Tag archive

Mostra de Artesanato

Mostra de Artesanato e Cerâmica em Barcelos atrai milhares de visitantes

Agosto 15, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora




Chegou ao fim, no passado domingo, a 35.ª Mostra de Artesanato e Cerâmica em Barcelos, que decorreu de 28 de julho a 13 de agosto.

Na iniciativa, promovida pelo Município de Barcelos, participaram mais de uma centena de artesãos. Desde a cestaria e vime, à olaria, barro figurativo, trabalhos em madeira, ferro e derivados e bordados, foram muitas as produções artesanais que puderam ser apreciadas em Barcelos, no decorrer do certame.

O evento, que permite aos visitantes o contacto com as artes tradicionais e o trabalho ao vivo e promove a riqueza da arte e do trabalho tradicional barcelense, reafirma a aposta do Município no apoio ao trabalho desenvolvido pelos artesãos.

Prémio Carreira: Armando Braz

A Mostra contou com um vasto programa de animação diária, onde se incluíram diversos espetáculos musicais ao vivo, arruadas dos grupos folclóricos do concelho de Barcelos e atuações de grupos estrangeiros participantes no Festival do Rio, entre outras atividades que animaram quem visitou o centro de Barcelos por estes dias. Destaque para o envolvimento das associações do concelho, que assumiram a animação cultural do certame. Os workshops com os artesãos foram também alvo de muita procura por parte dos visitantes.

Prémio Inovação: João Veiga

O Concerto ao Artesanato, que se realizou no último sábado à noite, foi um dos pontos altos da Mostra e contou com um espetáculo único protagonizado pela Banda Musical de Oliveira e pelo Coro de Câmara de Barcelos [foto de destaque], marcando a cerimónia de entrega dos habituais galardões anuais para os melhores artesãos da Mostra.

Na categoria principal – Prémio Carreira – foi distinguido Armando Braz, artesão da freguesia de Oliveira, por mais de 50 anos dedicados à Olaria. Os prémios Revelação foram entregues a Prazeres Côta e a João Rego, respetivamente, nas subcategorias de Artesanato Tradicional e Contemporâneo. O artesão João Veiga arrecadou o Prémio Inovação.

Prémio Revelação Artesanato Tradicional: Prazeres Côta

Este ano, o evento contou com uma maior afluência de público e o número de stands e artesãos também aumentaram, em comparação com 2016. Com um programa diversificado, a Mostra voltou a atrair, por estes dias, milhares de visitantes ao concelho. Estes números espelham o sucesso de um certame que já se realiza há 35 anos.

Prémio Revelação Artesanato Contemporâneo: João Rego

Para o Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, “este é um evento que permite experienciar e vivenciar as artes e os ofícios artesanais e tem reforçado a identidade cultural do concelho”.

Esta edição da Mostra decorreu numa altura em que a UNESCO analisa a candidatura de Barcelos à Rede de Cidades Criativas, no domínio do artesanato e arte popular.

Fonte e fotos: CMB.

Teatro de Balugas apresenta a peça “O Auto dos Bons Diabos” na Mostra de Artesanato

Agosto 11, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora




No próximo dia 13 de agosto, pelas 17h00, no Parque da Cidade de Barcelos, o Teatro de Balugas leva a cena a sua peça “O Auto dos Bons Diabos”, numa produção do grupo de teatro de Balugães que integra a programação da Mostra de Artesanato e Cerâmica de Barcelos, tendo a participação especial da Ronda da Ponte das Tábuas.

Sobre a peça, o grupo de teatro refere que “’- Estou a ficar velho, mas hei-de morrer a cavar a terra, ou nas tábuas do palco,

Ela já mo disse, ó homem cava já o buraco que com as tábuas do teatro faz-se o caixote e assim não se gasta dinheiro com o funeral’.

Este é o relato de um artista de teatro popular que se desdobra em histórias e personagens dessa mesma história, do desaparecimento do mundo rural, da festa feita nas terras pelas gentes que contavam apaixonadamente as suas crenças, tradições e costumes, de uma certa ideia de progresso que não serve homens nem comunidades.

Baltazar Diabo e a sua companhia são últimos resistentes do que resta de um vale outrora rural, esvaziado em grande parte pela fuga para as cidades, vilas e estrangeiro. Aqui habitam histórias de resiliência e sobrevivência, onde a cultura popular de gerações resiste nas mãos de um punhado de artistas anónimos”.

A peça é de autoria e direção artística de Cândido Sobreiro, interpretada pelos “Diabos” André Sobreiro, Aurélio Magalhães, Cristiano Esteves e Davide Teixeira, pela “Isabel” Juliana Pereira, a “Rosa” Gilda Silva e pelo “Baltazar Diabo” Cândido Sobreiro.

Tem produção de Diana Gonçalves, responsável, igualmente, com Manuela Rosas, pelos figurinos. A sonoplastia e luminotécnica estão a cargo de Matilde Esteves; a cenografia e carpintaria são responsabilidade de Cristina Faria e David Pereira; a fotografia a Cristina Faria e o design cabe a André Sobreiro / ID3.

“O Auto dos Bons Diabos” conta com o apoio da Junta de Freguesia de Balugães, do Município de Barcelos, da Barcelos Cidade Educadora/ Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras e da Fundação Inatel, tendo como parceiros a ID3 – Design & Publicidade.

Já sobre o Teatro de Balugas, este foi fundado em 2007, e inspira-se na cultura popular do Minho. “É teatro feito na aldeia, acreditando que este trabalho comunitário manterá viva a identidade desta, enquanto espaço de criação, numa luta contra o desaparecimento do mundo rural, da festa feita nas terras pelas gentes que contavam apaixonadamente as suas crenças, tradições e costumes, de uma certa ideia de progresso que não serve homens nem comunidades.

É uma história de resiliência e continuidade, onde a cultura popular de gerações resiste nas mãos de um punhado de artistas anónimos que pisam o palco de balugas ou borzeguins, botas altas com atacadores, de onde deriva o topónimo da aldeia de Balugães”. (Teatro de Balugas)

Fonte e imagens: TB.

Mostra de Artesanato continua até 13 de agosto no Parque da Cidade

Agosto 6, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Parque da Cidade abriu portas para mais uma Mostra de Artesanato e Cerâmica de Barcelos. Até 13 de agosto, Barcelos volta a ser a Capital do Artesanato e recebe mais de 125 artesãos, 80 dos quais de Barcelos, num certame que conta com cerca de 140 stands espalhados pelas várias áreas do recinto do Parque.

O Presidente da Câmara, Miguel Costa Gomes, realçou a importância do artesanato na imagem de Barcelos no país e no mundo, lembrando que “é a representação mais nobre da identidade barcelense e o grande elemento diferenciador em relação aos demais concelhos portugueses”.

A edição de 2017 decorre numa altura em que a UNESCO está a analisar a candidatura de Barcelos à Rede de Cidades Criativas. Reconhecido como a Capital do Artesanato, o concelho vê agora alargadas as suas aspirações através da candidatura à Rede, no domínio do artesanato e arte popular.

Para o edil barcelense, “é uma candidatura que se construiu em torno da tradição artesanal e da arte popular como um incontestável valor patrimonial, histórico e social”, acrescentado que “as artes e ofícios tradicionais são o âmago do povo barcelense e a criatividade, o legado que os mais nobres artistas cultivam ao longo de séculos. Barcelos terá assim mais um motivo de orgulho quando, em outubro próximo, for reconhecida como Cidade Viva e Criativa, uma terra de mestres artesãos com reconhecimento no país e no mundo por ser terra de barristas”, remata o autarca.




Oferta de animação até ao último dia

Além do mais rico e variado artesanato, os visitantes têm diariamente um conjunto de ofertas de animação que se tornam num excelente cartão de visita desta Mostra de Artesanato e Cerâmica, e ainda uma praça de alimentação com música ao vivo todos dias.

Na edição deste ano, o Município volta a apostar nas tradições do passado com os workshops diários onde se pode aprender as artes e ofícios, que passam pela tecelagem, olaria, figurado, bordados, chapéus de palha, entre outras.

O Concerto ao Artesanato, este ano, acontece no dia 12 de agosto, e serão entregues os prémios Inovação, Carreira, Revelação Artesanato Contemporâneo e Revelação Artesanato Tradicional. A atuação é da Banda Musical de Oliveira e do Coro de Câmara de Barcelos.

Este certame, um dos mais antigos do país, conta com a presença dos mais importantes artesãos de cada setor do artesanato (figurado, olaria, cestaria e vime, ferro e derivados, madeira e bordados) e retrata toda a riqueza da arte e do trabalho tradicional.

Na animação diária, pode sempre contar com as arruadas dos grupos tradicionais do concelho, a música ao vivo na Praça da Alimentação, e muita música no palco principal. Este ano ainda pode ver Quinta do Bill, Sons do Minho, e muitos outros que farão parte desta edição.

A Mostra abre às 16h00, aos sábados e domingos, e às 18h00, de segunda a sexta-feira, encerrando todos os dias à meia-noite.

Fonte e fotos: CMB.

Parque da Cidade recebe, a partir de sexta-feira, a 35ª Mostra de Artesanato e Cerâmica de Barcelos

Julho 25, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

De 28 de julho a 13 de agosto, Barcelos volta a ser a Capital do Artesanato e recebe, no Parque da Cidade, a 35ª edição da Mostra de Artesanato e Cerâmica do concelho. Serão mais de 125 artesãos, 80 dos quais de Barcelos, que estarão representados neste certame, que conta com cerca de 140 stands espalhados pelas várias áreas do recinto do Parque.

A maior mostra de criatividade em Portugal tem como objetivo promover o artesanato e os artesãos, sendo o grande evento anual na área do artesanato, afirmando Barcelos como Capital do Artesanato e trazendo à cidade muitos milhares de pessoas.

À semelhança dos anos anteriores, a edição deste ano da Mostra vai brindar o público com diversos espetáculos musicais, arruadas pelos grupos folclóricos e etnográficos, animação de rua e outras atividades que, ao longo da iniciativa, vão animar quem visita o concelho. Depois do sucesso o ano passado, os workshops, dedicados a vários temas, voltam a marcar presença uma vez que conquistaram um lugar de destaque nesta Mostra.




A edição de 2017 decorre numa altura em que a UNESCO está a analisar a candidatura de Barcelos à Rede de Cidades Criativas. Reconhecido como a Capital do Artesanato, o concelho vê agora alargadas as suas aspirações através da candidatura à Rede, no domínio do artesanato e arte popular.

Para o Presidente da Câmara de Barcelos, Miguel Costa Gomes, “é uma candidatura que se construiu em torno da tradição artesanal e da arte popular como um incontestável valor patrimonial, histórico e social”, acrescentado que as artes e ofícios tradicionais são o âmago do povo barcelense e a criatividade, o legado que os mais nobres artistas cultivam ao longo de séculos”. “Barcelos terá assim mais um motivo de orgulho quando, em outubro próximo, for reconhecida como Cidade Viva e Criativa, uma terra de mestres artesãos com reconhecimento no país e no mundo por ser terra de barristas”, remata o autarca.

Os grandes vultos da arte popular portuguesa são nativos deste território, como Rosa Ramalho, Ana Baraça, Mistério, Rosa Côta, Ana Berguesa, Mário Branco, Maria Sineta, entre outros. De igual modo, as produções artesanais mais dinâmicas e sustentáveis do território nacional encontram-se em Barcelos, bem como os seus mais conceituados artistas, como Júlia Ramalho, Irmãos Baraça, Irmãos Mistério, Conceição Sapateiro, Manuel Macedo, Rosa Portela, entre outros.

Tudo isto poderá ser encontrado na 35ª edição da Mostra de Artesanato e Cerâmica, um espaço que servirá também para experienciar e vivenciar as artes e os ofícios artesanais.

Até 13 de agosto o Parque da Cidade estará engalanado para receber milhares de visitantes, que procuram, não só, os clássicos Cristos dos Ramalhos, os Diabos dos Irmãos Mistério ou as Bonecas da Côta, mas também, as novidades das novas gerações de artesãos que deixam marca com grandes e inovadoras interpretações do Galo.

O Concerto ao Artesanato, este ano, acontece no dia 12 de agosto, durante o qual serão entregues os prémios Inovação, Carreira, Revelação Artesanato Contemporâneo e Revelação Artesanato Tradicional. A atuação é da Banda Musical de Oliveira e do Coro de Câmara de Barcelos.




Este certame, um dos mais antigos do país, conta com a presença dos mais importantes artesãos de cada setor do artesanato (figurado, olaria, cestaria e vime, ferro e derivados, madeira e bordados) e retrata toda a riqueza da arte e do trabalho tradicional.

Na animação diária, pode sempre contar com as arruadas dos grupos tradicionais do concelho, a música ao vivo na Praça da Alimentação, e muita música no palco principal. Este ano sobem ao palco Sons do Minho, 7Saias, Quinta do Bill, Banda Atlantis e Diana Martins, Folclore internacional, Vozes do Cávado, João Dias, Magistuna, AgáC, Adriana Moreira, Cantares do Cávado, Mamex, Amigos Leais de Lijó e muitos outros, que farão desta edição um verdadeiro sucesso.

Fonte e imagens: CMB.

Ir Para Cima