Tag archive

Moçambique

SOPRO e Amigos da Montanha equipam Sala de Aula em Moçambique

Agosto 14, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A SOPRO, com o apoio dos Amigos da Montanha, equipou com carteiras uma sala de aula em Moçambique, na Missão de São Francisco de Assis em Mangunde, uma das Missões de ESMABAMA, na Província de Sofala. Esta ação só foi possível graças aos 2000€ doados pelos Amigos da Montanha na Meia Maratona de Barcelos a favor da campanha “Juntos pela Beira”.



Os fundos doados pelos Amigos da Montanha, foram revertidos na totalidade para esta sala de aula com capacidade para 50 alunos sentados.

A SOPRO continua a angariar fundos para este projeto “Quero a minha Escola de Volta”, que é resultado do trabalho da voluntária Mafalda Pinto, que está a trabalhar em conjunto com a SOPRO em Moçambique, para equipar as salas de aulas com carteiras, com capacidade para 2 pessoas sentadas.

O objetivo é equipar as salas de aulas das Missões de Machanga (40 carteiras), Estaquinha (112 carteiras) e Barada (500 carteiras), todas missões de ESMABAMA. A missão de Barada foi a mais afetada pelo Ciclone Idai, ficou completamente destruída e são necessárias apenas para aqui 500 carteiras para as salas de aulas, para que crianças e adultos possam voltar à escola e possam aprender a ler e escrever.

“Acreditamos que pequenos gestos mudam o Mundo, por isso, agradecemos a todos os que já contribuíram e aos que possam vir a contribuir para continuar a ajudar Moçambique”, refere a SOPRO.

Fotos: DR.

SOPRO envia contentor de doações para Moçambique

Julho 9, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A SOPRO – Solidariedade e Promoção ONGD enviou, no passado dia 5 de julho, um contentor cheio de doações como roupa, calçado, utilitários de cozinha e material doado no âmbito da Campanha SOS Beira, iniciada em março logo após o Ciclone Idai.



Uma parte deste contentor resulta das doações da campanha SOS Beira, realizada na Ilha de S. Jorge, campanha dinamizada pela voluntária Marina Dias, nos Açores, que em 2018 esteve em Missão na Beira. 

“A ida deste contentor é o resumo do trabalho de todos os voluntários que foram passando pela SOPRO, ajudando a separar e empacotar todas as doações que nos foram entregues. A todos os que tiveram este ato solidário o nosso muito obrigado, como prometido estamos a fazer chegar as centenas de doações a todos os moçambicanos afetados pelo Ciclone Idai”, refere a ONGD em nota.

Além deste contentor a SOPRO tem enviado, desde o Ciclone Idai, apoio financeiro para a Comunidade de Irmãos de La Salle de Moçambique, que fazem a gestão da Escola João XXIIII, onde estão os 150 afilhados da SOPRO. Também tem apoiado as Missões de ESMABAMA, para onde enviaram 2000€ para financiar a compra de carteiras (mesa e banco colocado), para equipar as salas de aulas de uma das Missões de ESMABAMA, podendo os alunos desta missão ter condições mínimas estar numa sala de aula.

A voluntária da SOPRO, Catarina Mendes, que chegou a Moçambique a 9 de julho, reuniu com os Pais dos Afilhados da SOPRO, ouvindo os pedidos de cada família e apoiando-os na medida do possível. A cada um dos afilhados da SOPRO foi entregue um kit de material escolar para que estes jovens possam chegar ao final deste ano letivo (em Moçambique termina em dezembro) com o mínimo de material, já que a maioria deles perdeu quase tudo o que tinha.

“A SOPRO agradece, em nome de todos os Moçambicanos, a todos os que contribuíram para uma vida melhor destes Moçambicanos. Porque acreditamos que pequenos gestos mudam o Mundo, obrigada”, conclui em nota.

Fotos: DR.

Campanha da SOPRO ajuda Moçambique (Beira)

Abril 13, 2019 em Atualidade, Concelho, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A campanha de angariação de bens da SOPRO “Estamos Juntos pela Beira” superou todas as expectativas. Neste momento, a Ajuda de Emergência da SOPRO já está no terreno através dos Irmãos La Salle Moçambique. Com os fundos e materiais já enviados foram dadas, nas últimas duas semanas, 500 refeições diárias a crianças de rua, apoiadas famílias com a entrega de cabazes de alimentos e chapas de zinco para cobrir as casas. Através da Associação de ESMABAMA, estão a apoiar as missões do interior de Sofala, onde a prioridade é a saúde e alimentação das populações, garantindo água potável e alimentação.



A Ajuda de Emergência da SOPRO está a dar apoio à Comunidade dos Irmãos de La Salle Moçambique que estão na Beira e gerem o Centro Educacional e Assistencial de La Salle (que apoia as crianças de rua), Colégio La Salle e Escola João XXIII, onde estão os 150 afilhados da SOPRO e que, felizmente, conseguiram sobreviver ao ciclone Idai. Apoia o interior de Sofala, através da Associação de ESMABAMA, onde estão as populações mais atingidas com o Ciclone. As populações perderam todas as produções agrícolas, mantimentos, sustento para os animais, animais e muitas vidas. A situação de ESMABAMA é muito preocupante.

De acordo com o último boletim do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades de Moçambique (INGC), de 2 de abril, 598 pessoas morreram e cerca de um milhão de pessoas foram afetadas. Perto de 80 mil casas destruídas (total e parcialmente), inúmeras infraestruturas, bem como a perca de meios de vida. Nos 136 centros de acolhimento temporário estão 131 mil pessoas. São muitos os sinais de perigos para os tempos que se avizinham, nomeadamente, no que à saúde diz respeito com alguns casos de cólera já sinalizados.

Neste sentido, a SOPRO apela a todos os que possam continuar a ajudar com donativos monetários e/ou material escolar (cadernos, lápis, lápis de cor, afias, canetas, cola, borrachas, porta lápis, marcadores, mochilas, manuais escolares e livros). Por motivos logísticos, não está disponível para receber outro tipo de doações.

Em nota, a SOPRO agradece pela generosidade de todos, salientando que “estamos juntos pela Beira”.

Imagem: DR.

SOPRO envia 8000 euros para Moçambique

Março 25, 2019 em Atualidade, Concelho, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Associação SOPRO já enviou para a Beira 8000€ resultantes do IRS solidário de 2018.



Desses, 4000€ foram entregues para a Comunidade dos Irmãos de La Salle Moçambique, que estão na Beira e gerem o Centro Educacional e Assistencial de La Salle, Colégio La Salle e Escola João XXIII, onde estão os 150 afilhados da SOPRO. Os Irmãos de La Salle já estão a entregar às famílias, chapas de zinco para cobrir as casas e uma cesta básica com alimentos.

Os outros 4000€ foram enviados para as Missões ESMABAMA para comprar alimentos e bens de primeira necessidade para dar a primeira ajuda às populações.

A SOPRO já trabalha com os Irmãos de La Salle e ESMABAMA desde 1998, enviando voluntários, enviado materiais e fundos para ajudar estas organizações em Moçambique.

Os fundos angariados já enviados são uma pequena ajuda para tantas necessidades. Por isso a SOPRO continua a angariar fundos em campanhas do Facebook, donativos, as latinhas solidárias que estão a ser deixadas e em estabelecimentos comerciais.

Em nota, a SOPRO apela “a todos os que possam organizar campanhas favor da Beira nas suas Paróquias, Freguesias, Associações, grupos de amigos, empresas ou através do Facebook que nos ajudem”.

Imagem: SOPRO.

SOPRO apela à organização de campanhas de ajuda à Beira (Moçambique)

Março 22, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Infelizmente, este é um dos temas que têm marcado a atualidade noticiosa dos últimos dias. A destruição que o ciclone Idai provocou na província da Beira, em Moçambique, sendo de lamentar a perda de muitas vidas humanas.



Em nota, a SOPRO, ONGD barcelense, salienta que “as notícias que nos vão chegando através dos Irmãos de La Salle Moçambique e dos amigos de ESMABAMA, não são nada animadoras. O ciclone Idai já passou, mas as chuvas vão continuar até ao final do mês e já se começa a tentar evitar um surto de cólera que devido à falta de condições de higiene”.

Por tal, deixa um apelo a todos os que possam organizar campanhas de angariação de fundos favor da Beira, (SOS Beira) nas suas Paróquias, Freguesias, Associações, grupos de amigos, empresas ou através do Facebook que os ajudem. A SOPRO representa a Comunidade de La Salle Moçambique na Europa e está a angariar fundos para enviar para a Comunidade dos Irmãos de La Salle para reerguer a Escola João XXIII, Colégio La Salle e Centro Educacional e Assistencial de La Salle e os 150 afilhados da SOPRO, dos quais ainda não têm notícias.

A SOPRO também está a aceitar transferências bancárias para enviar para a Beira. Todas as condições podem ser consultadas no site (http://www.sopro.org.pt/) da SOPRO.

Imagens: SOPRO.

Missão de Voluntariado para Moçambique 2019 com inscrições abertas

Janeiro 19, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

As inscrições para a Missão de Voluntariado em Moçambique 2019, encontram-se abertas até dia 25 de janeiro, no site da SOPRO (www.sopro.org.pt).



A SOPRO tem abertas as candidaturas para missões de voluntariado entre 4 semanas e 3 meses, para a Beira, Pemba e Lichinga. O voluntário tem de ter a idade mínima de 21 anos e disponibilidade para fazer voluntariado em Moçambique.

Os interessados podem contactar a SOPRO, através do 253 837 259 ou através do site da SOPRO, onde se encontram todas as informações.

Imagem: DR/SOPRO.

SOPRO disponibiliza para todos o Banco de Manuais e Material Escolar

Agosto 22, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No Banco de Manuais Escolares, qualquer pessoa pode fazer a troca de manuais escolares de forma gratuita, independentemente de ter escalão escolar ou não, ou de receber qualquer subsídio.



Está disponível a todos, do 5º ao 12º ano. Para que o Banco de Manuais Escolares possa funcionar é importante que as pessoas doem os seus manuais escolares. Os manuais que estiverem de acordo com as regras das Escolas, serão disponibilizados para troca. Os manuais que sejam relativamente recentes e que já não possam ser utilizados em Portugal, serão enviados para a Beira, em Moçambique, para a Escola João XXIII e Centro Assistencial de La Salle.

Os manuais mais antigos que não possam ser utlizados serão enviados para a reciclagem e os fundos angariados serão para comprar material para incluir no kit de material escolar.

As famílias carenciadas podem candidatar-se ao kit de material escolar do Banco de Material Escolar. Para isso, devem levar a cópia de todos os documentos, como despesas mensais, renda de casa e outros documentos que possam ser importantes para o processo. Em setembro, após a aprovação do processo, o aluno receberá um kit com diverso material escolar de acordo com o ano em que se encontra.

Em caso de dúvida, pode contatar a SOPRO pelos números 253 837 259 ou 965 659 916.

Imagem: SOPRO.

SOPRO apela aos Padrinhos e Madrinhas para escreverem cartas para Afilhados de Moçambique

Maio 31, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em nota, a SOPRO apela a todos os Padrinhos e todas as Madrinhas com Afilhados/as da SOPRO em Moçambique que escrevam a sua carta para o seu Afilhado/a até 14 de junho. A correspondência vai ser entregue aos Afilhados/as pelos/as voluntários/as que vão partir em missão no mês de julho.



A SOPRO solicita a todos os Padrinhos/Madrinhas que tenham em conta as seguintes regras para redigir as cartas aos seus Afilhados/as, tornando o processo justo e igualitário para todos/as.

1.Correspondência:

– A carta não pode ultrapassar mais do que 1 folha em tamanho A4; Caso o tamanho da carta exceda o previsto, talvez não seja possível o envio;

– Não podem fornecer contactos, nem fazer promessas;

– Não devem enviar outro tipo de documentos ou ofertas;

2.Prazos e Envios

– Devem enviar a correspondência para a SOPRO até ao dia 14 de junho de 2018;

Envio da correspondência pode ser efetuado por:

*Carta

Travessa Celestino Costa, loja 10

4755 – 058 Barcelos

*Email: geral@sopro.org.pt

3. Outros

– Quem não enviar a correspondência, será entregue ao Afilhado/a uma carta-tipo, elaborada pela SOPRO.

Fonte e imagem: SOPRO.

Teatro Gil Vicente recebe Sarau Solidário para ajudar a Rosita

Maio 11, 2018 em Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No âmbito do apadrinhamento de Rosita por parte do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), realiza-se, dia 15 de maio, pelas 21h00, no Teatro Gil Vicente, um Sarau Solidário em prol dessa criança.



Rosita é uma menina órfã que reside numa comunidade religiosa em Nampula, Moçambique, comunidade essa apoiada que é apoiada pela Associação Padrinhos D’África.

O projeto é acolhido pelo 3º ano de Gestão de Atividades Turísticas e tem como objetivo “conseguir angariar dinheiro para renovar, todos os anos, os estudos da Rosita”, refere Patrícia Leão, uma das estudantes envolvidas neste louvável projeto.

Assim, as turmas de 3º desse curso organizam este evento, que contará com a participação e performance do Grupo de Fados do IPCA e de diversos artistas e cantores do mesmo Instituto. Ainda se realiza um sorteio de prémios, nomeadamente, um voucher e duas peças de artesanato.

IPCA renova apadrinhamento de Rosita

Maio 11, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) esteve presente no Encontro Anual dos Padrinhos e Amigos da Associação Padrinhos D´África (APD), que decorreu em Fátima, no passado dia 29 de abril.



Em julho de 2016, o IPCA e a Associação Padrinhos D´África (APD) assinaram um Protocolo de Cooperação no qual o IPCA apadrinhou a Rosita, apadrinhamento esse que foi agora renovado. A Rosita é uma menina órfã que reside numa comunidade religiosa em Nampula, Moçambique, comunidade essa apoiada pela APD.

“Solidários vamos ser, para um futuro a Rosita ter!” é o lema do projeto de empreendedorismo e inovação social coordenado pelos alunos de GAT, no âmbito da unidade curricular de Gestão das Instituições Sociais e Culturais, que permitiu a renovação do apadrinhamento e que contou com o envolvimento e colaboração de toda a comunidade do IPCA.

Este encontro ficou marcado, também, como sendo o 1º Encontro de Arte (APD 1Arte), com trabalhos desenvolvidos pelos alunos do Mestrado de Ilustração e Animação, da Escola Superior de Design do IPCA, e com peças de artesanato dos artesãos da região de Barcelos angariadas pelos alunos do 3º ano de Gestão de Atividades Turísticas (GAT), da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do IPCA.

Estas peças fizeram parte da exposição APD 1Arte e foram leiloadas, tendo a verba angariada revertido na íntegra para os projetos que a APD desenvolve em Moçambique.

Fonte e fotos: IPCA.

Ir Para Cima