Tag archive

Gil Vicente FC

Fogo-de-vistas!

Novembro 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
José Costa

Depois de uma jornada bem conseguida, a nível europeu e a nível nacional, eis que o Sporting tropeça e, quanto a mim, foi um grande trambolhão, face à aproximação do rival Benfica, agora a 1 ponto, e ao afastamento do F. C. Porto, seguro na liderança da Primeira Liga.



No que ao jogo frente ao S.C. de Braga diz respeito, com fraca nota artística coletiva, apesar do “Leão” ter mais posse de bola, pelo menos na primeira parte, começaram a surgir os casos de fraqueza física nas hostes leoninas, com Acuña a ceder aos 41 minutos.

Aos 66 minutos lá foi possível o adiantamento no marcador, mais uma vez por Bas Dost, que assim leva três jogos consecutivos a marcar. Bas Dost, que aos 77 minutos, também cedeu fisicamente. Pode-se dizer que o melhor em jogo foi o preparador físico do S. C. de Braga, em contraponto com o mesmo técnico do Sporting.

Adiante, o Sporting enrolou-se em si próprio e foi indo de mal a pior de tal modo que Dyego Sousa lançou um balde de água fria em Alvalade, aos 85 minutos, conseguindo o empate a 1. E para piorar este cenário, os adeptos sportinguistas gelaram por completo quando o Braga se adiantou no marcador (1 – 2) por Danilo, aos 89 minutos.

E já nos minutos finais, foi possível salvar a honra do convento, para lá do tempo regulamentar. E mesmo em cima do apito final, a outra arma secreta dos Leões, Bruno Fernandes, que carregou a equipa ao colo, apontou um penálti que assegurou um empate a 2-2.

Vejamos agora o que será possível fazer na próxima jornada, só a 26 de novembro, em casa do Paços de Ferreira.

Até lá, esta pausa no campeonato poderá permitir um reforço físico na equipa do Sporting, que se ressentiu do esforço continuado na Liga NOS e na Liga dos Campeões, onde nesta última competição, irá defrontar o Olympiacos, a 22 de novembro em casa, e esperemos que aí, já refeito, possa o Sporting alcançar um resultado positivo.

Na outra modalidade em que o Sporting se mantém invencível, mas com melhor desempenho, no Futsal, os Leões, frente ao Borinhosa, conseguiram uma vitória contundente por 4 – 1. Mantém-se o Sporting só com vitórias, firme na liderança da Liga Sport Zone.

O Gil Vicente, em casa frente ao Famalicão, também claudicou e deixou fugir três preciosos pontos, que teve na mão, acabando derrotado por 1 – 2. À semelhança do que sucedeu ao meu Sporting, o nosso Gil falhou, em parte, por falta de capacidade tática dos respetivos treinadores.

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Por mim, o campeonato acabava já!

Novembro 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, leitores!

Vamos, então, meter a “bola a rolar”!



O meu FCP venceu, mais uma vez e bem, o jogo frente ao Belenenses. Era um jogo perigoso porque não tivémos o devido descanso depois do exigente jogo da Liga dos Campeões. Não foi um super-jogo do Porto mas fez o suficiente para ganhar e controlar o jogo! Agora é aproveitar esta paragem para descansar e recuperar alguns jogadores, como é o caso do Marega e do Soares! Fiquei, também, muito satisfeito com a “escorregadela” do Sporting! Por mim, o campeonato acabava já!… (Risos)

Estas paragens de campeonato para jogos de “caca” da seleção “cortam-me a pica”! Por mim, bastava uma semana de descanso e já estou ansioso pelo jogo com o Desportivo das Aves.

Estou a achar interessante uma campanha do Benfica para condicionar o rendimento do Felipe! Certamente se esqueceram que têm no seu plantel o Eliseu, o Samaris e o Luisão…que até na sombra batem! Talvez seja uma estratégia para condicionar o jogo do Dragão e para desviar atenções do, para já, “fracasso” no Campeonato e Liga dos Campeões! A mim não me enganam…mas aos seus “fiéis” de certeza que sim!

Só mais uma coisa: o Svilar defendeu uma bola com a mão fora da área e viu apenas cartão amarelo! O que é que os “anti-Vítor Baía” dirão da decisão deste lance????!

Falando agora do Gil Vicente, que mais uma vez “marcou passo”, confesso que não estava à espera desta derrota! O nosso Gil teve muitas baixas mas pensei que o fator casa tivesse o seu peso! Reconheço que este Campeonato da Segunda Liga é exigente mas espero que o Gil comece a fazer melhor!

Boa semana para todos!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Gil Vicente perde em casa com o Famalicão

Novembro 5, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo disputado hoje, no Estádio Cidade de Barcelos, o Gil Vicente foi derrotado pelo “vizinho” FC Famalicão, por 1-2.



A equipa orientada por Jorge Casquilha alinhou de início com Rui Sacramento, Henrique Brito, Vítor Tormena, Rui Faria (Valdeir, 80’), Ricardinho, Miguel Abreu, Reko (André Fontes, 62’), Jonathan Rubio (João Pedro, 73’), Camara, James Igbekeme e Fall. No banco ficaram Júlio Neiva, Luís Tinoco, Tiger e Gabriel.

Já a equipa orientada por Dito alinhou com Gabriel Souza, José Pedro, Jorge Miguel, Joel Monteiro, Willian (Fred, 71’), João Mendes, Vítor Lima, João Faria, Feliz (Denner, 89’), Hocko e Rui Costa (Michael Thuíque, 84’). No banco ficaram Nuno Castro, Ângelo Meneses, Diogo Cunha e Jaime Poulson.

No campo da disciplina, Jonathan Rubio, dos da casa, foi admoestado com um cartão amarelo aos 69 minutos. Já da parte dos famalicenses, José Pedro (9’), Willian (44’) e Vítor Lima (51’) foram os “amarelados”. O jogo foi arbitrado por Gonçalo Martins (AF Vila Real), coadjuvado por Bruno Trindade e Ângelo Carneiro, sendo Duarte Oliveira o 4º árbitro.

Este foi um jogo equilibrado, com as estatísticas a comprovarem isso mesmo. Assim, a posse de bola foi de 50% para ambas as equipas, 7-8 em remates, 16-18 em faltas, 3-7 em cantos e 1-3 em cartões amarelos. Não houve expulsões.

O Gil Vicente saiu para o intervalo a vencer por 1-0, com um golo do nigeriano James Igbekeme mesmo a fechar, aos 45 minutos. No entanto, nos primeiros 20 minutos da 2ª parte, os comandados de Dito deram a volta ao marcador, com dois golos de Rui Costa, aos 56 e aos 66 minutos.

Após isso, os gilistas tentaram mudar o rumo das coisas, com Casquilha a trocar um defesa (Rui Faria) por um médio mais ofensivo (Valdeir), depois a trocar um médio (Rubio) por um avançado (João Pedro). Do outro lado, Dito tratava de “fechar a casa”, trocando um avançado (Willian) por um médio (Fred) e, já muito perto do fim, trocou um avançado (Feliz) por um defesa (Denner). A estratégia dos forasteiros resultou, com a equipa da casa a não conseguir, sequer, garantir um empate.

Semana desportiva perfeita!

Novembro 2, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, Barcelenses e malta espalhada pelo mundo!



Espero que a vossa última semana desportiva tenha corrido bem. A minha foi perfeita e por várias razões: o meu FCP ganhou duas vezes esta semana, o Gil venceu o Benfica B por 4 “Batatas” e o OCB foi vencer a Valença!

Comecemos pelo FCP. Foi uma grande vitória no Bessa e quem vê o resultado e não viu o jogo, pensa que foi um jogo tranquilo…nada disso! O Porto foi controlando o jogo mas não fez uma boa primeira parte! Fez, e bem, o 1º golo no início da segunda e aproveitou bem o risco que Jorge Simão decidiu correr para ampliar o score mais duas vezes!

Quanto ao jogo da Liga dos Campeões, foi um jogo em que o Porto teve uma atitude agressiva, organizada e uma alma tremenda!

Nestes dois jogos, o “Mar Azul” teve uma influência tremenda e o “Mar” continua a crescer! Espero que os nossos adeptos não fiquem demasiado eufóricos porque isto ainda vai no início! Estou feliz mas expectante! Venha o Belenenses!

Parabéns ao “Gilinho”! Grande vitória sobre o Benfica! Esta vitória tem duplo sabor especial! Domingo temos um grande jogo em Barcelos com a visita do Famalicão ao nosso estádio. É um jogo entre clubes históricos e que merecem estar na primeira divisão!

Parabéns ao OCB pelo bom início de campeonato!

Desejo-vos uma boa semana!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Leões de Fogo!

Novembro 2, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
José Costa

Antes de mais uma jornada da Liga dos Campeões, o Sporting lá conseguiu arrancar, com algum custo, uma vitória frente ao Rio Ave, pela margem mínima. E mais uma vez por Bas Dost e já nos minutos finais. E sobre este desafio pouco se pode dizer, a não ser que foi cumprido o objetivo de pontuar.



Frente à Juventus, em casa, os Leões deram boa conta do seu trabalho, sendo que, infelizmente, e depois de ter estado a ganhar quase todo o jogo, com um golo de Bruno César, deixou-se empatar próximo dos 90 minutos. Gelson, em especial, mas também Acuña, estiveram muito audazes, libertando-se com facilidade dos adversários e assustando muitas vezes a defesa italiana e obrigando Buffon a superar-se, ao contrário de Patrício, que nos primeiros 45 minutos praticamente não teve trabalho.

Veio a segunda parte e, apesar de Jorge Jesus ter posicionado muito bem a equipa, que ora atacava, ora defendia quase como um acordeão bem afinado, acabou por não resistir às investidas da equipa italiana e foi mais um “balde de água fria” protagonizado por Higuaín. Pode-se dizer que de vitórias morais está o Sporting servido! Voltou-se a repetir a sina dos jogos com o Barcelona, em casa, e a Juventus fora, em que apesar de ter jogado bem, o Sporting não gorou alcançar a vitória, nem tão pouco pontuar. Desta vez, tudo parecia caminhar para uma vitória, apesar de sofrida. Contudo, a verdade é que, perante uma “Vecchia Signora”, nada velha e muito lutadora, ficámos pelo empate a 1 golo e em lugar de 3 pontos, que estiveram tão perto de ser alcançados, e posicionavam o Sporting para a continuidade na Liga dos Campeões, ficou-se por um ponto, que não deixa definitivamente os Leões arredados de seguir nesta competição, dependendo, no entanto, de terceiros. Portanto, não está nada decidido, na melhor das hipóteses seguimos em frente, ou somos remetidos para a Liga Europa. Sendo que mesmo para estar presente na Liga Europa, o Sporting terá de fazer pela vida e, aí sim, depende apenas de si, bastando para isso vencer o Olympiacos, a 22 de novembro. Assim esperamos que possa suceder, para que a 5 de dezembro, em Barcelona, esteja em condições de realizar um bom jogo e, quem sabe, com algum desaire da Juventus ou mesmo do Barça, possamos sonhar na continuidade na Liga dos Campeões.

Na próxima jornada, para o campeonato – I Liga, teremos pela frente um Braga que não se quer distanciar dos lugares cimeiros, pelo que se espera um jogo muito disputado, pese embora em Alvalade e com a qualidade de jogo que o Sporting tem apresentado, sem duvida é favorito à conquista dos três pontos, para que desse modo, não deixe o F. C. Porto fugir e o Benfica mais próximo.

Noutra modalidade em que o Sporting tem tido bons desempenhos, o Futsal, e frente ao Modicus, os Leões alcançaram mais uma vitória por 4 – 1. Assim segue o Sporting, só com vitórias e lidera o campeonato isolado, reforçando, assim, a liderança da Liga Sport Zone.

O Gil Vicente, em casa frente ao Benfica B, esteve ao seu melhor nível, e garantiu cedo a festa da vitória, para alegria dos adeptos gilistas, alcançando um resultado expressivo de 4 – 0. Na próxima jornada, mais uma vez em casa, frente ao Famalicão esperamos tão bom desempenho como o que foi conseguido no sábado passado.

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Gil Vicente dá “chapa 4” ao Benfica B

Outubro 28, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Este sábado, dia 28 de outubro, pelas 11h15, o Gil Vicente recebeu e venceu o Benfica “B”, para a LEDMAN LigaPRO, por 4-0.



Os Barcelenses iniciaram a partida com todo o fulgor e logo aos 6 minutos Jonathan Rubio fez o primeiro para o Gil. Aos 13, James Igbekeme marca o 2-0 e aos 20 minutos Reko faz o 3-0 para a turma da casa.

Mesmo a ganhar por 3 golos de diferença, o Gil continuou sempre ambicioso e à procura de mais golos. Com um futebol dinâmico, “perfumado”, bastante atrativo, apoiado e apostando num bloco alto, com bastante pressão à saída de bola do Benfica.

O Gil dominava a seu belo prazer um Benfica “B” muito aquém das expectativas, que defraudou algumas centenas de adeptos, que se deslocaram ao Estádio Cidade de Barcelos com camisolas e cachecóis alusivos à turma Lisboeta.



O intervalo chegou e sentia-se a tranquilidade que os adeptos Barcelenses transpareciam.

Na segunda parte, o Benfica “B” entrou com mais vontade e a realizar uma pressão bastante alta, da qual resultou de uma clara ocasião de golo, com Zé Gomes a aparecer na cara do guardião gilista, com Rui Sacramento a responder com uma bela defesa.

Mas foi “sol de pouca dura”, porque o Gil rapidamente percebeu a forma de jogar do Benfica no segundo tempo e Casquilha ajustou a sua equipa e aos 51 minutos os Barcelenses criam a melhor oportunidade da segunda parte. James Igbekeme, de livre descaído sobre a direita do ataque gilista, atirou ao poste e, na recarga, Fall atirou por cima do travessão.

Aos 73 minutos, o Gil chegou ao 4-0, por intermédio de James Igbekeme, que bisou na partida, respondendo com “SIM” a um excelente cruzamento de Camara, vindo do lado direito do ataque gilista.

Já aos 86 minutos, Luiz Eduardo foi expulso por duplo amarelo, por falta cometida à entrada da área gilista. A falta originou livre para o Benfica “B”, com Matheus Leal a atirar ao poste da baliza de Rui Sacramento.

Final do Jogo: Gil Vicente 4 – Benfica “B” 0.

Constituição das equipas:

Gil Vicente: Rui Sacramento, Henrique, Luiz Eduardo, Vítor Tormena, Ricardinho, Reko (André Fontes, 72’), Miguel Abreu, Jonathan Rubio (João Pedro, 82’), Camara, James Igbekeme e Fall (Tiger, 78’). No banco ficaram Júlio Neiva, Rui Faria, Gonçalo Duarte e Valdeir.

Benfica “B”: Zlobin, Kalaica, Pedro Pereira, Willcock, Chrien (João Félix, 55’), Matheus Leal, Florentino Luís, Zé Gomes (Jota, 75’), Gedson, Heri (Alan Júnior, 69’) e Ferro. No banco ficaram Fábio Duarte, Lystcov, Pedro Amaral e Cele.

Na estatística do jogo, o Gil Vicente teve mais remates (9-5), menos posse de bola (45%-55%), o mesmo número de faltas (16-16), mais cantos (4-0), menos cartões amarelos (2-4, sendo os dois ao mesmo jogador) e mais vermelhos (1-0).

O jogo foi arbitrado por Bruno Paixão (AF Setúbal), coadjuvado por Rodrigo Pereira e Paulo Ramos, com o 4º árbitro a ser Leonardo Marques.

Por: Gonçalo Santos.

Que o FC Porto se foque no Boavista

Outubro 26, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores!

Espero que tenham tido uma boa semana!



O meu clube, depois de uma derrota na Liga dos Campeões , respondeu com meia-dúzia frente ao Paços! A nossa equipa, em casa, tem sido demolidora e uma máquina de fazer golos, com especial destaque para Marega! O ex-“Patinho Feio” tem sido um exemplo, quer na concretização, quer também na forma como defende!

A imprensa prefere dar mais destaque à condição de suplente de Iker Casillas do que à primeira posição do FCP. Se quiserem saber a minha opinião, Iker seria a minha opção para a baliza, mas não sei o que se passa, ou se realmente se passa algo ou se é apenas uma questão técnica!

Também não percebi bem o empate do Porto frente ao Leixões, até porque o 11 inicial do Porto tinha essa obrigação! Espero que este ano o meu clube vença também a Taça da Liga. Já festejei Ligas dos Campeões, Ligas Europa, etc. e queria saber o prazer de vencer uma Taça da Liga. Espero que o Porto agora descanse bem da Gala dos “Dragões de Ouro” e se foque no Boavista, que tem feito uma boa recuperação e que já venceu o SLB este ano. Por falar em SLB, espero que a revisão ao equipamento do VAR esteja a correr bem e que as costas do jogador do Aves, que foi empurrado por Jonas no lance do 3º golo, já estejam sem marcas!

Quero apenas deixar uma palavra de apreço a José Mourinho, que se tornou o mais recente “psicólogo” do SLB e que, pelas suas palavras, está também metido no negócio do Svilar!

É com alguma tristeza e apreensão que vejo o atual momento do Gil Vicente! Confesso que esperava que o “Gilinho” estivesse melhor classificado nesta altura, mas isto é como acaba e não como começa. Força, Gil!

Quero também desejar as maiores felicidades ao nosso OCB, que começou mais uma época com uma vitória sobre o Turquel e com a catedral bem composta!

Sou Portista…mas Amo Barcelos!

Até à próxima!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Leões na rota do título!

Outubro 26, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
José Costa

Depois de mais uma jornada da Liga dos Campeões, em que o Sporting deu mostras de bom desempenho que, só não se refletiu em resultados, esperamos que na próxima terça-feira, dia 31 de outubro, frente à Juventus, em Alvalade, seja possível alcançar uma vitória, que poderá ainda permitir a continuidade nesta competição e passagem à fase seguinte.



No campeonato – I Liga –, depois de jogos menos bem conseguidos e frente ao Desportivo de Chaves, uma equipa que não facilita, no passado domingo, dia 22 de outubro, o Sporting esteve ao seu melhor nível nesta temporada. Levar de vencida uma equipa que não deitou a toalha ao chão, não é tarefa fácil. Voltou o Sporting às vitórias e de que maneira, logo com um resultado tão expressivo de 5 – 1! É sem dúvida um bom augúrio para as competições que os Leões estão a disputar.

Mantém assim a perseguição ao líder FC Porto, com os dois pontos de atraso para os dragões e os três de vantagem sobre o Benfica.

Bas Dost afirma-se, mais uma vez, como um candidato a melhor marcador. Só neste desafio, à sua conta, foram 3 golos e Acuña marcou os outros 2, revelando-se também uma boa opção, na sua estreia como marcador de golos pelo Sporting. O golo de honra dos flavienses foi marcado por Davidson, já ao cair do pano.

Pode-se dizer que juntamente com Bas Dost e Acuña, Podence foi outro dos eleitos de Jorge Jesus com muito bom desempenho.

Amanhã (27 de outubro) espera-se mais um jogo difícil frente ao Rio Ave e num terreno sempre difícil para qualquer equipa que lá se desloque. Acreditamos que, jogando com a qualidade apresentada nos últimos desafios, alcançará mais uma vitória importante para se manter na disputa dos lugares cimeiros na I Liga.

Sem dúvida, nesta fase do campeonato, o Sporting e o Porto são as melhores equipas, segundo Jorge Jesus, e quem fala assim sabe o que diz.

O nosso Gil Vicente, infelizmente, anda arredado dos bons resultados, com mais uma derrota, frente ao Arouca, já perto do fim do tempo regulamentar, e ainda mais pelo facto de ter sido através de um autogolo de Ricardinho. Esperamos que no próximo sábado, frente ao Benfica B, em casa, seja possível festejar mais uma vitória, para alegria dos adeptos gilistas, que bem o merecem…pelo menos aqueles que jogo após jogo insistem em apoiar a sua equipa de modo incansável.

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

De volta às vitórias

Outubro 26, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Hugo Pinto

Finalmente, o nosso Glorioso regressa às vitórias. E, sobretudo, às boas exibições. Sou daqueles que quer sempre que o Benfica ganhe. Mas acima de tudo, gosto de ver bom futebol. Nada me aborrece mais do que uma enfadonha vitória por 1 golo. Apenas me consola o resultado. Acima de tudo, gosto de ver o Benfica a jogar “à Benfica”.



No último jogo, na visita “às Aves” tivemos um pouco de ambos: Golos e…bom(?) futebol. É certo que ainda não é aquele jogo de encher o olho. Mas, pelo menos, não aborrece. E há golos. Sobretudo há golos, que é disso que o futebol se faz. Aproveito para fazer um parêntesis contextual, para (re)afirmar que recuso as “novelas” em redor das “4 linhas”. Mails, Vídeo-árbitros, cartilhas, frutas, empresários da Guiné e meias de leite…Tudo isso me enoja. Não passam de formas de distrair os adeptos “doentes” do que é essencial: futebol jogado e golos. GOLOS.

Voltando ao jogo do Benfica. Exibição menos má, como dizia acima. Golos e vitória do Benfica. Está feita a festa. A partir daí, resta enaltecer o jogo “jeitosinho” de Diogo Gonçalves, que ganhou o penálti do primeiro golo. Rúben Dias soma e segue, provando que os minutos de jogo são fundamentais para o desenvolvimento do jogador…e que Luisão continua a ser um ótimo professor. Deus o conserve. Jonas. Aquela máquina. Mesmo quando está menos em jogo, nunca joga realmente mal. Classe, finesse e eficiência. Um senhor. Venha o Feirense.

O nosso Gil Vicente, que perdeu na última jornada, recebe este fim de semana o Benfica B, no Municipal de Barcelos. Excelente oportunidade para ir apoiar o clube da nossa cidade e ver alguns dos craques do “nosso grande amor”.

Viva o Benfica. Dá-me o 37!

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Gil Vicente perde em Arouca com autogolo aos 85 minutos

Outubro 22, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo realizado esta manhã, no Estádio Municipal de Arouca, o Gil Vicente perdeu frente à equipa local, por 1-0, com o golo a surgir nos últimos minutos do jogo, apontado na própria baliza por Ricardinho.



Em jogo arbitrado por Bruno Rebocho (AF Lisboa), coadjuvado por António Franco e Luís Diogo, sendo Miguel Libório o 4º árbitro, o Arouca alinhou com Bracali, João Amorim, Hugo Basto (Areias, INT), Nuno Coelho, Bruno Alves, Vítor Costa, André Santos (Ericson, 87’), Barnes Osei, Bukia (Bertaccini, 71’), Roberto e Deyvison. No banco da equipa orientada por Miguel Leal ficaram Igor Rocha, Nuno Valente, Palocevic e Vargas.

Já a equipa gilista, orientada por Jorge Casquilha, alinhou com Rui Sacramento, Ricardinho, Luiz Eduardo (André Fonte, 89’), Vítor Tormena, Henrique Brito, Reko, Miguel Abreu, Jonathan Rubio, Camara (João Pedro, 81’), James Igbekeme e Rui Miguel. No banco ficaram Júlio Neiva, Rui Faria, Gonçalo Duarte e Tiger.

Este jogo ficou marcado com a expulsão direta de Rui Miguel, do Gil Vicente, logo aos 15 minutos de jogo, sendo que Roberto, do Arouca, também recebeu ordem de expulsão direta, mas aos 55 minutos. Da parte dos Arouquenses Hugo Basto (15’), Barnes Osei (89’) e Deyvison (91’) receberam cartão amarelo. Do lado dos gilistas, Henrique Brito (81’) e Vítor Tormena (93’) foram os “contemplados” com a cartolina da mesma cor.

Nos dados do jogo, os da casa ficaram à frente dos barcelenses em todos os capítulos. Nos remates (13-6), na posse de bola (59%-41%), nas faltas cometidas (22-18), nos cantos (6-1), nos cartões amarelos (3-2), registando-se a igualdade nos vermelhos (1-1).

Para além da expulsão “madrugadora”, o Gil Vicente também teve problemas com as lesões, sendo que no banco estavam 6 jogadores, menos um dos que estavam no do Arouca. Isso pode ter limitado o trabalho da equipa técnica, levando a que apenas efetuasse duas substituições.

À entrada para os últimos 5 minutos, e quando muitos gilistas já pensavam num “saboroso” empate, eis que o Arouca marca, tendo o autogolo sido atribuído ao capitão gilista Ricardinho.

Com este resultado, o Gil Vicente desce para a 7ª posição, com 14 pontos em 10 jornadas.

Imagem: GVFC (alt.)

1 2 3 12
Ir Para Cima