Tag archive

Liga Portuguesa de Futebol Profissional

Reportagem: Barcelense Paulinho conquista Taça da Liga com o SC Braga

Janeiro 27, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Ao terceiro ano consecutivo com a final a quatro da Taça da Liga a ser disputada no seu estádio, o Sporting de Braga consegue, finalmente, vencer a competição.



A final a quatro desta ALLIANZ CUP foi disputada entre os dias 21 e 25 de janeiro, com um grande painel de fundo, com quatro das maiores equipas do futebol Nacional. Na primeira meia-final, disputada na terça-feira, dia 21 de janeiro, o Sporting de Braga recebeu, e venceu, o outro Sporting, mas este o Sporting Clube de Portugal, por 2-1. Em destaque esteve o barcelense Paulinho, que marcou o golo da vitória já no último minuto do período de descontos.

Na outra meia-final, no dia 22, o FC Porto venceu, por 2-1, o Vitória de Guimarães, com golos de Alex Telles e Soares, para o Porto, e de Tapsoba, para os vitorianos.

Na final, Paulinho, novamente titular e com uma excelente prestação, ajudou o SC Braga a levar de vencida o FC Porto, por 1-0 e, tal como na meia-final, com um golo ao cair do pano, desta feita pelos pés de Ricardo Horta, que também foi considerado, pelos jornalistas presentes, como o homem do jogo.

O Sporting de Braga voltou a conquistar a Taça da Liga, e novamente diante do FC Porto, e a festa foi enorme no relvado e nas bancadas, com os adeptos braguistas a festejarem, efusivamente, no estádio e, depois, também no centro da cidade de Braga, pela noite dentro.

Os técnicos estavam com disposições bastante diferentes. Rúben Amorim estava radiante porque ainda há pouco tempo chegou, viu e venceu a Taça da Liga. Já o técnico dos Dragões, na zona de entrevistas rápidas, deixou duras críticas à administração portista e colocou o lugar à disposição do Presidente. Mais tarde, ninguém do FC Porto compareceu na conferência de imprensa.

Nota: Mais uma vez, os parabéns à Liga Portugal pela excelente organização ao longo dos dias da final a quatro da Taça da Liga (ALLIANZ CUP) e pelo excelente acolhimento aos órgãos de comunicação.

Gil Vicente: jogo com Sporting também com objetivo solidário

Novembro 30, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O próximo jogo da Liga NOS a realizar no Estádio Cidade de Barcelos, a opor o Gil Vicente FC ao Sporting CP, no dia 01 de dezembro, pelas 20h00, terá, para além da vertente competitiva, um objetivo solidário.



A nova campanha de Solidariedade, no âmbito do projeto “Valores em Cadeia”, naquela que é mais uma iniciativa promovida pela Fundação do Futebol – Liga Portugal, em parceria com o Banco Alimentar Contra a Fome também se realizará no recinto barcelense.

O projeto em questão visa promover os principais valores desportivos, com a Solidariedade a ser destacada nesta ronda.

Para o sucesso desta iniciativa, a Fundação do Futebol – Liga Portugal conta, mais uma vez, com a inexcedível colaboração das Sociedades Desportivas, que prontamente se associaram, através da criação de um vídeo de sensibilização, com o propósito de apelar à doação de bens alimentares, nas quais se insere o Gil Vicente FC.

Leve um alimento e ajude a alimentar esta causa, deposite o seu alimento no depósito que estará disponível entre a porta da Bancada Sul e a porta da Bancada Poente.

Imagem: DR.

Gil Vicente derrotado pelo Moreirense por 3-0

Agosto 17, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Disputou-se hoje, em Moreira de Cónegos, o jogo Moreirense – Gil Vicente FC, a contar para a 2ª jornada da Liga NOS, que terminou com a vitória dos da casa por 3-0.



Sob arbitragem de Manuel Oliveira (AF Porto), auxiliado por Pedro Ribeiro e Tiago Leandro, com José Bessa como 4º árbitro, o jogo contou com as seguintes equipas:

Moreirense FC – Mateus Pasinato, João Aurélio, Iago, Steven Vitória, Djavan, Fábio Pacheco, Aouacheria, Filipe Soares (Singh, 68’), Alex Soares, Pedro Nuno (Luiz Henrique, 84’) e Fábio Abreu (Nenê, 86’). No banco ficaram Pedro Trigueira, Rosic, D’Alberto e Luís Machado.

Gil Vicente FC – Denis, Rodrigo, João Afonso, Rúben Fernandes, Arthur Henrique (Edwin Vente, INT), Soares, Erick, Lourency, Kellyton (Naidji, INT), Kraev (Samuel Lino, 77’) e Sandro Lima. No banco ficaram Wellington, Leonardo, Ygor e Ahmed Isaiah.

Depois da grande vitória frente ao FC Porto, na jornada inaugural, as expectativas dos adeptos gilistas estavam bem altas para este jogo, mas cedo começaram a sair goradas. Logo aos 8’, Fábio Abreu abriu o marcador para os da casa. Na sequência de um livre lateral, a partir da esquerda, a bola cai na direita do ataque, com Abreu a superiorizar-se a um marcador gilista e a cabecear para a baliza, com o seu defensor a parecer mal batido. Aos 22’, grande passe de rotura, com a defesa gilista a não subir para colocar em fora de jogo Aouacheria. O jogador francês de ascendência argelina isolou-se a apontou o segundo golo do jogo para os anfitriões. Ao intervalo, o marcador apontava 2-0 para os locais.

Na segunda parte, Kraev é batido numa disputa de bola a meio campo, com esta a sobrar para o internacional sul-africano Singh, que apontou um grande golo, em remate de fora da área, aos 71’. Até ao final do jogo, o marcador não mais se mexeu. Este foi um jogo menos conseguido por parte dos gilistas, talvez a necessitarem de “colocar os pés no chão” e reverem aquilo que correu mal para que não aconteça no futuro.

Dia 25 de agosto, pelas 20h30, o Gil Vicente FC recebe o SC Braga, em jogo a contar para a 3ª jornada.

Gil Vicente FC reage em comunicado a decisão do “G-15”

Maio 11, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Após a reunião do chamado “G-15”, onde os Presidentes e/ou representantes das Sociedades Desportivas que disputam as ligas profissionais, decidiram pela não integração do Gil Vicente FC na Primeira Liga, a direção do clube gilista reagiu, em comunicado, a essa decisão.



Assinado pelo Presidente, Francisco Dias da Silva, o Gil Vicente considera que se trata de “uma atuação incompreensível dos clubes do denominado G.15, dado que a solução adotada é mais penalizadora para eles, pois acabam por descer à II Liga 3 sociedades desportivas em 18, em vez de 4 sociedades desportivas em 20, como proposto pela Gil Vicente Futebol Clube – Futebol SDUQ, Lda.”

Leia, na íntegra, o comunicado do Gil Vicente FC:

«A Gil Vicente Futebol Clube – Futebol SDUQ, Lda., vem por este meio comunicar aos associados, adeptos, simpatizantes, opinião pública em geral e comunicação social o seguinte:

  1. Em 9 de Maio de 2018 realizou-se na Liga Portuguesa de Futebol Profissional a Cimeira de Presidentes que votou a reintegração da Gil Vicente Futebol Clube – Futebol SDUQ, Lda. na I Liga apenas na temporada 2019/2020, permanecendo na competição 18 sociedades desportivas, com a descida das 3 piores classificadas.
  2. Nesta reunião a Gil Vicente Futebol Clube – Futebol SDUQ, Lda. apresentou uma proposta concreta concertada com a Federação Portuguesa de Futebol e com a Liga Portuguesa de Futebol Profissional para permitir a sua reintegração na I Liga na época 2018/2019.
  3. Tal proposta recebeu o apoio das sociedades desportivas dos clubes denominados grandes, algumas da I Liga e a quase totalidade da II Liga.
  4. Mas foi rejeitada por 12 sociedades desportivas do denominado G.15.
  5. Com isto fica a Gil Vicente Futebol Clube – Futebol SDUQ, Lda. impedida de ser reintegrada já na I Liga e apenas subirá na época 2019/2020 com mais 2 sociedades desportivas da II Liga, descendo 3 da I Liga.
  6. Trata-se de uma atuação incompreensível dos clubes do denominado G.15, dado que a solução adotada é mais penalizadora para eles, pois acabam por descer à II Liga 3 sociedades desportivas em 18, em vez de 4 sociedades desportivas em 20 como proposto pela Gil Vicente Futebol Clube – Futebol SDUQ, Lda..

Barcelos, 10 de Maio de 2018.

O Presidente,

Francisco Dias da Silva

Imagem: GVFC.

Gil Vicente na Primeira Liga apenas na época 2019-2020

Maio 9, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Coimbra foi o local escolhido pela Liga de Clubes para realizar mais um encontro de Presidentes, onde se debateu a integração do Gil Vicente na Primeira Liga, sendo que em cima da mesa estava a possibilidade de ser já na próxima.



No entanto, os representantes desses clubes, segundo avança o jornal O Jogo, decidiram pela integração do Gil Vicente na Primeira Liga apenas na época de 2019-2019, implicando que na próxima época desçam três clubes e subam apenas dois, pois a terceira vaga já será do Gil Vicente.

Sendo assim, a equipa gilista irá alinhar no Campeonato de Portugal (antiga segunda divisão), para onde foi relegada desportivamente, tendo a certeza de que na época seguinte subirá à Liga maior de Portugal.

Já o jornal Record alude a algo que também já foi tema, que é o facto de o Gil Vicente poder vir a alinhar no Campeonato de Portugal sem amealhar pontos, sendo essa uma medida que agrada à Federação Portuguesa de Futebol, que é quem organiza o Campeonato de Portugal. No entanto, há quem não defenda esta ideia pois poderá haver riscos em relação à verdade desportiva, sendo que os gilistas irão disputar, ao longo do campeonato, uma espécie de jogos amigáveis com o intuito de testar jogadores, esquemas de jogos e ideias para aplicar na época seguinte. Ou seja, há vários imbróglios criados ou em vias de serem criados.

Foto: DR.

 

Gil Vicente exige o cumprimento das decisões judiciais e indemnização à Liga

Fevereiro 3, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em comunicado enviado às redações, datado de ontem e assinado pelo seu Presidente Francisco Dias da Silva, a SDUQ do Gil Vicente exige que a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) cumpra a recomendação da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e o reintegre na primeira liga na época 2019/2020.



Mais, informa que exigirá uma indemnização “que compense o Gil Vicente pelos graves prejuízos sofridos” mas ressalva que não o fará em relação à SAD do Belenenses por reconhecer que a “atuação dos dirigentes do Belenenses na época dos factos ocorreu em estrita defesa dos interesses da instituição que representavam”.

Leia o referido comunicado, aqui plasmado na íntegra:

«A Gil Vicente Futebol Clube – Futebol SDUQ, Lda., vem por este meio comunicar aos associados, adeptos, simpatizantes, opinião pública em geral e comunicação social o seguinte:

  1. Em 11.12.2017. foi proferido Acórdão pelo Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa que confirmou como nulo o acórdão do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol (F.P.F.) que determinou a descida de divisão da equipa do Gil Vicente Futebol Clube (Gil Vicente).
  2. Esta decisão reconhece que a razão e o direito sempre estiveram com o Gil Vicente, que durante cerca de 10 anos travou uma luta desportiva e jurídica pelos seus direitos, com tenacidade, coragem e sofrimento, numa longa espera por uma decisão justa.
  3. As partes nesse processo, após recomendação e patrocínio da F.P.F. para a reintegração do Gil Vicente na 1ª Liga, alcançaram um acordo amigável, em termos tais que a L.P.F.P. e a Belenenses SAD não recorreram da decisão judicial, que transitou em julgado, de modo a que o Gil Vicente possa ser integrado na época 2019/2020 na 1ª Liga, sendo que o Gil Vicente reconhece que a atuação dos dirigentes do Belenenses na época dos factos ocorreu em estrita defesa dos interesses da instituição que representavam e por isso nenhum eventual direito irá exercer contra tal sociedade desportiva ou o clube que esta representa.
  4. Cumpre agora à L.P.F.P. vai dar cumprimento à recomendação da F.P.F. e à decisão judicial, levando a cabo as decisões internas necessárias para que essa integração se torne realidade.
  5. A integração do Gil Vicente na 1ª Liga deve, agora, ser seguida pela prestação da indemnização que compense do Gil Vicente pelos graves prejuízos sofridos.

Barcelos, 02 de Fevereiro de 2018.

O Presidente,

Francisco Dias da Silva»

Foto: DR.

Gil Vicente e Belenenses assinam acordo e gilistas sobem à 1ª Liga na época 2019/2020

Dezembro 12, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em notícia avançada pela Lusa e reportada por vários órgãos de comunicação social de âmbito nacional, o Gil Vicente e o Belenenses assinaram hoje um princípio de acordo, permitindo a subida administrativa dos gilistas à 1ª Liga na época 2019/2020, ou seja, ainda terão que esperar pelo término da atual e da próxima.



O acordo assinado refere-se ao “Caso Mateus” e foi subscrito por Francisco Dias da Silva e Rui Pedro Soares, presidentes das duas sociedades desportivas. O presidente da Liga, Pedro Proença, também o assinou.

Os adeptos gilistas terão, assim, que esperar mais cerca de ano e meio para tornarem a ver o seu Gil Vicente Futebol Clube de volta à 1ª Liga do futebol português.

Fotos: DR.

Gil Vicente vence Guimarães B por 3-0 e volta às vitórias

Setembro 30, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo disputado hoje, no Estádio Cidade de Barcelos, iniciado às 16h00, o Gil Vicente levou de vencida a equipa B do Vitória de Guimarães, num jogo marcado pelo grande arranque da equipa gilista, que antes da primeira meia hora de jogo já vencia por 2-0.



Assim, num jogo arbitrado por João Pinheiro (AF Braga), coadjuvado por Bruno Rodrigues e Nuno Eiras, tendo como 4º árbitro Paulo Miranda, o Gil Vicente alinhou com Rui Sacramento, Luiz Eduardo, Vítor Tormena, Ricardinho, Luís Tinoco (Rui Faria, 83’), Reko, Jonathan Rubio (Valdeir, 73’), Camara, James Igbekeme, Fall (Rafael Batatinha, 63’) e Rui Miguel. No banco ficaram Júlio Neiva, Gonçalo Duarte, João Pedro e Tiger.

Já o Vitória de Guimarães B alinhou com André Costa, Sacko, Sahraoui, David Luiz, Ricardo Carvalho, Domingo (Mimito Biai, 77’), Al Musrati, Phete, Biró (Haman, 55’), Rui Gomes e Xande Silva (João Correia, 61’) e no banco ficaram Daniel Figueira, Nuno Gonçalves, Tiago Castro e Jorge Sampaio.

No campo disciplinar, o juiz do jogo expulsou, com vermelho direto, Ricardo Carvalho, do Guimarães B, resultado desse lance uma grande-penalidade, apontada pelo goleador Rui Miguel. Com amarelos, foram admoestados apenas jogadores gilistas, no caso, Luiz Eduardo (66’) e Reko (87’).

O Gil Vicente dominou, de princípio ao fim, o jogo, tendo sido melhor em todos os aspetos do jogo. Aliás, menos no das faltas, com os vimaranenses a serem mais faltosos (9 contra 8 do Gil Vicente). Assim, os gilistas tiveram mais remates (9-1), mais posse de bola (62%-38%) e mais cantos a favor (9-2).

Como referido, o Gil Vicente entrou muito forte e logo aos 17 minutos marcou o primeiro golo, com a página oficial da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) a atribuir o golo a Biró, jogador vitoriano, ou seja, a considerar este como sendo um autogolo. Depois, em lance que resulta na expulsão de Ricardo Carvalho, o árbitro assinalou grande-penalidade a favor dos gilistas, com Rui Miguel, aos 23 minutos, a apontar o segundo tendo do Gil Vicente. Na segunda parte, já perto do final, seria de novo o goleador barcelense, Rui Miguel, a marcar o 3-0, fechando, assim, o resultado final.

Foto: GVFC.

Desportivo das Aves empresta Valdeir ao Gil Vicente

Setembro 1, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora




No último dia do mercado de transferências, 31 de agosto, e mesmo na última atualização, o Gil Vicente informou a Liga Portuguesa da cedência do atleta Valdeir Batista de Souza, cedido pelo Desportivo das Aves, da 1ª Liga, conforme se constata na imagem seguinte.

Valdeir é um médio brasileiro de 24 anos, proveniente do Aves. Foi contratado neste defeso pela equipa avense, ao Salgueiro, do Brasil, mas ainda não se tinha estreado. Antes da turma avense e da referida equipa brasileira, este brasileiro, nascido em Sapeaçu, alinhou pelo Feirense, uma primeira passagem pelo Salgueiro, Campinense, Madureira, voltando ao Salgueiro, antes de se transferir para o Aves. Todos os clubes são brasileiros.

O médio, de 1,71m, chega por empréstimo de uma época.

No mesmo dia, o clube gilista informou a Liga da revalidação do contrato do nigeriano Ebuka Peter.

Foto: DR.

Gil Vicente está contra a decisão da Liga de Clubes

Fevereiro 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

Após se ficar a saber que o Gil Vicente terá que aguardar, primeiro, pelo trânsito em julgado do “Caso Mateus” e, depois, ainda aguardar uma época futebolística para poder ser reintegrado, o clube já reagiu a essa decisão, em comunicado, contestando-a e referindo que a impugnará, interpondo um recurso para o Conselho de Justiça.
Eis o comunicado, na íntegra:

«COMUNICADO

A Gil Vicente Futebol Clube – Futebol SDUQ, Lda., vem por este meio comunicar aos associados, adeptos, simpatizantes, opinião pública em geral e comunicação social o seguinte:

1. Como é do conhecimento público, os clubes de futebol profissional, reunidos no dia de ontem, 7 de Fevereiro de 2017, em Assembleia-Geral extraordinária na sede da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, decidiram, por maioria, a aplicação de uma norma, alegadamente abstrata, que impõe uma época de premeio entre qualquer decisão judicial sobre a reintegração de um clube nas competições profissionais e a sua aplicação prática.

2. Ora, a sociedade desportiva Gil Vicente Futebol Clube, Futebol, SDUQ, Lda., discorda, como discordou, frontalmente de tal decisão, de tal forma que, no exercício dos seus direitos, votou contra a aprovação dos artigos 21-A e 23º-A do Regulamento de Competições da L.P.F.P.

3. Ao contrário do que a Liga quis fazer crer, a alteração em causa não representa a aprovação de uma norma geral e abstracta, mas sim a aplicação de uma medida de carácter individual e concreta, uma vez que sobre a integração de um clube por decisão judicial, a LPFP referiu que estava em causa o Gil Vicente, não havendo até qualquer outro caso com processo em Tribunal referente a competições profissionais da LPFP.

4. A solução apontada pela Gil Vicente Futebol, Futebol, SDUQ, Lda., e que defendeu no seu voto de vencido, e que aqui reproduz integralmente, passava pelo aumento do número de participantes na época desportiva posterior à que se encontrava em curso na data em que tenha transitado em julgado decisão judicial ou que até já tivesse findado antes daquele momento, sendo que esta solução era inclusivamente a solução preconizada pelo precedente criado através dos mecanismos aprovados pela AG da LPFP e da sua eficácia para concretizar a integração de clube/sociedade desportiva numa competição organizada pela LPFP, que foi posteriormente objeto de acordo com a FPF, nos termos do contrato celebrado entre as duas entidades, sendo também a solução que resulta do Parecer que havia sido pedido ao Tribunal Arbitral do Desporto.

5. Mais uma vez, a Gil Vicente Futebol Clube, Futebol, SDUQ, Lda. encontra-se lesada, pois assistiu à aprovação de normas que se revelam prejudiciais para os direitos, interesses e expetativas que viu reconhecidos por decisão judicial.

6. Para além de tudo isso não entende esta sociedade desportiva de que forma pode a Liga Portuguesa de Futebol Profissional atentar contra o valor e a força jurídica de uma Sentença Judicial, alvitrando, a seu gosto, quando é que a mesma deve ou não ser cumprida.

7. À Direção da L.P.F.P. foram indiferentes os princípios estruturantes do Estado de Direito e do Desporto, os princípios da confiança e certezas jurídicas, e bem assim a força imperativa da decisão judicial decorrente do caso julgado material.

8. Em princípio, a execução de uma Sentença seria a fase em que aquilo que foi estabelecido pelo Tribunal é executado no mundo real; para a Direção da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, no mundo do futebol, a execução de uma Sentença ocorre quando ela o determina, e não quando o Tribunal o determina.

9. Por todas estas razões, a Gil Vicente Futebol Clube – Futebol, SDUQ, Lda. votou contra a aprovação dos artigos 21º – A e 23º – A do Regulamento de Competições da LPFP, juntando ao presente comunicado o Voto de Vencido que apresentou oportunamente e em sede própria, reproduzindo os respetivos fundamentos de facto e de direito.

10. Por fim, porque não pode pactuar com a defesa de interesses alheios ao futebol, em detrimento da defesa dos interesses de um associado da L.P.F.P., a Gil Vicente Futebol Clube – Futebol, SDUQ, Lda., informa que irá impugnar a deliberação da Assembleia-Geral da Liga através da interposição de recurso para o Conselho de Justiça da F.P.F.

Barcelos, 8 de Fevereiro de 2017»

Fonte e Foto: Facebook do Gil Vicente FC.

Ir Para Cima