Tag archive

Hóquei em Partins

Óquei de Barcelos eliminado da Taça de Portugal pelo Riba d’Ave

Abril 14, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo a contar para os oitavos de final da Taça de Portugal de Hóquei em Patins, o Óquei Clube de Barcelos (OCB) recebeu o Riba d’Ave, tendo perdido por 3-4.



Arbitrado por Carlos Correia e Rui Torres (AP Minho), as equipas alinharam da seguinte forma:

OCB – Ricardo Silva, Zé Pedro, João Almeida, Gonçalo Meira e Gonçalo Nunes (cinco inicial); André Almeida, Joca Guimarães, Hugo Costa, Rúben Sousa e Alvarinho (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

Riba d’Ave – Pedro Freitas, Tomás Pereira, Diogo Casanova, Diogo Seixas e Nuno Pereira (cinco inicial); Diogo Fernandes, Guilherme Ferreira, Hugo Azevedo, Daniel Pinheiro e Bruno Pinto (banco inicial); Horácio Ferreira (treinador).

Os visitantes entraram melhor no jogo. Nuno Pereira (6’) e Hugo Azevedo (16’) colocaram o Riba d’Ave na frente do marcador. Aos 17’, Rúben Sousa falhou um livre direto, assim como Hugo Azevedo, aos 24’, e, ao intervalo, o marcador assinalava 0-2 para os forasteiros.

Na segunda parte, o Riba d’Ave entra novamente melhor. Aos 2’, a penalizar o OCB pela 10ª falta, Nuno Pereira concretizou um livre direto. Nesse mesmo minuto, os visitantes também cometeram a 10ª falta, mas Gonçalo Nunes não marcou golo no livre direto. Aos 15’, Alvarinho foi admoestado com azul. Nuno Pereira, novamente, apontou o 0-4 no livre direto referente. Dois minutos depois, Zé Pedro iniciou a tentativa de “remontada”, fazendo o 1-4. No minuto seguinte, Diogo Seixas recebeu azul, mas Alvarinho não concretizou o livre direto. No entanto, aos 19’, Joca Guimarães fez o 2-4. No minuto que se seguiu, Gonçalo Nunes, fez o 3-4. Aos 22’, o OCB cometeu a 15ª falta, mas Nuno Pereira, desta vez, não concretizou o livre direto. O jogo estava impróprio para cardíacos. Aos 23’, foi a vez dos forasteiros fazerem as 15 faltas. No entanto, Rúben Sousa não conseguiu concretizar o respetivo livre, ficando o marcador inalterado, num 3-4 para o Riba d’Ave, ficando o OCB, dessa forma, fora da Taça de Portugal deste ano.

Foto: OCB.

Luís Querido de volta ao Óquei Clube de Barcelos

Abril 7, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Luís Querido, defesa/médio de 28 anos, natural de Barcelos, está de volta ao Óquei Clube de Barcelos (OCB), que representará a partir da próxima época.



O jogador, que passou por Liceo e Barcelona (Espanha), Porto Santo e Tigres, representou o OCB durante 5 épocas, saindo, depois, para os italianos do Amatori Lodi.

Agora, ao fim de duas temporadas em Itália, está de volta ao Campeonato português e ao clube da sua terra.

Em nota, a direção do OCB salienta que a “sua garra, a sua entrega e principalmente a sua vontade em voltar a vestir a camisola do ‘Maior de Portugal’ foi determinante para este regresso”.

Foto: DR.

Óquei de Barcelos derrotado em Oliveira de Azeméis

Março 31, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se ontem, ao final da tarde, mais uma partida a contar para a 22ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª divisão, opondo a UD Oliveirense ao Óquei Clube de Barcelos (OCB), com a vitória a sorrir aos da casa.



Com arbitragem de António Santos e Manuel Oliveira (AP Aveiro), as equipas alinharam da seguinte forma:

UD Oliveirense – Xavier Puigbi, Xavi Barroso, Marc Torra, Jordi Bargalló e Jorge Silva (cinco inicial); Domingos Pinho, Pedro Moreira, Pablo Cancela, Ricardo Barreiros e Emanuel García (banco inicial); Renato Garrido (treinador).

OCB – Ricardo Silva, Hugo Costa, Gonçalo Meira, Gonçalo Nunes e Rúben Sousa (cinco inicial); André Almeida, Zé Pedro, João Almeida, Joca Guimarães e Alvarinho (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

O OCB entrou melhor, com Gonçalo Nunes a abrir o marcador, logo aos 4’. No entanto, a equipa da casa deu a volta ao marcador em apenas cerca de 2 minutos. Barroso empatou, aos 10’, e Jorge Silva fez o 2-1, aos 11’. Pedro Moreira aumentou a vantagem aos 22’. Nesse mesmo minuto, Alvarinho foi admoestado com um azul, mas García não conseguiu converter o livre direto. No minuto seguinte, o mesmo Pedro Moreira marcou novamente, fechando o resultado ao intervalo: 4-1 para os da casa.

No reatamento, a Oliveirense fez o 5-1, por Torra, aos 5’. Aos 8’, Pedro Moreira recebeu azul, mas Rúben Sousa falhou o livre. Volvidos 10 minutos, Zé Pedro reduziu para 5-2. Seguiu-se um período “incrível” no que concerne à não concretização de lances de bola parada. Do lado da Oliveirense, Barreiros (19’) falhou grande penalidade e Torra (21’) falhou um livre direto. Do lado do OCB, falhou livre direto e grandes penalidades no espaço do 19º minuto. Entretanto, a pouco mais de 40 segundos do final Bargalló fez o 6-2, fechando o marcador em 6-2 para a Oliveirense.

O OCB mantém o 5º lugar e recebe o jogo grande da próxima jornada, defrontando o líder FC Porto. Antes, recebe o Riba d’Ave em jogo a contar para os oitavos de final da Taça de Portugal.

Foto: OCB.

Óquei de Barcelos empata com Sporting de Tomar

Março 24, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Clube anuncia renovações

Ontem, 23 de março, o Pavilhão Municipal de Barcelos recebeu a 21ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª Divisão de Hóquei em Patins, com o Óquei Clube de Barcelos (OCB) a receber o Sporting de Tomar, tendo dado empate.



Com arbitragem de Pedro Silva e Joaquim Pinto (AP Porto), as equipas alinharam da seguinte forma:

OCB – Ricardo Silva, Zé Pedro, Hugo Costa, Gonçalo Meira e Gonçalo Nunes (cinco inicial); André Almeida, João Almeida, Joca Guimarães, Rúben Sousa e Alvarinho (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

Sporting de Tomar – Diogo Alves, João Sardo, Ivo Silva, Guilherme Silva e Pedro Martins (cinco inicial); Carlos Silva, Manuel Neves, João Candeias, Hernâni Diniz e Xanoca (banco inicial); Nuno Lopes (treinador).

Os forasteiros entraram melhor, com Guilherme Silva a abrir o marcador, aos 7 minutos. Foi preciso esperar até aos 23 minutos para Rúben Sousa restabelecer o empate, com que se recolheu aos balneários.

Na segunda parte, foi o OCB a entrar melhor. Ainda não tinha passado 1 minuto e já Rúben Sousa bisava. Aos 4’, os visitantes chegaram à 10ª falta. Rúben Sousa – a figura do jogo pelo OCB – foi chamado a marcar o livre direto e não falhou, colocando os da casa a vencer por 3-1. Aos 7’, Gonçalo Nunes falhou uma penalidade e, no minuto seguinte, João Candeias reduziu para 3-2. Guilherme Silva – a figura do jogo pelos visitantes –, aos 11’, igualou o jogo ao apontar uma grande penalidade. O mesmo jogador recolocou os forasteiros na frente do marcador a apenas 3’ do final da partida. No entanto, no minuto seguinte, Hugo Costa colocou mais justiça no marcador, ao apontar o golo do empate, a 4 golos, com que se fechou a partida.

O OCB mantém o 5º lugar. Na próxima jornada, desloca-se à difícil quadra da UD Oliveirense.

Renovações anunciadas

O clube barcelense anunciou as renovações do treinador Paulo Pereira, do adjunto Hugo Silva e do lendário guarda-redes Ricardo Silva.

Foto: OCB.

Óquei de Barcelos com derrota “apertada” frente ao Benfica

Março 17, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Grande jogo de hóquei em patins no Pavilhão do FC Alverca, a contar para a 20ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª divisão, que colocou frente a frente o SL Benfica e o Óquei Clube de Barcelos (OCB).



Sob arbitragem de Ricardo Leão e Miguel Guilherme (AP Lisboa), as equipas alinharem da seguinte forma:

SL Benfica – Pedro Henriques, Valter Neves, Albert Casanovas, Diogo Rafael e Jordi Adroher (cinco inicial); Marco Barros, Carlos Nicolia, Lucas Ordoñez, Miguel Rocha e Miguel Vieira (banco inicial); Alejandro Domínguez (treinador).

OCB – Ricardo Silva, Zé Pedro, Gonçalo Meira, Gonçalo Nunes e Rúben Sousa (cinco inicial); André Almeida, João Almeida, Joca Guimarães, Hugo Costa e Alvarinho (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

O jogo começou bem para os barcelenses, apesar de logo aos 3’, o seu guardião ter defendido uma grande penalidade. Mas aos 14’, Gonçalo Nunes abriu o marcador para o OCB. A vantagem durou 3 minutos, quando Ordoñez empatou a partida, a 1 golo, resultado com que se chegou ao intervalo.

Na segunda parte, entra melhor, novamente, o OCB, com o mesmo Gonçalo Nunes a bisar na partida, aos 10’. No minuto seguinte, grande penalidade a favor dos benfiquistas e, desta vez, Nicolia não falhou, empatando a 2. Aos 17’, Diogo Rafael coloca o SL Benfica a vencer por 3-2. A 1 minuto do fim, Nicolia fez o 4-2. O último minuto foi mesmo frenético. Após o 4º golo dos da casa, estes fizeram a 10ª falta. Chamado a marcar o livre direto, Alvarinho não conseguiu desfeitear Pedro Henriques. Logo de seguida, novo livre direto. Rúben Sousa não marca, mas Joca Guimarães, na recarga, não perdoa e reduz para 4-3. A cerca de 2 segundos do final da partida, Alvarinho leva azul, mas Ricardo Silva não deixa Nicolia concretizar o livre direto. Desta forma, o marcador final apontou a vitória de 4-3 para o SL Benfica.

A jornada que se segue traz um Óquei de Barcelos – Sporting de Tomar.

Óquei de Barcelos elimina Cambra e segue em frente na Taça

Março 9, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Óquei Clube de Barcelos (OCB) disputou, hoje, os dezasseis avos de final da Taça de Portugal de Hóquei em Patins, tendo defrontado o HA Cambra, no recinto deste.



Sob arbitragem de Manuel Fernandes (AP Porto), as equipas alinharam da seguinte forma:

HA Cambra – Ricardo Pereira, Alfredo Nogueira, Nuno Maia, Pedro Nuno Lopes e Gil Vicente (cinco inicial); David Nogueira, Dani Bastos, Tiago Tavares, Tiago Pinho e Miguel Oliveira (banco inicial); Fernando Almeida (treinador).

OCB – Ricardo Silva, Zé Pedro, Gonçalo Meira, Gonçalo Nunes e Alvarinho (cinco inicial); André Almeida, Joca Guimarães, Hugo Costa e Rúben Sousa (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

Foi uma primeira parte sem muitas incidências, saindo o OCB a vencer, por 0-1, com golo de Rúben Sousa aos 16 minutos.

A segunda parte foi mais “mexida, com os barcelenses a marcarem mais 3 golos de seguida e sem resposta. Rúben Sousa bisa aos 3’; Alvarinho faz o 0-3, aos 15’; e o mesmo jogador também bisa, fazendo o 0-4 aos 17’, na sequência de um livre direto a penalizar os da casa pela 10ª falta. A pouco mais de 30 segundos do final do jogo, Dani Bastos apontou o tento de honra, também num livre direto a penalizar os visitantes pela sua 10ª falta.

Resultado final: HA Cambra 1 – OCB 4. Apurada a equipa de Barcelos.

Foto: DR/OCB.

Óquei de Barcelos derrota Paço de Arcos

Março 3, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo para a 19ª jornada, o Óquei Clube de Barcelos (OCB) recebeu o Paço de Arcos, com a vitória a sorrir para os da casa.



Sob arbitragem de Manuel Oliveira e António Santos (AP Leiria), as equipas alinharam da seguinte forma:

OCB – Ricardo Silva, Gonçalo Meira, Gonçalo Nunes, Rúben Sousa e Alvarinho (banco inicial); André Almeida, Zé Pedro, Joca Guimarães e Hugo Costa (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

Paço de Arcos – Diogo Rodrigues, Tiago Gouveia, Tomás Moreira, Rafa e Pedro Vaz (cinco inicial); Danny Machial, Paulinho, Bruno Frade, Diogo Silva e Filipe Fernandes (banco inicial); Luís Duarte.

O OCB entrou a perder. Começou por falhar uma penalidade, por Gonçalo Nunes, logo aos 2’. Três minutos depois, Rafa abriu o marcador para os forasteiros. Aos 9’, na recarga de um livre direto, Rúben Sousa estabeleceu a igualdade. Ricardo Silva ainda defendeu uma grande penalidade, aos 23’. Ao intervalo: 1-1.

Desta vez, no reatamento, quem entrou melhor foram os da casa, com Rúben Sousa a bisar, aos 8’. Aos 14’, o OCB chega à 10ª falta, mas Tomás Moreira não conseguiu desfeitear o guardião da casa. Aos 17’, este mesmo jogador foi admoestado com azul. No livre direto correspondente, Alvarinho não falhou e fez o 3-1. Rafa recebeu novo azul, mas Alvarinho, desta feita, não conseguiu marcar golo no livre, a menos de 40’’ do final. Resultado final: OCB 3 – Paço de Arcos 1.

Com este resultado, o OCB mantém-se no 5º lugar. Na jornada que se segue, o OCB tem uma deslocação difícil a Lisboa, para defrontar o SL Benfica, que se encontra na 4ª posição. Antes disso, a 9 de março, desloca-se ao recinto do HA Cambra, em jogo a contar para a 16 avos de final da Taça de Portugal.

Foto: OCB.

Óquei de Barcelos empata em Viana do Castelo

Fevereiro 24, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A 18ª jornada trouxe o sempre aliciante Juventude de Viana vs. Óquei Clube de Barcelos (OCB), com o Pavilhão de Monserrate a ver o jogo terminar empatado a 4 golos.



O jogo foi arbitrado por Paulo Carvalho (AP Leiria) e Teófilo Casimiro (AP Ribatejo) com as equipas a alinharem da seguinte forma:

Juventude de Viana – Jorge Correia, Rémi Herman, Francisco Silva, Gonçalo Suissas e Nélson Pereira (cinco inicial); Bruno Guia, Gustavo Lima, Arnau Xaus, Nuno Santos e Luís Viana (banco inicial); André Azevedo (Treinador).

OCB – Ricardo Silva, Zé Pedro, Joca Guimarães, Hugo Costa e Gonçalo Meira (cinco inicial); André Almeida, João Almeida, Gonçalo Nunes, Rúben Sousa e Alvarinho (banco inicial); Paulo Pereira (Treinador).

O OCB entrou melhor, com Gonçalo Meira a abrir o marcador aos 4 minutos. Passados 3 minutos, Ricardo Silva defendeu um livre direto de Francisco Silva. Aos 14’, Gustavo Lima empatou o jogo. Cerca de 5 minutos depois, Rúben Sousa foi admoestado com um azul, mas Luís Viana falhou o livre direto. No entanto, ainda no mesmo minuto, em situação de power play, Francisco Silva coloca a equipa da casa à frente do marcador. No minuto seguinte, Luís Viana ampliou a vantagem para 3-1. Ainda antes do intervalo, aos 24’, Alvarinho reduziu para 3-2, com que se terminou a 1ª parte.

No reatamento, o OCB é, novamente, a primeira equipa a marcar, por Hugo Costa, que empatou o jogo aos 5’. Cinco minutos depois, a Juventude de Viana chegou à 10ª falta, com Rúben Sousa a apontar o livre e a recolocar o OCB à frente do marcador. Aos 14’, Herman não conseguiu desfeitear Ricardo Silva na marcação de uma grande penalidade. No entanto, no mesmo minuto, o veterano Luís Viana recolocou o empate no marcador. Aos 23’, a equipa da casa chegou à 15ª falta, mas Rúben Sousa, desta vez, não conseguiu concretizar o livre. No minuto seguinte, é a vez do OCB chegar à 10ª, mas Francisco Silva também não concretizou. Cerca de 18’’ depois, Alvarinho recebe o azul e Luís Viana falha novo livre. No final, João Almeida e o mecânico Luís Salgueiro foram admoestados com vermelho.

Com a equipa barcelense a manter o 5º lugar, o OCB defronta, na próxima jornada, o Paço de Arcos, no Pavilhão Municipal de Barcelos, dia 2 de março, pelas 21h30.

Foto: DR/AJV.

Óquei de Barcelos empata com Oeiras em casa

Fevereiro 17, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo da 17ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª Divisão, o Óquei Clube de Barcelos (OCB) recebeu, ontem, a AD Oeiras, tendo o jogo terminado empatado.



Sob arbitragem de Florindo Cardoso (AP Minho) e José Manuel Pereira (AP Porto), as equipas alinharam da seguinte forma:

OCB – Ricardo Silva, Zé Pedro, João Almeida, Gonçalo Nunes e Alvarinho (cinco inicial); André Almeida, Joca Guimarães, Hugo Costa, Gonçalo Meira e Rúben Sousa (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

AD Oeiras – Tony Mendonça, Mathías Arnáez, Miguel Sardinha, Tato Ferruccio e Ezequiel Mena (cinco inicial); Bernardo Salvador, Gonçalo Conceição, Tiago Nogueira, Diogo Alves e Joka (banco inicial); Miguel Dantas (treinador).

A primeira parte foi inteiramente dominada pelo OCB, com o resultado a ditar isso mesmo: 3-0 para os da casa. Zé Pedro (11’), Alvarinho (21’, através de livre direto a penalizar os visitantes pela 10ª falta) e Rúben Sousa (22’) foram os autores dos golos. Pelo meio, Joka (18’) ainda falhou um livre direto a penalizar o OCB pela 10ª falta.

A segunda parte trouxe a surpresa. Aos 43 segundos, Ferruccio levou um azul, mas Alvarinho falhou o livre direto. Quando a situação de power play (Oeiras com menos um jogador) estava a terminar, a cerca de 4 segundos, Gonçalo Meira apontou o 4-0 para os da casa.

Parecia tudo encaminhado para a vitória, mas o jogo acabou por virar. Aos 13’, Gonçalo Conceição reduziu para 4-1; Joka, aos 17’, falhou uma penalidade; nesse mesmo minuto, Arnáez fez o 4-2. Aos 20’, Joca Guimarães e Rúben Sousa levou azul, mas Ferruccio não concretizou o livre correspondente. Gonçalo Conceição, em power play, bisou e reduziu para 4-3. Aos 24’, o Oeiras chegou à 15ª falta, mas Alvarinho falhou o livre. Faltava cerca de 1 minuto para o final da partida. No entanto, a 5 segundos do final do jogo, veio a polémica, com o OCB a reagir com duras palavras, inclusivamente, nas redes sociais. Assinalada a 15ª falta aos da casa, Arnáez foi chamado a marcar o livre direto, tendo desfeiteado Ricardo Silva e apontando o golo da igualdade, com que acabou o jogo: 4-4.

O OCB manteve o 5º lugar e na próxima jornada desloca-se ao recinto da Juventude de Viana.

Foto: OCB.

Óquei de Barcelos traz vitória de Turquel

Fevereiro 10, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A 16ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª Divisão de Hóquei em Patins trouxe uma deslocação do Óquei Clube de Barcelos (OCB) ao recinto do Turquel.

Sob arbitragem de José Pinto e Porfírio Fernandes (AP Porto), as equipas alinharam da seguinte forma:



Turquel – Diogo Almeida, André Moreira, Luís Silva, André Pimenta e João Souto (cinco inicial); Samuel Santos, Daniel Matias, Vasco Luís, Tiago Mateus e Zé Costa (banco inicial); João Simões (treinador).

OCB – Ricardo Silva, Zé Pedro, João Almeida, Gonçalo Nunes e Alvarinho (cinco inicial); André Almeida, Joca Guimarães, Hugo Costa, Gonçalo Meira e Rúben Sousa (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

A equipa da casa até iniciou melhor, com João Souto a marcar o primeiro golo aos 3 minutos. Mas o OCB não se deixou abater, apontando 3 golos de uma assentada: Zé Pedro (4’) empatou, Alvarinho (6’) colocou os barcelenses na frente do marcador e Rúben Sousa (17’) colocou a vantagem em dois golos. Pelo meio, este último ainda foi admoestado com um azul, sendo que João Souto não concretizou o livre direto. Aos 20’, Vasco Luís falhou uma grande penalidade, mas André Moreira (21’) reduziu a diferença, com que se chegou ao intervalo: 2-3 para o OCB.

No reatamento, Alvarinho bisou e recolocou a diferença em 2 golos, aos 4’. João Souto bisou igualmente, colocando o marcador em 3-4, aos 8’, na marcação do livre direto correspondente à 10ª falta do OCB. Dois minutos depois, Tiago Mateus recebe azul, mas Alvarinho falha o livre. Aos 11’, Gonçalo Meira apontou o 3-5. Onze minutos depois, num livre direto a penalizar os da casa pela 10ª falta, Rúben Sousa fez o 3-6. A menos de 30 segundos do final, João Almeida estabeleceu o resultado final em 3-7. Ainda antes do apito final, a equipa da casa teve a chance de reduzir, num livre direto a penalizar o OCB pela 15ª falta, mas Souto não conseguiu desfeitear o guardião barcelense.

Com este resultado, o OCB mantém a 5ª posição, agora a 2 pontos do 4º classificado, o SL Benfica. Na próxima jornada, recebe o Oeiras.

Foto: HCT (alterada).

Ir Para Cima