Tag archive

Estádio Cidade de Barcelos

ExpoBarcelos regressa de 12 a 14 de outubro no mesmo local

Setembro 25, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realiza-se entre os dias 12 e 14 de outubro, no Estádio Cidade de Barcelos, a sétima edição da ExpoBarcelos – Exposição de Atividades Económicas, uma iniciativa que regressa depois do grande sucesso das edições anteriores. Este é um evento que visa dar a conhecer as potencialidades inúmeras do tecido económico e empresarial do concelho de Barcelos e dos concelhos vizinhos.



Para este ano, a organização pretende reunir mais de 300 empresas em exposição, com representação de diversos setores de atividade: para além da vertente agrícola e industrial, o evento contemplará o comercio local, indústria, têxtil, turismo, gastronomia, artesanato, entre outros.

Dentro dos grandes destaques desta edição está o tradicional concurso regional de Raça Holstein Frísia AGRIBAR e, pela primeira vez, o Concurso de Jovens Manejadores, para jovens entre os 8 e os 12 anos, que irão apresentar animais em pista. Esta é, também, uma forma de envolver os jovens e dar a conhecer Barcelos como o maior concelho produtor de leite de Portugal continental.

Neste certame são esperados mais de 90 mil visitantes que terão à disposição uma área interior e outra exterior, num total de 3 hectares. Pela segunda vez, o evento terá as provas de obediência, uma atividade em colaboração com a Associação Canina Barceldog, e realiza-se o terceiro concurso de Galos (vivos) de Barcelos.

A realização deste certame revela-se uma montra importante para todos os expositores participantes, não só a nível da região, mas também à escala nacional através da emissão da “Festa do Galo” no Programa ‘Somos Portugal’ da TVI, entre as 14h00 e as 20h00 do dia 14 de outubro.

A ExpoBarcelos é já um evento de relevância significativa para o concelho, com capacidade de dinamizar a economia barcelense, atraindo milhares de visitantes durante os três dias.

Promovido pela empresa João Dantas Unipessoal, Lda. com o apoio da Câmara Municipal e da Cooperativa Agrícola de Barcelos, a Expo Barcelos é uma marca de sucesso já carimbada.

A entrada é gratuita e tem o seguinte horário:

Dia 12 de outubro: 14h00 – 24h00;

Dia 13 de outubro: 10h00 – 24h00;

Dia 14 de outubro: 10h0 – 20h00.

Fonte e imagem: CMB.

Gil Vicente derrota Montalegre por 3-2

Setembro 17, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Sábado à tarde, o Estádio Cidade de Barcelos foi palco de mais um jogo do Gil Vicente Futebol Clube a contar para a Série A do Campeonato de Portugal, que opôs os gilistas à equipa do Montalegre.



O jogo a contar para a 5ª jornada teve como árbitro Nélson Cunha, coadjuvado por João Arantes e Gonçalo Rodrigues.

Nandinho, treinador gilista, fez alinhar Wellington, Pedro Araújo, Bruno Morais, Rui Faria, Kiko, Ahmed Isaiah, Juan Villa, Ramalho (James Arthur, 69’), Rui Gomes (Tanko, 60’), Joãozinho e Dimba (Gabriel Mejía, 77’). No banco ficaram Rafa Pires, Edwin Vente, Tiger e Bruno Lopes.

Já Viage, treinador dos visitantes, fez alinhar Nuno Dias, David Carvalho, Álvaro Branco, Vítor Pereira (Vítor Alves, 55’), Zack, Lamine Embaló, Andrézinho, Amadu Turé, Paulo Roberto (Soto, 64’), Bonkat e Rogério Pinto (Anderson Zangão, 55’). No banco ficaram Tiago Guedes, João Fernandes, Márcio Júnior e Roberto Garcia.

O Gil Vicente FC entrou “a matar” e aos 10 minutos já vencia por 2 bolas a 0, fruto de dois golos do brasileiro Dimba. O primeiro, pleno de oportunidade, logo aos 3 minutos, a rematar para as malhas após defesa apertada para a frente do guardião montalegrense. O segundo, de cabeça, em vólei, após marcação de livre na esquerda. Dimba antecipa-se ao seu marcador, cabeceia a bola em arco e bate o guarda-redes do Montalegre. Aos 32’, tal como Dimba, o nigeriano Bonkat aproveitou a sobra após defesa apertada de Wellington e reduz para 2-1. O intervalo não chegaria sem que antes os gilistas marcassem de novo e recolocassem a diferença em 2 golos. Em cima dos 45’, o colombiano Juan Villa, na marcação de um livre pela esquerda, quase na linha lateral, surpreende o Nuno Dias, que parece mal batido ou “ofuscado” com a luz do Sol. As equipas foram para intervalo com o Gil Vicente a vencer por 3-1.

Na segunda parte, aos 69’, o guineense Turé marcou e colocou o resultado em 3-2. Os gilistas foram menos eficazes, com alguns “falhanços” incríveis. No entanto, o resultado fechou nos 3-2 para os da casa, que seguem invictos no campeonato.

Dimba (77’) e Mejía (88’), pelos gilistas; Paulo Roberto (42’) e Álvaro Branco (71’) pelos montalegrenses, foram os “amarelados” do jogo.

Na próxima jornada, o Gil Vicente FC desloca-se ao terreno do Mirandela.

Equipa feminina entra a ganhar no campeonato

No primeiro jogo do Campeonato da 2ª divisão, a equipa feminina do Gil Vicente FC deslocou-se ao terreno do FC Parada para derrotar as locais por 2-3, numa “remontada” no marcador.

José Bento, treinador gilista, fez alinhar de início Rute, Sara, Bravo, Inês Matos, Ângela, Tânia, Márcia, Mariana, Joana Martins, Gabi e Fábregas, ficando no banco, Cátia, Nair, Marrô e Renata.

As autoras dos golos foram Marrô, Mariana e Joana Martins.

Carvalhal conquista Supertaça com vitória (3-1) sobre o Oliveira

Setembro 17, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado domingo, realizou-se a Supertaça 2018/2019, da Associação de Futebol Popular de Barcelos. O relvado do Estádio Cidade de Barcelos recebeu o campeão da 1ª divisão do popular, o Carvalhal, e o detentor da Taça Cidade de Barcelos, o Oliveira.



O jogo foi arbitrado por arbitrado por Alberto Costa e teve os seguintes 11:

Carvalhal: Joca Cunha, Correia, Gala, João Gomes, João Bruno, Piloto, Rui Dias, Liedson, Joca Salgado e Gueu. De início, o treinador Bruno Vilas Boas tinha no banco: Rui Campinho, Bilinho, Rui Freitas, Serginho, Paulo Vilas Boas, Rochinha, Fábio, Pedro, Carlos Brito, Nélson, Bruno Fernandes, Berto, Queirós e Alexandre Freitas.

Oliveira: Diogo, Toya, Osso, Marco, Brás, Sono, Capelo, Taxas, Russo, Falcão e Papagaio. O treinador Ricardo Escudeiro tinha no banco, de início, Pedro Faria, Luís Rocha, Rui Silva, Lucas, Paulo Machado, Bruno Faria, Gui, Rosendo, Ricardo, 7even e Torres.

O jogo começou com o Oliveira a controlar a bola e ter maior domínio de jogo. No entanto, aos 16 minutos, e contra a corrente do jogo, o Oliveira “entregou o ouro ao bandido” quando cometeu um erro grave, perdendo a bola para o avançado do Carvalhal, que subiu, centrou para a entrada da pequena área, onde Joca Salgado, que momentos antes tinha falhado um golo em frente a Diogo, não falha e aponta o primeiro do jogo.

Este golo abalou a equipa de Oliveira, que continuou com muita posse de bola mas poucos lances de golo. Aos 32 minutos, a bola é bombeada para a zona da área. O Oliveira fica a pedir falta e a bola sobra para Liedson que, “sem pedir licença”, remata de longe. O esférico sofre um desvio num homem do Oliveira e dificulta imenso o trabalho a Diogo, que se vê incapaz de suster o segundo golo do Carvalhal. Ao intervalo, o marcador apontava para a vantagem de 2-0 para os campeões da 1ª divisão.

A segunda parte teve a mesma tónica da primeira, com posse de bola para o Oliveira e o Carvalhal mais incisivo no ataque, com uma defesa segura. A cerca de 15 minutos do final, novo golo para o Carvalhal, de novo por Joca Salgado, que à ponta de lança, novamente, encostou para as redes uma bola centrada da direita. Carvalhal 3 – Oliveira 0, um resultado demasiado penalizador para os detentores da Taça.

No entanto, 4 minutos volvidos, o árbitro assinala grande penalidade para o Oliveira. O capitão Russo foi incumbido da responsabilidade de apontar o castigo máximo, não tremendo e reduzindo para 3-1.

O resultado não mais seria alterado, terminando com um 3-1 para a equipa que, à partida e fruto das faixas de campeã da 1ª divisão, tinha o favoritismo do seu lado. Os homens do Oliveira “venderam cara a derrota”, ficando a ideia de um resultado demasiado penalizador para aquilo que se viu no relvado.

Uma última palavra para o público, que foi espetacular, engradecendo, sobremaneira, esta final da Supertaça.

Fotos: BnH e AFPB.

Vídeo: BnH.

 

Câmara de Barcelos revela que campanha de ecopontos domésticos e compostores “foi um sucesso”

Agosto 29, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A campanha de distribuição de ecopontos domésticos e compostores, desenvolvida pelo Município de Barcelos em parceria com a Comunidade Intermunicipal do Cávado (CIM), no âmbito de um projeto conjunto de sensibilização para a recolha seletiva e compostagem, revelou-se “um sucesso”, de acordo com o Município.



Entre outras iniciativas, como a realização de palestras abordando a temática da compostagem doméstica, a campanha, dirigida a toda a população do concelho de Barcelos, contemplava a distribuição gratuita de 1173 ecopontos domésticos e 351 compostores, tendo os equipamentos esgotado, dado o elevado número de solicitações.

A entrega dos equipamentos aos requerentes é, agora, feita de forma faseada, tendo a primeira ação decorrido hoje, 29 de agosto, no Estádio Cidade de Barcelos.

O Vereador do Ambiente, José Beleza, mostrou-se muito agradado com a adesão à iniciativa, que “excedeu as expectativas” e “permite que a recolha seletiva no concelho aumente cada vez mais”, notando que, neste domínio, se verifica um crescimento em relação ao ano passado e que o objetivo é manter essa tendência positiva no futuro.

“A grande adesão a esta iniciativa motiva-nos a termos mais ações no concelho com vista a uma cada vez maior sensibilidade ambiental”, sublinhou José Beleza.

As próximas ações de entrega de ecopontos domésticos decorrerão nos dias 4, 12 e 14 de setembro, no Estádio Cidade de Barcelos. No dia 14, pelas 18h00, no auditório do Estádio Cidade de Barcelos, realiza-se, também, uma palestra sobre a utilização do compostor.

Esta Campanha de Sensibilização Intermunicipal para a Recolha Seletiva e Compostagem domestica na NUT III Cávado é um projeto promovido pela CIM Cávado e cofinanciado pelo PO-SEUR – Programa Operacional Temático da Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, alinhado com o previsto na Estratégia Integrada de Desenvolvimento Territorial do Cávado 2014-2020.

Fonte e fotos: CMB.

Gil Vicente entra a ganhar no campeonato

Agosto 13, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Estádio Cidade de Barcelos voltou a receber os jogos oficiais do Gil Vicente Futebol Clube, no caso, a contar para a 1ª jornada da Série A do Campeonato de Portugal, opondo a equipa de Barcelos ao Vizela.



De relembrar que os jogos do Gil Vicente FC não valem pontos, nem para os gilistas, nem para as equipas que os defrontam. O jogo de ontem fez com que o Vizela ficasse no fundo da tabela, se bem que ficou como se não tivesse ainda efetuado algum jogo, mesmo tendo sido derrotado por 1-0.

A partida teve como árbitro Daniel Cardoso, coadjuvado por Nélson Cardoso e Carlos Martins (AF Aveiro).

A equipa orientada por Nandinho alinhou com Vítor Brasil, Junior, Rui Faria, Bruno Morais, Edwin Vente (Henrique Brito, 64’), Tiago Gomes, Ahmed Isaiah, Juan Villa, Joãozinho (Tiger, 74’), Bruno Lopes (Dimba, 80’) e Tanko. No banco ficaram Rafa, Ramalho, Rui Gomes e Carlos.

Já a equipa orientada por Rui Amorim alinhou com Cajó, João Pedro, João Faria, Aidara, Igor Rocha, Zag, João Oliveira (Leandro Borges, 59’), Kuku (Kiko, 72’), Zé Valente, Correia (Fall, 68’) e Leandro Souza. No banco ficaram Rafa, Silla, André Soares e Weliton.

O jogo ficou decidido ainda na primeira parte, com o jovem colombiano da equipa gilista, Juan Villa, a apontar o tento da vitória, aos 43 minutos. Este jogo também ficou marcado pela expulsão, com vermelho direto, de João Silva, do Vizela, aos 70 minutos, muito pouco tempo depois do técnico vizelense ter refrescado o ataque com um ex-gilista (Fall).

Ainda no que concerne à disciplina, o árbitro admoestou com amarelo o gilista Rui Faria (30’) e o vizelense Aidara (34’).

A equipa gilista entrou, desta forma, da melhor maneira neste Campeonato, derrotando uma das boas equipas desta série. Na próxima jornada, o Gil Vicente FC desloca-se ao terreno da AD Oliveirense.

Nação Barcelense tem o seu autocarro com a pintura completa

Em março deste ano, a claque oficial do Gil Vicente FC, a Nação Barcelense, anunciou a aquisição de um autocarro para transportar os seus membros para os jogos da equipa gilista, por forma a que esta não deixe de ter apoio nas bancadas.

Na altura, Bruno Santos, líder da claque, salientou ao Barcelos na Hora que ainda faltava terminar alguns pormenores desse autocarro, nomeadamente, a pintura exterior alusiva à claque.

Pois bem, a Nação Barcelense conseguiu concluir mais um objetivo, estando o referido autocarro “vestido de gala” para percorrer as estradas deste nosso país, mostrando a todos quem nele vai, ou seja, a claque do Gil Vicente FC, a Nação Barcelense.

Fotos: GVFC e NB.

Gil Vicente derrota FC Porto B e conquista Taça Crédito Agrícola

Agosto 9, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Estádio Cidade de Barcelos foi ontem palco do jogo de apresentação do Gil Vicente Futebol Clube, que mostrou aos presentes o seu novo plantel sénior e a sua nova equipa feminina. O adversário dos seniores foi a equipa do FC Porto B, que disputará a Ledman LigaPro.



O plantel gilista, que irá disputar o Campeonato de Portugal, sendo que os seus jogos não valerão pontos, é constituído por um rol de jogadores bem jovens, sendo o mais “velho” Rui Faria, barcelense de 26 anos e capitão de equipa. Depois, tem quatro jogadores com 18 anos.

Plantel do Gil Vicente FC:

Guarda-Redes

30 – Wellington (BRA), 23 anos, ex-Marítimo;

13 – Rafa Pires, 20 anos;

1 – Vítor Brasil (BRA), 25 anos, ex-Barra da Tijuca;

77 – Marco Espindola (COL), 20 anos, ex-Orsomarso.

Defesas

2 – Bruno Morais, 20 anos, ex-Montalegre;

4 – Pedro Araújo, 18 anos, ex-júnior;

15 – Rui Faria, 26 anos;

21 – Henrique Brito, 21 anos;

66 – Junior (NIG), 20 anos, ex-Vila Real;

5 – Kiko, 19 anos, ex-júnior;

23 – Edwin Vente (COL), 21 anos, ex-Salgueiros.

Médios

20 – Ramalho, 19 anos, ex-júnior;

6 – James Arthur (GAN), 20 anos;

31 – Tiger, 19 anos;

16 – Juan Ruiz (COL), 18 anos, ex-júnior;

99 – Ahmed Isaiah (NIG), 22 anos, ex-Vilaverdense;

8 – Tiago Gomes, 24 anos, ex-Gondomar.

Avançados

11 – Joãozinho, 18 anos, ex-júnior;

88 – Tanko (NIG), 20 anos, ex-Vila Real;

22 – Bruno Lopes, 20 anos, ex-Forjães;

90 – Silas (NIG), 22 anos, ex-Marinhense;

10 – Rui Gomes, 20 anos, ex-Guimarães B;

7 – Dimba (BRA), 25 anos;

9 – Gabriel (COL), 18 anos, ex-Boca de Bello.

A equipa técnica é liderada por Nandinho, tendo como treinadores-adjuntos Eurico Pinhal e Sá Pereira; treinador de guarda-redes, Rui Costa; observador/analista, José Barbosa; preparador físico/recuperador, Jorge Castro; e diretor desportivo, Tiago Lenho.

À exceção de dois guarda-redes (Rafa Pires e Marco Espindola), todos os jogadores do plantel atuaram no relvado, sendo que alguns entraram no início da 2ª parte e, ainda no decorrer desta, foram substituídos.

Já o FC Porto B alinhou de início com Mbaye, Diogo Bessa, Diego Landis, Pedro Justiniano, Inácio, Lameira, Romário Baró, Moreto Cassamá, Tony Djim, Madi Queta e Emerson. Durante o encontro, entraram Rui Pires, Matos, Irala, Rui Moreira, João Mário, Rui Costa, Luizão e Rúben Macedo. Esta equipa é treinada por Rui Barros.

A equipa de arbitragem foi dirigida por André Duarte, sendo assistido por Antonino Faria e Hernâni Barbosa.

O Gil Vicente entrou a “todo o gás”, marcando logo aos 5 minutos por intermédio de Joãozinho, num golo de belo efeito. Surgiu na cara de Mbaye e, sem tremer, fez um “chapéu” ao gigante senegalês do FC Porto B. Dois minutos depois, na sequência de um canto, os gilistas quase marcam de novo. O jogo foi decorrendo, com jogadas de ambas as equipas a não resultarem em golo. O Gil Vicente parecia mais ligado ao jogo, defendendo-se muito bem, enquanto a equipa B portista trocava bem a bola no miolo, mas era inconsequente na frente, não criando muitas situações de grande aperto para a baliza de Vítor Brasil. Foi assim que se chegou ao intervalo, com sinal mais para os gilistas e vantagem merecida ao intervalo: 1-0.

No decorrer deste intervalo, o Gil Vicente aproveitou para apresentar a sua nova equipa feminina (algumas jogadoras não conseguiram marcar presença), que irá disputar o campeonato nacional da 2ª divisão, num projeto em parceria com a Casa do Povo de Martim.

Como seria de esperar, o intervalo “trouxe” muitas substituições para ambas as equipas. O FC Porto B entrou melhor, mais pressionante e acutilante. Aos 8 minutos, num desentendimento de Wellington (agora “dono” da baliza gilista) e um seu colega de equipa, deixou Lameira com a baliza pela frente, apenas com o guardião brasileiro como obstáculo. Tentei imitar Joãozinho, no lance do primeiro golo, mas “deu-se mal” e atirou ao lado. Foi uma ocasião flagrante, daquelas de deixar um treinador com os “cabelos em pé”.

O jogo mudou de toada e o Gil Vicente estabilizou, tomando conta dos acontecimentos. Numa jogada de ataque rápido, Tanko surge a grande velocidade na cara de Mbaye que acabou por derrubar o nigeriano. O árbitro, talvez por ser um jogo amigável, “perdoou”, pelo menos, o 2º amarelo ao guarda-redes portista. Na marcação do penalti, o novo número 9 gilista, Gabriel, não tremeu e concretizou o 2-0 para os da casa.

No entanto, cerca de 7 minutos volvidos, também num ataque rápido, Rui Costa, que tinha entrado na 2ª parte e está num bom momento de forma nesta pré-época, reduziu para os forasteiros, sendo que o resultado não mais se alterou. Assim, o jogo terminou com a vitória do Gil Vicente, por 2-1, que levou à conquista da Taça Crédito Agrícola deste ano.

Uma palavra para a claque gilista Nação Barcelense, que foi inexcedível no apoio à equipa, demonstrando que não será porque o Gil Vicente FC irá disputar um campeonato “menos apelativo” e sem pontos em disputa que deixará de ter apoio incondicional.

Fotos: BnH e GVFC.

Gil Vicente apresenta-se e disputa com FC Porto B a Taça Crédito Agrícola

Agosto 6, 2018 em Atualidade, Concelho, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Gil Vicente FC realiza, na próxima quarta-feira, dia 8 de agosto, pelas 20h00, o seu jogo de apresentação frente à equipa do FC Porto B. Em disputa estará, igualmente, a Taça Crédito Agrícola. O jogo terá lugar no Estágio Cidade de Barcelos.



De relembrar que já no ano passado a equipa gilista disputou este troféu, mas nesse ano fê-lo frente à equipa A portista. No entanto, este ano, a equipa principal do FC Porto iniciou as competições oficiais mais cedo, com a disputa da Supertaça, inviabilizando a sua presença na apresentação dos gilistas. Mesmo assim, o clube da cidade do Porto faz-se representar com a sua equipa B, que disputará a LEDMAN LIGA-PRO.

Este será o 11º jogo amigável que o Gil Vicente disputa nesta pré-época, sendo que ainda houve um ou outro que foi anulado. O score tem sido muitíssimo positivo, com a equipa de Barcelos a perder pela primeira vez apenas ao final do 10º jogo, em Mirandela, frente à equipa local, por 1-0, em jogo disputado ontem.

De resto, destaque para os empates frente a Boavista (0-0) e CD Aves (3-3), da 1ª Liga; vitória (1-0) sobre o Paços de Ferreira, da 2ª Liga; vitórias sobre Cesarense (0-3), Leça FC (2-4) e Pedras Rubras (0-3), assim como, empates com Gondomar (3-3), Espinho (1-1) e Sanjoanense (1-1), que disputarão o Campeonato de Portugal, à imagem do Gil Vicente FC.

As informações sobre o jogo, nomeadamente, preços de bilhetes, constam da imagem que se segue.

Imagem: GVFC.

Em dia de tomada de posse dos órgãos sociais, Basquete de Barcelos realiza Festa de Encerramento da Época

Junho 21, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

O próximo sábado, 23 de junho, marca o início do mandato dos novos órgãos sociais do Basquete Clube de Barcelos (BCB) para o biénio 2018-2020. Esse é o dia, igualmente, da Festa de Encerramento da Época 2017/2018.



Assim, logo pelas 10h00, o Largo da Porta Nova é o local onde o BCB realiza a sua Festa de Encerramento da Época 2017/2018, onde qualquer pessoa poderá participar, jogando basquetebol e não só.

À tarde, pelas 17h00, no Centro Empresarial de Barcelos, no Estádio Cidade de Barcelos, realiza-se a tomada de posse dos novos órgãos sociais do BCB para o biénio 2018/2020.

A Direção será presidida por António Faria, que terá como Vice-Presidentes Cristina Machado, João Manuel Silva e Maria Fátima Rodrigues. O Secretário será Paulo Jorge Pedroso e o Tesoureiro será Rui Gomes Pereira. A Direção fica completa com os Diretores António Manuel Ferreira, Elisabete Reis, Isabel Costa, Maria Gabriela Rodrigues e Pedro Anjos.

A Mesa da Assembleia Geral continuará a ser presidida por Joel Sá, sendo Paulo Miranda o seu Vice-Presidente, Carlos José Ferreira o Secretário e Nuno Dias será suplente. O Conselho Jurídico será presidido por Geraldina Torres, com Mário Martins (Vice-Presidente), Pedro Rodrigues (Secretário) e Isabel Machado (suplente) a completarem o órgão. Por fim, o Conselho Fiscal será presidido por José Carlos Costa, com Manuel Nunes como Vice-Presidente, Ana Cristina Dias como Secretária e Alda Leal como suplente.

Fonte do clube salientou que “estão convidados todos os atletas, família, sócios e patrocinadores” para esta cerimónia, onde se farão representar, igualmente, entidades e instituições de Barcelos.

Imagem: BCB.

 

Feira Grossista volta a Vila Boa já a partir de quinta-feira

Maio 8, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Feira Grossista de Barcelos vai voltar esta quinta-feira, dia 10 de maio, a Vila Boa, num espaço preparado para acolher todos os feirantes junto ao Estádio Cidade de Barcelos.



A Feira foi retirada daquele local por força das obras de construção do Estádio, tendo sido transferida, no ano de 2001, para as instalações da Mercominho, na freguesia de Barqueiros.

Ao longo do tempo, a deslocação para fora da área urbana acabou por retirar visibilidade à Feira por Grosso, que viu os comerciantes reduzirem a sua presença.

Com o regresso à área do Estádio Cidade de Barcelos, todas as quintas feiras, a partir das 7h00, os comerciantes veem concretizada uma justa aspiração e, desse modo, a melhoraria as suas vendas e o aumentar da visibilidade deste formato comercial.

O espaço vai incluir os feirantes atuais, cujo sorteio de lugares está a decorrer, e comportar pedidos para novos feirantes.

Fonte e foto: CMB

Gil Vicente, já despromovido, perde em casa com o Covilhã

Maio 6, 2018 em Atualidade, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Disputou-se, hoje à tarde, no Estádio Cidade de Barcelos, o jogo a contar para a 37ª jornada da Ledman LigaPro, que opôs o Gil Vicente FC ao Sporting da Covilhã, com o resultado final a marcar a vitória para os forasteiros por 0-1.



O jogo foi arbitrado por António Nobre (AF Leiria), coadjuvado por Miguel Aguilar e Pedro Martins, com Pedro Ribeiro (AF Aveiro) como 4º árbitro.

A equipa do Gil Vicente alinhou com João Costa, Ricardinho, Sandro, Vítor Tormena, Henrique Brito, Reko, James Igbekeme, Jonathan Rubio (Tiger, 86’), Frédéric Maciel (Camara, 65’), Aldair (João Vasco, 65’) e Dimba. No banco ficaram Rafa Pires, Rui Faria, Alphonse e André Fontes.

Já o Sporting da Covilhã alinhou com Vítor São Bento, João Dias, Joel, Zarabi, Reinildo (Índio, 88’), Makouta, Gilberto Silva, Fatai (Abalo, 94’), Paulo Henrique, Renato e Adul Seidi (Onyeka, 74’). No banco ficaram Igor Araújo, Phiri, Vitó e Gerson Silva.

A equipa de José Augusto, o Covilhã, começou com o “pé no acelerador” e logo no primeiro minuto obrigou João Costa a uma grande intervenção para parar o remate de Makouta. O Gil Vicente respondeu com um cruzamento de Ricardinho para James Igbekeme mas este demorou muito tempo e permitiu o corte de Joel.

O restante da primeira parte foi dividido, com muita bola a meio-campo, com um ligeiro ascendente da equipa gilista, que quis sempre assumir as despesas do jogo, com a turma da Covilhã a optar, preferencialmente, pelo jogo direto.

Ao intervalo, foram homenageados os iniciados do Gil Vicente, que se sagraram, esta jornada, Campeões Regionais. O Presidente do Gil Vicente, Francisco Dias da Silva, entregou uma medalha de campeão a cada um dos atletas.

O início da segunda parte foi apático por parte de ambas as equipas. O Covilhã chegou ao golo, aos 58 minutos, na sequência de um pontapé de canto, cobrado por Fatai, com o cabeceamento do argelino Zarabi, em que João Costa toca, ainda, no esférico com a ponta dos dedos, mas esta acabou mesmo por entrar (veja o lance).

Após o golo forasteiro, o Gil Vicente procurou, insistentemente, o seu golo, mas sempre de forma lenta e previsível, tentando chegar perto da baliza do Covilhã, com o guarda-redes Vítor São Bento a não ter qualquer intervenção assinalável.

O jogo terminou com os jogadores, e os cerca de 300 adeptos do Sporting da Covilhã, em clima de festa pela conquista da vitória, que fez com que a equipa serrana desse um importante passo rumo à manutenção, “bastando-lhe” pontuar no último jogo, em casa, frente ao Penafiel. Já o Nacional foi confirmado, hoje de manhã, como campeão da Ledman LigaPro.

As estatísticas do jogam mostram um Gil Vicente com mais posse de bola (61%-39%), mais faltas cometidas (21-17) e mais remates (9-5), com o Covilhã a ter mais cantos (11-4) e mais jogadores admoestados com cartão amarelo (1-0), no caso João Dias, o único “amarelado” da partida.

Duas curiosidades que este jogo juntou: ambos os guarda-redes titulares das duas equipas eram barcelenses e o 4º árbitro era homónimo do treinador do Gil Vicente, Pedro Ribeiro.



Na última jornada, o Gil Vicente desloca-se a Massamá para defrontar o Real local, domingo, dia 13 de maio, pelas 16h00.

Fotos: Gonçalo Santos.

1 2 3 5

Pin It on Pinterest

Ir Para Cima