Tag archive

Estádio Cidade de Barcelos

Expo Barcelos “abre portas” já na próxima sexta-feira

Outubro 11, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

Pelas 14h00 do próximo dia 13 de outubro, a 6ª edição da Expo Barcelos abre as portas da exposição ao público, que se realiza, novamente, no Estádio Cidade de Barcelos.



Esta é uma organização da João Dantas, Unipessoal Lda., com a coorganização do Município de Barcelos e da Cooperativa Agrícola de Barcelos, contando com o patrocínio e com parceria de várias entidades.

Ainda na sexta-feira, pelas 16h00, realiza-se o 2º Concurso de Galos (vivos) de Barcelos. Segue-se, pelas 18h00, a inauguração oficial da Feira Expo Barcelos, com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, do organizador, João Dantas, e da restante comitiva. Após a cerimónia, é a vez da Banda Plástica abrilhantar musicalmente o momento.

No dia seguinte, as portas abrem pelas 10h00, abrindo, igualmente, as I Jornadas do Galo de Barcelos. Meia hora depois realiza-se uma poule de Equitação de Trabalho, organizada em parceria com a Associação Equestre e Recreativa (AER) de Lijó. Ao início da tarde, pelas 14h00, realiza-se o 4º Concurso Regional de Raça Holstein Frísia AGRIBAR 2017. Uma hora após, atua o Grupo Folclórico S. Lourenço de Alvelos. Já à noite, pelas 20h00, iniciam-se as provas de obediência canina, organizadas em parceria com a Barceldog. A essa mesma hora, atua a Ronda Típica da Associação de Moradores do Bairro da Misericórdia. Pelas 21h00, realizam-se as provas hípicas cavalhadas, novamente com a parceria da AER de Lijó.



Domingo será o último dia deste Expo Barcelos, com as portas a abrirem novamente pelas 10h00. Meia hora depois, realiza-se o concurso de apresentação de Cavalos Lusitanos. Ao início da tarde, pelas 13h30, inicia o programa televisivo “Somos Portugal”, da estação TVI, que realiza, mais um ano, um programa com 6h30 de duração, em direto do recinto. Pelas 14h00, atua o Grupo Folclórico da Casa do Povo de Rio Covo Santa Eugénia para, uma hora depois, dar-se a apresentação de cavalos montados. Pelas 17h00, realizam-se novas provas de obediência canina e, a essa mesma hora, atua o grupo Amigos Leais de Barcelos, da Associação Cultural, Desportiva e Recreativa de Lijó. As portas desta grande Expo Barcelos 2017 encerram pelas 20h00.

Calendário Agrícola Solidário angaria fundos em favor da IPSS barcelense RECOVERY

Outubro 6, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Numa iniciativa que se pode considerar como sendo “ousada”, um grupo de agricultores barcelenses, de nome “Grupo Agrícola de Barcelos”, decidiu seguir o célebre exemplo de um grupo de bombeiros de Setúbal e criar um calendário para 2018, onde surgem figuras masculinas em “poses de trabalho”, com o tronco desnudado, e alguns dizeres que servem de incentivo e promoção da agricultura de Barcelos.


O nome que deram ao projeto foi “Ao Serviço da Terra – Calendário Agrícola Solidário 2018”, e tem como objetivo, para além do solidário, o de chamar a atenção para um setor com muito peso na economia do concelho de Barcelos.

Ora, este calendário será apresentado e lançado, no próximo dia 13 de outubro, pelas 21h00, no Auditório 1 da Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), estando, igualmente, em exposição na Expo Barcelos, que decorrerá, nesse mesmo fim de semana, no Estádio Cidade de Barcelos.

Mas mais do que as imagens “saudáveis” que surgem no calendário, este é um projeto com fins solidários, pois a totalidade da receita gerada pela venda dos calendários reverterá para a RECOVERY IPSS, presidida por Miguel Durães, que é uma Instituição Particular de Solidariedade Social sem fins lucrativos.

Em declarações a este jornal, o responsável pela IPSS começou por agradecer aos elementos do grupo que organizou esta iniciativa. “Em primeiro lugar, gostava, em nome de toda a família da RECOVERY IPSS, agradecer ao Grupo Agrícola de Barcelos pela iniciativa plena de energia positiva e solidária”, referiu Miguel Durães.

Miguel Durães

Sobre o destino das receitas resultantes deste projeto, Durães salientou que “irão reverter a 100% para a nossa atividade social, nomeadamente para as duas novas respostas da RECOVERY IPSS, as Unidades de Cuidados Continuados Integrados de Saúde Mental na Infância e Adolescência”.

Miguel Durães deixa, inclusivamente, um “apelo à participação de todos os barcelenses nesta iniciativa, que põe duas áreas da sociedade em destaque pela positiva e que, normalmente, estão em segundo plano: a Agricultura e a Saúde Mental”.

O Presidente da REVOVERY IPSS terminou as suas declarações com um novo agradecimento, “uma vez mais, aproveito a oportunidade para agradecer esta grande iniciativa de responsabilidade social, da sociedade civil, em torno dos que estão em situação de desvantagem social”, concluindo com um “Bem Hajam!”

Por fim, uma informação muito importante, principalmente para quem quer adquirir um destes mil calendários por forma a ajudar a RECOVERY IPSS. Assim, pode adquirir na cerimónia de lançamento (de participação livre e aberta); no local onde estarão expostos, na Expo Barcelos, durante esse mesmo fim de semana; nas instalações da IPSS em questão, sita na Rua Dr. Sebastião Matos, nº58/68, em Vila Frescaínha São Martinho (perto do Centro Escolar António Fogaça); e, nas semanas seguintes, estarão à venda em algumas lojas do comércio local.

Gil Vicente vence Guimarães B por 3-0 e volta às vitórias

Setembro 30, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo disputado hoje, no Estádio Cidade de Barcelos, iniciado às 16h00, o Gil Vicente levou de vencida a equipa B do Vitória de Guimarães, num jogo marcado pelo grande arranque da equipa gilista, que antes da primeira meia hora de jogo já vencia por 2-0.



Assim, num jogo arbitrado por João Pinheiro (AF Braga), coadjuvado por Bruno Rodrigues e Nuno Eiras, tendo como 4º árbitro Paulo Miranda, o Gil Vicente alinhou com Rui Sacramento, Luiz Eduardo, Vítor Tormena, Ricardinho, Luís Tinoco (Rui Faria, 83’), Reko, Jonathan Rubio (Valdeir, 73’), Camara, James Igbekeme, Fall (Rafael Batatinha, 63’) e Rui Miguel. No banco ficaram Júlio Neiva, Gonçalo Duarte, João Pedro e Tiger.

Já o Vitória de Guimarães B alinhou com André Costa, Sacko, Sahraoui, David Luiz, Ricardo Carvalho, Domingo (Mimito Biai, 77’), Al Musrati, Phete, Biró (Haman, 55’), Rui Gomes e Xande Silva (João Correia, 61’) e no banco ficaram Daniel Figueira, Nuno Gonçalves, Tiago Castro e Jorge Sampaio.

No campo disciplinar, o juiz do jogo expulsou, com vermelho direto, Ricardo Carvalho, do Guimarães B, resultado desse lance uma grande-penalidade, apontada pelo goleador Rui Miguel. Com amarelos, foram admoestados apenas jogadores gilistas, no caso, Luiz Eduardo (66’) e Reko (87’).

O Gil Vicente dominou, de princípio ao fim, o jogo, tendo sido melhor em todos os aspetos do jogo. Aliás, menos no das faltas, com os vimaranenses a serem mais faltosos (9 contra 8 do Gil Vicente). Assim, os gilistas tiveram mais remates (9-1), mais posse de bola (62%-38%) e mais cantos a favor (9-2).

Como referido, o Gil Vicente entrou muito forte e logo aos 17 minutos marcou o primeiro golo, com a página oficial da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) a atribuir o golo a Biró, jogador vitoriano, ou seja, a considerar este como sendo um autogolo. Depois, em lance que resulta na expulsão de Ricardo Carvalho, o árbitro assinalou grande-penalidade a favor dos gilistas, com Rui Miguel, aos 23 minutos, a apontar o segundo tendo do Gil Vicente. Na segunda parte, já perto do final, seria de novo o goleador barcelense, Rui Miguel, a marcar o 3-0, fechando, assim, o resultado final.

Foto: GVFC.

Expo Barcelos de regresso e com novidades

Setembro 29, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

De 13 a 15 de outubro, a zona envolvente do Estádio Cidade de Barcelos volta a transformar-se numa feira de atividades económicas. A Expo Barcelos está de regresso, para dar a conhecer as inúmeras potencialidades do tecido económico e empresarial do concelho de Barcelos.



O certame é promovido pela empresa João Dantas Unipessoal, Lda., em parceria com a Câmara Municipal de Barcelos e a Cooperativa Agrícola de Barcelos.

A mostra é de entrada livre. As portas abrem às 14h00 do dia 13 de outubro, encerrando às 24h00. No dia 14, o horário de funcionamento é das 10h00 às 24h00 e, dia 25, das 10h00 às 20 h00.

Na sua 6ª edição, mais de 300 expositores, de setores de atividade como o comércio local, indústria, têxtil, turismo, gastronomia, artesanato, entre outros, vão apresentar aos visitantes os melhores produtos tradicionais da região.

Serão cerca de 90 mil visitantes esperados naquela que é a maior mostra da atividade económica da região.

A edição de 2017 da Expo Barcelos regressa e com novidades. Pela primeira vez, os visitantes e expositores vão ter acesso a uma aplicação mobile, disponível para Android e IOS, que permite ficar a saber tudo sobre o evento, como o programa, mapa do recinto, localização dos expositores, galeria de fotos, notícias e notificações. O certame acolherá, ainda, pela primeira vez, provas de obediência, uma atividade em colaboração com a Associação Canina Barceldog.

Pelo quarto ano consecutivo, decorrerá o Concurso Regional de raça Holstein Frísia AGRIBAR, dando a conhecer Barcelos como o maior concelho produtor de leite do país.

Este ano volta a destacar-se a figura do Galo, com o 2º Concurso de Galos (vivos) de Barcelos, o qual pretende impulsionar a criação de galos junto dos produtores agrícolas.



No dia 15 o programa SOMOS PORTUGAL, da TVI, volta a promover a habitual “Festa do Galo”, com uma emissão em direto a partir das 14h00 e até às 20h00, no recinto da feira.

Fonte e imagem: CMB.

Pereira conquista Supertaça 2017/18 do futebol popular de Barcelos

Setembro 25, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo realizado ontem, no Estádio Cidade de Barcelos, iniciado pelas 20h30, a ACD Pereira, campeã da 1ª divisão da Associação de Futebol Popular de Barcelos 2016/17, venceu o FC Negreiros, vencedor da Taça Cidade de Barcelos.



A equipa de Pereira alinhou com Luís Santos, Carvalho, Cláudio Campinho, Moina, Cascalho, Russo, André Campinho, Nuno Campinho, Filipe Campinho, Vítor Teixeira e Pexilas.

Já o conjunto de Negreiros jogou com Júlio, Gigio, Vítor, Machado, Luís, Quim, Miguel, Ruizinho, Nando, Lipinho e Lopes.

O jogo foi muito bem disputado, tendo sido resolvido aos 77 minutos, na marcação de uma grande penalidade a favor do Pereira. Assim, o resultado final ditou um ACD Pereira 1 – FC Negreiros 0.

Foto: AFPB.

Gil Vicente derrotado em casa pelo líder Santa Clara

Setembro 17, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo disputado hoje, com início às 16h00, no Estádio Cidade de Barcelos, o Gil Vicente foi derrotado por 1-2 pelo líder da LEDMAN Liga Pro (2ª Liga), Santa Clara.



A equipa orientada por Jorge Casquilha alinhou com Rui Sacramento, Ricardinho, Sandro (Luiz Eduardo, 55’), Vítor Tormena, Luís Tinoco, Miguel Abreu, Jonathan Rubio (André Fontes, 55’), Rafael Batatinha, James Igbekeme, Fall e Rui Miguel (João Pedro, 76´). No banco ficaram Júlio Neiva, Reko, Valdeir e Camara.

Já os açorianos, orientados por Carlos Pinto, alinharam com Serginho, Gorupec, Marcelo Oliveira, Vítor Alves, Igor Rocha, Rachid (Diogo Santos, 87’), Pacheco, Minhoca, João Reis, Fernando Andrade (Rúben Saldanha, 63’) e Thiago Santana (Clemente, 71’). Como suplentes não utilizados ficaram Marco Pereira, Kaio, Adel Saleh e Guilherme.

O jogo foi arbitrado por Sérgio Piscarreta (AF Algarve), auxiliado por Pedro Sancho e Hugo Ribeiro. O 4º árbitro foi Paulo Brás.

Foi um jogo muito equilibrado e disputado, entre duas boas equipas que lutaram pela vitória, sorrindo esta aos insulares, líderes da classificação geral. Liderança essa ainda mais cimentada visto que o 2º classificado, Nacional da Madeira, foi derrotado ontem pelo FC Porto B.

Aliás, os dados do jogo comprovam, mesmo, o equilíbrio entre ambas as equipas, com 4-6 em remates; 12-11 em faltas; 4-4 em cantos; e 49%-51% em posse de bola.

O capítulo disciplinar também marcou o jogo, com o juiz algarvio a expulsar, com vermelho direto, Minhoca (30’), do Santa Clara, e Miguel Abreu (45’), dos gilistas. Por outro lado, apenas admoestou um jogador com cartão amarelo, Vítor Alves (41’) dos açorianos.

Os insulares foram os primeiros a marcar, por Fernando Andrade, aos 16’. No entanto, ainda os festejos não tinham terminado e a equipa barcelense já empatava, pelo senegalês Fall, aos 19’. Foi este o resultado com que as equipas saíram para o intervalo. Após o reatamento, a toada manteve-se, com o Santa Clara a marcar o golo da vitória, aos 85’, por Clemente, que tinha, entretando, entrado para o lugar de Thiago Santana, aos 71’.

Com este resultado, o Gil Vicente desce para a 7ª posição, mantendo os 11 pontos, sendo ultrapassado pelo Leixões e deixando fugir o Famalicão. Já o Santa Clara, como referido, reforçou o seu 1º lugar, somando, agora, 18 pontos.

Gil Vicente derrota União da Madeira com golo perto do fim

Agosto 23, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora




Em jogo disputado hoje, no Estádio Cidade de Barcelos, a contar para a 4ª jornada da LEDMAN Liga Pro, o Gil Vicente recebeu o União da Madeira e venceu por 1-0, com um golo apontado mesmo perto do final do tempo regulamentar.

O Gil Vicente, treinado por Jorge Casquilha, alinhou com Rui Sacramento, Gonçalo Duarte, Sandro, Vítor Tormena, Luís Tinoco, Gastón Camara, (Fall, 55’), André Fontes, (João Pedro, 70’), Jumisse, James Igbekeme (Jonathan Rubio, INT), Rafael Batatinha e Rui Miguel. No banco ficaram Júlio Neiva, Henrique, Rui Faria e Miguel Abreu.

Já o União da Madeira, treinado pelo bem conhecido de Barcelos, Paulo Alves, alinhou com Tony, Sylla, Allef, Romaric, Laércio, Júnior, Ciss (Gonçalo Abreu, INT), Sidy Sagna, Micael, Rodrigo Henrique (Danilo Dias, 79’) e Luan (Flávio Silva, 76’). No banco ficaram Chastre, Mendy, Sérgio Marakis e Paulo Vasconcelos.

Na vertente disciplinar, o árbitro Luís Godinho (AF Évora) admoestou com cartão amarelo Gonçalo Duarte (24’), André Fontes (45’), Jonathan Rubio (79’) e Sidy Sagna (87’).

O jogo foi sempre bem disputado, chegando ao intervalo com uma igualdade a 0. Mesmo perto do final, aos 88 minutos, de livre direto, Luís Tinoco estabeleceu o resultado final em 1 para os gilistas, 0 para os unionistas da Madeira.

No final da partida, Jorge Casquilha referiu, em conferência de imprensa, que o resultado acabou por ser justo porque “quem marca é quem ganha”. Na ótica do treinador, o Gil fez uma primeira parte de qualidade, onde teve hipóteses de chegar ao golo. Na segunda parte, tiveram mais dificuldades, “emocionalmente, a equipa perdeu um pouco o controlo” e acabaram por ter a “sorte do jogo” ao fazer o golo de bola parada. No final, com cinco avançados, a equipa acabou por ficar desequilibrada, passando por alguns calafrios e, com alguma sorte, acabaram por ganhar. Noutros jogos não tiveram sorte e não ganharam, desta vez foi diferente e ganharam o jogo.

Com este resultado, o Gil Vicente subiu ao 6º lugar, quando ainda não se disputaram todos os jogos desta jornada, com 7 pontos em 4 jogos.

Fotos: GVFC e CFU.

 

Gil Vicente-União: Casquilha acredita em equipa forte para conseguir primeira vitória em casa

Agosto 22, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora




Amanhã, pelas 16h00, no Estádio Cidade de Barcelos, o Gil Vicente recebe o CF União da Madeira em jogo a contar para a 4ª jornada da LEDMAN LIGA PRO (2ª Liga).

O treinador gilista, Jorge Casquilha, em declarações à Gil Vicente TV – novo projeto de comunicação do clube barcelense – salientou que acredita que “vamos estar, de certeza, muito fortes novamente em casa, como estivemos no último jogo. Excetuando o resultado, a equipa esteve muito bem, teve um comportamento fantástico e acredito que amanhã vamos, outra vez, aparecer muito fortes e a querer dar uma alegria aos nossos adeptos, somando a primeira vitória em casa”.

Quanto ao adversário, vindo da Madeira, Casquilha ressalva que “é um adversário muito difícil, como todos nesta divisão. Vem muito moralizado pelas duas vitórias que teve em casa, pela posição que ocupa na tabela e irá, certamente, criar-nos muitos problemas. Mas acredito que nós iremos colocar muitos problemas ao União e a nossa única intenção é somarmos 3 pontos, sabendo que vai ser um jogo complicado, como todos nesta divisão”.

Já sobre a determinação da equipa, assim como a gestão dela, devido aos muitos jogos num curto espaço de tempo, o treinador gilista afirmou que “a determinação é sempre a mesma mas é lógico que o processo de treino tem que se ajustar aos 3 jogos em 9 dias e, neste momento, passamos numa fase mais de competição e recuperação do que outra coisa. Jogámos na Póvoa, recuperámos para este jogo e a seguir iremos recuperar para o próximo jogo em Coimbra. É mais essa gestão ao nível de treino. A nível de concentração, foco, está completamente bem definido na cabeça de toda a gente que todos os jogos são para ganhar e este não foge à regra”.

Por fim, sobre a evolução da equipa e a retificação de problemas, nomeadamente, ao nível da concretização, Casquilha esclareceu que “avançámos muito esta semana e já na semana anterior o fizemos, no processo de finalização. Sentimos que a equipa está bem, está a jogar bem, está a criar oportunidades, simplesmente não está a finalizar. Temos que trabalhar sobre esse aspeto para que a equipa possa finalizar as oportunidades que cria porque, neste momento, o que nos está a faltar mesmo é a componente de finalização senão estaríamos numa posição muito mais confortável na tabela do que estamos hoje”, finaliza o treinador gilista.

O Gil Vicente ocupa a 10ª posição da classificação, com 4 pontos em 3 jogos. Para este jogo, os bilhetes para sócios custarão 3 euros, sendo que na compra de 2, o preço é de 5 euros. Os jovens até aos 16 anos não pagam e para o público, 15 euros para a Bancada Poente Superior, 10 euros para a Poente Inferior e 5 euros para a Bancada Nascente.

Formação: Gil Vicente com derrota caseira e empate forasteiro

No futebol de formação, a equipa de Juniores A (sub-19) abriu o campeonato com uma derrota caseira frente ao CD Aves, por 1-3. Já a de Juniores B (sub-17), iniciou a caminhada com um empate em Moreira de Cónegos, a 2 bolas, frente ao Moreirense.

Imagens: GVTV.

Gil Vicente luta mas acaba derrotado pelo Cova da Piedade

Agosto 14, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora




Em jogo realizado ontem, dia 13 de agosto, no Estádio Cidade de Barcelos, o Gil Vicente recebeu o Cova da Piedade, com o resultado a não corresponder ao desejado, saindo derrotado por 1-2.

O árbitro foi Cláudio Pereira, da AF de Aveiro, e o Gil Vicente alinhou de início com Rui Sacramento, Ricardinho, Sandro, Vítor Tormena, Henrique, Jumisse, André Fontes (Rafael Batatinha, 49m), Jonathan Rubio, Fall (João Pedro, 63m), Rui Miguel e James Igbekeme (Gastón Camara, 76m). Suplentes não utilizados: Júlio Neiva, Luiz Eduardo, Rui Faria e Miguel Abreu. Os gilistas foram orientados, evidentemente, por Jorge Casquilha.

Do outro lado, o 11 inicial foi composto por Pedro Alves, Adilson, Roberto, Daniel Almeida, Evaldo, Soares, Sori Mané (Yuhao Liu, 85m), Robson, Dieguinho, Ballack (Rafael Floro, 72m) e Hugo Firmino (Lima Pereira, 80m). Suplentes não utilizados: João Kuspiosz, Michael, Carneiro e Thiago Freitas. Os forasteiros foram orientados por João Barbosa.

Em relação à disciplina, Henrique (24m) e Sandro (48m), do Gil Vicente, Daniel Almeida (28m), Adilson (55m) e Yuhao Liu (89m), do Cova da Piedade, foram todos admoestados com a cartolina amarela. Não se registaram vermelhos.

Quanto ao jogo, o Gil Vicente esteve sempre atrás no resultado, chegando ao intervalo a perder por 0-1, após um golo apontado por Daniel Almeida, aos 44 minutos. Foi um duro golpe para os gilistas visto que sofreram o golo mesmo antes da saída para o intervalo. Como se não bastasse, pouco tempo após o reatamento, e logo de grande-penalidade, o Cova da Piedade aumento o score para 0-2, com Dieguinho a bater Rui Sacramento, aos 49 minutos. A equipa barcelense lutou, mesmo denotando algum desperdício, conseguindo o golo de honra apenas já ao minuto 90, pelo jovem da cantera gilista, João Pedro. Infelizmente para os gilistas, o golo chegou tarde, ficando o resultado final em 1-2.

No final, o treinador Jorge Casquilha referiu que “o futebol é isto, o futebol vive-se de eficácia. Se analisarmos o jogo, a primeira parte de grande qualidade do Gil, em que criou cinco, seis oportunidades flagrantes de golo, duas das quais, bolas nos postes, e é com tremenda injustiça que vamos para o intervalo a perder por 1-0. Se o 0-0 já era injusto, então o 0-1 é tremendamente injusto. Falámos e entrámos com a intenção de chegar rapidamente ao empate e a verdade é que 2 minutos depois cometemos um erro, em que fizemos penálti e o adversário, aos 3 minutos da segunda parte está a ganhar 2-0. É lógico que intranquilizou a nossa equipa, começámos a jogar um pouco mais com coração do que com a cabeça e foi uma segunda parte difícil. Criámos muito, jogámos bastante, ficámos a jogar só com 3 defesas, tivemos uma linha de avançados de 5 mas a verdade é que só muito tarde chegámos ao golo, porque acredito que se o golo tem chegado mais cedo, iríamos criar muitos problemas, ainda, ao adversário. Mas a verdade a verdade é que ele chegou a 1 ou 2 minutos do fim e já não houve tempo de chegar ao empate. No cômputo geral, penso que estou satisfeito com a primeira parte, grande qualidade. Não estou satisfeito com a segunda e o jogo ficou marcado, claramente, pela ineficácia ofensiva da minha equipa”.

Sendo assim, o Gil Vicente desce para o 12º lugar da classificação, com 3 pontos, resultado de 1 vitória e 1 derrota, em 2 jogos já disputados. Os gilistas têm 3 golos marcados e 3 sofridos.

Imagem: GVFC.



F.C.Porto vence na apresentação do Gil Vicente

Agosto 3, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em clima de festa, a equipa do Gil Vicente apresentou o plantel para a época 2017/2018 aos seus adeptos, com um convidado “de peso”, o Futebol Clube do Porto, em jogo disputado no Estádio Cidade de Barcelos.

Antes da partida, os jogadores do Gil foram chamados, um a um, ao palco, começando pelos Guarda-redes: Rui Sacramento, Júlio Neiva e Rafa, seguindo-se os jogadores de campo: Sandro, Jonathan Rubio, Vítor Tormena, James Igbekeme, Luís Tinoco, Ricardinho, André Fontes, Fall, Jumisse, Rui Miguel, Luiz Eduardo, Reko, Miguel Abreu, João Pedro, Rui Faria, Henrique, Tiger e Peter. Ficando para último, a surpresa reservada pela direção do Gil, o recém contratado ao Inter de Milão, Gastón Camara. A equipa técnica, liderada por Jorge Casquilha, também foi apresentada em palco bem como o diretor-desportivo, Mário Faria.

Findada a apresentação, seguiu-se o respetivo jogo  com o Gil Vicente a alinhar com: Rui Sacramento, Sandro, Jonathan Rubio, Vítor Tormena, James Igbekeme, Luís Tinoco, Ricardinho, André Fontes, Fall, Jumisse e Rui Miguel.
O F.C.Porto alinhou com: José Sá, Marcano, Felipe, Ricardo Pereira; Layún, André André, Óliver Torres, Otávio, Hernâni, Marega e Soares.

O jogo começou de feição para os dragões, com Soares a fazer o gosto ao pé logo aos 3 minutos de jogo, após assistência de Otávio. O Gil respondeu com bons lances de entrosamento no último terço do terreno; o primeiro aos 20 minutos, com uma bela jogada de James da esquerda para o meio, a assistir Fall, que na cara de José Sá atirou ao poste. Aos 24 minutos, novamente uma bela jogada do Gil a surgir de um entrosamento entre André Fontes e Jonathan Rubio, onde este terminou a jogada com um pontapé a rasar o poste de José Sá. Rubio que viria a restabelecer a igualdade aos 32 minutos.




O F.C.Porto podia ter ampliado a vantagem ainda na primeira parte, com Soares a rematar forte para defesa de Rui Sacramento.

Na segunda parte, e com as substituições da praxe em jogos particulares, o jogo baixou de intensidade e de espetacularidade, tendo os portistas mais controlo do jogo, destacando-se uma jogada de entendimento entre Otávio e Soares, aos 78 minutos, em que o primeiro cabeceou por cima da barra, já no interior da pequena área.

Mas golos mesmo só mais perto do final, quando aos 85 minutos, Soares bisou na partida após uma jogada individual em que tirou com uma finta de corpo o defesa gilista do caminho e rematou para o fundo das redes. Cinco minutos volvidos, o mesmo Soares volta a molhar a sopa e faz o hat-trick, respondendo que “sim” a um belo cruzamento de Sérgio Oliveira, estabelecendo o resultado final: 1-3.

 

No final, o treinador do Gil Vicente, Jorge Casquilha, manifestou-se insatisfeito com o resultado, mas satisfeito com a exibição da equipa de Barcelos, mediante tamanho adversário. Atirando até que: “merecíamos ir aos penaltis”.

Sérgio Conceição proferiu que: “foi o nosso pior treino da época, talvez por termos jogado de manhã, mas vamos conversar todos para ver o que aconteceu”.

Fotos: DR.

Ir Para Cima