Tag archive

Futebol

Decide-se tudo na última jornada

Maio 24, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Luís Gonçalves

Olá, caros leitores!

Ora aí está! À boa moda portuguesa…deixar tudo para a última.

É o que se irá passar na última jornada. Aí se irá decidir o campeão.



Leões e Carvalhal irão decidir o título de campeão. Ambas as equipas terão que vencer os respetivos jogos. Certo que o Leões está à frente, por 2 pontos, do Carvalhal. O empate poder-lhes-ia servir, mas no confronto direto, o Carvalhal tem vantagem. Sendo assim, na próxima semana todos nós estaremos coladinhos ao rádio e às redes sociais para sabermos, a par e passo, o que se irá passar.

Esta semana, o Leões (1º, 73 pontos) venceu. Ainda esteve a perder mas deu a “cambalhota” no resultado e venceu (3-2) o sempre difícil Leocadenses (6º, 60 pontos).

O Carvalhal, equipa que poderá fazer algo inédito neste campeonato, também venceu pelo mesmo resultado, mas fora de portas. Deslocou-se a Oliveira (14º, 35 pontos), equipa que já tinha assegurado a manutenção. O Carvalhal (2º, 71 pontos) poderá fazer 51 pontos em casa! Isto quer dizer que contará por vitórias todos os jogos em casa! Será algo inédito nesta prova!

De muito irá depender para se tornarem campeões, se bem que apenas a vitória interessa ao Carvalhal e esperar que o Leões “tropece”.

Os Leões deslocar-se-ão a Pereira (7º, 47 pontos), o campeão até então. É certo que a gente de Pereira marca presença nos jogos em casa. Mas os adeptos do Leões também irão, certamente, deslocar-se até Pereira, pois o que está em jogo é, pura e simplesmente, o título de campeão.

Os de Carvalhal receberão o Carapeços, que não perde há 4 jogos e, certamente, tudo farão para “complicar a vida” aos de Carvalhal.

Será de roer as unhas, puxar cabelos, gritar pelos seus até ao apito final!

No que toca a descidas, o Cossourado (17º, 27 pontos), que empatou a 1 frente ao Campo (12º, 38 pontos), confirmou a descida de divisão.

O outro lugar vago irá ser ocupado pelo Feitos (16º, 29 pontos) ou Baluganense (15º, 31 pontos).

Os primeiros perderam em Macieira (5º, 62 pontos) por 1-0; os segundos receberam, e venceram, o Perelhal (10º, 41 pontos), por 1-0.

Ficará tudo decidido na próxima jornada. O Feitos recebe o Remelhe e o Baluganense deslocar-se-á à Silva.

Na 2ª divisão, houve mexidas na parte cima da tabela, isto porque o Lijó “tropeçou”.

O Lijó (1º, 72 pontos), já com a subida de divisão garantida, foi empatar a Águas Santas (10º, 40 pontos).

Este empate fez com que o Sequeade se colasse ao Lijó, com o mesmo número de pontos. Mas no confronto direto, o Lijó tem vantagem sobre estes. O Sequeade venceu nas Carvalhas (17º, 20 pontos), por 0-2.

O Fonte Coberta (3º, 65 pontos), que estava em semana de festa pois tinha garantido a subida de divisão na transata semana, foi a Chorente (7º, 47 pontos) perder por 3-2.

A próxima jornada ditará o campeão da 2ª divisão. O destaque vai para o Lijó-Ceramistas e o Sequeade-São Mamede.

A próxima jornada – a última – será a jornada do “tudo ou nada”!

Uma semana feliz, vos deseja o amigo Luís!

Por: Luís Gonçalves*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Sob a égide do 4, Santa Maria é Campeão da Honra

Maio 22, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se, no passado fim de semana, a última jornada da Divisão de Honra dos Campeonatos Distritais de Braga, que consagrou o Santa Maria FC como Campeão da Divisão de Honra, Série “A”.



Os homens de Galegos Santa Maria deslocaram-se ao terreno do Dumiense (7º) e trouxeram de lá, não só as faixas de campeões, como uma goleada por 1-4. Este resultado permitiu ao Santa Maria sagrar-se, então, Campeão desta Série, com os mesmos pontos que o Amares mas com vantagem no confronto direto, e subir à divisão do Pró-Nacional.

Outra equipa de Barcelos que estava na luta era o Martim. Nesta última jornada, defrontou o Gerês (12º), no terreno deste, e conseguiu uma goleada por 2-4, terminando no 3º lugar, com 60 pontos.

O Águias de Alvelos (9º, 39 pontos) esteve envolvido noutro dos jogos decisivos para a atribuição do título, indo a casa do 2º classificado, o Amares. No entanto, o resultado não foi o melhor, saindo do campo com uma pesada derrota por 4-0.

Por fim, o FC Roriz (6º, 44 pontos), recebeu o Vila Chã (8º) e goleou-o por 4-1.

Fotos: SMFC/AFCM/FCR.

Campeonatos a chegarem ao fim e ainda sem campeão

Maio 18, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Luís Gonçalves

Olá, caros leitores!

Estamos a chegar ao fim do campeonato e o título ainda está por se decidir!

As, agora, duas equipas que lutam pelo mesmo, fizeram o que lhes competia, que foi vencer os respetivos encontros. Se bem que uma delas goleou e a outra venceu “à tangente”.

Na luta pela manutenção, houve troca de posições.



Começo pela parte superior da tabela, em que o Leões tinha, em perspetiva, um jogo muito difícil. E assim foi. Venceu o jogo mas “à tangente”, por 2-3, em Fragoso, equipa que ainda não tinha perdido em casa nesta 2ª volta. O Leões continua a liderar, chegando agora aos 70 pontos; o Fragoso fecha o top-ten, com 40 pontos. Antes que me esqueça, refira-se que o Leões pode sagrar-se campeão na próxima jornada, caso vençam o seu jogo e o Carvalhal empata ou perca o seu.

A outra formação a lutar pelo título também venceu e logo com uma goleada. Falo-vos do Carvalhal, que venceu por 5-1, em casa, o Palme (11º, 38 pontos). Dos 68 pontos conquistados, o Carvalhal, em casa, tem 16 jogos, 16 vitórias, ou seja, 48 pontos amealhados até agora! Estão a um jogo de fazer algo inédito no Popular: somar os jogos todos realizados em casa com vitórias. Será?

O Carapeços (3º, 62 pontos) empatou em Cossourado a 1. O Carapeços luta pelo 3º lugar; já o Cossourado (17º, 26 pontos) luta pela manutenção.

O Remelhe, finalista da Taça, (4º, 61 pontos) voltou a vencer nesta jornada, novamente por 1- 0, mas, desta vez, deslocou-se ao Leocadenses (5º, 60 pontos). Esta duas equipas trocaram de posição na tabela classificativa. A par do Carapeços, lutam pelo pódio.

Também a lutar pelo pódio está o Macieira (6º, 59 pontos) que empatou a 0 com o Pereira. Este é o chamado “jogo das árvores de fruta”! O Pereira está no 7º lugar, com 47 pontos.

A lutar pelo mesmo lugar está o Negreiros (8º, 43 pontos). Estes têm feito uma 2ª volta fantástica. Empataram a 1, no seu reduto, frente ao Oliveira (13º, 35 pontos). O Oliveira, o outro finalista da Taça, assegurou a manutenção.

Há 6 jogos sem perder e a fazer um campeonato de “se lhe tirar o chapéu” está o Perelhal, que ocupa o 9º lugar, com 41 pontos. A par do Pereira, é a equipa com mais empates: 14. Nesta jornada, não empatou e venceu o já despromovido Pedra Furada (18º, 8 pontos), por 3-0. Recordo que a única vitória do Pedra Furada foi na 1ª volta, frente ao Perelhal, por 3-2.

Outra formação com muitos empates reside em Campo. São 13 o número de empates que esta equipa tem. Esta semana, sim, empatou mais uma vez! Foi a 3 golos, frente ao Silva (14º, 34 pontos). Aos Silva basta um ponto para assegurar a manutenção; o Campo está em 12º, com 37 pontos. A equipa do Silva, apesar de ocupar o 14º lugar, tem o 5º melhor ataque! É obra! Era a equipa que, até à 3ª jornada, tinha apenas 1 golo marcado!

Outro jogo em destaque, mas pela manutenção, era o Feitos-Baluganense. Muita coisa dependia deste jogo e assim foi. O Feitos venceu, por 2-1, o Baluganense. Sendo assim, o Feitos saiu da “linha de água” enquanto o Baluganense “afundou-se”. O Feitos subiu ao 15º lugar, com 29 pontos, estando a fazer uma recuperação fantástica; o Baluganense desceu ao 16º, com 28.

Na próxima jornada, destaco o Oliveira-Carvalhal, Baluganense-Perelhal, Cossourado-Campo, Macieira-Feitos e o” jogo da jornada” Leões-Leocadenses.



Na segunda divisão, quero, desde já, endereçar os meus parabéns ao Fonte Coberta! Foi a terceira equipa a subir à primeira divisão, isto quando ainda faltam jogar 2 jornadas.

Em caso de vitória, nesta jornada, o Fonte Coberta decidia a sua subida de divisão, e assim foi! Venceu, categoricamente, por 1-5, em Milhazes (12º 30 pontos) e garantiu a subida ao escalão maior. Parabéns!

As outras 2 equipas acima desta, Lijó e Sequeade, também venceram os jogos.

Começo pelo líder, Lijó (71 pontos), que recebeu e venceu o Aborim (6º, 45 pontos), por 2-1.

O Sequeade (2º, 69 pontos) recebeu, e venceu, pelo mesmo resultado, o São Martinho (5º, 51 pontos).

Lijó e Sequeade lutam pelo título de campeão desta 2ª divisão.

Na próxima jornada, destaco o Águas Santas-Lijó e o Carvalhas-Sequeade.

Por esta semana é tudo.

Ficamos todos à espera do que nos vai trazer a próxima jornada!

Uma semana feliz, vos deseja o amigo Luís!

Por: Luís Gonçalves*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Águias do Neiva comemoram o seu 40º aniversário

Maio 18, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

Sábado e domingo, o Núcleo Desportivo “Águias do Neiva” organizam um rol de atividades por forma a comemorarem o 40º aniversário da sua fundação.



Assim, dia 19 de maio, pelas 15h00, realiza-se uma tarde desportiva com sócios, atletas e pais. Duas horas mais tarde, há porco no espeto. Já no domingo, pelas 10h30, celebra-se uma missa campal, no campo de futebol, e por volta das 12h30, realiza-se o almoço convívio, no salão paroquial, com animação dos Irmãos Ferreira.

Para se inscrever para o almoço, contacte os números: 933165851 (João Pereira), 933924925 (Manuel Martins), 919410515 (Nuno Machado) e 968018132 (Manuel Pereira).

Fonte e imagem: AB.

Mais uma semana o Porto festejou!

Maio 17, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores!

Mais uma semana passou e mais uma semana o Porto festejou!

Faltava uma jornada e, mais uma vez, o Porto não facilitou, colocando o chip da seriedade, do compromisso e da vitória! A confiança que o grupo atravessa faz com que a equipa jogue um futebol atrativo e objetivo.



Guimarães era um dos destinos mais difíceis, mas mesmo com o título no Museu, o Campeão Nacional não foi à “Cidade-Berço” festejar, mas, sim, ganhar…e bem! Foi um “golaço” de Marcano, que num tremendo golpe da cabeça, bateu, sem hipótese, a jovem promessa Miguel Silva. E depois de ganhar, foi hora de festejar…

Foi arrepiante e emocionante o que se viu e viveu nos Aliados! Há muito que suspirávamos por aquele momento…250 mil almas portistas a uma só voz e o nosso Pinto da Costa a ser medalhado com Honra pelo Município do Porto (porta que se lhe fechou durante 19 anos).  Destaco, também, o discurso de PC nesse momento. Foram palavras fortes e sentidas, sem papéis ou telepontos, e de uma lucidez genial de um octogenário!

Os cânticos, o cenário, a multidão, a alegria estampada no rosto de todos, portistas de várias idades e de muitas gerações, foram muitos os apontamentos de uma grande festa, que pretendemos repetir em 2019.

Somos Campeões com todo o mérito, brilhantismo, competência e sem truques de bastidores.

Fomos o melhor ataque, defesa e equipa com menos derrotas. Tudo isto só se podia traduzir num Porto campeão e que é o orgulho do nosso coração!

Agora é tempo de descansar mas, de igual modo, fazer uma boa gestão das vendas e renovações. É essencial manter a base e coesão.

Para terminar, quero pedir desculpa por algo que tenha dito durante a época e que não tenham gostado. Nunca quis ofender…a minha intenção é apenas dizer o que sinto. É que o Porto é uma paixão muito forte, desde os meus tempos de berço…

Que na próxima época se fale mais de futebol e não de terrorismo desportivo. Força Sporting!

Abraços!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Leão em Sangue

Maio 17, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Ricardo Moreira

Bem-haja, caros leitores do BnH!

Sou um Leão em Sangue! O meu coração fala por si! Destroçado, ferido, abalado, profundamente triste!

Alguns “animais” (é o mínimo que lhes posso chamar e já estou a ofender, profundamente, o meu cão) acharam que, por “obra do espírito santo”, podiam destruir o Sporting Clube de Portugal! (temos 112 anos de história!) Se, no mínimo, estas espécies de seres humanos (antes estivessem extintos) soubessem o que significa a palavra Desporto, jamais se escrevia uma das histórias mais negras do desporto Português!



Mais importante que saber ganhar, é saber perder! Sim, perdemos na última jornada na Madeira: Marítimo 2-1 Sporting Clube de Portugal. Perdemos milhões, pois acabámos o campeonato em 3° Lugar, falhando o acesso à pré-eliminatória da Liga dos Campeões! Sim, a equipa não teve vontade, não teve querer, para ganhar um jogo que era importante para o nosso futuro ser (ainda) mais forte! Mas nada, nada mesmo, dá direito, à violência!

Há mais de 30 anos que ando no desporto, e sempre respeitei todo e qualquer adversário (na vitória e na derrota), com inteiro fair-play, quanto mais entre iguais! Mas, felizmente, estes bandidos de cara tapada, que fizeram isto, não são iguais a nós! Não são Sportinguistas, não são Desportistas, são verdadeiros criminosos! Agora é colocar-vos no vosso devido lugar! O ódio no futebol já causou a morte de adeptos! Mudou alguma coisa? Infelizmente, não me parece! Agora, foram atacados jogadores, treinadores e a grandiosa instituição Sporting Clube de Portugal! Vai mudar alguma coisa? Nem quero imaginar que nada mude! E que a justiça (mais uma vez) não seja feita!

Chega desta pouca vergonha que se anda a viver no desporto nacional!

Desporto é Vida! Violência Nunca!

Que cultura desportiva é esta que se vive no futebol Português?

Rancor constante, fanatismo puro! Rivalidades devem existir, mas quando saudáveis!

Que comunicação social é esta? Deplorável ao ponto que chegam, “fuçam no lodo”, tudo em prol de audiências.

Sr. Bruno de Carvalho, feche um ciclo, demita-se, (duvido que seja capaz) siga o seu rumo, (para seu e nosso bem), que já é hora. (o clube não é seu, é nosso, dos verdadeiros Sportinguistas)

Vamos certamente “renascer”, (era pós-Bruno de Carvalho – quer queira, quer não, o seu ciclo tem que terminar o quanto antes) muito mais fortes e reaparecer com o devido respeito, que a vida e o verdadeiro desporto, assim o exige!

Desporto é Vida! Vive o Desporto com “Respect” e “Fair-Play“!

Por: Ricardo Moreira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

This is the end, my friend…

Maio 17, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Hugo Pinto

Para o título desta penúltima crónica escolho um verso de um tema da mítica banda Doors, que retrata bem o meu sentir benfiquista neste final de época. Isto é o fim, meu amigo.

Acabou a época com mais um jogo morno do Benfica, sem grande história, em que o final não foi o mais feliz mas foi, das restantes hipóteses, o melhor possível. Em parte, podemos agradecer ao Sporting, que tendo a obrigação de ganhar na Madeira, nos fez o favor de perder, entregando-nos de bandeja o segundo lugar.



E por falar em Sporting, é incontornável que não traga a este espaço os acontecimentos da última semana. É certo que este é um espaço em que se fala do Benfica. Mas o caso Alcochete, dada a sua dimensão e a sua repercussão, é transversal ao mundo do futebol e da sociedade em geral, sinto-me no direito de versar sobre ele.

Começando pelo início, aquele caso parece ser, nitidamente, um caso de um “apertão” que se descontrolou. Era para ser um susto, um “põe-te fino”, e deu em tareira desmedida. O estado em que o Bast Dost ficou é lamentável. Tochas encostadas à roupa, é inconcebível.

Mas piora. Sempre senti que, por detrás daquele aparato, estaria o presidente do Clube. Quer tenha, alegadamente, encomendado o serviço, quer tenha inflamado os ânimos dos adeptos de tal forma que, depois, teve o resultado que teve. Ato contínuo, segue-se uma conferência de imprensa surreal, em que o espalha-brasas-mor da nação, que normalmente berra em todas as direções pelo “seu” Sporting e contra aqueles que querem “destruir” o Sporting, vem agora dizer “ah, e tal…é chato…mas estas coisas acontecem…”. Depois, um dos detidos é o diretor do futebol do Sporting…Bem. No mínimo, isto cheira tudo muito mal. Muito mal…

E ainda assim, há Sportinguistas que continuam em pura negação do óbvio. Só lhes falta dizer que isto foi obra benfiquista encomendada por mail.

Já nem vou falar do caso dos supostos resultados comprados no andebol e no futebol. Isso, sempre o disse eu, infelizmente, no nosso futebol só não o faz quem não pode. O que me IRRITA MUITO, sempre irritou e irritará, é ver os outros, armados em cínicos, a acusar o vizinho de fazer o que eles próprios também fazem. É de um cinismo e de uma sonsice que dá asco.

Porém, e porque tenho bons amigos sportinguistas…e porque tenho os adeptos do Sporting, em geral, como pessoas de bem, que não se reveem em claques de “semi-delinquentes” e dirigentes arruaceiros, faço votos para que o Sporting vire, rapidamente, esta página negra da sua história e de novo ressurja pujante. Muito sinceramente. Mas, meus amigos, na minha opinião, o vosso atual presidente é parte do problema e não da solução. É só a minha opinião, reitero.

Terminando de novo com o nosso querido Benfica, refiro uma notícia que li esta semana, que avança a hipótese de o próximo treinador do Benfica ser o ex-adjunto de José Mourinho, Rui Faria. Bem, ou me engano muito, ou seria a melhor coisinha que o Benfica poderia fazer. Até simpatizo com o RV, acho-o um bom homem e um bom treinador. Mas o Benfica precisa de um treinador de Excelência. Extraordinário. E, neste momento, acho que o não tem. Fico a aguardar desenvolvimentos desta notícia e a torcer por que se concretize.

Este penta, já era.

Agora, venham mais cinco!

Viva o Benfica. Viva o Glorioso.

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Tudo ao rubro para a última jornada (Honra) e série “A” termina campeonato (1ª)

Maio 15, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Passou-se mais um fim de semana de futebol distrital de Braga e, como refere o título, a Série “A” da Honra, onde participam as equipas barcelenses, está ao rubro, com três equipas na luta pela conquista do campeonato, sendo que duas delas são barcelenses: o Santa Maria (1º) e o Martim (3º), entremeados pelo Amares.



Assim, o líder Santa Maria (59 pontos) recebeu e levou de vencida o Gerês (11º) por 2-1. Na última jornada, a equipa de Galegos Santa Maria irá ter uma deslocação muito difícil, a casa do Dumiense, 6º classificado. Vencendo ou fazendo um resultado igual ao do Amares, o Santa Maria é campeão de Série.

O Martim (3º, 57 pontos) teve um jogo em casa, frente ao 4º classificado, o Terras de Bouro, que terminou com uma vitória robusta dos da casa, por 3-0. Na última jornada, o Martim desloca-se ao terreno do Gerês.

Finalmente, deste campeonato, o dérbi Águias de Alvelos – Roriz terminou com uma vitória forasteira, por 1-2. Assim, a equipa rorizense ultrapassou a sua congénere de Alvelos. O FC Roriz está em 8º, com 41 pontos; o Alvelos está em 9º, com 39. Na próxima jornada, estes últimos estarão num dos jogos do título, visitando o atual 2º classificado, Amares, que tem os mesmos pontos do líder Santa Maria. Já os rorizenses recebem o Vila Chã (7º), que tem os mesmos pontos que eles. Ou seja, vencendo, o FC Roriz escala, pelo menos, mais um lugar.





Na última jornada da Série “A” da 1ª divisão já estava tudo decidido

Com o Louro como campeão de Série e o Pousa como equipa que se juntava a este na subida de divisão, a última jornada foi quase um cumprir de calendário no que se refere aos lugares cimeiros.

Assim, o Pousa (2º, 59 pontos) recebeu o Figueiredo (10º) e venceu, com goleada, por 4-2.

O MARCA (3º, 51 pontos), que lutou até ao fim pelo apuramento, recebeu, em dérbi, o Carreira (13º, 14 pontos) e venceu por 2-0.

Também bem classificado na tabela, o Viatodos (4º, 45 pontos) recebeu o campeão de Série, Louro, e saiu derrotado por 1-2.

Já o Sporting da Ucha (7º, 36 pontos) teve uma deslocação difícil a casa do 5º classificado, Gondifelos, e “sacou” de lá um empate a 1 golo.

Quem também teve uma deslocação difícil foi o Granja (9º, 31 pontos), a casa do Guisande (8º, 35 pontos), tendo trazido de lá, igualmente, um empate mas a 2 golos.

Fotos: SMFC/AFCM/FCR/SCU.

 

Gil Vicente termina Ledman LigaPro com empate em Massamá

Maio 13, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O terreno do Real Sport Clube foi o palco para o jogo da última jornada da Ledman LigaPro, com o Real local a defrontar o Gil Vicente FC, num jogo que terminou empatado a 1 golo.



Fábio Piló (AF Leiria) foi o árbitro, coadjuvado por José Mira e José Luzia, com Tiago Pinto como 4º árbitro.

O Real Massamá alinhou com Patrick Costinha, Diogo Coelho (Carlitos, 83’), Basso, Eduardo, Paulinho, Cazonatti (Gildo, 72’), Tiago Morgado, Cele (Kikas, INT), Jefferson Nem, Marcos Barbeiro e Vinícius. No banco ficaram Luís Ribeiro, Sabry, Abdoulaye e Abou Touré.

Já o Gil Vicente alinhou com João Costa, Ricardinho, Sandro, Vítor Tormena, Henrique Brito, Alphonse (Marco Abreu, 87’), Jonathan Rubio, Tiger (Reko, 63’), Camara (João Vasco, 79’), James Igbekeme e Dimba. No banco ficaram Rafa Pires, Rui Faria, André Fontes e Frédéric Maciel.

O resultado ficou “fechado” logo no início do jogo, num espaço de 2 minutos e por intermédio de dois brasileiros. Primeiro, foi Dimba a abrir o marcador para os gilistas, aos 10 minutos. No minuto seguinte, Vinícius restabeleceu a igualdade e o resultado final.

As estatísticas mostram que o Gil Vicente teve mais posse de bola (51%-40%), mais cantos a favor (8-6) e mais cartões amarelos: Sandro (59’) e Reko (74’) – pelos gilistas –; Basso (16’), pelos de Massamá, que tiveram mais remates (7-6).

Com este resultado, ambas as equipas, já despromovidas, ficaram a fechar a classificação geral final. Em último, Real, em penúltimo, Gil Vicente. O Sporting B e o União da Madeira acompanham estas duas equipas na despromoção.

Imagem: GVFC (alterada).

O Futebol Clube do Porto é Campeão Nacional!

Maio 11, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores!

Depois de tantas crónicas semanais, eis o tão esperado momento!

“O Futebol do Porto é Campeão Nacional!!!!!…”



Depois de termos ganho na Luz, ao Setúbal e Marítimo, foi no sofá que tivemos a confirmação do tão desejado título! Confesso que preferia que o Sporting tivesse ganho ao Benfica e que tivéssemos sido campeões no jogo contra o Feirense, mas não há momentos certos para se ser campeão! Confesso, também, que a certa altura deitei a toalha ao chão, fruto da tristeza de duas derrotas consecutivas, mas a chama do Dragão manteve-se forte e fez com que todos nós – FC Porto – estejamos de parabéns e muito felizes.

Foram 4 anos ao qual não estávamos habituados. Aliás, foi a primeira vez desde que nasci que ficámos 4 anos sem ganhar! É um título muito desejado e saboroso depois do que descobrimos quando “abrimos” a caixa de correio eletrónico de um rival. E por falar nisso, é coincidência ou destino que desde que descobrimos “o polvo”, o nosso rival não vai ganhar nada e corre o risco de ficar em 3º??!

Como disse anteriormente, é uma vitória do FCP, onde estão incluídos a estrutura, equipa técnica, jogadores e nós adeptos, que fomos incansáveis no apoio.

Sérgio Conceição é apenas o rosto de uma crença e de uma união de como há muito não se via. O novo “ Mourinho” teve o condão de ligar a equipa aos adeptos e potenciar jogadores que ninguém acreditava que seria possível, sequer, que alguns deles regressassem ao Porto.

Fizeram de nós falidos e mortos, mas acordaram um monstro. Ainda na segunda-feira, o jornaleco “A Bola” deu destaque total à vitória de João Sousa (que foi incrível!) e deixou o FCP para segundo plano, mas tudo isto nós transformámos em força.

Agora é hora de rumar aos Aliados e, passados 20 anos, vamos ver a nossa equipa ser recebida na Câmara Municipal do Porto, onde as portas estiveram fechadas muitos anos. O Marquês estava reservado, mas o único adepto de vermelho que lá vi foi o boneco STOP do semáforo!

Conto convosco, sábado à noite, nos Aliados ou na Avenida da Liberdade, em Barcelos, junto ao Bombeiro.

“Porto, Porto, Porto

És a nossa glória

Dá-nos neste dia, mais uma alegria

Mais uma vitória”!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

1 2 3 30
Ir Para Cima