Tag archive

Futebol

Jornada de muitas emoções

Novembro 17, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora
Luís Gonçalves

Olá, amigos leitores!

Esta foi uma jornada de muitas emoções!



Comeco pelo líder destacado, o Leões, que nesta jornada não foi além de um empate a zero em Remelhe (6º lugar), num terreno tradicionalmente difícil. Recordo que, no decorrer da semana transata, Miguel Campos deixou de ser treinador do Leões. O treinador que levou esta equipa a conquistar o título de Campeão em 2015-2016 e que, na época passada, conquistou um honroso segundo lugar! Acredito que volte em breve para mais conquistas.

O campeão Pereira voltou ao segundo lugar. Está a um ponto do Leões, fruto da vitória conquistada pela margem mínima (1-0), frente ao Fragoso (13º lugar).

Macieira (3º lugar), equipa que soma só vitórias em casa, voltou a vencer, também pela margem mínima (2-1), a equipa do Palme (8º lugar), que não perdia há 5 jogos.

O Carvalhal (também no 3º lugar) somou a segunda derrota “fora de portas”. Nesta jornada, foi ao Feitos (11º lugar) perder por 1-0. Feitos que, depois da derrota pesada em Carapeços, não mais voltou a perder e, passo a passo, tem subido na classificação.

Leocadenses (5º lugar), que na jornada passada marcou 3 golos, esta semana não quis ficar atrás e também os marcou, só que também sofreu 3! Empatou a 3 em Salvador do Campo (15º lugar). Campo que, a par do Feitos, tem somado pontos, nas últimas 3 jornadas, para fugir aos lugares de descida.

Carapeços (6º lugar), sendo o ataque mais concretizador, com 19 golos marcados, nesta jornada foi a Pedra Furada (18º lugar) dar “chapa 5”. Lembro que o Pedra Furada ainda não pontuou!

O Baluganense (9º lugar) somou o terceiro empate consecutivo. Desta feita, em casa com o Oliveira (13º lugar). A equipa de Balugães marcou 5 golos nos dois últimos jogos mas o Oliveira fez melhor: 7 golos marcados em tantos outros jogos! Bem hajam estas duas equipas por darem ao público aquilo que tanto se quer…os golos!

O novo primodivisionário Perelhal (10º lugar), que depois das duas vitórias consecutivas nas últimas jornadas, esta semana empatou a um, em casa, frente ao Negreiros (11º lugar).

Silva (15º lugar) marcou mais golos nesta jornada do que tinha até então! Nesta jornada também deu “chapa 5”! Foi em casa, frente ao Cossourado (17º lugar). Cossourado que ainda não venceu esta época, para o campeonato! Soma três pontos, fruto de três empates.

Tudo em aberto na Primeira Divisão, sendo que na próxima jornada destaco o Leões-Campo, Leocadenses-Pereira, Oliveira-Macieira e o Carvalhal-Perelhal.

Na Segunda Divisão, o Sequeade vai de “vento em popa”, imparável e o que se pode dizer de 7 jogos, 7 vitórias?! Quem será a equipa a tirar pontos ao Sequeade? Nesta jornada, venceu o Creixomil (13º lugar), por 2-1.

O São Martinho (2º lugar) venceu o Ceramistas (8º lugar), por 2-1. Por coincidência do calendário, estas duas formações estavam em festa nas suas freguesias!

Lijó (3º lugar), com menos um jogo, voltou a vencer “fora de portas”. Foi a Lama (11º lugar) vencer, por2-4. A par do Cambeses, com 6 golos sofridos, são a segunda melhor defesa, a seguir ao Sequeade, com apenas 3.

O Fonte Coberta folgou esta semana e encontra-se no 4º lugar.

Aborim (5º lugar) empatou em Vilar do Monte, a um, frente ao São Mamede (6º lugar). Estas duas equipas estão na luta pelos lugares de subida.

O Chorente ocupa o 6º lugar também e foi vencer ao Milhazes, por 0-1.

Nas duas últimas posições estão o Paradela (16º lugar), que teve a sua primeira vitória, ao vencer Os Estrelas (13º lugar) por uns significativos 4-0! E o Cristelo, que nesta jornada empatou a 2, “fora de portas”, frente ao Cambeses (11º lugar).

Na próxima jornada destaco o grande jogo Lijó-Sequeade mas, também, o Chorente-São Martinho, Estrelas-Fonte Coberta e Aborim-Paradela.

Uma semana feliz, vos deseja o amigo Luís!

Por: Luís Gonçalves*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Há líder isolado na Primeira Divisão do Popular

Novembro 10, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Luís Gonçalves

Olá, amigos leitores!

Na 6ª jornada da primeira divisão há um líder isolado: o Leões da Serra (16 pontos), que venceu o Macieira (12 pontos), por 2-1. Estas duas equipas somam só vitórias em casa, no caso, três, respetivamente!



No segundo lugar, “a morder os calcanhares”, com menos um ponto, está o Carvalhal (15 pontos), que venceu o campeão em título, Pereira (13 pontos), por uma bola a zero.

Quem soma só vitórias fora de portas é o Leocadenses (12 pontos), que nesta jornada foi a Fragoso (7 pontos) vencer por 0-3, em jogo realizado no sábado.

Quem tem realizado um excelente início de temporada tem sido o Palme (11 pontos), que empatou a 2, no seu reduto, com o Baluganense (9 pontos).

Remelhe (11 pontos), que a par do Leões e Carvalhal, com 4 golos sofridos, são as melhores defesas do campeonato, nesta jornada empatou a zero, em casa, com os homens de Salvador do Campo (5 pontos).

Carapeços, com 9 pontos conquistados, fruto de 3 vitórias, todas elas em casa, nesta jornada venceu o vizinho Silva (3 pontos), sendo 3-2 o resultado final.

Perelhal (8 pontos) somou a segunda vitória consecutiva, e primeira “fora de portas”. Foi a Cossourado (3 pontos) vencer por 1-2.

O Negreiros (7 pontos) não vence há 4 jogos! Nesta jornada, somou um ponto ao empatar a um com o primodivisionário Feitos (5 pontos).

A goleda da jornada vai para equipa do Oliveira (6 pontos), que venceu o Pedra Furada por 4-0! Recordo que o Pedra Furada não soma qualquer ponto!

Na próxima jornada, destaco o Remelhe-Leões da Serra, Feitos-Carvalhal e o Pereira-Fragoso.

Na Segunda Divisão, e de “vento em popa”, está a equipa de Sequeade: 6 jogos, 6 vitórias, 18 pontos! Nesta jornada, goleou o Chorente por 0-3.

O Fonte Coberta (12 pontos) não fez por menos. Goleou o Paradela, 2-5, e subiu ao segundo lugar, partilhado com o São Martinho (12 pontos), que foi a Águas Santas empatar a um golo.

Lijó (11 pontos e menos um jogo) subiu ao quarto lugar, depois de ter vencido 1-0 o Cambeses (4 pontos). Lijó que ainda não tinha vencido em casa!

O Aborim (10 pontos) voltou às vitórias, vencendo a equipa do Carvalhas (6 pontos), por 3-1.

Nos últimos lugares estão o Paradela e o Cristelo, com apenas dois pontos.

Na próxima jornada, destaco o Sequeade-Creixomil, São Martinho-Ceramistas, Lama-Lijó e o São Mamede-Aborim. Folga o Fonte Coberta.

Uma semana feliz, vos deseja o amigo Luís.

Por: Luís Gonçalves*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Fogo-de-vistas!

Novembro 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
José Costa

Depois de uma jornada bem conseguida, a nível europeu e a nível nacional, eis que o Sporting tropeça e, quanto a mim, foi um grande trambolhão, face à aproximação do rival Benfica, agora a 1 ponto, e ao afastamento do F. C. Porto, seguro na liderança da Primeira Liga.



No que ao jogo frente ao S.C. de Braga diz respeito, com fraca nota artística coletiva, apesar do “Leão” ter mais posse de bola, pelo menos na primeira parte, começaram a surgir os casos de fraqueza física nas hostes leoninas, com Acuña a ceder aos 41 minutos.

Aos 66 minutos lá foi possível o adiantamento no marcador, mais uma vez por Bas Dost, que assim leva três jogos consecutivos a marcar. Bas Dost, que aos 77 minutos, também cedeu fisicamente. Pode-se dizer que o melhor em jogo foi o preparador físico do S. C. de Braga, em contraponto com o mesmo técnico do Sporting.

Adiante, o Sporting enrolou-se em si próprio e foi indo de mal a pior de tal modo que Dyego Sousa lançou um balde de água fria em Alvalade, aos 85 minutos, conseguindo o empate a 1. E para piorar este cenário, os adeptos sportinguistas gelaram por completo quando o Braga se adiantou no marcador (1 – 2) por Danilo, aos 89 minutos.

E já nos minutos finais, foi possível salvar a honra do convento, para lá do tempo regulamentar. E mesmo em cima do apito final, a outra arma secreta dos Leões, Bruno Fernandes, que carregou a equipa ao colo, apontou um penálti que assegurou um empate a 2-2.

Vejamos agora o que será possível fazer na próxima jornada, só a 26 de novembro, em casa do Paços de Ferreira.

Até lá, esta pausa no campeonato poderá permitir um reforço físico na equipa do Sporting, que se ressentiu do esforço continuado na Liga NOS e na Liga dos Campeões, onde nesta última competição, irá defrontar o Olympiacos, a 22 de novembro em casa, e esperemos que aí, já refeito, possa o Sporting alcançar um resultado positivo.

Na outra modalidade em que o Sporting se mantém invencível, mas com melhor desempenho, no Futsal, os Leões, frente ao Borinhosa, conseguiram uma vitória contundente por 4 – 1. Mantém-se o Sporting só com vitórias, firme na liderança da Liga Sport Zone.

O Gil Vicente, em casa frente ao Famalicão, também claudicou e deixou fugir três preciosos pontos, que teve na mão, acabando derrotado por 1 – 2. À semelhança do que sucedeu ao meu Sporting, o nosso Gil falhou, em parte, por falta de capacidade tática dos respetivos treinadores.

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Benfica no Berço

Novembro 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Hugo Pinto

Amigos Benfiquistas,

Esta semana, o nosso Benfica lá conquistou mais três pontos num jogo em que, para além da vitória, tivemos direito a mais de um golo. Sei que esta não é a forma mais animada da história das crónicas de dar início a uma. Mas é um pouco à imagem do jogo. Não causou sono. Mas também não foi um jogo de colar ao ecrã. Aparte os golos.



Talvez porque esta altura do campeonato também esteja a entrar na famosa zona de estabilização. As equipas parecem ter encontrado o seu fio de jogo. Não há grandes surpresas. Exceção o empate do Sporting, mas deve ser fruto da quadra que se avizinha (pedindo desde já a desculpa aos nossos “rivais” pela “bicada”) [risos]. O Porto, já o disse muitas vezes, continua muito bem lançado este ano. A não ser que “haja uma tragédia”, o destino parece traçado (oxalá eu me engane).

Não há muito mais a dizer, de um jogo com golos, mas sem história. Refira-se, apenas, aquele incidente na parte inicial da partida, envolvendo adeptos do Vitória, que acima de tudo causou um momento de pânico e susto aos seus conterrâneos. Se é verdade que, de uma forma mais ou menos pérfida, quase toda a gente assume, unanimemente, a fervorosa paixão da torcida Vimaranense, também não é raro vê-los ir longe demais. E é triste, porque hoje e cada vez mais, o futebol já não é, de todo, um “negócio” de homens, como também já é procurado pelo público feminino e inclusivamente famílias. Talvez seja a hora de os bravos torcedores “angels” refletirem sobre o verdadeiro motivo que os leva ao futebol. O jogo, por si mesmo, parece muitas vezes ser o menos importante. O que é de lamentar…

Viva o Benfica. Dá-me o 37.

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Por mim, o campeonato acabava já!

Novembro 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, leitores!

Vamos, então, meter a “bola a rolar”!



O meu FCP venceu, mais uma vez e bem, o jogo frente ao Belenenses. Era um jogo perigoso porque não tivémos o devido descanso depois do exigente jogo da Liga dos Campeões. Não foi um super-jogo do Porto mas fez o suficiente para ganhar e controlar o jogo! Agora é aproveitar esta paragem para descansar e recuperar alguns jogadores, como é o caso do Marega e do Soares! Fiquei, também, muito satisfeito com a “escorregadela” do Sporting! Por mim, o campeonato acabava já!… (Risos)

Estas paragens de campeonato para jogos de “caca” da seleção “cortam-me a pica”! Por mim, bastava uma semana de descanso e já estou ansioso pelo jogo com o Desportivo das Aves.

Estou a achar interessante uma campanha do Benfica para condicionar o rendimento do Felipe! Certamente se esqueceram que têm no seu plantel o Eliseu, o Samaris e o Luisão…que até na sombra batem! Talvez seja uma estratégia para condicionar o jogo do Dragão e para desviar atenções do, para já, “fracasso” no Campeonato e Liga dos Campeões! A mim não me enganam…mas aos seus “fiéis” de certeza que sim!

Só mais uma coisa: o Svilar defendeu uma bola com a mão fora da área e viu apenas cartão amarelo! O que é que os “anti-Vítor Baía” dirão da decisão deste lance????!

Falando agora do Gil Vicente, que mais uma vez “marcou passo”, confesso que não estava à espera desta derrota! O nosso Gil teve muitas baixas mas pensei que o fator casa tivesse o seu peso! Reconheço que este Campeonato da Segunda Liga é exigente mas espero que o Gil comece a fazer melhor!

Boa semana para todos!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Gil Vicente perde em casa com o Famalicão

Novembro 5, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo disputado hoje, no Estádio Cidade de Barcelos, o Gil Vicente foi derrotado pelo “vizinho” FC Famalicão, por 1-2.



A equipa orientada por Jorge Casquilha alinhou de início com Rui Sacramento, Henrique Brito, Vítor Tormena, Rui Faria (Valdeir, 80’), Ricardinho, Miguel Abreu, Reko (André Fontes, 62’), Jonathan Rubio (João Pedro, 73’), Camara, James Igbekeme e Fall. No banco ficaram Júlio Neiva, Luís Tinoco, Tiger e Gabriel.

Já a equipa orientada por Dito alinhou com Gabriel Souza, José Pedro, Jorge Miguel, Joel Monteiro, Willian (Fred, 71’), João Mendes, Vítor Lima, João Faria, Feliz (Denner, 89’), Hocko e Rui Costa (Michael Thuíque, 84’). No banco ficaram Nuno Castro, Ângelo Meneses, Diogo Cunha e Jaime Poulson.

No campo da disciplina, Jonathan Rubio, dos da casa, foi admoestado com um cartão amarelo aos 69 minutos. Já da parte dos famalicenses, José Pedro (9’), Willian (44’) e Vítor Lima (51’) foram os “amarelados”. O jogo foi arbitrado por Gonçalo Martins (AF Vila Real), coadjuvado por Bruno Trindade e Ângelo Carneiro, sendo Duarte Oliveira o 4º árbitro.

Este foi um jogo equilibrado, com as estatísticas a comprovarem isso mesmo. Assim, a posse de bola foi de 50% para ambas as equipas, 7-8 em remates, 16-18 em faltas, 3-7 em cantos e 1-3 em cartões amarelos. Não houve expulsões.

O Gil Vicente saiu para o intervalo a vencer por 1-0, com um golo do nigeriano James Igbekeme mesmo a fechar, aos 45 minutos. No entanto, nos primeiros 20 minutos da 2ª parte, os comandados de Dito deram a volta ao marcador, com dois golos de Rui Costa, aos 56 e aos 66 minutos.

Após isso, os gilistas tentaram mudar o rumo das coisas, com Casquilha a trocar um defesa (Rui Faria) por um médio mais ofensivo (Valdeir), depois a trocar um médio (Rubio) por um avançado (João Pedro). Do outro lado, Dito tratava de “fechar a casa”, trocando um avançado (Willian) por um médio (Fred) e, já muito perto do fim, trocou um avançado (Feliz) por um defesa (Denner). A estratégia dos forasteiros resultou, com a equipa da casa a não conseguir, sequer, garantir um empate.

Semana com campeonato e Taça Cidade de Barcelos

Novembro 3, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Luís Gonçalves

Olá, amigos leitores!

O Leões da Serra perdeu os primeiros pontos, ao sair empatado a 0 bolas com o Baluganense. Desta forma, ficou a partilhar o primeiro posto com o Pereira, que venceu o Negreiros por duas bolas a 0. Ambas as equipas estão na liderança, com 13 pontos.



Logo a seguir, no 3º posto, está o Carvalhal, que venceu fora o Leocadenses por 1-2. No jogo do sábado passado (jornada anterior), o Carvalhal teve algumas contrariedades, destacando a expulsão de Joca, que entrou na segunda parte e foi expulso 3 minutos depois de entrar! Jogaram cerca de 35 minutos em inferioridade numérica.

O Macieira venceu por 2-1 o Remelhe, que ainda não tinha perdido no campeonato. Com este resultado, os Macieirenses ultrapassaram o seu adversário na tabela classificativa.

Quem também está a ter um bom início é o Palme, que esta jornada venceu fora de portas o Pedra Furada, por 1-2. O Pedra Furada ainda não pontuou.

O estreante Fragoso foi perder ao reduto do Campo por duas bolas a uma, sendo que foi a primeira vitória para a equipa do Campo.

O “tormento” do Carapeços fora de portas continua, ao somar a terceira derrota. Desta vez, foi em Perelhal (2-0), equipa que também não tinha vencido qualquer jogo.

Depois da goleada sofrida diante do Carapeços, o Feitos voltou a pontuar, desta vez em casa, com um empate diante do Cossourado por 1-1.

O Silva marcou o seu primeiro golo no campeonato, feito que foi suficiente para somar, também, a primeira vitória, diante do Oliveira. Obviamente, 1-0 foi o resultado final.

Destaque para o Carvalhal – Pereira e o Leões da Serra – Macieira da próxima jornada.

Na Segunda Divisão, o Sequeade continua de “vento em popa”, somando o pleno de vitórias, sendo que a “vítima” desta jornada foram os Ceramistas, com mais uma goleada, esta por 6-1.

A liderar o grupo perseguidor está o S. Martinho, que venceu nesta jornada, por 5-4, o Aborim.

O Fonte Coberta deu um salto na tabela classificativa, vencendo à tangente o Cristelo, por 2-1, e subindo ao 3º lugar. Sem vencer há dois jogos está o Milhazes, que desta vez empatou em casa por 2-2. Mesmo assim mantém o 4º lugar.

O Lijó folgou esta jornada e está na quinta posição.

Na próxima jornada o destaque vai para o Águas Santas – S. Martinho e Chorente – Sequeade.

A festa da Taça Cidade de Barcelos jogou-se neste último feriado de 01 de novembro, sendo que passaram à fase seguinte 10 equipas da primeira divisão e 5 da segunda.

Um fim de semana feliz, vos deseja o amigo Luís.

Por: Luís Gonçalves*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Semana desportiva perfeita!

Novembro 2, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, Barcelenses e malta espalhada pelo mundo!



Espero que a vossa última semana desportiva tenha corrido bem. A minha foi perfeita e por várias razões: o meu FCP ganhou duas vezes esta semana, o Gil venceu o Benfica B por 4 “Batatas” e o OCB foi vencer a Valença!

Comecemos pelo FCP. Foi uma grande vitória no Bessa e quem vê o resultado e não viu o jogo, pensa que foi um jogo tranquilo…nada disso! O Porto foi controlando o jogo mas não fez uma boa primeira parte! Fez, e bem, o 1º golo no início da segunda e aproveitou bem o risco que Jorge Simão decidiu correr para ampliar o score mais duas vezes!

Quanto ao jogo da Liga dos Campeões, foi um jogo em que o Porto teve uma atitude agressiva, organizada e uma alma tremenda!

Nestes dois jogos, o “Mar Azul” teve uma influência tremenda e o “Mar” continua a crescer! Espero que os nossos adeptos não fiquem demasiado eufóricos porque isto ainda vai no início! Estou feliz mas expectante! Venha o Belenenses!

Parabéns ao “Gilinho”! Grande vitória sobre o Benfica! Esta vitória tem duplo sabor especial! Domingo temos um grande jogo em Barcelos com a visita do Famalicão ao nosso estádio. É um jogo entre clubes históricos e que merecem estar na primeira divisão!

Parabéns ao OCB pelo bom início de campeonato!

Desejo-vos uma boa semana!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Leões de Fogo!

Novembro 2, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
José Costa

Antes de mais uma jornada da Liga dos Campeões, o Sporting lá conseguiu arrancar, com algum custo, uma vitória frente ao Rio Ave, pela margem mínima. E mais uma vez por Bas Dost e já nos minutos finais. E sobre este desafio pouco se pode dizer, a não ser que foi cumprido o objetivo de pontuar.



Frente à Juventus, em casa, os Leões deram boa conta do seu trabalho, sendo que, infelizmente, e depois de ter estado a ganhar quase todo o jogo, com um golo de Bruno César, deixou-se empatar próximo dos 90 minutos. Gelson, em especial, mas também Acuña, estiveram muito audazes, libertando-se com facilidade dos adversários e assustando muitas vezes a defesa italiana e obrigando Buffon a superar-se, ao contrário de Patrício, que nos primeiros 45 minutos praticamente não teve trabalho.

Veio a segunda parte e, apesar de Jorge Jesus ter posicionado muito bem a equipa, que ora atacava, ora defendia quase como um acordeão bem afinado, acabou por não resistir às investidas da equipa italiana e foi mais um “balde de água fria” protagonizado por Higuaín. Pode-se dizer que de vitórias morais está o Sporting servido! Voltou-se a repetir a sina dos jogos com o Barcelona, em casa, e a Juventus fora, em que apesar de ter jogado bem, o Sporting não gorou alcançar a vitória, nem tão pouco pontuar. Desta vez, tudo parecia caminhar para uma vitória, apesar de sofrida. Contudo, a verdade é que, perante uma “Vecchia Signora”, nada velha e muito lutadora, ficámos pelo empate a 1 golo e em lugar de 3 pontos, que estiveram tão perto de ser alcançados, e posicionavam o Sporting para a continuidade na Liga dos Campeões, ficou-se por um ponto, que não deixa definitivamente os Leões arredados de seguir nesta competição, dependendo, no entanto, de terceiros. Portanto, não está nada decidido, na melhor das hipóteses seguimos em frente, ou somos remetidos para a Liga Europa. Sendo que mesmo para estar presente na Liga Europa, o Sporting terá de fazer pela vida e, aí sim, depende apenas de si, bastando para isso vencer o Olympiacos, a 22 de novembro. Assim esperamos que possa suceder, para que a 5 de dezembro, em Barcelona, esteja em condições de realizar um bom jogo e, quem sabe, com algum desaire da Juventus ou mesmo do Barça, possamos sonhar na continuidade na Liga dos Campeões.

Na próxima jornada, para o campeonato – I Liga, teremos pela frente um Braga que não se quer distanciar dos lugares cimeiros, pelo que se espera um jogo muito disputado, pese embora em Alvalade e com a qualidade de jogo que o Sporting tem apresentado, sem duvida é favorito à conquista dos três pontos, para que desse modo, não deixe o F. C. Porto fugir e o Benfica mais próximo.

Noutra modalidade em que o Sporting tem tido bons desempenhos, o Futsal, e frente ao Modicus, os Leões alcançaram mais uma vitória por 4 – 1. Assim segue o Sporting, só com vitórias e lidera o campeonato isolado, reforçando, assim, a liderança da Liga Sport Zone.

O Gil Vicente, em casa frente ao Benfica B, esteve ao seu melhor nível, e garantiu cedo a festa da vitória, para alegria dos adeptos gilistas, alcançando um resultado expressivo de 4 – 0. Na próxima jornada, mais uma vez em casa, frente ao Famalicão esperamos tão bom desempenho como o que foi conseguido no sábado passado.

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

“Desbenficar”

Novembro 2, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Hugo Pinto

Esta semana, mais dois jogos do nosso Benfica. Uma vitória caseira, para nosso contentamento. Um jogo da Liga dos Campeões sem história. Mas com estória.


Para consumo doméstico, uma vitória sem muito o que dizer, pela margem mínima, frente a um Feirense que fez a sua parte, jogando o jogo pelo jogo. O tipo e intensidade de jogo continuam a não convencer. Sente-se a máquina desafinada. Sem mais história.
Já relativamente ao jogo para a Champions há algo mais a dizer. O Benfica tentou controlar o jogo, mostrando, amiúde, laivos de bom futebol. Mas continua sem grande jogo no último terço do terreno. E lá diz o povão, quem não marca sofre (como diria o saudoso José Estêbes). E o Benfica sofreu. E novamente com um monumental azar de Svilar. O miúdo até convence. Veja-se o escárnio dos adeptos nossos rivais. Se o miúdo não fosse bom, falavam tanto dele como falaram do Varela. Tem mesmo é de ir à bruxa.

Um aspeto que me chamou à atenção, e pelos vistos não foi só a mim, foi o tom dos comentadores RTP. Juro que, por momentos, julguei que fossem sócios do Man. Utd.! Ainda que me digam que sejam fãs de José Mourinho. Ainda que sejam desbenfiquistas. Mas o que vale pontos para os clubes portugueses são as vitórias dos mesmos. E contam para todos. Mesmo para os rivais. Por isso, me pareceu de muito mau tom o entusiasmo com que, subliminarmente, se regozijaram pela vitória do Man. Utd., algo que foi ficando patente nas entrelinhas ao longo dos comentários ao jogo. Lamentável! A RTP é serviço público. Não pode estar ao serviço de odiozinhos individuais.

Dá-me o 37. Viva o Benfica.

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

1 2 3 13
Ir Para Cima