Tag archive

Monte da Franqueira

RallySpirit Altronix em Barcelos a 9 de novembro

Novembro 7, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Conheça os condicionamentos no trânsito

De 8 a 10 de novembro, entre Barcelos e Gaia, os amantes do desporto automóvel poderão recuar na história e viver momentos únicos com a presença de alguns dos mais icónicos carros de ralis de todos os tempos.



Aos carros juntam-se pilotos que escreveram algumas das mais belas páginas da história do automobilismo mundial e nacional.

No dia 9 de novembro, os carros e pilotos estão pela cidade de Barcelos com duas subidas ao Monte da Franqueira, a primeira às 12h04 e a segunda às 15h25, e uma super especial, “Boucles de Barcelos” na variante das Torgas, em Arcozelo, que acontece pelas 16h00. Estes serão momentos de adrenalina e nostalgia.

O RallySpirit Altronix, prova automobilística em constante afirmação no contexto dos Rally-Legends mundiais, conta, na sua 5ª edição, com uma verdadeira “chuva” de míticos carros de ralis, com especial destaque para os famosos “Grupo B”, que, nos anos 80, coloriram a era dourada dos ralis.

Aliás, os “Grupo B” são a temática da edição deste ano, que irá para a estrada entre 8 e 10 de novembro, e que conta com um forte nível de internacionalização, prometendo ser a mais apelativa desde que, em 2015, se estreou em solo português. Das mais de 100 equipas inscritas de nacionalidades portuguesa, espanhola, sueca, alemã, inglesa e belga (de um limite máximo de 120), as presenças de maior destaque estão precisamente reservadas para os denominados “Super-Grupo B”, capazes de, pela sua raridade e espetacularidade, fazerem vibrar os aficionados dos ralis como nenhuns outros.

No topo da lista encontra-se o Audi Sport Quattro S1, que será pilotado pelo ex-Campeão do Mundo de Ralis, Stig Blomqvist, que é também o “cabeça de cartaz” da prova. Mas ao “monstruoso” Audi, juntar-se-ão alguns dos seus rivais da altura, como o Peugeot 205 Turbo 16 E2, o Ford RS200 e o MG Metro 6R4, verdadeiros ex-libris dos ralis dos anos 80.

Em 2018 foi a primeira vez que o RallySpirit Altronix passou em Barcelos, afirmando-se como uma prova ímpar no panorama do desporto automóvel nacional, tendo juntado mais de uma centena de carros, sendo que 30% dos participantes eram internacionais.

Condicionamentos de trânsito

A prova realiza-se no dia 9 de novembro, o que faz com que seja necessário interditar, no dia 8 de novembro, o Campo da Feira para a montagem da pista.

No dia 9, dia das classificativas em Barcelos, realizam-se duas classificativas na Franqueira (nas freguesias de Carvalhas, Góios, Remelhe e Rio Covo Santa Eulália) e nas freguesias de Carvalhal, Pereira e Milhazes, uma em Laúndos, nas freguesias de Courel e Macieira de Rates e uma super especial “Boucles de Barcelos”, na variante das Torgas, freguesia de Arcozelo.

As paragens dos autocarros situadas na Av. da Liberdade e na Av. Dr. Sidónio Pais (Bagoeira) deslocam-se para a rotunda da Av. Dr. Sidónio/Rua Cândido da Cunha.

A praça de táxis situada na Av. da Liberdade desloca-se para a Av. dos Combatentes.

Tratando-se de um sábado, e com o trânsito constante dos carros da prova entre no Campo da Feira e as classificativas de Barcelos e Franqueira, o Município informa os automobilistas que devem utilizar itinerários alternativos para as deslocações, caso necessitem de utilizar vias do trajeto Campo da Feira – Franqueira.

As principais vias afetadas serão: Ponte Peregrinos de Santiago (ponte medieval), Rua Fernando Magalhães, Rua José António P.P. Machado e Av. Dr. Sidónio Pais.

Sugere, ainda, que para a travessia entre Barcelos e Barcelinhos, os condutores utilizem o nó das Pirâmides / Ponte de Santa Eugénia.

Para alternativa ao estacionamento no Campo da República (Feira), sugere-se o estacionamento em parques periféricos e a utilização do transporte público na ligação ao centro.

“Desde já, pedimos compreensão pelo incómodo causado”, salienta o Município.

Fonte e foto: CMB.

Amigos da Montanha e “Mãos à Obra” em ação de limpeza na Franqueira

Outubro 15, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Os Amigos da Montanha e o projeto “Mãos à Obra” juntaram-se na manhã do último sábado para limpar o Monte da Franqueira, em Barcelos.



Esta área foi já alvo de ações dos Amigos da Montanha, por diversas vezes, e resultou, novamente no último sábado, na recolha de grande quantidade de lixo espalhado por um dos locais mais emblemáticos do concelho.

E, uma vez mais, pelo monte, os voluntários que se juntaram a esta ação encontraram todo o tipo de lixo, nomeadamente, pequenas embalagens, garrafões, pneus, além dos designados “monstros domésticos”. No final da limpeza, “deixou de pertencer a este cenário o lixo equivalente a um contentor de 10 m3”, refere José Gonçalves, Vice-Presidente dos Amigos da Montanha para o Ambiente.

A iniciativa contou com a presença de um número significativo de jovens, um “ponto extremamente positivo”, salienta José Gonçalves

Relembre-se que este projeto faz parte das muitas iniciativas da Associação de Barcelinhos, no que concerne à preservação do meio ambiente, nomeadamente, com a limpeza e a reflorestação de grandes áreas.

Já para o início de 2020, os Amigos da Montanha têm prevista uma ação de reflorestação em Barcelos.

Fonte e fotos: AM.

JOTA/JOTI 2019 no Monte da Franqueira

Outubro 15, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

ACAFNA decorre no fim de semana no mesmo local

A FNA – Fraternidade Nuno Álvares – Escuteiros Adultos, orientada pelo Núcleo S. Sebastião de Milhazes e com a colaboração da Direção Regional de Braga, leva a cabo, no próximo dia 18 de outubro, pelas 21h00, a atividade JOTA/JOTI 2019, onde, via rádio, estarão em contacto com escuteiros de todo o mundo. O evento acontecerá no Monte da Franqueira.



Igualmente organizado pelo Núcleo S. Sebastião de Milhazes, decorre, nos dias 19 e 20 de outubro, o ACAFNA – Acampamento de Escuteiros Adultos dos Núcleos de Barcelos e Fafe, que terá lugar, também, no Monte da Franqueira.

Imagem: FNA.

Amigos da Montanha juntam-se ao projeto “Mãos à Obra”

Setembro 18, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Os Amigos da Montanha juntaram-se ao projeto “Mãos à Obra” e, no dia 22 de setembro, vão estar presentes na limpeza do Monte da Franqueira, uma área que já foi alvo de ações dos Amigos da Montanha por diversas vezes e que, este ano, tinha nova iniciativa prevista.



Com o movimento “Mãos à Obra”, os Amigos da Montanha “juntam esforços e concretizam a iniciativa de limpeza já prevista, em concertação com o realizado no resto do país no âmbito do projeto”, refere a associação barcelinense em nota.

O ponto de encontro para a limpeza será na Igreja de Nossa Senhora da Franqueira às 9h30. A atividade tem final previsto para as 13h00.

Às pessoas que se inscreverem na sede dos Amigos da Montanha, será disponibilizado transporte desde Barcelinhos.

Foto: AM.

“Mãos à Obra” no dia 22 de setembro em Barcelos

Setembro 13, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 22 de setembro, pelas 10h00, realiza-se uma ação de limpeza que terá lugar nos Montes do Facho e da Franqueira.



E o que é o “Mãos à Obra”? Este é um projeto iniciado “na esperança” de ajudarem “a mitigar os efeitos nefastos que a poluição tem para o ambiente”.

Esta iniciativa foi criada por uma jovem estudante, originária da Figueira da Foz, que conta com mais de 62.000 seguidores na rede social Twitter.

O principal objetivo é “conseguir limpar o máximo de ruas das cidades em que moramos, as praias e as matas/serras do nosso país, que são constantemente fustigadas com toneladas de lixo, sendo exemplo disso a quantidade de plásticos e vidros que diariamente perturbam a flora e o ecossistema do nosso meio ambiente”, refere ao Barcelos na Hora um representante do projeto.

No passado dia 1 de agosto divulgaram o projeto e os objetivos a que se propõem. Encetaram, de imediato, contactos com mais jovens de várias zonas do país e, em poucos dias, conseguiram juntar, no mesmo propósito, milhares de pessoas – cerca de 12 mil a nível nacional – interessadas em cooperar com o projeto.

Neste momento, já têm constituídos mais de 100 grupos de trabalho, estrategicamente dispersos e organizados, cada um com um representante, por diversas zonas do país, para além de Barcelos. A saber:

Abrantes, Açores (Madalena do Pico), Alentejo Litoral, Almada, Amarante, Arcozelo, Arganil, Arruda dos Vinhos, Aveiro, Barreiro, Beja, Braga, Caldas da Rainha, Castelo Branco, Castro Verde, Chaves, Coimbra, Covilhã, Entroncamento, Espinho, Esposende, Évora, Famalicão, Faro/Olhão, Felgueiras, Figueira da Foz, Fundão, Guarda, Guimarães, Ilha da Madeira, Lagoa – Algarve, Leiria, Lisboa (subdivida em 6 zonas), Loulé, Malveira –  Venda do Pinheiro, Malveira, Marco de Canaveses, Moita, Montemor-o-Novo, Montemor-o-Velho, Montijo, Odivelas, Oliveira de Azeméis, Ourém, Paços de Ferreira, Peniche, Portimão, Porto, Póvoa de Varzim, Quarteira, Santarém, Seixal, Setúbal, Sousel, Tábua, Tavira, Tomar, Torres Vedras, Viana do Alentejo, Vila do Conde, Vila Nova de Famalicão, Vila Nova de Gaia, Vila Real St. António, Vila Real, Vila Verde, Viseu, entre outros.

Para se inscrever nesta iniciativa em Barcelos, e porque a organização irá ter seguro, basta clicar no seguinte link:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScHPg_Ic7LNGISjoBzNmrXt9dilsa2tEbitAjEkdc_re5LqEQ/viewform?usp=sf_link

Imagens: MàO (a imagem de destaque foi alterada).

[Ndr: notícia atualizada a 15.09.2019, pelas 20h50]

Falta de civismo: deposição ilegal de lixo

Março 3, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo, Opinião, Política port barcelosnahorabarcelosnahora
Pedro Sousa

Caros leitores,

O tema que me traz hoje aqui é relacionado com algo que me diz muito e revolta imenso. Estou certo de que muitos de vocês também pensarão da mesma forma.



Falo da deposição de monos, eletrodomésticos em desuso, resíduos de obras, entre outros, em matas, terrenos baldios e, mesmo, em terrenos particulares. Mas, igualmente, do largar lixo nas vias públicas, bermas, passeios e jardins das nossas cidades e vilas, das nossas freguesias.

Este comportamento não é exclusivo de Barcelos, como é óbvio. Infelizmente, é um comportamento que grassa por este nosso país fora. Quem já não teve a triste experiência de ir caminhar, quer por vias, quer por matas, e deparou-se com monos, colchões, eletrodomésticos, tijolos, telhas, vidros…enfim, uma imensa panóplia de lixo e resíduos depositados nos locais mais inusitados, mas, também, em locais perfeitamente à vista de todos.

Como aficionado da corrida em trail ou caminhadas, já encontrei de tudo por terrenos barcelenses. Desculpem-me…mas isso enoja-me! Só penso nos “porcos” (desculpem o coloquialismo e a rudeza da palavra) que se lembraram de fazer isso, mesmo havendo um serviço de recolha desse tipo de lixo, camarário e gratuito. Até este nosso jornal já noticiou esse serviço. Se entrar na página online do Município irá encontrar estes dois parágrafos, que passo a citar:

«No caso dos proprietários não possuírem meios para a sua entrega, podem solicitar o serviço de recolha à Câmara Municipal, através do e-mail geral@cm-barcelos.pt ou através da página do Município, no link “A minha rua”.

Quanto aos “monstros domésticos” de particulares, e por forma a facilitar a sua correta gestão, o Município de Barcelos dispõe de um local situado no Parque de Viaturas – Rua do Faial, n.º 106 – 4750-783 em Vila Boa, onde podem ser depositados, todos os dias úteis.» (in: https://www.cm-barcelos.pt/2018/03/camara-de-barcelos-promove-recolha-de-201cmonstros201d-domesticos/)

Muitos devem ficar a pensar que ir a Vila Boa é longe. Pois…mas, se calhar, para irem para o meio do Monte da Franqueira, com o intuito de deixar lá um colchão velho, já não são assim tantos quilómetros que têm que fazer! Enviar, ou pedir a alguém para enviar, um e-mail para o Município e esperar que este envie alguém a casa levantar esses monos e afins, não é menos trabalhoso? Não é menos oneroso? Não é mais cívico? Não é mais civilizado? E, sim, colchões na Franqueira. Num dos meus “treinos”, na descida entre a igreja e Góios, vi um deixado no meio dos fetos e outro deixado mesmo na berma da estrada, num dos locais de estacionamento! Vergonhoso! Lastimoso! De enojar! Alertei, obviamente, os serviços camarários. Confesso que não sei se ainda estão lá. Mais, há dias, ao passar na rotunda “dos Andorinhas” deparei-me com um colchão depositado em plena berma da rotunda, pousado em cima do rail de proteção! Sim, leu bem! Rail de proteção!! Ali, depositado. Talvez quem o depositou tenha pensado nos imensos motards que por lá passam e fazem a rotunda “deitados”…é para eles dormirem nesse colchão?! Já agora, e essa zona? Parece-lhe limpa ou está pejada de lixo??! Ah…neste caso, contactei telefonicamente o Município, solicitando a recolha do colchão. Do lado de lá disseram-me que era a primeira pessoa a fazer um telefonema desse tipo! Acredito que tenha sido para essa pessoa em concreto. Não acredito que mais ninguém tenha “doado” um minuto da sua vida a ligar para a Câmara Municipal a solicitar recolha de lixo depositado em locais indevidos! E acrescento: não sendo o ideal, as pessoas sempre podem deixar os colchões e/ou monos ao lado dos contentores comuns de lixo. Mais cedo ou mais tarde, os serviços procedem à recolha. Não é o ideal…mas é bem melhor do que deixar isso no meio das matas e bouças.

Caminhos de Santiago. Já percorri alguns troços e deixa-me agastado ver o lixo que se encontra lá! É essa a imagem que querem deixar a esses caminhantes peregrinos?! De uma sociedade repleta de pessoas sem sentido algum de civismo?!

Na minha opinião, estes comportamentos não desaparecerão “a bem” ou “a mal”. Já entramos na perspetiva sociológica, civilizacional. De que adianta tentar incutir-se nas crianças e jovens, nas escolas, por exemplo, que estes tipos de comportamentos não são aceitáveis se, depois, em casa, eles deparam-se com esta falta de civismo? Os seus pais (pai e mãe) são os seus heróis, os seus exemplos. E ainda bem que o são, pois merecem sê-lo. Mas a ter este tipo de atitudes, a meu ver, não estão a ajudar essa criança, esse jovem, a desenvolver-se e a tornar-se num adulto respeitador do bem comum, da Natureza, do que é cívico. Como professor, como pedagogo, deixo aqui o meu alerta.

Aliás, hoje em dia nota-se bem o comportamento desviante de imensos jovens (mas também adultos), que jogam lixo para o chão, quando, na maioria dos casos, têm contentores para esse efeito a poucos metros de distância. Como é o caso da foto que se segue. Tirada a uma segunda-feira de manhã, junto a um parque que tem contentores a poucos metros! É isto que queremos para o nosso país? É isto que queremos para as nossas terras? Os valores como o respeito pelo bem público, pelo zelo pelas zonas públicas, estão ausentes de demasiadas pessoas, infelizmente! Quem me conhece, sempre me ouviu dizer que a linha que separa a irreverência da arruaça e da criminalidade é muito ténue por vezes. Os jovens, e “menos jovens”, querem ser irreverentes, “fazer figura”…mas esquecem-se que os seus pais e avós passaram, na maioria dos casos, por uma ditadura, onde não tinham a liberdade de acharem que podiam fazer tudo sem arquearem com as consequências. Há sociólogos que defendem que depois de um momento da história onde houve privação da liberdade, não se pode passar para outro onde esta existe em excesso, pois pode dar-se o risco dessa sociedade implodir e voltar a optar pela privação das liberdades. Se calhar, o crescimento das extremas-direitas por este mundo afora já poderá ser reflexo disso. Mas é apenas a minha humilde opinião. E a privação da liberdade não é exclusiva da extrema direita, como, infelizmente, se pode constatar pela atualidade.

Termino com dois pontos (e peço desculpa pela delonga, mas este assunto revolta-me). Primeiro, e porque a minha honestidade intelectual a isso obriga, o local retratado pelas fotos (com os monos) já não se encontra assim como se vê…encontra-se pior!!

Segundo: por favor, passem a palavra, deem o exemplo, chamem à atenção, alertem, sensibilizem, não adotem essas atitudes! Vamos limpar Barcelos (também participei nessa iniciativa nacional e local)! Vamos fazer do nosso país um melhor país. Um país desenvolvido, um país ao nível dos mais civilizados (muitos dos quais, com emigrantes nossos lá…que podem ajudar também, cá na sua terra)! Todos a remarmos para o mesmo lado…conseguimos alcançar o objetivo. Muito obrigado a todos!

Por: Pedro Sousa* (Professor e Diretor do Barcelos na Hora).

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

“Franqueira Adventure – BTM Edition 2019” traz a Barcelos grandes atletas nacionais e internacionais

Dezembro 10, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No concelho de Barcelos, a poucos quilómetros da cidade do “Galo de Barcelos” e uma das regiões com mais história de Portugal, ergue-se imponente o Monte da Franqueira, formação com mais de 300 m de altitude. É neste local que se está a organizar este grande evento, em parceria com as Festas Sebastianas de Pereira, onde são esperados mais de 800 participantes. Conta com o apoio e presença dos melhores atletas nacionais e internacionais e com o suporte de algumas figuras públicas.



Assim, o referido Monte vai receber, no próximo dia 13 de janeiro, o “Franqueira Adventure –BTM Edition 2019”, prova de OCR – Obstacle Course Race, uma modalidade que tem vindo a ser cada vez mais procurada por atletas para quem correr já não é suficiente. A prova é desenvolvida num ambiente natural, em áreas com vários obstáculos naturais e outros artificiais como: pirâmides de madeira, paredes, pneus, paredes inclinadas, poças, fardos, escadas, trincheiras, reboques, entre outros.

O evento está integrado nas Festas Sebastianas de Pereira e conta com a organização do Barcelos Treino Militar, dada a sua experiência de participação em provas de OCR e na organização de alguns eventos.

O percurso terá cerca de 12km e cada participante irá enfrentar cerca de 30 obstáculos com diferentes níveis de dificuldade.

A prova divide-se em escalões distintos, para públicos distintos:

ELITE – cujo objetivo primordial é o de competição e superação individual. Nesta saída há “obrigatoriedade de superar todos os obstáculos sem ajuda”, sob pena de desclassificação. Está limitado a 200 atletas.

OVERALL – cujo objetivo primordial é o de diversão e superação individual ou em equipa. Neste escalão os obstáculos devem ser ultrapassados segundo as indicações dos juízes ou voluntários. Contudo, os atletas podem recusar transpor os obstáculos (caso coloque em causa a sua integridade física), mas essa recusa será sempre punida com “20 Burpees”. O escalão OVERALL tem prémio de equipa.

A prova tem como embaixadores Damián Lema (campeão espanhol de OCR – ELITE), Sofia Lobo (Campeã Nacional – LIGA OCR Portugal), Tiago Lousã (atleta SPARTAN), Filipino Moreira (melhor português no campeonato do mundo de OCR), Paula Esteiro (Seleção Espanhola de OCR), Diana Ferreira (3º classificada – LIGA OCR Portugal), Rubim Fonseca e Mónica Sofia (atletas OCR/SCORNIO), Carlos “Jaguar” (Campeão Nacional 2018 de Trail Endurance).

Os três primeiros classificados masculinos e femininos Elite receberão prémios e troféus, havendo ainda troféus para os três primeiros classificados masculinos e femininos OVERALL, Equipas OVERALL, Equipa mais numerosa e Equipa sensação (a que mais surpreender pela originalidade).

Para além das Festas Sebastianas de Pereira, a prova tem ainda o apoio do Município de Barcelos, Junta de Freguesia de Pereira, ACC – 50 anos, In Barcelos Hostel & Guest House, Quinta do Barco, Prozis e Vieira de Castro.

Para mais informação, clique em (acede automaticamente) em www.prozis.com/franqueiraadventure ou na página de Facebook do evento – “Franqueira Adventure BTM Edition 2019”.

Qualquer esclarecimento adicional, deve contactar os elementos da organização através do e-mail franqueira.adventure@gmail.com ou dos números de telemóvel 966412621 (Pedro Vale Moreira) / 935341903 (Francisco Fernandes).

Amigos da Montanha entregam quatro camas ao Hospital de Barcelos

Agosto 4, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

Os Amigos da Montanha entregaram, ontem, quatro camas à ala pediátrica do serviço de urgência do Hospital de Santa Maria Maior.

A entrega deste equipamento, no valor de 12.300€, foi possível no âmbito da iniciativa solidária “D+ Franqueira”, realizada no dia 4 de junho e cujo valor das inscrições das atividades desportivas – caminhada e corrida – revertia para esta causa.




Para completar o valor necessário à aquisição das quatro camas, os Amigos da Montanha contactaram amigos e patrocinadores e registaram uma adesão notável a esta causa. A iniciativa foi um sucesso e se no início o objetivo era angariar o valor possível para a ajuda na aquisição de uma ou mais camas, no final foi possível comprar as quatro camas necessárias para aquele serviço.

Na cerimónia que marcou a entrega deste equipamento, o Presidente da Direção dos Amigos da Montanha, Américo Alves, agradeceu à “enfermeira Tânia por ter proposto à associação a realização de uma iniciativa para angariar verbas para este equipamento, aos voluntários que ajudaram no evento, aos participantes que se inscreveram e aos patrocinadores particulares e empresas que completaram a fatia do bolo para ser possível a aquisição das camas”. Américo Alves evidenciou que esta foi uma atividade desportiva à qual juntaram uma vertente social, permitindo chegar a este resultado. “Os Amigos da Montanha são uma Instituição de Utilidade Pública e estão aqui a prestar um serviço público”, desejando que o equipamento agora entregue “seja útil às crianças, ao hospital e aos técnicos de saúde”, salientou.

O administrador do Hospital de Santa Maria Maior, Dr. Joaquim Barbosa, salientou que o equipamento recebido é “de altíssima qualidade”, permitindo que os serviços prestados fiquem, agora, reforçados.

O administrador referiu que se no início a expectativa era de uma “comparticipação para a aquisição das quatros camas que sentimos necessidade”, a iniciativa teve como resultado o “que vemos aqui hoje, quatro camas que vão equipar este serviço, foi um sucesso e foi possível conseguir a totalidade das verbas”, salientou.

A iniciativa surgiu quando a enfermeira do serviço de urgência pediátrica do Hospital Santa Maria Maior, Tânia Campos, contactou os Amigos da Montanha para verificar a possibilidade de realização de uma ação de angariação de fundos para se conseguir comprar novas camas para aquele serviço. “Hoje concretiza-se a realização de um desejo pessoal, que consiste em melhor acolher as crianças que recorrem ao nosso Serviço de Urgência do Hospital de Barcelos. Desta forma, pretendo demonstrar e manifestar o agradecimento, em nome pessoal e de todas as crianças que aqui represento, a todos que das mais diversas formas colaboraram nesta tão nobre causa”, referiu Tânia Campos no momento de entrega do equipamento. “Quero agradecer aos colaboradores desta grandiosa associação que são os Amigos da Montanha que contribuíram para que nada faltasse neste dia tão especial. Agradeço a todos os patrocinadores e colaboradores que contribuíram monetariamente para a aquisição destes novos equipamentos que hoje aqui recebemos”, salientou a enfermeira.

Recorde-se que a iniciativa desportiva levou centenas de participantes a subir ao Monte da Franqueira, na corrida e na caminhada, no passado dia 4 de junho. Quem quis superar-se na corrida fez uma prova curta, de quatro quilómetros desde a igreja de Carvalhal até ao Santuário de Nossa Senhora da Franqueira, mas de esforço máximo pela subida bastante acentuada. A maioria passou a manhã de domingo numa caminhada de convívio desde Barcelinhos até ao topo da Franqueira, onde a festa aconteceu num cenário com uma vista deslumbrante. No final todos tinham participado num desafio em que quem ficou a ganhar foram as crianças e jovens que têm de recorrer à Urgência Pediátrica.




Fonte e fotos: AM.

Raúl Alarcón, da W52-FC PORTO, conquista a Franqueira

Maio 26, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Foi num final de tarde enevoado e com o odor a incêndio, resultante do fogo florestal que deflagrou na última segunda-feira e ainda está por rescaldar em definitivo, que o cimo do Monte da Franqueira viu chegar os ciclistas que cumpriam o contrarrelógio do Grande Prémio JN 2017.

Pelas 17h00, partiam os primeiros ciclistas do Largo do Município. Primeiros a sair, por estarem nos últimos lugares da classificação. Entre 13 e 17 minutos era o tempo que necessitavam para alcançar o cimo da Franqueira.




Depois de um primeiro setor, entre Maia e o cimo do Monte de Santa Luzia, em Viana do Castelo, era a vez de um outro monte merecer a chegada dos pouco mais de 100 ciclistas participantes neste Grande Prémio.

O camisola amarela, o espanhol Raúl Alarcón, da W52-FC PORTO, foi o vencedor do contrarrelógio, com um tempo de 13m17s, seguido do seu colega de equipa, Rui Vinhas (13m19s), fechando o “pódio” o, também portista, Amaro Antunes (13m25s). De salientar que o barcelense Domingos Gonçalves (RP-BOAVISTA) terminou em 12º, a 40s do primeiro, e o, também barcelense, João Matias (LA ALUMÍNIOS- CARGLASS) terminou em 67º, a 2m06s de Alarcón.



Com esta vitória, Alarcón (5h44m46s) consolidou a camisola amarela, dispondo, agora, de uma vantagem de 18s sobre João Benta (RP-BOAVISTA) e 19s sobre Rui Vinhas (W52-FC Porto).

 

Raúl Alarcón (W52-FC PORTO)
Raúl Alarcón (W52-FC PORTO)

 

Por equipas, a vencedora deste contrarrelógio foi a W52-FC PORTO, com 40m01s, seguida da RP-BOAVISTA, a 1m28s, e do SPORTING-TAVIRA, a 1m42s. Na geral por equipas, é, novamente, a W52-FC PORTO a liderar a classificação, seguida da EFAPEL, a 1m58s, e da RP-BOAVISTA, a 2m04s.

 

W52-FC PORTO - equipa vencedora do contrarrelógio
W52-FC PORTO – equipa vencedora do contrarrelógio

 

Na classificação da geral por pontos (camisola verde), Rául Alarcón (W52-FC PORTO) é o líder, com 38 pontos, seguido de Alan Presa (KUOTA-CONS.PAULINO), com 25 pontos, e de Jesús Ezquerra (SPORTING-TAVIRA), com 20 pontos.

 

 

Raúl Alarcón (W52-FC PORTO)
Raúl Alarcón (W52-FC PORTO)

Nas Metas Volantes (camisola laranja), é líder Márcio Barbosa (ACDC TROFA), com 6 pontos, seguido de Zulmiro Magalhães (LA ALUMÍNIOS-METALUSA), também com 6 pontos, e de Pedro Gregori (ALUMINIOS CORTIZO), com 4 pontos.

Márcio Barbosa (ACDC TROFA)
Márcio Barbosa (ACDC TROFA)

O líder da montanha (camisola azul) é Nuno Meireles (EQUIPO BOLÍVIA), com 14 pontos, seguido de Raúl Alarcón (W52-FC PORTO), com 12, e de Pedro Gregori (ALUMINIOS CORTIZO), com 10 pontos.

Nuno Meireles (EQUIPO BOLÍVIA)
Nuno Meireles (EQUIPO BOLÍVIA)

Por fim, na juventude (camisola branca), lidera Jorge Magalhães (MIRANDA-MORTÁGUA), com 5h45m37s, seguido de José Neves (LIBERTY SEGUROS-CARGLASS), a 35s, e de Tiago Antunes (SICASAL), a 57s.

Jorge Magalhães (MIRANDA-MORTÁGUA)
Jorge Magalhães (MIRANDA-MORTÁGUA)

Num último apontamento, destaque para o barcelense João Matias, que festeja hoje, dia 26 de maio, o seu aniversário, e para José Dias, ciclista júnior do CENTRO CICLISTA DE BARCELOS, que subiu à Franqueira com uma bicicleta e desceu com duas, sendo que uma delas era de BTT. (nota: venceu uma das bicicletas a sorteio, pelo Jornal de Notícias)



Corrida e caminhada solidárias “D+ Franqueira Corrida Segurtec”

Maio 24, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

Realiza-se já no próximo dia 04 de junho, domingo, a primeira edição da prova “D+ Franqueira Corrida Segurtec”, organizada pelos Amigos da Montanha e com fins solidários.

amigos-montanha-logo

A corrida é uma proposta de superação total, com muita adrenalina, de “perder o fôlego” durante 4Km, sempre a subir, com início na Freguesia de Carvalhal e final na topo do Monte da Franqueira.

Já a caminhada terá o seu início a acontecer no E.Leclerc de Barcelos, que também se associou a esta causa solidária e que oferece uma aula de zumba de aquecimento para a caminhada. O final é, igualmente, junto ao Santuário de Nossa Senhora da Franqueira.

Esta atividade convida a “dar mais” em superação e em colaboração já que tem uma causa solidária associada, revertendo o valor total da inscrição para a aquisição de camas para a urgência pediátrica do Hospital de Santa Maria Maior – Barcelos.

As inscrições podem ser realizadas na sede dos Amigos da Montanha ou em www.amigosdamontanha.com (basta clicar no link), e têm o valor de 2 euros.




Fonte e imagem: Amigos da Montanha.

Ir Para Cima