Tag archive

Hospital Santa Maria Maior

Hospital de Barcelos destacado em reportagem da RTP

Julho 23, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A RTP realizou uma reportagem sobre a iniciativa do Hospital Santa Maria Maior, EPE – Barcelos colocar à entrada da urgência com o intuito de tentar “afastar” os utentes desta e redirecioná-los para um Centro de Saúde/Unidade de Saúde Familiar (USF) onde possam ser igualmente consultados.



Esta iniciativa, segundo a mesma reportagem, apanhou os utentes de surpresa. As opiniões não foram unânimes e nem todas foram positivas. Houve quem se mostrasse triste por ver tal cartaz, referindo que o “centro de saúde é para passar baixas e medicação, mais nada”. E quem tivesse afirmado ter ido a um centro de saúde, mas não ter ficado bem, recorrendo à Urgência deste hospital. No entanto, sendo doente não urgente, estava no sítio errado e teria que esperar horas.

A chamada “via rápida” que se estabeleceu entre este hospital e as USF da área já reduziu em 25% as falsas urgências, apenas em 2 meses. No entanto, ainda precisa de ser bem e muito explicado. Com mais de 70 mil atendimentos por ano, esta parceria já está a marcar a diferença neste hospital onde o tempo e o espaço está muito contado.

Rui Guimarães, diretor clínico do Hospital, explica, à RTP, as causas e motivações desta ideia: “Instalações antiquadas, com várias limitações estruturais e de equipamento. Portanto, pensámos que em cada dois doentes que entram aqui na urgência, um deles podia ter sido atendido com muito melhor qualidade junto do seu médico de família. Realmente, é uma ‘dor de cabeça’ e, por isso, temos que estar tão empenhados em conseguir retirar da urgência os doentes pouco urgentes”.

Sofia Leal, Coordenadora do Agrupamento de Centros de Saúde do Cávado (ACES Cávado), salienta que “já estamos apetrechados da capacidade de realização de análises clínicas e de raio-X. Verificámos que já ocorreu uma dedução de 25% das situações não urgentes, não emergentes no serviço de urgência local”.

O bloco operatório também notou diferenças, com um aumento de 33% de cirurgias no primeiro semestre, quase sem paragens no verão. São mais 1300 operações de ambulatório, só com duas salas e doentes que chegam de todo o país

Joaquim Barbosa, Presidente do Conselho de Administração do Hospital, refere que “na ortopedia temos doentes que chegam essencialmente do Algarve, já tivemos do Alentejo, Beja, designadamente, embora a maior parte dos utentes que nos procuram são de instituições vizinhas”.

Em oftalmologia, as listas de espera estão em contraciclo com as nacionais, reduzindo também por causa da captação de jovens médicos. Os rastreios têm das melhores taxas do país, tal como em pneumologia, algo que não impediu, por exemplo, ensaios clínicos inovadores.

Este hospital que parecia estar “condenado” ao encerramento, está agora, pela terceira vez, no 1º lugar do Grupo B, de hospitais de pequena dimensão, na avaliação independente feita a 41 dos 50 hospitais públicos portugueses.

Para assistir à reportagem, caso ainda não o tenha feito, basta clicar no link que se segue, que lhe permite entrar automaticamente:

https://www.rtp.pt/noticias/pais/linha-direta-entre-hospital-de-barcelos-e-centros-de-saude-reduziu-falsas-urgencias_v1088936

Hospital Santa Maria Maior (Barcelos) com projetos de modernização na ordem dos 800 mil euros

Abril 13, 2018 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Em comunicado, a administração do Hospital Santa Maria Maior, de Barcelos, informou que levará a cabo, durante o corrente ano, projetos de modernização, não só na área do apetrechamento de equipamento, como dos espaços físicos do hospital.



Assim, está prevista a instalação de um aparelho de TAC, que inclui ainda a requalificação do espaço físico adjacente do Serviço de Urgência, num valor que atinge os 619 mil euros.

Ainda neste ano irão decorrer obras de reapetrechamento das unidades do internamento, num valor estimado de 57 mil euros, proporcionando melhor conforto aos utentes e uma melhoria da qualidade dos cuidados prestados.

Outro investimento com concretização imediata é o da melhoria das instalações, em matéria de proteção contra incêndios, que totaliza, na primeira fase, 53 mil euros.

Ainda no corrente ano, está prevista a aquisição de equipamento médico-cirúrgico de pneumologia e oftalmologia, num valor estimado de 110 mil euros.

No comunicado, a Administração salienta que “o Hospital Santa Maria Maior tem vindo a proceder, desde 2015, a diversos investimentos, os quais incidiram sobretudo em equipamentos médico-cirúrgico, hoteleiro, de informática, bem como de projetos de requalificação das instalações, de forma a dotar os serviços de melhores condições, para os utentes e profissionais”. De realçar, dentro destes projetos, a substituição das peliculas tradicionais de RX pela digitalização e partilha informática das imagens.

A concretização deste plano resultou de fundos próprios, dentro das dotações dos orçamentos anuais do Hospital Santa Maria Maior, através das transferências da tutela. Estes investimentos entre 2015 e 2017 totalizaram 878 mil euros.

Para o corrente ano, os investimentos traduzem-se num aumento significativo face aos verificados nos últimos três anos. Investimentos esses que “permitem dar sequência a uma política de modernização que vem sendo seguida, traduzida numa maior integração, qualidade e segurança dos serviços prestados, promovendo a eficiência interna e os ganhos em saúde”, refere a Administração.

Foto: DR.

Câmara de Barcelos propõe grupo de trabalho que visa “lutar” por um novo hospital em Barcelos

Março 26, 2018 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal de Barcelos deliberou enviar à Assembleia Municipal a constituição de um grupo de trabalho com o intuito de pugnar pela construção de uma nova unidade hospitalar em Barcelos.



A proposta foi apresentada pelo Presidente da Câmara ao executivo municipal, dando seguimento ao seu compromisso assumido no documento da Grandes Opções do Plano e Orçamento.

Esta surge face “à perda de valências e de meios humanos (do atual Hospital de Santa Maria Maior, em Barcelos), a que se junta a desadequação das atuais estruturas hospitalares às necessidades de uma vasta população”, o que justifica a construção de uma nova unidade hospitalar, “um objetivo que deve mobilizar todos os barcelenses”.

A comissão deverá agregar “agentes políticos dos diversos quadrantes, do seguinte modo: Presidente da Câmara Municipal (que presidirá à Comissão), Presidente da Assembleia Municipal (que substituirá o Presidente da Câmara nas faltas e impedimentos), Vereadora com o Pelouro de Saúde Pública, representantes de todas as forças políticas presentes na Assembleia Municipal e quatro presidentes de Junta (eleitos nas listas do PS, PSD-CDS, BTF e Independente) ”.

Esta comissão, que criará as normas de funcionamento interno, terá como objetivo principal “lutar pela construção de uma nova unidade hospitalar, encetando todas as diligências nesse sentido e usando os meios necessários à sua concretização”.

Tal como se refere na proposta, “a construção de um novo hospital é uma antiga e justa aspiração dos barcelenses e uma necessidade evidente para os cidadãos incluídos na área de influência do atual Hospital de Santa Maria Maior (HSMM) de Barcelos.

A desvalorização e desclassificação do HSMM, com a sucessiva perda de valências que causaram o desagrado generalizado dos barcelenses, levou a que a Câmara Municipal e o Ministério da Saúde assinassem, em julho de 2007, um protocolo que incluía a construção de uma nova estrutura hospitalar de proximidade que substituísse o HSMM, embora sem o estabelecimento de compromisso financeiro para tal objetivo”.

O Ministério da Saúde acabaria por não avançar com a obra, alegando dificuldades económicas acentuadas com a crise que motivou o programa de assistência financeira a Portugal.

Ao longo deste processo, a Câmara Municipal mostrou-se sempre pronta a cumprir a sua parte do acordo, ou seja, disponibilizar os terrenos necessários à implantação da nova unidade hospitalar, sem que, até ao momento, a administração central tenha decidido avançar com a obra de construção.

Fonte: CMB.

Foto: DR.

Câmara Municipal liberta corredor de passagem junto à Santa Casa da Misericórdia

Março 14, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal de Barcelos vai libertar o corredor em frente ao edifício da Santa Casa da Misericórdia, no âmbito da processo de reorganização do espaço onde se realiza a Feira Semanal, que tem como objetivo “melhorar este espaço de venda semanal e torná-lo mais atrativo aos visitantes”, conforme refere o Município em nota de imprensa.



A intervenção levará ao afastamento dos lugares de feira confinantes com o muro da Santa Casa da Misericórdia para uma distância que permita garantir o acesso ao Hospital de Barcelos, em situações de emergência, evacuação rápida e/ou acesso seguro para os agentes de socorro ou, ainda, outras situações na área de influência da Santa Casa da Misericórdia.

A criação do corredor de segurança permitirá, também, a conservação da vedação do recinto pertencente à Santa Casa.

Tal decisão prende-se com o facto de, nos dias da Feira Semanal, a presença de barracas nas proximidades da “cerca do Hospital” dificultar o acesso por parte dos utentes e dos agentes de socorro, devido à falta de uma passagem direta e, ainda, pela utilização da vedação para segurar as cordas das tendas. Esse procedimento tem provocado danos, quer nos elementos metálicos, quer nas peças de cantaria da sustentação da vedação.

A intervenção nesta zona da Feira visa, também, “dignificar e valorizar a qualidade estética da fachada do edifício da Santa Casa, antigo Convento de São Francisco, um dos conjuntos patrimoniais mais significativos do centro histórico de Barcelos e uma das referências arquitetónicas da cidade”, refere ainda o Município.

A “cerca do hospital” era a delimitação da cerca do convento franciscano, tendo, nos primeiros anos do século XX, sido refeita como vedação de gradeamento em toda a extensão da frontaria da Santa Casa, em ferro forjado, pontuado por esteios de cantaria de qualidade, até centrar no portão de ombreiras graníticas altas, coroado por trabalho de ferro forjado, cumeado pela coroa de Nossa Senhora da Conceição.

Com esta intervenção, o Município salienta que se dá “mais um passo na reorganização e requalificação do amplo espaço da Feira Semanal, depois da libertação do corredor entre a entrada para a Urgência do Hospital de Barcelos e a rotunda na Avenida Sidónio Pais e que levou à reinstalação de cerca de 90 feirantes”.

Outra das ações desenvolvidas pelo Pelouro de Feiras e Mercados tem sido a sensibilização ambiental, denominada “Feira Limpa”, com o objetivo de alertar para a importância da redução e produção de resíduos e incentivar os feirantes a adotar comportamentos de modo a deixar os seus espaços limpos, depositando os resíduos nos ecopontos e contentores disponibilizados pelo Município, acondicionados segundo a tipologia.

Mas a intervenção não se fica por aqui. Segundo a Vereadora do Pelouro, Anabela Real, foi já iniciado o processo de alteração do regulamento de exercício da atividade de comércio a retalho não sedentário exercida por feirantes, vendedores ambulantes e prestadores de serviços de restauração ou de bebidas, que permitirá acompanhar a evolução das necessidades da Feira, comerciantes e público que a frequenta, assegurando uma melhor utilização dos espaços tornando-os mais seguros, asseados, funcionais e atrativos.

Fonte e imagem: CMB.

Rotary Club de Barcelos homenageia barcelense Hugo Sousa

Março 1, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 27 de fevereiro, o Rotary Clube de Barcelos homenageou o médico e investigador barcelense Hugo Sousa, atribuindo-lhe a distinção de “Profissional do Ano Rotário 2017-2018”.



Sendo que os fundamentos do Rotary estão imbuídos da importância dos Serviços Profissionais, como se pode comprovar na sua definição, como sendo “uma organização de líderes de negócios e profissionais que prestam serviços humanitários, fomentam elevado padrão de ética em todas as profissões e ajudam a estabelecer a paz e a boa vontade no mundo” ou até quando se considera o seu Segundo Objetivo: “O reconhecimento do mérito de toda a ocupação útil e a difusão das normas de ética profissional”, os Clubes Rotários homenageiam, nas suas comunidades, os profissionais cujo percurso mais se destaca nas diferentes áreas de atividade.

Assim, e dentro desse âmbito, o Rotary Club de Barcelos decidiu homenagear o barcelense Hugo Sousa, atribuindo-lhe, como referido, a distinção de “Profissional do Ano Rotário 2017-2018”.

Hugo Sousa tem 36 anos e é natural de Alvelos. Este médico e investigador barcelense foi distinguido, em 2017, com o Prémio de Diagnóstico Clínico em Virologia, atribuído pela Sociedade Euripeia de Virologia Clínica, tornando-se no primeiro português a receber o “Abbott Diagnostic Award”. Aliás, na altura, este jornal noticiou esse feito e, inclusivamente, publicou uma entrevista ao premiado.

Licenciado em Microbiologia pela Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica do Porto, Mestre em Oncologia pelo Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (Porto), Doutor em Ciências Biomédicas pelo mesmo Instituto e Licenciado com Mestrado Integrado em Medicina pela Faculdade de Medicina do Porto, o investigador barcelense exerce, atualmente, atividade como Médico no Hospital de Santa Maria Maior (Barcelos) e, ao mesmo tempo, como Técnico Superior de Saúde no Serviço de Virologia do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto, assim como é Investigado no Grupo de Oncologia Molecular e Patologia Viral CI-IPOP, igualmente no mesmo Instituto portuense.

Agora, foi alvo desta homenagem por parte do Rotary Club de Barcelos.

Fonte e fotos: RCB.

Câmara de Barcelos reinstala feirantes por forma a abrir corredor de segurança ao Hospital

Fevereiro 16, 2018 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se esta quinta-feira, dia 15 de fevereiro, a reinstalação de cerca de 90 comerciantes no Setor E, no âmbito da reorganização da Feira Semanal de Barcelos, que a Câmara Municipal tem vindo a desenvolver.



A mudança de lugar destes comerciantes, onde as malhas predominam como atividade principal, permitiu a libertação de um corredor de acesso à Urgência do Hospital para ambulâncias e veículos em situação de emergência médica, a partir da rotunda da Av. Sidónio Pais no entroncamento com a Rua Dr. José A. P. P. Machado.

Os comerciantes passaram a exercer a sua atividade no quarteirão retangular, em frente à Av. Sidónio Pais, criando-se, dessa forma, um espaço organizado em termos de disposições de lugares e de passagens para todos.

Para a vereadora responsável pelo pelouro das Feiras e Mercados, “o trabalho que nos propusemos está a ser realizado com a colaboração de todos os comerciantes, que têm manifestado uma excelente adesão a esta reorganização”. Anabela Real frisa que “a abertura do corredor de emergência para o Hospital, que implicou a deslocação de alguns comerciantes para outro setor, devidamente preparado para os receber, contou com a colaboração dos comerciantes, porque eles sabem que estas mudanças beneficiam todos”.

Por outro lado, refere ainda a vereadora que o passo dado “para a alteração do regulamento da Feira vai-nos permitir um melhor enquadramento das necessidades dos comerciantes e de quem frequenta a Feira Semanal de Barcelos, que é uma referência a nível nacional e europeu e, portanto, de grande valor turístico, económico e cultural”.

A Câmara Municipal refere que “deu início ao procedimento de alteração do regulamento de exercício de atividade de comércio a retalho não sedentário exercida por feirantes, vendedores ambulantes e prestadores de serviços de restauração ou de bebidas, que permitirá acompanhar a evolução das necessidades da Feira, comerciantes e público que a frequenta, assegurando uma melhor utilização dos espaços tornando-os mais seguros, asseados, funcionais e atrativos”.

Fonte e foto: CMB.

Com o novo ano, Hospital Santa Maria Maior – Barcelos tem nova imagem e página institucional

Janeiro 17, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

O Hospital Santa Maria Maior, E.P.E. – Barcelos tem, agora, ao dispor dos cidadãos, utentes e profissionais um novo site e imagem institucional.



Com o intuito de facilitar e garantir o acesso dos utentes e profissionais de saúde a todas as informações importantes sobre o Hospital, a Administração do mesmo decidiu renovar o site, tornando-o “mais apelativo e acessível a qualquer utilizador”, como consta de nota enviada a este jornal.

Para aceder à referida página online pode clicar no link (acede automaticamente):

http://www.hbarcelos.min-saude.pt/

Assim, podem agora ser consultadas informações acerca da carteira de serviços disponibilizada pelo Hospital, regulamentos, indicadores assistenciais, direitos e deveres dos utentes, taxas moderadoras, horários de atendimento e de visitas, entre outros.

No separador “Como Chegar”, os utentes podem consultar, ainda, para além da localização no mapa, os horários de todos os meios de transporte públicos que poderão utilizar.

Caso pretendam alguma informação importante, os utentes poderão, também, aceder ao separador “Fale Connosco”, expondo todas as suas dúvidas, reclamações, sugestões ou elogios, às quais terão uma resposta quase imediata.

Já os profissionais de saúde terão um separador dedicado aos mesmos, onde terão acesso direto ao seu e-mail institucional e à Área do Profissional do SNS.

Por forma a ajudar as pessoas a “navegarem” e a consultarem o referido site, a Administração do Hospital disponibiliza, igualmente, um vídeo de demonstração com esse intuito.

Basta clicar no link que se segue e irá aceder, automaticamente, ao referido vídeo:

https://youtu.be/VM-jrKZOr6Q

Fonte: HSMMB.

Hospital de Barcelos confirma existência de casos de sarna mas nega números avançados pelo Porto Canal

Janeiro 11, 2018 em Atualidade, Concelho, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em comunicado enviado para as redações dos órgãos de comunicação social, o Conselho de Administração do Hospital de Santa Maria Maior, EPE confirma a existência de alguns casos de escabiose (vulgarmente, sarna) mas nega que esses casos ascendam a cem, conforme consta de uma notícia do Porto Canal, que tem sido difundida por outros órgãos de comunicação social.



Leia, na íntegra, o referido comunicado:

«O Conselho de Administração do Hospital Santa Maria Maior dá conhecimento da existência de alguns casos de escabiose (vulgo sarna) que ocorreram no final do mês de dezembro transato. Estes episódios circunscreveram-se ao piso 5, tendo-se efetivamente verificado também sintomas em alguns profissionais que exercem funções no mesmo piso. Não foi, no entanto, detetada qualquer sintomatologia em doentes internados no mesmo piso, pelo que o funcionamento do Serviço é absolutamente normal.

Rejeita-se assim categoricamente a informação sobre a existência de 100 casos de escabiose. Foram sim, durante o final do mês de dezembro, detetados sintomas em alguns profissionais, que de acordo com a estimativa atual e definitiva ascendem a 26. Foi-lhes de imediato proporcionada a realização de uma consulta de dermatologia, tendo sido sugerido o tratamento, o qual deveria ser alargado aos familiares conviventes, por prevenção e independentemente da existência de sintomatologia.

O tratamento em causa já foi iniciado, estando também a ser tomadas as medidas necessárias de controle ambiental.

O Conselho de Administração assegura a normalidade da situação, considerando que o surto que se verificou está já devidamente controlado e os profissionais que referiram sintomatologia estão já a realizar o devido tratamento. Esta situação não afeta de nenhuma forma a qualidade e segurança da realização da atividade assistencial e do trabalho dos profissionais.

O Conselho de Administração do Hospital Santa Maior assegura que se mantêm reunidas as condições para a manutenção da confiança que até à data os utentes têm demonstrado pelos serviços prestados.»

Foto: DR.

Hospital de Barcelos aumenta capital com reforço de verbas do Ministério da Saúde

Janeiro 8, 2018 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

No âmbito do reforço de verbas destinadas aos hospitais do Serviço Nacional de Saúde, o Ministério da Saúde atribuiu ao Hospital Santa Maria Maior, EPE o valor de 2 410 698 euros.



Em nota enviada a este jornal, o Conselho de Administração informa que a verba destina-se ao aumento do seu capital estatutário, revertendo na íntegra para pagamento de dívidas em atraso, permitindo aumentar os capitais próprios, diminuir as dívidas aos fornecedores e, consequentemente, melhorar o prazo médio de pagamentos.

A medida possibilita obter uma melhoria substancial da situação económico-financeira do Hospital Santa Maria Maior.

Fonte: HSM.

Foto: DR.

Este fim de semana há reforço no Serviço de Atendimento Permanente no Centro de Saúde em especial para consultas não programadas

Dezembro 22, 2017 em Atualidade, Concelho, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em nota enviada à comunicação social, a Administração Regional de Saúde (ARS) – Norte, informa que, tendo em conta a época festiva que se aproxima e, possivelmente, o aumento de população com a visita de familiares e amigos vindos de outras regiões e países, o seu Conselho Diretivo decidiu reforçar as equipas e a resposta por parte dos centros de saúde, em especial para as consultas não programadas.



Para tal intuito, o referido Conselho Diretivo providenciou, junto de todos os Agrupamentos de Centros de Saúde e Unidades Locais de Saúde da Região Norte, o aumento da resposta aos cuidados indispensáveis junto das populações.

Com esta decisão, o Conselho Diretivo e a Tutela do Ministério da Saúde, não só mantêm o princípio de que o doente seja visto e acompanhado por uma Equipa de Saúde Familiar – minimizando-se deslocações, desconforto e exposições em meio hospitalar, na maior parte das vezes desnecessária –, como vão tentar amenizar os tempos de espera na resposta às situações que verdadeiramente justificam o acompanhamento em serviço de urgência hospitalar”, refere a nota.

Assim, em Barcelos, este fim de semana, o Serviço de Atendimento Permanente (SAP) funcionará das 8h00 às 20h00, em especial para as consultas não programadas. De uma forma mais concreta:

Centro de Saúde Barcelos
Reforço da Consulta Aberta (08h00-20h00)
23, 24, 25, 26, 30, 31 dezembro e 1 janeiro

Os doentes que se dirigirem em primeiro lugar ao Centro de Saúde e precisarem de ir à Urgência, enviados pelo médico, passam à frente dos que estão à espera (prioridade dentro da mesma cor de triagem) e não pagam a respetiva taxa moderadora (Despacho n.º 4835-A/2016).

Entretanto, fonte do Hospital de Barcelos alerta para a possibilidade de o tempo de espera poder aumentar nesta época. Por tal, o Hospital pede “desculpa pelo incómodo e pelo tempo de espera que isso possa causar aos restantes doentes”, refere a mesma fonte.

Por fim, a ARS – Norte relembra – e apela – que, em caso de necessidade, a primeira decisão deverá ser sempre o recurso ao SNS 24 – 808 24 24 24.

Foto: DR.

Pin It on Pinterest

Ir Para Cima