Tag archive

Maria José Fernandes

IPCA assina protocolo de cooperação: Roteiro Inovação – GO PORTUGAL

Fevereiro 16, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) recebeu representantes da Frisian Design Factory da NHL Stenden University of Applied Sciences (Holanda) e da Netherlands Organisation for Scientific Research, no âmbito de um workshop que decorreu inserido na iniciativa GO PORTUGAL, que contou também com a presença de outros convidados do Politécnico de Leiria, ESAD das Caldas da Rainha, Design Factory do Porto e Agência Nacional para a Inovação.



Foram debatidos e apresentados projetos, presentes e futuros, do plano “The FriPort Start Program – Practice based Research and professional Education Cooperation of Portuguese and Frisian Universities of Applied Sciences aimed at Regional Innovation”.

Com o enquadramento da Design Factory de Leeuwarden da NHL-Stenden e a cooperação atual com o IPCA, no evento GO PORTUGAL, foi ainda assinado um protocolo entre o IPCA e a Frisian Design Factory da NHL Stenden University of Applied Sciences. Assinaram o protocolo, o Ministro da Ciência e Tecnologia – Manuel Heitor, a Presidente do IPCA – Maria José Fernandes, o Presidente da Fundação para a Ciência e Tecnologia – Paulo Ferrão, a Representante da Agência Nacional de Inovação – Isabel Caetano e o Vice-Presidente da NHL-Stenden – Klaas Wybo van der Hoel.

De acordo com o IPCA, são objetivos do protocolo “o estabelecimento e potenciamento de um Centro de Design de apoio à investigação e ensino aplicados, nesta área no IPCA, em parceria com a Design Factory de Leuwarden e a cooperação ao nível da investigação baseada na prática e a aprendizagem baseada em projeto (PBL)”.

Esteve presente nesse encontro, o Primeiro-Ministro António Costa, que reforçou a relevância da internacionalização para o IPCA enquanto elemento gerador de conhecimento.

Fonte e fotos: IPCA.

IPCA lança aplicação de realidade virtual

Janeiro 11, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) lançou a aplicação realCampus que consiste numa visita ao Campus em realidade virtual.



A aplicação foi criada por quatro estudantes de curso de Engenharia em Desenvolvimento de Jogos Digitais do IPCA, que criaram a empresa Wavefunction VR. Esta aplicação em realidade virtual transporta para um novo mundo, numa era marcada de inovação tecnológica em que se está a passar do analógico para o virtual.

Foi nesse sentido que surgiu este projeto: o de oferecer aos futuros estudantes do IPCA uma visita ao Campus em realidade aumentada. A aplicação leva as pessoas numa viagem pelos vários edifícios do IPCA, dando a possibilidade de quem está a conduzir a viagem, selecionar para onde quer ir e o que quer ver do Campus.

A presidente do IPCA, Maria José Fernandes, considera a aplicação realCampus “uma ferramenta fundamental para que os potenciais e novos estudantes fiquem a conhecer melhor a instituição que os vai acolher durante o percurso académico”.

Startup criada por alunos do IPCA

Paulo Nunes, Pedro Marques, Vítor Marçal e Tiago Romano criaram, há cerca de um ano, a Wavefunction VR, uma startup especializada em produzir ambientes de realidade virtual. Foi nesse âmbito que surgiu o convite para desenvolverem a aplicação realCampus para o IPCA. Tiago Romano, CEO da Wavefunction VR acredita que “a realidade virtual já faz parte do presente e será sem dúvida essencial no futuro. As aplicações desta tecnologia são vastas e é possível utilizá-la nas mais diversas áreas. Acreditamos que a realidade virtual será uma ferramenta importantíssima nas áreas do ensino e formação”.

A aplicação estará disponível brevemente para descarregar na Google Play Store e nas várias divulgações de oferta formativa em que o IPCA marca presença, assim como nas feiras de mostras pedagógicas à qual o IPCA já tem uma presença assídua.

Fonte e fotos: IPCA.


Presidente da Câmara inaugura acesso ao IPCA

Dezembro 20, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, inaugurou ontem, dia 19 de dezembro, a nova ligação ao Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA) pela variante urbana (EN 204), que permite um acesso mais rápido e mais seguro ao Campus do Instituto. A cerimónia contou com a presença da Presidente do IPCA, Maria José Fernandes, do Professor João Carvalho e de muitos docentes e alunos.



De acordo com o Município, “esta é uma obra de grande importância para o crescimento e desenvolvimento do IPCA e vem ligar a variante urbana da cidade ao núcleo central urbano de Vila Frescaínha S. Martinho e, simultaneamente, promover uma acessibilidade melhorada ao IPCA”.

A empreitada teve início em março deste ano e foi adjudicada pela quantia de 415.345,45€, paga integralmente pelo orçamento do Município de Barcelos.

“Esta foi a solução mais viável do ponto de vista financeiro” e que “resolve 80 por do cento das necessidades de acessibilidade ao IPCA”, considerou o Presidente da Câmara Municipal, adiantando que novas ligações ao Campus podem ser consideradas no futuro.

Já Maria José Fernandes, presidente da instituição, classificou esta inauguração como um “momento histórico, dados os constrangimentos provocados até agora pela falta de acessos cómodos e dignos ao Campus”. A Presidente do IPCA, reconheceu, ainda, que os novos acessos “dão mais qualidade e dignidade a um espaço que se quer agora tornar mais verde e saudável”.

A inauguração do novo acesso foi incluída nas comemorações do “Dia do IPCA”, que celebra este ano o seu 23º aniversário.

Nesse âmbito, o IPCA inaugurou, também, a chamada “Praça Central”, entre a Escola Superior de Gestão e o Laboratório de Jogos Digitais, uma obra que contou com o apoio técnico do Município de Barcelos.



Na sessão solene, o Presidente da Câmara deu os parabéns à instituição, frisando que o “IPCA é uma grande referência a nível local, regional e nacional, e o seu crescimento é prova disso”. Miguel Costa Gomes frisou que o “ executivo municipal continuará a desenvolver parceiras com a instituição para que esta continue a crescer e a levar o nome de Barcelos além-fronteiras. Exemplos recentes destas parcerias são o acesso pedonal, inaugurado o ano passado, e agora esta via de acesso direto ao Campus”.

Durante a sessão solene do “Dia do IPCA” foram entregues prémios e distinções, entre eles, quatro Prémios de Mérito aos melhores estudantes no ano letivo 2016/2017, atribuídos pelo Município de Barcelos, no valor de 250,00€ cada um.

Fonte e foto: CMB.

Manuel Heitor, Ministro da Ciência, conversa com investigadores do IPCA Barcelos

Dezembro 18, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Ao final da tarde de hoje, no Auditório Engº. António Tavares – Campus do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), Manuel Heitor, Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior esteve à conversa com os investigadores do IPCA.



A presença do Ministro no IPCA teve por objetivo “contribuir para a discussão da estratégia de capacitação científica dos politécnicos, no âmbito do programa em curso de Modernização e Valorização dos Institutos Politécnicos”. Teve, ainda, como objetivo “envolver as comunidades científicas num debate aberto e orientado para garantir a melhoria de todos os instrumentos institucionais e legais para o reforço da investigação científica e das condições para o seu desenvolvimento, incluindo a diversificação de instrumentos de apoio público e uma adequada corresponsabilização das instituições”, segundo fonte do Ministério.

O Programa de Modernização e Valorização dos Institutos Politécnicos, em curso desde 2016, desenvolve-se em cinco eixos programáticos:

  • Incentivar atividades de Investigação & Desenvolvimento (I&D) baseadas na experiência;
  • Reforçar a oferta de formações especializadas de curta duração;
  • Fomentar a melhoria do desempenho e da qualidade da despesa pública, designadamente fomentando consórcios e a partilha de recursos;
  • Estimular uma rede de Cidades e Regiões com Conhecimento;
  • Alargar a base social do conhecimento e a sua especialização progressiva em temáticas com forte apropriação territorial.

A presidente do IPCA, Maria José Fernandes, enalteceu a vinda do Ministro ao IPCA, num período crucial para a definição da estratégia da investigação no sistema Politécnico, sendo este também um momento particular para o IPCA, que acabou de aprovar o Plano Estratégico para 2021 com uma clara aposta na capacitação e melhoria da investigação aplicada.

Fonte: IPCA.

IPCA aprova o Plano Estratégico para 2021

Dezembro 15, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

Após ter tomado posse em julho de 2017, a Presidente do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) apresentou ao Conselho Geral a proposta do Plano Estratégico 2021, que foi aprovada, por unanimidade, no dia 24 de novembro de 2017.

O plano apresenta a orientação estratégica para o período de 2017-2021 e tem por base o Plano Estratégico de 2016-2019, do anterior presidente Professor João Carvalho, um instrumento fundamental considerando a política de continuidade seguida neste mandato pela Presidente do IPCA, Maria José Fernandes. Outros documentos e orientações do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), o programa do Governo, a Estratégia Europa 2020, entre outros documentos e estatísticas foram também basilares para a elaboração do Plano Estratégico do IPCA 2021.

O Plano Estratégico do IPCA 2021 apresenta seis eixos estratégicos que estão alinhados com a missão institucional e a visão estratégica 2021, sendo eles: (1) as pessoas; (2) o modelo de governação; (3) a formação e educação; (4) a investigação, desenvolvimento e inovação; (5) a interação com a sociedade; e (6) o Campus responsável.

De acordo com o IPCA, a “sua” visão para 2021, “assente em valores de ética, responsabilidade, proximidade e rigor, transparência, criatividade e inovação”, é a de que “em 2021 o IPCA é uma Universidade Politécnica de excelência, reconhecida pela qualidade da sua formação, utilidade da produção científica e transferência de conhecimento para a sociedade e pelo forte contributo para o desenvolvimento sustentável da sociedade”.

Maria José Fernandes considera que “o sucesso na concretização da estratégia do IPCA para 2021 depende do envolvimento e empenho de toda a comunidade académica neste projeto comum e numa comunicação clara e transparente das metas a alcançar”.

O plano estratégico de uma instituição é um instrumento de gestão estratégica fundamental para orientar o processo de gestão e projetar cenários de futuro, antecipando a resposta adequada aos desafios que se apresentam.

Fonte e imagem: IPCA.

 

IPCA comemora 23º aniversário com várias iniciativas

Dezembro 14, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave comemora o seu 23º aniversário e, com esse intuito, leva a cabo várias actividades que decorrerão a 18 e 19 de dezembro.



Assim, as comemorações começam já na segunda-feira, dia 18, com atividades de cariz lúdico. Pelas 14h30 é inaugurada a exposição de trabalhos dos alunos do Mestrado em Ilustração e Animação (MIA) do IPCA, no Centro de Investigação de Jogos Digitais. Segue-se o talk show coordenado pela Associação Académica do IPCA com o tema “Evolução do IPCA e o seu impacto nos estudantes”. O dia termina com dois momentos musicais, no bar da Escola Superior de Gestão, a cargo de dois alunos do IPCA: Iliévio e Tatiana Alves.

No dia 19, terça-feira, o IPCA oferece o almoço a toda a Comunidade Académica – estudantes, professores e colaboradores – na Cantina do Campus do IPCA, em Barcelos. Este almoço tem um cariz solidário: os participantes devem levar um bem que reverte a favor da Loja Social do IPCA e instituições sociais locais.O almoço tem início às 12h30 e os parabéns ao IPCA vão ser cantados às 14h00 com a participação das Tunas.

Pelas 15h00 vai ser inaugurada a via de acesso ao Campus e a Praça Central do IPCA, com a presença do Presidente da Câmara Municipal, Miguel Costa Gomes.

Segue-se a Sessão Solene de Comemoração do Dia do IPCA, que abre com um momento musical da responsabilidade da Orquestra de Guimarães. Da sessão, destaque ainda para a conferência do professor Doutor Álvaro Laborinho Lúcio, Juiz Conselheiro Jubilado do Supremo Tribunal de Justiça, sobre a temática “O Tempo e o Espaço – A Ética e os Valores”. Antes do encerramento da sessão serão distinguidos os melhores alunos do IPCA.

Pelas 17h30 vai ser servido um Porto de Honra e os “Aqui Jazz Combo” fecham o dia com a atuação musical.

O IPCA foi fundado a 19 de dezembro de 1994 e é uma instituição de ensino superior público com licenciaturas, mestrados e cursos técnicos superiores profissionais nas áreas de Design, Hotelaria e Turismo, Gestão e Tecnologia.

Fonte e imagens: IPCA.

Transformação do IPCA em Fundação Pública aprovada pelo Conselho Geral desta instituição

Novembro 30, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

O Conselho Geral do Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA) aprovou, por maioria, no passado dia 24 de novembro, a proposta de transformação do IPCA em Fundação Pública, nos termos do artigo 129.º do Regime Jurídico das Instituições de Ensino Superior.



Maria José Fernandes, Presidente do IPCA, considera que “este é um passo fundamental no crescimento e consolidação do IPCA e para a concretização da missão e da visão institucional”. Entre as várias vantagens do regime fundacional, a Presidente destaca a maior autonomia de gestão dos recursos humanos e financeiros, baseada em princípios de responsabilização e transparência. Nas suas palavras, a Presidente do IPCA realça que “esta mudança será feita preservando sempre os valores humanos e salvaguardando os interesses das pessoas que aqui trabalham e estudam, e sempre em benefício de uma Instituição mais forte e mais sólida”.

O Presidente do Conselho Geral, António Marques, enaltece “a forma cordial com que os membros do Conselho Geral trataram uma matéria tão sensível e relevante para a vida da Instituição” e destaca ainda “o sentido institucional e a capacidade visionária em todo o processo de transformação do IPCA em fundação pública”.

O primeiro passo para formalização deste processo aconteceu há mais de 1 ano e meio atrás quando, a 29 de abril de 2016, o Presidente do IPCA à data, Professor João Carvalho, apresentou ao Conselho Geral, uma proposta com vista a iniciar o processo de transformação do IPCA em fundação pública de direito privado, tendo caracterizado as principais implicações dessa transformação institucional.

Posteriormente, a 27 de fevereiro de 2017, foi aprovada a proposta de transformação do IPCA em fundação pública, tendo ficado deliberado pelo Conselho Geral que a mesma estaria em discussão pública entre os dias 06 de março e 30 de junho de 2017. Durante este período de discussão e debate público foram realizadas sessões de informação e esclarecimento com a comunidade académica, contando com a presença de organizações sindicais, responsáveis de Universidades em regime fundacional e dirigentes do IPCA. Foram, ainda, ouvidos os órgãos do IPCA, designadamente o conselho de gestão e os conselhos técnico-científicos das Escolas.

Após a aprovação da proposta na passada sexta-feira, o dossier completo será agora enviado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior para se iniciar o processo de negociação das condições nos termos da lei.



O processo termina com a publicação em Diário da República do decreto-lei que institui o IPCA como fundação pública com regime de direito privado, após a aprovação pelo Governo.

O IPCA é a primeira instituição pública politécnica a iniciar o processo de passagem para o regime fundacional, seguindo outras instituições de ensino superior universitário – Universidade de Aveiro, Universidade do Porto, ISCTE; Universidade do Minho e Universidade Nova de Lisboa – que se transformaram em Fundações Públicas.

Fonte e foto: IPCA.

Mais de mil alunos escolhem o IPCA como primeira opção

Setembro 25, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Na primeira fase do Concurso Nacional de Acesso (CNA), o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave recebeu mais de 3400 candidaturas para apenas 635 vagas.



O IPCA é, hoje, uma instituição de referência e procurado a nível nacional. Prova disso foi o IPCA ter sido a 1ª opção de ingresso no Ensino Superior para mais de mil candidatos.

De destacar ainda o facto de as médias de entrada no IPCA serem as melhores de sempre, o que faz deste politécnico uma instituição com melhor qualidade e mais exigente.

Para Maria José Fernandes, Presidente do IPCA, este reconhecimento é sinal de orgulho e traz ao IPCA “um grande desafio para corresponder às expectativas que os novos estudantes trazem”. A Presidente adianta ainda que com o “modelo de qualidade, de excelência e proximidade com os nossos estudantes iremos certamente corresponder a essas expectativas”.

Foi precisamente pela notoriedade do IPCA que Natália Sofia, de 17 anos, escolheu este Instituto como a sua 1ª opção de ingresso no Ensino Superior. Para além de ser próxima da sua área de residência “e estar a crescer cada vez mais, não via a necessidade de ir estudar para longe” quando tem um uma “boa instituição perto de casa. O IPCA foi a minha 1ª opção”, refere a aluna natural de Barcelos. Natália entrou no Instituto com a média mais alta (178,4) e escolheu o curso de finanças para a sua área de formação. “Sei que Finanças tem boas oportunidades de saída e também vou fazer formações em algumas unidades extra-curriculares para assim ter o certificado de contabilidade e finanças que será a minha área”, adianta orgulhosa a estudante trabalhadora que faz um part-time numa fábrica de meias.

Yasmine Leal entrou em Design Gráfico com a segunda média mais alta (175,9) do IPCA. É natural de Santo Tirso, onde fez o secundário e até há bem pouco tempo não conhecia o IPCA. “O IPCA fez uma apresentação na minha escola e gostei do que vi, desde as instalações, à qualidade dos equipamentos e de todas as tecnologias. As cadeiras do curso de Design Gráfico também me agradaram”, frisou a estudante, e dançarina de hip-hop, que pretende entrar no mercado de trabalho como Designer Ilustradora.



Nesta 1ª fase, o curso com mais procura no IPCA foi o de Gestão de Empresas, em regime diurno, com 483 candidatos e em segundo o curso de Design Gráfico com 306 candidatos. O IPCA alcançou este ano o melhor resultado de sempre na 1ª fase do Concurso Nacional de Acesso (CNA) ao ensino superior, preenchendo 96 por cento das 635 vagas disponíveis. Apenas 27 vagas, que dizem respeito a dois cursos, não foram preenchidas.

Fonte e foto: IPCA.

Professora Irene Portela toma posse como Provedora do Estudante do IPCA

Setembro 20, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

Na passada segunda-feira, a presidente do IPCA, Maria José Fernandes, deu posse à Provedora do Estudante do IPCA, Irene Portela. A cerimónia contou, ainda, com a presença da Presidente da Associação Académica, Sara Ferreira.



Na cerimónia da tomada de posse da Provedora do Estudante, Maria José Fernandes realçou que com a abertura dos polos e a abertura prevista para o polo de Vila Nova de Famalicão, é cada vez mais importante a figura do Provedor do Estudante.

A presidente do IPCA salientou, ainda, a importância de um Provedor na vida académica e pessoal dos estudantes. “O país passou por uma crise financeira acentuada, tivemos alunos que sentiram mais dificuldade e a Provedora esteve sempre para os estudantes. Ouviu muitas histórias, partilhou muitas tristezas mas também muitas alegrias. No IPCA queremos sobretudo combater o abandono escolar.”

Tendo em consideração a essência do cargo do Provedor, Maria José Fernandes, não descarta “a possibilidade de um dia este cargo poder ser exercido a 100%. Porque é preciso tempo para com aqueles que escolheram esta casa para os acompanhar neste percurso das suas vidas”.

A presidente do IPCA enaltece os estudantes pois tudo o que é, e será, feito é a pensar nos estudantes. “Sem estudantes não estaríamos cá. Trabalhamos diariamente para proporcionar aos nossos estudantes uma boa e feliz experiência no IPCA.”

A Provedora do Estudante, Irene Portela, começou o seu discurso por fazer referência ao ex-presidente João Carvalho, com quem trabalhou no seu anterior mandato como Provedora, e fê-lo “com muito gosto e responsabilidade, pois o professor João Carvalho depositou em mim toda a confiança. Sabia que era um cargo difícil, mas apoiou-me sempre e passados estes anos aprendi imenso.”

Frisou ainda que nada faz, e nem pode fazer nada, sozinha. Para este cargo necessita de todas as “pessoas do Instituto para poder fazer do seu trabalho: da presidente e confiança da mesma, dos vice-presidentes, dos diretores de escola, dos docentes e dos alunos. Porque um Provedor do IPCA é um provedor de todos os estudantes e escolas, quer seja no IPCA em Barcelos quer seja nos polos em Braga e Guimarães. Todos os estudantes são estudantes do IPCA.”

A curto prazo, um dos objetivos da Provedora é combater o abandono escolar e fazer com que todos os estudantes saiam do IPCA com as suas licenciaturas e mestrados terminados bem como os Cursos Técnicos Superiores Profissionais concluídos.

Igualmente presente na cerimónia, Sara Ferreira, Presidente da Associação Académica do IPCA, deu as boas-vindas aos seus estudantes e mostrou a total disponibilidade da Associação Académica do IPCA para lutar pelos interesses dos estudantes e apoiar nos que precisaram ao longo da sua caminhada no IPCA.

Fonte e fotos: IPCA.

IPCA dá as boas-vindas aos novos estudantes com semana de atividades

Setembro 17, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

Entre 18 e 22 de setembro, o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), em Barcelos, vai promover o WELCOME IPCA 2017, uma semana de atividades destinadas à receção e integração dos novos estudantes.



Nesta que é a segunda edição do WELCOME IPCA, os novos alunos serão convidados a conhecer a instituição onde farão a sua formação académica e, também, a cidade de Barcelos, que os acolhe neste novo percurso. Serão ainda proporcionados momentos de convívio e partilha entre os atuais e novos estudantes.

Ao longo da semana, os alunos vão poder participar num conjunto de workshops pedagógicos, atividades culturais, desportivas e recreativas. Os novos estudantes são, ainda, desafiados a realizar ações de voluntariado, organizadas com o objetivo de uma maior sensibilidade e responsabilidade da comunidade IPCA para as questões cívicas.

No primeiro dia, os alunos vão ser recebidos pela presidente do IPCA, Maria José Fernandes, que realça que “o IPCA não é só estudar”. Salienta ainda que, com estas atividades, o Instituto barcelense prima pela diferença ao “promover uma real integração onde os estudantes se conheçam e comecem a identificar-se com o IPCA”.

A presidente menciona, igualmente, a valorização do programa WELCOME IPCA 2017, que contempla os estudantes com “atividades de divertimento e também ações de impacto social, que contribuam para a valorização pessoal de todos”.

Sendo esta uma atividade destinada a toda a comunidade estudantil IPCA, serão disponibilizados transportes para que os estudantes dos Polos de Braga e Guimarães possam, também, participar no programa, que irá decorrer no Campus do IPCA e nalguns locais da cidade de Barcelos.

Do programa, destaque para atuações musicais das tunas académicas do IPCA (TAIPCA, TFIPCA e TMIPCA), do Grupo de Fados do IPCA (Gallus Gallus) e da Banda Plástica de Barcelos.

A semana WELCOME IPCA é uma organização conjunta dos Serviços de Ação Social do IPCA e da Associação Académica do IPCA.

Fonte e imagem: IPCA.

Ir Para Cima