Tag archive

Gil Vicente FC - page 30

Sorte de campeão

Abril 13, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
sportinguista
José Queirós

Futebol Clube do Porto e Benfica cumpriram com a sua obrigação, ao vencerem os seus jogos neste fim de semana! Se o Porto não teve dificuldades em vencer, já o Benfica, pressionado pela vitória dos rivais, acabou por vencer sem merecer! De facto, a exibição encarnada foi tão fraquinha que o resultado foi o melhor que lhe aconteceu! Sorte de campeão? Atenção que as restantes jornadas serão determinantes para o desfecho deste campeonato, e aqui incluo, com algumas reservas, o Sporting.

A exibição leonina frente ao Boavista foi altamente conseguida, atingindo, em determinadas fases do jogo, elevada “nota artística”, com reflexo no resultado final. Algumas notas deste jogo: o regresso de Adrien que se saúda; a titularidade do menino Podence, com grande exibição; a entrada de outro menino Francisco Geraldes e, finalmente, depois do poker, o hat-trick de Bas Dost, igualando Messi na lista dos melhores marcadores da Europa! Sem dúvida, bastante relevante.




O Gil Vicente provou que poderia, e deveria, ter lutado pelo título, ao vencer em Portimão, por 2-1, o mais que provável campeão da Segunda Liga.

Saudações leoninas!

Por: José Queirós*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Abril 13, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
benfiquista
Hugo Pombal Lopes

Para infortúnio daqueles que apreciam a bela modalidade que é o futebol, continuamos a ver, de forma infeliz, o lado mais triste daquelas que são as maiores instituições do futebol nacional. O futebol devia ser bem maior que as pessoas que o dirigem. No entanto, não é a capacidade tática, a gestão da posse de bola, as transições defensivas e ofensivas, a qualidade técnica dos jogadores, o apoio incondicional dos adeptos de cada equipa que são enaltecidos. Nos últimos meses, a voz que grita mais alto e que tem maior destaque em toda a comunicação que envolve o desporto é a de quem tiver o assunto mais patético, mais infantil, mais medíocre. É uma pena que se tenha que discutir este ou aquele cartão, esta ou aquela falta, quando, na verdade, todos os adeptos de todas as equipas intervenientes neste desporto hão-de ter o que dizer contra e a favor.




Sendo franco, e no que diz respeito ao meu clube – e tendo sido o caso mais falado -, sou totalmente a favor da suspensão do Samaris, após agressão. Foi inadmissível e tem que ser punido (quiçá, até ser iniciativa do clube). Não tem justificação, nem defesa possível. Agora, que triste é a reação daqueles que começaram a “salivar de raiva”, ainda o jogo não tinha acabado, quando ainda não havia tempo sequer de serem tomadas medidas. Gostava que houvesse mais ponderação e “razoabilidade” de quem se diz amante do futebol pois o futebol não é isto. O futebol é solidariedade, o futebol é saber ser humilde, o futebol é aquilo que os adeptos do Dortmund, e a própria comunicação do clube, fazem todas as semanas. Não entendo que seja esta a cara do futebol português, a cara do país que tem uma seleção campeã europeia. Temos que ser e fazer melhor!!!

Quanto ao jogo propriamente dito, tenho a dizer que não há muito que se lhe diga. Foi um jogo bastante apático do Benfica, e têm sido consecutivos os jogos em que demonstra indesculpáveis dificuldades em criar jogo e consequentes situações de perigo ou de golo claro. O golo surge de um lance de bola parada e não vi muito mais do que isso. Aliás, aproveito para perguntar se o Jonas se lesionou no aquecimento?! Uma vez que constava na ficha de jogo mas fui incapaz de o encontrar em campo.

Sublinho, contudo, que não podendo jogar bem, que continuemos a ganhar.




Mas permitam-me, no meio de tanta infelicidade, salientar o excelente percurso do Gil Vicente nos últimos tempos, que está num sólido 8º lugar mas que tem o 3º de forma perfeitamente palpável e atingível e se continuar o que tem vindo a fazer será uma posição mais que merecida.

Espero na próxima semana ter coisas bem mais positivas para escrever e que o Benfica vença, e mereça vencer, o Marítimo.

Boa semana a todos!

Cumprimentos.

Por: Hugo Pombal Lopes*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Até ao fim

Abril 6, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
sportinguista
José Queirós

Depois do interregno do campeonato devido aos compromissos das seleções, o jogo do clássico revestia-se de grande importância para as contas finais, no que ao título diz respeito.

Quer o Porto, quer o Benfica, vinham de um empate, e quem vencesse daria um passo importante para vencer a Liga. Mas o empate deixou tudo na mesma, prevendo-se uma luta renhida até ao fim!

Tudo na mesma não é bem assim, porque em duas jornadas o Sporting recuperou quatro pontos para os dois da frente! É certo que, mesmo assim, a distância ainda é considerável. Mas esta aproximação pode motivar os Leões para o resto do campeonato. O facto de Leões e Águias ainda terem que se defrontar, pode levar a acreditar que, pelo menos, o segundo lugar possa deixar de ser uma miragem e, quiçá. o primeiro! Uma coisa é certa, terá que ser um Sporting mais constante nas suas exibições se quiser vencer todos os jogos até ao final do campeonato!




Aquilo que se viu contra o Arouca foi um Leão multifacetado. Bem melhor na primeira parte e uma sombra do que pode, e vale, na segunda. Isto só se explica pela falta de motivação que a equipa sente pelo facto de não ter objetivo a cumprir. Se os da frente fizerem o favor de continuarem a perder mais uns pontinhos, pode ser que eles sejam os grandes motivadores da equipa leonina para o que resta deste campeonato.

O Gil Vicente venceu a Académica e mantém-se tranquilo na tabela classificativa. Hoje apetece-me perguntar aonde estaria o Gil se tivesse feito um início de campeonato ao nível da segunda volta?

Boa semana.

Saudações leoninas!

Por: José Queirós*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)




Março 23, 2017 em Atualidade, Desporto, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
vsapereira
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores!

Antes de opinar, quero desejar-vos uma ótima semana!

Reconheço a minha tristeza e frustração pelo resultado do meu FCP, depois de o nosso rival ter empatado em Paços de Ferreira. Foi perfeitamente normal a nossa euforia e confiança para o jogo em casa com o V. Setubal. Eu fui ao estádio, mais uma vez, e estávamos todos entusiasmados com a hipótese de irmos para a liderança antes do jogo da Luz. Éramos 50 mil pessoas, unidas a uma só voz, a apoiar o nosso clube! Só não estávamos a contar que a nossa equipa acusasse tamanha pressão, ansiedade e tensão. Não fizemos um jogo muito conseguido mas fizemos mais do que o suficiente para ganhar, pois foi um “fartote” de golos falhados! Depois do golo do empate, do Vitória, o tempo foi passando e a ansiedade cada vez mais bloqueava as ações dos nossos jogadores. Quem também me surpreendeu, pela negativa, foi, mais uma vez, Nuno ES, que preparou mal a equipa em termos psicológicos e, depois, a substituição de André Silva por Depoitre foi algo surreal, na minha opinião. O belga não tem jogado e queria que ele resolvesse em 5 minutos!

Destaco, pela negativa, o espetáculo dado pelo “palhaço” Bruno Varela, que passou o tempo no chão e o antijogo da restante equipa do Vitória. Eu sei que o prémio alheio era alto mas só queria ver futebol.

Tenho receio que tenhámos perdido o título neste jogo, pois, se perdermos na Luz, ficamos a 4 pontos e termina mais um sonho!

O Benfica, que andava a jogar sempre com tremideira, vai, na minha opinião, ganhar confiança com este desaire do Porto!

Era bom estar estas duas semanas em primeiro e preparar o jogo com confiança, onde um empate seria ouro.

De qualquer forma, estou grato à equipa do Paços de Ferreira.

Parabéns aos nossos adeptos, que foram incansáveis no apoio e inexcedíveis na paixão!

Falando do Gil Vicente, penso que a equipa barcelense estabilizou um pouco, depois das vitórias frente a Olhanense e Penafiel, ambas por 3-1.

Quero, também, desejar boa sorte às equipas barcelenses que participam nos campeonatos da AF Braga e, igualmente, dar os parabéns pela competitividade nos campeonatos populares do nosso concelho!

Abraços!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Bas Dost

Março 23, 2017 em Atualidade, Desporto, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
sportinguista
José Queirós

O Sporting foi o primeiro dos três grandes a entrar em cena e, naturalmente, venceu sem grandes dificuldades. Já os outros dois não demonstraram a sua superioridade perante dois adversários que se bateram muito bem! O Porto, que há mais de um ano não sabe o que é liderar, desperdiçou uma excelente oportunidade para chegar ao primeiro lugar…mas faltou-lhe capacidade emocional para gerir essa situação!

Voltando ao Sporting, que no meu caso, é o que mais interessa, apraz-me registar a elevação dos seus adeptos! Com efeito, só um clube de enorme dimensão é que tem nos seus jogos uma moldura humana sempre acima das quarenta mil pessoas! Gostaria de ver se os outros rivais teriam nos seus estádios mais de trinta mil se estivessem, nesta altura do campeonato, arredados do título. É impressionante o fervor clubístico destes adeptos, quer em Alvalade, quer no apoio fora de casa! Mas, afinal, o que os move para verem o seu clube jogar quando estão tão distantes do primeiro lugar? A resposta é simples: paixão pelo clube e também Bas Dost. O holandês está num excelente momento de forma e motivado com a possibilidade de ser “Bota de Ouro”, tornando-o num avançado temível, estando, neste momento, a apenas um golo de Messi! O avançado do Sporting promete um final de época interessante, mesmo sabendo que a concorrência é galática! Com seis golos nos últimos dois jogos, Bas Dost tem sido o autêntico abono de família dos “Leões”, e, se por um lado, é ótimo contar com um avançado desta categoria, por outro lado, depender tanto de um jogador é preocupante! Quem marca golos quando não estiver Bas Dost? Esta é uma questão para se resolver para a próxima época. Se ele é assim na época de estreia, o que poderá fazer na próxima época! Daqui se pode concluir que é preferível ir buscar poucos mas bons, ajudando a crescer os da “formatação”, do que muitos mas sem qualidade para entrar “de caras” na equipa!

Quem também está em grande é o Sporting B, que desde que saiu João de Deus tem somado vitórias atrás de vitórias, deixando os últimos lugares, estando já quase tranquilo na tabela classificativa.

Finalmente, o grande Gil Vicente foi a Olhão e não teve dificuldades para somar mais três pontos, sendo na segunda volta uma das melhores equipas do campeonato.

Saudações leoninas.

Por: José Queirós*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Março 23, 2017 em Atualidade, Desporto, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
benfiquista
Hugo Pombal Lopes

Viva!

Antes de mais, desejo uma boa semana a todos.

Felizmente, o campeonato parou e digo felizmente pelo facto de termos uma oportunidade para normalizar as emoções causadas pelo último fim de semana.

Tendo em conta que do jogo do Benfica em Paços há pouco a dizer, excetuando a insuficiência de capacidade criativa, gostaria de me debruçar sobre a temática muito esmiuçada intitulada “Bruno Varela”. Isto porque, apesar de já ter sido dito muita coisa, também pretendo opinar.

Acho de uma hipocrisia medonha as críticas ao guarda-redes do Setúbal e não quero, com isto, dizer que estou de acordo com atitudes de antijogo, bem pelo contrário. Ainda assim, sublinho, a diferença de realidades dos clubes designados como “grandes” e “pequenos”, e desta forma, qualquer clube, sendo eles Benfica, Porto, Sporting e/ou Braga têm obrigação de ganhar, independentemente da estratégia utilizada pelo adversário.

A propósito (e devemos saber aprender com toda a gente), um comentador da SportTv fez um reparo muito válido à interpretação do árbitro ao antijogo do Setúbal, denotando que o árbitro deu um amarelo ao guarda-redes ainda na primeira parte e todos sabemos que normalmente são só amarelados perto do minuto 90, e desta forma condicionou em muito o comportamento anti desportivo do jogador.

No entanto, nem tudo foram más notícias, sendo que, um jogador em contrato com o Benfica, marcou um golo importante pela equipa a que está cedido!

O Gil Vicente continua a mostrar a evolução da equipa, com mais um resultado convincente perante o Olhanense. O 11º lugar não é condizente com o futebol apresentado nos últimos jogos mas vai a tempo de melhorar até ao final da época.

Centremos, agora, forças nos jogos da selecção, onde somos todos adeptos do mesmo clube. Esperemos, também, que este compromisso a nível de seleções não comprometa os jogadores de Benfica e Porto, para estarem ambos na máxima força para o grande clássico!

Nunca o fiz e aproveito hoje para agradecer a todos os que perdem uns minutos a ler esta minha crónica e para a semana cá estamos novamente!

Cumprimentos.

Por: Hugo Pombal Lopes*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

 

Março 16, 2017 em Atualidade, Desporto, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
vsapereira
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores!

Antes de mais, quero desejar-vos um grande fim de semana a todos.

Falando de futebol, quero destacar os 4-0 do meu clube em Arouca. Uma exibição segura e eficaz, com um FCP seguro a defender, privilegiando a posse e circulação da bola, à procura dos espaços e com Soares, mais uma vez, a justificar a aposta do FCP!

Foi pena o resultado na Liga dos Campeões mas eu tinha a noção da dificuldade na eliminatória e contra 10 a grande parte dos dois jogos, dificultou ainda mais a nossa tarefa. Caímos de pé nesta prova que vencemos em 2004 e dignificando o futebol português. Muitos queriam que fôssemos goleados mas tiveram que “sentar o rabo no mocho”.

Quero endereçar uma palavra carinhosa aos nossos colegas adeptos que se deslocaram a Turim, fazendo um esforço incrível para apoiar a nossa equipa. Contamos com todos eles, e mais alguns, no próximo domingo, no Dragão, frente ao Setúbal. É imperial vencer este jogo para irmos para a Luz mais tranquilos.

Queria, também, desejar a maior sorte do mundo ao Paços de Ferreira.

Falando, apenas, um pouco do jogo na 2ª Circular, que aí vem, julgo que, com uma boa arbitragem, temos tudo para dar cabo deles.

O nosso Gil Vicente, depois de ter perdido em Braga, voltou a ganhar terreno na luta contra a despromoção, vencendo, com inteira justiça, o Penafiel por 3-1. Foi uma entrada forte neste jogo, já que aos 5 minutos já vencíamos por 2-0.

Parabéns, também, ao Óquei de Barcelos pela terceira presença consecutiva na final four da Taça CERS.

Até à próxima!

Por: Vítor Sá Pereira.

Goleadas

Março 16, 2017 em Atualidade, Desporto, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
sportinguista
José Queirós

Esta jornada ficou marcada pelas goleadas que Porto, Sporting e Benfica impuseram aos seus adversários, todas por quatro golos! A luta entre os dois primeiros promete e está para durar, pelo menos até ao confronto entre os dois na Luz.

O Sporting deslocou-se a Tondela e não teve grandes dificuldades para se impor desde o início da partida! Jorge Jesus, sem grandes soluções para o lugar de Adrien, acabou por surpreender, ao colocar Bryan Ruiz naquela posição, que, diga-se, não teve grandes dificuldades em desempenhar o seu papel, também porque o adversário não era muito exigente.

Quem também teve a sua oportunidade e soube aproveitá-la muito bem foi Podence, que esteve em bom plano. Mas o herói da noite acabou por ser o holandês Bas Dost, com o seu primeiro poker neste campeonato, e só não foi mais além porque não aproveitou o penalty nos descontos, que lhe daria cinco golos num só jogo, entrando para a história do clube! Este avançado “pegou de estaca” no onze e, sendo o melhor marcador do nosso campeonato, pode aspirar mais alto, porque neste momento está entre os melhores da Europa. Vamos ver o que vai fazer até final do campeonato. Se continuar com o “pé quente” tudo é possível.

Mais por cá, o Gil Vicente poderia ter feito um pouco mais, principalmente depois de estar a vencer por um golo, mas tal não foi possível e acabou por perder um jogo que nada fazia prever. Melhores dias virão!

Até para a semana.

Saudações leoninas.

Por: José Queirós.

Março 16, 2017 em Atualidade, Desporto, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
benfiquista
Hugo Pombal Lopes

Olá, a todos!

Tivemos um fim de semana bastante tranquilo, em que os grandes ganharam de forma expressiva e o Sporting também.

O Benfica entrou em campo, mais uma vez, pressionado pela vitória esclarecida do Porto mas não tremeu e fez uma exibição agradável e bem conseguida…à Benfica portanto!

Ainda assim, ressalvo e enalteço o futebol apresentado pelo Belenenses, que mostrou-se atrevido e se aquele remate do Miguel Rosa entra…

Individualizando a equipa do Benfica, pergunto-me se o André Almeida está autorizado a marcar golos ou não quis ser mal educado após assistência de um amigo de longa data.

O Mitroglou fez um excelente golo. Tem momentos em que parece estarmos a jogar com o Cardozo naquele jeito trapalhão. Felizmente, não passa de uma má impressão.

Também Jonas fez o gosto ao pé. É certo que advém de um fora de jogo não assinalado mas acredito ter sido consentido pelo árbitro assistente, uma vez que o Jonas fez por merecer aquele golo.

Portugal ficou sem equipas representadas na Europa. No entanto, diga-se, o Porto conseguiu evitar sair animicamente mal tratado, o que foi positivo.

A propósito, o Monaco fez um brilharete e afirmou que em futebol jogado é uma equipa tão capaz quanto as restantes 7 equipas que estão nos quartos de final.

O Gil Vicente, não estando bem colocado no campeonato, tem feito exibições interessantes e, apesar de ter perdido em Braga, fez mais um bom resultado contra o Penafiel.

Adivinha-se um fim de semana complicado e espero que o Benfica se mantenha na liderança até à receção ao Porto, onde se vai decidir o campeonato.

Um abraço e boa semana!

Por: Hugo Pombal Lopes.

Março 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
vsapereira
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores!

Bem-vindos ao meu espaço de opinião!

Em relação ao último fim de semana, ainda estou de barriga cheia, fruto de uma goleada das antigas do meu FCP ao frágil Nacional da Madeira. Fui ver o jogo ao Dragão e a única estratégia da equipa insular era ter 11 jogadores atrás da linha da bola, fechando os espaços em frente à àrea. Mas depois do golo do Óliver, nunca existiu um “plano b” do Nacional e o meu FCP passeou a sua classe, que até deu para um “bis” dos nossos atacantes e uma exibição de luxo do Brahimi (um dos mais virtuosos jogadores na Europa). Enalteço, também, a confiança e segurança com que a equipa joga, o ambiente no Dragão e, igualmente, o facto de sermos o melhor ataque, melhor defesa e a equipa com menos derrotas. Todos estes frutos têm de nos dar em breve a liderança!

Espero que em Arouca a equipa seja eficaz e que esteja apenas focada nos três pontos. Se der para jogar bem, OK, mas nesta altura o importante é ganhar! Seria vital ganharmos os dois jogos antes do clássico na Luz!

Na semana seguinte, o nosso clube joga em Turim, um jogo que pouco conta. No entanto, que faça um jogo digno e que faça o melhor resultado possível, já que outros adeptos vão esperar que sejamos goleados.

Quanto ao Feirense, foi pena o resultado e aquele lance em que o guarda-redes adversário procura a bola dentro da baliza e a bola ficou-lhe nos pés!

Falando do Sporting, espero que faça uma boa pré-época até jogar com o seu vizinho da 2ª Circular, para os cilindrar com toda a sua força!

O nosso Gil conseguiu mais um empate em casa frente ao Leixões, num jogo em que havia mais adeptos de Matosinhos do que de Barcelos! Muitos empates também são benéficos.

Parabéns pela vitória do OCB em Valongo, por 8-6, num jogo em que se deslocaram a Valongo cerca de 300 adeptos. Um registo maravilhoso!

Abraço para todos e obrigado pela atenção.

Por: Vítor Sá Pereira.

Ir Para Cima