Tag archive

Exposição

Pereira celebra o seu Dia da Freguesia no próximo sábado

Agosto 2, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Dia 4 de agosto, a freguesia de Pereira celebra o seu Dia, numa organização da Junta de Freguesia local com a colaboração da Câmara Municipal de Barcelos e da ACULDEPE – Associação Cultural e Desportiva de Pereira.



No primeiro dia, e estendendo-se a dia 5, inaugura a exposição “Artes e Ofícios do Passado”. A abertura dá-se às 15h00 e domingo estará aberta todo o dia.

Voltando a sábado, pelas 15h00, iniciam os jogos tradicionais e o touro mecânico. Perto do final da tarde, pelas 17h00, atua o Rancho Folclórico de Santa Maria de Gilmonde. A partir das 20h45, a animação fica a cargo do DJ Joca Veloso.

O evento é de entrada livre, com serviço de bar, boa gastronomia e animação.

Exposição coletiva “Entre Margens” na Sala Gótica dos Paços do Concelho

Julho 20, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Inaugura dia 21 de julho a exposição coletiva “Entre Margens”, que ficará aberta ao público até 26 de agosto.



Esta é uma exposição de pintura, escultura, desenho e fotografia do Grupo Arte Celano, composto Madalena Macedo, Monteiro da Silva, António Miranda, Mário Rebelo, Luís Carvalhido, Lurdes Rodrigues e António Nunes.

A entrada é grátis.

Imagem: AB.

Exposição “O Mundo Fantástico do Galo de Barcelos” na Torre Medieval de Barcelos

Julho 20, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Entre hoje e 9 de setembro, a Torre Medieval de Barcelos terá patente a exposição “O Mundo Fantástico do Galo de Barcelos”, com entrada livre.



Segundo o Município, com esta exposição pretende “continuar a promover e a estimular o engenho dos nossos artesãos, comunicar os traços indeléveis da cultura barcelense, onde hoje, tal como dantes, o artesanato representa o génio deste povo, que a partir dos mais diversos materiais encontra sempre formas de fazer criações singulares”.

Nesta exposição, o galo mostra a tradição e a modernidade, aparecendo em novos estilos e formas. Cada artesão tem uma visão e expressão própria para este ícone, seja produzido em barro, madeira, têxteis, papel, metal ou em tantos outros materiais. Em cada peça desta exposição, o galo, como produto cultural de excelência, certificado, recupera formas, reinventa colorações, mistura pinturas e reflete símbolos da identidade nacional, como o fado, os lenços de namorados do Minho, entre outros. O galo assume as cores, as tendências, os gostos da sociedade atual e transforma-se num símbolo que ultrapassa a sua própria origem identitária.

Fonte e imagem: AB.

Posto de Turismo recebe exposição “A louça regional de Barcelos na gastronomia”

Julho 20, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Inaugura hoje, pelas 17h00, no Posto de Turismo de Barcelos, a exposição “A louça regional de Barcelos na gastronomia”, que estará patente até 9 de setembro, com entrada livre.



Esta exposição resulta da continuidade da exposição “Louças de Barcelos, uma arte intemporal”, que se realizou em janeiro de 2018. De acordo com o Município, ela pretende “dar a conhecer a riqueza da Louça Regional de Barcelos, uma louça utilitária e decorativa de excelente qualidade, que confere tradição e culturalidade às iguarias gastronómicas do nosso país”.

Ainda de acordo com o Município, o principal objetivo desta exposição “é fazer com que a Louça Regional de Barcelos seja olhada, não apenas como louça utilitária, mas, fundamentalmente, como um património que se apraz salvaguardar enquanto herança cultural, testemunho de vivências e saberes coletivos”.

Imagem: AB.

“Eduardo e a Cidade Criativa” está patente na Galeria Municipal de Arte

Julho 18, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

A Galeria Municipal de Arte de Barcelos tem patente ao público a exposição de pintura “Eduardo e a Cidade Criativa – as Rosas, Júlias, Baraças e outros mistérios de Barcelos”, do pintor barcelense Eduardo Matos de Faria.



Aberta até 23 de setembro, o visitante poderá admirar uma arte moderna, nova, original, onde os recursos e capacidades técnicas e teóricas que distinguem esta pintura, demonstram uma evolução criativa, resultando num conjunto de obras de elevada expressão plástica.

A exposição é uma homenagem do pintor à “Cidade Criativa” e à Arte Popular e Tradicional, que servem de inspiração a uma pintura contemporânea que se mantém cheia de cor e movimento, onde se continua a rever os passos das “estórias” que, uma vez ou outra, foram ou são as de todos, que é sempre um prazer partilhar e desfrutar.

Fonte e imagem: AB.

Barcelense Laurinda Brito expõe na Biblioteca Municipal de Barcelos

Julho 17, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Está patente ao público na Biblioteca Municipal de Barcelos a exposição da artista plástica barcelense Laurinda Brito, que decorrerá até dia 17 de agosto.



Maria Laurinda Correia de Brito nasceu em Barcelos, a 4 de abril de 1950, mas reside em Esposende. O gosto pela pintura e pelo desenho surgiu ainda frequentava a escola primária, sendo bastante elogiada e incentivada pela sua professora primaria e, posteriormente, pelos seus professores de desenho do ciclo preparatório e secundário.

No início da década de noventa, decide libertar a sua antiga vocação, tendo começado a frequentar alguns cursos relacionados com as artes decorativas, a decoração de interiores e a pintura a óleo sobre tela. Contudo, este não foi um percurso contínuo, dado que tinha de conciliar os cursos de pintura com a sua atividade docente e as funções de mãe. Por brincadeira, costumava dizer que “ia tirar o pó aos pinceis”.

Atualmente, é orientadora das aulas de iniciação à pintura do Instituto Autodidacta de Estudos Superiores do Minho (IAESM).

Em 1989, participou numa exposição de Artes Decorativas, organizada pela Casa do Professor de Braga, que teve lugar na Casa dos Crivos. Participou, igualmente, em diversas exposições promovidas pelo Centro de Apoio Pedagógico de Barcelos. Em outubro de 2000, expôs no Museu Municipal de Esposende, a convite da Câmara Municipal. Posteriormente, teve oportunidade de expor os seus trabalhos, a convite de Mário Borges, cujo ateliê frequentou, em Braga.

Imagem: AB.

Alunos do IPCA expõem fotografias sobre potencial turístico do Rio Cávado para Barcelos

Julho 9, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A partir de amanhã, dia 10 de julho, está patente a exposição fotográfica “O potencial turístico do Rio Cávado para a cidade de Barcelos”, desenvolvida pelos alunos do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA).



Trata-se de uma exposição que resulta de uma aula aberta dos alunos da Licenciatura em Gestão de Atividades Turísticas do IPCA. Esta aula teve como objetivo identificar o potencial turístico do Rio Cávado entre Areias de Vilar e Barcelos, inventariar atividades com interesse turístico no Rio Cávado, identificar Fauna e Flora com interesse para o turismo, entre outros. Deste estudo, foi possível o que está a ser implementado com as Escolas do Concelho, a criação das bases para o Eco-Parque, já em fase de limpeza e demarcação de percursos, a criação de Parques Merendeiros, de Ancoradouros e zonas de acesso protegido ao Rio.

Esta exposição foi conseguida numa parceria entre a Câmara Municipal, a Escola de Mergulho e dos Bombeiros Voluntários de Barcelos, bem como dos Bombeiros Voluntários de Barcelinhos, que participaram através de 5 briefings, com a explicação detalhada das atividades de limpeza e manutenção do Rio, espécies de peixes, aves que se encontram no rio, insetos e répteis, tal como informação detalhada sobre a fauna existente.

A exposição abre às 11h00 da manhã, na Sala Gótica da Câmara Municipal de Barcelos, onde estará presente o Vereador do Pelouro do Turismo, José Beleza, bem como Alexandra Malheiro, Diretora da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do IPCA.

Fonte e foto: IPCA.

 

Teatro Gil Vicente não fecha para férias e tem mais atividades para todos os gostos

Julho 3, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Teatro Gil Vicente apresenta, para o mês de julho, uma programação cultural diversificada, com entradas gratuitas.



A programação inicia com a Zoom, que organiza três momentos culturais a reter:” Uma História Simples” de David Lynch, projetado no dia 1; “Ramiro”, de Manuel Mozos, no dia 19, às 21h30, e “Best Of Curtas de Vila do Conde”, no dia 26, às 21h30, no Largo Dr. Martins Lima.

A dança marca presença nos dias 2. 9, 16, 23 e 30, às 21h00, com as habituais sessões da Folk Sessions Barcelos, da Coreto – Associação para a Promoção de Artes e Culturas.

No dia 4, às 21h00, será inaugurada a Exposição de Fotografia de João Sousa, “Mãos do Ofício”.

Já no dia 6, às 21h30, a Associação Clube Moto Galos apresenta o espetáculo de música “2.º Cinemoto Barcelos”.

O Ciclo “Jazz ao Largo” volta a Barcelos no dia 27 de, às 21h30, com Julius Gabriel – Saxofone – e João Pais Filipe – Percussão.

Ainda na programação do Teatro Gil Vicente para o mês de julho, destaque para duas sessões de música e teatro musical: no dia 13, às 21h30, a Junta de Freguesia de Arcozelo protagoniza “Cantar Portugal” e no dia 14, às 21h30, o Centro de Atividades Ocupacionais – APAC apresenta o teatro musical “E o Galo Cantou”.

A Art’ e Vida- Escola de Artes protagoniza dois momentos no Teatro barcelense. No dia 21, o Espetáculo Final de Ano, um espetáculo de dança, e no dia 22, um espetáculo de música. Ambos os espetáculos são para maiores de 3 anos e têm entrada gratuita.

Ainda na dança, o Teatro terá os dias 15, 20 e 28 reservados a esta expressão cultural. No dia 15, às 16h00, a ARCA- Associação Recreativa de Arcozelo protagoniza a Mostra Coreográfica, para maiores de 3 anos; no dia 20, às 21h30, é a vez da Academia Rosália Ferreira – Núcleo Artístico e Cultural de Barcelos apresentar o espetáculo “Paris Je T’Aime” e, para encerrar a programação do mês de julho, a escola de dança Arts Academy apresenta o Espetáculo Final de Ano, no dia 28.

Os bilhetes para assistir aos espetáculos no Teatro podem ser adquiridos no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

Fonte e imagem: CMB.

Biblioteca Municipal de Barcelos expõe “(Des)Figurado”, de Lurdes Rodrigues

Maio 9, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Biblioteca Municipal de Barcelos inaugura, no próximo sábado, dia 12 de maio, pelas 17h00, a exposição “(Des)Figurado”, de Lurdes Rodrigues, que estará patente até ao fim do corrente mês.



Ao todo, são dezassete telas reunidas em torno da série que dá o nome à exposição “(Des)Figurado”, onde a artista revela uma produção diversificada e uma reflexão sobre o tema escolhido, que é uma homenagem ao figurado de Barcelos.

Da sua obra, destaca-se um período inicial muito próximo da corrente artística surrealista, caracterizando-se por uma narrativa simbólica, recorrendo a composições figurativas com forte ligação ao real, refletindo ainda o que somos, figurativo ou não, materializando-se em formas, cores, movimento, simetria e sentimentos que ficam registados implicitamente numanoutra dimensão.

Maria de Lurdes Rodrigues nasceu em Priscos (Braga), em 1957, e reside em Vimieiro (Braga). É licenciada em Artes Plásticas – Pintura, pela Faculdade de Belas Artes do Porto. Possui, ainda, uma Pós-Graduação em Ensino Especial. É associada nos grupos artísticos GALG e CELANO. A sua primeira exposição ocorreu em 1993 e tem participado, desde então, com regularidade, em exposições individuais e coletivas em Portugal e Espanha.

O seu interesse pela pintura surgiu na adolescência, influenciada de forma positiva por uma professora de artes, que lhe abriu os horizontes para a criatividade.

Até aos trinta anos, dedicou-se à família, deixando pendente o seu percurso académico. Com a vida familiar estabilizada, retomou os estudos, tendo concluído a licenciatura em Artes Plásticas – Pintura na Faculdade de Belas Artes do Porto, iniciando a sua atividade profissional no ensino, onde se encontra atualmente.

Nos últimos anos, recebeu alguns prémios de pintura atribuídos por entidades institucionais nacionais.

Fonte e imagem: CMB.

Barcelense Márcio Fernandes inaugura exposição “Um novo olhar para a construção de Cabeçudos e Gigantones”

Abril 30, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 27 de abril, inaugurou, no Posto de Turismo de Barcelos, a exposição “Um novo olhar para a construção de Cabeçudos e Gigantones”, do barcelense Márcio Fernandes, residente em Faria.



A inauguração contou com a presença dos vereadores José Beleza e Anabela Real, que puderam, em primeira mão, apreciar as várias obras deste artista barcelense, nesta que é a primeira exposição de cabeçudos e gigantones em Barcelos.

Márcio Fernandes (direita) com José Beleza

Nesta exposição, que é mais um reflexo da criatividade, originalidade e identidade barcelense, será possível apreciar alguns exemplares de cabeçudos e gigantones que Márcio Fernandes tem vindo fazer, bem como o seu processo construtivo, atestando mais uma vez a distinção de Barcelos através da sua integração na Rede Mundial das Cidades Criativas da UNESCO.

O interesse pela construção de cabeçudos surgiu-lhe em 2013, quando decidiu adquirir um exemplar de um Diabo para usar como adereço na “Queima do Judas”, em Faria, uma tradição desta freguesia, da qual Márcio Fernandes é o autor dos testamentos e das peças de teatro de rua. O propósito para a utilização do cabeçudo era fazer a ligação de duas tradições populares tão enraizadas no Minho, de carácter satírico.

Márcio Fernandes iniciou a pesquisa deste tema, mas a tarefa que parecia ser fácil, tornou-se árdua, uma vez que não conseguiu encontrar artesãos e/ou artistas plásticos com disponibilidade para o ajudar na concretização de um objetivo que parecia ser simples. Decide então enveredar pelo autodidatismo, com o objetivo de dominar esta técnica.

Marcou presença em várias feiras de artesanato, festas e romarias, nas quais sabia que iria encontrar artesãos e Grupos de Zés Pereiras e gigantones, de forma a obter orientações para a elaboração do cabeçudo. Com muita persistência, no fim do ano de 2015, após ter efetuado inúmeros testes, conseguiu chegar ao seu primeiro exemplar, um cabeçudo que retratava um homem comum.

Atualmente, Márcio Fernandes é um apaixonado pelo processo criativo, sendo um dos seus principais objetivos contribuir para a continuidade desta arte no concelho de Barcelos, através da propagação dos seus conhecimentos a quem queira aprender as diferentes fases de construção, em prol da divulgação e preservação deste ofício tradicional.

Fonte e fotos: CMB.

 

1 2 3 9

Pin It on Pinterest

Ir Para Cima