Tag archive

Ilhas Faroé

Maior teste!

Setembro 3, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Hugo Pombal Lopes

Como havia dito na semana passada, o Benfica teria contra o Rio Ave o seu maior teste desde o começo da nova época.



Infelizmente, a profecia e a iminente escorregadela do Benfica confirmaram-se!

O Benfica não jogou melhor que o adversário e, quanto muito, teve sorte no empate.

A equipa de Vila do Conde foi atrevida e não teve medo de discutir o jogo, não chegou ao golo por mero acaso ou por um contra-ataque feliz! Chegou ao golo porque procurou mais e melhor do que o Benfica.

À hora desta publicação, o mercado de transferências já fechou e o Benfica reforçou tudo menos (na minha opinião) o essencial, nomeadamente, o eixo da defesa.

Temos 4 pontas de lança que deviam ter direito a serem todos titulares ao mesmo tempo e temos 4 centrais (temos?) que, neste momento, nenhum me parece dar garantias.

O Luisão vai servindo mas a agilidade e resistência são cada vez menores; o Jardel não está em condições físicas há um ano e notou-se, novamente, na última partida; e temos Lisandro, que para mim, tinha tudo para ser um novo Garay mas tarda em afirmar-se.

Ou a estrutura do Benfica confia no Rúben Dias e no Kalaica para serem o próximo Lindelöf ou, então, parece-me que vamos andar aflitos até (pelo menos) Janeiro.

Portugal jogou esta quinta-feira com as Ilhas Faroé e o volume do resultado era mais que previsível. Contudo, acho pertinente, mais uma vez, destacar Cristiano Ronaldo.

Não sou fã das características que o definem enquanto jogador, mas a nível profissional, não há ninguém que o possa pôr em causa! Está sempre motivado e o jogo pela Seleção veio, mais uma vez, provar isso mesmo.

Parabéns, por isso, ao português Ronaldo e que ganhemos à Hungria para na última jornada “ir à boca” aos suíços.

Um bom domingo para todos!

Cumprimentos!

Por: Hugo Pombal Lopes*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Barcelense Nélson Oliveira volta à Seleção e logo com um golo

Agosto 31, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora




Nélson Oliveira, avançado da equipa inglesa Norwich City, que disputa a Premiership (2ª Liga Inglesa), regressou aos convocados da Seleção Portuguesa de Futebol e somou, mesmo, mais uma internacionalização A por Portugal, apontando um golo à seleção das Ilhas Faroé. O jogo disputou-se hoje, no Estádio do Bessa, no Porto.

Este barcelense, de Carreira, tem 26 anos e esteve algum tempo afastado das convocatórias. No entanto, o grande momento em que se encontra e, igualmente, a boa época passada que disputou, contribuíram para que o Selecionador Nacional Fernando Santos o convocasse para esta dupla jornada de qualificação para o Mundial 2018, na Rússia.

Nélson Oliveira, que passou pelo Santa Maria, Sporting de Braga, Bairro de Misericórdia, Benfica (camadas jovens e sénior), Rio Ave, Paços de Ferreira, Deportivo (Espanha), Rennes (França), Swansea (País de Gales), Nottingham Forest (Inglaterra) e Norwich City (atual clube), somou, assim, a sua 17ª internacionalização A e apontou o seu 2º golo ao serviço da “seleção de todos nós”.

Portugal alinhou com Rui Patrício, Cédric, Pepe, José Fonte, Eliseu, William Carvalho, João Moutinho (André Gomes, 72’), João Mário (Quaresma, 59’), Bernardo Silva, André Silva (Nélson Oliveira, 81’) e Cristiano Ronaldo. No banco ficaram Bruno Varela, Beto, Ricardo Pereira, Fábio Coentrão, Danilo Pereira, Bruno Fernandes, Gelson Martins e Bruma.

Já a seleção das Ilhas Faroé, território dependente da Dinamarca, alinhou com Nielsen, Naes, Davidsen, Gregersen, Faero, Sorensen, Baldvinsson, Edmundsson (Johannesen, 73’), Joensen (Lokin, 80’), Vatnhamar (Bartalsstovu, 65’) e Jakobsen. No banco ficaram Gestsson, Hansen, Jonsson, Askham, Eli Nielsen e Olsen.

Portugal iniciou muitíssimo bem o encontro, com um grande golo de Cristiano Ronaldo, aos 3 minutos. O mesmo jogador apontou, ainda, mais 2 golos: aos 29’, de grande penalidade, e aos 64’. Pelo meio, as Ilhas Faroé ainda reduziram para 2-1, por Baldvinsson. No entanto, William Carvalho marcou o 3-1, aos 58’, Ronaldo apontou o 4-1 e o barcelense Nélson Oliveira fechou a contagem portuguesa, aos 84’, num golo pleno de oportunidade.

Foto: DR.

Ir Para Cima