Tag archive

Liga dos Campeões

É tudo uma questão de “feelings”

Dezembro 14, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores!

Quero começar por dar os Parabéns ao nosso Gil Vicente e à nossa cidade pela confirmação da subida de divisão do nosso clube, em 2019/2020! Era o mínimo, pela injustiça que o clube e a cidade foram alvo! O lugar do Gil Vicente é na Primeira Liga e depois de lá chegar que nunca mais saia!



Falando do meu FCP, foi de facto uma vitória saborosa, onde a dupla africana continua a fazer estragos e onde o Setúbal não acompanhou o “feeling” do Fábio Coentrão!

Continuamos, e bem, em primeiro lugar e agora é concentrar para o jogo da Taça, contra o Guimarães (confesso que gostava de ver o Porto no Jamor) [ndr: o autor entregou este artigo antes do referido jogo da Taça], e também para o jogo contra o Marítimo (que na minha opinião é das mais difíceis de bater).

Quanto ao sorteio da Champions League, o Liverpool é fortíssimo e não tenho muita crença na qualificação, mas o que vier é ouro! Centro mais o meu foco no campeonato!

Quem está a precisar de “feeling” e maior concentração é o VAR! No jogo Benfica – Estoril há um penalty escandaloso de Fejsa sobre Ailton, onde o VAR, nem João Pinheiro (o tal que LFV questionou várias vezes porque não apitava o Benfica) , não conseguiram ver! Depois, acho estranho também as táticas “suicidas” que as equipas do Sul usam para jogos contra o SLB! Se repararem, vejam quando é que Estoril, Belenenses, etc. pontuam contra as “águias”?!!

Estamos, também, perante mais uma semana onde são revelados e-mails estranhos e comprometedores!

Quem tem mostrado uma regularidade, que nos faz manter em sentido, é o Sporting! Só espero que escorregue entretanto!

Obrigado a todos pela atenção e desejo-vos uma feliz época natalícia!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Direto ao assunto e de forma frontal

Dezembro 7, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores!

Neste artigo não vou entrar em questões técnicas ou táticas. Vou direto ao assunto e de forma frontal!



É vergonhosa esta campanha para tentar tirar o FCP do primeiro lugar e aproximar a equipa do Centro Comercial “Colombo”! Primeiro foi nas Aves e agora em pleno Estádio do Dragão! Não consigo qualificar o “roubo” na mão do Luisão e do golo anulado. Assim também eu sou “penta” ou “deca”! Reconheço que Felipe devia ter visto cartão ou ter sido expulso durante a partida e também o desacerto do Marega na finalização. Mas fizemos o suficiente para ganhar, fizemos golos e tudo…só que não validaram! Vergonhoso!…Este VAR, que apareceu para a verdade desportiva, apenas sabe dizer: “Siga, siga” e noutros casos “Aguenta, aguenta”!

Depois disto tudo, vem um tal de “Tiago Pinto” que, para sacudir a pressão, chutou – e mal – uma bola que estava pronta para ser arremessada pela Marega e arranjou logo ali uma confusão de todo o tamanho! Condeno, também, a atitude do adepto e a agressão do Pizzi ao seu colega de profissão!

No que diz respeito à Liga dos Campeões, foi uma grande vitória e que permitiu estarmos nos oitavos da Champions! É que na UEFA as arbitragens são sérias e competentes.

Estamos nas 16 melhores da Europa…e outras estão nas piores! Lei da vida…temos pena!

Apesar dos “roubos”, estamos em 1º e agora venha o Setubal, uma deslocação tremendamente dificil!

Falando agora da nossa cidade, o Gil Vicente deixou-me triste com esta derrota caseira! Estava à espera de mais e melhor. Força Gil, arrebita porra!!

Parabéns ao OCB, pela réplica de deu no Pavilhão da Luz!

Bons jogos para todos e desculpem a minha sinceridade!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Na linha da frente!

Dezembro 7, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
José Costa

Logo no primeiro dia do mês de dezembro, no confronto frente ao Belenenses, o Sporting saiu vencedor, “colando-se” na frente ao FC do Porto.



Não tendo sido um jogo deslumbrante por parte dos Leões, foi o suficiente. Aos 14 minutos Bas Dost, o marcador de serviço, por grande penalidade, fixou o resultado em 1 – 0 e assim se manteve até ao final. Na segunda parte foi o Belenenses que agarrou o desafio; contudo o Sporting não se foi abaixo.

A figura do jogo foi outro dos elementos que mais se tem evidenciado na equipa sportinguista, Bruno Fernandes, que apesar de ter jogado mais recuado, fê-lo sempre de olhos postos na baliza da equipa do Restelo. Esforçado, deu tudo por tudo e por duas vezes levou o perigo à baliza do Belenenses.

O próximo desafio será vencer o Boavista, onde não se avizinha tarefa fácil.

Bas Dost marcou o 50º golo ao serviço do Sporting e foi outra das figuras do jogo, juntamente com Podence, que o apoiou e esteve na origem do penálti convertido pelo holandês.

A equipa de Alvalade beneficiou do nulo entre o FC do Porto e o Benfica, ficando anulada a desvantagem que levava, repartindo agora a primeira posição com os dragões.

Na outra competição, no dia 5 de dezembro, o Sporting bateu-se de igual para igual com o Barcelona, não refletido em resultados, com Bas Dost, a dispor de várias ocasiões de golo e Bruno Fernandes, mais uma vez, em destaque. Infelizmente, numa das poucas falhas na defesa, sofreu o primeiro golo aos 58 minutos, por Paco Alcacer, depois de ter resistido muito bem na primeira parte.  Já para lá do tempo regulamentar, numa ação infeliz, Jeremy Mathieu introduziu a bola na própria baliza, aos 91 minutos, fixando o resultado, 2 – 0, e por isso segue para a Liga Europa.

Noutras modalidades:

O Sporting levou de vencida o Rio Ave, em Futsal, por 6 – 2.

Em Andebol, na Liga EHF, os Leões conseguiram, num desafio difícil, vencer por 31 – 27, o Metalurg. Apesar duma participação menos conseguida na Liga dos Campeões, depois de ausência prolongada, terminou com uma vitória.

No hóquei em patins, o Sporting mantém a liderança, no campeonato nacional, com uma vitória sobre o Valongo, por 3 – 1.

Na segunda Liga, no passado sábado, o Gil Vicente, com um desempenho sofrível, ficou aquém das expectativas. Depois de tantos empates fora, acabou por averbar mais uma derrota em casa, por 1 – 2, frente à Oliveirense, que estava muito mal posicionada e, deste modo, subiu alguns lugares, que a equipa barcelense acabou por perder, descendo para a 12ª posição, a escassos 2 pontos da linha de água.

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Guardado está o bocado…

Dezembro 7, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Hugo Pinto

Guardado está o bocado, para quem o há de comer. É já antigo o adágio e espelha bem as diversas situações do dia a dia em que nem sempre a recompensa vai para quem a merece.
Em abono da verdade, devo dizer que foi este o caso no último jogo do nosso Glorioso, a contar para a primeira liga.



O Porto vem jogando melhor futebol desde o início da época e, por isso mesmo, se encontra em primeiro lugar na tabela classificativa. No entanto, já não vence há duas jornadas. E para nossa felicidade, o “culpado”, na última, foi o Benfica. Foi? Veremos…
Dizem os mandamentos do futebol que, normalmente, a equipa que corre atrás do prejuízo (Benfica) se supera e joga melhor contra o seu adversário direto (Porto). E nem me custa muito admitir que, apesar de o Benfica não ter sido a melhor equipa em campo, deu-nos pelo menos o prazer de ver os jogadores a enfrentar cada lance com um pouco mais de vontade do que o habitual. O Porto queixa-se da arbitragem…E desta vez tem razões para isso. Vê um lance de golo limpo mal anulado e, eventualmente, um penálti não assinalado a seu favor. Ainda assim, creio que o árbitro esteve efetivamente mal, mas não creio que o tenha feito de forma deliberada. Apenas cometeu erros. Acontece. Faz parte da sua condição humana. E venha agora o mais ferrenho dos portistas dizer que o Porto nunca foi beneficiado pelas arbitragens. A questão é que temos de nos mentalizar que o futebol é isto mesmo. Havendo fator humano envolvido, haverá SEMPRE erro. E não haverá nunca VAR que nos acuda. E se um dia alguém aperfeiçoar o futebol ao ponto de o robotizar, para que erros deixem de ocorrer, esse será o primeiro dos dias do fim do futebol. Passará a ser apenas uma ciência exata. E isso é tudo aquilo que o futebol não é. Nem deverá tornar-se.

Quanto ao jogo para a Liga dos Campeões, pouco há a dizer. Mais do mesmo, marasmo e zero pontos: autoexplicativo.

Continuo a dizer. Falta naquele balneário o feitio do JJ a “roer-lhes” a paciência. Com falinhas mansas, temos jogo manso. Acorda Rui Vitória.

E dá-me o trinta e sete!
Viva o SLB!

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Rei Leão sonhador!

Novembro 30, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
José Costa

Desde a última crónica, o Sporting já defrontou o Famalicão em casa, em mais uma eliminatória da Taça de Portugal. E nesta competição alcançou uma vitória por 2 a zero. Aos 66 minutos, Coates fez o gosto ao pé e assinalou o primeiro golo. Mais tarde, aos 84 minutos, o goleador de serviço, Bas Dost, apontou o segundo, garantido assim a passagem à fase seguinte desta competição, onde irá defrontar, no dia 12 de dezembro, em casa, o Vilaverdense.



Nesta paragem do campeonato, as atenções estavam todas voltadas para a Liga dos Campeões, onde os Leões brilharam mais uma vez e desta feita por 3 bolas a uma, frente ao Olympiacos. Com Bas Dost a apontar o primeiro aos 40 minutos, ficando o segundo a cargo de Bruno César aos 43 minutos e como não há dois sem três, eis que o suspeito do costume, aos 66, Bas Dost marca o 3 a 0, que não foi o resultado final, porque, como acontece com alguma frequência, a equipa do Sporting adormece e acabou por sofrer um golo nos minutos finais, fixando o resultado em 3 – 1. Pode, contudo, dizer-se que este foi um excelente desempenho, estando assim garantida a participação na Liga Europa, sem deixar fugir de vista a hipótese matemática de conseguir a passagem à fase seguinte da Liga dos Campeões, precisando de ganhar ao Barcelona e contar com a ajuda dos adversários no outro desafio.

No passado fim de semana, já para o campeonato, o Sporting foi a casa do Paços de Ferreira vencer. Rodrigo Battaglia, aos 20 minutos, abriu o marcador. Num jogo bem disputado, foi Gelson, um dos melhores em campo, que aos 75 minutos apontou o segundo golo. E tal como já vem sendo hábito, nesta e noutras competições, o Sporting não podia deixar de pregar um susto aos seus adeptos, permitindo que Marco Baixinho, aos 90 minutos, apontasse o golo de honra dos Pacenses, terminando o desafio pouco depois, com um resultado de 1–2.  A formação orientada por Jorge Jesus dominou na maior parte da partida, contudo o Paços de Ferreira nunca deixou de pressionar a baliza de Rui Patrício e nunca deixou de tentar alcançar o empate até ao último minuto de jogo. Assim, deste modo, o Sporting conseguiu reduzir a distância para o líder FC do Porto, que empatou com o Aves.

Noutra modalidade que me é cara, o hóquei, no passado dia 11, em visita a casa do Juventude de Viana, o Sporting conseguiu assegurar mais uma vitória, por 2–3, mantendo-se líder invicto.

E, como não podia deixar de ser, no dia 22 de novembro, em Futsal, Sporting 3 – FP Halle-Goik 2. O Sporting entrou da melhor forma no Grupo B da Fase de Grupos de Elite da UEFA Futsal Cup. Os Leões venceram os belgas do FP Halle-Gooik, num jogo de domínio da equipa portuguesa, que acabou por complicar nos últimos instantes. O FP Halle-Gooik ainda assustou fazendo o 3-2 a 10 segundos do fim, mas o Sporting segurou a vantagem. Ainda nesta competição, no dia 23, o Sporting levou de vencida outra equipa do seu grupo, com uma vantagem um pouco mais folgada, batendo o FC National Zagreb por 3–1. O primeiro objetivo está cumprido com o apuramento para a final four da UEFA Fustal Cup.

Quanto ao Sporting dizer que o sonho alimenta a alma e a alma leonina está bem encaminhada para realizar os sonhos da família sportinguista. E o primeiro de dezembro será uma data importante para mais um passo no caminho da concretização do sonho de juntar mais alguns troféus ao vasto rol, nas muitas modalidades em que o Sporting é Rei – Rei Leão.

O nosso Gil Vicente tem andado de empate em empate, primeiro a 18 de novembro, frente ao Penafiel, resultado de 0–0, e no passado fim de semana outro empate desta vez com o Braga e aqui um empate a 1 bola. Estes resultados deixam a equipa a meio da tabela, mais longe dos lugares cimeiros. Esperemos que no próximo dia 2 de dezembro, em casa, contrarie esta série de resultados, que não sendo maus são sofríveis, e que o desempenho da equipa permita alcançar uma vitória que eleve a moral dos adeptos e do próprio conjunto gilista.

Finalmente uma referência à nossa seleção que nos dois desafios de preparação para o Mundial da Rússia alcançou dois bons resultados, uma vitória por 3-0 frente à Arábia Saudita e um empate com uma seleção sempre difícil, pelo que o resultado de 1-1 no jogo com a equipa dos Estados Unidos pode-se considerar satisfatório, tanto mais que a bola esteve maioritariamente na posse da equipa de Portugal. No entanto, só um “frango” do guarda-redes norte-americano permitiu o golo português. Tendo estas iniciativas sido por uma causa nobre – o apoio às vitimas dos incêndios foi também por isso motivo de orgulho da nação lusa.

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Que não me alterem as palavras como fizeram num certo vídeo!

Novembro 30, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores!

Espero que ninguém manipule estas minhas palavras como fizeram com um vídeo de um jogo de futebol!



Falando do meu clube, que com imensa dificuldade venceu o Portimonense para a Taça de Portugal, nos descontos! O Porto relaxou um pouco pelo facto de marcar o golo logo aos 4 minutos mas o Portimonense não abdicou da sua identidade e sempre que podia invadia o meio campo contrário com critério e acabou por fazer 2 golos, colocando, dessa forma, o Estádio do Dragão em sentido! Revelou-se, mais tarde, a nossa qualidade, que nos permitiu vencer ainda nos 90 minutos. Quanto à Liga dos Campeões, conseguimos também um ótimo resultado em Istambul, que nos permite sonhar com os oitavos da Champions, dependendo só de nós.

Agora sim vamos à minha opinião mas em relação à Liga, aquilo que me faz mesmo vibrar! Começando pelo jogo do FCP nas Aves, foi um jogo que sabia que ia ser muito díficil, não só pelo cansaço da equipa portista do jogo de Istambul, mas também pela motivação extra dos avenses. Agora não sei se por haver “mala” ou porque vão receber jogadores emprestados em janeiro. Mas de qualquer forma, esperava que o Porto tivesse feito melhor. Era imperial ter vencido nas Aves. Talvez se marcassem a grande penalidade sobre Danilo tivéssemos vencido o jogo! Mas se ganharmos ao Benfica tudo volta à justiça e normalidade! Por falar em Benfica, vi um vídeo no seu Twitter e afinal tenho dúvidas se o lance do Danilo é mesmo penalty!

Quanto ao clássico, espero que o Porto faça a sua parte…que é vencer…e, se possível, por muitos! Que seja um “rolo compressor” durante 90 e tal minutos! Nós, adeptos, seremos a força maior!

Falando do clube da nossa terra, o Gil conseguiu um empate em Penafiel, em jogo em atraso. Não foi um mau resultado! Depois, conseguiu um empate no Braga B, que não é mau de todo, mas está na altura de regressar às vitórias!

O OCB quase vencia, na jornada 5, em Oliveira de Azeméis! Os hoquistas fizeram um grande jogo  mas, pelos vistos, o ringue inclinou quando a Oliveirense estava em desvantagem, na segunda parte! Depois, dou-lhe os parabéns pela passagem à proxima eliminatória da Taça CERS e pela vitória sobre o Paço D’Arcos.

Quanto ao Galo na Rotunda, até gosto mas não sou especialista em design!

Viva Barcelos e o FCP!
Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Fogo-de-vistas!

Novembro 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
José Costa

Depois de uma jornada bem conseguida, a nível europeu e a nível nacional, eis que o Sporting tropeça e, quanto a mim, foi um grande trambolhão, face à aproximação do rival Benfica, agora a 1 ponto, e ao afastamento do F. C. Porto, seguro na liderança da Primeira Liga.



No que ao jogo frente ao S.C. de Braga diz respeito, com fraca nota artística coletiva, apesar do “Leão” ter mais posse de bola, pelo menos na primeira parte, começaram a surgir os casos de fraqueza física nas hostes leoninas, com Acuña a ceder aos 41 minutos.

Aos 66 minutos lá foi possível o adiantamento no marcador, mais uma vez por Bas Dost, que assim leva três jogos consecutivos a marcar. Bas Dost, que aos 77 minutos, também cedeu fisicamente. Pode-se dizer que o melhor em jogo foi o preparador físico do S. C. de Braga, em contraponto com o mesmo técnico do Sporting.

Adiante, o Sporting enrolou-se em si próprio e foi indo de mal a pior de tal modo que Dyego Sousa lançou um balde de água fria em Alvalade, aos 85 minutos, conseguindo o empate a 1. E para piorar este cenário, os adeptos sportinguistas gelaram por completo quando o Braga se adiantou no marcador (1 – 2) por Danilo, aos 89 minutos.

E já nos minutos finais, foi possível salvar a honra do convento, para lá do tempo regulamentar. E mesmo em cima do apito final, a outra arma secreta dos Leões, Bruno Fernandes, que carregou a equipa ao colo, apontou um penálti que assegurou um empate a 2-2.

Vejamos agora o que será possível fazer na próxima jornada, só a 26 de novembro, em casa do Paços de Ferreira.

Até lá, esta pausa no campeonato poderá permitir um reforço físico na equipa do Sporting, que se ressentiu do esforço continuado na Liga NOS e na Liga dos Campeões, onde nesta última competição, irá defrontar o Olympiacos, a 22 de novembro em casa, e esperemos que aí, já refeito, possa o Sporting alcançar um resultado positivo.

Na outra modalidade em que o Sporting se mantém invencível, mas com melhor desempenho, no Futsal, os Leões, frente ao Borinhosa, conseguiram uma vitória contundente por 4 – 1. Mantém-se o Sporting só com vitórias, firme na liderança da Liga Sport Zone.

O Gil Vicente, em casa frente ao Famalicão, também claudicou e deixou fugir três preciosos pontos, que teve na mão, acabando derrotado por 1 – 2. À semelhança do que sucedeu ao meu Sporting, o nosso Gil falhou, em parte, por falta de capacidade tática dos respetivos treinadores.

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Semana desportiva perfeita!

Novembro 2, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, Barcelenses e malta espalhada pelo mundo!



Espero que a vossa última semana desportiva tenha corrido bem. A minha foi perfeita e por várias razões: o meu FCP ganhou duas vezes esta semana, o Gil venceu o Benfica B por 4 “Batatas” e o OCB foi vencer a Valença!

Comecemos pelo FCP. Foi uma grande vitória no Bessa e quem vê o resultado e não viu o jogo, pensa que foi um jogo tranquilo…nada disso! O Porto foi controlando o jogo mas não fez uma boa primeira parte! Fez, e bem, o 1º golo no início da segunda e aproveitou bem o risco que Jorge Simão decidiu correr para ampliar o score mais duas vezes!

Quanto ao jogo da Liga dos Campeões, foi um jogo em que o Porto teve uma atitude agressiva, organizada e uma alma tremenda!

Nestes dois jogos, o “Mar Azul” teve uma influência tremenda e o “Mar” continua a crescer! Espero que os nossos adeptos não fiquem demasiado eufóricos porque isto ainda vai no início! Estou feliz mas expectante! Venha o Belenenses!

Parabéns ao “Gilinho”! Grande vitória sobre o Benfica! Esta vitória tem duplo sabor especial! Domingo temos um grande jogo em Barcelos com a visita do Famalicão ao nosso estádio. É um jogo entre clubes históricos e que merecem estar na primeira divisão!

Parabéns ao OCB pelo bom início de campeonato!

Desejo-vos uma boa semana!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Leões de Fogo!

Novembro 2, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
José Costa

Antes de mais uma jornada da Liga dos Campeões, o Sporting lá conseguiu arrancar, com algum custo, uma vitória frente ao Rio Ave, pela margem mínima. E mais uma vez por Bas Dost e já nos minutos finais. E sobre este desafio pouco se pode dizer, a não ser que foi cumprido o objetivo de pontuar.



Frente à Juventus, em casa, os Leões deram boa conta do seu trabalho, sendo que, infelizmente, e depois de ter estado a ganhar quase todo o jogo, com um golo de Bruno César, deixou-se empatar próximo dos 90 minutos. Gelson, em especial, mas também Acuña, estiveram muito audazes, libertando-se com facilidade dos adversários e assustando muitas vezes a defesa italiana e obrigando Buffon a superar-se, ao contrário de Patrício, que nos primeiros 45 minutos praticamente não teve trabalho.

Veio a segunda parte e, apesar de Jorge Jesus ter posicionado muito bem a equipa, que ora atacava, ora defendia quase como um acordeão bem afinado, acabou por não resistir às investidas da equipa italiana e foi mais um “balde de água fria” protagonizado por Higuaín. Pode-se dizer que de vitórias morais está o Sporting servido! Voltou-se a repetir a sina dos jogos com o Barcelona, em casa, e a Juventus fora, em que apesar de ter jogado bem, o Sporting não gorou alcançar a vitória, nem tão pouco pontuar. Desta vez, tudo parecia caminhar para uma vitória, apesar de sofrida. Contudo, a verdade é que, perante uma “Vecchia Signora”, nada velha e muito lutadora, ficámos pelo empate a 1 golo e em lugar de 3 pontos, que estiveram tão perto de ser alcançados, e posicionavam o Sporting para a continuidade na Liga dos Campeões, ficou-se por um ponto, que não deixa definitivamente os Leões arredados de seguir nesta competição, dependendo, no entanto, de terceiros. Portanto, não está nada decidido, na melhor das hipóteses seguimos em frente, ou somos remetidos para a Liga Europa. Sendo que mesmo para estar presente na Liga Europa, o Sporting terá de fazer pela vida e, aí sim, depende apenas de si, bastando para isso vencer o Olympiacos, a 22 de novembro. Assim esperamos que possa suceder, para que a 5 de dezembro, em Barcelona, esteja em condições de realizar um bom jogo e, quem sabe, com algum desaire da Juventus ou mesmo do Barça, possamos sonhar na continuidade na Liga dos Campeões.

Na próxima jornada, para o campeonato – I Liga, teremos pela frente um Braga que não se quer distanciar dos lugares cimeiros, pelo que se espera um jogo muito disputado, pese embora em Alvalade e com a qualidade de jogo que o Sporting tem apresentado, sem duvida é favorito à conquista dos três pontos, para que desse modo, não deixe o F. C. Porto fugir e o Benfica mais próximo.

Noutra modalidade em que o Sporting tem tido bons desempenhos, o Futsal, e frente ao Modicus, os Leões alcançaram mais uma vitória por 4 – 1. Assim segue o Sporting, só com vitórias e lidera o campeonato isolado, reforçando, assim, a liderança da Liga Sport Zone.

O Gil Vicente, em casa frente ao Benfica B, esteve ao seu melhor nível, e garantiu cedo a festa da vitória, para alegria dos adeptos gilistas, alcançando um resultado expressivo de 4 – 0. Na próxima jornada, mais uma vez em casa, frente ao Famalicão esperamos tão bom desempenho como o que foi conseguido no sábado passado.

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

“Desbenficar”

Novembro 2, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Hugo Pinto

Esta semana, mais dois jogos do nosso Benfica. Uma vitória caseira, para nosso contentamento. Um jogo da Liga dos Campeões sem história. Mas com estória.


Para consumo doméstico, uma vitória sem muito o que dizer, pela margem mínima, frente a um Feirense que fez a sua parte, jogando o jogo pelo jogo. O tipo e intensidade de jogo continuam a não convencer. Sente-se a máquina desafinada. Sem mais história.
Já relativamente ao jogo para a Champions há algo mais a dizer. O Benfica tentou controlar o jogo, mostrando, amiúde, laivos de bom futebol. Mas continua sem grande jogo no último terço do terreno. E lá diz o povão, quem não marca sofre (como diria o saudoso José Estêbes). E o Benfica sofreu. E novamente com um monumental azar de Svilar. O miúdo até convence. Veja-se o escárnio dos adeptos nossos rivais. Se o miúdo não fosse bom, falavam tanto dele como falaram do Varela. Tem mesmo é de ir à bruxa.

Um aspeto que me chamou à atenção, e pelos vistos não foi só a mim, foi o tom dos comentadores RTP. Juro que, por momentos, julguei que fossem sócios do Man. Utd.! Ainda que me digam que sejam fãs de José Mourinho. Ainda que sejam desbenfiquistas. Mas o que vale pontos para os clubes portugueses são as vitórias dos mesmos. E contam para todos. Mesmo para os rivais. Por isso, me pareceu de muito mau tom o entusiasmo com que, subliminarmente, se regozijaram pela vitória do Man. Utd., algo que foi ficando patente nas entrelinhas ao longo dos comentários ao jogo. Lamentável! A RTP é serviço público. Não pode estar ao serviço de odiozinhos individuais.

Dá-me o 37. Viva o Benfica.

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Ir Para Cima