Tag archive

João Dantas

Expo Barcelos “abre portas” já na próxima sexta-feira

Outubro 11, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

Pelas 14h00 do próximo dia 13 de outubro, a 6ª edição da Expo Barcelos abre as portas da exposição ao público, que se realiza, novamente, no Estádio Cidade de Barcelos.



Esta é uma organização da João Dantas, Unipessoal Lda., com a coorganização do Município de Barcelos e da Cooperativa Agrícola de Barcelos, contando com o patrocínio e com parceria de várias entidades.

Ainda na sexta-feira, pelas 16h00, realiza-se o 2º Concurso de Galos (vivos) de Barcelos. Segue-se, pelas 18h00, a inauguração oficial da Feira Expo Barcelos, com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, do organizador, João Dantas, e da restante comitiva. Após a cerimónia, é a vez da Banda Plástica abrilhantar musicalmente o momento.

No dia seguinte, as portas abrem pelas 10h00, abrindo, igualmente, as I Jornadas do Galo de Barcelos. Meia hora depois realiza-se uma poule de Equitação de Trabalho, organizada em parceria com a Associação Equestre e Recreativa (AER) de Lijó. Ao início da tarde, pelas 14h00, realiza-se o 4º Concurso Regional de Raça Holstein Frísia AGRIBAR 2017. Uma hora após, atua o Grupo Folclórico S. Lourenço de Alvelos. Já à noite, pelas 20h00, iniciam-se as provas de obediência canina, organizadas em parceria com a Barceldog. A essa mesma hora, atua a Ronda Típica da Associação de Moradores do Bairro da Misericórdia. Pelas 21h00, realizam-se as provas hípicas cavalhadas, novamente com a parceria da AER de Lijó.



Domingo será o último dia deste Expo Barcelos, com as portas a abrirem novamente pelas 10h00. Meia hora depois, realiza-se o concurso de apresentação de Cavalos Lusitanos. Ao início da tarde, pelas 13h30, inicia o programa televisivo “Somos Portugal”, da estação TVI, que realiza, mais um ano, um programa com 6h30 de duração, em direto do recinto. Pelas 14h00, atua o Grupo Folclórico da Casa do Povo de Rio Covo Santa Eugénia para, uma hora depois, dar-se a apresentação de cavalos montados. Pelas 17h00, realizam-se novas provas de obediência canina e, a essa mesma hora, atua o grupo Amigos Leais de Barcelos, da Associação Cultural, Desportiva e Recreativa de Lijó. As portas desta grande Expo Barcelos 2017 encerram pelas 20h00.

Produção do Galo de Barcelos em ensaio que visa a excelência

Maio 22, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

confraria-galo-barcelosA Confraria Gastronómica O Galo de Barcelos realizou, no passado dia 20 de maio, o acompanhamento de oito explorações e monitorização dos primeiros 300 pintos do Galo de Barcelos, que culminou na exploração da “Quinta do Ribeiro”, em Balugães (Barcelos), um momento importante do processo da produção do “Galo de Barcelos”.

Na exploração, foi possível contactar com os primeiros pintos da estirpe selecionada pela Confraria. Estes foram devidamente brincados e pesados de forma a garantir o controlo da qualidade do produto final destinado à restauração. Este procedimento decorrerá, periodicamente, em contexto de uma monitorização extensiva a outras explorações incluídas no projeto/ensaio.

confraria-galo-barcelos-etiqueta

Para se perceber a dimensão deste projeto, realizou-se uma conferência de imprensa com o Presidente da Direção da Confraria, João Dantas; o Presidente da Mesa da Assembleia, representado pelo Presidente da Cooperativa Agrícola de Barcelos, Eng.º José Costa; o Juiz Vice-Presidente da Direção, Restaurante Galliano, representado por António Vilas; o Mordomo AMIBA (Associação de Criadores de Bovinos de Raça Barrosã), representada pela Eng.ª Virgínia Ribeiro; o Mordomo Mestre Elsa Machado (Médico Veterinário); e o mordomo ATAHCA (Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave), representada pelo Prof. Mota Alves.

O Presidente da Direção referiu a importância desse dia, como sendo um marco histórico para a promoção da produção do galo vivo, em primeiro lugar, posteriormente, a promoção da gastronomia e, em terceiro, a promoção do galo artístico, referindo mesmo que “o Galo de Barcelos também se come”.

confraria-galo-barcelos-joão-dantas

A Mestre Elsa Machado, coordenadora do grupo da produção, realçou esse primeiro dia como um marco importante para aquilo que se pretende obter, que é um produto de excelência. Salientou a importância de todos, quer em casa, quer no restaurante, poderem saber a origem do produto que estão a consumir, através do processo de rastreabilidade. “O modo de produção do galo terá especificações bastante concretas que serão vertidas num Caderno de Especificações, elaborado por técnicos que são confrades e fazem parte do grupo da Produção”.

confraria-galo-barcelos-elsa-machado

O Presidente da Assembleia, Eng.º José Costa, da Cooperativa de Barcelos, referiu a importância do “Galo de Barcelos” ser também alimentado com uma ração o mais próxima, tanto quanto possível, do modo tradicional, com vista à obtenção de um produto de qualidade e que agrade ao consumidor. Salientou, também, a disponibilidade da equipa técnica da Cooperativa Agrícola de Barcelos no estudo para obter, e melhorar, uma ração equilibrada, cumprindo com o Caderno de Especificações.

confraria-galo-barcelos-josé-costa

A Eng.ª Virgínia Ribeiro falou da importância do acompanhamento técnico destas explorações submetidas ao primeiro ensaio, no sentido de avaliar a estirpe selecionada, e outros fatores dos quais a alimentação é muito importante. Para isso “identificaram-se todos os animais na asa com a designação do Galo de Barcelos e uma numeração”. Referiu, igualmente, que irá estudar-se o índice de conversão dos animais para controlo da performance, através da pesagem realizada periodicamente, sendo as aves reavaliadas aos 120 dias.

confraria-galo-barcelos-virgínia-ribeiro

O Prof. Mota Alves falou da importância de criar dinâmicas territoriais, sendo que a ATAHCA, que promove ações para o desenvolvimento local, está disponível para apoiar, através do programa PDR 2020. Neste contexto, “Barcelos tem uma identidade própria”, fortalecida pelo Galo de Barcelos, que não se deve deixar perder, mantendo a relação “do campo para o prato”. Por outro lado, Barcelos, pela sua grande centralidade (está perto da autoestrada, perto de Braga, a menos de 60 km do Porto e muito próximo da Galiza), apresenta um potencial enorme para atrair turistas e, por isso, vale a pena investir neste projeto da Confraria.

confraria-galo-barcelos-mota-alves

Por fim, usou da palavra o Sr. António Vilas, responsável pelo grupo da restauração, referindo que “só produzindo com qualidade é que podemos ter mais procura na restauração”, “queremos que o galo seja, gastronomicamente, uma referência a nível nacional”, “queremos ter um bom galo, não só um galo assado mas outros pratos com qualidade”, naturalmente preparados pelo chefes de cozinha.

confraria-galo-barcelos-ensaio-conferência-imprensa

No final, os convidados participaram num “verde de honra”, aproveitando para confraternizar.




Fonte e imagens: Confraria G. O Galo de Barcelos.

“I Capítulo de Entronização” da Confraria Gastronómica “O Galo de Barcelos”

Fevereiro 17, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

A Confraria Gastronómica “O Galo de Barcelos” realiza, no próximo dia 19 de fevereiro, o seu “I Capítulo de Entronização”, no Auditório da Câmara Municipal de Barcelos, com início marcado para as 9h30.

O Galo de Barcelos, maior símbolo nacional, vai deixar de ser apenas uma referência no artesanato e “transforma-se em receita gastronómica”. Segundo João Dantas, presidente da confraria, os objetivos fundamentais passam por “incentivar a produção de um tipo de carne de Galo com origem em Barcelos e defender a receita do Galo Assado à moda de Barcelos, bem como certificar os restaurantes que confecionem este prato.”

É o início de um projeto ambicioso que desafia inúmeras instituições e empresas barcelenses a “transformar o maior símbolo nacional numa marca de referência, nacional e internacionalmente, sobretudo a nível gastronómico”, realça João Dantas.

Cerca de 90 Confrades serão entronizados, ou seja, receberão as insígnias da Confraria, prestando um juramento que visa prestigiar, defender e divulgar o “Galo de Barcelos”. Nesta cerimónia serão entronizados como confrades de honra o município de Barcelos, na pessoa do presidente Miguel Costa Gomes e Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) na pessoa Dr. Fernando Bernardo.

Tratando-se da primeira cerimónia de entronização, os confrades fundadores serão apadrinhados pela Confraria do Vinho Verde, do Porto.

 

 

 

Sobre a Confraria Gastronómica “O Galo de Barcelos”

«A Confraria Gastronómica “O Galo de Barcelos” nasceu em julho de 2016, no concelho que lhe dá o nome. Com foco principal na criação e certificação de um tipo de galos com modo de produção em Barcelos, a sua missão passa pela divulgação desse tipo de carne, bem como da sua aplicação à gastronomia – neste caso à receita de Galo de Barcelos Assado. Além disso, a Confraria Gastronómica “O Galo de Barcelos” tem como missão de divulgar o “Galo” na sua vertente artística, sendo o concelho de Barcelos tão bem caracterizado pelo seu artesanato.

confraria-galo-barcelos

A atual Direção, com mandato até 2019, tem também como projeto a criação de uma revista associada à Confraria Gastronómica “O Galo de Barcelos”, onde serão abordados temas relacionados com a gastronomia, nomeadamente da região de Barcelos, e darão a conhecer as referências mais emblemáticas da cidade, sendo então um projeto ímpar na região.

Desde a sua criação, a Confraria “O Galo de Barcelos” tem participado em vários eventos de outras Confrarias, divulgando assim os valores barcelenses, bem como a grandeza do Galo de Barcelos, aplicada às mais variadas áreas.»

Fonte: Confraria Gastronómica “O Galo de Barcelos”.

Imagem: Agenda Cultural da CM de Barcelos.

Ir Para Cima