Tag archive

Hóquei em Partins

Óquei de Barcelos entra a vencer no campeonato

Outubro 12, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Ferruccio e Alvarinho em destaque com dois golos cada um

Disputou-se a primeira jornada do Campeonato Nacional da 1ª divisão, com o Óquei Clube de Barcelos (OCB) a deslocar-se ao Pavilhão do HC de Turquel, para defrontar os locais, tendo vencido por 2-5.



Sob arbitragem de Miguel Guilherme e Ricardo Leão (AP Lisboa), as equipas alinharam da seguinte forma:

HC Turquel – Diogo Almeida, André Moreira, Vasco Luís, André Pimenta e Zé Costa (cinco inicial); Gonçalo Duarte, João Lomba, Xavi, Tiago Mateus e Daniel Passos (banco inicial); João Simões (treinador).

OCB – Ricardo Silva, Ezequiel Mena, Luís Querido, Gonçalo Nunes e Franco Ferruccio (cinco inicial); Joka, Zé Pedro, Gonçalo Meira, Miguel Rocha e Alvarinho (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

O OCB chegou ao intervalo a vencer por 0-2, com golos de Franco Ferruccio (6’ e 24’). O Turquel reentrou melhor e restabeleceu a igualdade, com golos de André Moreira (4’) e Zé Costa (8’). No entanto, os barcelenses mantiveram-se no jogo, procurando voltar para a condição de vencedores. Foi, então, a vez de Alvarinho aparecer e bisar, tal como Ferruccio, aos 13’ e 17’. Gonçalo Nunes fechou o marcador, aos 23’.

Na próxima jornada, o OCB recebe o Riba d’Ave.

Óquei de Barcelos goleia Marinhense por 9-4

Maio 19, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Disputou-se ontem, no Pavilhão Municipal de Barcelos, mais um jogo a contar para o campeonato da 1ª divisão de hóquei em patins, mais concretamente, para a 25ª jornada.



Sob arbitragem de Paulo Almeida (AP Aveiro) e Sílvia Coelho (AP Porto), as equipas alinharam da seguinte forma:

OCB – Ricardo Silva, João Almeida, Gonçalo Meira, Gonçalo Nunes e Alvarinho (cinco inicial); André Almeida, Zé Pedro, Joca Guimarães, Hugo Costa e Rúben Sousa (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

Marinhense – Nuno Peça, Gonçalo Domingues, Nico Carmona, Filipe Almeida e Filipe Vaz (cinco inicial); Marco Gaspar, Dário Santo, Pedro Coelho e David Costa (banco inicial); Nuno Domingues (treinador).

Os visitantes entraram muito melhor, com Filipe Vaz a marcar logo 46 segundos de jogo. No entanto, a resposta do OCB foi “avassaladora”, com Gonçalo Nunes (4’), Gonçalo Meira (6’), Alvarinho (14’) e Joca Guimarães (23’) a colocarem a equipa da casa a vencer por 4-1, resultado com que se chegou ao intervalo.

Depois do intervalo, foi a vez dos forasteiros entrarem “avassaladores”, com Pedro Coelho, logo aos 15 segundos, Filipe Almeida (6’) e David Costa (9’) a restabelecerem o empate a 4. Entretanto, novamente, o OCB respondeu “avassaladoramente”, com Alvarinho (12’), Gonçalo Nunes (13’ e 19’), Gonçalo Meira (14’), Alvarinho (15’) a colocarem o resultado nos finais 9-4. Pelo meio, Gonçalo Nunes (19’) ainda falhou um penalti para os da casa. Já os visitantes falharam um livre direto (10ª falta dos barcelenses), por Pedro Coelho (21’) e uma grande penalidade, por David Costa (24’), defendida por André Almeida, que já estava em ringue, substituindo Ricardo Silva. Resultado final: 9-4 para o OCB.

Na última jornada os barcelenses deslocam-se a Lisboa para defrontar o Sporting CP.

Foto: OCB.

Óquei de Barcelos vence em Braga e garante 5º lugar

Maio 12, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se, ontem, mais um jogo a contar para o Campeonato Nacional da 1ª Divisão de Hóquei em Patins, opondo o Hóquei de Braga ao Óquei Clube de Barcelos (OCB).



A contar para a 24ª jornada, e arbitrado por José Pinto (AP Porto) e Florindo Cardoso (AP Minho), o jogo contou com as seguintes equipas:

Hóquei de Braga – Conti Acevedo, António Trabulo, Ângelo Fernandes, Carlos Loureiro e Pedro Delgado (cinco inicial); Gabriel Costa, Juanjo López, Pedro Silva, Afonso Lima e Tomás Castanheira (banco inicial); Rui Neto (treinador).

OCB – Ricardo Silva, João Almeida, Gonçalo Meira, Gonçalo Nunes e Alvarinho (cinco inicial); André Almeida, Zé Pedro, Joca Guimarães, Hugo Costa e Rúben Sousa (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

O jogo começou morno. Aos 10’, Pedro Delgado foi admoestado com um azul, mas Alvarinho falhou o correspondente cartão azul. No enranto, 2 minutos depois, o mesmo jogador redimiu-se e apontou o primeiro golo do jogo. Rúben Sousa, aos 15’, falhou novo livre direto. Ângelo Fernandes falhou uma grande penalidade, aos 18’, para os da casa. Aos 21’, Alvarinho bisou, num livre direto, e fechou o resultado da 1ª parte, com 0-2 para o OCB.

Aos 5’ da 2ª parte, o OCB chegou à 10ª falta, mas Afonso Lima não marcou para os locais. O jogo acelerou, assim como as faltas do OCB, que aos 19’ atingiu a 15ª. Desta feita, António Trabulo não falhou e reduziu para 1-2. Aos 22’ foi a vez de Alvarinho tentar nova concretização em livre direto, mas falhou. Finalmente, já dentro do 24º minuto, Joca Guimarães apontou o golo da tranquilidade, fechando o marcador em 1-3 para o OCB.

Na próxima jornada, o OCB recebe o Marinhense.

Foto: OCB.

Óquei de Barcelos contrata internacional argentino Ezequiel Mena

Maio 4, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Segunda contratação para a próxima época depois de Luís Querido

Depois de garantir o regresso de Luís Querido, que ainda joga no Lodi, o Óquei Clube de Barcelos (OCB) continua a preparar a próxima época, contratando, desta feita, o argentino Ezequiel Mena.



O internacional argentino (5 internacionalizações e 2 golos pela seleção principal) joga no Oeiras, onde chegou, vindo o UVT (Argentina), clube que vinha representando na sua terra natal, com uma passagem pelo Sport, do Brasil.

Ezequiel Mena, de 20 anos, assina um contrato de 2 épocas com mais uma de opção.

Foto: DR (alterada).

Óquei de Barcelos derrotado pelo FC Porto por 3-7

Abril 27, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A contar para a 23ª jornada da 1ª divisão do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins, o Óquei Clube de Barcelos (OCB) recebeu, hoje, o FC Porto tendo saído derrotado por 3-7.



Sob arbitragem de Orlando Panza e Sílvia Coelho (AP Porto), as equipas alinharam da seguinte forma:

OCB – Ricardo Silva, Zé Pedro, João Almeida, Hugo Costa e Gonçalo Nunes (cinco inicial); André Almeida, Joca Guimarães, Gonçalo Meira, Rúben Sousa e Alvarinho (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

FC Porto: Carles Grau, Rafa, Reinaldo García, Gonçalo Alves e Hélder Nunes (cinco inicial); Nélson Filipe, Telmo Pinto, Giulio Cocco, Hugo Santos e Poka (banco inicial); Guillem Cabestany (treinador).

Os visitantes entraram a “todo o gás”, chegando à vantagem de 3 golos antes dos primeiros 10 minutos de jogo. O barcelense Hélder Nunes bisou, aos 3’ e aos 8’, e Gonçalo Alves, na marcação de uma grande penalidade, também “deu o gosto ao stick”, aos 8’ (na altura, o 0-2). Aos 13’, Rúben Sousa teve oportunidade de reduzir, na marcação de um livre direto, mas não conseguiu desfeitear Grau. No entanto, Joca Guimarães, a “alta velocidade”, fez a recarga e reduziu para 1-3. A vantagem portista aumentou de novo, por Cocco, num contra-ataque bem desenhado. Aos 23’, noutro contra-ataque, Hélder Nunes fez um grande golo, com uma simulação a enganar o guardião barcelense. No mesmo minuto, Gonçalo Alves falhou uma penalidade. O marcador não mais se mexeu até ao intervalo, com o FC Porto a sair na frente do marcador, por 1-5.

Para “não variar”, o OCB entrou mais forte na 2ª parte, com João Almeida, aos 5’, a reduzir para 2-5. Cinco minutos depois, o FC Porto alcançou a 10ª falta, mas o mesmo João Almeida falhou o livre direto. Aos 13’, Gonçalo Nunes reduziu, ainda mais, a diferença, para 3-5. Passados 4 minutos, foi a vez do OCB chegar à 10ª falta. Hélder Nunes falhou o livre direto, mas na recarga fez o 3-6. Ao 22º minuto, em novo contra-ataque, o argentino Reinaldo García aumentou a vantagem para 3-7, sendo este o resultado com que o jogo chegou ao fim.

Mesmo com a derrota, o OCB mantém a 5ª posição da classificação, sendo que na próxima jornada desloca-se ao pavilhão do vizinho Hóquei de Braga.

Uma palavra para os adeptos do OCB que foram inexcedíveis no apoio à equipa.

Fotos: DR e André Miranda.

Óquei de Barcelos eliminado da Taça de Portugal pelo Riba d’Ave

Abril 14, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo a contar para os oitavos de final da Taça de Portugal de Hóquei em Patins, o Óquei Clube de Barcelos (OCB) recebeu o Riba d’Ave, tendo perdido por 3-4.



Arbitrado por Carlos Correia e Rui Torres (AP Minho), as equipas alinharam da seguinte forma:

OCB – Ricardo Silva, Zé Pedro, João Almeida, Gonçalo Meira e Gonçalo Nunes (cinco inicial); André Almeida, Joca Guimarães, Hugo Costa, Rúben Sousa e Alvarinho (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

Riba d’Ave – Pedro Freitas, Tomás Pereira, Diogo Casanova, Diogo Seixas e Nuno Pereira (cinco inicial); Diogo Fernandes, Guilherme Ferreira, Hugo Azevedo, Daniel Pinheiro e Bruno Pinto (banco inicial); Horácio Ferreira (treinador).

Os visitantes entraram melhor no jogo. Nuno Pereira (6’) e Hugo Azevedo (16’) colocaram o Riba d’Ave na frente do marcador. Aos 17’, Rúben Sousa falhou um livre direto, assim como Hugo Azevedo, aos 24’, e, ao intervalo, o marcador assinalava 0-2 para os forasteiros.

Na segunda parte, o Riba d’Ave entra novamente melhor. Aos 2’, a penalizar o OCB pela 10ª falta, Nuno Pereira concretizou um livre direto. Nesse mesmo minuto, os visitantes também cometeram a 10ª falta, mas Gonçalo Nunes não marcou golo no livre direto. Aos 15’, Alvarinho foi admoestado com azul. Nuno Pereira, novamente, apontou o 0-4 no livre direto referente. Dois minutos depois, Zé Pedro iniciou a tentativa de “remontada”, fazendo o 1-4. No minuto seguinte, Diogo Seixas recebeu azul, mas Alvarinho não concretizou o livre direto. No entanto, aos 19’, Joca Guimarães fez o 2-4. No minuto que se seguiu, Gonçalo Nunes, fez o 3-4. Aos 22’, o OCB cometeu a 15ª falta, mas Nuno Pereira, desta vez, não concretizou o livre direto. O jogo estava impróprio para cardíacos. Aos 23’, foi a vez dos forasteiros fazerem as 15 faltas. No entanto, Rúben Sousa não conseguiu concretizar o respetivo livre, ficando o marcador inalterado, num 3-4 para o Riba d’Ave, ficando o OCB, dessa forma, fora da Taça de Portugal deste ano.

Foto: OCB.

Luís Querido de volta ao Óquei Clube de Barcelos

Abril 7, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Luís Querido, defesa/médio de 28 anos, natural de Barcelos, está de volta ao Óquei Clube de Barcelos (OCB), que representará a partir da próxima época.



O jogador, que passou por Liceo e Barcelona (Espanha), Porto Santo e Tigres, representou o OCB durante 5 épocas, saindo, depois, para os italianos do Amatori Lodi.

Agora, ao fim de duas temporadas em Itália, está de volta ao Campeonato português e ao clube da sua terra.

Em nota, a direção do OCB salienta que a “sua garra, a sua entrega e principalmente a sua vontade em voltar a vestir a camisola do ‘Maior de Portugal’ foi determinante para este regresso”.

Foto: DR.

Óquei de Barcelos derrotado em Oliveira de Azeméis

Março 31, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se ontem, ao final da tarde, mais uma partida a contar para a 22ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª divisão, opondo a UD Oliveirense ao Óquei Clube de Barcelos (OCB), com a vitória a sorrir aos da casa.



Com arbitragem de António Santos e Manuel Oliveira (AP Aveiro), as equipas alinharam da seguinte forma:

UD Oliveirense – Xavier Puigbi, Xavi Barroso, Marc Torra, Jordi Bargalló e Jorge Silva (cinco inicial); Domingos Pinho, Pedro Moreira, Pablo Cancela, Ricardo Barreiros e Emanuel García (banco inicial); Renato Garrido (treinador).

OCB – Ricardo Silva, Hugo Costa, Gonçalo Meira, Gonçalo Nunes e Rúben Sousa (cinco inicial); André Almeida, Zé Pedro, João Almeida, Joca Guimarães e Alvarinho (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

O OCB entrou melhor, com Gonçalo Nunes a abrir o marcador, logo aos 4’. No entanto, a equipa da casa deu a volta ao marcador em apenas cerca de 2 minutos. Barroso empatou, aos 10’, e Jorge Silva fez o 2-1, aos 11’. Pedro Moreira aumentou a vantagem aos 22’. Nesse mesmo minuto, Alvarinho foi admoestado com um azul, mas García não conseguiu converter o livre direto. No minuto seguinte, o mesmo Pedro Moreira marcou novamente, fechando o resultado ao intervalo: 4-1 para os da casa.

No reatamento, a Oliveirense fez o 5-1, por Torra, aos 5’. Aos 8’, Pedro Moreira recebeu azul, mas Rúben Sousa falhou o livre. Volvidos 10 minutos, Zé Pedro reduziu para 5-2. Seguiu-se um período “incrível” no que concerne à não concretização de lances de bola parada. Do lado da Oliveirense, Barreiros (19’) falhou grande penalidade e Torra (21’) falhou um livre direto. Do lado do OCB, falhou livre direto e grandes penalidades no espaço do 19º minuto. Entretanto, a pouco mais de 40 segundos do final Bargalló fez o 6-2, fechando o marcador em 6-2 para a Oliveirense.

O OCB mantém o 5º lugar e recebe o jogo grande da próxima jornada, defrontando o líder FC Porto. Antes, recebe o Riba d’Ave em jogo a contar para os oitavos de final da Taça de Portugal.

Foto: OCB.

Óquei de Barcelos empata com Sporting de Tomar

Março 24, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Clube anuncia renovações

Ontem, 23 de março, o Pavilhão Municipal de Barcelos recebeu a 21ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª Divisão de Hóquei em Patins, com o Óquei Clube de Barcelos (OCB) a receber o Sporting de Tomar, tendo dado empate.



Com arbitragem de Pedro Silva e Joaquim Pinto (AP Porto), as equipas alinharam da seguinte forma:

OCB – Ricardo Silva, Zé Pedro, Hugo Costa, Gonçalo Meira e Gonçalo Nunes (cinco inicial); André Almeida, João Almeida, Joca Guimarães, Rúben Sousa e Alvarinho (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

Sporting de Tomar – Diogo Alves, João Sardo, Ivo Silva, Guilherme Silva e Pedro Martins (cinco inicial); Carlos Silva, Manuel Neves, João Candeias, Hernâni Diniz e Xanoca (banco inicial); Nuno Lopes (treinador).

Os forasteiros entraram melhor, com Guilherme Silva a abrir o marcador, aos 7 minutos. Foi preciso esperar até aos 23 minutos para Rúben Sousa restabelecer o empate, com que se recolheu aos balneários.

Na segunda parte, foi o OCB a entrar melhor. Ainda não tinha passado 1 minuto e já Rúben Sousa bisava. Aos 4’, os visitantes chegaram à 10ª falta. Rúben Sousa – a figura do jogo pelo OCB – foi chamado a marcar o livre direto e não falhou, colocando os da casa a vencer por 3-1. Aos 7’, Gonçalo Nunes falhou uma penalidade e, no minuto seguinte, João Candeias reduziu para 3-2. Guilherme Silva – a figura do jogo pelos visitantes –, aos 11’, igualou o jogo ao apontar uma grande penalidade. O mesmo jogador recolocou os forasteiros na frente do marcador a apenas 3’ do final da partida. No entanto, no minuto seguinte, Hugo Costa colocou mais justiça no marcador, ao apontar o golo do empate, a 4 golos, com que se fechou a partida.

O OCB mantém o 5º lugar. Na próxima jornada, desloca-se à difícil quadra da UD Oliveirense.

Renovações anunciadas

O clube barcelense anunciou as renovações do treinador Paulo Pereira, do adjunto Hugo Silva e do lendário guarda-redes Ricardo Silva.

Foto: OCB.

Óquei de Barcelos com derrota “apertada” frente ao Benfica

Março 17, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Grande jogo de hóquei em patins no Pavilhão do FC Alverca, a contar para a 20ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª divisão, que colocou frente a frente o SL Benfica e o Óquei Clube de Barcelos (OCB).



Sob arbitragem de Ricardo Leão e Miguel Guilherme (AP Lisboa), as equipas alinharem da seguinte forma:

SL Benfica – Pedro Henriques, Valter Neves, Albert Casanovas, Diogo Rafael e Jordi Adroher (cinco inicial); Marco Barros, Carlos Nicolia, Lucas Ordoñez, Miguel Rocha e Miguel Vieira (banco inicial); Alejandro Domínguez (treinador).

OCB – Ricardo Silva, Zé Pedro, Gonçalo Meira, Gonçalo Nunes e Rúben Sousa (cinco inicial); André Almeida, João Almeida, Joca Guimarães, Hugo Costa e Alvarinho (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

O jogo começou bem para os barcelenses, apesar de logo aos 3’, o seu guardião ter defendido uma grande penalidade. Mas aos 14’, Gonçalo Nunes abriu o marcador para o OCB. A vantagem durou 3 minutos, quando Ordoñez empatou a partida, a 1 golo, resultado com que se chegou ao intervalo.

Na segunda parte, entra melhor, novamente, o OCB, com o mesmo Gonçalo Nunes a bisar na partida, aos 10’. No minuto seguinte, grande penalidade a favor dos benfiquistas e, desta vez, Nicolia não falhou, empatando a 2. Aos 17’, Diogo Rafael coloca o SL Benfica a vencer por 3-2. A 1 minuto do fim, Nicolia fez o 4-2. O último minuto foi mesmo frenético. Após o 4º golo dos da casa, estes fizeram a 10ª falta. Chamado a marcar o livre direto, Alvarinho não conseguiu desfeitear Pedro Henriques. Logo de seguida, novo livre direto. Rúben Sousa não marca, mas Joca Guimarães, na recarga, não perdoa e reduz para 4-3. A cerca de 2 segundos do final da partida, Alvarinho leva azul, mas Ricardo Silva não deixa Nicolia concretizar o livre direto. Desta forma, o marcador final apontou a vitória de 4-3 para o SL Benfica.

A jornada que se segue traz um Óquei de Barcelos – Sporting de Tomar.

Ir Para Cima