Tag archive

Fátima Melo

“Gerês Extreme Marathon” com grande participação e barcelense Fátima Melo vence em Femininos

Dezembro 6, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado fim de semana de 1 e 2 de dezembro, as ruas da Vila do Gerês receberam os atletas que se aventuraram a participar na 4ª edição da “Gerês Extreme Marathon” – “a maratona mais bela e mais dura do mundo!”, segundo a organização.



Organizada pela Carlos Sá Nature Events, com a supervisão do conceituado ultramaratonista barcelense Carlos Sá, em parceria com a Câmara Municipal de Terras de Bouro, do Turismo do Porto e Norte de Portugal e com o apoio de vários patrocinadores.

Percorrendo as estradas de montanha do único Parque Nacional de Portugal – o Parque Nacional Peneda-Gerês (PNPG) –, os 1450 atletas, de 12 nacionalidades, que se aventuraram na “Gerês Extreme Marathon” usufruíram de paisagens e cenários de montanha incríveis, rodeados de vegetação luxuriante e verdejante, com vistas sensacionais sobre os espelhos de água da Albufeira de Vilarinho das Furnas e da Albufeira da Caniçada.

A harmonia com as florestas nativas portuguesas e com o silêncio tão característico da montanha do Parque Nacional Peneda-Gerês foram apenas quebrados pela dureza e desnível positivo da prova. A “Gerês Extreme Marathon”, com 1350m de desnível positivo, levou os atletas da prova “rainha” desde a Vila do Gerês até à Pedra Bela, numa subida vertiginosa, seguida de uma grande descida e nova subida até à Portela de Leonte. Apenas com 18 km percorridos, mas já com cerca de 2/3 do desnível positivo percorrido, os atletas percorreram a mata da Albergaria passando pelo Museu da Geira, no Campo do Gerês, ao quilómetro 32, e rumaram a nova subida até ao alto da Calcedónia, altura em que iniciaram a vertiginosa descida de regresso à meta.

O primeiro atleta a cortar a meta foi o búlgaro Mihail Lalev, do SPORTING CLUBE DE BRAGA, que, pela quarta vez consecutiva e com o tempo de 2:48:13, voltou a vencer a “Gerês Extreme Marathon”, não dando hipótese aos seus mais diretos concorrentes, batendo, inclusive, o seu próprio recorde em 17 segundos. Partilharam o pódio, os atletas Diogo Fernandes, da DR. MERINO/4MOOVE, com 02:54:27, em 2º lugar e, no 3º lugar, classificaram-se, ex-aequo, Leonardo Diogo (CLUBE AVENTURA DA MADEIRA) e Luís Gil (DECATHLON MAIA), com o tempo de 03:01:05. Nas concorrentes femininas, a barcelense Fátima Melo (individual) [ndr: foto de destaqueconquistou, pela terceira vez consecutiva, o lugar mais alto no pódio, com 03:20:44, batendo também o seu próprio recorde em 3m:25s. Seguiram-se Alice Lopes (GINÁSIO FIT 4 FUN), com 03:46:08, e Isabel Moleiro (SS CGD) com 03:49:13.

Para além da prova “rainha” de 42 km, a “Gerês Extreme Marathon” contou, também, com mais três provas em diferentes distâncias. Com a distância de 42 Km mas em estafetas, os atletas puderam participar em equipas de três elementos e partilhar a dura prova, passando o testemunho entre os diferentes elementos da equipa, com o 1º segmento de 14Km e 750m de desnível positivo, o 2º segmento de 15.5Km e 350m de desnível positivo e o terceiro e último segmento de 12 km e 200m de desnível positivo. As distâncias de 21Km e 670m de desnível positivo e de 13 Km e 540m de desnível positivo fecharam o leque das opções de participação. Todas as provas tiveram partida e chegada no centro da Vila do Gerês.

A grande novidade deste ano da “Gerês Extreme Marathon2 foi a “Extreme Mile!”. Esta decorreu no dia 1 de dezembro, pelas 11h00, e procurou dar a conhecer novos locais do PNPG num desafio curto mas bastante exigente e audaz. Os intrépidos participantes tiveram de correr uma milha com uma inclinação média de 35% e 525m de desnível positivo. Com partida na Albufeira da Caniçada e com chegada no miradouro das Voltas de São Bento, os atletas percorreram a árdua distância tendo como pano de fundo a bela paisagem da Albufeira da Caniçada ladeada pelas suas belas montanhas. O grande vencedor desta primeira edição da “Extreme Mile!” foi José Pereira, que só precisou de 00:23:32 para percorrer a totalidade do percurso e colocar-se no primeiro lugar do pódio. Já no lado feminino, foi Dores Cachetas, com o tempo de 00:44:56, quem se sagrou vencedora.

Procurando divulgar os usos e saberes culturais das Gentes e Habitantes do Parque Nacional da Peneda Gerês, a Carlos Sá Nature Events associou-se à ATACE – Associação Turística da Aldeia Comunitária da Ermida, que levou a cabo um vasto programa de atividades culturais, que deram aos visitantes a possibilidade de conhecer e experienciar algumas das práticas comunitárias ancestrais que são características das aldeias desta região. A Chegada da rês, a Apanha e o Enfarne da Azeitona no Lagar de Azeite Comunitário, o Chamado do Povo, provas de sabores e convívio à fogueira foram algumas das atividades das quais os visitantes da aldeia da Ermida puderam disfrutar nesta tarde proporcionando bons momentos de diversão e contato com mais um dos tesouros do PNPG: a sua cultura.

Houve, ainda, lugar para que a Carlos Sá Nature Events continue a preservar os espaços que utiliza e procura divulgar, ao contribuir para a reflorestação das montanhas do nosso país, com uma ação de plantação de árvores autóctones pelos participantes nesta tarde cultural. Foi, também, esta a razão pela qual a medalha de finisher da “Gerês Extreme Marathon” ter sido feita a partir dos troncos de uma planta invasora do Parque Nacional Peneda-Gerês: a Acácia-Mimosa.

A parte da cultura “saudou”, igualmente, os atletas dos 42Km, 21Km e 13Km à chegada à meta, ao proporcionar a todos a já tradicional e habitual “sopa do pote”, feita em pote de ferro fundido e lentamente cozinhada ao sabor das quentes brasas que nem o frio do momento conseguiu apagar.

Em mais um ano consecutivo, a “Gerês Extreme Marathon” mostrou ser uma ótima oportunidade para dar a conhecer uma das mais belas regiões de Portugal, as suas gentes, os seus costumes e a sua gastronomia, não só aos milhares de atletas nacionais que participaram e suas famílias, bem como aos atletas internacionais cuja participação vai aumentando ano após ano, revelando-se, desta forma, um importante “porta-estandarte” na promoção de Portugal, do Minho e em particular do Parque Nacional Peneda-Gerês.



Nas restantes provas competitivas os resultados foram os seguintes:

21Km (masculino)

– Paulo Mendes (individual) – 01:20:08;

– Emil Krhel (LAUFSPORT SAUKEL B_FASTER) – 01:22:40;

– Nuno Fernandes (CLUBE ATLETISMO DE FAFE) – 01:22:56.

21Km (feminino)

– Diana Sousa (CENTRO CICLISTA DE GONDOMAR) – 01:37:47;

– Anita Costa (ROYAL WELLNESS CENTER) – 01:48:50;

– Rita Ribeiro (CORRER LISBOA) – 01:49:15.

13 km (masculino)

– José Pereira (AMA): 00:49:22;

– Ricardo Castro (SOCIEDADE RECREATIVA CEPANENSE) – 00:51:05;

– Nuno Carneiro (CLUBE ZUPPER) – 00:51:37.

13 km (feminino)

– Cristiana Ferreira (RUNNING ESPINHO) – 00:59:53;

– Sandra Araújo (TEAM GINÁSIO CORPOS 3) – 01:04:33;

– Tatiana Silva (LION RUNNERS – G.D. LEÕES DA GUARDA) – 01:07:10.

42Km Estafetas

– GRUPO DESPORTIVO UNIDOS DO CANO – 03:02:06;

– CENTRO CICLISTA DE GONDOMAR 1 – 03:03:29;

– GRUPO DESPORTIVO SANTANDER TOTTA – 03:04:55.

 

Fonte e fotos: CSNE.

“Givec Maratona BTT 5 Cumes” traz milhares de betetistas aos trilhos de Barcelos

Setembro 26, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Na sua 13.ª edição, a “Givec Maratona BTT 5 Cumes” coloriu, mais uma vez, a Av. da Liberdade, em Barcelos, que viu partir os milhares de betetistas, à conquista de alguns dos pontos mais altos e emblemáticos do concelho, numa prova organizada pelos Amigos da Montanha, com o apoio da Câmara Municipal de Barcelos, e que este ano trouxe mais participantes que o ano passado.



As condições atmosféricas foram excelentes para a prática da modalidade e convidaram atletas, e público, para um dia excelente no magnífico cenário do Centro Histórico de Barcelos, um cenário que é sempre uma das características realçadas pelos betetistas que vêm até cá de diversos pontos do país, mas também de outras nacionalidades, notando-se o número crescente de espanhóis em cada edição da prova.

A décima terceira edição desta mítica maratona decorreu no passado domingo, sob o desafio “Supera-te à Conquista dos 5 Cumes”. A conquista de cada cume é um elemento diferenciador e dá ânimo aos participantes, que vão experimentando a sensação de conquistas ao longo do percurso, aliando os momentos de convívio nos abastecimentos, a passagem por locais deslumbrantes e a dureza de alguns trilhos, onde a dificuldade de os superar torna ainda mais apetecível esta prova.

Depois de pedalarem 37 km, a divisão do percurso levou os atletas pela distância que tinham escolhido na inscrição: a Maratona 5 Cumes, com 72 km, e a Meia Maratona 3 Cumes, com 44 km. A maratona saiu, pela primeira vez na sua história, em direção ao Monte do Facho, onde teve o primeiro Cume. Seguiram-se, depois, o monte de Airó, Midões, monte D’Assaia e, por fim, a Franqueira, os cumes escolhidos para a superação em 2017 na maratona de 72 km, com o desafio de 2200m de desnível acumulado. Os participantes da meia-maratona cumpriram cerca de 1200m de desnível acumulado e conheceram os cumes do Facho, Airó e Midões. Como habitual, o percurso escolhido pelos Amigos da Montanha trouxe novidades e novos trilhos. No total, a prova passou por 24 freguesias do concelho de Barcelos e teve como ponto alto a ponte móvel colocada no rio Cávado, na zona da Pousa. Uma estrutura assente em barcos que proporcionou um cenário diferente e único a deslumbrar os participantes.

“A qualidade organizativa, a logística e a marcação e a diferenciação do percurso em cada ano continuaram a ser características destacadas pelos participantes ao cruzarem a linha da meta” refere David Ferreira, diretor da prova, e são estas características que têm permitido continuar a manter um grande número inscritos que, este ano, rondou os 2500. A par destas características, a escolha dos bonitos e desafiantes trilhos, onde se evidenciam os atrativos singletracks e as grandes descidas com que são desafiados apresentam-se como os pontos de eleição dos participantes ao cruzarem a meta.

As paisagens naturais, o ambiente rural característico da região, os caminhos seculares e os cenários bucólicos e pitorescos têm, obrigatoriamente, de ser apreciados neste percurso. E a riqueza ambiental é algo que os Amigos da Montanha continuam a evidenciar, a par com a preocupação para um ambiente mais protegido, por isso as fitas utilizadas nas marcações são reutilizáveis e a limpeza do percurso é feita na totalidade em poucos dias.

David Ferreira realça, ainda, a logística da prova, envolvendo mais de 200 pessoas entre bombeiros, GNR, PSP e muitos voluntários da associação e das escolas, sem os quais não seria possível a realização deste evento. “Tal como em todas as atividades que os Amigos da Montanha realizam ao longo do ano nas mais diversas modalidades, mais uma vez aqui fica espelhado o espírito de voluntariado fundamental em todas as atividades e os Amigos da Montanha só têm de agradecer por toda esta colaboração”.



Para além da prova de BTT, os Amigos da Montanha organizam um evento para levar o desporto e a animação a todas as pessoas. De manhã, o programa da “Givec Maratona BTT 5 Cumes” contou com uma aula de zumba, com a colaboração da instrutora Luciana Silva, e um passeio pedestre que deu a conhecer alguns trilhos de Barcelos. Antes da cerimónia de entrega de prémios houve dança, pelo Nico Dance Studio, que abrilhantou o programa do dia. Para os mais pequenos, ainda houve pinturas faciais e modelagem de balões. Também no sábado, 23 de setembro, foram os mais novos a ter destaque no Percurso BTT Júnior. Integrado no programa da Maratona BTT 5 Cumes, o Percurso BTT Júnior permitiu aos mais jovens conhecerem também alguns trilhos de Barcelos e começarem já a sua iniciação para uma participação futura nos 5 Cumes.

Na parte competitiva dos 5 Cumes, José Rodrigues (FC FAMALICÃO/SONYTURISMO/BIKEWORLD) discutiu a vitória na meta com Domingos Gonçalves (RP-BOAVISTA). O atleta de Famalicão levou a melhor sobre o barcelense e os dois terminaram com grande convívio na linha da meta. José Rodrigues salientou que foi a “um nível profissional” que foi decorrendo a prova ao lado de Domingos Gonçalves e referiu a atratividade dos trilhos e a beleza, nomeadamente nas margens do Cávado. Domingos Gonçalves contou que, apesar de não costumar correr na modalidade de BTT, foi aí que começou e gostou muito de ter feito os 5 Cumes, que apresentaram um nível fantástico. Nélson Sousa (BIKE BROTHERS) ocupou o terceiro lugar do pódio.

No setor feminino, a barcelense Fátima Melo (MGB BIKES SPECIALIZED BARCELOS) venceu pelo quarto ano consecutivo e, na linha da meta, continuou a cativar todos para a prática do BTT e para os 5 Cumes, que com treino e motivação todos conseguem fazer. Virgínia Torres Miranda (AGUÇA BTT) foi a segunda e Sandra Faustino Santo (TRANSFOR/FÁTIMABTT) fechou o pódio.

Na meia-maratona 3 Cumes, Francisco Azevedo (FAMA BIKE/AFTER WORK) venceu, Tiago Emanuel Sousa (ASC/FOCUS TEAM/VILA DO CONDE) foi segundo classificado e Pedro Costa (MOUQUIM AFACYCLED/EUGÉNIOS BAR) o terceiro.

Em femininos, Manuela Pontes subiu ao lugar mais alto do pódio, Cristina Oliveira (BIKEMANIA FAMALICÃO) ocupou o segundo lugar e Rosa Rodrigues fechou o pódio.

 

Fonte e fotos: AM.

“Givec Maratona BTT 5 Cumes” apresentada

Maio 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A 13.ª edição da “Givec Maratona BTT 5 Cumes” foi apresentada na última sexta-feira, dia 05 de maio, na sede dos Amigos da Montanha.

AM_5Cumes_2017_V2

A prova, organizada por esta associação e com o apoio da Câmara Municipal de Barcelos, acontece a 24 de setembro, tendo como embaixador um grande nome do ciclismo nacional: Rui Sousa.

Desde a sua primeira edição, este evento já trouxe a Barcelos mais de 22 mil participantes e é, atualmente, uma referência nacional na modalidade e uma das maiores provas de BTT realizadas.

Américo Alves, Presidente dos Amigos da Montanha, referiu a importância e as dificuldades também existentes de continuar a manter uma prova com esta dimensão, agradecendo aos patrocinadores, pois sem os apoios recebidos tal não seria possível. Salientou, igualmente, a participação dos cerca de 250 voluntários no dia da prova. “Estes associados, familiares e amigos, alunos das escolas, grupos de escuteiros ou elementos de outras associações têm sido fundamentais”, salientou Américo Alves.




Davide Ferreira, diretor da prova, referiu que a mítica maratona 5 Cumes traz, nesta edição, algumas novidades. A saída acontecerá em direção ao Monte do Facho, o que acontece pela primeira vez desde o início da prova, em 2005. Este será o primeiro cume a cumprir pelos betetistas, que terão pela frente a subida ao Monte de Airó, Monte de Midões, Monte D’Assaia e o último cume, o Monte da Franqueira, para depois regressarem ao Centro de Barcelos, completando o percurso de 80km na Maratona 5 Cumes.

Para além desta distância, é possível escolher a “Meia Maratona 3 Cumes”, com 47km. O conceito de superação dos 5 Cumes confere a esta maratona uma ideia singular que tem vindo a conquistar os participantes, anualmente.

Foi, também, apresentado o equipamento da prova, com um jersey que todos os anos constitui um fator de referência no kit de participante.

AmigosdaMontanha_Apresentacao_5Cumes_5maio_2017 (1)

As inscrições para a prova abriram, igualmente, na última sexta-feira e podem ser realizadas em (basta clicar no linkwww.amigosdamontanha.com ou na sede da associação, em Barcelinhos.

A “Givec Maratona BTT 5 Cumes” decorre sob o desafio “Supera-te à Conquista dos 5 Cumes” e Fátima Melo, betetista barcelense que venceu a edição de 2016, desafiou todos os apaixonados pelas duas rodas a virem percorrer os trilhos de Barcelos. “Qualquer pessoa que ande normalmente de bicicleta pode conquistar os cumes”, referiu. Humberto Castro, vencedor da edição do ano passado no setor masculino, salientou que a mítica maratona é isso mesmo, uma “conquista”.




Em representação do Grupótico, um dos patrocinadores da prova, Filipe Oliveira salientou o trabalho desenvolvido pela associação, levando o nome de Barcelos para além das fronteiras de Portugal e promovendo o desporto como fator de bem-estar e de saúde.

amigos-montanha-logo

Em representação da Câmara Municipal de Barcelos, Hélder Tomé salientou a preocupação ambiental dos Amigos da Montanha, não só nesta mas em todas as outras provas. Os Amigos da Montanha utilizam, por exemplo, um sistema de marcação de percurso com fitas reutilizáveis que são usadas nas provas e recolhidas logo após a conclusão da atividade. Evidenciou, também, a realização do “Passeio BTT 5 Cumes Júnior”, no sábado, 23 de setembro, promovendo o desporto, hábitos de vida saudáveis e o envolvimento de todos. O facto dos Amigos da Montanha conseguirem o envolvimento de “patrocinadores no apoio às dinâmicas realizadas e, também, o envolvimento da comunidade civil”, é outro dos aspetos a frisar. “A Givec Maratona BTT 5 Cumes” marca a agenda dos grandes eventos de Barcelos, com um desafio pelos ingredientes que tem e “neste espetáculo de duas rodas quem sai a ganhar é o concelho de Barcelos”, referiu.

AmigosdaMontanha_Apresentacao_5Cumes_5maio_2017 (2)

O Presidente da Assembleia Municipal, também representante da empresa P&R Têxteis e marca Onda, que ao longo dos anos tem vindo a apoiar os Amigos da Montanha, nomeadamente na conceção do equipamento para esta prova, lembrou que esta é considerada pela Federação Portuguesa de Ciclismo “como uma das melhores provas de BTT ao nível nacional; a mais emblemática, mais bem organizada e mais conseguida”, salientou. Noutra vertente, referiu ainda o impacto económico e turístico para o concelho de Barcelos, ao trazer “muita gente de fora, nomeadamente da Galiza”. Duarte Nuno Pinto deixou, ainda, a promessa que vai tentar superar os Cumes e estará na linha de partida da 13.ª edição, esperando que o número treze traga grande êxito, pois para ele e para a sua empresa tem “sido um número da sorte”. Por isso, no dia 24 de setembro, estará a pedalar pelos trilhos de Barcelos com o dorsal número treze.

 

Fonte e imagens: Amigos da Montanha.



Ir Para Cima