Tag archive

Instituto Politécnico do Cávado e do Ave - page 3

Semana Internacional traz a Barcelos vários professores de instituições europeias

Fevereiro 26, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Escola Superior de Gestão (ESG) do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) organiza a primeira Semana Internacional sobre Inovação Social, Voluntariado e Metodologias Ativas, de 4 a 8 de maio, em Barcelos.



A Semana Internacional tem como objetivo oferecer a oportunidade às instituições de ensino superior de compartilhar e discutir as preocupações e experiências comuns no campo da inovação, voluntariado e metodologias de aprendizagem ativa.

Esta iniciativa está aberta a várias áreas do conhecimento relacionadas com a Gestão, o Direito, a Engenharia, o Design e o Turismo, entre outros.

A semana inicia com uma Conferência Internacional, que visa compartilhar e discutir resultados de pesquisas e estudos de caso sobre Inovação Social e Voluntariado e diferentes metodologias de aprendizagem ativa.

O programa da Semana Internacional inclui painéis, workshops e reuniões sobre o mesmo tópico. A Semana Internacional trará à discussão perspetivas de entidades governamentais, académias, empresariais e organizações sem fins lucrativos.

As chamadas para as comunicações decorrem até dia 2 de março. Os melhores artigos serão publicados na Revista TéknheRevisão de Estudos de Gestão Aplicada.

Esta iniciativa está inserida no âmbito do Programa Erasmus+ e destina-se a docentes do ensino superior das várias instituições europeias.

Fonte e imagem: IPCA.

IPCA constrói novo bar no Campus do IPCA

Fevereiro 24, 2020 em Atualidade, Concelho, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

Obra totalmente suportada por receitas próprias

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) deu início à empreitada de construção do novo Bar do Campus. Este edifício vai nascer na parte de traseira do Edifício DIGITAL GAMES LAB, ficando virado para o novo parque de estacionamento (que abre brevemente).



O novo bar visa dotar o campus do IPCA de um espaço amplo, moderno e acolhedor, provido de um conjunto de valências na área da alimentação, para servir toda a Comunidade Académica e respondendo, assim, às necessidades decorrentes do forte crescimento do IPCA nos últimos anos.

Este novo edifício enquadra-se na estratégia do IPCA definida no seu Plano Estratégico no eixo “Campus Responsável: um Campus verde, saudável e seguro”, tendo sempre como principal foco proporcionar as melhores condições aos estudantes, docentes e colaboradores.

A Presidente do IPCA, Maria José Fernandes, reforça que este é o caminho que o IPCA quer seguir:” O nosso compromisso passa pela contínua afirmação do IPCA enquanto instituição de ensino superior, mas não nos esquecemos das preocupações com a sustentabilidade e a proteção do ambiente, a responsabilidade social e a garantia das melhores condições a toda a comunidade académica. Estes são valores que têm norteado as decisões que têm vindo a ser tomadas no que concerne a construção do Campus e dos Polos”.

O novo Bar, no valor de 763.276,45€ (setecentos e sessenta e três mil, duzentos e setenta e seis euros e quarenta e cinco cêntimos), totalmente suportado por receitas próprias, terá capacidade para aproximadamente 150 pessoas e uma área de apoio para aquecimento de refeições individuais, complementado com uma área exterior em varandim com capacidade adicional para cerca de 70 pessoas. O edifício será dotado de diferentes áreas funcionais permitindo a preparação de refeições ligeiras de serviço de snack-bar, dispondo de três áreas de balcão de serviço diferenciado.

O edifício desenvolve-se num único piso e a organização dos diferentes espaços permite uma gestão de recursos e meios de forma a que os edifícios se tornem sustentáveis, práticos e funcionais.

Fonte e imagem: IPCA.

IPCA integra Rede Regional de Universidades Europeias

Fevereiro 22, 2020 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Aliança inter-regional promove universidade europeia

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), juntamente com sete instituições de ensino superior de Portugal, Irlanda, Hungria, Finlândia, Holanda e Áustria, apresentaram, no dia 12 de fevereiro, na Representação de Portugal junto da União Europeia, em Bruxelas, a nova Rede de Universidades Europeias.



O projeto, a ser desenvolvido no contexto do programa ERASMUS+, visa estabelecer o consórcio RUN-EU (Regional University Network – European University), liderado pelo Politécnico de Leiria (Portugal), e constituído pelos seguintes membros fundadores: Politécnico do Cávado e do Ave (Portugal), Limerick Institute of Technology (Irlanda), Athlone Institute of Technology (Irlanda), Széchenyi István University (SZE) (Hungria), Häme University of Applied Sciences HAMK (Finlândia), NHL Stenden University of Applied Sciences (Holanda) e pela FH Vorarlberg University of Applied Sciences (Áustria).

Na cerimónia de lançamento da rede regional de universidades europeias, que contou com a participação de cerca de 70 representantes das oito Instituições de Ensino Superior (IES), foi assinado o acordo de missão que irá reger a criação do consórcio e estabelecer as linhas de ação desta aliança. Os representantes dos estudantes da IES tiveram igualmente um papel preponderante neste evento, apresentando a sua visão para criação da nova universidade europeia.

A Rede Regional de Universidades (RUN-EU) visa a concretização de programas formativos que contemplem a promoção de competências futuras e avançadas para a transformação social nas regiões da União Europeia. As Instituições de Ensino Superior irão desenvolver, conjuntamente, um leque diversificado de ações de ensino e aprendizagem, disponibilizando aos estudantes diferentes programas internacionais (curta duração e e-learning), sendo igualmente implementados projetos de cooperação internacional no âmbito da investigação e desenvolvimento. No futuro, os estudantes terão ainda a oportunidade de obter duplas/múltiplas titulações europeias no âmbito de programas conjuntos de formação.

A RUN-EU terá, ainda, como missão a promoção do desenvolvimento económico, social, cultural e sustentável das regiões abrangidas pela rede, fornecendo as competências necessárias para que estudantes, investigadores e agentes regionais possam enfrentar com sucesso os desafios do futuro. Este novo consórcio pretende ser um agente ativo na transformação social das regiões, promovendo a cidadania ativa e liderando a criação de uma nova aliança inter-regional multinacional (Zona Europeia de Desenvolvimento Inter-regional).

O evento de lançamento da RUN-EU contou com a participação do Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal, João Sobrinho Teixeira, com o Embaixador Pedro Lourtie, Representante Permanente Adjunto de Portugal junto da União Europeia, com os representantes diplomáticos da Irlanda, Hungria, Finlândia, Holanda e Áustria, e com alguns representantes do Parlamento Europeu.

“O IPCA considera que a participação pró-ativa em projetos inovadores de cooperação académica e a promoção de alianças estratégicas, plataformas de cocriação e redes colaborativas desempenham um papel nuclear na sua estratégia de internacionalização e modernização”, refere em nota.

A RUN-EU vem, com todos os desafios que lhe são inerentes, permitir ao IPCA dar mais um passo adiante no seu dinâmico processo de afirmação nacional e internacional. Para a prossecução dos seus objetivos, a aliança contará, ainda, com a colaboração da CCDR-N, da InvestBraga e do INL, como parceiros associados da região da Norte de Portugal.

Fonte e fotos: IPCA.

Rotary de Barcelos e Delegação barcelense da Liga Portuguesa Contra o Cancro ajudam a descomplicar o Cancro

Fevereiro 19, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado sábado, dia 15 de fevereiro, pelas 16h00, o Auditório Dr. António Martins, na Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) ficou bem preenchido para a palestra “Descomplica o Cancro”, organizada pelo Rotary Club de Barcelos e a Delegação de Barcelos da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC).



O evento contou com as intervenções de José Mariz, do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto, de Marta Peixoto e Tatiana Cunha, do IPO de Coimbra, de Isaque Ferreira, Delegado de Barcelos da LPCC, de Ângela Leal e Sandra Varzim, igualmente desta Delegação. A palestra foi moderada por Cláudia Santos, Presidente do Rotary Clube de Barcelos, e foi encerrada pela intervenção de Vítor Veloso, Presidente da LPCC – Núcleo Regional do Norte.

José Mariz “descomplicou” o Cancro, salientando que as pessoas sofrem desta patologia porque são constituídas por células, dando ainda mais informações que fizeram com que os presentes pudessem “olhar” para o cancro como uma doença, sim, grave e cada vez mais comum, mas, igualmente, com cada vez mais possibilidades de cura. Marta Peixoto e Tatiana Cunha partilharam as suas intervenções, que versaram mais sobre os aspetos médicos e técnicos, falando de prevenção primária (atitudes a tomar para evitar o cancro, evitando comportamentos e ações de risco) e prevenção secundária (detetar a doença de uma forma ainda prematura ou inicial).

Pelo lado da Delegação de Barcelos, Ângela Leal apresentou dados sobre a ação da delegação barcelense e Sandra Varzim apresentou o plano de atividades para futuro.

Cláudia Santos, em declarações ao Barcelos na Hora, deixou o agradecimento ao IPCA, “que nos acolheu e proporcionou um espaço condigno e acolhedor, e, também, ao testemunho de vida da Provedora do Estudante, Professora Irene Portela”. Agradeceu, igualmente, a todos os interventores, à Minho TV, Barcelos na Hora, Rádio Barcelos e Rádio Cávado, assim como, “a todos os que optaram por estar presentes e semear, em si, novas visões sobre uma problemática que a todos pode afetar”.

Como balanço, a Presidente do Rotary de Barcelos sente que alcançaram o objetivo “de mostrar à comunidade de Barcelos que não estão sozinhos e que existe uma delegação à qual se podem dirigir e onde serão atendidos com discrição e carinho”, de “alertar para os cuidados a ter para uma vida mais saudável, para uma vida com menos medo e mais positiva”. Para além dos objetivos, na opinião desta responsável, também foram construídas pontes “entre os estudantes e a Liga, através do desafio lançado pela Professora Irene Portela, provedora do estudante do IPCA” e “entre os profissionais e a assembleia, pelas dúvidas que foram esclarecidas no momento”.

“No final, saímos com a mensagem que devemos levar uma vida calma, viver o dia a dia de forma feliz e saudável, sendo vigilantes no nosso primeiro templo, que deve ser o nosso corpo. E, assim, tudo correrá bem. Temos que acreditar que é possível um futuro positivo, desde que o primeiro foco sejamos nós, na nossa paz interior e saúde. Somos gratos, enquanto Rotary Club de Barcelos, por estarmos inseridos numa comunidade que se pretende informar e, assim, fazer valer a pena, arregaçar as mangas e investir em momentos como este”, concluiu.

Já Isaque Ferreira, Delegado de Barcelos da LPCC, ao Barcelos na Hora, também deixou o agradecimento a todos os preletores presentes, assim como, à Minho TV, “pela transmissão em direto para as redes sociais do evento” e ao Barcelos na Hora, Rádio Barcelos e Rádio Cávado “pela divulgação do evento”.

Sobre esta iniciativa, o Delegado salientou que ”quando fomos convidados, Delegação de Barcelos da LPCC, pelo Rotary Club de Barcelos para sermos apresentados ao Rotary, seria com o objetivo de apenas apresentar a Delegação e os seus serviços. No entanto, a ambição de ambos os intervenientes sentiu necessidade de expandir e enriquecer o evento à comunidade. Assim, cresceu a ideia desta palestra ‘Descomplicar o Cancro’”, concluindo que “os objetivos a que nos propusemos superaram todas as expectativas”.

Ainda sobre o evento, Isaque Ferreira considerou que “quem participou neste evento, reteve que é possível, para além de viver com o cancro, ter qualidade de vida e, acima de tudo, preveni-lo de forma muito simples, bastando assumir alguns cuidados no dia a dia. Por outro lado, teve oportunidade de conhecer a Delegação de Barcelos da LPCC na sua essência e o seu plano de atividades para 2020”.

Para futuro, pretendem “manter a parceria com o Rotary Club de Barcelos, assim como, com outras instituições/entidades que possam precisar dos nossos serviços, mas também, colaborar connosco em atividades futuras. O lema da Delegação de Barcelos será sempre apoiar o doente oncológico e os seus familiares seja em que contexto for”.

A palestra foi encerrada por Vítor Veloso, Presidente da LPCC – Núcleo Regional do Norte, que enalteceu o trabalho da Delegação de Barcelos e o seu plano de atividades para 2020, salientando que em Barcelos a LPCC está muito bem representada.

Este evento, para quem não teve oportunidade de estar presente, pode ser acompanhado no direto que foi realizado pela Minho TV.

Fotos: BnH.

IPCA organiza 5ª edição da ICHTOUR – International Conference on Hospitality and Tourism

Fevereiro 19, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) leva a cabo a quinta edição da ICHTOUR – International Conference on Hospitality and Tourism, que decorrerá entre hoje e o próximo dia 21 de fevereiro no Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães.



A sessão de abertura está prevista para o dia de hoje, pelas 14h30 no Pequeno Auditório do Centro Cultural.

Nos dois dias em que ocorrerá, o evento terá uma seleção de mais de 60 comunicações (aproximadamente 170 autores e coautores) de investigadores nacionais e internacionais e dois convidados de elevado prestígio no universo do turismo: Catherine Prentice e Luís Pedro Martins.

Após uma carreira como executiva em empresas de diversos setores, Catherine Prentice dedicou-se à academia e é, hoje, Professora Associada da Griffith Business School, na Austrália. Os seus interesses de investigação incluem a inteligência artificial, a inteligência emocional, marketing de serviços e inovação, marketing relacional, comportamento do consumidor, todos estes temas orientados para o setor turístico e hoteleiro. É, hoje, editora associada do Journal of Global Scholars of Marketing Science.

Já Luís Pedro Martins é, atualmente, Presidente da entidade Turismo do Porto e Norte do Portugal.

Os autores, acima referidos, provêm de Portugal, França, Hungria, Austrália, Namíbia, Ucrânia, Argélia, África do Sul, Nicarágua, Índia, Sudão, Coreia do Sul e Qatar.

Fonte e imagem: IPCA.

Proteção da marca e patente e arbitragem tributária em debate no IPCA

Fevereiro 11, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Seminários realizados no âmbito da 10ª edição do Mestrado em Solicitadoria

A 13 e 14 de fevereiro, o Auditório Dr. António Martins, na Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) recebe mais um Seminário, integrado na unidade curricular de, precisamente, “Seminários Profissionais”, organizados no âmbito da 10ª edição do Mestrado em Solicitadoria.



Em ambos os dias, pelas 18h30, a proteção da marca e da patente, assim como, a arbitragem tributária estarão em debate.

A 13 de fevereiro, sob o tema “A importância da proteção da marca e da patente – Aspetos práticos”, Elaine Vianna Saraiva, Doutora e Investigadora na área da Propriedade Intelectual, e Maria Baltar Pereira, Advogada, irão apresentar os seus pensamentos sobre este assunto.

Já no dia seguinte, sob o tema “Arbitragem Tributária”, será a vez de Tânia Carvalhais Pereira, advogada, jurista no CAAD – Centro de Arbitragem Administrativa e Professora na Escola de Direito da Universidade Católica – Lisboa, ser a palestrante.

As sessões serão abertas a toda a comunidade académica, bem como, a todos os interessados nestas matérias.

Imagem: ESG/IPCA.

IPCA debate sobre o “Orçamento Plurianual da UE: Desafios e Oportunidades para Portugal”

Fevereiro 11, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O IPCA/CIED Minho, em parceria com o Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal e o Município de Barcelos, promovem, no dia 14 de fevereiro, pelas 18h30, no Campus do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, o debate sobre “O orçamento Plurianual da UE: Desafios e Oportunidades para Portugal”.



Em outubro de 2019, o Parlamento Europeu (PE) confirmou e atualizou a sua posição, relativamente ao próximo Quadro Financeiro Plurianual (QFP) – 2021-2027.

A deputada ao Parlamento Europeu, Margarida Marques, correlatora do PE sobre o Quadro Financeiro Plurianual (QFP), e o deputado ao Parlamento Europeu, José Manuel Fernandes, correlator sobre os recursos próprios do QFP, integram a equipa de negociação do PE sobre o orçamento de longo prazo da UE. Os dois deputados serão os principais oradores deste debate, com o objetivo de dar a conhecer os desafios e oportunidades para Portugal, no âmbito do próximo Orçamento Plurianual da UE para o período de 2021-2027.

Fazem ainda parte do painel de oradores, a Presidente do IPCA, Maria José Fernandes, o Diretor do Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal, Pedro Valente da Silva, e o Presidente do Município de Barcelos, Miguel Costa Gomes.

A moderação do debate será assegurada pelo Diretor do Jornal Correio do Minho, Paulo Monteiro.

De referir que o Quadro Financeiro Plurianual (QFP) define os limites para as despesas da UE, no geral e nos diferentes domínios de atividade, por um período, geralmente, de sete anos. No final, o orçamento terá de ser acordado por unanimidade pelos Estados-Membros no Conselho, e aprovado pelo Parlamento Europeu para poder entrar em vigor.

O evento tem entrada livre, sujeita a inscrição. Inscrições através do site: http://bit.ly/debatecied14fev.

Fonte e imagem: IPCA.

José Manuel Fernandes defende que futuro sustentável impõe solidariedade estratégica com migrantes

Fevereiro 2, 2020 em Atualidade, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Debate sobre migrações moderado por Centro de Informação Europe Direct do IPCA

A solidariedade com os refugiados e os povos migrantes é uma obrigação na defesa dos valores europeus e da dignidade humana. O eurodeputado José Manuel Fernandes reafirmou essa premissa em Vila Nova de Famalicão, num debate sobre as migrações, na Escola Secundária Camilo Castelo Branco. Mas aproveitou para, simultaneamente, defender que essa solidariedade é cada vez mais do interesse dos países europeus.



“Perante o envelhecimento progressivo da população europeia e da evolução do peso cada vez maior de África na população mundial, com particular efeito ao nível da juventude, é do interesse estratégico dos países europeus acolher de forma estruturada imigrantes, para garantirem um futuro sustentável, tanto a nível demográfico e social, como económico”, defendeu José Manuel Fernandes.

Essa deveria ser uma política estratégica a assumir por Portugal, que apresenta os mais elevados índices de envelhecimento da população na Europa, como sublinharam o autarca famalicense Mário Lima e o investigador e empreendedor José António Salcedo, durante o debate que decorreu na noite de sexta-feira, no âmbito do “Chá Europeu” dedicado ao tema “Migrantes e Refugiados: ameaça ou oportunidade para a Europa?”.

No terceiro concelho mais exportador e um dos mais industriais do país, autarca e investigador apontaram a necessidade de reforçar e rejuvenescer mão de obra e, sobretudo, o interesse por quadros qualificados como transversais a toda a economia, mas com reflexo especial na indústria e também na agricultura.

Apesar de esse ser uma argumentação que deveria superar manifestações nacionalistas na atenção às migrações, José Manuel Fernandes reconheceu que, nesta matéria, “tem faltado uma verdadeira política europeia”, partilhando experiências vividas em campos de refugiados na Turquia, Jordânia, Líbano e Grécia.

“Numa luta permanente para contrariar os egoísmos nacionais, a União Europeia tem feito o que pode para ajudar os refugiados e os migrantes. É uma tarefa ainda mais complicada por se tratar de matéria sob competência de cada Estado-Membro.  Apesar disso, a UE tem assumido um papel relevante e até liderante no contexto global”, argumentou o eurodeputado.

Num debate com moderação do Centro de Informação Europe Direct do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) e em que participou também a eurodeputada comunista Sandra Pereira, foram apresentados alguns números e dramas dos refugiados que arriscam a vida na travessia do mar.

“Apesar das oportunidades, este é um mundo injusto. Nós, europeus, devemos lutar sempre pelos valores que aqui temos a oportunidade de viver. Mas temos também a responsabilidade de ajudar que os outros seres humanos possam aceder e viver beneficiando dos mesmos valores”, desafiou José Manuel Fernandes, numa iniciativa organizada pelo Clube Europeu da Secundária Camilo Castelo Branco, e que contou com a participação de alunos e pais. A Orquestra Musical desta escola-embaixadora do Parlamento Europeu assumiu a animação do evento ao longo da noite.

Fonte e fotos: JMF.

Liga Portuguesa Contra o Cancro e Rotary de Barcelos juntos a “descomplicar o cancro”

Janeiro 30, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 15 de fevereiro, pelas 16h00, o Auditório Dr. António Martins, na Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), recebe a palestra “Descomplica o Cancro”, organizada pela Delegação de Barcelos da Liga Portuguesa Contra o Cancro e pelo Rotary Club de Barcelos.



O evento contará como palestrantes José Mariz (IPO do Porto), na Sessão de Abertura; Tatiana Cunha e Marta Peixoto (IPO Coimbra), sobre o tema “Cancro: Riscos, Prevenção e Tratamento”; e Isaque Ferreira, Ângela Leal e Sandra Varzim irão falar sobre as atividades da Delegação barcelense da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

Esta é uma organização que conta com o apoio do IPCA, do IPO Porto e do IPO Coimbra, sendo de entrada gratuita. Para mais informações, utilizar os contactos que constam do cartaz abaixo.

Imagem: DR.

Filipa Faria e Times of Trouble lançam primeiro single

Janeiro 28, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Ex-aluna do IPCA e Ex-concorrente do The Voice Portugal, lança primeiro single que promete tocar, remexer e entrar na alma

Já está disponível no Youtube, “In The End”, o primeiro single dos Times of Trouble. A faixa marca o início da colaboração que junta a ex-concorrente do The Voice Portugal, Filipa Faria, com Nuno Veloso no baixo, Marco Silva nas teclas, Vítor Azevedo na guitarra e Nelson Silva na bateria.



“Fala sobre emoções que reprimi nos últimos anos de vida da minha avó e um profundo sentimento de culpa que surgiu após a sua morte”, diz Filipa Faria, vocalista.

Times of Trouble retratam vivências, sentimentos e histórias de vida, escritas essencialmente com o coração. De todos, para todos.

O single e videoclip foram gravados sem recurso a produtora, estúdio ou qualquer empresa. Tudo surgiu da junção das capacidades de cada elemento, as ferramentas disponíveis e a ajuda de Maria Cunha, amiga e youtuber. Querem experimentar e deixar as ideias fluir, sem restrições e sem medo de cometer erros.

Veja o videoclip aqui =  https://www.youtube.com/watch?v=EDYgIdFtrag

O single estará brevemente disponível nas restantes plataformas.

Além deste single, a banda está a trabalhar em muitos outros que prometem ser rebeldes, introspetivos e, principalmente, conectar pessoas através da música.

Siga a banda nas redes sociais @timesoftroubleband para o Instagram, Facebook e Youtube.

Fotos: DR.

Ir Para Cima