Tag archive

Galiza

Peça de Teatro “O Gato” vai a palco em Balugães

Setembro 6, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora




No próximo dia 9 de setembro, pelas 21h30, o palco do auditório da Junta de Freguesia de Balugães recebe a peça de teatro “O Gato”, de Henrique Santana, levada a cena pelo grupo Forjães em Cena. Esta é uma iniciativa no âmbito do “Palco de Terra 2017”.

O “Palco de Terra” é um ciclo de teatro, organizado pelo Teatro de Balugas e pela Junta de Freguesia de Balugães, e está dividido em quatro partes, em que cada uma tem lugar numa estação do ano. A comédia do Forjães em Cena (Esposende) sobe ao palco para a edição de verão deste ano. A iniciativa resulta do intercâmbio entre o grupo de teatro de Balugães e as companhias convidadas, visando a promoção e a dinamização dos projetos teatrais na freguesia.

A entrada é livre e o ciclo continua durante o ano com mais grupos convidados, recebendo no outono o Teatro Popular de Carapeços, com a peça “República de Mulheres”, e encerrando em dezembro com o grupo de teatro mais antigo da Galiza, o Teatro de Airiños.

A entrada é livre mas limitada à lotação da sala.

Fonte e imagem: TB.

Finda a Festa das Cruzes 2017, Câmara faz o balanço

Maio 11, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em informação enviada para os órgãos de comunicação social, a Câmara Municipal de Barcelos salienta que a “Festa das Cruzes 2017 superou todas as expectativas”. “Foram 15 dias de animação, mais de 60 iniciativas que fizeram da Primeira Grande Romaria do Minho o polo de atração turística de excelência da região”.

Ainda de acordo com o Município, os espaços municipais abertos ao público tiveram uma das melhores médias dos últimos anos; houve overbooking na restauração em vários dias do evento; uma taxa de 95 a 100 % de ocupação hoteleira na cidade e arredores; forte highlight e full demand nos dias 1 e 3 de maio e o regresso em força dos visitantes galegos.




Mais pormenorizadamente, “para além da excelente taxa de ocupação, nomeadamente no período alto das festas de 29 de abril a 3 de maio, em que se registou na cidade overbooking, os edifícios municipais abertos ao público receberam, neste período, mais de 13500 visitantes”, com “vários circuitos de touring ao Norte a fazerem de Barcelos ponto de visita.”

O Município barcelense considera, ainda, que “em termos de restauração este terá sido um dos melhores anos da última década, a avaliar pela informação prestada pelas unidades de restauração, nomeadamente nos fins de semana, feriados, com enfoque para o período de 29 de abril a 3 de maio em que se registou overbooking na generalidade das refeições”.

A tradição também não deixou de “arrastar para a cidade milhares de visitantes, o que foi particularmente visível ao longo da tarde do dia 3 de maio, feriado municipal, dia dedicado ao Senhor do Bom Jesus da Cruz, na procissão da Invenção da Santa Cruz”. “Igual cenário registou-se na emblemática Batalha das Flores que contou com a maior participação de sempre, com 34 associações a embelezar as ruas da cidade, cerca de mil participantes e mais de mil sacos de flores. A alegria e a diversão foram imensas, ao longo de uma hora, em plena Avenida da Liberdade, na mais saudável de todas as batalhas.” Já “os tapetes de pétalas no Templo do Senhor da Cruz, inaugurados no dia 28 de abril, e que este ano retrataram o Senhor da Cruz, o Centenário das Aparições de Fátima e a visita do Papa Francisco a Portugal, foram um ponto de passagem obrigatório”.

DSC01832

Por fim, a comunicação camarária refere que “as rusgas, o Folclore de Rua, o Festival de Folclore, integrado pela primeira vez na programação, os Zés P’reiras, o fogo de artifício, o Bamos às Cruzes!, as bandas filarmónicas e os espetáculos musicais contribuíram grandemente para um evento de sucesso, não apenas para a região, mas também para a vizinha Galiza e para outros visitantes estrangeiros que por aqui passaram”.




Fonte: Município de Barcelos.

Academia Rosália Ferreira, de Barcelos, em destaque no “Stars Dance Galicia”

Abril 11, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado domingo, e pela primeira vez como associação, a Academia Rosália Ferreira apresentou um único grupo de 8 alunas, entre os 12 e os 14 anos, à competição “Stars Dance Galícia”, que decorreu na cidade de Lalín (Pontevedra – Galiza).

Depois de uma boa atuação dessas alunas, foi-lhes atribuído o 2º lugar, na categoria Contemporâneo, nível Teens, com a coreografia “Invocation”, atrás da “Artdance”, de Lamego, e à frente da “ARCA Dance Studio”, também de Barcelos.

IMG_20170411_104140_203

A Associação optou, uma vez que os custos se tornam muito elevados para poder frequentar workshops – que são de caráter obrigatório para se poder concorrer a certos prémios, assim como competir em várias categorias – por, este ano, as alunas competirem unicamente para a premiação de 1º, 2º ou 3º lugar da categoria a que se apresentavam.

IMG_20170411_103937_678

A professora Rosália Ferreira fez questão de se pronunciar, publicamente, através das redes sociais, sobre o desempenho das suas alunas, considerando a existência de falhas na atuação, pelas quais considera ter sido justamente penalizada, observando que o 2º lugar atribuído tinha sido realmente merecido.




Considera, também, de grande valor, referenciado como “o maior prémio”, o de as suas alunas terem a capacidade de reconhecerem as falhas para poderem corrigi-las e tornarem-se ainda mais fortes. Realça, ainda, nessa publicação, o comportamento e postura das suas alunas para com os restantes concorrentes, pela sua humildade e por honrarem os valores transmitidos, não só, pela professora, mas pela própria associação. Por fim, e como não poderia deixar de ser, a professora fez questão de felicitar as duas Escolas que obtiveram os 1º e 3º lugares nesta Categoria.

IMG_20170411_120815_210

A “Academia Rosália Ferreira – Núcleo Artístico e Cultural de Barcelos” tem desenvolvido o seu trabalho como associação desde junho de 2016, baseando-se no trabalho desenvolvido nos últimos 12 anos pela, então, ”Academia de Dança Rosália Ferreira Unip., Lda”, agora extinta.

Não é o início a um novo projecto mas, sim, a expansão dele, em contexto diferente, dando continuidade ao trabalho já feito até então. A diretora técnica e artística desta associação, Rosália Ferreira, é uma das principais professoras das turmas de ballet clássico e dança contemporânea. Ao longo dos seus anos de lecionação, trabalhou sempre apostando na qualidade técnica dos seus alunos, colhendo frutos desse trabalho, tendo-lhes dado continuidade profissional em Companhias Profissionais de Dança, no âmbito da interpretação, e em Escolas Superiores de Dança, no âmbito da formação pedagógica em via ensino ou criação.

received_1185069831616119

É, também, hábito seu, criar momentos desafiantes aos seus alunos, apresentando-os a competições, umas em Portugal e outras em Espanha, tendo, até a data, regressado sempre com diversos prémios.

 

Fonte e imagens: Academia Rosália Ferreira.

 




ARCA Dance Studio recebe prémio de melhor escola a concurso em Festival de Dança na Galiza

Abril 10, 2017 em Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado fim de semana, a “ARCA Dance Studio”, academia de dança da Associação Recreativa e Cultural de Arcozelo, participou, em Lalín – Galiza, num Festival de Dança.




No festival “Stars Dance Galicia”, a academia de dança apresentou a concurso sete coreografias, tendo todas elas sido premiadas.

Destacam-se os primeiros lugares, arrecadados pelas coreografias «Les Miserables», no nível Majors, «Little Divas» e «Moana» no nível Kids.

Já duas coreografias arrecadaram o segundo lugar: «Chocolate com Pimenta» e «Cats Thieves», também estas do nível Kids.

Por fim, alcançaram dois terceiros lugares, no escalão de Teens, as coreografias «This is My Style» e « Cansada».

arcaDe destacar, igualmente, os prémio de Melhor Escola do Nível Teens, que consagrou duas alunas com uma bolsa de estudo no Conservatório de Dança de Lisboa, uma das mais prestigiadas escolas de dança de Portugal; o Prémio de Melhor Grupo Major, para a coreografia «Les Miserables» e prémio de Melhor Coreógrafo para Daniel Costa, pela mesma coreografia, tendo ambos sido premiados com bolsas de formação em Bilbau, Espanha. Por fim, a “ARCA Dance Studio” conquistou, também, o Prémio de Melhor Bailarina, Patrícia Macedo, de 16 anos, não só pela prestação em palco, como pela excelente prestação nas aulas com os jurados. A referida bailarina ganhou uma bolsa de formação em Madrid, com um dos jurados, Alessio Natale, uma referência da Dança Moderna e Contemporânea em Espanha.

O “Stars Dance Galicia” é um concurso que se distingue pela valorização da vertente formativa, oferecendo bolsas e workshops, para que escolas, professores e alunos possam ter acesso a estudo e trabalho com os melhores profissionais. Além do mais, tem como objetivo juntar escolas de toda a Península Ibérica, promovendo a dança em todo o eixo do Atlântico e Norte de Portugal e Espanha.

17858020_1785569075092503_1703938483_n

Os bailarinos Barcelenses foram avaliados por um júri internacional constituído por: Alessio Natale e Clara Pérez Muñoz, professores e coreógrafos, uns dos mais prestigiados bailarinos de Espanha; Isabel Sabín, coreógrafa e professora de Dança na Corunha, reconhecida pelo seu trabalho na área da dança Jazz e Vanessa Freitas, bailarina e professora de Portugal, reconhecida pelo seu trabalho na área das Danças Urbanas.

arca-dance-studio

A “ARCA Dance Studio” segue em preparação para o mundial da dança, “Dance World Cup 2017”, que se realiza em Offenburg, Alemanha, no Verão deste ano, onde fará parte da comitiva que representará o que melhor se faz de dança, em Portugal, neste campeonato.

Fonte e imagens: ARCA.




Exposição em Espanha com artistas barcelenses

Abril 1, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora




Este sábado, no mercado municipal de Tomiño (Espanha), será inaugurada uma exposição coletiva luso-galaica sobre “Espantalhos” no Caminho de Inverno de Santiago de Compostela, originalmente, “Espantallos do vento no Camiño”, cujo curador é o espanhol Manuel Estevez. A exposição irá decorrer entre 01 e 30 de abril.

Na exposição participam os artistas barcelenses Madalena Macedo, Monteiro da Silva, António Miranda e Sandra Longras, entre mais portugueses, espanhóis e um cubano.

Barcelos é, desta forma, muito bem representada neste evento de pintura por terras da Galiza.




Ir Para Cima