilheteira do Teatro Gil Vicente, através do e-mail tgv@cm-barcelos.pt ou do telefone 253 809 694.

Fonte e fotos: A CAPOEIRA.

Ir Para Cima