Tag archive

Joel Sá

Paulo Cunha é o novo Presidente da Distrital de Braga do PSD com José Novais a Vice

Julho 12, 2020 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Presidente da Câmara Municipal de VN de Famalicão sucede a José Manuel Fernandes

No passado dia 11, realizaram-se as eleições para os órgãos da distrital de Braga do Partido Social Democrata. Em Barcelos, as secções de voto estavam localizadas no salão do Hotel Bagoeira.



Havia apenas uma lista candidata a todos os órgãos, como vem sendo comum nas últimas eleições, sendo a candidata à Comissão Política Distrital encabeçada pelo Presidente da Câmara Municipal de VN de Famalicão. A encabeçar a lista candidata à Mesa da Assembleia Distrital estava Ricardo Rio, Presidente da Câmara Municipal de Braga.

José Novais, Presidente da Comissão Política de Barcelos, foi eleito 1º Vice-Presidente da Comissão Política Distrital.

Em destaque, igualmente, da concelhia barcelense, Isabel Pinheiro Miranda, eleita Presidente da Comissão Distrital de Auditoria Financeira.

Ainda de Barcelos, Maria Bernardete Vilas Boas foi eleita para o Conselho de Jurisdição Distrital e mais quatro militantes como Vogais. A saber: Raul Dias (Comissão Política Distrital), Rui Ataíde Miranda (Mesa da Assembleia Distrital), Anabela Silva Cortez (Conselho de Jurisdição Distrital) e Filipe Senra Oliveira (Comissão Distrital de Auditoria Financeira).

Como Delegados à Assembleia Distrital foram eleitos, como efetivos, 78 militantes, em lista encabeçada por Joel Sá, constituindo a maior representação concelhia, com 26% do total de 300 Delegados, num universo de 3109 militantes ativos na Secção de Barcelos.

Em nota enviada às redações, “a Comissão Política Concelhia do PSD de Barcelos congratula-se e manifesta o seu regozijo e apreço pela eleição de Militantes de Barcelos para o exercício de cargos políticos no âmbito partidário distrital, numa prova de reconhecimento pelo trabalho político desenvolvido pela estrutura Concelhia”, deixando uma “saudação dos militantes barcelenses participantes na lista única encabeçada por Paulo Cunha para a Comissão Política Distrital do PSD”.

Fotos: DR.

Novos órgãos sociais do Basquete de Barcelos já estão em funções

Julho 1, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

António Faria reempossado Presidente da Direção

No passado domingo, final da tarde, o Hotel Bagoeira recebeu a cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos sociais do Basquete Clube de Barcelos. Estatutariamente, esta cerimónia estava integrada numa Assembleia Geral, presidida por Joel Sá, sócio fundador do clube.



Na sala, para além da comunicação social, apenas marcaram presença os membros a serem empossados, muito poucos familiares seus e representantes de entidades. Cada pessoa tinha o seu lugar, com distância adequada, uso de máscara obrigatório, assim como, desinfeção das mãos. Objetos como as esferográficas para a assinatura de posse, não sendo as pessoais, mas antes, do clube, eram de uso único, ou seja, ao ser usada uma dessas esferográficas, a mesma era colocada de parte para não ser usada por mais alguém. As máscaras apenas “saíram” para as rápidas fotografias, para solenizarem o momento e servirem para “memória futura”, ou para alguns breves discursos.

Assim, António Faria tomou posse como Presidente da Direção do Basquete Clube de Barcelos para o biénio 2020-2022. Consigo, na Direção, estão João Freitas Silva (Vice-Presidente), Maria Fátima Araújo Rodrigues (Vice-Presidente), Gabriela Rodrigues (Vice-Presidente), Pedro Anjos (Vice-Presidente), Paulo Pedroso (Secretário) e Rui Pereira (Tesoureiro).

Antes, foi empossado Joel Sá, que continua como Presidente da Mesa da Assembleia Geral, com Paulo Miranda (Vice-Presidente) e Carlos Ferreira (Secretário) a completarem-na.

O Conselho Jurídico conta com Pedro Rodrigues como Presidente, José Dias como Vice-Presidente e Sandra Rodrigues como Secretária.

Por fim, o Conselho Fiscal é composto por José Costa (Presidente), Manuel Nunes (Vice-Presidente) e Ana Dias (Secretária).

Ao Barcelos na Hora, António Faria começou por fazer um balanço do mandato anterior. “Foi um mandato muito positivo, pautado pelo esforço de consolidar o nosso projeto desportivo, principalmente ao nível do minibasquete e da formação, sem descurar a parte da competição. Foram dois anos de crescimento, em todos os vetores desportivos, onde conseguimos aumentar o número de atletas, sendo que fomos o Clube, na época passada, com mais atletas federados a nível nacional. Conseguimos, igualmente, mais presenças das nossas equipas de formação em fases finais regionais e distritais, culminando, também, nalgumas conquistas e refletindo-se num maior número de apuramentos para campeonatos e taças nacionais. Foi, de igual modo, um mandato focado no rigor orçamental e no controlo de despesas, que permitiu equilibrar as contas do Clube”.

Sobre o momento, de início de mandato, o Presidente da Direção referiu que, “em face do momento que atravessamos, em resultado da pandemia da doença COVID-19, preveem-se algumas dificuldades na retoma das atividades do Clube. Estaremos particularmente atentos à motivação dos nossos atletas para reatarem os treinos e às condições necessárias em termos de segurança e higienização dos espaços e condições de treino. Esta situação levanta algumas preocupações à Direção que agora inicia funções, não só nas questões associadas à gestão desportiva do Clube, mas também, em termos financeiros, uma vez que corremos o risco de perder alguns patrocinadores e, desta forma, condicionar os vários projetos em curso. No entanto, todos os dirigentes e equipa técnica estão cientes das dificuldades que poderão surgir e acreditamos que, juntos, conseguiremos ultrapassar os vários obstáculos que se coloquem pela frente”.

Para concluir, António Faria traçou os principais objetivos para este novo mandato: “Para este biénio, manteremos o foco na formação, continuando o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido na captação, na melhoria das condições de treino e apoio à nossa equipa técnica. Manteremos a aposta no Projeto TIMB, essencial para a divulgação da modalidade no concelho de Barcelos e para a captação de novos atletas. Com a estabilização do Projeto do Minibasquete e Formação, chegou a hora de apostar um pouco mais na competição e tentar criar as condições de base, e sustentáveis, para um projeto de competição sólido e que permita resultados a médio/longo prazo para as equipas femininas e masculinas”.

Conselho Estratégico do PSD de Barcelos debate “o presente e futuro da economia” em conferência online

Maio 19, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado sábado, dia 16 de maio, pelas 21h30, a secção de Economia do Conselho Estratégico do PSD de Barcelos realizou uma Conferência online para debater o presente e o futuro da economia em consequência do COVID-19.



No intuito de serem apresentadas múltiplas perspetivas de análise, do painel de oradores fizeram parte Paulo Cunha (Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão), João Albuquerque (Presidente da ACIB – Associação Comercial e Industrial de Barcelos) e Carla Barros (Deputada do PSD na Assembleia da República, nas áreas de Trabalho e Segurança Social e Presidente dos TSD – Trabalhadores Sociais Democratas do Porto).

Na intervenção inicial, Paulo Cunha destacou o papel importante dos Municípios, quer durante a pandemia, quer na retoma da atividade económica, salientando que “tudo que não está estipulado que seja competência das Câmaras Municipais ou do Governo, tem ficado para a Câmaras resolver”, tendo os Municípios recursos muito limitados para fazer face a esse acréscimo de competências. Questionado sobre a importância do Made In na ajuda ao tecido empresarial famalicense a ultrapassar esta crise, destacou o apoio que este Gabinete da Câmara Municipal de Famalicão prestou, e presta, essencialmente, às micro e pequenas e médias empresas, assim como aos empresários em nome individual perante uma vasta legislação que foi saindo durante a pandemia, do qual o lay off simplificado é apenas um exemplo, assim como a consultoria que prestou ao tecido empresarial do Concelho. Mostrou-se, ainda, convicto de que tomou a melhor decisão em relação à abertura da Feira Semanal durante a quarentena, relativamente aos produtos alimentares, “foi uma decisão muito refletida e suportada por um parecer favorável à abertura da Feira por parte da Delegação de Saúde de Famalicão, tendo sido fundamental para apoiar os Nossos produtores locais”. Paulo Cunha terminou a conferência, referindo as dificuldades que atravessamos atualmente e que devemos encarar as mesmas como o desafio das Nossas vidas.

Para João Albuquerque, a situação na área empresarial não está a correr bem, já não estava antes da quarentena, mas agora ficou muito pior. Frisou ainda que o impacto económico e social no comércio barcelense será muito grande pois a maioria dos estabelecimentos comerciais está fechado já há cerca de dois meses e tratam-se de empresas de cariz familiar. Albuquerque destacou, ainda, a necessidade de ser criado um bom plano estratégico para a zona do Cávado e do Ave, que seja consistente e aponte para o investimento na área da formação para que a recuperação económica seja mais rápida. Por outro lado, as vendas online têm que ser a aposta de futuro, tornando-se necessária a utilização de plataformas robustas para o incremento do eCommerce. O Presidente da ACIB manifestou-se, também, contra a abertura das grandes superfícies no Concelho de Barcelos, não lhe parecendo que seja uma boa estratégia para o desenvolvimento do mesmo a abertura de uma grande quantidade de grandes superfícies, sem qualquer critério, como temos assistido nos últimos anos, reforçando a sua posição em defesa do comércio tradicional. Na sua intervenção final, Albuquerque salientou que, apesar das dificuldades, temos que encarar esta crise também como a criação de algumas oportunidades, que devem ser aproveitadas com o lançamento de novos projetos, com mais inovação e mais união.

A Deputada da Assembleia da República, Carla Barros, perspetivou que se inicie o ano de 2021 com uma taxa de desemprego na ordem dos dois dígitos e bem superior ao que tivemos na altura da Troika em Portugal, devido à forte contração do PIB que se espera. Destacou que a relações laborais vão alterar-se de forma muito significativa com esta crise, o Teletrabalho veio para ficar e as assimetrias regionais desta crise são evidentes. A Deputada Social Democrata terminou, deixando uma palavra de esperança, acreditando que vamos conseguir ultrapassar esta crise económica, financeira e de saúde pública.

Da parte da organização da Conferência, Joel Sá mostrou a sua satisfação pela partilha de opiniões relativamente a temáticas tão relevantes e atuais, assim como pelo elevado número de pessoas que a Conferência online permitiu alcançar, evidenciando que a sociedade está muito atenta às problemáticas que abordaram e que a Conferência foi uma aposta ganha. Referiu, ainda, que esta foi uma das Conferências online organizadas pelo Conselho Estratégico do PSD de Barcelos, perspetivando-se a organização de mais Conferências similares sobre temáticas diversas, que permitam ao Partido consolidar um pensamento estratégico para o Concelho de Barcelos.

Já José Novais, Presidente da Comissão Política do PSD Barcelos, salienta que “esta videoconferência sobre Economia foi mais um passo na afirmação do trabalho desenvolvido pelo Conselho Estratégico do PSD Barcelos, depois da Conferência sobre Saúde, com o Bastonário da Ordem dos Médicos; da Conferência sobre Violência Doméstica, com a Deputada Mónica Quintela; e da Conferência sobre Ambiente, com o Eng. Macário Correia”.

Instado a explicar, sucintamente, em que consiste este Conselho Estratégico, o Presidente da Concelhia Social-Democrata explica que o de Barcelos “foi replicado do Conselho Estratégico Nacional e teve como embrião o Gabinete de Estudos empossado na Conferência ‘A Ética na Política’, proferida pelo Dr. Rui Rio, e realizada no Hotel Bagoeira a 03 de fevereiro de 2017”. “O Conselho Estratégico envolve mais de uma centena de Militantes e não Militantes, distribuídos por dez Secções temáticas, compostas por dez a vinte Conselheiros cada uma, com o objetivo de contribuir para a ‘Construção de um Pensamento Estratégico para Barcelos’”, conclui.

A Conferência poderá ser visualizada, na íntegra, através do link:

Fonte: PSD-B.

PSD considera ter tido “uma clara vitória” no concelho de Barcelos

Outubro 9, 2019 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

De igual forma, considera que o PS teve uma “clara derrota”

Estrutura local do Partido Social Democrata (PSD) emitiu um comunicado, enviado às redações, onde considera ter tido uma “clara vitória” no concelho de Barcelos e, consequentemente, o Partido Socialista (PS) ter tido uma “clara derrota”.



Para além desta análise, deixou críticas ao Presidente da Câmara Municipal pela forma como o processo eleitoral foi preparado e colocado em prática, enquadrou os resultados do PSD, em Barcelos, comparando-os com os dos restantes concelhos do quadrilátero urbano e, por fim, dirigiu palavras a Joel Sá, de saída da Assembleia da República, a Carlos Eduardo Reis, a fazer o caminho inverso, a Otília Castro, pela presença na lista de candidatos, à mandatária concelhia e à JSD de Barcelos.

Segue, abaixo e na íntegra, o referido comunicado, assinado pelo Presidente da Concelhia:

«Uma clara vitória do PSD no Concelho de Barcelos e uma clara derrota do Partido Socialista

A Comissão Política Concelhia do PSD congratula-se com a vitória do PSD, porque venceu as eleições legislativas de 6 de outubro, em 49 das 61 Freguesias e Uniões de Freguesias do Concelho de Barcelos, com um resultado global concelhio de 39,60% e 26.680 votos.

Em face destes resultados no Concelho de Barcelos, cujo MAPA FICOU PINTADO DE LARANJA, consideramos o seguinte:

1 – O PS venceu em apenas 12 Freguesias e Uniões de Freguesias e obteve um resultado global concelhio de 31,81% e 21.428 votos, com menos 5.252 votos do que o PSD.

2 – Lembramos que em 2009, num momento político semelhante a 2019, em Barcelos, o PSD de Manuela Ferreira Leite obteve 37,05% e 26.764 voto e o PS de José Sócrates obteve 36,73% e 26.532 votos, uma diferença de 232 votos.

3 – Saudamos os Barcelenses pelo seu elevado sentido de participação cívica nas eleições, pois a abstenção no concelho de Barcelos (36,86%) ficou abaixo da média do distrito (40,17%) e abaixo da média nacional (45,50%).

4 – Congratulamos com a vitória em PERELHAL e reconhecemos a forma cívica de protesto pela prevista passagem da LINHA DE MUITO ALTA TENSÃO. O PSD associa-se à luta da população de Perelhal, contra o impacto negativo que o traçado aprovado causará na vida das populações e no desenvolvimento da Freguesia.

5 – Reprovamos a conduta do PRESIDENTE DA CÂMARA, por, nomeadamente:

a) Falta de informação sobre a MUDANÇA da Secção de Voto de Barcelos da ESCOLA GONÇALO PEREIRA PARA A ESCOLA SECUNDÁRIA (DO RIO), o que causou transtornos aos Eleitores porque se deslocaram em elevado número à Escola Gonçalo Pereira para votar.

b) Tentativa de concentração de todas as Mesas de Voto da União Freguesias de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescaínha (S. Martinho e S. Pedro) na ESCOLA DO RIO, inicialmente divulgada na página da União de Freguesias, o que causou desinformação dos Eleitores.

c) Contribuir para a abstenção de Eleitores pelos dois motivos anteriores e por não criar condições para melhor mobilidade nos acessos à ESCOLA DO RIO.

6 – O resultado no Concelho de Barcelos representa também uma derrota pessoal do Presidente da Câmara, do executivo municipal e da Direção local do PS, pela situação que se vive na Câmara Municipal com o Presidente da Câmara PRESO HÁ 135 DIAS CONSECUTIVOS, em prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, proibido de contactar os Funcionários do Município.

7 – No contexto dos concelhos do Quadrilátero Urbano (Barcelos, Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão), o PSD obteve no concelho de Barcelos a maior percentagem, o segundo lugar em número de votos (a seguir a Braga) e a menor taxa de abstenção.

8 – O concelho de Barcelos contribuiu substancialmente para o resultado do PSD no distrito de Braga, com 34,08% e 158.652 votos, e a eleição de 8 deputados.

9 – Felicitamos o atual Deputado, Dr. Joel Sá, pelo trabalho desenvolvido na Assembleia da República durante o mandato que ora termina, candidato indicado pela Secção de Barcelos, e repudiamos a sua colocação no décimo lugar da lista do distrito e consequente não reeleição.

10 – Saudamos a Eng.ª Otília Castro, participante na Lista de Candidatos, a Dr.ª. Sandra Gonçalves, Mandatária de Lista Concelhia, a JSD / Juventude Social Democrata, Estruturas e Órgãos do Partido, Delegados e Membros das Mesas de Voto.

11 – Saudamos os Militantes e Simpatizantes do PSD que participaram e contribuíram para os resultados e os BARCELENSES, que pela sua participação cívica deram uma indicação clara de que O PSD DEVE SER LIDERANTE NO CONCELHO DE BARCELOS.

12 – A Comissão Política do PSD de Barcelos felicita o Dr. Carlos Eduardo Reis, Barcelense indicado pela Direção Nacional, e os restantes Deputados eleitos pelo Distrito, aos quais deseja um trabalho profícuo em prol do Concelho de Barcelos e do Distrito de Braga.»

Foto: DR.

Rui Rio no Minho: PSD contra mais impostos e pronto a garantir melhores serviços públicos

Outubro 2, 2019 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Por entre as ações de campanha houve arruada em Barcelos

No maior comício de campanha nestas eleições legislativas, o presidente do PSD, Rui Rio, foi recebido em grande ambiente de festa e entusiasmo, com mais de 2.500 pessoas a sobrelotarem a Malafaia, em Esposende. Antes, esteve numa arruada por Barcelos, na zona história, em contacto com populares, numa cidade que disse conhecer tão bem que “até podia ser taxista” cá. Tudo aconteceu na passada segunda-feira, dia 30 de setembro.



Por entre os elementos da comitiva, viam-se, entre outros, Salvador Malheiro (um dos vice-presidentes do partido), José Silvano (Secretário-Geral), André Coelho Lima (cabeça de lista pelo distrito de Braga), alguns candidatos a deputados, entre eles os barcelenses Carlos Reis e Joel Sá, assim como o Presidente da Concelhia, José Novais, Mário Constantino (vereador), elementos da Concelhia do PSD e da JSD Barcelos, entre militantes e apoiantes.

De seguida, autarcas e apoiantes dos distritos de Braga e Viana do Castelo juntaram-se na noite de segunda-feira, “numa manifestação de força do Partido Social Democrata, culminando uma jornada de forte mobilização ‘laranja’ no Minho”, refere fonte do partido.

Ainda antes de Barcelos, e assumindo ter “muitas costelas” minhotas, Rui Rio foi recebido durante o dia na Adega Cooperativa de Monção e nas ruas de Viana do Castelo, passando – como referido – pelo centro da cidade de Barcelos, antes de chegar à Quinta da Malafaia.

Acompanhado pelos cabeças de lista pelos distritos de Braga, André Coelho Lima, e de Viana do Castelo, Jorge Salgueiro Mendes, o líder do PSD aproveitou para marcar a diferença de um governo social-democrata em relação à governação socialista, que continua a agravar a dívida portuguesa e a degradar os serviços públicos.

Rui Rio assegurou que, se formar Governo, quem mandará na saúde será o ministro do setor e não o das Finanças, como acontece no atual Governo socialista com Mário Centeno. “E fica aqui uma promessa, esta é que é mesmo uma promessa: face à situação em que está o Serviço Nacional da Saúde, eu vos garanto que, se nós ganharmos as eleições e fizermos Governo, quem vai mandar na saúde vai ser o ministro da Saúde e não o ministro das Finanças”, disse o líder social-democrata.

Contra regresso do imposto sucessório

Lembrando que o atual Governo impôs a maior carga fiscal aos portugueses “desde o D. Afonso Henriques”, Rui Rio desafiou ainda António Costa a desmentir se planeia repor o imposto sucessório, como acenam o PCP e BE.

“Se o Dr. António Costa não desmentir, podem ter a certeza de que se o PS ganhar as eleições vamos ter outra vez o imposto sucessório e os filhos que vão herdar os bens dos pais vão ter de pagar mais impostos”, alertou.

Rui Rio acusou o PS de se comportar “como dono disto tudo” em relação ao Estado quando está no Governo, e deixou um ataque particular ao presidente do PS.

“Esse fenómeno familiar começa, aliás, no presidente do PS: o deputado Carlos César é o campeão a conseguir meter os seus familiares nos cargos públicos”, acusou. O presidente do PSD considera que “pulverizar o Estado de ‘boys’ e ‘girls’” é uma característica de o PS a governar. “O PS a governar toma o Estado como se fosse seu e como se fosse a sua família”, apontou.

Menos carga fiscal, com mais receita

Rui Rio diz que “as características do PSD a governar são outras”, destacando a promessa de redução fiscal e acusando o Primeiro-Ministro de “não dominar os números das finanças públicas”.

“Ouvi o Dr. António Costa dizer ontem na RTP que tínhamos aqui uma fantasia, porque baixámos em 3,7 mil milhões de euros os impostos e conseguimos a magia de a receita fiscal crescer 2 mil milhões de euros. Meus amigos, nós prevemos que a receita vá crescer não 2 mil milhões, mas 5,4 mil milhões”, frisou.

O líder do PSD reiterou o desafio ao ministro das Finanças para que aceite debater as contas dos dois partidos, depois de Mário Centeno ter recusado fazê-lo com o porta-voz do partido para as Finanças Públicas, Joaquim Sarmento. “O professor Álvaro Almeida, candidato pelo Porto, já está disponível para debater com Mário Centeno. Vamos ver, este começa por A, se ainda não servir passaremos a alguém cujo nome comece por B a ver se ele aceita”, afirmou.

Antes, o cabeça de lista por Braga, André Coelho Lima, acusou o Governo socialista de “mistificação, cativação e falta de noção”, reprovando a “governação enganadora” do PS de António Costa, que “aumentou a carga fiscal para máximos históricos, continua a aumentar a dívida e a estrangular os serviços públicos, como a saúde e a educação”.

Fotos: PSD.

PSD pretende “um país com ambição e capaz de gerar progresso social”

Setembro 23, 2019 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Cabeça de lista do PSD no distrito, André Coelho Lima, salienta, em Barcelos, importância do legado de Sá Carneiro

“Está na hora do PSD poder governar o país em condições de concretizar a sua matriz, como partido reformador, de desenvolvimento efetivo e progresso social do país”. O desafio foi lançado, em Barcelos, pelo cabeça de lista do PSD no distrito, André Coelho Lima, que fez questão de sublinhar o legado ambicioso de Sá Carneiro, de luta permanente pela melhor qualidade de vida dos portugueses.



“Sempre que é preciso pegar no país e pô-lo no rumo certo, está lá o PSD. Mas agora está na hora do PSD poder gerir o país em altura de bonança e fazer aquilo que é a sua marca: lutar por um país com ambição, capaz de gerar desenvolvimento, progresso e qualidade de vida para as pessoas num patamar ao nível da média da Europa”, incitou Coelho Lima, num encontro com autarcas do concelho.

Com um périplo por Barcelos, que incluiu visitas ao velho Hospital, artesãos de olaria e uma incursão de barco pelo rio Cávado – ao longo de uma semana que culminou, ontem, com a Festa do PSD em Fragoso -, o líder dos candidatos do PSD a deputados frisou ainda que “está na hora de Portugal se assumir como país da Europa, não apenas no papel, mas sobretudo ao nível das condições de vida”.

“Não nos devemos ficar apenas por querer um aumento do salário mínimo, mas por um aumento do salário médio, que significa uma efetiva melhoria da qualidade de vida e da redistribuição de riqueza”, defendeu André Coelho Lima.

Num concelho que tem três candidatos a deputados na lista do PSD – Carlos Reis, Joel Sá e Otília Castro -, Coelho Lima destacou as qualidades do líder do partido, Rui Rio, fazendo analogias a Sá Carneiro, designadamente no que toca ao “desprendimento, franqueza e frontalidade, o que lhe permitia dizer o que tinha a dizer e fazer o que fosse preciso no interesse do país, e nunca focado em interesses eleitoralistas ou do partido”.

O cabeça de lista social-democrata mostrou-se, por isso, confiante para que as próximas eleições legislativas sejam uma marca para o renascimento autárquico do partido no concelho. “Está na hora do PSD voltar a pôr Barcelos no rumo certo, do desenvolvimento”, perspetivou, referindo-se à situação em que se encontra a Câmara de Barcelos, com a manutenção do presidente do executivo em detenção domiciliária, como “uma vergonha para a democracia e para o PS”.

“Trata-se de um presidente de Câmara, candidatado pelo PS por decisão direta e imposição do António Costa. Pergunto: se ocorresse ter um ministro detido, se não o demitiria”, questionou André Coelho Lima, que fez questão de salientar a diferenciação da lista de candidatos a deputados apresentada pelo PSD no distrito de Braga.

“É uma lista que tem apenas gente do distrito, o que mostra bem a confiança do partido nos quadros deste território e o reconhecimento da competência das pessoas que trabalham e vivem nas nossas terras”, afirmou, reiterando o compromisso de promover uma política de proximidade com o distrito e as comunidades de todos os concelhos.

Fotos: PSD.

José Manuel Fernandes propõe financiamento de programa para o têxtil

Abril 29, 2019 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O eurodeputado José Manuel Fernandes compromete-se a apresentar um plano específico para o setor têxtil português, com especial incidência no Minho e no subsetor das malhas da zona do Cávado e Ave, para ser financiado pelo orçamento da União Europeia. Foi o compromisso assumido, em Barcelos, pelo eurodeputado social-democrata, para um novo mandato no Parlamento Europeu.



“Deixo o compromisso. Apresentarei e defenderei em Bruxelas um plano para a competitividade do setor têxtil e das malhas, que lhe permita, através da investigação e da inovação, enfrentar com mais capacidade os desafios da globalização”, assumiu, num jantar que na noite de sábado reuniu centenas de autarcas, militantes e simpatizantes social-democratas em Barcelos.

Coordenador do PPE na comissão dos orçamentos e candidato pelo PSD às próximas eleições europeias, José Manuel Fernandes acentuou que o Plano abrange, além da investigação e da inovação, a qualificação dos recursos humanos e os próprios recursos necessários à atividade das empresas, em especial as pequenas e médias empresas.

No evento participou também Otília Castro, a barcelense que integra a lista de candidatos social-democratas ao Parlamento Europeu; o deputado à Assembleia da República, Joel Sá; o vereador e líder concelhio do PSD, José Novais; e o mandatário concelhio para a Juventude, Leandro Ferreira.

O vereador e líder da concelhia acusou os socialistas, que governam o Município local, de não aproveitarem os fundos comunitários, não apresentando candidaturas nem projetos, “ao contrário do que sucede em sete outros concelhos vizinhos, liderados por autarcas do PSD”. José Novais lamentou que o novo hospital ficará no papel e o comboio Porto/Vigo não parará em Barcelos, ao contrário do que fora prometido.

As críticas à gestão socialista foram reforçadas por José Manuel Fernandes para lembrar que o candidato socialista às europeias, Pedro Marques, foi “o ministro da propaganda e do desinvestimento” que “falhou em toda a linha”, e que, por isso, “em Barcelos merece ter zero votos”.

O Eurodeputado chamou ainda a atenção que o cabeça-de-lista do PS “anda a anunciar propostas que já foram aprovadas no Parlamento Europeu, algumas delas apresentadas pelos eurodeputados do PSD”. Em contraponto, elogiou o cabeça de lista do PSD, Paulo Rangel, assegurando que lhe “dá dez a zero”.

José Manuel Fernandes acusou, igualmente, o governo de António Costa de não ter aproveitado “um cêntimo sequer do Plano Juncker de investimento, ao contrário do que fizeram empresas e instituições nacionais, apesar de o executivo governamental nem sequer lhes ter dado a necessária informação”.

Avisou, também, os portugueses para que se não deixem iludir pelos extremos, frisando que na Europa não há só populismos de extrema-direita: “a verdade é que, no Parlamento Europeu, em 95 por cento das votações, o PCP e o Bloco de Esquerda votam com os populistas de extrema-direita, antieuropeus, como os da Marine Le Pen”.

Na sua intervenção, José Manuel Fernandes assinalou que o PSD apresenta, na próxima legislatura europeia, propostas no sentido de que seja promovida a natalidade em toda a Europa e para um programa de investigação e combate ao cancro, que “torne a UE líder no ataque a esta doença assassina”.

Fonte e fotos: JMF.

Nova Direção do Basquete de Barcelos, presidida por António Faria, toma posse para biénio 2018-2020

Junho 25, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Centro Empresarial de Barcelos, no Estádio Cidade de Barcelos, foi o palco da tomada de posse da nova direção e restantes órgãos sociais do Basquete Clube de Barcelos (BCB) para o biénio 2018-2020.



A cerimónia foi presidida pelo reempossado presidente da Mesa da Assembleia Geral do clube, Joel Sá, e contou com a presença de representantes, entre outros, da Câmara Municipal de Barcelos, da União de Freguesias de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescaínha (S.Martinho e S.Pedro), da Junta de Freguesia de Arcozelo, da Associação de Basquetebol de Braga, da ACIB e do Barcelos na Hora, que será um dos media partner do BCB.

Assim, o novo presidente da direção é António Faria, que tem como vice-presidentes Cristina Machado, João Freitas Silva e Maria Fátima Rodrigues; o secretário é Paulo Jorge Pedroso e o tesoureiro é Rui Gomes Pereira. A direção fica completa com os diretores António Manuel Ferreira, Elisabete Reis, Isabel Costa, Maria Gabriela Rodrigues e Pedro Anjos.

António Faria

O novo presidente começou por agradecer a presença de todos na cerimónia, que tornaram o espaço pequeno, sendo “sinal de vitalidade do clube”. Endereçou palavras de agradecimento à anterior direção, “que ao longo dos últimos dois anos tudo fez em prol do clube, em prol de um projeto desportivo. Sinceramente, acho que está de parabéns. Mas permitam-me destacar uma pessoa, o Sr. Presidente Mário Horta, pelos quatro anos que teve à frente deste clube, porque eu testemunhei todo o trabalho que fez em prol desta instituição. Sei que tomou decisões muito difíceis, mas acho que tudo correu bem e a ele o meu sincero obrigado”, estendendo esses agradecimentos aos demais órgãos sociais por acreditarem na sua direção e por ajudarem na constituição da mesma.

António Faria salientou ser um orgulho para ele ter nos órgãos sociais fundadores do BCB. Em relação à direção por si presidida, esta tem elementos novos e outros que transitaram da direção anterior mas garante que todos partilham o mesmo carinho e paixão que têm pelo clube e tudo farão “ao longo destes dois anos em prol do clube, em elevar o nome do Basquete Clube de Barcelos. Nesse sentido, acho que conseguimos juntar uma equipa em que, sinceramente, acredito muito. Vamos fortalecer a nossa formação e a nossa competição. Esperamos que tenhamos o tão desejado sucesso desportivo que todos desejamos para o clube.

Por fim, deixou uma palavra especial para os nossos parceiros e patrocinadores pois sem eles a gestão do BCB seria muito mais difícil, terminando com o seu desejo para os próximos dois anos. “Mais do que sucesso desportivo, que todos desejamos, desejo, acima de tudo, que os laços de amizade, aqueles que vivem diariamente o clube e sentem o clube, continuem a fazer dele a sua segunda família e que os laços de amizade que nos unem sejam fortalecidos e que durem eternamente”, concluiu.

A acompanhar Joel Sá, na Mesa, estarão Paulo Miranda (vice-presidente), Carlos José Ferreira (secretário) e Nuno Dias (suplente). No Conselho Jurídico, presidido por Geraldina Torres, estarão, igualmente, Mário Martins (vice-presidente), Pedro Rodrigues (secretário) e Isabel Machado (suplente). Por fim, o Conselho Fiscal será presidido por José Carlos Costa, tendo Manuel Nunes como vice-presidente, Ana Cristina Dias como secretária e Alda Leal como suplente.





Em dia de tomada de posse, BCB realiza Festa de Encerramento

Durante a manhã deste dia, o BCB realizou, no Largo da Porta Nova, uma Festa de Encerramento, onde colocou cestos e tabelas, delineou campos e colocou atletas a praticarem basquetebol, ao estilo de street basket.

Mas não foram apenas os atletas do clube a driblarem pelos campos. Quem passasse e pretendesse, podia tentar marcar uns cestos ou fazer uns dribles. Exemplo disso foi um caminheiro dos Caminhos de Santiago, que pediu para participar, tentando vários cestos e apreciando o desempenho dos jovens atletas. Entre todas as suas tentativas, o score entre cestos marcados, bolas no aro ou air balls ficou “ela por ela”.

Em dia de tomada de posse dos órgãos sociais, Basquete de Barcelos realiza Festa de Encerramento da Época

Junho 21, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

O próximo sábado, 23 de junho, marca o início do mandato dos novos órgãos sociais do Basquete Clube de Barcelos (BCB) para o biénio 2018-2020. Esse é o dia, igualmente, da Festa de Encerramento da Época 2017/2018.



Assim, logo pelas 10h00, o Largo da Porta Nova é o local onde o BCB realiza a sua Festa de Encerramento da Época 2017/2018, onde qualquer pessoa poderá participar, jogando basquetebol e não só.

À tarde, pelas 17h00, no Centro Empresarial de Barcelos, no Estádio Cidade de Barcelos, realiza-se a tomada de posse dos novos órgãos sociais do BCB para o biénio 2018/2020.

A Direção será presidida por António Faria, que terá como Vice-Presidentes Cristina Machado, João Manuel Silva e Maria Fátima Rodrigues. O Secretário será Paulo Jorge Pedroso e o Tesoureiro será Rui Gomes Pereira. A Direção fica completa com os Diretores António Manuel Ferreira, Elisabete Reis, Isabel Costa, Maria Gabriela Rodrigues e Pedro Anjos.

A Mesa da Assembleia Geral continuará a ser presidida por Joel Sá, sendo Paulo Miranda o seu Vice-Presidente, Carlos José Ferreira o Secretário e Nuno Dias será suplente. O Conselho Jurídico será presidido por Geraldina Torres, com Mário Martins (Vice-Presidente), Pedro Rodrigues (Secretário) e Isabel Machado (suplente) a completarem o órgão. Por fim, o Conselho Fiscal será presidido por José Carlos Costa, com Manuel Nunes como Vice-Presidente, Ana Cristina Dias como Secretária e Alda Leal como suplente.

Fonte do clube salientou que “estão convidados todos os atletas, família, sócios e patrocinadores” para esta cerimónia, onde se farão representar, igualmente, entidades e instituições de Barcelos.

Imagem: BCB.

 

Mais Juventude, de Alvelos, organiza ida a Lisboa para participação nas Cerimónias do 25 de Abril

Abril 6, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A convite do deputado Joel Sá, natural de Alvelos, a Mais Juventude organiza uma ida a Lisboa, com vista à participação nas Cerimónias do 25 de Abril e uma visita ao Palácio de São Bento.



A partida está marcada para as 5h00, com a chegada de volta a Alvelos apontada para as 20h00. O custo consta do cartaz.

As inscrições são limitadas, até 19 de abril, e poderão ser efetuadas através dos contactos 96 671 9026, ou 91 974 4073 e/ou pelo e-mail maisjuventudealvelos@gmail.com.

Imagem: MJ.

Ir Para Cima